Flavio Eduardo Pinto da Silva

Formado em Ciências Biológicas -UFRJ, Mestrado em Química Biológica pelo Instituto de Bioquímica Médica UFRJ(2007) ,na área de Imunologia de Tumores voltado a Resistência a Múltiplas Drogas- Tese" Seleção e Caracterização de Uma Linhagem de Eritroleucemia humana, Resistente a Múltiplas Drogas (FEPS). Doutorado em Educação, Difusão e Gestão em Biociências. TESE: Ensino , Capacitação e Educação de Jovens Surdos. Pós-Doutoramento no Instituto de Bioquímica Médica-UFRJ pelo Programa Nacional de Pós Doutorado- CNPq- Inserção Científica deJovens Surdos (2013-2014) Programa de Apoio ao Pós-Doutorado no Estado do Rio de Janeiro (CAPES-FAPERJ ) (2014-2015). Experiência . Em 2009 foi encarregado de criar o primeiro curso, de longa duração, totalmente prático, para jovens Surdos. Esse curso foi criado com a inauguração do Laboratório Didático de Ciências para Surdos(LaDiCS-UFRJ). Realizou cursos ,com ênfase no Ensino e capacitação de Tradutores/intérpretes(LIBRAS) e jovens surdos no meio científico. Membro da Rede Nacional Leopoldo De Meis de Educação em Ciência. Como pesquisa principal atuou na INCLUSÃO CIENTÍFICA DE JOVENS SURDOS ATRAVÉS DA INSERÇÂO EM LABORATÒRIO DE PESQUISA. Participou da Elaboração de Material para CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA GERAL PARA PROJETOS EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA para pessoas com deficiências (PCD), realizado pela COPPE/UFRJ. Professor do Instituto Federal de Santa Catarina Campus-Palhoça Bilingue. Coordenador da Pós-Graduação em Especialização de Surdos: Aspectos Políticos,Culturais e pedagógicos. Atualmente atua no Espaço de Pesquisa e Ensino de Ciências Aplicadas (EsPCie-A) no Instituto Nacional de Educação de Surdos

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Química Biológica

2009 - 2013

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Estudo, Capacitação e Ensino de Ciências para Jovens Surdos
Vívian Mary Barral Dodd Rumjanek. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Química Biológica

2004 - 2007

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Título: Seleção e Caracterização de uma Linha Leucemica Humana,Ano de Obtenção: 2007
Vívian Mary Barral Dodd Rumjanek.

Graduação em Ciências Biológicas

1999 - 2003

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Orientador: Ottilia Affonso Mettidieri
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2015 - 2016

Pós-Doutorado. , Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. , Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil. , Grande área: Outros

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Inspira Ciência, Programa de Formação de professores da Educação Básica. (Carga horária: 40h). , Museu do Amanhã, MA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação/Especialidade: Educação Especial.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

RUMJANEK, VIVIAN M. ; TORRES, E. ; PINTO-SILVA, F. E. . Sópisio Caminhos da inclusão-Saberes Científicos e Tecnológicos Sua importância para o Desenvolvimento do Indivíduo Surdo. 2015. (Congresso).

RUMJANEK, V. ; PINTO-SILVA, F. E. . Simpósio Caminhos da Inclusão: Que oportunidade estamos oferecendo aos Surdos?. 2012. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Fórum Bilíngue do Instituto Nacional de Educação de Surdos.Educação Científica de Jovens Surdos-Integrando. 2019. (Encontro).

XVII encontro Anual da Rede Nacional Leopoldo de Meis de Educação e Ciência- RNEDEC.Inclusão Cientifica de Jovens Surdos: Tema DNA. 2019. (Encontro).

Fórum Cultura + Diversidade Rio 2018.A Diversidade Como Fator de Crescimento. 2018. (Simpósio).

International Conference of Sign Language Users. Criação e Aceitação de novos Sinais em Biociências. 2017. (Congresso).

INES de Portas Abertas.Atividades CO INES2016. 2016. (Oficina).

II Forum de acessibilidade e tecnologia assistiva da UFRJ.Projeto Surdos- Laboratório Didático de Ensino de Ciências para Surdos. 2015. (Simpósio).

Capacitação para funcionários do IFSC-Troca de Experiencia na Educação de Jovens Surdos.Estudo , Capacitação e Ensino de Ciências para Jovens Surdos. 2014. (Encontro).

Cultura em Ponto-AfroReggae.Comunicação Além da Fala. 2014. (Outra).

XII Congresso Internacional XIX Seminário Nacionaç do INES. O Impacto da Educação Científica no Desenvolvimento Cognitivo do Surdo. 2014. (Congresso).

1° Seminário de Educação Inclusiva de Niterói: Tecnologias Educacionais e Inclusão Social?.Ensino de Biociências para Jovens Surdos. 2013. (Seminário).

Debatendo Direitos Humanos e Educação em Direitos Humanos nas Universidades.Ensino de Ciências para Jovens Surdos. 2013. (Seminário).

ReAbilitArte 2013. 2013. (Outra).

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Esporte e Saúde. 2013. (Feira).

Feira de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia da Rio+20.Adubo Caseiro. 2012. (Encontro).

II Seminário Internacional sobre Inclusão e Diversidade. 2011. (Seminário).

Simposio de Criatividade, Interatividade e Difusão em Ciências.Ensino de Biociências para Jovens Surdos.. 2011. (Simpósio).

A Midia é Surda Aos Surdos?. 2010. (Encontro).

International conference on educuation and new learning technologies. Science Education for Deaf Youth In Brazil- A New Experience. 2010. (Congresso).

IX Congresso Internacional XV Seminário Nacional. 2010. (Congresso).

Seminario Internacional Inclusão em Educação: Universidade e Participação 2.A Inclusão do Surdo na Sociedade Atual- buscando aumentar a acessibilidade do aluno surdo à educação superior em biociências criação de cursos e estágios. 2010. (Seminário).

Simpósio de Criatividade, Interatividade e Difusão em Ciências.Ensino de Bicociências para Jovens Surdos. 2010. (Simpósio).

Encontro Anual de Avaliação da Rede Nacional de Educação. 2009. (Encontro).

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Como Extrair DNA. 2009. (Feira).

VIII Congresso Internacional XIV Seinário Nacional- Mútpiplos Atores e Saberes na Educaçao de Surdos. Ensino de biciências para Alunos Surdos. 2009. (Congresso).

VII Congresso internacional XIII Seminario nacional- Discutindo Ensino de Qualidade em Diversos Contextos de Aprendizagem em Países Ibero-Americanos. Inclusão do Surdo Através do Conhecimento Científico. 2008. (Congresso).

XXXI Meeting of the Brazilian Society for Immunonology. Correlation Between PGP Expression and Cell Cycle in Leukemia Cells. 2006. (Congresso).

VII Latin American Congress of Immunology. Chronic exposure to Daunorubicin Induces ABCB1 and ABCC1 Overexpression in Human Leukaemia Cell. 2005. (Congresso).

50 anos de DNA: da descoberta da estrutura ao seu impacto a oncobiologia. 2003. (Simpósio).

XXIV Jornada de Iniciação Científica XIV Jornada de Iniciação Artística e Cultural.Estabelecimento de uma Linhagem Resistente a Múltiplas Drogas Induzida por Daunorrubicina. 2002. (Encontro).

Biosemana "Genética Forense. 2001. (Simpósio).

Federação da Sociedade Brasileira de Biologia Experimental. Federação da Sociedade Brasileira de Biologia Experimental. 2000. (Congresso).

II Semana de Biomedicina. 2000. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Daniel Henrique Scandolara

ULBRCHIT, V.;PINTO-SILVA, FLÁVIO EDUARDO; Parreira José; Fialho Pereira. Ícones em Língua de Sinais como Referência na Linguagem Visual em Ambientes Virtuais de Ensino Aprendizagem (AVEA). 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Aluno: Felipe Sales de Oliveira

TEIXEIRA, W.; JUBERG, C.;PINTO-SILVA, F. E.. Comunicação Pública da Ciência: do modelo de déficit ao modelo de participação pública. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluno: Lorena Assis Emidio

LAGE, A. S.; Monica Astuto Lopes Martins; FAVORITO, W.;PINTO-SILVA, F. E.. Práticas Pedagógicas em uma Escola de surdos: a interação entre professora surda e professoras ouvintes em uma Oficina de Ciências. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) - Instituto Nacional de Educação de Surdos.

Aluno: VIVIANE PORTO DA SILVA RODRIGUES

PINTO-SILVA, F. E.. O Ensino de Ciências no Centro de apoio pedagógico e Educação de pessoas Cegas e Com baixa Visão(CAP- Angra do Reis). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Paulo Cesar de Carvalho Alves

Carvalho-Alves, P. C.; Vivian M. Rumjanek. SELEÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE UMA LINHAGEM LEUCÊMICA HUMANA RESISTENTE A MÚLTIPLAS DROGAS. 2007. Dissertação (Mestrado em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ana Carolina Ferraz Mendonça de Souza

MENDONÇA-DE-SOUZA, A. C. F.. Atração entre homens e mulheres: foco no olfato como um fator de escolha e comportamento em mamíferos. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Química Biológica) - Instituto de Bioquímica Médica UFRJ.

Marcia Alves Marques Capella

CAPELLA, M. A. M.. Seleção e caracterização de uma nova linhagem leucêmica humana MDR. 2007. Dissertação (Mestrado em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Wagner Seixas da Silva

DA-SILVA, W. S.. Estudo, capacitação e Ensino de Ciências para Jovens Surdos. 2013. Tese (Doutorado em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Raquel Ciuvalschi Maia

MAIA, R. C.Gattass C. Seleção e caracterização de uma nova linhagem leucêmica humana MDR. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Química Biológica) - Instituto de Bioquímica Médica.

Monica Maria Guimarães Savedra

SAVEDRA, M. M. G.. Estudo, Capacitação Ensino de Ciências para Jovens Surdos. 2013. Tese (Doutorado em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Juliana Echevarria Neves de Lima

ECHEVARRIA-LIMA, J.; SOUZA, A. C.. Atração entre homens e mulheres: foco no olfato como um fator de escolha e comportamento em mamíferos. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Química Biológica) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Renata Carvalho Rocha

Ação dos Quimioterápicos nas células tumorais; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Estácio de Sá; Orientador: Flavio Eduardo Pinto da Silva;

Lorena Assis Emidio

Ensino de ciências para Jovens Surdos; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Flavio Eduardo Pinto da Silva;

Nathalia Daflon Yunes

Expressão da Glicoproteína P Relacionada ao Ciclo Celular em Células Leucêmicas; 2007; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Orientador: Flavio Eduardo Pinto da Silva;

Jovens Talentos

Jovens talentos; 2010; Orientação de outra natureza; (Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Flavio Eduardo Pinto da Silva;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ottilia Rodrigues Affonso Mitidieri

Estabelecimento de uma linhagem resistente a múltiplas drogas induzida por daunorrubicina; 2002; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Ottilia Rodrigues Affonso Mitidieri;

Renata Carvalho Rocha

Ação de quimioterápicos em células tumorais; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas em Bacharelado) - Universidade Estácio de Sá; Orientador: Renata Carvalho Rocha;

Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek

seleção e caracterização de uma linhagem leucêmica humana resistente a múltiplas drogas; 2007; Dissertação (Mestrado em Curso de Pós-Graduação em Química Biológica) - Departamento de Bioquímica Médica,; Orientador: Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek;

Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek

Estudo, Capacitação e Ensino de Ciências para Jovens Surdos; ; 2013; Tese (Doutorado em Química Biológica) - Instituto de Bioquímica Médica, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek;

Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek

2014; Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MOREIRA, MIGUEL ANGELO MARTINS ; BAGNI, CAROLINA ; DE PINHO, MARCOS BARCELOS ; MAC-CORMICK, THAÍS MESSIAS ; DOS SANTOS MOTA, MATEUS ; PINTO-SILVA, FLÁVIO EDUARDO ; DAFLON-YUNES, NATHALIA ; RUMJANEK, VIVIAN MARY . Changes in gene expression profile in two multidrug resistant cell lines derived from a same drug sensitive cell line. Leukemia Research , v. 38, p. 983-987, 2014.

  • 2013 PINTO-SILVA, F. E. ; Rumjanek, V. M. . Rousing Interest in Science among secondary school deaf students. Scholary Journal of Scientific Research and Essay , v. 2, p. 104, 2013.

  • DAFLON-YUNES, NATHALIA ; PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; VIDAL, RAPHAEL SILVEIRA ; NOVIS, BRUNA FORTUNATO ; BERGUETTI, TANDRESSA ; LOPES, RAPHAEL RODRIGUES SOARES ; POLYCARPO, CARLA ; RUMJANEK, VIVIAN M. . Characterization of a multidrug-resistant chronic myeloid leukemia cell line presenting multiple resistance mechanisms. Molecular and Cellular Biochemistry , v. 383, p. 123-135, 2013.

  • 2011 PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M . Criação do primeiro curso de extensão em Biociências para alunos surdos - A experiência da Universidade Federal do Rio de Janeiro.. Fórum (Rio de Janeiro. 2000) , v. 1, p. 32-37, 2011.

  • 2006 BERNARDO, ALCIRA A. ; PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; PERSECHINI, PEDRO M. ; COUTINHO-SILVA, ROBSON ; MEYER-FERNANDES, JOSÉ ROBERTO ; DE SOUZA, ANDRÉ LUIZ FONSECA ; RUMJANEK, VIVIAN M. . Effect of Extracellular ATP on the Human Leukaemic Cell Line K562 and its Multidrug Counterpart. Molecular and Cellular Biochemistry , v. 289, p. 111-124, 2006.

  • 2002 OLEJ, B. ; LUGON, J. R. ; PINTO-SILVA, F. E. ; MELETTI-OLIVEIRA, M. C. ; RUMJANEK, V. . Atividade imunussupressora de preparações de ciclosporina A em células mononucleares.. Jornal Brasileiro de Nefrologia , Brasil, v. 24, p. 5-10, 2002.

  • Tatiana Lebedeff ; PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO . Letramento Visual e Surdez. 1. ed. Rio de Janeiro: wak, 2017. 252p .

  • PIRAGIBE, M. M. M. ; SILVA, L. E. ; Flavio Eduardo Pinto da Silva (Instituto Nacional de Educação de Surdos) ; CRUZ, T. S. . PROSPECÇÃO DO INTERESSE PROFISSIONAL DE ALUNOS SURDOS NO ENSINO MÉDIO:O DIREITO DE SONHAR E REALIZAR. In: Denise Jovê Cesar, Fernanda Andrade Martins, Rafaela Ester Galisteu da Silva.. (Org.). Saúde da Criança e do Adolescente- Políticas Públicas e Educação em Saúde. 618ed.Rio Branco: STRICTO SENSO, 2019, v. 22, p. 279-290.

  • Valente, R.C. ; PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Resistência a Múltiplas Drogas em Tumores.. In: Paulo Cesar de Carvalho Alves; Andrea T. da Poian; Agessandro Abrahão Júnior. (Org.). Bases Moleculares em Clínica Médica.. 1ed.: Atheneu, 2009, v. , p. 573-602.

  • RUMJANEK, V. M ; Julia ; SCHIAFFINO, R. S. ; ALMEIDA, R. C. N. ; PINTO-SILVA, F. E. . TEACHING SCIENCE TO THE DEAF - A BRAZILIAN EXPERIENCE. In: INTED2012, 2012, Valencia. 6th International Technology, Education and Development Conference Valencia, Spain.. Valencia: IATED Digital Library, 2012.

  • PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; RUMJANEK, V. M . Science Education For Deaf Youth in Brazil - A New Experience. In: International Association of Technology, Education and Development (IATED), 2011, Barcelona. International Association of Technology, Education and Development (IATED). Barcelona: EDULEARN11 Proceedings, 2011. p. 7104-7108.

  • Daflon-Yunes, N ; N. ; PINTO-SILVA, F. E. . Adenosine on the Multidrug Resistant Phenotype in Leukemic Cells. In: XXXIII Congress of the Brazilian Society for Immunology, 2008, Ribeirão Preto. XXXIII Congress of the Brazilian Society for Immunology II Extra Section of Clinical Immunology, 2008.

  • PINTO-SILVA, F. E. ; Rumjanek, V. M. ; AFFONSO-MITIDIERI, O. . CHRONIC EXPOSURE TO DAUNORUBICIN INDUCES ABCB1 AND ABCC1 OVEREXPRESSION IN HUMAN LEUKAEMIA CELL. In: VII Congreso Latinoamericano de Inmunologia, 2005, Córdoba-Argentina. Congreso Latinoamericano de Inmunologia, 2005.

  • Capello- Ana Regina ; F.E Pinto-Silva ; CARPINTEIRO, C. ; PRADO, R. ; LINHARES, R. ; GALLOULKYDIO, A. ; TUTTMAN, A. M. . Educação Bilingue de Surdos: 'teorias, políticas e práticas'. 2019. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PINTO-SILVA, F. E. . XV Encontro Anual Rede NAcional Leopoldo De Meis de Educação e Ciência-RNEC. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; CAZE, E. S. ; FERNANDES, A. S. ; Rumjanek, V. M. . INCLUSÃO CIENTÍFICA DE JOVENS SURDOS ATRAVÉS DA INSERÇÂO EM LABORATÓRIO DE PESQUISA- TESTE DE POTENCIAIS QUIMIOTERÁPICOS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, VIVIAN M. . O Impacto da Educação científica no Desenvolvimento Cognitivo do Surdo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. . 'MDR ( Resistência a Múltiplas Drogas) no Câncer e Ensaios Básicos de Citotoxidade que são feitos em Laboratórios de Pesquisa Básica no Teste de Novas Moléculas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Capacitação de Intérpretes de LIBRAS em Biociências. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Ensino de Biociências para Jovens Surdos.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. . Inclusão Científica dos surdos Na UFRJ. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; Paula Martins ; RUMJANEK, V. . A Inclusão do surdo na sociedade Atual- buscando aumentar a Acessibilidade do aluno Surdo à educação superior em biociências: Criação de Cursos e estágios.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Science Education for Deaf Youth In Brazil- A New Experience. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Ensino de biciências para Alunos Surdos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. ; Juli aRumjanek . Inclusão do Surdo através do Conhecimento Científico: Oferecimento de Cursos e Estágios. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Daflon-Yunes, N ; PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Efeito do ATP e da Adenosina Extracelulares no Fenótipo de Resistência a Múltiplas Drogas em Células Leucêmicas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; Daflon-Yunes, N ; RUMJANEK, V. . Seleção e Caracterização de uma Nova Linhagem Leucêmica Humana MDR. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Daflon-Yunes, N ; PINTO-SILVA, F. E. ; AFFONSO-MITIDIERI, ; RUMJANEK, V. . Cell Cycle Modulates Pgp Expression in Leukemia Cells. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Daflon-Yunes, N ; PINTO-SILVA, F. E. . Correlation Between PGP Expression and Cell Cycle in Leukemia Cells. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; AFFONSO-MITIDIERI, ; RUMJANEK, V. . Chronic Exposure To Daunorubicin Induces ABCB1 And ABCC1 Overexpression In Humam Leukaemia Cell. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Danusa Moysés ; Julia pereira-Soares ; PINTO-SILVA, F. E. ; Laís Futuro ; Mônica Farah ; Sheila Teixeira ; Pablo e Souza ; Cristiane de Sousa . Mata: Conhecer Brincando. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PINTO-SILVA, F. E. ; SANTOS, A. A. B. ; RUMJANEK, V. . Efeito de ATP Extracellular em Células Resistentes a Múltiplas Drogas. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; Fabio Luiz Zamberland . CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA GERAL PARA PROJETOS EM CIENCIA E TECNOLOGIA para pessoas com deficiências (PCD).. 2015.

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Globo Universidade. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

RUMJANEK, V. ; TEIXEIRA, W. ; PINTO-SILVA, F. E. . PROGRAMA BRASILEIROS. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Jornal Visual. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; RUMJANEK, V. M . Laboratório Didático de Ciências Para Surdos. 2009; Tema: Ensino de Ciências, Surdos.. (Blog).

PINTO-SILVA, F. E. . Microorganismos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; FERREIRA, D. B. ; BARRAL, J. ; FERNANDES, A. S. ; SANTOS, B. B. ; EMIDIO, L. A. ; Rumjanek, V. M. . MedicamentosX Câncer. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; FLORES, A. C. F.Fonseca-Flores ; RUMJANEK, V. M . Sistema Respiratório. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; SANTOS, B. B. ; CAZE, E. S. ; EMIDIO, L. A. ; Nuccia De Cicco ; DIAS, G. S ; GIRAUD, F. . Digestão e Nutrientes. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; Valente, R.C. ; EMIDIO, L. A. ; SANTOS, B. B. ; COSTA, K. M. ; GIRAUD, F. ; FERNANDES, A. S. . Célula. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; Nuccia De Cicco ; RUMJANEK, VIVIAN M. ; FERNANDES, A. S. . Descobrindo os insetos. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; FLORES, A. C. F.Fonseca-Flores ; RUMJANEK, V. M . Sistema Circulatório. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BARRAL, J. ; PINTO-SILVA, F. E. ; Rumjanek, V. M. . CÉLULA. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - GlossárioCientíficoemLIBRAS).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M ; CAZE, E. S. ; EMIDIO, L. A. ; SANTOS, B. B. ; Nuccia De Cicco ; FERNANDES, A. S. ; FERREIRA, D. B. ; ALMEIDA, D. ; FALCAO, F. ; BARRAL, J ; Martins, P R S . Microorganismos. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; FLORES, A. C. F. ; RUMJANEK, V. M . Sistema Circulatório. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M ; CUDISCHEVITCH, C. O. ; MORETTI, D. ; EMIDIO, L. A. ; Nuccia De Cicco ; Martins, P R S ; ROJAS, V. B. . De que são feitos os Alimentos. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; EMIDIO, L. A. ; RUMJANEK, V. M ; SANTOS, B. B. ; CAZE, E. S. ; FERNANDES, A. S. . Alimentos: De que são Feitos?. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; CUDISCHEVITCH, C. O. ; MORETTI, D. ; EMIDIO, L. A. ; Nuccia De Cicco ; Martins, P R S ; ROJAS, V. B. ; RUMJANEK, V. M . De que São Feitos os Alimentos. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; Lorena ; FLORES, A. C. F.Fonseca-Flores ; RUMJANEK, V. M ; CAZE, E. S. ; SANTOS, B. B. ; FERNANDES, A. S. . Embriogênese. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; Nuccia De Cicco ; Rumjanek, V. M. ; Martins, P R S ; CARDOSO, L. S. ; EMIDIO, L. A. ; ROJAS, V. B. . Insetos que se Alimentam de Sangue. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M ; ALMEIDA, D. ; FERNANDES, A. S. ; CAZE, E. S. ; SANTOS, B. B. ; EMIDIO, L. A. ; Nuccia De Cicco . Microorganismos. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BARRAL, J ; PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Sistema Imune. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Glossário científico em LIBRAS).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M ; OLIVEIRA, A. M. ; MOTTA, J. M. G. ; EMIDIO, L. A. ; Nuccia De Cicco ; DAFLON-YUNES, NATHALIA ; BARRAL, J ; Martins, P R S . MedicamentosX Câncer. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, FLAVIO EDUARDO ; Nuccia De Cicco ; RUMJANEK, V. M ; FERNANDES, A. S. ; NASCIMENTO, C. R. ; MACHADO, G. O. C. ; EMIDIO, L. A. ; DAFLON-YUNES, NATHALIA ; SANTOS, R. C. D. ; ROCHA, R. C. ; Martins, P R S ; BARRAL, J. . O que você sabe sobre DNA (ou ADN). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

BARRAL, J. ; PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . SANGUE. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Glossário Científico em LIBRAS).

PINTO-SILVA, F. E. ; MOTTA, J. M. G. ; Valente, R.C. ; OLIVEIRA, A. S. ; KETZER, L. A. ; TEIXEIRA, M. P. C. ; SA, P. R. . Coagulação: Por que Paramos de Sangrar?. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. M . MEdicamentos X Câncer. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

RUMJANEK, V. M ; PINTO-SILVA, F. E. ; Valente, R.C. ; EMIDIO, L. A. . Sangue o Fluido da Vida. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

OLIVEIRA, A. S. ; FRATTANI, F. S. ; PINTO-SILVA, F. E. ; SERRAO, L. W. ; LIMA, L. G. ; VALENTE, R. C. ; NAZARETH, R. A. ; LOBO, T. C. C. . Sangue, o Fluido da Vida. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

PINTO-SILVA, F. E. ; Lorena ; Felipe ; ALMEIDA, D. ; RUMJANEK, V. M . RASPUTIN. 2010. Teatral.

Juli aRumjanek ; PINTO-SILVA, F. E. ; RUMJANEK, V. . Fascículo de um glossario Científico -LIBRAS TEma" Sangue e Sistema Imunológico". 2010 (Educação -Surdos-Fascículo de um glossario Científico -LIBRAS) .

PINTO-SILVA, F. E. . VIII Curso de Educação Ambiental para Professores do Ensino Fundamental: Descobrindo os Ecossistemas. 2003 (Ecologia) .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2014 - Atual

    Gestão Escolar para a Escola Inclusiva: metodologias de ensino e objetos pedagógicos como facilitadores do processo ensino-aprendizagem da pessoa com deficiência, Descrição: A pesquisa a ser desenvolvida visa consolidar resultados de dois projetos anteriores realizados com apoio da FAPERJ nos períodos 2009-2010 e 2012-2013. Questões relacionadas à deficiência sejam físicas ou intelectuais, se apresentam como desafios a serem superados por professores, gestores, especialistas, pais e alunos e demais profissionais envolvidos com Educação, que atuam em constante colaboração em prol da melhoria do Ensino da pessoa com deficiência. A gestão escolar é apontada na literatura e em documentos oficiais, como fundamental para o desenvolvimento da educação escolar, quando realizada de forma democrática, com a participação da comunidade nas fases de planejamento, execução, acompanhamento e avaliação. O trabalho do gestor envolve articular a diversidade, construir um ambiente educacional que promova a formação dos alunos, coordenar, mobilizar, incentivar, liderar e delegar aos membros que compõem sua equipe atribuições e tarefas desenvolvidas na escola. Para darmos prosseguimento a nova etapa da pesquisa, pretendemos identificar e comparar as representações sociais de ?escolas que dão certo?, isto é, de escolas bem sucedidas, de gestores escolares de 20 instituições públicas do Estado do Rio de Janeiro, a fim de verificar que práticas desenvolvem em seu contexto de trabalho em prol da consolidação da Escola Inclusiva. Nos projetos anteriores participaram as redes de São João de Meriti e Niterói. Para essa edição, além destas, Maricá e Belford Roxo. Dentre essas ações podemos citar a disseminação do conhecimento na área de cenários virtuais, já identificados como relevantes enquanto ferramenta de apoio para o processo ensino-aprendizagem da pessoa com autismo, deficiência intelectual, cegueira ou surdez; a produção de novos objetos pedagógicos gerando registros e patentes de invenção, contribuindo para o processo de inovação tecnológica junto às indústrias; a atuação em colaboração que mobiliza pesquisadores da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Estácio de Sá (UNESA), e Instituto Nacional de Tecnologia (INT), além de envolver segmentos da sociedade relacionados à Educação e Saúde. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / RUMJANEK, VIVIAN M. - Integrante / Elisângela da Silva Bernardo - Coordenador / Dsyse Carla Genero Serra - Integrante / Esteban Walter Gonzalez Clua - Integrante / Helenice Maia Gonçalves - Integrante / Nelma Alves Marques Pintor - Integrante / Saul Eliahú Mizrahi - Integrante / Janete rocha Cíciero - Integrante.

  • 2012 - 2013

    Produção de Glossário Científico em LIBRAS (Lingua Brasileira de Sinais), Descrição: Os surdos apresentam enorme dificuldade com a lingua portuguesa escrita, sendo em sua maioria, analfabetos funcionais. A educação bilíngüe, utilizando a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e a Língua Portuguesa, pode contribuir para o acesso, permanência e sucesso de alunos surdos em seu processo educacional. No entanto, a exclusão dos surdos profundos deste país ao processo científico/tecnólogico fez com que a LIBRAS seja pobre em termos científicos/tecnológicos dificultando o ensino bilíngüe de ciência. Durante cursos na área científica, oferecidos para alunos surdos do ensino médio, verificamos as dificuldades conceituais encontradas e a necessidade do desenvolvimento de um vocabulário científico em sinais. Professores de escolas públicas e intérpretes de LIBRAS apontam a falta de sinais específicos, e a necessidade de abstração, como problemas para o ensino de ciências. Entre os alunos surdos de nossos cursos, verificamos o desenvolvimento de novos sinais resultando da necessidade passar um conceito científico.Começamos então a produzir um glossário em fascículos gravado em DVD, cada fascículo contendo um tema em que são reunidos os vocábulos já existentes e os vocábulos para os quais foram desenvolvidos novos sinais. Já foram produzidos três fascículos do glossário com os temas SANGUE, SISTEMA IMUNE e CÉLULA e o projeto atual visa a produção de mais um fascículo, agora versando sobre FERTILIZAÇÃO E EMBRIOGÊNESE.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador / Julia Barral Dodd Rumjanek - Integrante.

  • 2010 - 2011

    INCLUSÃO CIENTÍFICA DO JOVEM SURDO, Descrição: O crescimento tecnológico que nossa sociedade vem vivenciando cria um processo de exclusão tecnológica, que ao ser associada a uma exclusão econômica e social, limita de muito as oportunidades de um jovem com algum tipo de necessidade especial. Nosso trabalho tem como foco o jovem surdo e busca oferecer a esse jovem a possibilidade de integrar-se aos avanços da ciência e tecnologia desenvolvendo no mesmo uma compreensão de como ocorrem os avanços científicos. Para isso estamos analisando os possíveis fatores que interferem com conhecimento científico/tecnológico do jovem surdo e que estratégias podem ser adotadas para permitir uma maior integração desses indivíduos aos avanços da ciência e tecnologia. Entre as várias barreiras encontradas pelo jovem surdo está a barreira lingüística. As informações, que possibilitam o aprendizado formal e informal, não atingem plenamente este grupo por serem transmitidas através da língua portuguesa e veiculadas pelo rádio, televisão e imprensa, ou aulas formais na escola. É necessária a realização de atividades de intervenção com outras abordagens utilizando-se a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), preferencialmente uma educação bilingue. A exclusão dos surdos profundos deste país ao processo científico/tecnólogico fez com que LIBRAS seja pobre em termos científicos dificultando o ensino bilíngue de ciência. Nosso trabalho avalia o processo de aprendizagem da ciência, o grau de compreensão do surdo com relação a temas científicos apresentados pela mídia e, em paralelo, analisa o processo de desenvolvimento de uma linguagem científica em LIBRAS. Nosso trabalho envolve despertar o entusiasmo do jovem surdo através do oferecimento de cursos de curta duração experimentais hands on para alunos surdos do ensino médio, estágios em laboratórios de pesquisa, para aqueles que se destacaram nos cursos e o oferecimento de um curso de extensão em Biociências visando suprir as deficiências básicas de conhecimento científico desse grupo. Para compreender melhor o que ocorre com o ensino formal do jovem surdos estamos fazendo um levantamento das dificuldades e estatégias adaptativas desenvolvidas por escolas regulares para acolher o aluno surdo. Acreditamos que a inclusão científica do jovem surdo permitirá a este jovem compreender melhor certos conceitos, perder preconceitos, julgar por conta própria e apresentar opiniões fundamentadas sobre avanços tecnológicos que afetam sua vida. Em paralelo este projeto busca oferecer ao aluno surdo a possibilidade de ampliar a sua inserção no mercado de trabalho, através de uma formação técnica em Biociências. Apoio: CAPES, FAPERJ, FINEP. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    A POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA PARA O JOVEM SURDO, Descrição: A popularização da ciência através da mídia de qualidade tem o papel de realmente expandir a área de conhecimento e reflexão da população em geral, que por sua vez mostra um grande interesse nas áreas de ciência e saúde o que os tornam assuntos mais fáceis de serem difundidos. No entanto, uma parcela da população, o jovem surdo, está à margem de muitas dessas iniciativas. O surdo brasileiro tem na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) sua forma de comunicação. Muitas crianças e jovens surdos podem ser considerados analfabetos funcionais com relação à língua brasileira escrita, o que os tornam marginalizados quanto à educação. O presente projeto, ao trazer à tona a questão da comunicação como item determinante para a educação da comunidade surda, nos faz deparar com uma realidade onde a contextualização é uma dos maiores desafios para a compreensão do que os rodeia. Essa constatação nos levou a tentar avaliar a absorção de conhecimento científico obtida pelos surdos de forma informal e buscar compreender o seu real entendimento e contextualização do conhecimento científico obtido através do ensino formal. Para tal utilizaremos estratégias diversas. Através da discussão livre entre grupos de alunos surdos vamos comparar o discurso obtido quando o debate versa sobre um tema científico ou geral, que tenha sido amplamente difundido pela mídia. Em paralelo vamos avaliar o impacto e entendimento de reportagens na mídia escrita (jornais) abordando assuntos atuais de cunho científico, pois nessa situação a compreensão envolve um conhecimento maior da língua portuguesa. Utilizando cursos de curta duração focalizando um tema científico, vamos analisar a capacidade de contextualização do jovem surdo quando a informação é obtida através de experimentos realizados por eles. Criando uma oficina com jovens surdos e representantes da mídia, vamos procurar entender o que o surdo consideraria a melhor forma de obter informação. Busca-se com este projeto a inclusão do jovem surdo na sociedade tecnológica atual, colaborando para a sua formação científica e procurando formas de quebrar a imagem de que o conhecimento científico é algo inatingível e incompreensível. Apoio: FAPERJ. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador / Roberta Savedra Schiaffino - Integrante.

  • 2009 - 2010

    INCLUSÃO DO SURDO ATRAVÉS DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO, Descrição: A surdez é uma das poucas deficiências que não são imediatamente aparentes, ao contrário, por exemplo, de um indivíduo com deficiência visual ou um indivíduo com deficiência motora. Como tal, é pouco discutida pela sociedade que ignora que o indivíduo surdo tem na língua portuguesa (quando é plenamente alfabetizado) uma língua estrangeira. Encontra-se, portanto, à margem da sociedade porque as informações são transmitidas através da Língua Portuguesa e veiculadas através do rádio, da televisão e da imprensa, não atingindo uma quantidade significativa desta população. A proposta apresentada visa à inclusão social da pessoa surda, cuja comunidade é linguística e socialmente marginalizada quanto à educação. Desta forma, este grupo não tem acesso às informações indispensáveis ao exercício pleno de sua cidadania, tendo em vista a sua dificuldade de comunicação.Em um mundo altamente tecnológico e em rápida mudança, não são somente os indivíduos apresentando algum tipo de necessidade especial que tem dificuldade em adaptar-se. A agilidade e a qualidade são os elementos essenciais para a vida moderna. É necessário formar seu raciocínio, sua capacidade de mudança e adaptação, sua capacidade de encontrar a informação (sem a necessidade de memorização, como ocorre no ensino informativo, mas sim de compreensão como ocorre no ensino formativo). É necessário também despertar seu interesse. Os surdos possuem uma língua própria, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), que como toda língua viva sofre modificações e adições norteadas pela necessidade de comunicação. No entanto, apesar desta ser a língua utilizada pelos surdos e regulamentada pelo Ministério de Educação através da Lei de LIBRAS, possui muitos poucos termos científicos o que torna muito difícil a compreensão e a popularização da ciência nessa comunidade.Este projeto visa com a ajuda da comunidade surda e da parceria com o INES (Instituto de Educação de Surdos) procurar estabelecer o grau de conhecimento e interesse pela ciência de alunos surdos de nível médio e, através de várias ações, incluindo o oferecimento de grupos de discussão, curso de férias, estágios em laboratório de pesquisa,etc. despertar no surdo o interesse pela ciência e a necessidade de criar termos em LIBRAS para designar o que está conhecendo. APOIO: CAPES, FAPERJ,FINEP. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) . , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador.

  • 2008 - 2009

    Inclusão do Surdo através do Ensino de Biociências, Descrição: A verdadeira inclusão só é possível através da convivência. Com o nosso projeto, trazendo alunos surdos para realizar cursos e trabalhar em nossos laboratórios, esperamos criar no IBqM e no Centro de Ciências da Saúde da UFRJ uma conscientização dos problemas enfrentados pelo estudante surdo e criar alternativas para contorná-los. Algumas ações já estão em andamento como: o treinamento de intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) em temas e linguagem científica buscando minimizar que conceitos e contextualizações erradas ocorram como resultado de problemas de tradução durante o ensino de ciências. Também estamos procurando formar recursos humanos, em todos os níveis, voltados ao desenvolvimento de novos métodos de ensino para o jovem surdo.Com a ajuda de estudantes e estagiários surdos, estamos estabelecendo um diagnóstico das principais dificuldades e necessidades encontradas pelos surdos no aprendizado de ciências. Baseado em nossa experiência em cursos de curta duração (uma semana) ficou claro que o aprendizado ?hands on?, construtivista, utilizando perguntas dos próprios estudantes é muito bem aceito e bem sucedido. Não sabemos se seria possível ensinar todo um curriculum de biociências utilizando essa abordagem, não sabemos também se esse seria o melhor caminho para formar técnicos, e no futuro mesmo pesquisadores, surdos nesta área.No decorrer deste projeto esperamos criar e implantar no Instituto de Bioquímica Médica (IBqM), em parceria com o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), um curso de Especialização em Biociências totalmente inovador para o ensino de estudantes surdos. Esperamos utilizar esta experiência para discutir a viabilidade da criação futura de um Curso Técnico em Biotecnologia para surdos em parceria com o INES.Acreditamos que melhor qualificados em um campo de atividades em que existe carência no nosso país, estes indivíduos terão maiores possibilidades de inserção na sociedade. Apoio: FAPERJ, CAPES. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador.

  • 2008 - Atual

    INCLUSÃO CIENTÍFICA DE JOVENS SURDOS ATRAVÉS DA INSERÇÂO EM LABORATÒRIO DE PESQUISA, Descrição: Várias têm sido as demandas que emergem da sociedade em relação a formação e profissiionalização. A Universidade, no seu papel de incentivar a pesquisa, a experimentação e formar cidadãos e profissionais capacitados, vem buscando inovar no ensino ao mesmo tempo que recebe demanda de pessoas de diferentes segmentos da sociedade. Dentro desses segmentos a lei federal de inclusão das pessoas com necessidades especiais, abriu a universidade para um novo grupo que até então não tinha acesso a determinas áreas da universidade. Essa abertura levanta uma nova questão ao meio acadêmico: Como atuar com pessoas que querem ter uma formação especializada em áreas nunca antes adquirida por uma pessoa com deficiência? Esse novo público, apesar de possuir um baixo conhecimento científico e a total falta de sinais científicos em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), possui um grande interesse pelo método cientifico e consegue chegar a conclusões experimentais, que surpreendem profissionais de laboratórios e pesquisadores da área de ciências e estudiosos desse grupo. Este projeto é único no Brasil e visa ao mesmo tempo estudar novos possíveis quimioterápicos e incluir os surdos nos laboratórios de pesquisa do CCS-UFRJ, com cargos de técnicos de laboratório, possibilitando também que futuros alunos surdos de biologia, que hoje se encontram na graduação, tenham a possibilidade de atuar nos laboratórios de pesquisa como alunos de Iniciação Científica. Apoio: CNPq. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Flavio Eduardo Pinto da Silva - Integrante / Vivian Mary Barral Dodd Rumjanek - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2010

Premio Fundação José Bonifácio de Extensão Universitária, 7º Congresso de Extensão Universitária.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Bioquímica Médica. , CCS - Centro de Ciências da Saúde-Bloco H - 2º andar sala H2003, Cidade Universitária, 22240-003 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (21) 2285-7546

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2016 - Atual

    Instituto Federal de Santa Catarina

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2016 - Atual

    Instituto Federal de Santa Catarina

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Pós-Graduação- IFSC, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Coordenador do Curso de Especialização em Educação de Surdos: Aspectos, Políticos Pedagógicos e Culturais

  • 2013 - 2014

    Universidade Federal do Rio de Janeiro

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pos-Doutorado, Carga horária: 40

    Outras informações:
    INCLUSÃO CIENTÍFICA DE JOVENS SURDOS ATRAVÉS DA INSERÇÂO EM LABORATÒRIO DE PESQUISA

    Atividades

    • 08/2008

      Ensino, Ensino de Biociências para Jovens Surdos, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Ciências Biológicas

  • 2012 - 2013

    Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutor

    Outras informações:
    Curso de Formação Continuada para Professores do Estado do Rio de Janeiro

  • 2006 - 2006

    Faculdade da Região dos Lagos

    Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10

  • 2017 - Atual

    Instituto Nacional de Educação de Surdos

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Ensino Báscico Tecnico Tecnógico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

  • 2017 - Atual

    Instituto Nacional de Educação de Surdos

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do Ensino Basico Fed

    Outras informações:
    Professor de Ensino de Ciencias . Coordenador do Espaco de Pesquisa e Ensino de Ciencias Aplicadas do Instituto Nacional de Educacão de Surdos