Diário de Justiça do Estado do Amazonas 21/01/2019 | DJAM

Judiciário - Interior

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEÇÃO I

VARAS - COMARCAS DO INTERIOR

ANORI

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS

VARA ÚNICA DA COMARCA DE ANORI
Endereço: Rua 31 de Março, nº 344 – Centro.
Doutora Juíza Direito PRISCILA PINHEIRO PEREIRA
ELISILVIA MARINHO CORREIA – Diretora de secretaria
RELAÇÃO Nº 001/2019

INTIMAÇÃO DA SENTENÇA

PROCESSO Nº: 0000182-78.2015.8.04.2101
Classe: INTERDIÇÃO

Requerente: NILZA CORRÊA DOS SANTOS

Requerido: SEBASTIÃO FERREIRA DOS SANTOS
Defensor Público

De ordem da Exma. Doutora PRISCILA PINHEIRO
PEREIRA,
Juíza Titular da Vara Única da Comarca de Anori,
do Estado do Amazonas, no exercício de suas atribuições

constitucionais, etc.

Diante do exposto, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO INICIAL
para o fi m de DECLARA INTERDITADO o Réu SEBASTIÃO
CORRÊA DA SILVA
, dando-o como absolutamente incapaz
da prática de qualquer ato da vida civil, bem como de reger sua

pessoa e seus bens.

NOMEIO para atuar como seu CURADOR sua mãe NILZA
CORRÊA DA SILVA
, dispensando-o da prestação de contas e da
especialização de hipoteca legal, vez que não há informação de

existência de bens ou renda em nome do interditando.

Em obediência ao disposto no artigo 755, §3º do Novo
Código de Processo Civil, inscreva-se a presente sentença
no registro de pessoas naturais, publique-se no Site do
Tribunal de Justiça do Amazonas e na plataforma de editais
do CNJ por 06 (seis) meses, bem como na imprensa local por
01 (uma) vez e e no órgão oficial por 03 (três) vezes, com
intervalo de 10 (dez) dias, constando do edital os nomes do
interdito e do curador, a causa da interdição e os limites da
curatela.

Lavre-se o competente termo (compromisso de curador em

caráter defi nitivo).

Ofi cie-se ao Juízo Eleitoral local, com cópia da presente, a fi m
de que efetue o bloqueio de eventual inscrição eleitoral em nome
do interditando.

INTIMAÇÃO DA SENTENÇA

PROCESSO Nº: 0000120-72.2014.8.04.2101
Classe: INTERDIÇÃO
Requerente: MARIA PEREIRA DE SOUZA
Requerido: EDIVAN FERREIRA DE SOUZA
Defensor Público

De ordem da Exma. Doutora PRISCILA PINHEIRO
PEREIRA,
Juíza Titular da Vara Única da Comarca de Anori,
do Estado do Amazonas, no exercício de suas atribuições

constitucionais, etc.

Diante do exposto, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO
INICIAL para o fi m de DECLARAR INTERDITADO o requerido
EDIVAN FERREIRA DE SOUZA, dando-o como absolutamente
incapaz da prática de qualquer ato da vida civil, bem como de
reger sua pessoa e seus bens.

NOMEIO para atuar como seu CURADOR sua mãe
MARIA PEREIRA DE SOUZA, dispensando-o da prestação de
contas e da especialização de hipoteca legal, vez que não
há informação de existência de bens ou renda em nome do
interditando.

Em obediência ao disposto no artigo 755, §3º do Novo Código
de Processo Civil, inscreva-se a presente sentença no registro de
pessoas naturais, publique-se no Site do Tribunal de Justiça do
Amazonas e na plataforma de editais do CNJ por 06 (seis) meses,
bem como na imprensa local por 01 (uma) vez e no órgão ofi cial
por 03 (três) vezes, com intervalo de 10 (dez) dias, constando do
edital os nomes do interdito e do curador, a causa da interdição e
os limites da curatela.

Lavre-se o competente termo (compromisso de curador em

caráter defi nitivo).

Ofi cie-se ao Juízo Eleitoral local, com cópia da presente, a fi m
de que efetue o bloqueio de eventual inscrição eleitoral em nome
do interditando.

INTIMAÇÃO DA SENTENÇA

PROCESSO Nº: 0000034-38.2013.8.04.2101

Classe: USUCAPIÃO
Requerente: MARIA DOMINGAS PEREIRA DA SILVA
Requerida: Herdeira de Raimundo Ribeiro de Moura, Sra.

ANA CÉLIA SILVA MOURA

Defensor Público

De ordem da Exma. Doutora PRISCILA PINHEIRO PEREIRA,
Juíza Titular da Vara Única da Comarca de Anori, do Estado do
Amazonas, no exercício de suas atribuições constitucionais, etc

Diante o exposto, JULGO PROCEDENTE a presente ação de
usucapião, para reconhecer a prescrição aquisitiva, em favor do
autor em relação ao imóvel descrito na inicial, declarando-a por
sentença, a qual servirá de título para transcrição no Registro de
Imóveis. Custas na forma da lei.

Transitada em julgado, arquive-se, com baixa na distribuição,
independentemente de novo despacho.

Elisilvia Marinho Correia
Diretora de Secretaria da Comarca de Anori/AM