Marcos Vinícius Loregian

Engenheiro Agrônomo graduado pela Universidade Federal de Santa Maria (2018). Mestrando do Programa de Pós-graduação em Agronomia da Universidade Federal de Santa Maria e bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), atuando na linha de pesquisa: Desenvolvimento, avaliação e multiplicação de genótipos superiores, pertencente ao Departamento de Fitotecnia (UFSM).

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Agronomia

2018 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria
Orientador:Alberto Cargnelutti Filho.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Graduação em Agronomia

2013 - 2018

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Desempenho Produtivo do Trigo em Função da Densidade de Semeadura e Lâminas de Irrigação Suplementar
Orientador: Marcia Xavier Peiter

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

Escola Estadual Técnica Agrícola Desidério Finamor

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Mudanças Climáticas: solos e agricultura. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2010 - 2010

Manejo da Cultura do Milho no Plantio Direto. (Carga horária: 16h). , Escola Estadual Técnica Agrícola Desidério Finamor, E.E.T.A.D.F, Brasil.

2010 - 2010

Manejo da Cultura do Milho no Plantio Direto. (Carga horária: 16h). , Escola Estadual Técnica Agrícola Desidério Finamor, E.E.T.A.D.F, Brasil.

2009 - 2010

Curso de Informática Iniciante. (Carga horária: 160h). , INFOBRASIL - ESCOLA DE INFORMÁTICA, INFOBRASIL, Brasil.

2009 - 2009

Administração Rural - Nível Médio. (Carga horária: 24h). , Escola Estadual Técnica Agrícola Desidério Finamor, E.E.T.A.D.F, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Engenharia Agrícola.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

29ª Jornada Acadêmica da Universidade Federal de Santa Maria.BOMBAS HIDRÁULICAS USADAS NAS LAVOURAS DE ARROZ IRRIGADO NA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL. 2014. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Bruna Dalcin Pimenta

PEITER, M. X.PIMENTA, B. D.MEZZOMO, W.. Estágio Curricular Supervisionado em Agronomia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Jardel Henrique Kirchner

PEITER, M. X.KIRCHNER, J. H.BEN, L. H. B.. Desempenho produtivo do trigo em função da densidade de semeadura e lâminas de irrigação suplementar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Luis Humberto Bahu Ben

ROBAINA, A. D.BEN, L. H. B.; KIRCHNER, J. H.. Desempenho produtivo do Trigo em função da densidade de semeadura e lâminas de irrigação suplementar. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Marcos Toebe

CARGNELUTTI FILHO, A; BOLIGON, A. A.;TOEBE, M. Modelos de crescimento para cultivares de trigo mourisco em épocas de semeadura. 2020. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alberto Cargnelutti Filho

Modelos de crescimento para cultivares de trigo mourisco em épocas de semeadura; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Marcia Xavier Peiter

Desempenho produtivo do trigo em função da densidade de semeadura e lâminas de irrigação suplementar; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Marcia Xavier Peiter;

Marcia Xavier Peiter

Produção de etanol e comportamento da cana de açúcar em função de diferentes níveis de irrigação; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Marcia Xavier Peiter;

ADROALDO DIAS ROBAINA

Avaliação de sistemas de drenagem como alternativa para cultivo de soja em terras baixas; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Adroaldo Dias Robaina;

Alencar Junior Zanon

MODELOS DE CRESCIMENTO PARA CULTIVARES DE TRIGO MOURISCO EM ÉPOCAS DE SEMEADURA; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

Marcos Toebe

Modelos de crescimento para cultivares de trigo mourisco em épocas de semeadura; 2020; Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Marcos Toebe;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LOREGIAN, M. V. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; PEREIRA, A. C. ; BEN, L. H. B. ; KIRCHNER, J. H. ; MEZZOMO, W. ; PIMENTA, B. D. . Desempenho produtivo do trigo em função da densidade de semeadura e lâminas de irrigação suplementar. Revista de Ciências Agronômicas , v. 28, p. 299-315, 2019.

  • PIMENTA, B. D. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; PEREIRA, A. C. ; RODRIGUES, S. A. ; LOREGIAN, M. V. . Desempenho e precisão de equações explícitas do coeficiente de perda de carga em regime de fluxo turbulento.. Revista brasileira de agricultura irrigada , v. 12, p. 2443-2453, 2018.

  • TORRES, R. R. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; BEN, L. H. B. ; BRUNING, J. ; KIRCHNER, J. H. ; MEZZOMO, W. ; PEREIRA, A. C. ; LOREGIAN, M. V. ; ROSSO, R. B. ; BUSKE, T. C. ; PEREIRA, T. S. . Além do equipamento. Revista Cultivar Máquinas , v. XV, p. 36-37, 2017.

  • PEREIRA, A. C. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; LOREGIAN, M. V. ; PIMENTA, B. D. ; KIRCHNER, J. H. ; BEN, L. H. B. ; BRUNING, J. ; MEZZOMO, W. ; TORRES, R. R. . Pressão em Campo. Cultivar Máquinas , v. XIV, p. 19-21, 2017.

  • KIRCHNER, J. H. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; MEZZOMO, W. ; TORRES, R. R. ; GIRARDI, L. B. ; PIMENTA, B. D. ; ROSSO, R. B. ; PEREIRA, A. C. ; LOREGIAN, M. V. . Variation of leaf area index of the forage sorghum under different irrigation depths in dynamic of cuts. African Journal of Agricultural Research , v. 12, p. 111-124, 2017.

  • BOSCAINI, R. ; RODRIGUES, P. E. C. ; BRUNING, J. ; PEITER, M. X. ; ROBAINA, A. D. ; LOREGIAN, M. V. ; PEREIRA, A. C. ; GOLLO, E. A. ; PIROLI, J. D. ; RODRIGUES, S. A. ; PIMENTA, B. D. ; MEZZOMO, W. . Fluxo contínuo. Revista Cultivar Máquinas , v. XV, p. 42-45, 2017.

  • PIMENTA, B. D. ; ROBAINA, A. D. ; PEITER, M. X. ; BRUNING, J. ; RODRIGUES, S. A. ; GIRARDI, L. B. ; LOREGIAN, M. V. ; RODRIGUES, P. E. C. ; KAYSER, L. P. ; FLORES, Y. R. . ANÁLISE DE EQUAÇÕES DO COEFICIENTE DE PERDA DE CARGA EM TUBULAÇÃO COM ÁGUA.. REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO , v. 4, p. 376-388, 2017.

  • HELENA, MARIA CAMILO DE MORAES NOGUEIRA ; MARCIA, XAVIER PEITER ; ADROALDO, DIAS ROBAINA ; RICHARD, ALBERTO RODR IACUTE GUEZ PADR ; CICERO, URBANETTO NOGUEIRA ; MARCOS, VINICIUS LOREGIAN . Irrigation depths in sugarcane crop with drip irrigation system. AFRICAN JOURNAL OF AGRICULTURAL RESEARCH , v. 11, p. 2423-2432, 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    Viabilidade econômica da irrigação de sorgo forrageiro, Descrição: A disponibilidade de pastagem durante o ano é essencial para o desenvolvimento dos animais em pastejo. No período primavera-verão, a qualidade das pastagens nativas decai devido à irregularidade das chuvas. Assim, uma alternativa é a utilização de pastagens cultivadas, onde o sorgo vem se caracterizando como uma cultura propícia à sua implantação no Rio Grande do Sul devido a sua adaptação a esta época do ano e pela oferta de massa produzida. No entanto, para atingir o potencial produtivo e qualitativo é necessário que sua necessidade hídrica seja suprida, e assim, a irrigação por aspersão em pastagens cultivadas tem sido utilizada para suprir esta lacuna. Contudo, é necessário a realização de uma análise da viabilidade econômica da irrigação em sorgo forrageiro. O objetivo deste trabalho é avaliar a viabilidade econômica do sorgo forrageiro irrigado, buscando qual das lâminas de irrigação (0, 25, 50, 75, 100 e 125% da evapotranspiração de referência) possibilita o maior retorno econômico, em quatro períodos de corte (50, 80, 110 e 140 dias após a semeadura) em dois anos. O experimento será conduzido na cidade de Santa Maria, RS, com semeadura realizada em novembro. Será utilizado um sistema convencional de irrigação por aspersão com uma linha principal e seis linhas laterais em PVC sendo os níveis de irrigação diferenciados pelo tempo de funcionamento do sistema de acordo com a lâmina de aplicação calibrada pelo teste do Coeficiente de Uniformidade de Christiansen. Para obter-se a viabilidade econômica da utilização de sistemas de irrigação será realizada a determinação da máxima eficiência técnica do uso da água. Para a determinação dos custos de produção, os mesmos serão divididos em fixos e variáveis, em relacionados e não relacionados à irrigação. Será adotado como critério a oferta de 10 % do peso vivo do animal como oferta de alimento e a unidade animal com 450 kg, sendo realizada a análise de sensibilidade do valor mínimo de comercialização do kg de peso vivo para o retorno econômico da atividade.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / BRUNA DALCIN PIMENTA - Integrante / JARDEL HENRIQUE KIRCHNER - Integrante / ROGÉRIO RICALDE TORRES - Integrante / WELLINGTON MEZZOMO - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Integrante / LUIS HUMBERTO BAHÚ BEN - Integrante / Jhosefe Bruning - Integrante / PABLO EANES COCCO RODRIGUES - Integrante / Luis Patric Kayser - Integrante / RICARDO BOSCAINI - Integrante / MIGUEL CHAIBEN NETO - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2017 - Atual

    Levantamento de estações de bombeamento para lavoura orizícola na Quarta Colônia de imigração italiana, através de imagens de satélite, Descrição: No estado do Rio Grande do Sul, destaca-se a lavoura arrozeira como o principal cultivo irrigado com 67% da produção de arroz brasileira. O sistema utilizado é irrigação por inundação, que é considerado um sistema de baixa eficiência de uso da água, onde as perdas por evaporação e infiltração são expressivas. Neste contexto, observa-se grande utilização de corpos d?água próximos das áreas orizícolas. As instalações hidráulicas feitas nas margens dos rios são indicativos do uso da água em corpos d?água mais atingidos por esta atividade. Entretanto, apesar dos benefícios advindos de seu uso, a agricultura irrigada por inundação demanda grandes quantidades de água, podendo gerar conflitos em certas regiões, sendo necessária aquisição de dados sobre a demanda hídrica e também constante monitoramento do uso desta água. O presente trabalho tem por objetivo o levantamento das estações de bombeamento da Quarta Colônia de imigração italiana. Para tanto serão utilizadas imagens de satélite, técnicas de sensoriamento remoto e processamento digital de imagens. Espera-se como resultado a identificação das estações de bombeamento na referida região, assim como, quantificar o uso e a área total irrigada.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / Luis Patric Kayser - Integrante / Yesica Ramirez Flores - Integrante / LEANDRO DE MELLO PINTO - Integrante.

  • 2016 - 2017

    Avaliação de sistemas de drenagem como alternativa para cultivo de soja em terras baixas, Descrição: O Rio Grande do Sul possui 5,4 milhões de hectares de várzeas ou terras baixas, sendo a orizicultura a sua principal atividade agrícola. Esta vem enfrentando problemas, dos quais destaca-se o controle de plantas daninhas e o elevado custo de produção. Em busca de novas alternativas, vem sendo introduzida nestas áreas a rotação de culturas, principalmente com a cultura da soja. Porém, esta planta mesófita apresenta susceptibilidade ao excesso hídrico. Sendo necessário o controle do nível freático, através de uma drenagem eficiente, para que a cultura alcance seu potencial produtivo. Este trabalho tem como objetivo avaliar o cultivo de soja em áreas de várzea, utilizando diferentes técnicas de drenagem, os camalhões de base larga e drenagem superficial, para o manejo do nível freático. A partir deste objetivo, será realizado experimento no município de São João do Polêsine, RS, na safra 2016/17. Este estudo experimental utilizará o delineamento experimental, blocos ao acaso em esquema bifatorial, faixa para o fator A, e faixa para o fator D, distribuídos em quatro blocos. O fator A será constituído de técnicas de drenagem, constituído de três camalhões de base larga de diferentes dimensões e a drenagem superficial. O fator D será constituído de duas cultivares de soja, a Brasmax Potência RR, e a TEC IRGA 6070 RR.. No experimento, durante o ciclo da cultura, serão avaliadas as variáveis fenológicas, em quatro momentos, e na maturação fisiológica serão avaliados os componentes de rendimento. Espera-se deste trabalho, contribuir com informações sobre o cultivo de soja em áreas de terras baixas, utilizando técnicas de drenagem para o manejo do nível freático.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Integrante / RICARDO BENETTI ROSSO - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Uso de camalhões de base larga como alternativa para o cultivo de soja em terras baixas, Descrição: O Rio Grande do Sul possui 5,4 milhões de hectares de várzeas ou terras baixas, sendo a orizicultura a sua principal atividade agrícola. Esta vem enfrentando problemas, dos quais destaca-se o controle de plantas daninhas e o elevado custo de produção. Em busca de novas alternativas, vem sendo introduzida nestas áreas a rotação de culturas, principalmente com a cultura da soja. Porém, esta planta mesófita apresenta susceptibilidade ao excesso hídrico. Sendo necessário o controle do nível freático, através de uma drenagem eficiente, para que a cultura alcance seu potencial produtivo. Este trabalho tem como objetivo avaliar o cultivo de soja em áreas de várzea, utilizando diferentes técnicas de drenagem, os camalhões de base larga e drenagem superficial, para o manejo do nível freático. A partir deste objetivo, serão realizados dois experimentos, no município de São João do Polêsine, RS, nas safras 2014/15 e 2015/16. O primeiro utilizará o delineamento experimental, blocos ao acaso em esquema bifatorial, faixa para o fator A, e faixa para o fator D, distribuídos em quatro blocos. O fator A será constituído das técnicas de drenagem, constituído de três camalhão de base larga de diferentes dimensões e a drenagem superficial. O fator D será constituído de duas cultivares de soja, a Brasmax Potência RR, e a TEC IRGA 6070 RR. O segundo experimento, utilizará o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema bifatorial, com quatro repetições. No fator A será constituído por 6 níveis de altura fixa do lençol freático de 0,10; 0,20; 0,30; 0,40; 0,50 e 0,60 metros e o fator D de duas cultivares de soja, a Brasmax Potência RR, e a TEC IRGA 6070 RR. Nos dois experimentos, durante o ciclo da cultura, serão avaliadas as variáveis fenológicas, em quatro momentos, e na maturação fisiológica serão avaliados os componentes de rendimento. Espera-se deste trabalho, contribuir com informações sobre o cultivo de soja em áreas de terras baixas, utilizando técnicas de drenagem para o manejo do nível freático.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (5) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Integrante / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / BRUNA DALCIN PIMENTA - Integrante / JARDEL HENRIQUE KIRCHNER - Integrante / ROGÉRIO RICALDE TORRES - Integrante / WELLINGTON MEZZOMO - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Coordenador / RICARDO BENETTI ROSSO - Integrante / LUIS HUMBERTO BAHÚ BEN - Integrante / PABLO EANES COCCO RODRIGUES - Integrante / RICARDO BOSCAINI - Integrante / ANGÉLICA MAROSTEGA - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Comportamento do Capim Sudão submetido a diferentes manejos de água, Descrição: A forragem cultivada pode ser utilizada como opção para minimizar a carência alimentar dos animais em pastejo, em épocas que as pastagens apresentam menor produção de massa verde e tornam-se menos nutritivas devido a mudanças climáticas, fato que afeta o desenvolvimento do rebanho. Sendo assim, para manter a qualidade das pastagens em períodos com precipitação irregular, a irrigação é uma alternativa que deve ser utilizada para que a alimentação animal seja adequada durante todo o ano. Observando a necessidade de melhorar a nutrição animal nessa época, o capim sudão é uma alternativa recomendada e viável devido a sua adaptação a épocas de primavera verão e pela grande oferta de matéria verde produzida, porem para que o potencial máximo seja atingido a disponibilidade hídrica adequada é indispensável para esse processo. Levando em consideração essa condição objetiva-se avaliar o crescimento e desenvolvimento morfogênico de pastagens de verão cultivadas com capim sudão sob diferentes lâminas de irrigação, com a finalidade de determinar a melhor disponibilidade hídrica para atingir o máximo desenvolvimento morfogênico da planta com maior quantidade e qualidade de massa verde para as condições edafoclimaticas de Santiago - RS. Será realizado estudo experimental na Fazenda Liberdade, localizada no município de Santiago - RS. Será determinada qual a melhor lâmina de irrigação a ser aplicada para obter um ótimo desenvolvimento morfogênico da planta, sendo utilizado um sistema de aspersão convencional e o momento de irrigação definido de acordo com o turno de rega pré-fixado, levando em conta a evapotranspiração da cultura (ETc), a semeadura será realizada no mês de novembro, sendo utilizada a cultivar BRS estribo de capim sudão. A adubação obedecerá à necessidade da cultura de acordo com análise de solo local.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / BRUNA DALCIN PIMENTA - Integrante / JARDEL HENRIQUE KIRCHNER - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Integrante / Paola Soares Ceroni - Integrante / ROGÉRIO RICALDE TORRES - Integrante / WELLINGTON MEZZOMO - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Cultivo de milho (Zea mays L.) em terras baixas sob diferentes sistemas de irrigação por superfície, Descrição: O milho é o cereal mais produzido e um dos mais importantes cereais cultivados e comercializados no mundo em função de seu uso na alimentação humana e animal, elevado potencial produtivo, composição química, valor nutritivo e uso potencial como biocombustível. No Rio Grande do Sul o milho é cultivado quase na sua totalidade em áreas de terras altas, porém vem ganhando expressivo avanço no cultivo em áreas de várzea, como cultura de rotação com o arroz irrigado, principal cultura cultivada nessas áreas. O plantio de milho nas várzeas pode proporcionar uma série de benefícios, como o aproveitamento de áreas em pousio, melhoria das condições do solo, quebra de ciclo de doenças, auxílio no controle de plantas daninhas, diversificação de receitas, além da possibilidade de matéria prima para a produção de silagem para os animais. O sucesso no cultivo desse cereal, associado ao aumento de sua produtividade é influenciado por uma série de fatores climáticos e de cultivo, dentre eles, destaca-se a necessidade hídrica e a suscetibilidade ao déficit e excesso hídrico da cultura. Por esse motivo, o uso de sistemas de irrigação, associado ao correto suprimento dos demais fatores essenciais à cultura de milho, apresenta grande potencial de aumento de sua produtividade no estado. Os sistemas de irrigação por superfície são os mais indicados para essas áreas e apresentam uma série de vantagens, como a praticidade de manejo e menores custos quando comparados aos sistemas pressurizados. Neste sentido, o presente trabalho visa determinar a resposta da cultura do milho aos sistemas de irrigação por superfície através da quantificação do seu desenvolvimento, eficiência do uso da água pela planta, armazenamento de água no solo e produtividade de grãos de milho cultivado em terras baixas da Depressão Central do estado do Rio Grande do Sul.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / BRUNA DALCIN PIMENTA - Integrante / JARDEL HENRIQUE KIRCHNER - Integrante / ROGÉRIO RICALDE TORRES - Integrante / WELLINGTON MEZZOMO - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Integrante / RICARDO BENETTI ROSSO - Integrante / ELISA DE ALMEIDA GOLLO - Integrante / ENIO MARCHESAN - Integrante / FLÁVIA BARZOTTO - Integrante / GUILHERME VESTENA CASSOL - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Modelagem para determinação da perda de produtividade da cultura do milho e estudo da viabilidade econômica da irrigação, Descrição: A mesorregião Noroeste Rio Grandense caracteriza-se por apresentar uma significativa influência na geração de renda a partir do setor agropecuário, este altamente dependente das variabilidades climáticas. A agricultura do estado é caracterizada pela predominância de culturas de primavera-verão, responsáveis por grande parte da produção de grãos, sendo o milho importante componente do sistema de produção. No Rio Grande do Sul a irrigação exerce principalmente o papel de complementação das necessidades hídricas de determinadas culturas, visto que o estado apresenta relativos altos níveis pluviométricos, mas com distribuição desuniforme no transcorrer do ano, afetando em especial algumas culturas. No intuito de conhecer a resposta das culturas a diferentes cenários de disponibilidade hídrica e de retorno econômico utiliza-se a técnica da modelagem. Como ferramenta para um adequado entendimento das relações clima-planta e também podendo servir para prognósticos de comportamento das plantas dada uma determinada condição estão os modelos agrometeorológicos, que são muito úteis pois exigem poucos dados de entrada. Sabendo que, na formulação das metas para uso da água é importante analisar e considerar não só quanto à água é produtiva, mas sim qual a produtividade potencial da cultura que está sendo perdida pelo manejo inadequado do recurso hídrico. Portanto, pretende-se analisar as perdas de produtividade de grãos de milho cultivado em condições de sequeiro através de modelos agrometeorológicos na microrregião de Cruz Alta, Estado do Rio Grande do Sul, visando estudar a viabilidade econômica de sistemas irrigados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Coordenador / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / ROGÉRIO RICALDE TORRES - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Integrante / RICARDO BENETTI ROSSO - Integrante / TAISE CRISTINE BUSKE - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Estudo experimental e simulado da cultura da cana de açúcar em função de diferentes níveis de irrigação, Descrição: No Brasil, existem poucas pesquisas relevantes que inter-relacionam fatores como solo, clima e variedades com a fenologia da cana-de-açúcar utilizando modelos de simulação de crescimento (SUGUITANI, 2006). Com o objetivo de calibrar e validar os modelos de simulação de crescimento e produção ROBAINA e DSSAT/CANEGRO para a cana-de-açúcar submetida a diferentes níveis de manejo de irrigação para avaliar a viabilidade técnica e econômica da irrigação para cana-de-açúcar, em pequenas propriedades familiares para a Região Central do RS, será instalado uma área experimental no Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com a variedade RB 76 5418. O modelo físico utilizado para calibrar e testar os modelos matemáticos será constituído de seis tratamentos (T0, T1, T2, T3, T4 e T5) de irrigação, com 0%, 20%, 40%, 60%, 80% e 100%, respectivamente, distribuídas em sistema de irrigação por gotejamento. O plantio será efetuado em setembro de 2014. Cada tratamento terá cinco repetições distribuídos em blocos ao acaso, constituído por cinco linhas de dez metros, o espaçamento entre as linhas será de 1,40 metros e cada parcela terá 56 m2 de área. A distribuição das mudas no sulco será contínua, colocando-se toletes de mais ou menos três a quatro gemas, aproximadamente, 18 gemas/metro. A análise biométrica das variedades será a medida da altura das plantas, perfilhamento, dinâmica foliar, área foliar, diâmetro da base, diâmetro da ponta, peso da amostra integral (AI), peso da massa pré-seca (MPS), profundidade do sistema radicular, fitomassa da parte área, o Brix e a produção total (t/ha). Os valores de produção obtidos no experimento de campo nos tratamentos serão comparados com os resultados simulados através dos modelos.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Marcos Vinicius Loregian - Integrante / ADROALDO DIAS ROBAINA - Integrante / ANDERSON CRESTANI PEREIRA - Integrante / WELLINGTON MEZZOMO - Integrante / MARCIA XAVIER PEITER - Coordenador / BRUNA DALCIN PIMENTA - Integrante / CICERO URBANETTO NOGUEIRA - Integrante / HELENA MARIA CAMILO DE MORAES NOGUEIRA - Integrante / HERCULES NOGUEIRA FILHO - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2014 - Atual

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: , Enquadramento Funcional: