Informações do processo 0096200-97.2010.5.17.0009

  • Numeração alternativa
  • 96200/2010-009-17-00.3
  • Movimentações
  • 15
  • Data
  • 26/10/2012 a 17/04/2015
  • Estado
  • Espírito Santo

Movimentações 2015 2014 2013 2012

17/04/2015

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 9a VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA
Tipo: Despacho

Processo n° 0096200-97.2010.5.17.0009 RTSum
Reclamante: Geovane de Oliveira
Adv. Raul Dias Bortolini - 014023-ES
Reclamado: Protection Sistemas de Vigilância Ltda.


Adv. -


DESPACHO


1. Porque adimplidas as obrigações desta Reclamatória, julgo
extinta a presente execução, nos termos do art. 794, I, do CPC c/c
art. 769 da CLT.


2. Dê-se baixa na distribuição e arquivem-se os autos.


3. Intimem-se as partes.


Ana Maria Mendes do Nascimento
Juíza do Trabalho Substituta


Retirado do TRT da 17ª Região (Espírito Santo) - Judiciário

12/02/2015

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 9a VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA
Tipo: Notificação

NOTIFICAÇÃO/INTIMAÇÃO


Ficam o(s)destinatário(s) abaixo intimado(s) acerca do que se
segue:


Tomar ciência de que deverá efetuar o pagamento do valor de fl.
364, no prazo de 48horas, sob pena de execução, conforme
despacho de fl. 361.


Destinatário(s): Carlos Alberto de Souza Rocha, OAB 2468 e
Gabriel Tose Zandonadi, OAB 18575-ES


Retirado do TRT da 17ª Região (Espírito Santo) - Judiciário

20/01/2015

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 9a VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA
Tipo: Despacho

Processo n° 0096200-97.2010.5.17.0009 RTSum
Reclamante: Geovane de Oliveira
Adv. Raul Dias Bortolini - 014023-ES
Reclamado: Protection Sistemas de Vigilância Ltda.


D E S P A C H O
Vistos, etc.,


Encaminhem-se os presentes autos à Contadoria do Juízo para
apuração e atualização dos valores condenados pelo v. Acórdão de
fls. 355-357.


Após, considerando que a 1a executada, Protection Sistemas de
Vigilância Ltda., encontra-se em local incerto e não sabido (fl. 341),
intime-se a 2a executada, Dumilho S/A Indústria e Comércio, para,
no prazo de 48 horas, pagar a execução remanescente.


Não verificado o pagamento pelo devedor, em 48 horas, proceda-se
penhora no sistema BACENJUD. No insucesso, utilize-se dos


convênios RENAJUD e INFOJUD. Ainda ineficazes tais medidas,
expeça-se mandado de penhora de bens livres, tanto quanto
bastem à satisfação do crédito exequendo.


Flávia Fragale Martins Pepino
Juíza do Trabalho Substituta


Retirado do TRT da 17ª Região (Espírito Santo) - Judiciário