Rejane Flores

Possui Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (1995), Mestrado em Ciências pela Universidade Federal de Pelotas (1999) e Doutorado em Agronomia: Produção Vegetal pela Universidade Federal de Santa Maria (2006). Atualmente é docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus São Vicente do Sul (IFFarroupilha). Tem experiência em Ensino, Pesquisa e Extensão na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia Vegetal, Cultura de Tecidos e Metabolismo Secundário.

Informações coletadas do Lattes em 25/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Agronomia: Produção Vegetal

2003 - 2006

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Cultura de tecidos e produção de b-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa
Fernando Teixeira Nicoloso. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: biotecnologia vegetal; metabolismo secundário; plantas medicinais; embriogênese somática; reguladores de crescimento; ecdisteróides. Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: biotecnologia vegetal. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Fisiologia Vegetal. Setores de atividade: Produção Vegetal; Produtos e Processos Biotecnológicos; Saúde Humana.

Mestrado em Ciências

1996 - 1999

Universidade Federal de Pelotas
Título: Calogênese e Morfogênese a partir de Discos Foliares de Morangueiro (Fragaria x ananassa) cv. Vila Nova,Ano de Obtenção: 1999
Jose Antonio Peters.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: morfogênese in vitro; melhoramento de plantas; reguladores de crescimento; variação somaclonal.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: biotecnologia vegetal. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Botânica Aplicada. Setores de atividade: Produção Vegetal; Produtos e Processos Biotecnológicos Vinculados À Agricultura.

Graduação em Ciências Biológicas

1992 - 1995

Universidade Federal de Santa Maria
Título: Germinação e micropropagação de Maytenus ilicifolia Mart.
Orientador: Elcí T. H. Franco
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Agrotóxicos e seus efeitos sobre a biodiversidade. (Carga horária: 3h). , Instituto Federal Farroupilha, IFFAR, Brasil.

2017 - 2017

Poda de Plantas Frutíferas. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2017 - 2017

Curso sobre cultivo de nogueira-pecã. (Carga horária: 15h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2017 - 2017

Atividades práticas para o ensino de Botânica. (Carga horária: 4h). , Instituto Federal Farroupilha, IFFAR, Brasil.

2013 - 2013

Curso sobre Projeto Pedagógico de Cursos de Graduação. (Carga horária: 16h). , Instituto Federal Farroupilha, IF-Farroupilha, Brasil.

2008 - 2009

Curso de Capacitação Profissional em Educação. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

2004 - 2004

Cromatogragia Líquida de Alta Eficiência. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1998 - 1998

Uso de marcadores moleculares em agropecuária. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1998 - 1998

Biologia Celular. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1997 - 1997

Biologia Molecular. (Carga horária: 9h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1997 - 1997

Transformação Genética e Caracterização molecular. (Carga horária: 72h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

1996 - 1996

Cultura de tecidos vegetais. (Carga horária: 12h). , Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Brasil.

1995 - 1995

Introdução à Cultura de Tecidos Vegetais. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1994 - 1994

Engenharia Genética. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1994 - 1994

Estágio no Jardim Botânico. (Carga horária: 40h). , Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, FZB/RS, Brasil.

1994 - 1994

Genética Ecologica. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

1993 - 1993

Aspectos fisiológicos e bioquimicos da morfogênese. , Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia e Biotecnologia Vegetal.

Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Conservação de germoplasma.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

FLORES, R. . Semana Acadêmica Integrada das Licenciaturas - IFF/SVS. 2013. (Outro).

FLORES, R. . Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas. 2010. (Outro).

FLORES, R. . II Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas. 2002. (Outro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I International Symposium on Environmental Education and Sustainability.Educação Ambiental na formação inicial de professores: um relato de experiência a partir da temática agrotóxicos S. 2018. (Simpósio).

Mostra de Educação, Ciência, TEcnologia e Cultura. 2018. (Outra).

SEmana Acadêmica da Licenciatura em Ciencias Biológicas do IFFar-SVS.Agrotóxicos: efeitos na germinação de sementes e seus impactos sobre a biodiversidade. 2018. (Oficina).

67 Congresso Nacional de Botânica. GErminação e produção de plântulas de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae). 2016. (Congresso).

I Congresso Internacional do Pampa. PROPAGAÇÃO VEGETATIVA E CONSERVAÇÃO IN VITRO DE Alternanthera hirtula (MART) R. E. FR. 2016. (Congresso).

III Seminário Internacional de Educação Profissional do IF Farroupilha. 2016. (Seminário).

IV Seminário do Pesquisador do IF Farroupilha. 2016. (Seminário).

III Seminário das Licenciaturas. 2015. (Seminário).

II Seminário de Pesquisa em Pós-Graduação. 2015. (Seminário).

V Simpósio de Biodiversidade. 2015. (Simpósio).

XVI Encontro de Botânicos do Rio Grande do Sul, RS.Conservação in vitro de Alteranathera hirtula: resultados preliminares. 2015. (Encontro).

II Seminário das Licenciaturas do IFF. 2013. (Seminário).

IV Simpósio de Biodiversidade.ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇÃO DE Alternanthera hirtula (MART.) R. E. FR. (AMARANTHACEAE). 2013. (Simpósio).

Seminário de Integração do Plano de Desenvolvimento Institucional-2014-2018. 2013. (Seminário).

VI Encontro Estadual de Herbários. 2011. (Encontro).

XIV Encontro de Botânicos do Rio Grande do Sul.Proliferação de plântulas de batata-doce (Ipomoea batatas). 2011. (Encontro).

25 Jornada Acadêmica Integrada - JAI.Multiplicação in vitro de cultivares de batata-doce - Ipomoea batatas. 2010. (Outra).

Encontro dos NAPNEs dos Institutos Federais do RS. 2010. (Encontro).

IV Seminário Nacional de Diálogos com Paulo Freire: educação e intercultura. 2010. (Seminário).

24 Jornada Acadêmica Integrada.Conservação in vitro de Pfaffia tuberosa: resultados preliminares. 2009. (Outra).

II Simpósio de Biodiversidade.Sacarose e sorbitol na conservação in vitro de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken. 2009. (Simpósio).

Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal. Embriogênese somática e organogênese indireta em Pfaffia tuberosa. 2007. (Congresso).

57 Congresso Nacional de Botânica. Propagação in vitro de produção de b-ecdisona em Pfaffia glomerata. 2006. (Congresso).

5 Encontro Estadua de Herbários. 2006. (Encontro).

Encontro Estadual de Botânicos.Biologia Floral de Pfaffia glomerata. 2004. (Encontro).

Encontro Estadual de Herbários. 2004. (Encontro).

Workshop Nacional "Algas Bioindicadoras da qualidade de água". 2003. (Outra).

Encontro de Botânicos do RS.Coleta e determinação de fitoplâncton de água doce. 2002. (Encontro).

Mostra de iniciação científica.Coleta e determinação de fitoplâncton de água doce. 2002. (Outra).

Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação. 2002. (Seminário).

Seminário Institucional de Iniciação Científica.Grau de incidência e identificação de fungos macroscópicos no município de Santiago, RS. 2002. (Seminário).

Encontro Estadual de Botânicos. 2000. (Encontro).

Seminário Estadual de Biotecnologia e Produtos Transgênicos. 1999. (Seminário).

Encontro de Botânicos do Rio Grande do Sul.Calogênese e organogênese in vitro em duas cultivares de morangueiro. 1998. (Encontro).

Encontro de geneticistas do Rio Grande do Sul.Calogênese e organogênese em duas cultivares de morangueiro. 1998. (Encontro).

Reunião Estatual de Biotecnologia Vegetal. 1998. (Outra).

Congresso nacional de genética. Indução de calos a partir de discos foliares de morangueiro. 1997. (Congresso).

Encontro sobre processamento da batata. 1997. (Encontro).

II Encontro Brasileiro de Biotecnologia Vegetal-REDBIO.Avaliação do efeito da sacarose e benomyl na multiplicação in vitro de mudas de Malus prunifolia. 1997. (Encontro).

Reunião da sociedade brasileira de mutagênese, carcinogênese e teratogênese ambiental. 1997. (Outra).

Reunião de integração pesquisa x ensino do CPACT.Obtenção de Somaclones de morangueiro. 1997. (Outra).

Encontro de biologia prof Maria Marques. 1996. (Encontro).

Encontro de Botânicos do Rio Grande do Sul.Efeito do AIB, floroglucinol e luz no enraizamento de macieira. 1996. (Encontro).

Encontro de geneticistas do RS. 1996. (Encontro).

Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal.Atividades do Laboratório de cultura de tecidos da EMBRAPA/CPACT. 1996. (Outra).

Congresso Nacional de Genética. Aspectos reprodutivos e comportamento meiótico de Lathyrus. 1995. (Congresso).

Encontro Estatual de Grupos PET. 1995. (Encontro).

Jornada Integrada de Pesquisa, ensino e extensão.Análise de fenômenos biológicos, floração, maturaçao das sementes e viabilidade do pólen de Lathyrus. 1995. (Outra).

Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal.Organogênese in vitro de espécies nativas. 1995. (Outra).

Congresso Nacional de Botânica. 1994. (Congresso).

Encontro de genecistas do RS. 1994. (Encontro).

Encontro Estadual de Botânicos do RS.Micropropagação de violetas africanas. 1994. (Encontro).

Encontro Nacional do Floram. 1994. (Encontro).

Jornada de Pesquisa, extensão e ensino.Micropropagação de violetas africanas. 1994. (Outra).

Jornada de pesquisa prof Romeu Beltrão. 1994. (Outra).

Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal. 1994. (Outra).

Encontro Estadual de Biotecnologia Vegetal. 1993. (Encontro).

III Jornada de Pesquisa da UFSM. 1993. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: André Antônio Ballestreri

ARAUJO, M. M.; BRUCKER, M.;FLORES, R. Silvicultura de espécies florestais arbóreas nativas em sub-bosque de plantio puro em diferentes niveis de sombreamento. 2020. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/CCR-UFSM) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Thairini Claudino Zavistanovicz

ARAUJO, M. M.; BRONDANI, G. E.;FLORES, R.. Espécies pontenciais para plantio em área alterada na região central do rio Grande do sul. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/CCR-UFSM) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Nathalia Pimentel

Bisognin, D.A.; Saldanha, C.W.;FLORES, R.. Miniestaquia e Qualidade de mudas de erva-mate. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Jessé Caletti Mezzomo

ARAUJO, M. M.; NAVROSKI, M.;FLORES, R.. Potencial Silvicultural de espécies nativas florestais sob doses de fertilizante de liberação controlada e volume de recipiente, em viveiro e no campo. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/CCR-UFSM) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Thaise da Silva Tonetto

ARAUJO, M. M.; BRONDANI, G. E.;FLORES, R.. Conservação de sementes e desenvolvimento de mudas de Handroanthus heptaphyllus sob diferentes formas de manejo no viveiro e no campo. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Mariana Fauerharmel

ARAUJO, M. M.; NAVROSKI, M.;FLORES, R.. Crescimento inicial de Enterolobum contortisiliquum em diferentes substratos e lâminas de irrigação. 2014. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Gisele Gomez de Oliveira

ARAUJO, M. M.; Poletto, I.; Tabaldi, L.A.;FLORES, R.. Análise nutricional de mudas de Apuleia leiocarpa (Vogel) Macbride em diferentes doses de N, P e K. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Kelen Haygert Lencina

Bisognin, D.A.;FLORES, R.; Saldanha, C.W.. Micropropagação de grápia (Apuleia leiocarpa Vogel.) J.F. Macbr.. 2013. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Aline Ferreira Paim

HEININGER, L. R. S.; ARAUJO, M. M.;FLORES, R.. Contribuições para a micropropagação de Eugenia involucrata DC. e Handroanthus chrysoltrichus (MART. EX DC) MATTOS. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Daniele Guarienti Rorato

ARAUJO, M. M.; BRONDANI, G. E.; MALDANER, JOSEILA; FERMINO, M. H.;FLORES, R.. Silvicultura no restabelecimento de áreas alteradas, região sul do bioma Mata Atlântica, Brasil.. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Kelen Haygert Lencina

Bisognin, D.A.;Nicoloso, F. T.; Dutra, L.F.; PACHECO, M. T.;FLORES, R.. Micropropagação e análise genética de Apuleia leiocarpa. 2016. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Daniele Rodrigues Gomes

ARAUJO, M. M.; FRONZA, D.; NAVROSKI, M.;FLORES, R.; NUNES, U. R.. Qualidade fisiológica de diásporos, produção de mudas e desenvolvimento inicial a campo de Balfourodendron riedelianum (Engl.) Engl.. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Aline Ferreira Pim

HEININGER, L. R. S.; HEINZMANN, B. M.; MANFIO, C. E.; BEVILACQUA, C. B.;FLORES, R.. Micropropagação e análise da anatomia foliar de Handroanthus chrysotrichus. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Eliseo Salvatierra Gimenes

FLORES, R.; Bisognin, D.A.; Saldanha, C.W.; Tabaldi, L.A.; PARANHOS, J. T.. Propagação vegetativa de canjerana por microestaquia e miniestaquia. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Paula Lielse Vargas do Nascimento

FLORES, R.; Bisognin, D.A.; WENDT, S. N.; MANTOVANI, N. C.; PARANHOS, J. T.. Propagação vegetativa de louro-pardo (Cordia trichotoma) por estaquia radicular e miniestaquia. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Leandro Vinívius da Luz

Bisognin, D.A.; VALDUGA, A. T.; SAUTTER, C. K.; Saldanha, C.W.;FLORES, R.. Seleção e propagação de clones de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hill) por miniestaquia. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Kelen Haygert Lencina

Bisognin, D.A.; PARANHOS, J. T.;Nicoloso, F. T.; Fleig, F.D.;FLORES, R.. Multiplicação in vitro e enraizamento de microestacas de Apuleia leiocarpa (Vogel) Macbr.. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Mônica Brucker Kelling

ARAUJO, M. M.; Saldanha, C.W.; HEININGER, L. R. S.; BENEDETTI, A. C. P.;FLORES, R.. Utilização de polímero hidroretentor na produção de mudas de Cordia trichotoma e no crescimento inicial a campo em diferentes níveis de sombreamento. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Marcio Carlos Navroski

ARAUJO, M. M.; Fior, C.S.; Poletto, I.; Tabaldi, L.A.;FLORES, R.. Polimero hidroretentor na produção de mudas de Eucaliptus dunni Maiden.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Aline Ferreira Paim

HEININGER, L. R. S.; HEINZMANN, B. M.; MANFIO, C. E.; GOLLE, D. P.;FLORES, R.. Cultivo in vitro e análise da anatomia foliar de Eugenia involucrata e Handroanthus chrysotrichus e análise da diversidade genetica de populações de Handroanthus chrysotrichus. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: MICHELE HEBERLE

Bisognin, D.A.; Fleig, F.D.; WENDT, S. N.;FLORES, R.. Micropropagação e microestaquia in vitro de louro-pardo (Cordia trichotoma Vell.). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Eliseo Salvatierra Gimenes

Bisognin, D.A.; Fleig, F.D.; Ribas, K.Z.; ARAUJO, M. M.;FLORES, R.. Propagação vegetativa de canjerana (Cabralea canjerana) por microestaquia e miniestaquia. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: KENIA MICHELE DE QUADROS

Bisognin, D.A.; Fleig, F.D.;FLORES, R.; Dutra, L.F.; VALDUGA, A. T.. Propagação vegetativa de erva-mate por miniestaquia e microestaquia. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal/) - Universidade Federal de Santa Maria.

Aluno: Solange Rodrigues Marques

FLORES, R.. Saneamento Básico: direito de todos, privilégio de poucos. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Saúde Coletiva) - Faculdade Integrada de Santa Maria.

Aluno: Sheila Cibele Krüger

FLORES, R.. Processo de implantação de horto de plantas medicinais e chás na Unidade de Saúde da Família de Santo Antão, Santa Maria, RS. 2008. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós-Graduação em Saúde Coletiva) - Faculdade Integrada de Santa Maria.

Aluno: Rosângela L

FLORES, R.; DUTRA, D. A.. J. Flores. Desafios do uso do quebra-predra (Phyllanthus niruri) no SUS: comprovação terapêutica entre a equipe de saúde e a cultura popular. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) - FAculdade Santa Clara.

Aluno: Daiane Lopes Flores

FLORES, R.; Colomé, C.; DUTRA, D. A.. Etnofarmacologia como ferramenta na busca de novas alternativas na medicina popular. 2005. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) - FAculdade Santa Clara.

Aluno: Diuliana Nadalon Pereira

PERES, L. A.; COUTINHO, R.;FLORES, R. O ensino de ecologia através do tema agrotóxicos. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha.

Aluno: Débora Moro

FLORES, R.; PANIZ, C. M.; PERES, L. A.. Paleoarte na educação basica: arte e ciência dando vida ao passado. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha.

Aluno: Andréia da Cruz Rodrigues

RODRIGUES, A. C.; PANIZ, C. M.;FLORES, REJANE. Utilização sustentável do butiazeiro visando à preservação do gênero Butia. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha.

Aluno: Thairini Claudino Zavistanovicz

ARAUJO, M. M.;FLORES, R.; AIMI, S. C.. Estudo de Parâmetros morfofisiológicos como resposta ao substrato e adubação em mudas de Ilex paraguariensis. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria.

FLORES, R.. Seminário Institucional de Iniciação Científica. 2002. Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

FLORES, R.. Mostra de Iniciação Científica. 2002. Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Joao Luiz Carvalho Faria

FLORES, R.;FARIA, J. L. C.; PETERS, J. A.; AUGUSTIN, E.; OLIVEIRA, A. C.; FORTES, G. R. L.. Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro (Fragaria x ananassa) cv. Vila Nova.. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Eliane Augustin

PETERS, J. A.; FLORES, R.;AUGUSTIN, E.AUGUSTIN, E.; OLIVEIRA, A. C.; FARIA, J. L. C.; FORTES, G. R. L.. Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro (Fragaria x ananassa Duch.) cv. Vila Nova. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

MAISA PIMENTEL MARTINS CORDER

FLORES, R.; NICOLOSO, F.T.;Martins-Corder, M. P.. Cultura de Tecidos e Produção de B-Ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa (Amaranthaceae). 2006. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

JOSÉ ANTÔNIO PETERS

FLORES, R.PETERS, J. A.AUGUSTIN, E.OLIVEIRA, A. C.; FARIA, J. L. C.. Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro (Fragaria x ananassa Duch.) cv. Vila Nova. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Juçara Terezinha Paranhos

FETT NETTO, A. G.;PARANHOS, J. T.; NICOLOSO, F. T.. Cultura de tecidos e produção de B-ecdisona em Pfaffia glomerata e P. tuberosa. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

ALESSANDRO DAL'COL LÚCIO

NICOLOSO, Fernando Teixeira;LÚCIO, A.D.; FETT NETO, Arthur Germano; PARANHOS, Juçara Terezinha. Cultura de tecidos e produção de Beta-Ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa.. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Fernando Teixeira Nicoloso

NICOLOSO, F. T.; FETT NETO, A. G.;GIACOMELLI, S. R.; REINIGER, L. R. S.; CORDER, M. P. M.. Cultura de tecidos e produção de B-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa. 2006. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Fernando Teixeira Nicoloso

NICOLOSO, F. T.; FETTNETO, A. G.; MOREL, A. F.; PARANHOS, J. T.. Cultura de tecidos e produção de B-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Lia Rejane Silveira Reiniger

NICOLOSO, F. T.; FETT NETO, A. G.; GIACOMELLI, S. R.;REINIGER, L.R.S.; CORDER, M. P. M.. Cultura de tecidos e produção de beta-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa (Amaranthaceae). 2006. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Antonio Costa de Oliveira

PETERS, J. A.COSTA DE OLIVEIRA, Antonio; Faria, JLC; Fortes, G.R. de L.. Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro cv. Vila Nova. 1999. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas.

Sandro Rogério Giacomelli

GIACOMELLI, S. R.. Cultura de tecidos e produção de B- ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa (amaranthaceae). 2006. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Maike Brum Azambuja

LEVANTAMENTO DE ESPÉCIES E EFEITO DO GLIFOSATO E 2,4-D NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE BRIÓFITAS (Divisão Marchantiophyta) NATIVAS DO BIOMA PAMPA; Início: 2020; Iniciação científica (Graduando em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha; (Orientador);

Márcia Costenaro Parizi

Efeito do glifosato na germinação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha; Orientador: Rejane Flores;

Kamille Rodrigues Ferraz

Efeito do glifosato na germinação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Licenciatura em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha; Orientador: Rejane Flores;

Débora Moro

Germinação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis: efeito de herbicidas utilizados no cultivo da soja; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, PET - Programa Especial de Tutoramento; Orientador: Rejane Flores;

Caroline Lançanova Viero

Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell; ) Mattos; (Bignoniaceae); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Marisa Ana Strahl

Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell; ) Mattos (Bignoniaceae); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Instituto Federal Farroupilha, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rejane Flores;

Diuliana Nadalon Pereira

Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Rejane Flores;

Gláucia S

Bempck; Propagação in vitro e reintrodução na natureza de Alternanthera hirtula (Mart; ) R; E; Fr: uma rara espécie do bioma Pampa (Edital n 206/2015 - PIBIC - FAPERGS); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Paola Zuquetto Flores

Fontes de carbono na produção de plantas in vitro de Alternanthera hirtula (Mart; ) R; E; FR (Projeto cadastrado na PRPPGI, sob o 012/113-15, em 2015); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, PET - Programa Especial de Tutoramento; Orientador: Rejane Flores;

Glaucia Schmohel Bempck

Conservação In Vitro de Alternanthera hirtula (MART) R; E; FR; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rejane Flores;

Glaucia Bempck

Propagação in vitro de Alternanthera hirtula (Mart; ) R; E; FR: uma espécie em perigo de extinção; ; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rejane Flores;

Lilian Pedroso Maggio

Produção de mudas in vitro de batata-doce, cv; Da Costa; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Carlos Augusto Strenzel

Levantamento e caracterização de genótipos de batata-doce cultivados no município de São Vicente do Sul, RS; ; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Técnico em Agricultura) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Instituto Federal Farroupilha; Orientador: Rejane Flores;

Lilian Pedroso Maggi

Micropropagação de Alternanthera hirtula (Mart; ) R; E; FR; (Amaranthaceae); 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Rejane Flores;

Suzi Cerezer Uliana

Nutrição Mineral e produção de b-ecdisona em Pfaffia glomerata (Spreng; ) Pedersen; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Rejane Flores;

Nathalia Pimentel

Conservação in vitro de Pfaffia tuberosa (Spreng; ) Hicken; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Rejane Flores;

Gloria Cogo

Produção de mudas in vitro de cultivares de batata-doce - Ipomoea batatas (L; ) LAM; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Instituto Federal Farroupilha, IFFarroupilha; Orientador: Rejane Flores;

Daiane Dalmolin

Propagação clonal in vitro de espécies de Mentha; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de Cruz Alta, Unicruz; Orientador: Rejane Flores;

Aline Alves Messchmidt

Efeito de citocininas na propagação de Mentha x gracilis sole; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de Cruz Alta, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Manoeli Lupatini

Avaliação da diversidade genética de Amaranthaceae, com base nas sequencias ITS do rRNA; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Aline Alves Messchmidt

Efeito de citocininas na morfologia de Mentha x gracilis Sole cultivada in vitro; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Unicruz, Unicruz; Orientador: Rejane Flores;

Marilena Rauber

Levantamento das plantas medicianis utilizadas no município de Santo Ângelo, RS; 2002; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Universidade Regional Integrada; Orientador: Rejane Flores;

Liamara Vaz

Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí, Santo Angelo, RS; 2001; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; Orientador: Rejane Flores;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alice Battistin

Caracterização de parâmetros biomorfológicos de desenvolvimento e comportamento citogenético de leguminosas forrageiras nativas na região sul do Brasil; ; 1996; 0 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria; Orientador: Alice Battistin;

João Baptista da Silva

CALOGÊNESE E MORFOGÊNESE A PARTIR DE DISCOS FOLIARES DE MORANGUEIRO (FRAGARIA X ANANASSA DEUTSCH) CV VILA NOVA; 1999; Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas,; Coorientador: João Baptista da Silva;

JOSÉ ANTÔNIO PETERS

Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro (Fragaria x ananassa DUCH; ) cv Vila Nova; 1999; 0 f; Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jose Antonio Peters;

Elci Terezinha Henz Franco

Micropropagação de maytenus; 1996; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Santa Maria, Capes; Orientador: Elci Terezinha Henz Franco;

ALESSANDRO DAL'COL LÚCIO

Exigências nutricionais da grápia (apuleia leiocarpa) ao fósforo e enxofre; 2003; 0 f; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Alessandro Dal'Col Lúcio;

Fernando Teixeira Nicoloso

Cultura de tecidos e produção de B-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa (Amaranthaceae); 2006; Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Maria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Fernando Teixeira Nicoloso;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MALDANER, JOSEILA ; STEFFEN, GERUSA PAULI KIST ; SALDANHA, CLEBER WITT ; STEFFEN, RICARDO BEMFICA ; TABALDI, LUCIANE ALMERI ; MISSIO, EVANDRO LUIZ ; DE MORAIS, ROSANA MATOS ; FLORES, REJANE . Combining tolerant species and microorganisms for phytoremediation in aluminium-contaminated areas. INTERNATIONAL JOURNAL OF ENVIRONMENTAL STUDIES , v. 1, p. 1-14, 2019.

  • MALDANER, JOSEILA ; STEFFEN, G. P. K. ; MISSIO, E. L. ; Saldanha, C.W. ; MORO, T. ; CONTERATO, I. F. ; FLORES, R. ; MORAIS, R. M. . Variations in Luminosity, Temperature and Osmotic Potential Affect the Eragrostis plana Germination. AGROCIENCIA URUGUAY , v. 23, p. 1-7, 2019.

  • PEREIRA, D. N. ; MORO, D. ; FLORES, R . Environmental education in initial teacher formation: a report of experience from the herbicides theme. Brazilian Journal of Development , v. 5, p. 25874-25888, 2019.

  • FLORES, R ; KRAETZIG1, L. C. ; Flores, P.Z. ; PEREIRA, D. N. ; BUNEKER, H. M. ; VIERO, C. L. ; MALDANER, JOSEILA ; STRAHL, M. A. . Propagation of Dyckia vicentensis, an endemic bromeliad of the Pampa biome, Brazil. Rodriguesia , v. 69, p. 2229-2235, 2018.

  • SCHWALBERT, R. ; MALDANER, JOSEILA ; SALDANHA, CLEBER WITT ; STEFFEN, G. P. K. ; CONTERATO, I. F. ; FLORES, R. . Nutrient concentration of in vitro culture is crucial for Desmodium incanum DC. acclimatization. Pesquisa Agropecuária Gaúcha , v. 24, p. 46-54, 2018.

  • ZAVISTANOVICZ, T. C. ; ARAUJO, M. M. ; AIMI, S. C. ; FLORES, R ; BERGHETTI, A. L. P. ; DEPONTI, G. . Morphophysiological responses of Ilex paraguariensis seedlings to different substrates and fertilizations. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental , v. 21, p. 111-115, 2017.

  • FLORES, R. ; MALDANER, J. ; BRONDANI, D. ; CEZAROTTO, V. ; GIACOMELLI, S. R. ; GARLET, T. M. B. ; NICOLOSO, F. T. . Direct and indirect regeneration from Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken calli and its -ecdysone production. REVISTA BRASILEIRA DE PLANTAS MEDICINAIS (IMPRESSO) , v. 19, p. 266-273, 2017.

  • FLORES, R. ; Flores, P.Z. ; BEMPCK, G. ; MALDANER, JOSEILA ; MARCHIORETTO, M. S. . In vitro clonal propagation of the endangered plant Alternanthera hirtula (Amaranthaceae). International Journal of Current Research , v. 8, p. 43522-43528, 2016.

  • FLORES, R ; GIMENES, E. S. ; MALDANER, JOSEILA . Production of b-ecdysone in in vitro-cultured Brazilian ginseng, Pfaffia glomerata. JOURNAL OF HORTICULTURAL SCIENCE & BIOTECHNOLOGY , v. 90, p. 109-114, 2015.

  • FLORES, R. ; MAGGIO, L. P. ; Flores, P.Z. ; BEMPCK, G. ; AULER, N. M. ; CARVALHO, J. F. ; GODOI, R. S. ; FRANZIN, S. ; BECKER, L. V. ; SILVEIRA, T. . Otimização da produção de plantas in vitro de cultivares de Ipomoea batatas. Revista de Ciências Agrárias (Lisboa) , v. 38, p. 429-437, 2015.

  • GARLET, T. M. B. ; PAULUS, D. ; FLORES, R. . Production and chemical composition of Mentha x piperita var. citrata (Ehrh.) Briq. essential oil due to different potassium concentrations in the hydroponic solution. Journal of Biotechnology and Biodiversity , v. 4, p. 200-206, 2013.

  • FLORES, R. ; ULIANA, S. C. ; PIMENTEL, N. ; GARLET, T. M. B. . Sacarose e sorbitol na conservação in vitro de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken (Amaranthaceae). Journal of Biotechnology and Biodiversity , v. 4, p. 192-199, 2013.

  • GARLET, T.M.B ; FLORES, R ; MESSCHMIDT, A.A . Influência de citocininas na micropropagação de Mentha x gracilis Sole. Revista Brasileira de Plantas Medicinais (Impresso) , v. 13, p. 30-34, 2011.

  • FLORES, REJANE ; BRONDANI, DANIELA ; CEZAROTTO, VERCIANE ; GIACOMELLI, SANDRO ROGÉRIO ; NICOLOSO, FERNANDO TEIXEIRA . Micropropagation and -ecdysone content of the Brazilian ginsengs Pfaffia glomerata and Pfaffia tuberosa. In Vitro Cellular & Developmental Biology. Plant , v. 46, p. 210-217, 2010.

  • FLORES, R. ; Nicoloso, F. T. ; J, Maldaner ; Garlet, T M B . Benzilaminopurina e thidiazuron na propagação in vitro de Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen. Revista Brasileira de Plantas Medicinais , v. 11, p. 292-299, 2009.

  • FLORES, R. ; Cezarotto, V ; Brondani, D ; Giacomelli, S ; Nicoloso, F. T. . Análise de b-ecdisona em plantas in vivo e in vitro de Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen, através de Cromatografia em Camada Delgada. Revista Brasileira de Plantas Medicinais , v. 11, p. 368-371, 2009.

  • FLORES, REJANE ; NICOLOSO, FERNANDO TEIXEIRA ; BRONDANI, DANIELA ; MALDANER, JOSEILA ; CEZAROTTO, VERCIANE ; GIACOMELLI, SANDRO ROGÉRIO . Extração de ecdisterona em raízes de ginseng brasileiro. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 39, p. 1223/4-1226, 2009.

  • FLORES, R. ; Vasconcellos, N.J. ; MALDANER, J. ; GARLET, T. M. B. ; NICOLOSO, F. T. . Embriogênese somática e organogênese indireta em Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken. Revista Brasileira de Biociências (Impresso) , v. 5, p. 993-995, 2008.

  • Garlet, T M B ; FLORES, R. . Teor e qualidade do Oleo essencial de Mentha x gracilis Sole (Lamiaceae) cultivada em hidroponia. Revista Brasileira de Biociências , v. 5, p. 114-116, 2007.

  • FLORES, R. ; NICOLOSO, F. T. . Efeito do ANA e BAP na calogênese e organogênese de Pfaffia tuberosa. Revista Brasileira de Plantas Medicinais , v. 9, p. 92-96, 2007.

  • FLORES, R. ; NICOLOSO, F. T. . Embriogênese somática e organogênese indireta em Pfaffia tuberosa. Revista Brasileira de Biociências , v. 5, p. 993-995, 2007.

  • MALDANER, JOSEILA ; NICOLOSO, FERNANDO TEIXEIRA ; SANTOS, ENEIDE SCHUTZ DOS ; FAGUNDES, CAMILA KURZMANN ; FLORES, REJANE ; JUCOSKI, GLÁDIS DE OLIVEIRA ; SKREBSKY, ETIANE CALDEIRA . Crescimento de plântulas de Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen cultivadas in vitro sob dois níveis de nitrogênio e sacarose, durante seis subculturas sucessivas e aclimatização. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 37, p. 133-140, 2007.

  • FLORES, R. ; NICOLOSO, F. T. ; MALDANER, J. . Propagação clonal rápida de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken, utilizando thidiazuron. Revista Brasileira de Plantas Medicinais , Botucatu, v. 9, n.4, p. 1-7, 2007.

  • FLORES, R. ; NICOLOSO, F. T. . Indução de calos e aspectos morfogenéticos de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Pedersen. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 8, n.3, p. 89-95, 2006.

  • FLORES, REJANE ; MALDANER, JOSEILA ; NICOLOSO, FERNANDO TEIXEIRA . Otimização da micropropagação de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 36, p. 845-851, 2006.

  • Maldaner, Joseila ; NICOLOSO, F. T. ; Santos, Eneide Schutz dos ; FLORES, R. ; Skrebsky, Etiane Caldeira . Sacarose e nitrogênio na multiplicação in vitro de Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen. Ciência Rural , Santa Maria, v. 36, n.4, p. 10.1590/S0103-8, 2006.

  • STEFANELLO, S. ; FLORES, R. . Cultura in vitro de segmentos nodais de espinheira santa (Maytenus ilicifolia). Revista Científica Rural, Bagé, v. 8, p. 09-17, 2003.

  • FLORES, R. ; FORTES, G. R. ; PETERS, J. A. . Efeito de concentrações de 2,4-D, picloram e BAP na indução de calos e regeneração de plantas de moranguerio cv. Vila Nova. Revista Científica Rural, Bagé, v. 8, p. 87-91, 2003.

  • FLORES, R. ; OLIVEIRA, M. F. ; FORTES, G. R. ; PETERS, J. A. . Morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro ( Fragaria x ananassa Duch). Revista Científica Rural, Bagé-RS, v. 5, n.1, p. 08-12, 2000.

  • FLORES, REJANE ; ROCHA, BEATRIZ GOMES ; PETERS, JOSÉ ANTONIO ; AUGUSTIN, ELIANE ; FORTES, GERSON RENAN DE LUCES . Análises isoenzimáticas em somaclones de morangueiro (fragaria x ananassa Duch.) cv. Vila Nova. Ciência Rural (UFSM. Impresso) , v. 30, p. 993-997, 2000.

  • FLORES, R. ; CAMARGO, J. T. ; FORTES, G. R. L. ; PETERS, J. A. . Potencial morfogenético de clones de morangueiro (Fragaria x ananassa Duch) cv. Vila Nova em diferentes meios de regeneração. Revista Brasileira de Fruticultura , Cruz das Almas, BA, v. 21, n.3, p. 274-278, 1999.

  • FLORES, R. ; OLIVEIRA, M. F. . Calogênese e organogênese de internódios de macieira cv. Marubakaido induzida por picloram e ANA em meio com alumínio. Revista Científica Rural, Bagé, RS, v. 4, n.2, p. 43-48, 1999.

  • FLORES, R. ; FARIA, J. T. C. . Efeito do escuro e do seccionamento de internódios do porta-enxerto de macieira cv. Marubakaido na calogênese in vitro.. Revsita Brasileira de Agrociência, Pelotas, RS, v. 5, n.2, p. 81-83, 1999.

  • FLORES, REJANE ; LESSA, ANTONIO OLIVEIRA ; PETERS, JOSÉ ANTONIO ; FORTES, GERSON RENAN DE LUCES . Efeito da sacarose e do benomyl na multiplicação in vitro da macieira. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 34, p. 2363-2368, 1999.

  • CENTELLAS, ALBERTO QUEZADA ; FORTES, GERSON RENAN DE LUCES ; MÜLLER, NILVANE TEREZINHA GHELLAR ; ZANOL, GENI CARMEN ; FLORES, REJANE ; GOTTINARI, ROSETE APARECIDA . Efeito de auxinas sintéticas no enraizamento in vitro da macieira. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa) , v. 34, p. 181-186, 1999.

  • FLORES, R. ; CAMARGO, J. T. ; ANDRADE, L. B. ; SILVA, J. B. ; FORTES, G. R. L. ; OLIVEIRA, M. F. . Organogênese de clones de macieira provenientes de diferentes meios com picloram e alumínio. Revista Brasileira de Agrociência , Pelotas, RS, v. 5, n.1, p. 31-43, 1999.

  • FLORES, R. ; FARIA, J. T. C. ; GOMES, P. R. . Calogênese in vitro de duas cultivares de morangueiro (Fragaria x ananassa) a partir de discos foliares. Reviista Brasileira de Agrociência, Pelotas, RS, v. 4, n.1, p. 9-14, 1998.

  • FLORES, R. ; FRANCO, E. T. H. ; STEFANELLO, S. . Regeneração in vitro de Espinheira-Santa (Maytenus ilicifolia Mart.).. Revista Brasileira de Agrociência , v. 4, n.3, p. 201-205, 1998.

  • FLORES, R. ; FORTES, G. R. L. ; SILVA, J. B. ; OLIVEIRA, M. F. . Calogênese e organogênese de macieira em meio de cultura com Alumínio, 2,4-D e Picloram. Revista Agropecuária Em Clima Temperado, Pelotas, RS, v. 2, n.2, p. 147-153, 1998.

  • FLORES, R. ; ANDRADE, L. B. ; SILVA, J. B. ; FORTES, G. R. L. ; OLIVEIRA, M. F. . Calogênse e organogênese in vitro de duas cultivares de morangueiro (Fragaria x ananassa Duch). Revista Agropecuária de Clima Temperado, Pelotas, RS, v. 2, n.2, p. 155-161, 1998.

  • FORTES, GERSON RENAN DE LUCES ; MÜLLER, NILVANE TEREZINHA GHELLAR ; AUGUSTIN, ELIANE ; PETERS, JOSÉ ANTONIO ; FLORES, REJANE . The influence of spear number on in vitro rooting of Asparagus (Asparagus officinalis L.). HortScience , v. 32, p. 471-471, 1997.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

FLORES, R ; FERRAZ, K. R. ; SABADI, T. . Impacto Ambiental: como as algas reagem aos efeitos dos agrotóxicos. 2019. .

PEREIRA, D. N ; MORO, D. ; FLORES, R . Agrotóxicos: efeitos na germinação de sementes e seus impactos sobre a biodiversidade. 2018. .

FLORES, R. . Biotecnologia aplicada à produção de fitoterápicos. 2010. .

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema Biotecnologia e produção de mudas. 2010. (Instrutora do Projeto de Ensino e Extensão "Boas práticas agropeccuárias").

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Enfoque globalizador no ensino de Ciências. 2010. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Aulas práticas de Fisiologia Vegetal. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

FLORES, R. . Cultura de tecidos vegetais in vitro: técnicas e aplicações. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Biotecnologia de Plantas Medicinais. 2007. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Introdução à micropropagação. 2002. .

FLORES, R. . Aulas práticas de Biologia Celular. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

FLORES, R. . Genética de Populações e Evolução. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

FLORES, R. . Levantamento das plantas medicinais utilizadas na cidade de Santo Ângelo. 2002. (Relatório de pesquisa).

FLORES, R. . Clonagem de plantas in vitro. 2001. .

LEAL, T. G. ; FLORES, R. . Miniaturização arbórea. 2001. .

FLORES, R. . A Fisiologia Vegetal no Ensino Médio: abordagens alternativas. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

FLORES, R. . Introdução à Biotecnologia Vegetal. 2000. .

FLORES, R. . Principais Aplicações da Biotecnologia Vegetal no Melhoramento Genético de Plantas. 1999. .

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Calogênese e morfogênese a partir de discos foliares de morangueiro. 1999. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema :Cultura de tecidos vegetais: principais contribuições à agricultura. 1997. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Cultura de tecidos vegetais. 1995. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Transformação genética de plantas. 1995. (Palestras Ministradas).

FLORES, R. . Palestra ministrada com o tema: Estratégias da multiplicação vegetativa no melhoramento vegetal. 1993. (Palestras Ministradas).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    LEVANTAMENTO DE ESPÉCIES E EFEITO DO GLIFOSATO E 2,4-D NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE BRIÓFITAS (Divisão Marchantiophyta) NATIVAS DO BIOMA PAMPA, Descrição: Briófita é um nome comumente associado a um grupo de plantas considerado basal na linha da evolução vegetal, pois são avasculares e a reprodução sexuada é dependente da água. Apesar de as briófitas serem organismos pioneiros nos ecossistemas, a biodiversidade e os fatores que afetam o desenvolvimento desse grupo são muito pouco estudados, bem como sua ecologia, em especial, no que se refere às plantas nativas do bioma Pampa. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho será coletar e identificar briófitas talosas (divisão Marchantiophyta), bem como avaliar se os herbicidas glifosato e 2,4-D afetam o seu desenvolvimento inicial. Para isso, esporos de diferentes espécies, coletadas em regiões distintas desse bioma, serão dispostos para germinar em meio de cultura com diferentes concentrações dos herbicidas. Serão avaliadas a germinação e o desenvolvimento inicial. Desta forma, pretende-se contribuir com os conhecimentos referentes à biologia das briófitas, além de inferir sobre os possíveis efeitos dos herbicidas glifosato e do 2,4-D na sua propagação e biodiversidade, gerando subsídios para a conservação do grupo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / MAIKE BRUM AZAMBUJA - Integrante.

  • 2017 - 2019

    Germinação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis: efeito de herbicidas utilizados no cultivo da soja, Descrição: Projeto de Iniciação Científica - protocolos n. 2015.001-2017 e PVA308-2018 (PRPPGI, IFFar) - A família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção, especialmente devido às atividades antrópicas. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (RS, Brasil), cujo habitat é muito próximo à lavouras de soja e arroz. Tendo em vista que, atualmente, esta espécie encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do RS, o objetivo deste estudo será verificar a influencia de concentrações dos herbicidas glifosato e 2,4-D na germinação e no desenvolvimento inicial de D. vicentensis. Sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro com diferentes concentrações de 2,4-D. Para avaliar o efeito do glifosato, as sementes serão dispostas em caixas gerbox, com papel germitest umedecido com soluções contendo diferentes concentrações do herbicida. As avaliações serão realizadas mediante a germinação, crescimento e desenvolvimento de plântulas. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para verificar se esses herbicidas podem afetar a germinação e o desenvolvimento de D. vicentensis, além de subsidiar informações quanto à necessidade de sua conservação ex situ.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Debora Moro - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Marcia Costenaro Parizi - Integrante / Kamille Rodrigues Ferraz - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 6

  • 2010 - 2015

    Micropropagação, conservação in vitro e reintrodução na natureza de plantas de Alternanthera hirtula (Mart.) R. E. FR. (Amaranthaceae), Descrição: Projeto pioneiro envolvendo vários subprojetos aprovados em editais internos e externos: Subprojeto 1) Propagação in vitro de Alternanthera hirtula (Edital n 06/2010 ? CNPq - PIBIT) Subprojeto 2) Propagação in vitro de Alternanthera hirtula (Edital n 177/2013 - CNPq - PIBIC) Subprojeto 3) Conservação in vitro de Alternanthera hirtula: uma espécie em perigo de extinção (Edital n 300/2014 - CNPq - PIBIC) 4) Fontes de carbono na produção de plantas in vitro de Alternanthera hirtula (Mart.) R. E. FR (Projeto cadastrado na PRPPGI, sob o 012/113-15, em maio de 2015) 5) Propagação in vitro e reintrodução na natureza e Alternanthera hirtula (Projeto cadastrado na PRPPGI, sob o 013/113-15, em maio de 2015 e aprovado no edital n 165/2015 - PIBIC/FAPERGS). , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Tatiana Silveira - Integrante / Lara Vargas Becker - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Paola Zuquetto Flores - Integrante / MALDANER, JOSEILA - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 4

  • 2010 - 2013

    Levantamento, caracterização de genótipos e produção de mudas in vitro de batata-doce, Descrição: A batata-doce [Ipomoea batatas (L.) Lam.] é uma planta herbácea originária das Américas Central e do Sul. Devido as suas raízes tuberosas, é considerada uma hortaliça de grande importância econômica, sendo utilizada para comercialização in natura, para processamento em agroindústria e/ou produção de bicombustível. A batata-doce é cultivada em mais de 100 países, sendo que cerca de 90% da produção é obtida na Ásia, 5% na África e 5% no restante do mundo. No Brasil, é considerada uma cultura de subsistência, sendo cultivada em todas as regiões, destacando-se os Estados do Nordeste, Sudeste e Sul. O RS é o maior produtor nacional, com uma produção média de 157.181 toneladas anuais, o que representa 31% da produção nacional. A batata-doce apresenta um grande número de cultivares, as quais se diferenciam principalmente pelo tamanho e cor das folhas, bem como pelo comprimento e espessura das ramas. Tendo em vista a produção de mudas homogêneas e com alta qualidade fisiológica e sanitária, técnicas de cultura de tecidos vêm sendo muito utilizadas para a produção de plantas matrizes de batata-doce. Assim, diante da importância da cultura, o presente estudo teve como objetivo comparar e otimizar a produção de mudas in vitro de seis cultivares de batata-doce, tendo em vista a produção de plantas de qualidade em escala comercial. Este trabalho foi desenvolvido através de subprojetos, como segue: Subprojeto 1) Produção de mudas in vitro de cultivares de batata-doce (Ipomoea batatas) - Aprovado no Edital IF Farroupilha/PRPPGI/n01/2010 Subprojeto 2) Levantamento e caracterização de genótipos de batata-doce cultivados no município de São Vicente do Sul, RS. Aprovado no Edital IF Farroupilha/PRPPGI/n05/2010 Subprojeto 3) Produção de mudas in vitro de batata-doce, cv. Da Costa. Projeto aprovado nos Editais IF Farroupilha/PRPPGI/n03/2012 e Edital n 04/2012 - PROBIC/FAPERGS. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Rodrigo dos Santos Godoi - Integrante / Paulo Deon - Integrante / Tatiana Silveira - Integrante / Lilian Pedroso Maggio - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 3

  • 2007 - 2010

    Propagação clonal in vitro de espécies de Mentha, Descrição: As hortelãs ou mentas são plantas aromáticas que possuem sabor e aroma refrescantes, devido à presença de óleos essenciais acumulados em tricomas glandulares de folhas e inflorescências. Essas plantas se destacam pelo uso culinário e de chás medicinais utilizados popularmente no tratamento de distúrbios digestivos e de verminoses. O objetivo geral deste projeto foi estabelecer protocolos para a produção de plantas in vitro de cinco espécies de Mentha (M. arvensis L. forma piperascens Holmes, M. x gracilis Sole, M. x piperita var. citrata (Ehrh.) Briq., M. x piperita L. var. piperita, M. x villo0sa Huds.).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Rejane Flores - Integrante / Tanea M. B. Garlet - Coordenador / Aline A. Messchmidt - Integrante / Daiane Dal Molin - Integrante., Financiador(es): PIBIC-Unicruz - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2

  • 2003 - 2006

    Cultura de Tecidos e produção de b-ecdisona em Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa (Amaranthaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa desenvolvido durante do Curso de Pós-Graduação em nível de Doutorado, na Universidade Federal de Santa Maria, RS. O presente projeto foi financiado pela CAPES e teve como objetivo estudar aspectos da morfogênese e a calogênese de Pfaffia glomerata e Pfaffia tuberosa e avaliar a produção de b-ecdisona em plantas micropropagadas, clones e calos in vitro. Estas estratégias biotecnológicas envolvendo técnicas de cultivo in vitro juntamente com o doseamento de b-ecdisona foram pioneiras para o gênero e fornecem subsídios para propagação e o melhoramento dessas espécies de ginseng brasileiro.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / F. T. Nicoloso - Integrante / Maldaner, J - Integrante / Daniela Brondani - Integrante / Verciane Cezarotto - Integrante / Sandro R. Giacomelli - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa., Número de produções C, T & A: 9

  • 1996 - 1999

    Calogênese e organogênese em Fragaria x ananassa cv Vila Nova, Descrição: Projeto de Pesquisa desenvolvido durante o Curso de Pós-Graduação em nível de Mestrado, nas dependências do Laboratório de Cultura de Tecidos, da Embrapa Clima Temperado, em Pelotas, RS, em parceria com a Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / J A PETERS - Integrante / J T C Fortes - Integrante., Financiador(es): Embrapa Clima Temperado - Cooperação., Número de produções C, T & A: 7

  • 1994 - 1995

    Cultura de tecidos de Maytenus ilicifolia, Descrição: Projeto de Iniciação Científica desenvolvido durante o Curso de Graduação em Ciências Biológicas, na Universidade Federal de Santa Maria, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / E T Franco - Integrante / R STEFANELLO - Integrante., Financiador(es): Universidade Federal de Santa Maria - Bolsa., Número de produções C, T & A: 5

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS. . , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Handroathus heptapyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptapyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testados condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptapyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa.

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro.

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2016 - Atual

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2018

    Fisiologia da propagação e desenvolvimento inicial de Dyckia vicentensis Strehl (Bromeliaceae): uma espécie endêmica e ameaçada do Bioma Pampa, Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológica cadastrado sob o numero 178.085/2016, na PRPPGI do IFFar. Resumo: Apesar da grande importância ecológica e econômica, a família Bromeliaceae inclui um grande número de espécies endêmicas e/ou ameaçadas de extinção. Dyckia vicentensis Strehl é uma espécie saxícola ou rupícola, endêmica da região sudoeste do Rio Grande do Sul (Brasil) e que, atualmente, encontra-se citada na lista estadual de espécies ameaçada de extinção do Rio Grande do Sul sob categoria de Em Perigo (EN). Assim, este estudo tem como propósito testar condições que favoreçam a germinação e a produção de plantas desta espécie, tendo em vista a propagação e conservação de seu germoplasma. Para estudar a fisiologia da germinação, sementes coletadas de populações naturais serão desinfestadas e inoculadas in vitro ou semeadas em substratos. No ensaio in vitro, serão testadas duas concentrações de sais do meio nutritivo de Murashige e Skoog (100 e 50%) e a presença (1 g L-1) ou não de carvão ativo. O meio será suplementado com sacarose (30 g L-1) e solidificado com ágar (7 g L-1), sendo o pH ajustado para 5,8. No ensaio ex vitro, as sementes serão semeadas em diferentes substratos: S1 - substrato comercial; S2 - casca de pinus, carvão e granito fragmentado (1:1:1, v/v), S3 ? granito fragmentado; S4 ? S1 + S2 (1:1, v/v) e S5 ? S1 + S3 (1:1, v/v). Serão avaliadas a percentagem de germinação e a produção de plântulas, a cada dois dias, até a estabilização dos resultados. Após, as plântulas serão transferidas para ambiente de casa de vegetação para aclimatização. Após trinta e sessenta dias, serão avaliadas a sobrevivência e o desenvolvimento em geral das plantas. Em todos os ensaios, será utilizado o delineamento completamente ao acaso, com quatro repetições de 25 sementes. Os resultados obtidos no presente projeto serão importantes para o desenvolvimento de uma metodologia de propagação via seminal desta espécie, cujas plantas produzidas poderão ser utilizadas para fins de reposição na natureza, bem como para a sua ex situ conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Paola Zuquetto Flores - Integrante / Glaucia Bempck - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante / Letícia Cezar Kraetzig1 - Integrante.Financiador(es): Instituto Federal Farroupilha - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador.Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital nº 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital nº 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital nº 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

  • 2016 - 2017

    Germinação e produção de plantas in vitro de Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae), Descrição: Projeto de Pesquisa Tecnológico cadastrado sob número 046-085/16 e aprovado nos editais: 1) Edital n 222/2016, de 22 de junho de 2016, Referente ao Edital n 163/2016, de 25 de maio de 2016 - PROCESSO SELETIVO PARA APROVAÇÃO DE PROJETOS PROBITI/FAPERGS. 2) Edital n 258/2016, de 04 de agosto de 2016, referente ao edital 258/2016 - PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA DO CNPq (PIBIT/CNPq). Resumo: Handroathus heptaphyllus (Vell.) Mattos (Bignoniaceae) conhecida popularmente como ipê-roxo, ocorre na Mata atlântica e Cerrado. Esta espécie vem sido propagada por sementes, contudo estas apresentam baixa longevidade, o que dificulta a produção de mudas em larga escala. Assim, atualmente, as mudas produzidas não suprem a demanda para a reposição florestal e para fins comerciais. Neste sentido, outras estratégias, como a propagação in vitro, poderão ser alternativas para suprir a deficiência na produção de mudas dessa espécie. Neste contexto, o objetivo do presente projeto será otimizar a germinação e a propagação in vitro de genótipos de H. heptaphyllus em sistema de cultivo em dupla-fase com diferentes composições, visando a produção continua de brotos para fins de propagação massal. Para isto, serão testadas condições que favoreçam a germinação, desenvolvimento de plantas, a manutenção das plantas in vitro e, especialmente, a proliferação de novas brotações pelas plântulas. Estas brotações produzidas in vitro serão enraizadas, aclimatizadas e avaliadas quanto ao desenvolvimento a campo. Os resultados obtidos no presente estudo poderão ser utilizados para a propagação vegetativa em larga escala de genótipos de H. heptaphyllus para fins de reposição florestal, bem como para a sua conservação e produção em escala comercial.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador / Maristela M. Araújo - Integrante / Dílson Antonio Bisognin - Integrante / Nathalia Pimentel - Integrante / Marisa A. Strahl - Integrante / Caroline Lançanova Viero - Integrante / Diuliana Nadalon Pereira - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul - Bolsa., Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1

  • 2000 - 2001

    Plano de gerenciamento da bacia hidrográfica do rio Ijuí em Santo Ângelo, RS, Descrição: Projeto de Pesquisa Interdisciplinar desenvolvido pela URI-Santo Angelo, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do RS. O referido projeto contou com a participação de diversos professores e alunos, sendo a professora Rejane Flores responsável pela Análise microbiológica e análise qualitativa e quantitativa de fitoplâncton do Rio Ijuí, em Santo Angelo, RS.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) . , Integrantes: Rejane Flores - Coordenador., Financiador(es): Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Bolsa.Número de orientações: 1

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Departamento de Biologia. , Rua 20 de setembro, centro, 97420000 - São Vicente do Sul, RS - Brasil, Telefone: (55) 32571114, Ramal: 264, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2019 - Atual

Instituto Federal Farroupilha

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

1996 - 1999

Universidade Federal de Pelotas

Vínculo: Estudante de Pós-Graduação, Enquadramento Funcional: Estudante e bolsista PET/CAPES, Carga horária: 40

2003 - 2006

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Estudante de Doutorado, Enquadramento Funcional: Estudante e Bolsista CAPES, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Período destinado ao Curso de Pós-Graduação em Agronomia em nível de Doutorado.

1993 - 1995

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Estudante de Graduação, Enquadramento Funcional: Estudante e Bolsista PET/CAPES, Carga horária: 20

Atividades

  • 03/1993 - 02/1996

    Treinamentos ministrados , Programa Especial de Treinamento - PET/Biologia, .,Treinamentos ministrados, Bolsista do Programa PET/CAPES do Grupo do Curso de Ciências Biológicas

  • 09/1995 - 10/1995

    Estágios , Depart. de Educação, .,Estágio realizado, Atividades docentes na disciplina de Biologia - Ensino Médio.

  • 10/1993 - 12/1994

    Estágios , Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais - Setor de Fisiologia Vegetal, .,Estágio realizado, Carga horária: 210 horas.

2009 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 03/2018

    Pesquisa e desenvolvimento , Laboratório de Cultura de Tecidos - IFFarroupilha, .,Linhas de pesquisa

  • 05/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IF Farroupilha, .,Cargo ou função, Comissão responsável pela elaboração da proposta para a implantação do Curso de Mestrado Profissional na Área de Recursos Naturais (Portaria 0728, de 26 de maio de 2015).

  • 04/2015

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IF Farroupilha, .,Cargo ou função, Comitê Institucional de Pesquisa - CIP (Portaria 0450 de 09 de abril de 2015).

  • 03/2010

    Outras atividades técnico-científicas , Instituto Federal Farroupilha - IFFar, Instituto Federal Farroupilha - IFFar.,Atividade realizada, Coordenação de Atividades de Monitoria - acadêmicos de Ciências Biológicas.

  • 02/2010

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biotecnologia, Ecologia , Fisiologia Vegetal, Genética de Populações e Evolução , Morfologia e anatomia Vegetal, Plantas Medicinais e Etnobotânica

  • 09/2009

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Federal Farroupilha - IFFar, .,Linhas de pesquisa

  • 04/2010 - 09/2012

    Ensino, Pós-graduação Ciências Agrárias: Produção Vegetal, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biotecnologia Vegetal, Fisiologia Vegetal

2008 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Atua como docente nas disciplinas de Fisiologia Vegetal e Morfologia Vegetal

2008 - 2009

Universidade Federal de Santa Maria

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Outras informações:
Atua em atividades de Pesquisa junto ao Laboratório de Biotecnologia do Departamento de Biologia, UFSM.

Atividades

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia Vegetal

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia Vegetal

  • 08/2008 - 12/2008

    Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fisiologia Vegetal

  • 08/2008 - 12/2008

    Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Morfologia Vegetal

  • 08/2008 - 12/2008

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Botânica Aplicada

2007 - 2009

Universidade de Cruz Alta

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Outras informações:
Desenvolve atividades de Pesquisa junto ao Laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais e co-orienta alunos de Graduação em Ciências Biológicas.

2009 - 2009

Embrapa Clima Temperado

Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Treinamento, Carga horária: 40

Atividades

  • 02/2009 - 02/2009

    Treinamentos ministrados , Laboratório de Cultura de Tecidos, .,Treinamentos ministrados, Desinfestação e isolamento de meristemas de morangueiro e pereira, Multiplicação de morango, amora, framboesa e batata estabelecidas in vitro, Preparo de meios de cultura, Visita as dependências da Embrapa Clima Temperado, Visitas técnicas para discutir parcerias

2006 - 2009

Faculdade Integrada de Santa Maria

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente de Ensino Superior, Carga horária: 2

Outras informações:
Atuou como docente nos cursos de Enfermagem e Psicologia.

Atividades

  • 03/2009 - 07/2009

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Citologia e Histologia

  • 03/2008 - 12/2008

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Projetos e Pesquisas em Psicologia, Estatística aplicada à Psicologia

  • 03/2007 - 12/2007

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética Humana

  • 03/2007 - 07/2007

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Estatística aplicada à Psicologia, Genética Humana

  • 08/2006 - 12/2006

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética Humana

2008 - 2008

Universidade Regional IntegradaI - Campus Frederico Westphalen

Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente Tempo Parcial, Carga horária: 4

Outras informações:
Contrato temporário para ministrar, de forma intensiva, a disciplina de Biotecnologia para os acadêmicos da Química Industrial - Bacharelado e Licenciatura

2006 - 2007

Universidade Regional IntegradaI - Campus Frederico Westphalen

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Tempo Parcial, Carga horária: 4

Outras informações:
Contrato Temporário para ministrar a disciplina de Biotecnologia.

Atividades

  • 08/2008 - 08/2008

    Ensino, Química Industrial, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biotecnologia

  • 08/2006 - 12/2006

    Ensino, Química Industrial, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biotecnologia

  • 03/2006 - 06/2006

    Treinamentos ministrados , Laboratório de Análises Químicas e Farmacêuticas (LAQUIFAR), .,Treinamentos ministrados, - Cromatografia em Camada Delgada - CCD, - Cromatografica Líquida de Alta Eficiência - HPLC/CLAE, - Extração e quantificação de metabólitos secundários, - preparo de amostras vegetais

1999 - 2003

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Tempo parcial, Carga horária: 30

Outras informações:
Campus Santo Ângelo, RS e Campus Santiago, RS

Atividades

  • 02/2002 - 01/2003

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Citologia, Citogenética e genética humana, Genética de Populações e Evolução

  • 02/2002 - 01/2003

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Citologia e Histologia, Genética Humana, Bioestatística

  • 02/2002 - 01/2003

    Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia do Ensino de Ciências, Biologia da Educação

  • 07/2002 - 08/2002

    Ensino, Pós-Graduação em Ciências Ambientais, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Ecologia de Ecossistemas

  • 01/2000 - 12/2001

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Elementos de Fisiologia Animal e Humana, Bioestatística, Genética de Populações e Evolução, Histologia, Citologia, BOTÂNICA II (Fisiologia Vegetal)

  • 01/2000 - 12/2001

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Citologia e Histologia, Bioestatística, Genética Humana

  • 01/2000 - 12/2001

    Ensino, Administração, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia Científica e da Pesquisa

  • 03/2001 - 06/2001

    Extensão universitária , Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, .,Atividade de extensão realizada, Estudo sobre o consumo de bebidas alcoólicas no município de Sete de Setembro, RS.

  • 07/1999 - 07/2000

    Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Zoologia II, Citogenética e genética humana, Elementos de Fisiologia animal e humana, Ecologia III