Informações do processo 1047171-68.2016.8.26.0100

  • Movimentações
  • 6
  • Data
  • 16/05/2016 a 05/07/2019
  • Estado
  • São Paulo
Envolvidos da última movimentação:

Movimentações 2019 2018 2016

24/06/2016

Seção: JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL
Tipo: Execução de Título Extrajudicial
Recolher o autor, no prazo legal, mais uma diligência do Oficial de Justiça, tendo em vista ser necessária uma diligência para cada ato.
Retirado do Diario de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia da Capital

16/05/2016

Seção: 34a VARA CÍVEL
Tipo: EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL

Retirado do Diario de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia da Capital

16/05/2016

Seção: JUÍZO DE DIREITO DA 34ª VARA CÍVEL
Tipo: Execução de Título Extrajudicial
Vistos.Cite(m)-se o(s) executado(s), nos termos do art. 829 do Código de Processo Civil, para pagamento no prazo de 03 (três) dias, sob pena da incidência do disposto no art. 829, § 1°, do mesmo diploma legal.Arbitro os honorários advocatícios, para o caso de pagamento ou de não oferecimento de embargos, em 10% do valor do débito atualizado.No caso de integral pagamento no prazo mencionado, a verba honorária será reduzida pela metade.Não havendo pagamento, nem a garantia da execução, será procedida a penhora e avaliação de bens do(s) executado(s), tantos quantos bastem para garantia da execução, lavrando-se o respectivo auto, com intimação do executado.Tratando-se de penhora sobre bens imóveis, intime- se o cônjuge do executado, se casado for.No prazo para interposição dos embargos, reconhecendo o crédito do exequente, e comprovando o depósito de 30% do valor da execução, inclusive custas e honorários, poderá(ão) o(s) executado(s) requerer o pagamento do restante em até 06 (seis) parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% ao mês (916, CPC). As parcelas vincendas devem ser depositadas, sucessivamente, independentemente de sua oportuna apreciação judicial, sob pena de indeferimento da proposta, multa de 10% sobre o valor das prestações não pagas e o prosseguimento dos atos executivos.Em caso de penhora e depósito, deverá o exequente indicar, também, depositário para os bens, esclarecendo se, em caso de penhora de bens imóveis, concorda com o depósito em poder do(s) executado(s).Intime-se.
Retirado do Diario de Justiça do Estado de São Paulo - Primeira Instancia da Capital