Diario de Justiça do Estado de São Paulo 01/04/2016 | DJSP

Primeira Instancia do Interior parte 3

Número de movimentações: 27993

Ante o exposto e o mais que dos autos consta, ACOLHO os pedidos formulados nesta liquidação de sentença para que no cálculo do valor a ser executado seja considerado os seguintes parâmetros:1)- Serão utilizados como valores históricos das diferenças entre o que deveria ter sido depositado a título de correção monetária e juros remuneratórios e o que o banco depositou, os valores de Cz$ 341,55 (conta 15.000.350-1); Cz$ 323,98 (conta 15.000.428-1), que deverão ser atualizados monetariamente usando o índice adotado pelo TJ/SP.2)- Sobre os valores acima serão devidos juros remuneratórios no percentual de 0,5% ao mês desde março/89, assim como juros de mora de percentual de 0,5% até a data que entrou em vigor o NCC, quando então os juros moratórios passaram a ser de 1%, contados desde a data da citação na ação coletiva (21/06/1993).Por se tratar de cumprimento de sentença, nos termos do art. 475-B, e tendo em conta o princípio da economia processual, determino a imediata remessa ao contador judicial para que elabore o cálculo, conforme estabelecido acima. Após a juntada do cálculo pelo contador, venham os autos conclusos para homologação do mesmo. Sucumbente, arcará o executado com o pagamento de honorários advocatícios que fixo em 10% sobre o valor da liquidação. Intime-se.
Ante o exposto e o mais que dos autos consta, ACOLHO os pedidos formulados nesta liquidação de sentença para que no cálculo do valor a ser executado seja considerado os seguintes parâmetros:1)- Serão utilizados como valores históricos das diferenças entre o que deveria ter sido depositado a título de correção monetária e juros remuneratórios e o que o banco depositou, os valores de Cz$ 156,09 (conta 14.002.178-10); Cz$ 203,28 (conta 15.001.678-6); Cz$ 244,81 (conta 14.000.987-1); Cz$ 17,83 (conta 14.003.300-3), que deverão ser atualizados monetariamente usando o índice adotado pelo TJ/SP.2)- Sobre os valores acima serão devidos juros remuneratórios no percentual de 0,5% ao mês desde março/89, assim como juros de mora de percentual de 0,5% até a data que entrou em vigor o NCC, quando então os juros moratórios passaram a ser de 1%, contados desde a data da citação na ação coletiva (21/06/1993).Por se tratar de cumprimento de sentença, nos termos do art. 475-B, e tendo em conta o princípio da economia processual, determino a imediata remessa ao contador judicial para que elabore o cálculo, conforme estabelecido acima. Após a juntada do cálculo pelo contador, venham os autos conclusos para homologação do mesmo. Sucumbente, arcará o executado com o pagamento de honorários advocatícios que fixo em 10% sobre o valor da liquidação. Intime-se.