Diário de Justiça do Estado de São Paulo 07/12/2017 | DJSP

Primeira Instancia da Capital

Número de movimentações: 27792

Vistos em correição.1) Indefiro novo pedido de penhora “on line", uma vez que a anterior foi infrutífera e não há no processo provas de que a situação financeira do executado tenha sido modificada.2) Quanto à pesquisa de bens via Arisp, saliento que sua realização é limitada aos casos em que o Juízo competente a determine, como diligência sua, ou às hipóteses em que ao interessado tenha sido concedida a gratuidade de justiça.Fora das situações citadas, desnecessária a intervenção judicial, a prestação do serviço a particulares já é propiciada pelo chamado Sistema de Ofício Eletrônico da ARISP ( http://www.oficioeletronico.com.br ). Assim, não configuradas as hipóteses supramencionadas, indefiro o pedido de pesquisa de imóveis.3) Para pesquisa de bens via Infojud e Renajud, providencie o pretendente, em cinco dias, o recolhimento dos custos do serviço de impressão de documentos (Prov.CSM 1864/11) conforme a tabela constante do Comunicado CSM 170/2011, sendo que é devida uma taxa para cada CPF/CNPJ pesquisado e o tipo de pesquisa realizada. Após, proceda-se à pesquisa de bens via Infojud e Renajud em nome de Telefônica Brasil S.A., CNPJ 02.558.157/0001-62.4) Por fim, caso ausentes infrutíferas as pesquisas do item 03, poderá o autor providenciar a ficha cadastral atualizada da Jucesp para penhora das ações da empresa executada, conforme requerido às fls. 311/314.Intime-se. -