Informações do processo 0001670-84.2013.5.15.0128

Movimentações 2022 2021 2019 2018 2017 2016 2015 2014 2013

01/09/2022

Movimentação bloqueada

Seção: xx xxxxxx
Tipo: xxxxxx xx xxxxxxx
xxxxxxxxxxx: xxxxxxxx(x)/xxxxxx(x): - xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx xxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx (xx) xxxxxxxxx: xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx xxxxxxxx: xxxxx xxxxxxx, xx xxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxx xxxx , xxxx xxxxxxx xxxxxxx, xxxxxx xxxxxx xx xxxxx, xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx, xxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxx xxxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxx xx xxxxx x xxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxx - xx, xxx xxxxxxx xxxxxxx xxxx - xxx, x x xxxxxxxx xxxx, xxxxxxxx xxxxx x xxxxxxx xxxx , xxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxx xxxx xxxxxxxx xx xxxxxxx: xxxxxxxx xxxxxx xxxx xxxxxxxx: xxxxxxx xxxxxx xxxxxxxxx xxxxx-xx xx xxxxxx xx xxxxxxx (xxx. xxx/xxx) xxxxxxxxxx xx xxxx xx xxxxxxxx xx xxx. xxx/xxx, xxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxxx xx xx. xxx, xxx xxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxxx xxx xxxx xxxxxxxxxxxx xx xxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxx. x xxxxxxx xxxxx, xx xxxx, x xxxxxxxxxxxxxxx xx x xxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xx xxxxxxx xx xxx xxxxxx x, xxxxx, xxx xx xxxxx xxxxx xxxxxxxx xx xx xxxxx x xxxxxxxx xxxxxxxx. xxxxxxxxxxx. xxxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxx xxxxxxxxxx, xxx xxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxx (xxx. xxx/xxx). xxxxxxxxxxxxx xxx xxxxx (xxx. xxx/xxx). xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxx (xx. xxx). xxxxx xxxxxxxxx. xxxxxxxxxxxxx x x x x xxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxxx, xxxxx xxx xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxxx. xxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxx. xxxxxxxx xxx xxxxx xxxxx x xxxxxx xx xxxxxxx. xxxxxxxxxxxxx xxxxxxx-xx x xxxxxxxxx xxxxxx x xxxxxxx xxxxxxxxxx (xxx. xxx/xxx), xxx xxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxx xxxxxxxxx xxx xxxx xxxx xxxxxxxxxxxx, xxx xxxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxx xxx xxxxxx. xxxxxx, xx xxxx, xxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxx xx x xxxx xxxxx xx xxxxxxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxx xx xxxxxxxx xxxxxxxx, x xxx xx xxxxx xxxxxxxxxxx x xxxxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxx, xx xxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxxx (xx. xxx). xxxxx, xxxxxxxxx, xxx x xxxxxxx xxxxx xx xxxx. xxx x xxx xx xxx, xxx xxx xxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xx xxx xxxxxxx x xxxxxx. x xxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx xxx x xxxxxxxxx xxxxxx xxxxxx xx xxxxx, xxxxx xx/xx/xxxx (xx. xxx). xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx, xxx xxxxxx xx xxx. xxx xx xxx, xx xxxx, xxx xxxxxxx xx xxx xxxxx-xxxxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxx, xx xxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxx xxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxx, xxx xxxx x xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxx, xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx, xxx xxxxxxxx xx xxxxxxx xx xxxxx xxxxxx xx xx% xx xxxxx xx xxxxxxxxx, xxxxxx, xxxxxxxxxx, xxxx xxxxxx xxxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx. x xxxxx xx xxxxxxxx, xxx xxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxx x xxxxxxx xxxxxxxxx, xxxxxxxx, xxxxx, x xxxxxxxxxxxxxxxx xxx xxxx xxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx, xxxxxxxxxxx xxx xxxxxx xxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx xx.xxx, xx xx xxx xx xxxxxxx, xxx xxx xxx x xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx xxx x xxxxxxxxx xxxxxx x xxxxxxxxxx-xx xx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx. xxxxx xxxxx, x xxxxxx xxxxxxxxx xxxxxx xx x xxxxx xxxxxxx xxx xxxxx xxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxxxx. xxxx xxxxx xxxxx, x xxx. xxx, x, xx xxx, xxxxx xxx x xxxxxxxx xxxx xxxxxxxxx xx xxxx xx xxxxxxx, xxxxx xxx, xxx xxxxxx xx xxx. xxx xx xxxxx xxxxxxx, xxx "xxxxxxxx xxx xxxxx xx xxxx xxxx xxxxxxxxx x xxxxxxx xxxx x xxxxxxxxxxx xx xxxx xxxxxxxxxx, xxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xx xxx". xxxxxxxxxx, x xxxxxx xxx, xx, xxxxxx xx xxx, xxxxx x xxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxx, xxxxxxxx xxx: xxx. xxx. xxx xxxxxxxx x xxxxxxxx xx xxxx: (...) xx - xx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxx, xxx xxxxx xx xxx xxxx xxxx xxxxxxxx xx xx xxx xxxxxx xxxxxxxxx xxxx xxxxxx; xx, x xxxxxx xxxxx, xx xxxxxx xx xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx, xxxxxxxxxx: xxx. x.xxx. x xxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx x xxxxxxxx xxx xxxxxxxx. § xx xx xxxxxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx xxxxxx x xxxxxxxxxxxx xx xxxxxxx xxx xx xxxxxxxxxx, x xx xx xxxxx xx xxxxx xx xxxxxxxx xxx xxxxxx xxxxxxxx. (...) xxx. x.xxx. xx xxxx xx xxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxx xxxxxx xx xxxx xxxxxx xxxx xxxxxxx xxx xxxxxxxx xx xxxxxxx, xx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxx x xx xxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxx. xxxxxxxx, xx xxxxx, x xxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx x xxxxxxx, xxxxxxxx xxxxxxx xxxxx xx xxxx xx xxxxxxx (xxx. xxx xx xxx), xxxxxxxxxxxx xx xxxxxx xx xxxxx (xxx. x.xxx, §xx, xx), xxxxxxxxxxx- xx x xxxxxx xx xxxxxxx. xx xxxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxx xxxxx xxxxxxxx-xx x xxxxxxxx, xxxx xxxxxx xxxxxxxx xxx xxx xxxxxxx xxxxxxxxxx xx xx x xxx xxxxxx xxxxxxxxx xxxx xxxxxx (xxx. xxx, xx, xxx), xxxxxxxx xxxxx xx xxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxxxxx. xx xxxx xxxxxxxx, x xxxxxxxx x xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxxx x xxxxxxxxx xxxxxxxxx xx xxx xxxxxxx, x xxx xxxxxxxxx xxxxxx xxxxxx xx xxxxx, xxx xxx xxx xxx xxxxxxx xxx xxxxx xx xxxxxxx, xx xxxxx xx xxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxxxx xxx xxxxxxxxxx. xxx xxxxxx, x xxxxxxxxx xxx xxxxx xxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxx xxxx., xxxxxxxxx-xx xx xxxxxxxxx xx xx/xx/xxxx (xx. xxx). xx, x xxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxx x xxxxxxx xx xxxxxxx, xx xx/xx/xxxx x xx/xx/xxxx, x x xxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxxx xx/xx/xxxx x xx/xx/xxxx. xxxxxxxxx, x xxxxxx xxxxxxxxx xxx xxxxxxxxx xxxx xxxxx xx xxxx (xx. xxx), xx xxxx, xxxxxx xxx xxx xxxxx xxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxx, x xxx xxxxx xxxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx xxx xxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxx, xxxxx xxx xxx xxxxx xxx xxxxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxx, xxxxxx xx xxxxx xxxxx xxxxxxxxxxxx xxxx xx x xxxx xxxx xxx xxxxxxxx (xxx. xx-x, xxx), xxxx xxxx xxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxxx xxxx xxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx, xx xxxxxx xx xxx xx xxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx. xxxxx xxxxxxx, xx xxxxxxx x x. xxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxx: xxxxxx xx xxxxxxxxxxx. xxxxxxxx. xxxxxxx xxxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx. xxx xxxxxxxxxx. xxxxx x xxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx, xxx xxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxxx xxxx, § xx, xx xxxxxx xxxxx, xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxxx xxxx xxxxxxx, xxx xxxx xxx xxx xxx xxxxxxxxxx xxx x xxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx xxx xxx xxxxxx xxx xxxxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxxx. xxxxxx xx xxxxxxxxxxx x xxx xx xxxx xxxxxxxxxx. (xxxx xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx xxxx xx xxxxxxxxxx: xx/xx/xxxx, xxxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxx xxxxxx xxxxxx, xx xxxxx, xxxx xx xxxxxxxxxx: xxxx xx/xx/xxxx). xxxxxxx. xxxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxxxx x xxxxxxxxx xxxxx, xxxxx, xxxxxxxx xx xxx. xxx xx xxx, xx xxxxxxxxx xx xxx, xxxxxxx xxxxxx xxxxx xx xxxxxxxx x xxxxxxxx, xxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxx xxxxx xxxxxxx xxxx x xxxxxxxxx. xxxxx xxxxxxxx, xxxxxxxx xxx x xxxxxxxx xx xx xxxxxxxx xxxxxxxxx xxx x xxxxxxx xx xxxxx xxx xxxxx xx xxxxxxxx xxxxx xx xxxxxxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx (xx. xxx), xx xxx x xxxxxxxxx xxxxxx xxxxx xxxxxxxx xx xx xxxxxxx xx xxxxx x xxxxxxx. x xxxxxxxx xx xxx xxxxxxxxx xxxx xxxxxxxxx xxxxxxx, xx xxx. xxx, xxx xxxxxxxxx xxxxxx: "xxxxxx x xxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxx. xxx xx xxx, xxxxxx xxxxxxxxx xxx xxxx xxxxx xxxxxxxxx x xxxxxxx xx xxxxx xxx xxxxx xx x° xxxxxxx- xx.xxxx.x.xx.xxxx, xx x xx xxxxxxxxx xx xxxx, x xxx xxx x xxxxxxxx xxxx xxxxxx xxxxx xxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxx xxxxx x xxxxxx xxxxx xxxxxxx. x xxxxx xxx x xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxx xxx x xxxxxxxxx xxxxx xxx x xxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxx xxx xxxxxxxx x xxxxxxx xx xxxxxxxx, xx xxxxxxx xx xx xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx, xxxxxxxx xxxxxxxxxx x xxxxxx x xx xxxxxxxx xxxxxx. xxxxxxx, x xxxxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxx xx x$ x.xxx.xxx,xx, xx xxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxx xx/xx/xxxx, x x xxxxxxxxx xxxxxxx xxxxx xxx xxxxx xx x° xxxxxxx- xx.xxxx.x.xx.xxxx x xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xx x$ xxx.xxx,xx xxx x xxxxxxxx xxxx. xxxxxxxxxxxx-xx, xxx xxx, xxx xxx xx xxxxxx xx xxx x xxxxxxx xxxxxxxxxx xxx xxxx xxxxx xxxx, xxxxxxxxx, x xxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxx xx xxx xx xxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxxxxx, xxx xxxx xxxxxxxxxxx." xx xxxx, x xxxxxxx xxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxx x xxxx xxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xx xxxxxxx xxxx xxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xx xxxxx, x xxx, xxxxxxx, xxxxxxxxx xxxx xxxx xxxxxxx x xxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxxx. xxxx xxxxx, x xxxxxxxxx xxx xxx xxxxx xx xxxx xx xxxxxx xxxxx, xxxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxx xxxx, xx xxxxxxxx xxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxxx x xxxxxxxxxxxx xx xxxxxx xxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxx xxxxxxx xxxxxxxxxxx, xxxxxxxx, xxx xx xxxxx xx xxxx xxxxxxx xxxx x xxxxxxxxx xxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxx. xxxxxxx xxxxxxxxx xxx x xxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxx, xxxxxxx, xxxx, xxx xxxxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxxxx. xxxxxx xxxxx, x xxxx xxx xxxx. xxx x xxx xx xxx, x xxxxxxxx xx xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxx, xxxxx xxx x xxxxxxx xxxxx xxxxxx xxxxxxx xxxxxx xxxxx xxxxxxx. xxxxx xxxxxxxxxx, xxx xxx, xx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxx xx xxxxxx xx xxxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxxxxxxxxxxxx x xxxxx xxxxxx, xx xxx x xxxxxxxxx, xxxxxx, xxxxxx xx xxx xxxxx xxxx xxxxxxxxx xxxxxx xxxx xxxxxxxx. x xxxxxxxxxxxx xxx xxxxxxxx xxxx xx xxxxxxxxxx xxx xxxxx, xxxxx xxx xx xxxxxxxxxx xxxxxxx xxx xxxxxxxx xx xxxx xxxxxxx (xxx. xx/xx x xxx), x xxx xxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxx-xx, xxxxxxxxxxxx, xx xxxxxxxxxxxx xx xxx x xxx xxxx xxxxxx x xxxxx xxxxxxx, xxxxxxxxx xxxxxxxx x xxxxxxxx xxxxxxx. xxxx xxxxxxxxxx. xxxxxxxxxxx xxxx xxxxx, xxxxxx xxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxx xx xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx, xxxx xxxxx-xxx xxxxxxxxxx , xxxxxxxx-xx xxxxxxxx x xxxxxxx xx xxxxxx, xxx xxxxxx xx xxxxxxxxxxxxx. xxxxxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xx xx xx xxxxxx xx xxxx. xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx x xxxxxxxxxx x xxxx. xxx.xxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xxxxxx. xxxxxxxxxx: xxxxxxxx: xxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xxxxxx xxxx xx xxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxx xxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxx xxxxxxxxx x xxxx xx xxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxx xxxx xxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxx xxxxxx xxxxxxx xxxxx, xxx xx xxxxxxxx xx xxxxxxx xxxxx. xxxxxxxxx x xxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxx. xxxxxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxxxx: xxxx(x). xx(x). xxxxxxxxxx(x) xxxxxx. xxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xx xx xxxxxx - xxxxxx xxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxx xx xxx xxxxxx xx xxxxxx x xxxxxxxx xxx xxxxxx xx xxxx xxxxxxxx xxxx xxxx. xxx. xxxxxxxx. xxxxxxx xxxxxxx. xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxx xxxxxx xxxxxxxx xxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxx/xx, xx xx xxxxxxxx xx xxxx. xxxxxxxx xxxxxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx: xxxxxxxx(x)/xxxxxx(x): - xxxxx xxxxxxx xxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx (xx) xxxxxxxxx: xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx xxxxxxxx: xxxxx xxxxxxx, xx xxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxx xxxx , xxxx xxxxxxx xxxxxxx, xxxxxx xxxxxx xx xxxxx, xxxx xxxxx xxxxx xx xxxxx, xxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxxxxxxxx xxxxxxxx xxxxx, xxx xxxxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxx xx xxxxx x xxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxx - xx, xxx xxxxxxx xxxxxxx xxxx - xxx, x x xxxxxxxx xxxx, xxxxxxxx xxxxx x xxxxxxx xxxx , xxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxx xxxx xxxxxxxx xx xxxxxxx: xxxxxxxx xxxxxx xxxx xxxxxxxx: xxxxxxx xxxxxx xxxxxxxxx xxxxx-xx xx xxxxxx xx xxxxxxx (xxx. xxx/xxx) xxxxxxxxxx xx xxxx xx xxxxxxxx xx xxx. xxx/xxx, xxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxxx xx xx. xxx, xxx xxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxxx xxx xxxx xxxxxxxxxxxx xx xxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxx. x xxxxxxx xxxxx, xx xxxx, x xxxxxxxxxxxxxxx xx x xxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx xx xxxxxxx xx xxx xxxxxx x, xxxxx, xxx xx xxxxx xxxxx xxxxxxxx xx xx xxxxx x xxxxxxxx xxxxxxxx. xxxxxxxxxxx. xxxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxx xxxxxxxxxx, xxx xxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxx (xxx. xxx/xxx). xxxxxxxxxxxxx xxx xxxxx (xxx. xxx/xxx). xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxx (xx. xxx). xxxxx xxxxxxxxx. xxxxxxxxxxxxx x x x x xxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxxx, xxxxx xxx xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxxx. xxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxx. xxxxxxxx xxx xxxxx xxxxx x xxxxxx xx xxxxxxx. xxxxxxxxxxxxx xxxxxxx-xx x xxxxxxxxx xxxxxx x xxxxxxx xxxxxxxxxx (xxx. xxx/xxx), xxx xxxxxxxx x xxxxxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxx xxxxxxxxx xxx xxxx xxxx xxxxxxxxxxxx, xxx xxxxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxx xxx xxxxxx. xxxxxx, xx xxxx, xxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxx xx x xxxx xxxxx xx xxxxxxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxx xx xxxxxxxx xxxxxxxx, x xxx xx xxxxx xxxxxxxxxxx x xxxxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxxxxxxx xxxx xxxxxx, xx xxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxx xx xxxxxxxx (xx. xxx). xxxxx, xxxxxxxxx, xxx x xxxxxxx xxxxx xx xxxx. xxx x xxx xx xxx, xxx xxx xxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xxx xxxxxxxxxxx xx xxx xxxxxxx x xxxxxx. x xxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx xxx x xxxxxxxxx xxxxxx xxxxxx xx xxxxx, xxxxx xx/xx/xxxx (xx. xxx). xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxx xxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx, xxx xxxxxx xx xxx. xxx xx xxx, xx xxxx, xxx xxxxxxx xx xxx xxxxx-xxxxx xx xxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxx xx xxx xxxxxxxxxxx, xx xxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx xx xxxxxx xxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxx, xxx xxxx x xxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxx, xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx, xxx xxxxxxxx xx xxxxxxx xx xxxxx xxxxxx xx xx% xx xxxxx xx xxxxxxxxx, xxxxxx, xxxxxxxxxx, xxxx xxxxxx xxxxxxxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx. x xxxxx xx xxxxxxxx, xxx xxxxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxx x xxxxxxx xxxxxxxxx, xxxxxxxx, xxxxx, x xxxxxxxxxxxxxxxx xxx xxxx xxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxx, xxxxxxxxxxx xxx xxxxxx xxxxx x xxxxxx xx xxxxxxxxx xx.xxx, xx xx xxx xx xxxxxxx, xxx xxx xxx x xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx xxx x xxxxxxxxx xxxxxx x xxxxxxxxxx-xx xx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx. xxxxx xxxxx, x xxxxxx xxxxxxxxx xxxxxx xx x xxxxx xxxxxxx xxx xxxxx xxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxx xxxxxxxxxx. xxxx xxxxx xxxxx, x xxx. xxx, x, xx xxx, xxxxx xxx x xxxxxxxx xxxx xxxxxxxxx xx xxxx xx xxxxxxx, xxxxx xxx, xxx xxxxxx xx xxx. xxx xx xxxxx xxxxxxx, xxx "xxxxxxxx xxx xxxxx xx xxxx xxxx xxxxxxxxx x xxxxxxx xxxx x xxxxxxxxxxx xx xxxx xxxxxxxxxx, xxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xx xxx". xxxxxxxxxx, x xxxxxx xxx, xx, xxxxxx xx xxx, xxxxx x xxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xx xxxxxxx, xxxxxxxx xxx: xxx. xxx. xxx xxxxxxxx x xxxxxxxx xx xxxx: (...) xx - xx xxxxxxx xx xxxxxxxxxxx, xxx xxxxx xx xxx xxxx xxxx xxxxxxxx xx xx xxx xxxxxx xxxxxxxxx xxxx xxxxxx; xx, x xxxxxx xxxxx, xx xxxxxx xx xxxxxx xx xxxxxxxx xxxxxxx xx xxxx, xxxxxxxxxx: xxx. x.xxx. x xxxxxxxxxxxxx xx xxxxxxxxxx xxxxx xxxxxxx (...) Ver conteúdo completo

22/08/2022 Visualizar PDF

Seção: 7ª CÂMARA - Pauta
Tipo: Agravo de Petição

complemento: Complemento Processo Eletrônico - PJE

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E

PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- PAULO ZABOTTO

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA

- WAGNER MENDES DA CUNHA


Retirado da página 6368 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

17/08/2022 Visualizar PDF

Seção: 7ª CÂMARA - Pauta
Tipo: Agravo de Petição

complemento: Complemento Processo Eletrônico - PJE

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E
PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- PAULO ZABOTTO

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA

- WAGNER MENDES DA CUNHA


Retirado da página 2759 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

01/04/2022 Visualizar PDF

Seção: GABINETE DA DESEMBARGADORA LUCIANE STOREL - 7ª CÂMARA

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

CAMPINAS/SP, 01 de abril de 2022.

LUCIANA ALMEIDA MORAES

Assessor


Retirado da página 4544 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

01/04/2022 Visualizar PDF

Seção: GABINETE DA DESEMBARGADORA LUCIANE STOREL - 7ª CÂMARA

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E
PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- PAULO ZABOTTO

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA
- WAGNER MENDES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Decisão ID 005ff3b
proferida nos autos.

Vistos etc.

Trata-se de pedido inserido no bojo do Agravo de Petição
endereçado a este Regional pela Apelante Elda Kauss Gomes da
Cunha, visando atribuir efeito suspensivo ao recurso, a fim de que
seja suspensa a realização de hasta pública do imóvel de matrícula
nº n. 26.377, do 1º CRI de Limeira/SP, até que haja decisão
definitiva acerca da impenhorabilidade do bem.

Representação processual regular (fl. 591).
Brevemente relatados.

D E C I D O

A concessão de efeito suspensivo aos recursos que, em geral,
possuem apenas o efeito devolutivo no processo do trabalho,
depende da demonstração da possibilidade de que os efeitos da
sentença venham a causar prejuízos irreparáveis ou de difícil
reparação à parte sucumbente.

Outrossim, além das condições genéricas exigidas para qualquer
ação, as ações cautelares ainda exigem outros requisitos
específicos, quais sejam, fumus boni iuris e periculum in mora, nas
palavras de Carlos Henrique Bezerra Leite ( in Curso de Direito
Processual do Trabalho, 9ª. ed, São Paulo: LTr, 2011, p. 1327):

"fumus boni iuris significa aparência do bom direito, consistente num
juízo de probabilidade e verossimilhança do direito cautelar
invocado, enquanto periculum in mora consubstancia-se no perigo
da demora processual, ou a probabilidade ou iminência do direito
vindicado na ação dita principal pela dilação processual. Vale dizer,
não basta a mera possibilidade: há a necessidade de o dano ser
provável e iminente".

No caso em exame , pela leitura da R. Decisão vergastada, mais
precisamente em face de embargos declaratórios interpostos,
denota-se que o MM. Juízo a quo decidiu que “Quanto ao
prosseguimento na expropriação do imóvel, por meio de alienação
por iniciativa particular, considerando-se que modificada a penhora

sobre o bem, aguarde-se o trânsito em julgado da decisão
embargada" (fl. 904).

Posto isto, não se vislumbra interesse recursal à Agravante neste
sentido, nada havendo que ser deferido em sede do pedido liminar.
Intime-se a Apelante e prossiga-se, como de direito.

Campinas, 31 de março de 2022.

Desembargadora LUCIANE STOREL

Relatora

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Decisão ID 005ff3b
proferida nos autos.

Vistos etc.

Trata-se de pedido inserido no bojo do Agravo de Petição
endereçado a este Regional pela Apelante Elda Kauss Gomes da
Cunha, visando atribuir efeito suspensivo ao recurso, a fim de que
seja suspensa a realização de hasta pública do imóvel de matrícula
nº n. 26.377, do 1º CRI de Limeira/SP, até que haja decisão
definitiva acerca da impenhorabilidade do bem.

Representação processual regular (fl. 591).
Brevemente relatados.

D E C I D O

A concessão de efeito suspensivo aos recursos que, em geral,
possuem apenas o efeito devolutivo no processo do trabalho,
depende da demonstração da possibilidade de que os efeitos da
sentença venham a causar prejuízos irreparáveis ou de difícil
reparação à parte sucumbente.

Outrossim, além das condições genéricas exigidas para qualquer
ação, as ações cautelares ainda exigem outros requisitos
específicos, quais sejam, fumus boni iuris e periculum in mora, nas
palavras de Carlos Henrique Bezerra Leite ( in Curso de Direito
Processual do Trabalho, 9ª. ed, São Paulo: LTr, 2011, p. 1327):

"fumus boni iuris significa aparência do bom direito, consistente num
juízo de probabilidade e verossimilhança do direito cautelar
invocado, enquanto periculum in mora consubstancia-se no perigo
da demora processual, ou a probabilidade ou iminência do direito
vindicado na ação dita principal pela dilação processual. Vale dizer,
não basta a mera possibilidade: há a necessidade de o dano ser
provável e iminente".

No caso em exame , pela leitura da R. Decisão vergastada, mais
precisamente em face de embargos declaratórios interpostos,
denota-se que o MM. Juízo a quo decidiu que “Quanto ao
prosseguimento na expropriação do imóvel, por meio de alienação
por iniciativa particular, considerando-se que modificada a penhora
sobre o bem, aguarde-se o trânsito em julgado da decisão
embargada" (fl. 904).

Posto isto, não se vislumbra interesse recursal à Agravante neste
sentido, nada havendo que ser deferido em sede do pedido liminar.
Intime-se a Apelante e prossiga-se, como de direito.

Campinas, 31 de março de 2022.

Desembargadora LUCIANE STOREL

Relatora

(...) Ver conteúdo completo

Retirado da página 4546 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

14/03/2022 Visualizar PDF

Seção: 2ª VARA DO TRABALHO DE LIMEIRA

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- PAULO ZABOTTO

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Decisão ID 3148d69

proferida nos autos.

DECISÃO

Mantenho a decisão agravada.

Pressupostos extrínsecos:

O recurso interposto pela reclamada é tempestivo. Regular a
representação.

Pressupostos Intrínsecos:

Cabível o recurso, ante o caráter de definitividade da decisão
interlocutória agravada.

Recurso processado.

Intimem-se as partes contrárias para, querendo, oferecer resposta

ao recurso.

Após, remetam-se os autos ao E. TRT.

LIMEIRA/SP, 11 de março de 2022.

HENRIQUE MACEDO HINZ

Juiz do Trabalho Titular

WDR


complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E
PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA

- WAGNER MENDES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Decisão ID 3148d69

proferida nos autos.

DECISÃO

Mantenho a decisão agravada.

Pressupostos extrínsecos:

O recurso interposto pela reclamada é tempestivo. Regular a
representação.

Pressupostos Intrínsecos:

Cabível o recurso, ante o caráter de definitividade da decisão
interlocutória agravada.

Recurso processado.

Intimem-se as partes contrárias para, querendo, oferecer resposta
ao recurso.

Após, remetam-se os autos ao E. TRT.

LIMEIRA/SP, 11 de março de 2022.

HENRIQUE MACEDO HINZ

Juiz do Trabalho Titular

WDR


Retirado da página 13528 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

21/02/2022 Visualizar PDF

Seção: 2ª VARA DO TRABALHO DE LIMEIRA

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E
PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA

- WAGNER MENDES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Sentença ID e79230a
proferida nos autos, cujo dispositivo consta a seguir:

HENRIQUE MACEDO HINZ

Juiz do Trabalho Titular


complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- PAULO ZABOTTO

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Sentença ID e79230a
proferida nos autos, cujo dispositivo consta a seguir:

HENRIQUE MACEDO HINZ

Juiz do Trabalho Titular


Retirado da página 12045 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

10/02/2022 Visualizar PDF

Seção: 2ª VARA DO TRABALHO DE LIMEIRA - Despacho

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- PAULO ZABOTTO

- VINICIUS SCHNEIDER MENEZES

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência do Despacho ID 5e501a5
proferido nos autos.

DESPACHO

ID 9c20f3b : requer o exequente o redirecionamento da execução
em relação aos sócios retirantes.

Regularmente intimados a se manifestar, apresenta resposta a Sra
ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA , conforme id 54c4f9a.

Os Srs. UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI
SILVA quedaram-se inertes.

Passo a decidir.

Observa-se dos autos que, além das empresas, a presente
execução foi redirecionada em face do seu atual sócio, Sr.
WAGNER MENDES DA CUNHA e LUIZ MONTOYA SAMPERI.
Na decisão que instaurou o incidente de desconsideração da
personalidade jurídica, prolatada em 03/08/2017 (id 78f329b), foi
igualmente determinada a responsabilização dos sócios retirantes
ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA, UDSON CADORINI SILVA e
HUELINTON CADORINI SILVA.

Ocorre que, após aquela decisão, a responsabilização dos sócios
retirantes foi suspensa, conforme decisão de id a83422a, eis que
ainda não esgotada a execução em relação aos atuais sócios,
ficando a responsabilização, portanto, em condição suspensiva.
Sobreveio a penhora sobre o imóvel de matrícula n. 26.377,
avaliado em R$ 4.000.000,00, sobre o qual o atual sócio das
empresas executadas, Sr. WAGNER MENDES DA CUNHA detém
50% da propriedade; os outros 50% são de titularidade de sua
cônjuge, sócia retirante da empresa, Sra. ELDA KAUSS GOMES
DA CUNHA.

A responsabilização dos sócios retirantes é regulamentada, na
seara trabalhista, pelo Art.10-A da CLT, que prescreve que os
sócios retirantes responderão pelos débitos trabalhistas em relação
às ações distribuídas em até 2 anos após o seu afastamento do
quadro societário, e em caráter subsidiário, desde que as
obrigações tenham sido contraídas no período em que figuraram
como sócios.

Tendo isto em vista, observo que a Sra. ELDA KAUSS GOMES DA
CUNHA afastou-se do quadro societário da empresa W3
PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA em 15/04/2008, logo,
poderia ser responsabilizada pelas ações distribuídas contra a
empresa até 15/04/2020.

Com relação ao sócio retirante UDSON CADORINI SILVA , o
afastamento se deu em 21/06/2010, logo, poderia ser
responsabilizado pelas ações distribuídas contra a empresa até
21/06/2012.

E, por fim, quanto ao sócio retirante HUELINTON CADORINI
SILVA , o afastamento ocorreu em 22/07/2011, logo, poderia ser
responsabilizado pelas ações distribuídas contra a empresa até

22/07/2013.

De outro lado, a presente execução foi distribuída em 18/09/2013 ,
tendo como exequente o Sr. PAULO ZABOTTO . Já o exequente
VINICIUS SCHNEIDER MENEZES , cujos créditos foram reunidos
nestes autos, teve a ação que reconheceu tais créditos distribuída
em 07/06/2011 .

Ante o exposto, tem-se que ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA,
UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI SILVA , na
condição de sócios retirantes, não podem ser responsabilizados
pelos créditos do autor PAULO ZABOTTO, eis que a ação foi
distribuída após o lapso temporal de 2 anos a contar da saída do
quadro societário da empresa executada.

Da mesma forma, a Sra ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA, na
condição de sócia retirante, não pode ser responsabilizada pelos
créditos do autor VINICIUS SCHNEIDER MENEZES.

Outrossim, os sócios retirantes UDSON CADORINI SILVA e
HUELINTON CADORINI SILVA, podem ser responsabilizados pelos
créditos do autor VINICIUS SCHNEIDER MENEZES, eis que a ação
reunida nestes autos (0000758-58.2011.5.15.0128) foi distribuída
antes do decurso do prazo de 2 anos a contar da saída do quadro
societário da empresa executada.

Contudo, observo que o Art. 10-A da CLT prescreve que a
responsabilização dos sócios retirantes é de caráter subsidiário em
relação ao atual sócio da empresa.

Conforme já deliberado supra, há imóvel penhorado nestes autos,
avaliado globalmente em R$ 4.000.000,00, sobre o qual o atual
sócio executado detém a propriedade de 50%, cuja quota é
avaliada, portanto, em R$ 2.000.000,00.

Logo, em análise perfunctória, restaria inviável, no presente
momento, o redirecionamento da execução contra os sócios
retirantes nestes autos de execução coletiva, ante o privilégio de
ordem fixado pela CLT.

Contudo, relevante ponderar que a dívida total nestes autos,
atualizada para esta data, atinge o importe de R$ 2.811.963,85 ,
valor consideravelmente superior a parte do imóvel que caberia ao
executado WAGNER MENDES DA CUNHA.

Relevante, ainda, consignar que o imóvel em comento já foi objeto
de duas tentativas de alienação por iniciativa particular, além de
tentativa de expropriação em hasta pública, restando todas
insubsistentes, sem que nenhuma oferta tenha sido formulada.
Inegável, portanto, o baixo interesse comercial no bem, com a
fixação de lance mínimo em 60% de sua avaliação.

O patamar mínimo de 60%, fixado acima do usualmente realizado
nesta comarca (50%), se deu pela necessidade de reserva da quota
-parte da coproprietária do bem, Sra. ELDA KAUSS GOMES DA
CUNHA, na condição de cônjuge não executada, conforme decisão

de id 2bf2d99. Relevante novamente destacar que a
responsabilização desta como sócia retirante se encontrava
suspensa à época das tentativas de expropriação.

Nesse sentido, observa-se das manifestações do executado
WAGNER MENDES DA CUNHA que o regime de casamento
adotado por aquele foi o de comunhão parcial de bens.

Quanto a tal regime temos que os débitos contraídos por um dos
cônjuges podem obrigar os bens particulares do outro cônjuge,
quando demonstrado que a dívida foi contraída em proveito comum
do casal (Art. 1.663, § 1º do Código Civil).

No caso presente, observo que a Sra. ELDA KAUSS GOMES DA
CUNHA beneficiou-se, evidentemente, das obrigações contraídas
por seu esposo, na administração da empresa executada, seja
indiretamente, através de seu esposo, seja diretamente, na forma
dos rendimentos que auferiu da empresa, na qual atuou em
conjunto com seu esposo, executado nestes autos, por mais de 10
anos.

Observo que o Sr. PAULO ZABOTTO laborou para empresa entre
15/10/2002 e 22/10/2011 , ou seja, durante a plena constância do
casamento entre a Sra. ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA e o
sócio executado WAGNER MENDES DA CUNHA.

O mesmo ocorre em relação ao exequente VINICIUS SCHNEIDER
MENEZES , que laborou em favor da empresa executa entre
28/05/2004 e 08/01/2011, igualmente, durante toda a constância do
casamento.

Ora, resta inequívoco que os débitos contraídos pela empresa
administrada pelo Sr. WAGNER MENDES DA CUNHA, decorrentes
de longuíssimos contratos de trabalho, beneficiariam a sua
cônjuge, na plena constância do casamento.

Ademais, o próprio imóvel penhorado nestes autos foi adquirido
pelo casal no ano de 2006, quando a Sra. ELDA KAUSS GOMES
DA CUNHA ainda figurava como sócia da empresa, beneficiando-se
diretamente dos débitos contraídos, e, por ser adquirido na
constância do casamento, ante o regime adotado, referido bem
deve ser alcançado para responsabilização pelos débitos adquiridos
na constância do casamento.

Assim, embora a Sra. ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA não
possa ser responsabilizada, na condição de sócia retirante, resta
amplamente comprovado que na condição de esposa do sócio da
empresa executada, esta se beneficiou diretamente do labor dos
exequentes. Portanto, concluo que os débitos exequendos foram
contraídos em favor de ambos os cônjuges, razão pela qual, em
razão do regime de casamento adotado, deverão responder pelos
débitos exequendos os bens adquiridos na constância do
casamento, não se vislumbrando a hipótese de reserva de meação.
Ante o exposto, mantenho a suspensão de exigibilidade das

obrigações destes autos, quanto aos créditos do exequente
VINICIUS SCHNEIDER MENEZES, em relação aos sócios
retirantes UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI
SILVA. Ainda, afasta-se a responsabilidade, com fulcro no Art.10-
A da CLT, quanto aos créditos do exequente PAULO ZABOTTO,
em relação aos sócios retirantes ELDA KAUSS GOMES DA
CUNHA, UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI
SILVA.

Estendo a responsabilidade pelos débitos exequendos em relação
aos bens adquiridos pela Sra. ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA,
na condição de cônjuge do executado WAGNER MENDES DA
CUNHA, na constância de seu casamento, na forma da
fundamentação supra, com fulcro no Art. 1.664 do Código Civil e
Art. 790, IV do CPC.

Intimem-se.

LIMEIRA/SP, 10 de fevereiro de 2022

HENRIQUE MACEDO HINZ
Juiz do Trabalho Titular

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- BROADWAY ARTES E LANCHES LTDA

- ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA

- G G CHOPERIA LTDA

- HMW COMERCIALIZACAO DE ARTIGOS EM GERAL E
PRODUCOES ARTISTICAS LTDA - ME

- HUELINTON CADORINI SILVA

- LUIZ MONTOYA SAMPERI

- UDSON CADORINI SILVA

- VIA MARQUES EVENTOS LTDA - EPP

- W3 PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA

- WAGNER MENDES DA CUNHA

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO

INTIMAÇÃO

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência do Despacho ID 5e501a5
proferido nos autos.

DESPACHO

ID 9c20f3b : requer o exequente o redirecionamento da execução
em relação aos sócios retirantes.

Regularmente intimados a se manifestar, apresenta resposta a Sra
ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA , conforme id 54c4f9a.

Os Srs. UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI
SILVA quedaram-se inertes.

Passo a decidir.

Observa-se dos autos que, além das empresas, a presente
execução foi redirecionada em face do seu atual sócio, Sr.
WAGNER MENDES DA CUNHA e LUIZ MONTOYA SAMPERI.
Na decisão que instaurou o incidente de desconsideração da
personalidade jurídica, prolatada em 03/08/2017 (id 78f329b), foi
igualmente determinada a responsabilização dos sócios retirantes
ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA, UDSON CADORINI SILVA e
HUELINTON CADORINI SILVA.

Ocorre que, após aquela decisão, a responsabilização dos sócios

retirantes foi suspensa, conforme decisão de id a83422a, eis que
ainda não esgotada a execução em relação aos atuais sócios,
ficando a responsabilização, portanto, em condição suspensiva.
Sobreveio a penhora sobre o imóvel de matrícula n. 26.377,
avaliado em R$ 4.000.000,00, sobre o qual o atual sócio das
empresas executadas, Sr. WAGNER MENDES DA CUNHA detém
50% da propriedade; os outros 50% são de titularidade de sua
cônjuge, sócia retirante da empresa, Sra. ELDA KAUSS GOMES
DA CUNHA.

A responsabilização dos sócios retirantes é regulamentada, na
seara trabalhista, pelo Art.10-A da CLT, que prescreve que os
sócios retirantes responderão pelos débitos trabalhistas em relação
às ações distribuídas em até 2 anos após o seu afastamento do
quadro societário, e em caráter subsidiário, desde que as
obrigações tenham sido contraídas no período em que figuraram
como sócios.

Tendo isto em vista, observo que a Sra. ELDA KAUSS GOMES DA
CUNHA afastou-se do quadro societário da empresa W3
PROPAGANDA E PUBLICIDADE LTDA em 15/04/2008, logo,
poderia ser responsabilizada pelas ações distribuídas contra a
empresa até 15/04/2020.

Com relação ao sócio retirante UDSON CADORINI SILVA , o
afastamento se deu em 21/06/2010, logo, poderia ser
responsabilizado pelas ações distribuídas contra a empresa até
21/06/2012.

E, por fim, quanto ao sócio retirante HUELINTON CADORINI
SILVA , o afastamento ocorreu em 22/07/2011, logo, poderia ser
responsabilizado pelas ações distribuídas contra a empresa até
22/07/2013.

De outro lado, a presente execução foi distribuída em 18/09/2013 ,
tendo como exequente o Sr. PAULO ZABOTTO . Já o exequente
VINICIUS SCHNEIDER MENEZES , cujos créditos foram reunidos
nestes autos, teve a ação que reconheceu tais créditos distribuída
em 07/06/2011 .

Ante o exposto, tem-se que ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA,
UDSON CADORINI SILVA e HUELINTON CADORINI SILVA , na
condição de sócios retirantes, não podem ser responsabilizados
pelos créditos do autor PAULO ZABOTTO, eis que a ação foi
distribuída após o lapso temporal de 2 anos a contar da saída do
quadro societário da empresa executada.

Da mesma forma, a Sra ELDA KAUSS GOMES DA CUNHA, na
condição de sócia retirante, não pode ser responsabilizada pelos
créditos do autor VINICIUS SCHNEIDER MENEZES.

Outrossim, os sócios retirantes UDSON CADORINI SILVA e
HUELINTON CADORINI SILVA, podem ser responsabilizados pelos
créditos do autor VINICIUS SCHNEIDER MENEZES, eis que a ação

reunida nestes autos (0000758-58.2011.5.15.0128) foi distribuída
antes do decurso do prazo de 2 anos a contar da saída do quadro
societário da empresa executada.

Contudo, observo que o Art. 10-A da CLT prescreve que a
responsabilização dos sócios retirantes é de caráter subsidiário em
relação ao atual sócio da empresa.

Conforme já deliberado supra, há imóvel penhorado nestes autos,
avaliado globalmente em R$ 4.000.000,00, sobre o qual o atual
sócio executado detém a propriedade de 50%, cuja quota é
avaliada, portanto, em R$ 2.000.000,00.

Logo, em análise perfunctória, restaria inviável, no presente
momento, o redirecionamento da execução contra os sócios
retirantes nestes autos de execução coletiva, ante o privilégio de
ordem fixado pela CLT.

Contudo, relevante ponderar que a dívida total nestes autos,
atualizada para esta data, atinge o importe de R$ 2.811.963,85 ,
valor consideravelmente superior a parte do imóvel que caberia ao
executado WAGNER MENDES DA CUNHA.

Relevante, ainda, consignar que o imóvel em comento já foi objeto
de duas tentativas de alienação por iniciativa particular, além de
tentativa de expropriação em hasta pública, restando todas
insubsistentes, sem que nenhuma oferta tenha sido formulada.
Inegável, portanto, o baixo interesse comercial no bem, com a
fixação de lance mínimo em 60% de sua avaliação.

O patamar mínimo de 60%, fixado acima do usualmente realizado
nesta comarca (50%), se deu pela necessidade de

(...) Ver conteúdo completo

Retirado da página 10151 do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário