Informações do processo 0007502-20.2012.8.26.0438

  • Numeração alternativa
  • 438.01.2012.007502
  • Movimentações
  • 31
  • Data
  • 05/06/2014 a 03/12/2019
  • Estado
  • São Paulo

Movimentações 2019 2018 2017 2016 2015 2014

05/09/2016

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 4ª Vara
Tipo: Execução de Título Extrajudicial
Vistos. Fl. 262: Na realidade, a manifestação de fls. 251/253 não se trata de laudo propriamente dito e sim de mera estimativa dos honorários do perito. O executado requereu a suspensão dos leilões alegando que a avaliação do imóvel estava com “preço vil” (fl. 198/210), deferindo-se o pedido. Nomeou-se perito para proceder à avaliação do imóvel, intimando-se-o para estimar os honorários (fl. 240), o que foi feito (fls. 251/253). Ante o exposto, reconsidero o último parágrafo de fl. 213 e, conforme determinado à fl. 240, no prazo de 10 (dez) dias, comprovem os executados o depósito dos honorários do perito no valor de 5 (cinco) salários mínimo. Com o depósito, intime-se o perito nomeado à fls. 240 para dar início aos trabalhos. Intime-se.
Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 2

30/08/2016

Seção: 4ª Vara
Tipo: Execução de Título Extrajudicial
Ordem: 2012/000956Vistos. Fl. 270/271: No presente caso, Deferiu-se a suspensão do leilão, deixando claro que deveria-se realizar a nova avaliação por expert e que dependería de recolhimento de honorários pela parte que requereu o ato processual.A gratuidade deve ser concedida àqueles realmente necessitados.Juntou-se declaração de Imposto de Renda do executado Eduardo, do ano de 2014, ou seja, antiga.Ademais, a ação é contra Eduardo H. De Castilho e outros e em pesquisa realizada no sistema, localizamos a ação de Inventário e Partilha cujo valor da causa em 2013 era de R$2.569.771,75, ficando claro que as partes não são pobres a ponta de necessitar dos benefícios da Justiça Gratuita.Ante o exposto, indefiro o pedido de Justiça Gratuita aos executados.Assim, conforme determinado à fl. 240, no prazo de 10 (dez) dias, comprovem os executados o depósito dos honorários do perito no valor de 5 (cinco) salários mínimo, sob pena de realização do leilão pelo preço avaliado, devidamente atualizado.Comprovado o recolhimento, intime-se o perito, ficando desde já autorizado, após a entrega do laudo, proceder-se a expedição de alvará ou transferência do valor depositado para conta do perito. Intimem-se.
Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 2

23/02/2016

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 4ª Vara
Tipo: Execução de Título Extrajudicial
Vistos. Fl. 262: Na realidade, a manifestação de fls. 251/253 não se trata de laudo propriamente dito e sim de mera estimativa dos honorários do perito. O executado requereu a suspensão dos leilões alegando que a avaliação do imóvel estava com “preço vil” (fl. 198/210), deferindo-se o pedido. Nomeou-se perito para proceder à avaliação do imóvel, intimando-se-o para estimar os honorários (fl. 240), o que foi feito (fls. 251/253). Ante o exposto, reconsidero o último parágrafo de fl. 213 e, conforme determinado à fl. 240, no prazo de 10 (dez) dias, comprovem os executados o depósito dos honorários do perito no valor de 5 (cinco) salários mínimo. Com o depósito, intime-se o perito nomeado à fls. 240 para dar início aos trabalhos. Intime-se.
Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 2