Maria Clara de Araújo Rodrigues Pereira

Mestranda em Filosofia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), integrando a linha de pesquisa em Ética e Filosofia Política Contemporânea, Bacharela em Direito pela Universidade Federal de Rondônia - UNIR, atua como Técnica em Políticas Públicas e Gestão Governamental na Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado de Rondônia (SEPOG/RO), tendo sido Agente em Atividades Administrativas da Secretaria de Estado de Saúde de Rondônia (SESAU/RO), bem como estagiária na área de Direito na Defensoria Pública da União em Rondônia e no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, tendo experiência na área de Direito, Ética e Filosofia Política Contemporânea. Fez parte da Gestão 2015 do Centro Acadêmico de Direito 05 de Outubro, da Universidade Federal de Rondônia - UNIR, desempenhando a função de Presidente.

Informações coletadas do Lattes em 22/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Mestrado Acadêmico em Filosofia - PPGFIL

2019 - Atual

Universidade Federal de Rondônia
Orientador:Christian Otto Muniz Nienov.Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.

Graduação em Direito

2014 - 2019

Universidade Federal de Rondônia
Título: Extinção da memória virtual: sua efetividade jurídica diante da superexposição midiática de celebridades
Orientador: Jovanir Lopes Dettoni

Graduação interrompida em 2013 em Filosofia

2012 - Atual

Faculdade Católica de Rondônia
Ano de interrupção: 2013

Ensino Médio (2º grau)

2006 - 2008

Centro de Ensino Classe A

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Francês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Alemão

Compreende Pouco, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público.

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Thais Bernardes Maganhini

MAGANHINI, Thais B.; SILVA, L. L. B.; DETTONI, J. L.. Extinção de memória virtual: sua efetividade jurídica diante da superexposição midiática a celebridades. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal de Rondônia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Jovanir Lopes Dettoni

Monitoria em Metodologia da Pesquisa em Direito; 2016; Orientação de outra natureza; (Direito) - Universidade Federal de Rondônia; Orientador: Jovanir Lopes Dettoni;

Christian Otto Muniz Nienov

A ética da vigilância e da comercialização do comportamento humano na internet: o capitalismo de vigilância e a (im)possibilidade de um futuro previsível e seguro na web; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Rondônia; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    A ética da vigilância e da comercialização do comportamento humano na internet: o capitalismo de vigilância e a (im)possibilidade de um futuro previsível e seguro na web, Descrição: A utilização dos recursos da internet, na atualidade, é perpassada por diversas formas de vigilância, notadamente quanto aos dados fornecidos pelo usuário durante a atividade de navegação, que podem ser comercializados enquanto informação crua ou tratados por meio de tecnologias que possibilitem a realização de predição de comportamento para diversos fins. Trata-se, no entanto, de forma de vigilância cuja manifestação se desenvolve de forma passiva, submetendo o usuário a contextos em que este fornece seus próprios dados em suposto ato de vontade, explorando sua própria privacidade. No que se refere à vontade, esta se dá de maneira meramente nominal, tendo em vista a impossibilidade de consentimento no fornecimento de dados, em virtude do desconhecimento dos meios tecnológicos aos quais se destina seu uso. Nesta relação entre usuário e tecnologias de manipulação de dados e predição de comportamento, ocorre um distanciamento moral gerado pelos meios técnicos, processo em que o indivíduo humano que se configura enquanto objeto da relação moral desaparece, sendo substituído pela figura de uma mera fonte de dados comercializáveis. Nesse sentido, busca-se a compreensão dos parâmetros trazidos pela ética da informação à vigilância de dados e à sua comercialização.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Maria Clara de Araújo Rodrigues Pereira - Integrante / Christian Otto Muniz Nienov - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

Elogio Formal por meio da Portaria n. 31, 9 de janeiro de 2017 (DOeTCE-RO ? n 1311 ano VII), Tribunal de Contas do Estado de Rondônia.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2019 - Atual

    Universidade Federal de Rondônia

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2018 - Atual

    Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Téc. em Pol. Públicas e Gestão Governamental, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Nos termos da Lei Complementar n 868/2016, o cargo de Técnico em Políticas Públicas e Gestão Governamental possui a seguinte descrição de atividades e atribuições: "dar suporte técnico nos projetos e ações, manutenção dos processos administrativos, acompanhamento dos processos de automação de rotinas, exercer as atividades voltadas para a estrutura e funcionamento das organizações públicas, gestão de pessoas e de logística; assessoramento em estudo, pesquisa, análise e interpretação da legislação de licitações e contratos administrativos, de pessoal e encargos sociais, elaboração, execução, acompanhamento e controle da política de aquisições e suprimentos de material e patrimônio dos órgãos e entidades da administração pública estadual; execução das políticas voltadas para as atividades de logística de serviços e atividades gerais nas áreas de transporte, manutenção predial e de equipamentos, comunicação administrativa; gestão de convênios e contratos governamentais, incluindo a elaboração, o monitoramento e a prestação de contas; desempenho de outras atividades correlatas."

  • 2017 - 2018

    Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Agente em Atividades Administrativas, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Ocupante do cargo de Agente em Atividades Administrativas da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia (SESAU-RO), com lotação do setor de Hemodinâmica do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, local em que auxilia na gestão administrativa do setor.

  • 2016 - 2017

    Tribunal de Contas do Estado de Rondônia

    Vínculo: Estágio Remunerado, Enquadramento Funcional: Estagiária de Direito, Carga horária: 30

    Outras informações:
    Estágio na área de Direito no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, com lotação na Divisão de Inativos e Pensionistas Civil - DIVINPCIVIL, procedendo à análise técnica de processos administrativos de Aposentadorias e Pensões do Regime Previdenciário Próprio do Estado de Rondônia e seus Municípios.

  • 2014 - 2016

    Defensoria Pública da União em Rondônia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20

  • 2015 - 2015

    Centro Acadêmico 05 de Outubro

    Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Presidente

    Outras informações:
    Membro do Centro Acadêmico 05 de Outubro, entidade responsável pela representação discente do curso de Bacharelado em Direito da Universidade Federal de Rondônia.