Informações do processo 0002958-69.2013.8.26.0400

  • Numeração alternativa
  • 040.02.0130.002958
  • Movimentações
  • 14
  • Data
  • 28/01/2014 a 29/02/2016
  • Estado
  • São Paulo

Movimentações 2016 2015 2014

29/02/2016

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 2ª Vara
Tipo: Procedimento Ordinário
Vistos. Trata-se de ação judicial em que houve condenação em quantia certa. Houve expedição de mandados de levantamento judicial da quantia cobrada nos presentes autos, havendo ainda depósitos judiciais não levantados. É o relatório do essencial. FUNDAMENTO E DECIDO. Considerando que houve o bloqueio, transferência e penhora de valores pelo sistema Bacenjud sem qualquer impugnação pela parte executada, considerando que a parte credora se limitou a requerer o levantamento e não impugnou o valor depositado, presumindo-se que está correto, considerando que o valor depositado corresponde à quantia cobrada (fl.252), o que faz presumir que o(s) crédito(s) foi(ram) integralmente satisfeito(s), considerando que não foi dado início propriamente à fase de execução e que sequer houve o cadastramento da fase executiva no sistema informatizado, desnecessária a “formal” extinção da execução, mas fica reconhecido, neste ato, o cumprimento da obrigação. Expeça-se mandado de levantamento judicial da quantia depositada à fl.243 em favor da exequente no valor de R$2,23; dois mandados de levantamento da quantia depositada à fl.257, sendo um em favor do(a) exequente no valor de R$72,41 e outro em favor de seu patrono no valor de R$23,57 e ainda dois mandados de levantamento da quantia depositada à fl.268, sendo um em favor do(a) exequente no valor de R$1.267,05 e outro em favor de seu patrono no valor de R$304,09, intimando-se as partes interessadas para virem retira-los, sob pena de cancelamento. Dos mandados emitidos em favor da parte exequente, autorizo que conste no campo “Nome do Procurador” o Dr. Daniel Joaquim Emílio, o qual possui poderes para efetuar levantamento de depósitos em dinheiro (fl.09). Considerando que os mandados de levantamento judicial devem ser expedidos imediatamente após decisões desta natureza, ficando à disposição das partes credoras, com a publicação desta decisão no DJE ficam as partes interessadas intimadas para comparecerem em cartório (frise-se: após a publicação desta decisão no DJE) e retirarem os mandados de levantamento judicial, sob pena de seus cancelamentos. P.R.I.C. Arquivem-se os autos logo após o recebimento de informação do Banco sobre cumprimento do referido mandado de levantamento. Os autos também deverão ser arquivados nos casos de cancelamento de mandado de levantamento por inércia da parte interessada.
Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 2

21/01/2016

Seção: 2ª Vara
Tipo: Procedimento Ordinário
CERTIDÃO - Ato Ordinatório Certifico e dou fé que pratiquei o ato ordinatório abaixo discriminado, nos termos do artigo 162, §4° do Código de Processo Civil, e dos artigos 195 e 196, ambos das Normas de Serviço da Corregedoria. O autor deverá devolver os mandados de levantamento retirados pelo mesmo em 30 de novembro de 2015, , considerando que venceram e encontram-se cancelados, bem com informar do valor bloqueado às fls. 268, qual o valor deverá ser levantado pelo advogado e pela parte autora.
Retirado do Diário de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia do Interior parte 2