Natália Caetana de Souza Santos

Graduada em Ciências Biológicas com ênfase em Biotecnologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ (2018). Foi bolsista de Iniciação Científica no Laboratório de Micologia Celular e Proteômica - LMCProt/UERJ. Tem experiência na área de microbiologia, interação patógeno-hospedeiro, biologia celular e imunologia.

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Ciências Biológicas

2013 - 2018

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: Interação de espécies do complexo Sporothrix schenckii com macrófagos humanos
Orientador: Leila Maria Lopes Bezerra
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2009 - 2012

Centro Educacional Betel

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Interação Patógeno-Hospedeiro.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Imunologia Celular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Micologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia e Fisiologia dos Microorganismos.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

28ª Semana de Iniciação Científica UERJ.Interação de espécies patogênicas do gênero Sporothrix com macófagos humanos. 2018. (Outra).

Workshop "Ferramentas de controle epidemiológico e diagnóstico da da esporotricose". 2018. (Encontro).

26ª Semana de Iniciação Científica UERJ.Padronização da obtenção dos extratos proteicos de micropartículas, exossomas e proteínas solúveis secretadas por HUVECs em resposta ao fungo angioinvasivo Aspergillus fumigatus.. 2017. (Outra).

Simpósio de Infecções Sexualmente Transmissíveis. 2017. (Simpósio).

25ª Semana de Iniciação Científica UERJ.Interação de espécies do Complexo Sporothrix schenckii com macrófagos humanos. 2016. (Outra).

VIII Congresso Brasileiro de Micologia. 2016. (Congresso).

XX Semana de Biologia UERJ - Uma visão crítica e científica. 2016. (Outra).

XXII Semana de Biologia UERJ - Biologia também é saúde e educação. 2014. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Nathália Curty de Andrade

Lopes-Bezerra L.M.;CURTY, Nathália; JONATHAN, G. S.; Rocha E.M.S.R.. Interação de espécies patogênicas do gênero Sporothrix com macrófagos humanos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Gabriela Santos Jonathan

Gabriela Da Silva Santos; ROCHA, E. M. S.. Interação de espécies patogênicas do gênero Sporotrix com macrófagos humanos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciencias Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Nathália Curty de Andrade

Padronização da obtenção dos extratos proteicos de micropartículas, exossomas e proteínas solúveis secretadas de HUVECs em resposta ao fungo angioinvasivo Aspergillus fumigatus; ; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, PIBIC Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Nathália Curty de Andrade;

Leila Maria Lopes Bezerra

Interação de Sporothrix spp com macrófagos humanos; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Leila Maria Lopes Bezerra;

Luciana Barros de Arruda

Modulação da resposta inflamatória por hidroxipropil-beta-ciclodextrina; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciências (Microbiologia)) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • NEVES, G. W. P. ; CAETANA, N ; WILLMENT, J. ; MUNRO, C. ; Gow, N. ; BROW, G. ; LOPES-BEZERRA, L. M. . A new receptor is involved in the uptake of Sporothrix spp. by human macrophages. In: 20th Congress of the International Society for Human and Animal Mycology, 2018, Amsterdã. A new receptor is involved in the uptake of Sporothrix spp. by human macrophages, 2018. v. 56. p. S1-S159.

  • NEVES, G. W. P. ; CAETANA, N ; WILLMENT, J. ; MUNRO, C. ; BROW, G. ; Gow, N. ; LOPES-BEZERRA, L. M. . Human macrophage response to Sporothrix spp. is dependent on thermo-labile human serum factors. In: ImResFun2017-Molecular Mechanisms of Fungal Pathogen-Host Interaction. In: ImResFun2017-Molecular Mechanisms of Fungal Pathogen-Host Interaction., 2017, Innsbruck. ImResFun2017-Molecular Mechanisms of Fungal Pathogen-Host Interaction, 2017.

  • CAETANA, N ; NEVES, G. W. P. ; LOPES-BEZERRA, L. M. . Interação de espécies patogênicas do gênero Sporothrix com macrófagos humanos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CAETANA, N ; CURTY, N . Padronização da obtenção dos extratos proteicos de micropartículas, exossomas e proteínas solúveis secretadas de HUVECs em resposta ao fungo angioinvasivo Aspergillus fumigatus.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • CAETANA, N ; LOPES-BEZERRA, L. M. ; NEVES, G. W. P. . Interação de espécies do complexo Sporothrix schenckii com macrófagos humanos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2018

    Padronização da obtenção dos extratos proteicos de micropartículas, exossomas e proteínas solúveis secretadas por HUVECs em resposta ao fungo angioinvasivo Aspergillus fumigatus., Descrição: Estudo proteômico de micropartículas e proteínas solúveis secretadas por HUVECs em resposta ao fungo angioinvasivo Aspergillus fumigatus. Auxiliar a identificação e quantificação de proteínas secretadas solúveis e em micropartículas oriundas de HUVECs, em resposta a diferentes cepas de A. fumigatus. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Natália Caetana de Souza Santos - Integrante / Nathália Curty de Andrade - Coordenador / Breno de Andrade Tauil - Integrante / Nicole Ribeiro de Mello Sampaio - Integrante.

  • 2015 - 2018

    Aspectos celulares e moleculares de fungos patogênicos na interação fungo-hospedeiro, Descrição: Este projeto aborda mecanismos de patogênese de duas infecções fúngicas: a aspergilose e a esporotricose. O estudo da esporotricose, uma micose profunda, tem relevância pelo fato de se tratar atualmente de uma doença endêmica no estado do Rio de Janeiro, decorrente de um surto zoonótico em Felis catus (gatos domésticos). Este surto epidêmico afetou inicialmente a população de vários Municípios da Baixada Fluminense, com baixa condição sócio-econômica. Entre 1998 e 2009 foram registrados no Serviço de Vigilância Sanitária da Fiocruz, 2200 casos de esporotricose em humanos, 3244 casos em felinos e 120 casos em cães. A transmissão gato-homem e a existência de novas espécies patogênicas no complexo Sporothrix schenckii constituem-se em grandes desafios para controle desta infecção que já apresenta relatos de casos graves e/ou fatais (Orofino Costa, comunicação pessoal). Já a aspergilose invasiva é a principal infecção fúngica invasiva (IFI) que acomete pacientes de Unidades Hematológicas, com uma taxa de mortalidade que varia de 50 a 90%. Seu principal agente etiológico é o fungo filamentoso Aspergillus fumigatus. Os principais grupos de risco desta IFI são pacientes transplantados, em especial, pacientes submetidos a transplante alogênico de medula óssea e pacientes com leucemia aguda. Os desafios mais relevantes são: a carência de teste para diagnóstico preciso e precoce da doença e uma limitada possibilidade terapêutica, além de se conhecer ainda muito pouco da fisiopatologia desta infecção oportunista. Diante do exposto, os objetivos da presente proposta serão apresentados na forma de dois subprojetos visando refletir a amplitude daquilo que o docente efetivamente desenvolve como linhas de pesquisa na UERJ, abordando estas duas infecções fúngicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Natália Caetana de Souza Santos - Integrante / Leila Maria Lopes-Bezerra - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Modelo in vitro de interação de macrófagos humanos com Sporothrix spp., Descrição: Programa de Iniciação científica em Avaliar a resposta imune e inflamatória de macrófagos humanos após infecção por leveduras de Sporothrix schenckii e Sporothrix brasiliensis, bem como investigar PRRs envolvidos nesse processo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Natália Caetana de Souza Santos - Integrante / Leila Maria Lopes-Bezerra - Coordenador / Gabriela Westerlund Peixoto Neves - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes. , Rua São Francisco Xavier 534, PHLC, Lab. 501-D, Maracanã, 20550013 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (021) 23340835, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - 2018

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2015 - 2016

Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 01/2017

    Estágios , Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes, .,Estágio realizado, Iniciação científica no Laboratório de Micologia Celular e Proteomica, orientada pela professora Nathália Curty de Andrade.

  • 01/2015

    Estágios , Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes, .,Estágio realizado, Iniciação Científica no Laboratório de Micologia Celular e Proteômica.