Movimentação do processo RTOrd-0011443-19.2014.5.15.0032 do dia 18/10/2018

    • Estado
    • São Paulo
    • Tipo
    • Notificação
    Considere tipo e seção apenas como indicativos, pois podem ocorrer erros no processo de extração automática.
    • Seção
    • 2ª VARA DO TRABALHO DE CAMPINAS - Notificação
    Considere tipo e seção apenas como indicativos, pois podem ocorrer erros no processo de extração automática.

Conteúdo da movimentação

Intimado(s)/Citado(s):

- FLORIANO VIEIRA SILVA

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO TRABALHO
Processo: 0011443-19.2014.5.15.0032

AUTOR: FLORIANO VIEIRA SILVA

RÉU: CR 5 BRASIL SEGURANCA LTDA e outros (2)
mcf

SENTENÇA

Em respeito aos Princípios da Celeridade e Economia Processuais,
dou a este despacho força de guia de retirada
para autorizar o(a)
reclamante, FLORIANO VIEIRA SILVA - CPF: 325.664.128-80, ou

seu/sua advogado(a), MARCO AUGUSTO DE ARGENTON E
QUEIROZ - OAB: SP163741 - CPF: 249.599.838-09,
para que
levante a importância de
R$5.307,58(CINCO MIL, TREZENTOS e
SETE REAIS e CINQUENTA e OITO CENTAVOS), em 15/10/2018
,
a partir do depósito judicial nº 500130536021
, atualizável até a
data do efetivo pagamento,
devendo se dirigir até o BANCO DO
BRASIL
, Agência do Fórum Trabalhista de Campinas, para efetuar

o soerguimento.
OBS: Determina-se, ainda, à instituição financeira que recolha,
no ato da apresentação deste documento pelo beneficiário,

comprovando-se nos autos:

INSS(guia GPS - código 2909),a partir do depósito judicial

500130536022, no valor de R$ 382,27, em 15/10/2018, atualizável
até a data do efetivo pagamento, comprovando-se nos autos. CNPJ
do recolhimento: 62.428.073/0001-36.

Intime(m)-se o(s) beneficiário(s) quanto à expedição da/o(s)

presente(s) guia(s)/alvará(s) diretamente à instituição financeira

correlata, devendo se dirigir à mesma para recebimento dos

valores, apresentando via impressa do presente documento,

impressão esta que fica a encargo da parte beneficiária, salientando
-se que esta(e) guia/alvará, assinada(o) eletronicamente, é

suficiente para pagamento, restando dispensada a assinatura

manuscrita do(a) Magistrado(a), conforme Ofício-Circular
TST.GP.JAP nº 018/2017, observando-se que sua autenticidade

poderá ser aferida mediante consulta ao seguinte endereço na

internet:

http://pje.trt15.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocument

o/listView.seam, digitando no campo "número do documento" o

número do respectivo código de barras. Caso necessite, por meio
dessa forma de consulta e acesso, a instituição financeira poderá
imprimir tantas vias quantas forem necessárias para o seu controle

interno de pagamentos.

Não deve o beneficiário da guia/alvará comparecer em Secretaria

para retirada do documento, vez que incumbe à parte proceder à

impressão do documento.

Deve o beneficiário dirigir-se corretamente ao Banco do Brasil ou à
Caixa Econômica Federal, conforme a instituição depositária,

observando-se que, para os casos de alvará para levantamento de

depósitos recursais, deve o interessado se dirigir a qualquer
agência da CEF, EXCETUADOS os PABs ou Agências Judiciárias,

nas quais NÃO É POSSÍVEL o soerguimento de alvarás de FGTS

ou depósito recursal.

Em nada mais havendo, arquivem-se os autos, nos termos do art.

924, II, do CPC.
Em 15 de Outubro de 2018.