Diário Oficial do Estado do Espírito Santo 25/11/2015 | DOEES

Padrão

DIVULGAÇÃO / INCAPER

INCAPER

Incaper conscientiza alunos sobre uso dos recursos hídricos

Técnicos conversaram com alunos da Escola Edward Abreu do Nascimento, em Pedro Canário

>>> Durante as palestras, situações corriqueiras que representam economia da água também foram apresentadas

As discussões sobre a água e o seu consumo consciente têm aumentado em razão do período de seca que assola o Espírito Santo há alguns meses. Diante desse cenário, como as escolas podem discutir o tema em sala de aula? Pensando nisso, dois técnicos do escritório local do Incaper conversaram com 500 alunos do ensino fundamental e médio da Escola Edward Abreu do Nascimento, em Pedro Canário.

Os extensionistas do Incaper em Pedro Canário, Cláudio Rodex Júnior e Thiago Carvalho Nogueira, orientaram os alunos com palestras sob o tema “Conscientização quanto ao Uso dos Recursos Hídricos e a Produção de Energia”. Essa ação fez parte de um projeto pedagógico que a equipe da escola vem realizando no decorrer do semestre letivo.

“O projeto enfatiza o uso racional dos recursos hídricos e da energia, tendo em vista que a estiagem prolongada assola também a nossa região há alguns meses e sofremos muito com as consequências”, contou Cláudio Rodex.

Os técnicos mostraram aos estu-

dantes o atual cenário da crise hídrica a partir de uma visão universal, até chegar à situação da região de Pedro Canário. “A partir dessa visão foi possível mostrar que a água disponível para consumo é um recurso finito e que se não forem tomadas atitudes racionais quanto ao seu uso fatalmente ela acabará um dia”, contou Cláudio.

Durante as palestras, situações corriqueiras que representam economia da água também foram apresentadas; fechar as torneiras quando se escova os dentes ou lava-se as louças, reusar a água do banho, da chuva e da máquina de lavar roupa para lavar calçadas ou veículos, entre outras ações foram resgatadas para os alunos.

Um exemplo de ação simples e que chamou a atenção dos alunos foi colocar uma garrafa PET no depósito de água das descargas. Ali, quando a descarga é acionada, só descerá a água que está em volta da garrafa (que deve estar cheia de brita ou areia) e então a pessoa poderá economizar de 1 até 2 litros d'água. As ideias levaram

os estudantes a refletirem sobre o mito da abundância de água e a necessidade de combater o desperdício do produto por meio de ações cotidianas simples.

“Tendo em vista a crise hídrica atual, as escolas e comunidades do município têm solicitado a equipe do Incaper para realizar palestras sobre a questão hídrica, bem como sobre reflorestamento e conservação das nascentes. Na medida do possível temos atendido”, completou o extensionista.

O extensionista Thiago Carvalho Nogueira frisou que “o trabalho com esse público gera bons resultados, tendo em vista a preocupação dessas novas gerações e a facilidade em se trabalhar esses temas”.

Finalmente, os técnicos trabalharam com os estudantes a questão da produção de energia, com o uso das fontes renováveis e não renováveis, enfatizando a importância estratégica dessas fontes para a economia do Brasil, principalmente no que diz respeito à produção de biocombustíveis onde a agricultura participa com muita ênfase.

Balanço Social é apresentado na Assembleia Legislativa

O Balanço Social 2014 do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) foi apresentado à Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O evento foi realizado ontem.

O diretor-presidente do Incaper, Wanderley Stuhr, compôs a mesa de autoridades. “É uma alegria apresentar o Balanço Social à Assembleia Legislativa. Este documento mostra a importância das ações e programas do Incaper para o desenvolvimento do Espírito Santo. Quase 30% do PIB do Estado estão ligados ao agronegócio, e essas nossas ações precisam ser valorizadas. Contamos com o apoio dos deputados, com as parcerias que estamos fortalecendo com diversas entidades para superar as dificuldades. A agricultura espera muito de nós”, pontuou Stuhr. Ele lembrou, ainda, que pela primeira vez um Balanço Social do Incaper é apresentado à Assembleia Legislativa.

“Esses números do Balanço Social demonstram a importância dos investimentos em pesquisa aplicada, e justificam a manutenção e os investimentos no Incaper. Fortalecer o Instituto é fortalecer mais de 100 mil agricultores familiares”, acrescentou Lúcio Herzog De Muner, diretor-técnico do Instituto.

A deputada Janete de Sá, que preside a Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, elogiou o Balanço Social do Incaper. “Esses resultados são fundamentais para o desenvolvimento da agricultura no Espírito Santo”, disse a deputada, que agendou para a próxima terça-feira (01), uma reunião na sede do Instituto em Vitória.

A apresentação do Balanço Social 2014 foi feita pelo chefe do Departamento de Planejamento (DPC) do Incaper, Luciano Oliveira. “Além de tratar os resultados para a sociedade, abordando os impactos econômicos e os ganhos sociais e ambientais, tratamos também os resultados internos”, disse ele, que destacou também a importância da capilaridade do Incaper, presente em todos os municípios capixabas, para contribuir, inclusive, na emancipação das comunidades tradicionais, como quilombolas, indígenas e pescadores.