Fernanda de Sousa Colombini

Graduação em andamento em Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Centro de Ciências Agrárias (CCA), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Atua como iniciação científica no Laboratório de Microbiologia Agrícola e Molecular (LAMAM), desenvolvendo projeto na área de microbiologia agrícola com ênfase em indução de resistência em plantas a partir da ação de leveduras rizosféricas. Membro desde 2017 da Comissão Organizadora da Semana dos Estudantes de Biologia (SEMEBIO) da UFSCar - campus Araras.

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Ciências Biológicas

2017 - Atual

Universidade Federal de São Carlos

Graduação interrompida em 2017 em Ciências Biológicas

2015 - Atual

Centro Universitário Barão de Mauá - Jardim Paulista
Ano de interrupção: 2017

Curso técnico/profissionalizante em Farmácia

2013 - 2014

ESCOLA TECNICA ESTADUAL ANTONIO DE PADUA CARDOSO

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2020 - 2020

Software Livre R project: Princípios Básicos. (Carga horária: 8h). , Instituto Federal do Ceará - Campus Iguatu, IFCE, Brasil.

2019 - 2019

Educação para sustentabilidade. (Carga horária: 10h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2019 - 2019

Micologia: Estudo dos Cogumelos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2019 - 2019

Elementos de Paisagem e Processos Ecológicos do Bioma Cerrado. (Carga horária: 30h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2019 - 2019

Proteção de Nascentes. (Carga horária: 10h). , SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL, SENAR-AR/SP, Brasil.

2019 - 2019

O sucesso acadêmico do estudante de EaD: autorregulação da aprendizagem. (Carga horária: 2h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2019 - 2019

Origem da Vida. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2018 - 2018

Neoproteômica para desvendar as bases moleculares. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2018 - 2018

Manejo de animais peçonhentos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2018 - 2018

Importância da florística para a conservação da biodiversidade. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2018 - 2018

Visita Técnica de Biologia. (Carga horária: 3h). , Fundação Parque Zoológico de São Paulo, FPZSP, Brasil.

2017 - 2017

Epigenética. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2016 - 2016

IX Curso de Inverno em Imunologia. (Carga horária: 72h). , Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, FMRP, Brasil.

2015 - 2015

Comportamento Reprodutivo de Aves e Mamíferos. (Carga horária: 4h). , Centro Universitário Barão de Mauá - Jardim Paulista, CBM, Brasil.

2015 - 2015

Diversidade Vegetal em Parques Urbanos. (Carga horária: 8h). , Centro Universitário Barão de Mauá - Jardim Paulista, CBM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Ambiental.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Agrícola.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Imunologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Educação.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

COLOMBINI, F. S. ; MARTINS, V. F. ; MONTAGNOLI, R. N. ; SIMEONI, C. L. ; SIQUEIRA, B. Z. ; FREIRE, M. J. ; CORREA, L. R. ; PASTRE, F. ; LASCHI, A. L. B. ; ROCHA, N. S. ; DEZOTI, L. ; MAGNANI, M. ; SILVA, K. A. ; FURLAN, G. ; ROCHA, E. S. ; DAN, B. L. ; REVOREDO, C. M. ; MIRANDA, G. B. . VII SEMEBIO - Semana dos Estudantes de Biologia - UFSCar Araras. Responsável pela Comissão de Inscrições do evento. 2019. (Outro).

COLOMBINI, F. S. ; FIGUEROA, D. ; RICARDO, E. ; ERCOLIN, G. ; NOVASKI, G. S. ; ALVES, I. ; BORGES, I. ; FORSTER, J. ; SILVA, L. ; PITANGA, L. ; GARBO, L. C. ; LOPES, N. C. ; DIAS, P. ; FONSECA, P. ; LIMA, M. I. O. . I Ciclo de Palestras e Debates do UFSCurso. 2019. (Outro).

COLOMBINI, F. S. ; MARTINS, V. F. ; SIQUEIRA, L. B. ; SIMEONI, C. L. ; SIQUEIRA, B. Z. ; FREIRE, M. J. ; CORREA, L. R. ; ZANZARINI, B. S. ; PASTRE, F. ; GODOY, R. ; ASTOLFO, T. L. ; BOVO, J. ; LASCHI, A. L. B. ; SANTOS, K. S. O. ; BIANCHINI, M. J. Z. ; ROCHA, N. S. ; CAVICHIOLI, T. M. ; LUZ, A. R. C. . VI SEMEBIO - Semana dos Estudantes de Biologia - UFSCar Araras. Responsável pela Comissão de Logística do evento. 2018. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Ciclo de Palestras Sobre Bem-Estar em Produção Animal. 2019. (Outra).

12 Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica. Levantamento da ocorrência de Xylella fastidiosa em plantas de oliveira e descrição de sintomas associados. 2018. (Congresso).

II Workshop de Bioinformática. 2017. (Outra).

V Semana dos Estudantes de Biologia. 2017. (Outra).

24 Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP.Avaliação do papel de Dectin-1 e Syk Kinase na ativação do inflamassoma de Nlrp3 em macrófagos murinos infectados com Leishmania amazonensis. 2016. (Simpósio).

IV Darwin Day Ribeirão Preto. 2016. (Outra).

XII Workshop of Immunology. 2016. (Outra).

15 SABio - Simpósio Sobre Avanços em Biologia. 2015. (Simpósio).

VII Fórum de Educação. 2015. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

DARIO SIMOES ZAMBONI

; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Barão de Mauá - Jardim Paulista, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Dario Simões Zamboni;

Djalma de Souza Lima Júnior

Avaliação do papel de Dectin-1 e Syk Kinase na ativação do inflamassoma de Nlrp3 em macrófagos murinos infectados com L; amazonensis; Início: 2015; Iniciação científica (Graduando em Departamento de Biologia Celular e Molecular) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Nataly Carvalho Lopes

Extensão Universitária - Curso Pré-Vestibular Popular da UFSCar - UFSCurso; 2019; Orientação de outra natureza - Universidade Federal de São Carlos, Pró Reitoria de Extensão; Orientador: Nataly Carvalho Lopes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Avaliação da ação da levedura rizosférica Torulaspora globosa como indutora de resistência sistêmica em milho., Descrição: Na perspectiva atual das necessidade de produção agrícola para alimentação humana e animal, são dotadas práticas que afetam a conservação da rica biodiversidade do Brasil. Na cultura de milho, um dos vegetais mais consumidos no mundo, utilizam-se numerosas aplicações de agroquímicos que causam danos ao homem e ao ambiente para o controle de um grande espectro de fitopatógenos. Dentre as principais doenças que afetam as áreas de cultivo do milho, encontra-se o fungo Fusarium verticillioides, causador da podridão da raiz, colmo, espiga, e também danos em grãos armazenados. Além dos problemas causados por doenças, os produtores enfrentam as consequências das mudanças climáticas em suas plantações, onde a falta de chuva pode causar danos irreversíveis na produção. No intuito de possibilitar alternativas sustentáveis, microrganismos promotores de crescimento vegetal (MPCV) estão sendo utilizados como agentes ativadores dos mecanismos de defesa vegetal, contribuindo para o fortalecimento e proteção das culturas. Embora diversos trabalhos apresentem as potencialidades da indução de resistência em plantas por MPCV, espécies de leveduras rizosféricas responsáveis por tais mecanismos ainda não estão completamente elucidadas. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar a capacidade de indução de resistência da levedura Torulaspora globosa em plantas de milho, a fim de promover uma resposta imune ao fitopatógeno Fusarium verticillioides e ao estresse hídrico ambiental. Para investigar os modos de ações envolvidos no controle biológico, serão avaliadas a atividade de peroxidades e fenilalanina amônia-liases nas folhas, grau de severidade dos sintomas e desenvolvimento do vegetal. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fernanda de Sousa Colombini - Integrante / Márcia Maria Rosa Magri - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2017 - 2018

    Levantamento da ocorrência de Xylella fastidiosa em plantas de oliveira e descrição de sintomas associados., Descrição: A bactéria X. fastidiosa foi relatada em oliveiras no Sul da Itália causando a Síndrome do Declínio Rápido da Oliveira (OQDS), na Argentina e no Brasil, especificamente na região da Serra da Mantiqueira. Pouco se conhecia sobre a dispersão deste patógeno e os sintomas foliares associados a presença desta bactérias nas regiões produtoras de São Paulo e Minas Gerias. Esse projeto teve como objetivo avaliar a presença de X . fastidiosa em amostras de oliveira coletadas em diferentes regiões produtoras descrevendo os sintomas foliares observados nas amostras positivas e dimensionando a capacidade de dispersão do inóculo. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fernanda de Sousa Colombini - Integrante / Helvecio Della Coletta Filho - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2015 - 2017

    Avaliação do papel de Dectin-1 e Syk Kinase na ativação do inflamassoma de Nlrp3 em macrófagos murinos infectados com L. amazonensis., Descrição: Parasitos do gênero Leishmania são agentes causadores da leishmaniose em humanos, doença que afeta mais de 12 milhões de pessoas, sendo que 350 milhões correm o risco de contrair a doença em todo o mundo. Os parasitos replicam no interior de macrófagos e modulam negativamente diversas vias de sinalização nessas células, incluindo aquelas envolvidas na ativação da imunidade inata. Os principais mecanismos responsáveis pela resistência do hospedeiro envolvem a produção de óxido nítrico e espécies reativas de oxigênio, processos regulados de forma transcricional que ainda não é completamente entendido em macrófagos infectados com Leishmania. Estudos têm demonstrado que a ativação de receptores da imunidade inata em células, tais como macrófagos, é crucial para a iniciação da resposta imune. Essa iniciação é alcançada quando receptores presentes nas células do hospedeiro detectam componentes microbianos ou sinais de perigo. Membros da família dos receptores do tipo NOD, dentre eles o Nlrp3, tem emergido como importantes sensores de micróbios e danos celulares. Nlrp3 regula a formação do inflamassoma, uma plataforma molecular que contém a caspase-1 ativa. Estudos tem demonstrado que Nlrp3 pode ser ativado por diferentes estímulos, tais como a geração de espécies reativas de oxigênio, efluxo de K+, dano lisossomal ou após o reconhecimento de patógenos intracelulares. Entretanto, pouco se sabe a respeito dos mecanismos que atuam upstream da ativação do inflamassoma de Nlrp3. Recentemente, estudos demonstraram que o inflamassoma de Nlrp3 é uma importante plataforma da imunidade inata para a restrição da infecção por Leishmania, tanto in vitro quanto in vivo. A ativação do inflamassoma de NLRP3 foi crítica para o controle da replicação do parasito em culturas de macrófagos e in vivo, sendo esse controle mediado pela produção de IL-1 e óxido nítrico. Dessa forma, torna-se essencial compreender os mecanismos envolvidos na ativação do inflamassoma de Nlrp3 em resposta à infecção por L. amazonensis. É descrito que receptores de lectina tipo C, tais como Dectin-1 participam da ativação do inflamassoma de Nlrp3 em reposta à infecções fúngicas, por mecanismos dependentes da produção de superóxidos e sinalização via Syk kinase. Sendo assim, é possível que a sinalização Dectin-1/Syk possa participar da ativação do inflamassoma de Nlrp3 em reposta à infecção por Leishmania. Neste trabalho, avaliamos o papel da via de sinalização Dectin-1/Syk na ativação do inflamassoma de Nlrp3 em macrófagos durante a infecção por L. amazonensis. Os resultados obtidos no presente trabalho colaboram não apenas para elucidar os mecanismos que controlam a ativação do inflamassoma, mas também para compreender os fenômenos básicos relacionados à iniciação e controle da resposta imunológica desencadeada por esse parasito que podem estar diretamente associados com a patogênese da leishmaniose. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fernanda de Sousa Colombini - Integrante / Dario Simões Zamboni - Integrante / Djalma de Souza Lima Júnior - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal de São Carlos - Campus Araras. , Avenida Anhanguera, Km 174, Área Rural, 13604900 - Araras, SP - Brasil, Telefone: (19) 35432600

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - 2017

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Projeto de Iniciação Científica financiado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (CNPq/PIBIC) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), desenvolvido no Laboratório de Patogenicidade Microbiana e Imunidade Inata (FMRP-USP), sob orientação do Prof. Dr. Dario Simões Zamboni e co-orientação do Dr. Djalma de Souza Lima Júnior.

2020 - Atual

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Projeto de Iniciação Científica financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e desenvolvido no Laboratório de Microbiologia Agrícola e Molecular (LAMAM), sob orientação da Profa. Dra. Márcia Maria Rosa Magri.

2017 - 2018

Universidade Federal de São Carlos

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação à Docência, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), sob orientação da Profa. Dra. Elaine Furlan e co-orientação da Profa. Dra. Renata Sebastiani.

2017 - 2018

Instituto Agronômico de Campinas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Projeto de Iniciação Científica financiado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (CNPq/PIBIC), desenvolvido no Laboratório de Biotecnologia do Centro de Citricultura Sylvio Moreira, sob orientação do Pesquisador Dr. Helvécio Della Coletta Filho.

2020 - 2020

Serviços de Hematologia e Hemoterapia S/S Ltda.

Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estágio em Transfusão, Carga horária: 30

2019 - 2020

Odara Assessoria Educacional Ltda - ME

Vínculo: Docente, Enquadramento Funcional: Docente Disciplina de Farmacologia, Carga horária: 5