Sarah Valentina Cruz da Silva

Graduanda em Enfermagem (2019.2) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com interesse nas áreas de saúde mental, saúde coletiva, saúde neonatal , saúde da mulher e morfologia, embriologia, histologia. Bolsistas de Iniciação Científica (PIBIC 2017 - Atual) orientada por Bertha Cruz Enders e pela professora Caroline Evelin K. Vieira. Membro do grupo do grupo de pesquisa Práticas Assistenciais e Epidemiológicas em Saúde e Enfermagem (2017- Atual)

Informações coletadas do Lattes em 06/04/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Enfermagem

2016 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação interrompida em 2016 em Comunicação Social - Jornalismo

2014 - interrompida

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Ano de interrupção: 2016

Ensino Médio (2º grau)

2011 - 2013

Complexo de Ensino Noilde Ramalho

Formação complementar

2019 - 2019

Extensão universitária em OFICINA PARA PROMOÇÃO À CULTURA DE PAZ NA ESCOLA. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2019 - 2019

Caderneta de saúde da pessoa idosa. (Carga horária: 40h). , Universidade Aberta do SUS, UNA-SUS, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação.

Organização de eventos

SILVA, S. V. C. . I Simpósio Norte-Rio Grandense sobre sistematização da assistência de enfermagem. 2018. (Outro).

Participação em eventos

VI Congresso Internacional do Envelhecimento Humano. RELATO DE EXPERIÊNCIA: O PROCESSO DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM CÂNCER SEGUNDO A TEORIA DE OREM. 2019. (Congresso).

CIENTEC- MOSTRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA. DIÁLOGOS E TROCA DE SABERES PARA PREVENÇÃO DA SÍFILIS.. 2018. (Feira).

VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR DA ATENÇÃO PRIMÁRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. 2018. (Congresso).

Simpósio Multidisciplinar sobre Lesões Dermatológicas.EDUCAÇÃO EM SAÚDE AO PACIENTE COM PÉ DIABÉTICO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. 2017. (Simpósio).

Simpósio Multidisciplinar sobre Lesões Dermatológicas,.CUIDADO INTEGRAL A UMA FAMÍLIA COM ÚLCERAS VASCULOGÊNICAS NA ATENÇÃO BÁSICA. 2017. (Simpósio).

I Simpósio em Biologia Estrutural e Funcional. 2016. (Simpósio).

Comissão julgadora das bancas

Glauber Weder dos Santos Silva

KLUCZYNIK, C. E. N.;SILVA, Glauber Weder dos SantosDANTAS, E. S. O.; ARAUJO, A. K. C.. Análise de conceito: ?uso e abuso de substâncias psicoativas por adolescentes?. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Eder Samuel Oliveira Dantas

KLUCZYNIK, C. E. N.;SILVA, G. W. S.; ARAUJO, A. K. C.;DANTAS, Eder Samuel Oliveira. Análise de conceito: ?Uso e abuso de substâncias psicoativas por adolescentes?. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Foi orientado por

Naisandra Bezerra da Silva Farias

Efeitos morfológicos da Radiofrequência na Derme de Ratos Wistar; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Naisandra Bezerra da Silva Farias;

CAROLINE EVELIN NASCIMENTO KLUCZYNIK

Análise do conceito Uso e Abuso de substâncias psicoativas por adolescentes; Início: 2020; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; (Orientador);

CAROLINE EVELIN NASCIMENTO KLUCZYNIK

ANÁLISE DE CONCEITO: ?USO E ABUSO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS POR ADOLESCENTES; 2021; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Caroline Evelin Nascimento Kluczynik;

Bertha Cruz Enders

Ações de acompanhamento do paciente pós-angioplastia relacionadas ao auto manejo da condição de saúde; ; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Cnpq; Orientador: Bertha Cruz Enders;

Bertha Cruz Enders

Ações de enfermagem em reabilitação com crianças e adultos no atenção primaria em saúde: uma revisão integrativa; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Cnpq; Orientador: Bertha Cruz Enders;

Bertha Cruz Enders

Percepções dos enfermeiros que atuam na atenção básica sobre a consulta de enfermagem ao paciente com Tuberculose; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Bertha Cruz Enders;

Produções bibliográficas

  • SILVA, S. V. C. ; SOUZA, V. A. ; SANTOS, P. F. B. B. . Assistência de Enfermagem a Idoso com desnutrição grave por estenose esofágica baseado na teoria de Wanda Horta: Um relato de Experiência. In: Congresso Internacional do Envelhecimento Humano, 2019, Campina Grande. Anais VI CIEH, 2019. v. 1.

  • SILVA, S. V. C. ; SOUZA, V. A. ; HOLANDA, G. O. M. ; VIEIRA, C. E. N. K. . RELATO DE EXPERIÊNCIA: O PROCESSO DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM CÂNCER SEGUNDO A TEORIA DE OREM. In: Congresso Internacional do Envelhecimento Humano, 2019, Campina Grande. Anais VI CIEH, 2019. v. 1.

  • HOLANDA, G. O. M. ; BARRA, I. P. ; PINHEIRO, M. A. R. ; SILVA, S. V. C. ; MENDONCA, A. E. O. . PROCESSO DE ENFERMAGEM NO CUIDADO AO IDOSO EM CUIDADOS PALIATIVOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: Congresso Internacional do Envelhecimento Humano, 2019, Campina Grande. Anais VI CIEH, 2019. v. 1.

  • SILVA, S. V. C. . ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO A SAÚDE DO IDOSO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: VIII- CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2018, NATAL. ANAIS - SAÚDE, 2018. v. II.

  • SILVA, S. V. C. ; BARRA, I. P. ; MONTEIRO, R. A. ; MENDONCA, A. E. O. ; ENDERS, B. C. ; HOLANDA, G. O. M. ; CARVALHO, G. A. F. L. . PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR DA ATENÇÃO PRIMÁRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: VIII - CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2018, NATAL. ANAIS - SAÚDE, 2018. v. II.

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2019

    PVD14820-2017 - CONHECENDO O CUIDADO DA FAMÍLIA À CRIANÇA COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS, Descrição: A Síndrome Congênita pelo Zika vírus é relativamente recente no contexto Brasileiro. Constitui-se de anomalias congênitas associadas à infecção pelo vírus Zika durante a gravidez que causam, no feto, calcificações intracranianas, anomalias cerebrais graves, anomalias oculares, e uma ampla gama de anormalidades neurológicas, além da microcefalia. O Zica Virus, descoberto em paises distantes do Brasil na década de 1950, especificamente em ilhas da Polinesia, chega ao Brasil em meados da decada de 2010, com diversos casos observados de crianças nascidas de mães infectadas pelo virus. Disseminou-se rapidamente no Brasil com 2366 casos de microfelia que apresentavam ainda, multiplas alterações do Sistema Nervoso Central Nervoso. Isso levou a uma denominação mais abrangente do fenomeno e a sua denominação de Sindrome Congenita de Zika Virus. Na ausência de tratamento específico para o Sindrome, o Ministéiro da Saúde recomenda que a assistência deve ser voltada para o desenvolvimento da criança de acordo com suas complicações, sejam elas neurológicas e/ou motoras. Essa assistência envolve a exposição da criança aos estímulos precoce, desde o nascimento até os três anos de idade, período em que o desenvolvimento do cérebro ocorre mais rapidamente maximizar o potencial de crescimento físico e a maturação neurológica, comportamental, cognitiva, afetiva e social do bebê. Assim, entende-se que a inserção do enfermeiro nesse contexto assistencial, requer a implementação de ações de cuidado, apoio psicológico à família, orientação, promoção da saúde, e de reabilitação. Tanto no atendimento à mãe e família ao vivenciar o processo grávidico-puerperal no contexto da atenção básica, quanto no âmbito hospitalar no parto e pós-parto, o enfermeiro desenvolve um papel fundamental na assistência. Recomenda-se especial atenção em toda instância, no sentido de realizar o exame neurológico da criança com vigilância para a ocorrência de deformidades do crânio, fechamento precoce de fontanelas, reatividade, choro, tônus muscular, movimentos e reflexo de moro, sucção e busca, preensão palmar e plantar para acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança e identificação de possíveis malformações congênitas. Já esse tipo de pratica de enfermagem com crianças diagnosticadas com o Sindrom ainda não tem sido bem definida na literatura nem tampouco pelos enfermeiros da Atenção Primária em Saúde. Acredita-se que isso se deva à pouca vivência destes com o fenômeno da criança com o Sindrome , haja vista o seu surgimento nos últimos três anos no Brasil. No entanto, o enfermeiro da Estratégia Saúde da Familia e sua responsabilidade para com a população adscrita bem como o enfermeiro que atende à mae e filho no hospital durante hospitalização para o nascimento do bebê, precisam de um direcionamento teórico para assistir a criança e sua família de forma integral e científica. Entende-se portanto, que essas indicações devam fazer parte de uma prática de enfermagem científica que atenda as necessidades dos receptores dos cuidados e que possa ser delineada através do conhecimento da realidade vivida pela familia ao cuidar da criança com Sindrome Congenita de Zika Virus. Assim sendo, esse estudo se propõe a desenvolver uma proposta teórica enfermagem de médio alcance que venha explicar e orientar a assistência de enfermagem à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus. O estudo se justifica pelo suporte que as teorias exercem sobre o cuidado da enfermagem em qualquer circunstância assistencial. As teorias de enfermagem distinguem a prática de enfermagem das outras profissões, por esclarecer a enfermagem e a finalidade da sua prática. Dessa forma, torna-se imperativo construir uma teoria de cuidado à Criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus, para que os conceitos possam ser amplamente utilizados pelas disciplinas da saúde, bem como da enfermagem.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sarah Valentina Cruz da Silva - Coordenador / Bertha Cruz Enders - Integrante / Gracimary Alves Texeira - Integrante / Dândara Naiara Azevedo Dantas - Integrante / Aylla Nauana da Silva - Integrante.

  • 2017 - Atual

    PVD14460-2017 - VALIDAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA A CONSULTA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM TUBERCULOSE NA ATENÇÃO BÁSICA, Descrição: Objetivos Os objetivos propostos para o aluno IC nesta pesquisa são os seguintes: GeraL: Identificar as percepções dos enfermeiros que atuam na consulta de enfermagem ao paciente com Tuberculose sobre a realização dessa atividade na sua prática. Especificos: 1. Descrever as ações da consulta de enfermagem ao paciente com TB realizada pelos enfermeiros da atenção básica 2. Identificar as experiências dos enfermeiros de atenção básica que atuam na consulta ao paciente com Tuberculose. 3. Verificar as percepções dos enfermeiros sobre a consulta de enfermagem com embasamento no Processo de Enfermagem ao paciente com TB. Metodologia O Projeto de base utilizará uma metodologia qualitativa de pesquisa-ação ( THOLLIENT; COLETTE, 2014). O estudo que o aluno desenvolverá será exploratório descritivo e está relacionado à 1ª fase do Projeto global ? diagnostico das necessidades de conhecimento dos enfermeiros para o manejo do Processo de Enfermagem na Consulta de Enfermagem ao paciente com Tuberculose. O desenvolvimento do aluno no processo de pesquisa parte das seguintes considerações: ? Os participantes serão os enfermeiros que atuam na consulta de enfermagem ao paciente com Tuberculose nas unidades básicas de saúde do Municipio de Parnamirim, RN, que se voluntariem a participar. Espera-se que dos 80 enfermeiros que constituem a população, 20 concordem em participar após de convite formal da equipe. ? Obtida a aprovação da Comissão de Pesquisa, os dados serão coletados por meio de entrevistas de grupo focal. Formaram-se-ão grupos de 8 a 12 enfermeiros, conforme anuência dos serviços. A entrevista utilizará um roteiro para coleta de dados e será conduzido por três dos pesquisadores. As entrevistas grupais serão gravadas e posteriormente transcritas e submetidas a analise de conteúdo segundo Bardin (1977). Os temas identificados para cada objetivo do plano, com a finalidade de identificar a visão destes enfermeiros acerca da consulta que realizam em serviço. ? O aluno IC deverá participar de todas atividades na condução desta fase do Projeto, desde o contato com a instituição para convite dos enfermeiros até a elaboração do relatório desta fase, momento no qual deverá elaborar o seu relatório. A sua participação nas outras fases do Projeto global será conforme disponibilidade das atividades acadêmicas. ? Além da realização do estudo, o aluno participará das atividades do grupo de pesquisa que realizará reuniões semanais para discutir o andamento do Projeto global aqui referido, bem como dos outros estudos realizados pelo grupo. Espera-se que esse envolvimento no grupo, estimule, no aluno IC o interesse na continuação com as atividades de pesquisa durante a sua vida acadêmica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sarah Valentina Cruz da Silva - Coordenador / Bertha Cruz Enders - Integrante / Déborah Raquel Carvalho de Oliveira - Integrante.

Histórico profissional

Experiência profissional

2017 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2017 - Atual

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Membro de Grupo de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Membro de Grupo de Pesquisa

Outras informações:
Membro do grupo de pesquisa "Práticas Assistenciais e Epidemiológicas em Enfermagem" (PAESE). Atua nas áreas de saúde da criança e adolescente, saúde coletiva e obesidade.