Informações do processo 0084500-87.2011.5.17.0010

  • Numeração alternativa
  • 84500/2011-010-17-00.0
  • Movimentações
  • 19
  • Data
  • 31/01/2013 a 15/12/2021
  • Estado
  • Espírito Santo
Envolvidos da última movimentação:

Movimentações 2021 2015 2014 2013

15/12/2021 Visualizar PDF

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 10ª VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA - Despacho
Tipo: Despacho

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- Estado do Espírito Santo

- Pro Saúde

- Tania Lucia da Silva

10ª Vara do Trabalho de Vitória/ES

Processo

0084500-87.2011.5.17.0010

Reclamante

Tania Lucia da Silva

Advogado

Marilene Nicolau, OAB 005946-ES

Reclamado

Pro Saúde

Advogado

Mariana de Oliveira Silva, OAB 030915-PE

Fica o ilustre advogado da parte RÉ intimado do presente
despacho, por meio do Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho,
cuja publicação é certificada a seguir.

DESPACHO

Vistos etc.

Os autos retornaram do arquivo judicial, em razão do requerimento
da reclamada na petição protocolo e-doc nº 18558068, de liberação
do saldo do depósito recursal realizado nos autos, com
transferência para a conta bancária indicada: Caixa Econômica
Federal - Agência: 3337 - Conta Corrente: 552-0 - CNPJ:
24.232.886/0020-20, de titularidade da PRÓ SAÚDE -
ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E
HOSPITALAR.

Verifico dos autos que foi expedido em 29/01/2015, alvará judicial nº
91/2015.encaminhado à CEF, para devolução à reclamada do saldo
do depósito recursal e não sacado pela reclamada.

Em pesquisa de outras execuções pendentes no BNDT em relação
à reclamada ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA
SOCIAL E HOSPITALAR,. foi verificada Certidão Negativa de
Débitos Trabalhistas.

Assim sendo, determino ao Senhor(a) Gerente da CEF - AG.

PAABB/TRT, a transferência dos valores constante da conta
recursal, conforme cópia abaixo, com os acréscimos legais.

Conta a ser creditada: Caixa Econômica Federal - Agência: 3337 -
Conta Corrente: 552-0 - CNPJ: 24.232.886/0020-20, de titularidade
da PRÓ SAÚDE - ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR.

Beneficiário: PRÓ SAÚDE - ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR. - CNPJ: 24.232.886/0020-
20.

Devolução à reclamada: saldo do depósito recursal

A instituição bancária deverá comprovar o recolhimento em 05 dias.
Fica a instituição bancária autorizada a deduzir do respectivo valor
as despesas com a transferência bancária requerida.

Em homenagem aos princípios de economia e celeridade
processuais, cópia assinada deste despacho valerá como OFÍCIO..
A resposta a este OFÍCIO poderá ser encaminhada através do e-
mail institucional
vitv10@trtes.jus.br .

Luís Cláudio dos Santos Branco

Juiz Titular de Vara do Trabalho


Retirado da página 744 do TRT da 17ª Região (Espírito Santo) - Judiciário

23/09/2021 Visualizar PDF

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 10ª VARA DO TRABALHO DE VITÓRIA - Despacho
Tipo: Despacho

complemento:

Intimado(s)/Citado(s):

- Estado do Espírito Santo

- Pro Saúde

- Tania Lucia da Silva

10ª Vara do Trabalho de Vitória/ES

Processo

0084500-87.2011.5.17.0010

Reclamante

Tania Lucia da Silva

Advogado

Marilene Nicolau, OAB 005946-ES

Reclamado

Pro Saúde

Advogado

Mariana de Oliveira Silva, OAB 030915-PE

Fica o ilustre advogado da reclamada intimado do presente
despacho, por meio do Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho,
cuja publicação é certificada a seguir.

DESPACHO

Vistos etc...

Vem a reclamada - PRÓ SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE
DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR, informar na petição
protocolo e-doc nº 18089195, da existência de alvará expedido em
ser favor em 29/01/2015, e ainda não levantada pela empresa.

Em pesquisa de outras execuções pendentes no BNDT em relação
à executada PRÓ SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR , não foi verificada
nenhuma execução em trâmite no TRT da 17ª Região.

Em consulta aos autos, foi verificado a expedição de alvará judicial
nº 92/2015 em favor da reclamada, encaminhado ao BANCO DO
BRASIL na data de 29/01/2015, e que não levantado pela ré até a
presente data.

Assim sendo, determino ao Senhor(a) Gerente do BANCO DO
BRASIL - AG. PAB/TRT, a transferência dos valores constante da
conta judicial:

Conta(s) a ser(em) debitada(s): 1100107299933 , no valor de R$
27.493,54, com os acréscimo a partir de 05/06/2014.

Conta a ser creditada: PRÓ SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE
DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR - CNPJ:
24.232.886/0092-02 - Banco: Caixa Econômica Federal - Agência.
3337 - Conta Corrente: 552-0 - Operação:003.

Beneficiário: PRÓ SAÚDE ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE
ASSISTÊNCIA SOCIAL E HOSPITALAR - CNPJ: 24.232.886/0092-
02

Devolução à reclamada: R$ 27.493,54 (valor a transferir) - conta:
1100107299933.

* Com os acréscimos legais

A transferência deverá ser efetuada considerando-se o valor
atualizado até o dia da efetiva operação, estando o saldo zerado,
devendo o banco proceder de imediato ao encerramento da conta
judicial, e comprovar ao juízo. Caso haja saldo, deverá a instituição
encaminhar o extrato bancário da conta judicial.

A Instituição bancária deverá comprovar o(s) recolhimento(s) em 05
dias.

Fica a instituição bancária autorizada a deduzir do respectivo valor
as despesas com a transferência bancária requerida.

Após, registre-se a liberação no sistema Garimpo e retornem os
autos ao arquivo.

Em homenagem aos princípios de economia e celeridade
processuais, cópia assinada deste despacho valerá como OFÍCIO.
A resposta a este OFÍCIO ofício poderá ser encaminhada através
do e-mail institucional
vitv10@trtes.jus.br

Luís Cláudio dos Santos Branco

Juiz Titular de Vara do Trabalho


Retirado da página 551 do TRT da 17ª Região (Espírito Santo) - Judiciário