Renato Rodrigues Biscaia

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná, linha de Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, Centro de Educação e Pedagogia do Esporte (2020). Especialista em Futsal: Teoria e Metodologia do Treinamento (Lato-Sensu) pela Faculdade de Telêmaco Borba (2020). Graduado em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (2016). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física. Preparador Físico da Sociedade Thalia-PR de Fev/2017 à Abr/2018. Professor e Técnico de Futsal do Clube Curitibano- PR desde Fev/2017. Dissertação - Título: ASSOCIAÇÃO DO AUTOCONCEITO, AUTOEFICÁCIA E QUALIDADE DE VIDA ENTRE ESCOLARES DE 15 E 17 ANOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE FUTSAL EM CURITIBA.

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em PPGE/UFPR

2018 - 2020

Universidade Federal do Paraná
Título: ASSOCIAÇÃO DO AUTOCONCEITO, AUTOEFICÁCIA E QUALIDADE DE VIDA ENTRE ESCOLARES DE 15 E 17 ANOS PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE FUTSAL EM CURITIBA CURITIBA,Ano de Obtenção: 2020
Valdomiro de Oliveira.Palavras-chave: Adolescentes; Autoconceito; Autoeficácia; Qualidade de Vida; Futsal; Esporte Educacional.

Especialização em Futsal: Teoria e Metodologia do Treinamento

2019 - 2020

FATEB - FACULDADE DE TELEMACO BORBA
Título: xxx

Graduação em Educação Física

2013 - 2016

Universidade Federal do Paraná
Título: EXERCÍCIO FÍSICO E QUALIDADE DE VIDA EM ATLETAS JOVENS DE FUTSAL
Orientador: Valdomiro de Oliveira

Ensino Médio (2º grau)

2010 - 2012

Colégio SESC São José

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2019 - 2019

Licença CBFS Nível 1. (Carga horária: 120h). , Confederação Brasileira de Futebol de Salão, CBFS, Brasil.

2018 - 2018

Construção de Artigos Científicos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

PowerPoint. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

Bioestatística. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

Plataforma Lattes. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

MS Word aplicado a trabalhos acadêmicos. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

Plataforma Brasil. (Carga horária: 16h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

Revisão Sistemática. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2018 - 2018

Pesquisa com Abordagem Qualitativa. (Carga horária: 4h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

2017 - 2017

Bioestatística. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

24 EVINCI E 9 EINTI. EXERCÍCIO FÍSICO E QUALIDADE DE VIDA EM ATLETAS JOVENS DE FUTSAL. 2016. (Congresso).

Clínica de Basquetebol Internacional.Clínica de Basquetebol Internacional Marcelo Huertas. 2016. (Encontro).

SIMPÓSIO "FUTEBOL EM CURITIBA".SIMPÓSIO "FUTEBOL EM CURITIBA". 2015. (Simpósio).

28 JOPEF.Futsal: Treinamento Técnico- Tático na formação de equipes iniciantes e avançadas. 2014. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Francisco Helio Alvarez Cordeiro Junior

BISCAIA, R. R.; Afonso, G.F.; Petroski, C.A.. Comparação da Qualidade de Vida de atletas de Basquetebol Master da cidade de Curitiba-PR. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Gislaine Cristina Vagetti

VAGETTI, G. C.OLIVEIRA, V.. Associação do autoconceito, autoeficácia e qualidade de vida entre escolares praticantes e não praticantes de futsal, de 15 a 17 anos em Curitiba. 2020. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal do Paraná.

Gislaine Cristina Vagetti

VAGETTI, G. C.GASPAROTTO, G. S.OLIVEIRA, V.. Comparação do autoconceito, autoeficácia e qualidade de vida entre escolares praticantes e não praticantes de futsal. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal do Paraná.

Guilherme da Silva Gasparotto

OLIVEIRA, V; Legnani E.; VAGETTI, G. V;GASPAROTTO, G. S.; SANTANA, W.C. Comparação do autoconceito, autoeficácia e qualidade de vida entre praticantes e não praticantes de futsal. 2019.

Valdomiro de Oliveira

OLIVEIRA, VALDOMIRO DEVAGETTI, G. C.PAES, R. R.; SANTANA, W. C.; LEGNANI, E.. ASSOCIAÇÃO DO AUTOCONCEITO, AUTOEFICÁCIA E QUALIDADE DE VIDA ENTRE ESCOLARES PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE FUTSAL, DE 15 A 17 ANOS EM CURITIBA. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Ana Beatriz Pacífico

Exercício Físico e Qualidade de vida em atletas jovens de futsal; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Educação Física) - Universidade Federal do Paraná; Orientador: Ana Beatriz Pacifico;

Valdomiro de Oliveira

Esporte educacional: o caso do futsal de crianças e adolescentes; 2020; Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná,; Orientador: Valdomiro de Oliveira;

Valdomiro de Oliveira

EXERCÍCIO FÍSICO E QUALIDADE DE VIDA EM ATLETAS JOVENS DE FUTSAL: Um estudo na cidade de Curitiba Parana; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Paraná; Orientador: Valdomiro de Oliveira;

Valdomiro de Oliveira

EXERCÍCIO FÍSICO E QUALIDADE DE VIDA EM ATLETAS JOVENS DE FUTSAL; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Educação Física) - Universidade Federal do Paraná, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Valdomiro de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2016

    EXERCÍCIO FÍSICO E QUALIDADE DE VIDA EM ATLETAS JOVENS DE FUTSAL, Descrição: O objetivo desse estudo, foi investigar as práticas do futsal e comparar diferentes categorias da modalidade (Sub-15 ou S15 / Sub-17 ou S17) sobre a percepção da qualidade de vida de atletas da cidade de Curitiba ? PR. A amostra do estudo foi composta por 44 atletas de futsal do sexo masculino (média de idade de 15,20 1,05). Como instrumento de medida, utilizou-se: um inventário para caracterizar a Amostra. O International Physical Activity Questionnaire (IPAQ), versão curta, que teve como objetivo avaliar o nível de atividade física (NAF) dos atletas e o Questionário de Qualidade de Vida de Atletas (QQVA), que teve como objetivo verificar os fatores capazes de influenciar a qualidade de vida (QV) dos atletas no ambiente de treinamento e competição. Resultados: o presente estudo obteve consistência interna geral de 0,98 e acima de 0,85 em cada um dos 5 fatores estabelecidos como categorias de análise, ( de Cronbach). Os atletas avaliados foram classificados pelo IPAQ em seu NAF como Muito Ativo (100% da amostra). Em relação aos fatores que podem influenciar a qualidade de vida dos atletas, o teste de Mann Whitney (assumindo p0,05) indicou diferença significativa nas situações ?qualidade do sono? e ?qualidade de serviços médico e fisioterápico?, com as maiores médias, para a categoria Sub-17. Também foram verificadas diferenças significativas nas questões: ?cansaço/fadiga física?, ?lesões físicas e ?número excessivo de viagens?, com médias superiores para a categoria Sub-17. Para a situação ?ansiedade pré-competitiva? constatou-se diferenças significativas, porém a média maior nesse caso para os atletas do Sub-15. Conclusões: nesse sentido, constata-se que com os passar dos anos dentro do cenário competitivo os atletas conseguem apurar com maior facilidade os fatores que podem influenciar sua QV e assim seu desempenho esportivo. Conclui-se também, que os atletas da categoria Sub-17 se preocupam mais com fatores ligados aos aspectos biológicos e os atletas do Sub-15, mais com aspectos psicológicos. Desta forma, para otimizar a melhoria da QV e o rendimento esportivo julga-se importante focar em intervenções voltadas para os aspectos destacados nesse estudo conforme as faixas etárias dos atletas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Renato Rodrigues Biscaia - Integrante / Ana Beatriz Pacífico - Integrante / Valdomiro de Oliveira - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2015 - 2016

Universidade Federal do Paraná

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno Iniciação Científica, Carga horária: 20