Vaneza Rodrigues Vieira

Possui graduação em Ciências Biológicas - Faculdades Integradas Ipiranga (2014) e mestrado em Química medicinal e modelagem molecular pela Universidade Federal do Pará (2017). Atualmente é monitora da Universidade Federal do Pará, professora da Escola Estadual Jose Maria Machado e professora - Colégio Palmira Gabriel. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Humana e Médica

Informações coletadas do Lattes em 22/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Química medicinal e modelagem molecular

2015 - 2017

Universidade Federal do Pará
Título: Atividade citoprotetora e cicatrizante da espécie conocarpus erectus L em lesões gástricas induzidas em ratos wistar adultos.,Ano de Obtenção: 2017
Vanessa jóia de Mello.Bolsista do(a): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa, FAPESPA, Brasil. Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.

Especialização em andamento em Gestão em saude

2014 - Atual

Universidade Federal do Pará

Especialização em microbiologia

2014 - 2015

Faculdades Integradas IPIRANGA
Título: como a leptospirose esta interligada no meio social
Orientador: Dirceu santos

Graduação em Ciências Biológicas

2011 - 2014

Faculdades Integradas IPIRANGA
Título: um estudo sobre a comercialização de animais silvestres na feira livre de Abaetetuba-pa
Orientador: cláudia cristina de sousa de melo

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Pouco, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Mutagenese.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Avaliação e analises toxicológicas.

Grande área: Outros / Área: Bioética.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

IX MCTEA - MOCINN. MICROSCOPIO ALTERNATIVO PARA UTILIZAÇÃO NA AULA DE BIOLOGIA EM ESCOLAS SEM RECURSOS. 2018. (Feira).

IX MCTEA - MOCINN. Gato uma provável vacina contra leptospirose. 2018. (Feira).

IX MCTEA - MOCINN. ATIVIDADE CITOPROTETORA DA ESPECIE CONOCARPUS ERECTUS LINEU EM LESOES GASTRICAS INDUZIDAS EM RATOS WISTAR ADULTOS. 2018. (Feira).

XII SEMANA DA SAUDE DA UFPA - FAZER SAUDE NA AMAZONIA:DESAFIOS E PERSPECTIVAS NAS COMUNIDADES RIBEIRINHAS. AVALIAÇAO DA ATIVIDADE CICATRIZANTE GASTRICA RHIZOPHORA MANGLE L. EM MODELO EXPERIMENTAL UTILIZANDO RATOS WISTARS. 2018. (Congresso).

XXV FEICIMA. SUSTENTABILIDADE ; EM BUSCA DO BEM-ESTAR SOCIAL. 2017. (Feira).

2 feira de ciencias e engenharia do estado do Amapá. Gato: uma provávelvacina contra a leptosprose. 2014. (Feira).

V MCTEA. RECICLAGENS ; ALTERNATIVAS PARA A SUSTENTABILIDADE NO MEIO AMBIENTE. 2014. (Feira).

febrace 2011. 2013. (Feira).

febrace 2011. 2013. (Feira).

febrace 2011. 2013. (Feira).

febrace 2011. 2013. (Feira).

febrace 2011. FORSOL-DESINFECRFIL:UMA ALTERNATIVA DE DESINFECÇAO E FILTRAÇAO DE AGUAS PARA COMUNIDADES DE BAIXA RENDA. 2013. (Feira).

XXII FEICIMA. MICROSCOPIO ALTERNATIVO PARA UTILIZAÇÃO NA AULA DE BIOLOGIA EM ESCOLAS SEM RECURSOS. 2013. (Feira).

femact rio+ 20. Gato: uma provável vacina contra a leptosprose. 2012. (Feira).

XXI FEICIMA. A COMERCIALIZAÇAO DE ANIMAIS SILVESTRES NA FEIRA LIVRE DE ABAETETUBA. 2012. (Feira).

XXI FEICIMA. Como a leptospirose esta interligada no meio social. 2012. (Feira).

FEIRA REGIONAL DE CIENCIAS DEMP/COEM. Gato uma provável vacina contra leptospirose. 2009. (Feira).

XVI FEIRA DE CIENCIAS ESTADUAL. Gato: uma provávelvacina contra a leptosprose. 2009. (Feira).

XVIII Feira de Ciências do Município de Abaetetuba (FEICIMA).. Gato: uma provávelvacina contra a leptosprose. 2009. (Feira).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Nayanne Rodrigues de Sousa

VIEIRA, V. R.; SILVA, A IZAIRA; T, INES. A FORMAÇAO DE ADOLESCENTES ACERCA DA TEMATICA INFECÇAO SEXUALMENTE TRANSMISSIVEL-SIFILIS NO ENSINO MEDIO DE UMA ESCOLA DE ABAETETUBA-PA. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências: Biologia, Física e Química) - Universidade do Estado do Pará.

VIEIRA, V. R.; VIEIRA, L. R.. Avaliador de Trabalho de Feira de Ciências. 2014. Mostra de Ciência e Tecnologia da Escola Açaí.

VIEIRA, V. R.; VIEIRA, L. R.. Avaliador de Trabalho de Feira de Ciências. 2013. Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Educação Matemática e Científica.

VIEIRA, L. R.;VIEIRA, V. R.. Avaliador de Trabalho de Feira de Ciências. 2012. xxl feicima.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Vanessa Joia de Mello

MELLO, V. J.; LEAL, W. G.; SILVA, M. C. F.; MACCHI, B. M.. Atividade Citoprotetora e Cicatrizante da Espécie Conocarpus erectus L em Lesões Gástricas Induzidas em Ratos Wistar Adultos.. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós graduação em Química Medicinal e Modelagem Molecular) - Universidade Federal do Pará.

Vanessa Joia de Mello

MELLO, V. J.; LEAL, W. G.; SILVA, M. C. F.. Atividade citoprotetora e cicatrizante da espécie Conocarpus Erectus L, em lesões gástricas induzidas em ratos albinos Wistar. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós graduação em Química Medicinal e Modelagem Molecular) - Universidade Federal do Pará.

Márcia Cristina Freitas da Silva

MELLO, . V. J.; Gomes-Leal, W;SILVA, MARCIA; MACCHI, B. M.. Atividade Citoprptetora e cicatrizante da espécie Conocarpus erectus em lesoes gástricas induzidas em ratos wistar adultos. 2017. Dissertação (Mestrado em Quimica Medicinal e Modelagem Molecular) - Universidade Federal do Pará.

Márcia Cristina Freitas da Silva

SILVA, M. C. F.; Gomes-Leal, W; MELLO, . V. J.. Atividade citoprotetora e cicatrizante da espécie Conocarpus erectus L em lesões gástricas induzidas em ratos albinos Wistar. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Quimica Medicinal e Modelagem Molecular) - Universidade Federal do Pará.

Barbarella de Matos Macchi

MELLO, V. J.; LEAL, W. G.;MACCHI, B. M.; SILVA, M. C. F.. Atividade citoprotetora e cicatrizante da espécie Conocarpus erectus L em lesões gástricas induzidas em ratos wistar adultos. 2017. Dissertação (Mestrado em Química Medicinal e Modelagem Molecular) - Universidade Federal do Pará.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Vanessa Joia de Mello

Avaliação da atividade cicatrizante e citoprotetora da especie Cornocarpus erectus em lesões induzidas na mucosa gástrica de ratos; 2016; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Química Medicinal e Modelagem Molecular) - UFPA, Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa; Orientador: Vanessa Joia de Mello;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Gato uma provável vacina contra leptospirose, Descrição: O PROJETO VISA PRODUZIR UMA VACINA NA PREVENÇAO DA LEPTOSPIROSE, UMA VEZ QUE, ESTA DOENÇA NAO POSSUI VACINA PARA PREVENIR A MESMA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) . , Integrantes: Vaneza Rodrigues Vieira - Coordenador / luana rodrigues vieira - Integrante / CLELIVALDO SANTOS SILVA - Integrante.

  • 2015 - 2017

    ATIVIDADE CITOPROTETORA E CICATRIZANTE DA ESPECIE CONOCARPUS ERECTUS LINEU EM LESOES GASTRICAS INDUZIDAS EM RATOS WISTAR ADULTOS, Descrição: A pesquisa farmacológica têm se voltado ao conhecimento da medicina popular, a fim de estabelecer as bases científicas dos seus efeitos farmacológicos. Entre as diversas fontes naturais utilizadas em nossa região destaca-se a espécie Conocarpus erectus L, popularmente conhecida como ?mangue botão? pertencente à família Combretaceae. Diferentes partes da planta como folhas, caule, frutos e flores têm descrito sua atividade biológica, dentre estas anticancerígena e antimicrobiana. Relatos etnofarmacológicos obtidos na região de Salinópolis - PA descreveram potencial utilização em desordens digestivas. Apesar do grande avanço na terapêutica medicamentosa utilizada nos quadros de úlceração gástrica se faz importante a realização de estudos que possam comprovar sua validação. Este trabalho tem como objetivo verificar a atividade citoprotetora e cicatrizante do liofilizado do chá das cascas obtido por decocto da espécie Conocarpus erectus L (LCE) em lesões gástricas agudas e crônicas. Como metodologias para avaliação do efeito citoprotetor foram utilizados indução de lesões agudas por indometacina e etanol, enquanto o efeito cicatrizante foi avaliado por lesões crônicas induzidas cirurgicamente por ácido acético em ratos wistar adultos. A variação do pH intragástrico foi aferida pelo ensaio de ligamento de piloro. Foi avaliada atividade antioxidante do LCE pelo ensaio de DPPH, bem como os níveis de peroxidação lipídica pelo método de TBA-RS em lesões crônicas induzida por ácido acético à 5% e 10%. Os resultados revelaram atividade citoprotetora do LCE no modelo de indução por indometacina reduzindo o índice de ulceração (IU) nos grupos tratado com LCE em 51,49%, omeprazol em 51,33% e sucralfato em 71,28% quando comparados ao grupo controle. Já no modelo de indução por etanol o grupo tratado com o LCE reduziu a área lesionada em 90,94% e 75,88% no grupo sucralfato, ambos quando comparados ao grupo controle. Já na atividade cicatrizante o grupo tratado com o LCE reduziu as lesões gástrica (5%) em 80,11%, o grupo omeprazol em 52,75% e o grupo sucralfato em 66,33%, já as lesões gástricas (10%) o grupo tratado LCE reduziu 72,11%, o grupo omeprazol 57,47% e o grupo sucralfato 43,77% (p>0,05 Anova, pos test Dunnett's e Turkey?s). O tratamento com o LCE revelou um aumento de 39% sobre o pH intragástrico quanto comparado ao controle (p>0,05 Anova, pos test Dunnett's e Turkey?s) e não apresentou-se estatisticamente diferente do grupo que recebeu omeprazol no modelo de ligadura de piloro. A atividade antioxidante do LCE foi comprovada no ensaio de DPPH, pois o mesmo foi diluído em 10x, 50x e 100x apresentando um percentual de (67,65 % ± 0,52) , (73,22 % ±0,17) e (72,70% ±1,39), repectivamente, quando comparado ao antioxidante ácido ascórbico (AA) usado como padrão que apresentou 33,74% já a concentração remanescente de DPPH encontrada no AA foi de (92,84 ±1,20) e nas diluições do LCE foram de 10x (53,84 ±0,60), 50x (47,44±0,20) e 100x (48,04±1,60) ambos (p<0,05 Anova, post test Turkey?s). A peroxidação lipídica avaliada nas lesões induzidas no modelo de indução por ácido acético a 5% demonstrou que a média dos níveis de MDA nos grupos nave, controle e tratado LCE foi (0,492±0,0849), (1,579±0,219) e (0,399±0,092), respectivamente, demonstrando que o LCE reduziu a peroxidação lipidica em 74,73% com relação ao grupo controle (p<0,05 Anova, post test Dunnett's) não apresentando-se diferente do grupo nave estatisticamente. Já na indução a 10% a média dos níveis de MDA observado nos grupos nave, controle e tratado LCE foi de 0,628 ± 0,042, 1,567± 0,234 e 0,441±0,12 respectivamente. O grupo tratado LCE reduziu em 71,85 % a peroxidação lipídica quando comparado ao grupo controle (p<0,05 Anova, post test Dunnett's). Estes resultados confirmam o efeito citoprotetor e cicatrizante do LCE sugerindo possíveis mecanismos de ação associados a seu potenci. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Vaneza Rodrigues Vieira - Coordenador / VANESSA JOIA DE MELLO - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

Gato uma provável vacina contra leptospirose, MECTEA E MOCINN.

2018

ATIVIDADE CITOPROTETORA DA ESPECIE CONOCARPUS ERECTUS LINEU EM LESOES GASTRICAS INDUZIDAS EM RATOS WISTAR ADULTOS, MECTEA E MOCINN.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Clube de Ciências de Abaetetuba

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2017 - Atual

Colegio Palmira Gabriel

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 40

2017 - Atual

Escola Estadual José Maria Machado

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 40

2016 - Atual

Universidade Federal do Pará

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: MONITORA, Carga horária: 60

Outras informações:
monitora junto a disciplina de sistema endócrino

2015 - 2017

Universidade Federal do Pará

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: ALUNA, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
ALUNA DE MESTRADO EM QUÍMICA MEDICINAL E MODELAGEM MOLECULAR

2015 - 2015

Universidade Federal do Pará

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: MONITORA, Carga horária: 120

Outras informações:
DESEMPENHOU FUNÇÕES DE MONITORA JUNTO AS DISCIPLINAS DE MOLÉCULAS, CÉLULAS, GÊNESE E NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS.