Informações do processo 0158700-36.2008.5.15.0007

  • Numeração alternativa
  • 01587/2008-007-15-00.2
  • Movimentações
  • 4
  • Data
  • 19/10/2012 a 27/08/2015
  • Estado
  • São Paulo
Envolvidos da última movimentação:

Movimentações 2015 2013 2012

19/10/2012

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 1a VARA DO TRABALHO DE AMERICANA
Tipo: Despacho

Tomar ciência do despacho de fls. 522, abaixo transcrito:


Ao(s) advogado(s) da(s) parte(s):


Certifico que em 10/07/2012 decorreu o prazo de 8 dias para o(a)
as partes recorrerem da r.sentença de fl.516.


De acordo com o estabelecido nas METAS do CNJ, do Plano
Estratégico Plurianual do Eg. TRT da 15a Região, por celeridade
processual, determino a elaboração dos cálculos de liquidação por
perita contábil e nomeio a Dra. EDNA VASSOLERI para o mister.


O laudo deverá ser entregue no prazo de vinte dias a contar da
carga dos autos.


Deverá a reclamada depositar o valor de R$ 650,00 a título de
honorários prévios, em 05 dias. A ausência do depósito dos
honorários periciais, inviabiliza a impugnação ao laudo pericial.
Existindo omissão na r. sentença ou no v. acórdão, atentará a sra.
perita para os seguintes parâmetros:


1) evolução salarial;


2) correção monetária de acordo com a Tabela Única para
Atualização e Conversão de Débitos Trabalhistas e Súmula 381, do
C.TST;


3) juros simples calculados no percentual de um por cento ao mês,
contados do ajuizamento da ação ou do vencimento da obrigação,
para as parcelas vincendas, e aplicados "pro rata die" até a data do
efetivo pagamento, nos termos da Súmula 200 do C.TST, sendo
que nos casos dos órgãos públicos deverá ser aplicado o disposto
no artigo 1°-F da Lei 9494/97;


4) indicação dos valores devidos ao Imposto de Renda, observando
os termos da instrução normativa n°1127 de 07/02/2011, com as
alterações da instrução normativa n°1145 de 05/04/2011;


5) indicação das contribuições previdenciárias devidas pelo
empregado e pelo empregador, incluindo as alíquotas devidas ao
seguro acidente de trabalho e a terceiros.


6) verficação de despesas acessórias tais como honorários
periciais, multas, custas etc;


7) verificar a existência de depósitos recursais e/ou judiciais,
deduzindo-os do montante condenatório, observando-se o art.354,
CC.


Intimem-se as partes e a perita, sendo esta por meio eletrônico.


Com a entrega do laudo, ficam liberados os honorários prévios.
Americana, 11/10/2012.


LUCIANA NASR
Juíza do TRabalho -


Retirado do TRT da 15ª Região (São Paulo) - Judiciário