Informações do processo 0012965-49.2007.8.16.0129

  • Movimentações
  • 2
  • Data
  • 21/02/2018 a 12/05/2021
  • Estado
  • Paraná
Envolvidos da última movimentação:

Movimentações 2021 2018

12/05/2021 Visualizar PDF

Esconder envolvidos Mais envolvidos
Seção: 1ª Vara Cível de Paranaguá
Tipo: PROCEDIMENTO COMUM CÍVEL

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ COMARCA DE PARANAGUÁ 1ª VARA CÍVEL DE PARANAGUÁ - PROJUDI Rua Comendador Correa Junior, 662 - Forum - João Gualberto - Paranaguá/PR - CEP: 83.203-560 - Fone: 41-2152-4613 - E-mail: par-1vj-s@tjpr.jus.br Autos nº. 0012965-49.2007.8.16.0129   Processo:   0012965-49.2007.8.16.0129 Classe Processual:   Procedimento Comum Cível Assunto Principal:   Seguro Valor da Causa:   R$50.000,00 Autor(s):   ADELINO MARQUES NETO ALIRIO MORAES BELO Ana Lucia Lopes Alves Angelo Rosnieschi CLAUDIA CRISTINA BOSO DEUSDETE BAHIA DOS SANTOS DIONISSE ALVES DA SILVA Edison Cândido Gonçalves FRANCISCO ANTONIO B PEREIRA ISMAEL VEIGA BISSON JOSÉ FELINTO DA SILVA FILHO Josimere Rego Medeiros dos Santos Lauro Ramos Lucilena da Silva Luiz Roberto Corrêa Rocha MARCELO CUNHA SILVA MARCIA TURCHETI DA COSTA LEITE MARGARETE LOURENÇO MILTON DOS SANTOS FIGUEIRA Maria Anilda Araujo Verrone Mariluz Bonkoski Pereira Nezi Alves de Oliveira Pedro Veiga Roberto Antonio Xavier SERGIO BUSSULARO Sibele de Fátima Gonçalves de Souza Valderez de R. da C. Oliveira WALDEMAR ALVES FILHO Waldimir Pereira Wanderlei Figueira Lorena Réu(s):   SUL AMÉRICA CIA. NACIONAL DE SEGUROS S/A     DECISÃO   Ao mov. 124 foi determinada a suspensão do presente feito pelo prazo de um ano em razão da afetação da matéria para julgamento em sede de recurso especial repetitivo. Intimados, os autores pugnaram pela manutenção da suspensão até o julgamento definitivo perante o Superior Tribunal de Justiça. Pois bem, o art. 1037 do Código de Processo Civil previa originariamente em seu §5º que, não ocorrendo o julgamento do recurso repetitivo em um ano, os processos deveriam retomar seu curso normal. Todavia, tal dispositivo foi revogado pela Lei 13.256/2016, de forma que a suspensão deverá perdurar até o julgamento dos recursos repetitivos. Isto posto, determino novamente a suspensão do presente feito pelo prazo de um ano ou até a comunicação do julgamento definitivo do REsp 1.689.339. Decorrido o prazo e não tendo sido finalizado o julgamento, renove-se a suspensão do feito, dando ciência às partes. Intimem-se. Paranaguá, 10 de maio de 2021.   Gisele Lara Ribeiro Juíza de Direito


Retirado da página 9957 do Diário de Justiça do Estado do Paraná - Diário de Justiça Eletrônico Nacional (DJEN)