TRF1 - Seção Judiciária do Acre 05/11/2018 | TRF1-SJAC

Judicial

RECTE

: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

PROCUR

: - ANACELI REGINA PERINA

RECDO

: JOSE ESTEVAO DE SOUZA

ADVOGADO

: AM00007192 - MARIA ROSIANE SILVA DE MELO

O Exmo. Sr. Juiz exarou :

5. Registro que o agravo supracitado foi julgado improcedente em votação unânime,

de modo que caso sejam interpostos agravos idênticos ao presente após a data do

referido julgamento será cabível a aplicação da multa prevista no art. 1.021, §4º, do

CPC.

6. Ante o exposto, tendo em vista que o presente recurso veicula pretensão já

decidida em processo idêntico por esta Turma Recursal, NEGO SEGUIMENTO ao

agravo.

7. Publique-se, registre-se e intimem-se. Oportunamente, restituam-se os autos ao

juízo de origem.

Rio Branco/AC, 23 de outubro de 2018.

Juiz Federal Guilherme Michelazzo Bueno

Presidente da Turma Recursal, em Exercício

Numeração única: 1428-45.2015.4.01.3001

1428-45.2015.4.01.3001 RECURSO INOMINADO

RECTE

: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

PROCUR

: - ALINE APARECIDA DE PAULA

RECDO

: MANOEL DO NASCIMENTO CONCEICAO

ADVOGADO

: AC00003685 - RAPHAEL TRELHA FERNANDEZ

O Exmo. Sr. Juiz exarou :

5. Registro que o agravo supracitado foi julgado improcedente em votação unânime,

de modo que caso sejam interpostos agravos idênticos ao presente após a data do
referido julgamento será cabível a aplicação da multa prevista no art. 1.021, §4º, do

CPC.

6. Ante o exposto, tendo em vista que o presente recurso veicula pretensão já
decidida em processo idêntico por esta Turma Recursal, NEGO SEGUIMENTO ao

agravo.

7. Publique-se, registre-se e intimem-se. Oportunamente, restituam-se os autos ao

juízo de origem.

Rio Branco/AC, 23 de outubro de 2018.

Juiz Federal Guilherme Michelazzo Bueno

Presidente da Turma Recursal, em Exercício

Numeração única: 478-36.2015.4.01.3001

478-36.2015.4.01.3001 RECURSO INOMINADO

RECTE

: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

PROCUR

: - GUILHERME JOAQUIM PONTES AZEVEDO NEVES

RECDO

: JOSE FACANHA DA CRUZ

ADVOGADO

: AC00003685 - RAPHAEL TRELHA FERNANDEZ

O Exmo. Sr. Juiz exarou :

5. Registro que o agravo supracitado foi julgado improcedente em votação unânime,
de modo que caso sejam interpostos agravos idênticos ao presente após a data do
referido julgamento será cabível a aplicação da multa prevista no art. 1.021, §4º, do
CPC.

6. Ante o exposto, tendo em vista que o presente recurso veicula pretensão já
decidida em processo idêntico por esta Turma Recursal, NEGO SEGUIMENTO ao

agravo.

7. Publique-se, registre-se e intimem-se. Oportunamente, restituam-se os autos ao

juízo de origem.

Rio Branco/AC, 23 de outubro de 2018.

Juiz Federal Guilherme Michelazzo Bueno

Presidente da Turma Recursal, em Exercício