Informações do processo 0001176-29.2012.5.05.0131

  • Movimentações
  • 20
  • Data
  • 14/11/2012 a 07/11/2017
  • Estado
  • Bahia
Envolvidos da última movimentação:

Movimentações 2017 2016 2015 2014 2013 2012

07/11/2017

Seção: 1 a . Vara Do Trabalho De Camaçari - Notificação
Tipo: Notificação

Intimado(s)/Citado(s):

-    ANTONIEL SANTIAGO BATISTA

Fica V.Sa. notificada para receber certidão de crédito trabalhista.


Retirado do TRT da 5ª Região (Bahia) - Judiciário

17/05/2017

Seção: 1 a . Vara Do Trabalho De Camaçari - Notificação

Tomar ciência que o processo 0001176-29.2012.5.05.0131 RTSum,
foi migrado para o Sistema do Processo Judicial Eletrônico -PJe-JT,
cuja conversão foi realizada através do Módulo CLE - Cadastro de
Liquidação e Execução, tendo sido mantido o número original do
processo, conforme determina a Res. 65/2008 do CNJ. Ciência
ainda de que a partir desta data V. Sa somente deverá peticionar
através do PJe, bem como de que deverá no prazo sucessivo de 10
(dez) dias: adotar as providências necessárias a sua atuação por
meio do PJe-JT, se ainda não estiverem cadastradas no sistema,
conforme determinado no art. 3° do Prov. Conj. GP/CR TRT5 n°
02/2016.


Retirado do TRT da 5ª Região (Bahia) - Judiciário

03/03/2017

Seção: 1 a . Vara Do Trabalho De Camaçari - Notificação

-    TOMAR CIÊNCIA DO TEOR DO DESPACHO: 1. Verifiquei, em
consulta ao Infojud, que a sócia HELENA MARIA GIFFONI DE
SOUZA não declarou fontes pagadoras, nem bens passíveis de
penhora.

2.    Indefiro o pedido de expedição de ofício à JUCEB em face da
possibilidade de consulta on line. A executada é sócia, apenas, da
primeira reclamada, conforme espelhos retro adunados.

3.    Busque-se a Secretaria, através do sistema RENAJUD, a
existência de veículos de titularidade da sócia, livres,
desembaraçados e passíveis de penhora, procedendo restrição
judicial total aos encontrados.

4.    Sem sucesso, intime-se, novamente, o reclamante para, nos
termos do Provimento Conjunto GP/CR 02/2011, alterado pelo de n°
05/2013, no prazo de trinta dias, considerando o exaurimento das
tentativas de cobrança judicial objeto da presente execução,
CUMULATIVA E CONCLUSIVAMENTE, indicar bens da parte
executada, livres e desembaraçados, passiveis de penhora,
provando propriedade, existência e localizações reais, e atualizar os
cálculos, discriminando tributos, incluindo juros e correção
monetária, sob pena de expedição de certidão de crédito, que
deverá, posteriormente e antes do arquivamento definitivo dos
autos, ser recebida na Secretaria desta Vara juntamente com os
documentos mencionados noseu art.7°, I a IV, e os que juntou
desde o início do processo, podendo, adicional ou alternativamente,
produzir prova emprestada das execuções em curso nesta
jurisdição da viabilidade das diligências requeridas. - ADV RTE:
JOSÉ DOMINGOS REQUIÃO FONSECA.


Retirado do TRT da 5ª Região (Bahia) - Judiciário

03/03/2017

Seção: 1 a . Vara Do Trabalho De Camaçari - Notificação

-    TOMAR CIÊNCIA DO TEOR DO DESPACHO: 1. Verifiquei, em
consulta ao Infojud, que a sócia HELENA MARIA GIFFONI DE
SOUZA não declarou fontes pagadoras, nem bens passíveis de
penhora.

2.    Indefiro o pedido de expedição de ofício à JUCEB em face da
possibilidade de consulta on line. A executada é sócia, apenas, da

primeira reclamada, conforme espelhos retro adunados.

3.    Busque-se a Secretaria, através do sistema RENAJUD, a
existência de veículos de titularidade da sócia, livres,
desembaraçados e passíveis de penhora, procedendo restrição
judicial total aos encontrados.

4.    Sem sucesso, intime-se, novamente, o reclamante para, nos
termos do Provimento Conjunto GP/CR 02/2011, alterado pelo de n°
05/2013, no prazo de trinta dias, considerando o exaurimento das
tentativas de cobrança judicial objeto da presente execução,
CUMULATIVA E CONCLUSIVAMENTE, indicar bens da parte
executada, livres e desembaraçados, passiveis de penhora,
provando propriedade, existência e localizações reais, e atualizar os
cálculos, discriminando tributos, incluindo juros e correção
monetária, sob pena de expedição de certidão de crédito, que
deverá, posteriormente e antes do arquivamento definitivo dos
autos, ser recebida na Secretaria desta Vara juntamente com os
documentos mencionados noseu art.7°, I a IV, e os que juntou
desde o início do processo, podendo, adicional ou alternativamente,
produzir prova emprestada das execuções em curso nesta
jurisdição da viabilidade das diligências requeridas. - ADV RTE:
JOSÉ DOMINGOS REQUIÃO FONSECA.


Retirado do TRT da 5ª Região (Bahia) - Judiciário