Luiz Eduardo de Oliveira

Engenheiro Ambiental formado pela Universidade Federal de Rondônia. Atuou como bolsista da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis (PROCEA), no projeto de extensão universitária intitulado Olericultura Escolar: Educação Ambiental, Sustentabilidade e Cidadania (2016/1-2018/1) e como voluntário do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) no projeto intitulado Diagnóstico e Modelagem matemática aplicada em microbacias urbanas no município de Ji-Paraná (RO): Subsídios ao enquadramento normativo e a capacidade de autodepuração (2017/2018). Desenvolve pesquisas na área de ecotoxicologia em águas continentais e efluentes, com ênfase em testes toxicológicos com microalgas e macroinvertebrados.

Informações coletadas do Lattes em 05/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária

2014 - 2018

Universidade Federal de Rondônia
Título: Avaliação limnológica e ecotoxicológica de microbacias urbanas no município de Ji-Paraná (RO)
Orientador: Elisabete Lourdes do Nascimento

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Saneamento Ambiental.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Recursos Hídricos.

    Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Sanitária / Subárea: Ecotoxicologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I SIMPÓSIO INTERDISCIPLINAR DAS ENGENHARIAS DE RONDÔNIA - SIER.Avaliação do potencial de remoção de nutrientes de Igarapés Urbanos através da Microalga Chlorella vulgaris. 2017. (Simpósio).

VI Mostra Acadêmica de Engenharia Ambiental. 2017. (Seminário).

XVI Congresso Brasileiro de Limnologia. ECOTOXICIDADE CRÔNICA EM MICROBACIAS URBANAS DE JI-PARANÁ/RO. 2017. (Congresso).

Minicurso - A filosofia da ciência e o ensino de física: possibilidades entre o relativismo e o anarquismo metodológico. 2016. (Oficina).

Palestra - ?Caracterização estrutural e dielétrica da matriz BaBi4Ti4O15 (BBT) com adição de Bi2O3. 2016. (Seminário).

Palestra - Introdução a Conceitos de Cosmologia. 2016. (Seminário).

Palestra - Nanotecnologia e sua aplicação como carreadores de fármacos. 2016. (Seminário).

Palestra - Projetos Didáticos de Eletromagnetismo. 2016. (Seminário).

V Mostra Acadêmica de Engenharia Ambiental. 2016. (Seminário).

V SEMINÁRIO DE PESQUISA DA RESERVA BIOLÓGICA DO JARU. 2016. (Seminário).

I SEMINÁRIO DE GEOPROCESSAMENTO EM RONDÔNIA.ANÁLISE ESPACIAL DOS FOCOS DE QUEIMADAS NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO E TERRAS INDÍGENAS DE RONDÔNIA, 2006-2014. 2015. (Seminário).

IV SEMINÁRIO DE PESQUISA DA RESERVA BIOLÓGICA DO JARU. 2015. (Seminário).

III SEMINÁRIO DE PESQUISA DA RESERVA BIOLÓGICA DO JARU. 2014. (Seminário).

IV Mostra Acadêmica de Engenharia Ambiental. 2014. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Elisabete Lourdes do Nascimento

NASCIMENTO, E. L.; GOMES, B. M.; WEBLER, A. D.. Avaliação limnológica e ecotoxicológica de microbacias urbanas no município de Ji-Paraná (RO).. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Rondônia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Elisabete Lourdes do Nascimento

Avaliação limnológica e ecotoxicológica de microbacias urbanas no município de Ji-Paraná (RO); ; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Rondônia; Orientador: Elisabete Lourdes do Nascimento;

Elisabete Lourdes do Nascimento

Efeitos ecotoxicológicos de efluentes sob o fitoplâncton e zooplâncton; ; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Rondônia; Orientador: Elisabete Lourdes do Nascimento;

Elisabete Lourdes do Nascimento

Diagnóstico dos Igarapés urbanos Dois de Abril e Pintado no município de Ji-Paraná: subsídio ao enquadramento normativo; ; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Rondônia; Orientador: Elisabete Lourdes do Nascimento;

Elisabete Lourdes do Nascimento

Limnologia de microbacias urbanas de Ji-Paraná; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Rondônia; Orientador: Elisabete Lourdes do Nascimento;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • RAMOS, C. F. ; NASCIMENTO, E. L. ; LAUREANO, J. J. ; OLIVEIRA, L. E. ; PAVANELLO, L. F. S. ; MENDONCA, A. P. . AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA SUBTERRÂNEA PARA CONSUMO HUMANO NO DISTRITO DE NOVA COLINA, JIPARANÁ-RO. SOUTH AMERICAN JOURNAL OF BASIC EDUCATION, TECHNICAL AND TECHNOLOGICAL , v. 4, p. 190-198, 2018.

  • LIMA, J. A. ; SANTOS, T. A. ; PAVANELLO, L. F. S. ; OLIVEIRA, L. E. ; SILVA, M. R. . Cadastro de erosão como metodologia para o estudo de processos erosivos em meio urbano. In: XII ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE SEDIMENTOS, 2016, Porto Velho - RO. Anais do XII ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE SEDIMENTOS, 2016.

  • OLIVEIRA, L. E. ; SANTOS, T. A. ; NEVES, A. S. ; ASSIS, J. P. M. ; NASCIMENTO, E. L. . Avaliação do potencial de remoção de nutrientes de Igarapés Urbanos através da Microalga Chlorella vulgaris . In: I Simpósio Interdisciplinar das Engenharias de Rondônia, 2017, Cacoal - RO. Anais do I Simpósio Interdisciplinar das Engenharias de Rondônia, 2017. v. 6. p. 43-45.

  • SANTOS, T. A. ; OLIVEIRA, L. E. ; ASSIS, J. P. M. ; NUNES, M. L. A. ; NASCIMENTO, E. L. . Modelagem Matemática Ambiental: Estudo de caso da capacidade de autodepuração em um igarapé urbano. In: I Simpósio Interdisciplinar das Engenharias de Rondônia, 2017, Cacoal - RO. Anais do I Simpósio Interdisciplinar das Engenharias de Rondônia, 2017. v. 6. p. 49-50.

  • SANTOS, T. A. ; LOPES, D. S. ; PEREIRA, W. E. S. ; OLIVEIRA, L. E. ; GOMES, B. M. ; NUNES, M. L. A. ; NASCIMENTO, E. L. . Impactos Ambientais e uso e ocupação urbana na microbacia do Igarapé Pintado (Ji-Paraná, RO). In: XI Seminário de Pós-Graduação e Pesquisa (SEMPP) e II Simpósio de Inovação, Propriedade Intelectual e Tecnologia (SINTEC), 2018, Porto Velho - RO. ANAIS XI SEMPP & II SINTEC, 2018. v. 1. p. 116-117.

  • OLIVEIRA, L. E. ; NEVES, A. S. ; MENDONCA, A. P. ; GOMES, D. F. ; BASTOS, W. R. ; NASCIMENTO, E. L. . Avaliação ecotoxicológica de efluente frigorífico em Ji-Paraná (RO). In: IX Seminário de Pós-Graduação e Pesquisa (SEMPP) e II Simpósio de Inovação, Propriedade Intelectual e Tecnologia (SINTEC), 2018, Porto Velho - RO. ANAIS IX SEMPP & II SINTEC, 2018. v. 1. p. 54-55.

  • OLIVEIRA, L. E. ; SANTOS, T. A. ; NEVES, A. S. ; PEREIRA, W. E. S. ; LOPES, D. S. ; GOMES, D. F. ; MENDONCA, A. P. ; GOMES, B. M. ; BASTOS, W. R. ; NASCIMENTO, E. L. . Estudo da ecotoxicidade de igarapés urbanos de Ji-Paraná / RO. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOTOXICOLOGIA, 2018, Aracaju - SE. Anais do ECOTOX 2018, 2018. v. 15.

  • NEVES, A. S. ; LAUREANO, J. J. ; OLIVEIRA, L. E. ; SANTOS, T. A. ; LOPES, D. S. ; SANTOS, L. C. ; PEREIRA, W. E. S. ; GOMES, B. M. ; BASTOS, W. R. ; NASCIMENTO, E. L. . Ensaio ecotoxicológico com Scenedesmus sp e efluente de indústria frigorífica (Rondônia). In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECOTOXICOLOGIA, 2018, Aracaju - SE. Anais do ECOTOX 2018, 2018. v. 15.

  • ASSIS, J. P. M. ; ZIEMNICZAK, C. M. ; GOMES, J. P. O. ; COSTA JUNIOR, W. A. ; OLIVEIRA, L. E. ; PAVANELLO, L. F. S. ; MENDONCA, A. P. ; GOMES, B. M. ; BASTOS, W. R. ; NASCIMENTO, E. L. . Avaliação de metais pesados (Zn, Cr, Pb, Cu, Mn, e Co) em amostras de solo e sedimento da Reserva Biológica do Jaru/RO. In: XV Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2018, Aracaju - SE. Anais do ECOTOX 2018, 2018. v. 15.

  • OLIVEIRA, L. E. ; SANTOS, T. A. ; NEVES, A. S. ; ASSIS, J. P. M. ; NASCIMENTO, E. L. ; BASTOS, W. R. ; WEBLER, A. D. ; AZEVEDO, S. M. ; MENDONCA, A. P. . Ecotoxicidade Crônica em microbacias urbanas de Ji-Paraná/RO. In: XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 2017, Rio de Janeiro. Anais do XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 2017. v. 16. p. 239-239.

  • SANTOS, T. A. ; PAVANELLO, L. F. S. ; OLIVEIRA, L. E. ; ASSIS, J. P. M. ; GOMES, B. M. ; MENDONCA, A. P. ; BASTOS, W. R. ; NASCIMENTO, E. L. . Caracterização Limnológica do Igarapé Dois de Abril, Ji-Paraná, Rondônia (Amazônia Ocidental). In: XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 2017, Rio de Janeiro. Anais do XVI Congresso Brasileiro de Limnologia, 2017. v. 16. p. 371-371.

  • ASSIS, J. P. M. ; ZIEMNICZAK, C. M. ; SANTOS, T. A. ; PAVANELLO, L. F. S. ; OLIVEIRA, L. E. ; NASCIMENTO, E. L. ; GOMES, J. P. O. ; MENDONCA, A. P. ; COSTA, I. D. ; SILVA, K. K. ; GOMES, B. M. ; BASTOS, W. R. . Estudo das características limnológicas do Rio Tarumã, Rio Machado e seus afluentes, Reserva Biológica do Jaru, Rondônia. In: XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA, 2017, Rio de Janeiro. Anais do XVI Congresso Brasileiro de Limnologia, 2017. v. 16. p. 387-387.

  • FOTOPOULOS, I. G. ; LIMA, J. A. ; OLIVEIRA, L. E. ; Silva, A. P. L. ; SANTOS, T. A. ; FREIRE, G. A. P. ; LOPES, A. B. G. ; FREITAS, R. C. A. . Percepção Ambiental dos alunos de duas escolas a rede pública na Amazônia Ocidental, Rondônia, Brasil. In: III International Symposium of Ecology and Evolution & XIII Congresso de Ecologia, 2017, Viçosa - MG. Anais do XIII Congresso de Ecologia III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017.

  • OLIVEIRA, L. E. ; SANTOS, T. A. ; NEVES, A. S. ; ASSIS, J. P. M. ; NASCIMENTO, E. L. . Avaliação do potencial de remoção de nutrientes de Igarapés Urbanos através da Microalga Chlorella vulgaris . 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • OLIVEIRA, L. E. ; NEVES, A. S. ; SANTOS, A. M. . ANÁLISE ESPACIAL DOS FOCOS DE QUEIMADAS NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO E TERRAS INDÍGENAS DE RONDÔNIA, 2006-2014. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2018

    ECOTOXICOLOGIA DE EFLUENTES DOMÉSTICOS E INDUSTRIAIS NA REGIÃO DO CONE SUL DO ESTADO DE RONDÔNIA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elisabete Lourdes do Nascimento em 09/01/2019., Descrição: estes de ecotoxicidade com microalgas são realizados para avaliar a presença de contaminantes que podem comprometer a qualidade da água, e consequentemente a biota aquática. Desta forma, podem contribuir na avaliação dos níveis de poluição em igarapés urbanos. Conforme A CONAMA 357/2005, a qualidade dos ambientes aquáticos pode ser avaliada por indicadores biológicos, utilizando-se de organismos e/ou comunidades aquáticas. A Resolução CONAMA 430/2011 estabelece que o efluente não deverá causar ou possuir potencial para causar efeitos tóxicos aos organismos aquáticos no corpo receptor geralmente, e traz que para como critério, que esse efeito seja constatado em pelo menos dois níveis tróficos, ou seja, em diferentes representantes do ecossistema, com respostas crônicas e agudas. O Objetivo deste projeto de pesquisa é avaliar o potencial tóxico de efluentes oriundos de estação de tratamento de esgoto (ETE) e de frigorífico, sob as microalgas Chlorella sp e Scenedesmus sp.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Luiz Eduardo de Oliveira - Integrante / Amanda Sobrinho Neves - Integrante / Thiago Alves dos Santos - Integrante / Joaquim Pedro Machado de Assis - Integrante / Elisabete Lourdes do Nascimento - Coordenador / Luiza Fernanda Silva Pavanello - Integrante / Caryne Ferreira Ramos - Integrante / Josilena de Jesus Laureano - Integrante / Andreza Pereira Mendonça - Integrante / Beatriz Machado Gomes - Integrante / Wanderley Rodrigues Bastos - Integrante / Ana Lucia Denardin da Rosa - Integrante / Raissa Fonseca Ferreira - Integrante / Clávio Momo Ziemniczak - Integrante.

  • 2017 - 2018

    LIMNOLOGIA E AVALIAÇÃO DE METAIS PESADOS NO RIO TARUMÃ, RESERVA BIOLÓGICA DO JARU (RONDÔNIA)., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elisabete Lourdes do Nascimento em 09/01/2019., Descrição: O monitoramento e a manutenção da qualidade dos corpos d?água é de vital importância devido o seu papel fundamental para o abastecimento dos ecossistemas naturais e artificiais. Neste sentido, pretende-se com o desenvolvimento deste projeto, caracterizar a limnologia do rio Tarumã e outros corpos d? água da Reserva Biológica do Jaru (RO), bem como realizar um diagnóstico das concentrações de mercúrio e metais pesados em amostras de solo e sedimento, haja visto a possibilidade da existência de garimpos clandestinos no entorno da reserva.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Luiz Eduardo de Oliveira - Integrante / Amanda Sobrinho Neves - Integrante / Thiago Alves dos Santos - Integrante / Joaquim Pedro Machado de Assis - Integrante / Elisabete Lourdes do Nascimento - Coordenador / Luiza Fernanda Silva Pavanello - Integrante / Caryne Ferreira Ramos - Integrante / Josilena de Jesus Laureano - Integrante / Andreza Pereira Mendonça - Integrante / Beatriz Machado Gomes - Integrante / Wanderley Rodrigues Bastos - Integrante / Raissa Fonseca Ferreira - Integrante / Clávio Momo Ziemniczak - Integrante / João Paulo de Oliveira Gomes - Integrante / Igor David da Costa - Integrante.

  • 2017 - 2018

    AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE MICROALGAS PARA REMOÇÃO DE NUTRIENTES DE EFLUENTE INDUSTRIAL VISANDO A PRODUÇÃO DE LIPÍDIOS., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elisabete Lourdes do Nascimento em 09/01/2019., Descrição: As atividades industriais ocasionam a geração de grandes volumes de efluentes, no abate de bovinos cerca de 80 a 90% da água consumida é descarregada como efluente líquido, a remoção dos nutrientes das águas residuárias é uma medida importante para preservar a qualidade dos corpos receptores, e a utilização de formas alternativas para o seu tratamento, é de grande interesse. A utilização de microalgas no tratamento de efluentes industriais tem sido apontada como uma solução viável tanto na esfera ambiental quanto econômica, pois elas assimilam os nutrientes incorporando-os à sua biomassa, sendo utilizada ainda como ração animal e para a extração de lipídios que podem ser destinado a produção de biocombustível. A lei n° 13.263/ 2016, trás a obrigatoriedade da adição de biodiesel no óleo diesel, portanto novas fontes de matérias-primas para sua produção tem se mostrado imprescindível. Nesse sentido pretende-se com o desenvolvimento deste projeto avaliar o potencial de remoção de nutrientes de efluentes de frigorifico por microalgas visando à produção de lipídios.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) . , Integrantes: Luiz Eduardo de Oliveira - Integrante / Amanda Sobrinho Neves - Integrante / Thiago Alves dos Santos - Integrante / Joaquim Pedro Machado de Assis - Integrante / Elisabete Lourdes do Nascimento - Coordenador / Luiza Fernanda Silva Pavanello - Integrante / Caryne Ferreira Ramos - Integrante / Josilena de Jesus Laureano - Integrante / Andreza Pereira Mendonça - Integrante / Wanderley Rodrigues Bastos - Integrante / Raissa Fonseca Ferreira - Integrante.

  • 2017 - 2018

    DIAGNÓSTICO AMBIENTAL E MODELAGEM MATEMÁTICA APLICADA A MICROBACIAS URBANAS DO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ (RO): SUBSÍDIOS PARA GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Elisabete Lourdes do Nascimento em 01/10/2018., Descrição: A qualidade da água de uma microbacia pode ser influenciada por diversos fatores, dentre eles, enfatiza-se o uso e ocupação desordenado no qual vem influenciar no aumento dos lançamentos de efluentes não tratados nos cursos d?água, alterando as características naturais, comprometendo suas condições sanitárias. Estudos sobre a capacidade de assimilação em rios também auxiliam a estabelecer os limites máximos de matéria orgânica lançada em seus leitos, superior ao padrão estabelecido em lei, conforme prevê a Resolução CONAMA 430/2011. Os modelos matemáticos de qualidade da água possibilitam simular condições reais, dentro de uma faixa de incertezas, permitindo a apresentação de propostas e alternativas para gerenciamento dos recursos naturais. A pesquisa tem como objetivo realizar um diagnóstico dos igarapés urbanos Dois de Abril e Pintado, do município de Ji-Paraná e modelar os dados de qualidade de água visando avaliação da capacidade de autodepuração segundo a Resolução CONAMA 357/2005 e CONAMA n° 430/11.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (8) . , Integrantes: Luiz Eduardo de Oliveira - Integrante / Amanda Sobrinho Neves - Integrante / Thiago Alves dos Santos - Integrante / Joaquim Pedro Machado de Assis - Integrante / Elisabete Lourdes do Nascimento - Coordenador / Luiza Fernanda Silva Pavanello - Integrante / Caryne Ferreira Ramos - Integrante / Josilena de Jesus Laureano - Integrante / Andreza Pereira Mendonça - Integrante / Beatriz Machado Gomes - Integrante / Marcos Leandro Alves Nunes - Integrante / Wanderley Rodrigues Bastos - Integrante / Ana Lucia Denardin da Rosa - Integrante / Raissa Fonseca Ferreira - Integrante / Robson Alves de Oliveira - Integrante / Clávio Momo Ziemniczak - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

1º LUGAR dos Trabalhos Científicos apresentados no I Simpósio Interdisciplinar das Engenharias de Rondônia - SIER, IPER - INSTITUTO DE PESQUISA E EDUCAÇÃO DE RONDÔNIA.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - 2018

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitor das disciplinas Fenômenos dos Trasportes, Hidráulica e Resistência dos Materiais. Sob orientação do Professor Ms. Alberto Dresch Webler.

  • 2018 - 2018

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Voluntário em Iniciação Científica, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Voluntário em Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sob orientação da Professora Titular Elisabete Lourdes do Nascimento (Departamento de Engenharia Ambiental, Fundação Universidade Federal de Rondônia UNIR, Campus de Ji-Paraná/RO)

  • 2016 - 2018

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Estágio no Laboratório de Limnologia e Microbiologia Ambiental-LABLIM, do Departamento de Engenharia Ambiental-DEA. As atividades realizadas durante o estágio são: coleta de água superficial e subterrânea; coleta de efluente, análises químicas; físicas e microbiológicas da água e efluentes; experimentos de ecotoxicologia aquática; tratamento de dados; produção de relatórios e trabalhos científicos para publicação.

  • 2017 - 2017

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitoria de Resistência dos Materiais e Hidráulica. Sob orientação do Professor Ms. Alberto Dresch Webler.

  • 2016 - 2016

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: PROGRAMA DE MONITORIA, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitor nas disciplinas de Mecânica I e Mecânica II. Sob orientação do Professor Francisco de Assis Pinto Cândido, e da Professora Ms. Vanessa Delfino Kegler.

  • 2015 - 2016

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBEC-Procea, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Sob orientação do Professor Ms. Igor Georgios Fotopoulos, O Projeto de extensão Olericultura Escolar: Educação Ambiental, Sustentabilidade e Cidadania teve por objetivo utilizar as técnicas da engenharia ambiental associadas com as práticas agroecológicas para a implantação de uma horta e um pomar na Escola Estadual de Ensino Fundamental Antônio Bianco e na Escola Municipal de Ensino Fundamental Ulisses Matosinho Peres de Pontes, ambas no município de Ji-Paraná com a participação da comunidade escolar.

  • 2018 - 2018

    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental

    Vínculo: PROGRAMA DE ESTÁGIO, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Estágio na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambienta(SEDAM-RO) sob supervisão do servidor Hermerson J. S. Alvarenga.