Informações do processo 0010039-08.2015.5.01.0057

  • Movimentações
  • 12
  • Data
  • 02/02/2015 a 07/12/2017
  • Estado
  • Rio de Janeiro

Movimentações 2017 2016 2015

10/09/2015

Seção: 57a VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO
Tipo: Notificação

Intimado(s)/Citado(s):


- RAFAEL FERREIRA DA SILVA


- VPAR LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA


DESTINATÁRIO(S):


VPAR LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA


RAFAEL FERREIRA DA SILVA


Fica(m) o(s) destinatário(s) acima indicado(s) notificado(s) para
ciência do despacho/decisão de Id 8a4b976, abaixo transcrito(a):
"Por tais fundamentos, julgo IMPROCEDENTE o pedido de
responsabilidade subsidiária da 2a reclamada e julgo
PROCEDENTE EM PARTE o pedido para condenar de VPAR
LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA E SERVIÇOS a pagar a RAFAEL
FERREIRA DA SILVA como se apurar em liquidação, por simples
cálculos, observados os parâmetros da fundamentação supra que


este

decisum

integra as parcelas deferidas no presente julgado..."


Em caso de dúvida, acesse a página:
http://www.trt1.jus.br/processo-judicial-eletronico


Retirado do TRT da 1ª Região (Rio de Janeiro) - Judiciário

02/02/2015

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 57a VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO
Tipo: Notificação

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 1a REGIÃO
57a Vara do Trabalho do Rio de Janeiro
RUA DO LAVRADIO, 132, 8° andar, CENTRO, RIO DE JANEIRO -
RJ - CEP: 20230-070


tel: (21) 23805157 - e.mail: vt57.rj@trt1.jus.br
PROCESSO: 0010039-08.2015.5.01.0057


CLASSE: AÇÃO TRABALHISTA - RITO ORDINÁRIO (985)
RECLAMANTE: RAFAEL FERREIRA DA SILVA
RECLAMADO: VPAR LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA e outros


NOTIFICAÇÃO PJe-JT
AUDIÊNCIA UNA


DESTINATÁRIO(S):

RAFAEL FERREIRA DA SILVA
Comparecer à audiência no dia, horário e local abaixo indicados,
observando as instruções que se seguem:


Tipo: Una


Sala: AUDIÊNCIA UNA 57aVTRJ
Data: 14/05/2015
Hora: 14:00


57a Vara do Trabalho do Rio de Janeiro


RUA DO LAVRADIO, 132, 8° andar, CENTRO, RIO DE JANEIRO -
RJ - CEP: 20230-070


********* O(A) ilustre advogado(a) deverá cientificar seu cliente
da audiência designada.


1) O não comparecimento do(a) Autor(a) à audiência importará no
arquivamento da ação e, do Réu, no julgamento da ação a sua
revelia e na aplicação da pena de confissão.


2) As partes deverão comparecer munidas de documento de
identificação, sendo, o Autor, preferencialmente, de sua CTPS.
Sendo a Ré pessoa jurídica, deverá ser representada por sócio,
diretor ou empregado registrado, anexando eletronicamente carta
de preposto, bem como cópia do contrato social ou dos atos
constitutivos da empresa.


3) Nos termos do art. 33, alínea “b” do Provimento Consolidado da
Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho, a pessoa jurídica de
direito privado que comparece em Juízo na qualidade de Ré ou de
Autora, deverá informar o número do CNPJ e do CEI (Cadastro
Específico do INSS) bem como cópia do contrato social ou da última
alteração feita no contrato original, constando o(s) número(s) do(s)
CPF(s) do proprietário e do(s) sócio(s) da empresa demandada,
tudo em formato eletrônico.


4) Recomenda-se que as partes estejam acompanhadas de
advogados, devidamente cadastrados no sistema do PJe-JT do 1°
grau do TRT da 1a Região, portando certificado digital.


5) Solicita-se ao advogado do Réu que apresente sua defesa e
documentos em formato eletrônico de acordo com a Lei n°
11.419/2006, com a Resolução n° 94/2012, com a redação dada
pela Resolução n° 120/2013 do CSJT, ambas do CSJT, em até
uma hora antes do início da audiência (Ato n° 16/2013, art. 2°, §2°,
do TRT/RJ), cabendo à parte utilizar os próprios meios, podendo,
em casos excepcionais, solicitar auxílio do setor de apoio ao usuário
do PJe.


6) A prova documental deverá observar os arts. 283 e 396 do CPC
e deve ser produzida previamente, em formato eletrônico, junto com
a peça inicial ou a defesa.


7) O Réu deverá apresentar os controles de frequência e recibos
salariais do período trabalhado, na forma do art. 355 do CPC e sob
as penas do art. 359 do mesmo diploma.


8) As testemunhas deverão ser trazidas independentemente de
intimação, na forma dos art. 825 e 845 da CLT. Caso as partes
pretendam a notificação de suas testemunhas que não compareçam
à audiência, deverão apresentar nomes e endereços completos até
o momento da audiência, ficando cientes que, no silêncio, não
haverá intimação das testemunhas que deixarem de comparecer.


9) Ficam cientes, desde já, os patronos de que deverão controlar a
devolução de notificação das testemunhas, requerendo o que for
necessário, tempestivamente, sob pena de preclusão.

(...) Ver conteúdo completo

Retirado do TRT da 1ª Região (Rio de Janeiro) - Judiciário