Carolina dos Santos Bermann

Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas, atuando como residente na área de Patologia Animal pelo Programa de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde na UFPel.

Informações coletadas do Lattes em 19/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização - Residência médica em andamento

2017 - Atual

Universidade Federal de Pelotas
Residência médica em: Patologia AnimalNúmero do registro: . Bolsista do(a): Ministério da Educação, MEC, Brasil. Grande área: Ciências Agrárias

Graduação em Medicina Veterinária

2012 - 2016

Universidade Federal de Pelotas

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2011

Colégio Gonzaga

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Introdução à Virologia e Práticas em Imunodiagnostico. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2016 - 2016

Anatomia Comparada de Animais de Laboratório. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2015 - 2015

Extensão universitária em I Ciclo de Palestras Zoonoses em Foco. (Carga horária: 3h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2015 - 2015

Minicurso de Bioterismo e Experimentação Animal. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2014 - 2014

Curso Cinotécnico. (Carga horária: 6h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2014 - 2014

1º Minicurso de Atualização em Cardiologia e Nefro. (Carga horária: 9h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Ana Raquel Mano Meinerz

MEINERZ, A.R.M.. Estágio Curricular Supervisionado.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Cristina Gevehr Fernandes

GRECCO, FABIANE B.; FERNANDES C G; SILVA-MARIANO, LUÍSA CERQUEIRA. Diagnóstico de situação- Enfermidades respiratórias com potencial zoonótico em cães e gatos. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Residência em Área Profissional da Saúde - Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Marlete Brum Cleff

Cleff, M.B.MEINERZ, A. R. M.NOBRE, M. O.. Estagio Curricular Supervisionado. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

João Luiz Zani

Aspectos culturais da produção, saúde pública e qualidade do leite de pequenas propriedades na zona sul do Rio Grande do Sul; 2014; Orientação de outra natureza; (Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Pelotas; Orientador: Joao Luíz Zani;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BERMANN, C. S. ; VENANCIO, F. R. ; BRUNNER, C. B. ; ARANTES, E. M. J. ; SCHEID, H. V. ; BONEL, J. . SURTO DE INTOXICAÇÃO POR Xanthium sp. EM SANTA VITÓRIA DO PALMAR, RS ? Relato de Caso. In: Semana Integrada UFPel, 2018, Pelotas. XX Encontro de Pós-Graduação, 2018.

  • VENANCIO, F. R. ; ALBERTI, T. S. ; BRUNNER, C. B. ; BERMANN, C. S. ; ANJOS, N. K. ; RAFFI, M. B. . ABORTO EM BOVINOS POR NEOSPORA SP. In: Semana Integrada UFPel, 2018, Pelotas. XX Encontro de Pós-Graduação, 2018.

  • BRUNNER, C. B. ; VENANCIO, F. R. ; BERMANN, C. S. ; VIEIRA, F. C. ; COZZA-SANTOS, T. ; RAFFI, M. B. . CARCINOMA DE PRÓSTATA COM MÚLTIPLAS METÁSTASE EM CANINO ? RELATO DE CASO. In: Semana Integrada UFPel, 2018, Pelotas. XX Encontro de Pós-Graduação, 2018.

  • BERMANN, C. S. ; SAPIN, C. F. ; SILVA, L. M. C. ; VALLE, B. D. S. ; BERSELLI, M. ; GRECCO, F. B. . ETIOPATOGENIAS DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EM CÃES E GATOS. In: Semana Integrada UFPel, 2017, Pelotas. XX Encontro de Pós-Graduação, 2017.

  • STUMM, G. K. F. ; ALBERTI, T. S. ; BERMANN, C. S. ; QUEVEDO, L. S. ; ZIELKE, M. ; BONEL, J. . DIOCTOPHYMA RENALE EM FELINO ? RELATO DE CASO. In: Semana Integrada UFPel, 2017, Pelotas. XXVI Congresso de Iniciação Científica, 2018.

  • OLIVEIRA, M. C. ; CAPELLA, S. O. ; PINEIRO, M. B. C. ; BERMANN, C. S. ; NOBRE, M. O. . Saúde oral em pequenos animais: levando a informação à comunidade. In: Semana Integrada UFPel, 2016, Pelotas. III Congresso de Extensão e Cultura, 2016.

  • BERMANN, C. S. ; GARCIA, C. A. S. C. ; MAIER, J. C. ; RODRIGUES, F. L. ; SILVA, C. B. ; MILAN, M. R. D. . CONSUMO DE CARNE DE FRANGO ENTRE ALUNOS DO CAMPUS CAPÃO DO LEÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. In: XXIV Congresso de Iniciação Científica, 2015, Pelotas. Semana Integrada UFPel, 2015.

  • SALAME, J. P. ; BERMANN, C. S. ; MILAN, M. R. D. ; NOBRE, M. O. ; CAPELLA, S. O. ; KRUG, F. D. M. . Relato de Caso: Hemangioma auricular em Cão. In: II Congresso de Extensão e Cultura UFPel, 2015, Pelotas. Semana Integrada UFPel, 2015.

  • RODRIGUES, F. L. ; BERMANN, C. S. ; LIMA, A. M. ; SILVA, A. F. C. ; FONSECA, P. D. P. ; NOBRE, M. O. . IMPORTÂNCIA DO CORRETO ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO DE CANINOS COM ODONTOPATIAS. In: I Congresso de Ensino de Graduação, 2015. Semana Integrada UFPel, 2015.

  • BERMANN, C. S. ; NOBRE, M. O. ; SALAME, J. P. ; RODRIGUES, F. L. ; KRUG, F. D. M. ; FONSECA, P. D. P. . IMPORTÂNCIA DOS EXAMES COMPLEMENTARES NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE DERMATOPATIAS COM ENFOQUE EM DEMODICOSE. In: I Congresso de Ensino de Graduação, 2015. Semana Integrada UFPel, 2015.

  • BERMANN, C. S. ; HUGEN, G. F. G. P. ; SALAME, J. P. ; GRECCO, F. B. . LEVANTAMENTO DE AFECÇÕES RESPIRATÓRIAS EM PEQUENOS ANIMAIS NO SETOR DE PATOLOGIA ANIMAL: RESULTADOS PRELIMINARES. In: Mostra da Produção Universitária, 2017, Rio Grande. Encontro de Pós-Graduação, 2017.

  • BERMANN, C. S. ; VENANCIO, F. R. ; BRUNNER, C. B. ; ARANTES, E. M. J. ; SCHEID, H. V. ; BONEL, J. . SURTO DE INTOXICAÇÃO POR Xanthium sp. EM SANTA VITÓRIA DO PALMAR, RS ? Relato de Caso. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BERMANN, C. S. ; SAPIN, C. F. ; SILVA, L. M. C. ; VALLE, B. D. S. ; BERSELLI, M. ; GRECCO, F. B. . ETIOPATOGENIAS DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EM CÃES E GATOS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BERMANN, C. S. ; GARCIA, C. A. S. C. ; RODRIGUES, F. L. ; SILVA, C. B. ; MILAN, M. R. D. ; MAIER, J. C. . CONSUMO DE CARNE DE FRANGO ENTRE ALUNOS DO CAMPUS CAPÃO DO LEÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • BERMANN, C. S. ; SALAME, J. P. ; RODRIGUES, F. L. ; KRUG, F. D. M. ; FONSECA, P. D. P. ; NOBRE, M. O. . IMPORTÂNCIA DOS EXAMES COMPLEMENTARES NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE DERMATOPATIAS COM ENFOQUE EM DEMODICOSE. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    Avaliação toxicológica do extrato vegetal LCEO302, Descrição: A vasta flora brasileira estimula o interesse científico sobre o potencial de extratos oriundos de plantas culturalmente conhecidas como medicinais. Contudo a ideia difundida de que fitoterápicos são naturais e não causam danos à saúde resulta em uma falta de estudos toxicológicos em plantas medicinais. Essa análise independe dos resultados farmacológicos e é imprescindível para o uso seguro dos extratos vegetais que se conheça as informações toxicológicas de cada fitoterápico. Neste contexto, o extrato vegetal LCEO 302 é descrito pelo nosso grupo de pesquisa como alternativa promissora aos tratamentos farmacológicos tradicionais. Assim, seguindo as recomendações da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, propõe-se determinar os possíveis efeitos adversos do extrato vegetal LCEO 302, através de ensaios toxicológicos de curta e longa duração, além de ensaio de sensibilidade ocular. Permitindo assim o desenvolvimento de um produto fitoterápico aplicável na rotina clínica veterinária.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2016 - Atual

    Ensaio clínico da atividade cicatricial de extrato vegetal para o tratamento de lesões cutâneas em pequenos animais, Descrição: O presente projeto tem como objetivo avaliar a ação cicatrizante de um produto experimental a base de extratos vegetal. Serão acompanhados casos de lesões cutâneas abertas em pequenos animais atendidos no hospital de clínicas veterinárias ? UFPel. Os animais receberão o atendimento básico necessário, como anamnese, exame clínico geral e exames complementares, para cada caso. Estabelecendo as diretrizes do tratamento geral de cada caso, os pacientes receberão quando necessário tratamento anti-inflamatório e de analgesia. As lesões cutâneas serão limpas com solução fisiológica. Os animais serão divididos em quatro grupos dos respectivos tratamento, produto cicatrizante amplamente utilizado na rotina veterinária, produto a base do extrato vegetal LCEO302 e produto a base de LCEO 302 e LCEA 201 com e sem conservantes. Logo se dará início ao tratamento com aplicação diária do tratamento proposto, de forma que cubra toda a superfície da lesão e confecção de curativo. Serão realizadas avaliações clínicas quanto a presença/ausência de exsudato, crosta e epitelização. O processo cicatricial também será classificado em normotrófico ou hipertrófico após a completa epitelização. Além disso será efetuado registro fotográfico das lesões para determinar a área da lesão em mm2. Estás avaliações serão executadas duas vezes por semana, até a total reepitelização do tecido cutâneo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

  • 2014 - 2016

    Aspectos culturais da produção, saúde pública e qualidade do leite de pequenas propriedades na zona sul do Rio Grande do Sul, Descrição: O sistema agroindustrial do leite, devido a sua relevante importância social e econômica deve ser tratado com atenção pelos governos e autoridades públicas. Esse modelo de produção, utilizando mão de obra familiar em pequenas propriedades, tem importância social pela manutenção da população no campo, sendo responsável por boa parte da produção de leite. A preocupação com a qualidade do leite é crescente, e são necessários estudos em todas as áreas envolvidas na sua produção, visando a contribuição ao planejamento de políticas públicas e linhas de atuação de assistência técnica pública e privada. Dados do IBGE (2012) revelam que 31% do leite consumido no Brasil é proveniente do mercado informal, sem nenhum tipo de inspeção, e a transmissão de patógenos e toxinas via leite e produtos lácteos representa um risco à saúde do consumidor. A saúde do produtor rural e a influência desta sobre a produção de leite também é um fator a ser investigado, uma vez que alguns microorganismos podem ser transmitidos pelo leite ou mesmo interferir na qualidade deste, principalmente nos casos de comercialização de leite cru diretamente ao consumidor final. O status de saúde do produtor também tem influência sobre a produção e a produtividade, considerando que um produtor saudável trabalha com mais eficiência. A mastite é uma inflamação da glândula mamária das vacas causada principalmente por bactérias patogênicas que podem acometer o homem. Ribeiro et al. (2003) e Picoli et al. (2009) estimaram uma prevalência de mastite subclínica na região de Pelotas de 37,69% e 37,4% respectivamente, indicando que os índices da enfermidade nesta região têm se mantido nos últimos anos. É necessária a caracterização dos micro-organismos mais prevalentes, causadores de mastite na região, sua relação com os tipos de produção, com a saúde do pequenos agricultores, com a produtividade e com a qualidade do leite produzido.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2015 - Atual

    Universidade Federal de Pelotas

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário extra curricular, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Participante do Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão em Clínica de Pequenos animais- ClinPet, totalizando 200 horas.

  • 2015 - 2015

    Universidade Federal de Pelotas

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Participante, Carga horária: 1

    Outras informações:
    Colaborador no Grupo de Estudos de Animais de Companhia - GEPET.

  • 2012 - 2012

    Universidade Federal de Pelotas

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 6

    Outras informações:
    Estágio extra curricular na área de Clínica de pequenos animais, no Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal de Pelotas (HCV- UFPel), totalizando 180 horas.

  • 2016 - 2016

    Clinivet Hospital Veterinário

    Vínculo: Estagiário curricular, Enquadramento Funcional: Estagiário curricular, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Cumpriu estágio curricular obrigatório, totalizando 341 horas no local.