Informações do processo 0000238-74.2012.5.15.0060

  • Movimentações
  • 17
  • Data
  • 22/10/2012 a 22/09/2017
  • Estado
  • São Paulo

Movimentações 2017 2016 2015 2014 2013 2012

22/09/2017

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ ROBERTO NUNES - 8a CÂMARA - Notificação
Tipo: Sentença

Intimado(s)/Citado(s):

-    OTAVIO ROBERTO GOMES

-    TECNOFIX PRODUTOS P/FIXACAO LTDA - ME

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO

Processo: 0000238-74.2012.5.15.0060

AUTOR: OTAVIO ROBERTO GOMES

RÉU: TECNOFIX PRODUTOS P/FIXACAO LTDA - ME

SENTENÇA

Vistos e examinados.

Considerando que o bem indicado à penhora pelo autor (Matrícula
n° 56.736, do 3° Cartório de Imóveis de São Paulo) já restou
penhorado nos autos do processo n° 0000221-04.2013.5.15.0060,
determino, visando à otimização e celeridade processual, a inclusão
da presente execução naqueles autos, onde se processa a
EXECUÇÃO COLETIVA em face dos mesmos executados dos
presentes, prosseguindo-se regularmente conforme critérios já
estabelecidos no processo piloto, onde serão praticados os atos de
constrição e de expropriação.

Cumpridas as determinações, considerando que a reunião das
execuções em apenas um processo permite o arquivamento
definitivo das execuções centralizadas, vez que o prosseguimento
se dará de forma coletiva até a satisfação dos credores, arquive-se
definitivamente o presente processo.

Ciência às partes.

Em 21 de Setembro de 2017.

LEANDRA DA SILVA GUIMARÃES
Juiz(íza) do Trabalho


Retirado do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário

23/01/2017

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: VARA DO TRABALHO DE AMPARO - Notificação
Tipo: Decisão

Intimado(s)/Citado(s):

- TECNOFIX PRODUTOS P/FIXACAO LTDA - ME

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO TRABALHO

PROCESSO: 0000238-74.2012.5.15.0060

CLASSE: AÇÃO TRABALHISTA - RITO ORDINÁRIO (985)

AUTOR: OTAVIO ROBERTO GOMES

RÉU: TECNOFIX PRODUTOS P/FIXACAO LTDA - ME

DECISÃO PJe-JT

Vistos etc.
Tendo em vista que o executado não apresentou seus cálculos,
HOMOLOGO os cálculos efetuados pelo reclamante, conforme ID

n.4f20038, para que produzam os legais e jurídicos efeitos.
Portanto, fixo o valor bruto da execução em R$ 82.302,12,

atualizado até 01/05/2016, integrado das seguintes parcelas:

Principal corrigido - R$ 53.126,13

Juros - R$ 25.994,61

Total Bruto - R$ 79.120,74

Contribuições previdenciárias cota empregado - R$ 1.106,57

Imposto de Renda - R$ ----

Total líquido - R$ 78.014,17

Contribuições previdenciárias cota empregador - R$ 3.181,38

O débito exequendo será atualizado e majorado por juros de mora

até a data do efetivo pagamento.
O débito previdenciário será acrescido de juros e multa nos termos

do que determina o § 4º, do art. 879, da CLT, art. 43 da Lei 8.212/91

e art. 195, I, da CF.

A(O) executada(o) pagará ainda as custas processuais: R$

1.000,00, fixadas em sentença de 04/12/2015, que serão

devidamente atualizados.

Intime-se o executado, por meio de seu i. patrono, nos
termos do art. 829 CPC, para quitar o valor homologado, no prazo
de 15 dias, sob pena do montante da condenação ser acrescido de
multa no percentual de 10%, nos termos do art.523, § 1º, do CPC.
Tão logo o Juízo esteja garantido, o exequente será intimado para
apresentar Impugnação à Sentença de Liquidação, no prazo de 05

dias, se assim desejar.

AMPARO, 16 de Dezembro de 2016.

JUÍZA DO TRABALHO


Retirado do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário