Informações do processo 0011460-28.2014.8.26.0152

  • Movimentações
  • 8
  • Data
  • 08/01/2015 a 20/06/2017
  • Estado
  • São Paulo

Movimentações 2017 2016 2015

20/06/2017

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: Juizado Especial Cível
Tipo: Procedimento do Juizado Especial Cível - Indenização por Dano Material
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS - RELAÇÃO Nº 0130/2017

Vistos.Nas hipóteses de pagamento (1), decurso do prazo para alegação de
impenhorabilidade referente a penhora eletrônica de numerário (2), obediência a esta (3) ou improcedência dos embargos à
execução (4), havendo a satisfação do débito, o passo seguinte é a extinção da execução. Ante o que consta dos autos (hipótese
nº 1), JULGO EXTINTA a presente execução com fundamento no art. 924, II, do NCPC.Ante a quitação mediante depósito judicial,
expeça-se o necessário para levantamento em favor do(a) exequente e da sua patrona.Nos moldes do parágrafo único do art.
906 do CPC/2015, acaso informado número de conta corrente/poupança para transferência do valor depositado nos autos, com
autorização do(s) autor(a,es) para depósito diretamente em conta, defiro a substituição do mandado de levantamento por ofício
expedido ao Banco do Brasil, agência 6615-X, solicitando transferência do valor para conta indicada, tomando-se as cautelas
necessárias.Dê-se baixa no RPV digital.Após o trânsito em julgado, arquivem-se com as cautelas de praxe.P.R.I.Processos
físicos: nos termos do Provimento CSM nº 1670/2009, item 30.2, que foi alterado pelo Provimento CSM nº 1679/2009, o Juizado
Especial Cível avisa que os interessados terão o prazo de 90 (noventa) dias, a partir do trânsito em julgado da sentença ou da
extinção da execução, para pedirem a restituição de documentos. Decorrido esse prazo, os autos serão destruídos.Processos
digitais: decorrido 1 (um) ano do arquivamento dos processos eletrônicos extintos, serão mantidos no sistema de informática
apenas os dados mínimos indispensáveis à expedição de certidão de objeto e pé, homonímia e consulta de andamento. Os
demais dados serão excluídos do sistema de informática e arquivados em meio eletrônico de segurança. A exclusão de dados
do sistema de informática se sujeitará, no que for pertinente, à disciplina estabelecida para a destruição de autos de execução
fiscal (item 166 e 166.1 das Normas de Serviço da Corregedoria Geral). -


Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 1