Renata da Rosa

possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2003), mestrado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Estadual de Londrina (2006), e doutorado em Biologia Celular e Molecular pela Universidade Estadual de Maringá (2009). Atualmente atua como docente Associado-A da Universidade Estadual de Londrina, na área de Biologia Celular e Molecular, principalmente para os cursos de Agronomia e Ciências Biológicas. Também atua como Professora e Orientadora na Pós-graduação em Genética Aplicada (especialização) e no Programa de Pós-graduação em Genética e Biologia Molecular (mestrado e doutorado). Tem experiência nas áreas de Genética e Biologia Molecular animal, com ênfase em entomologia, atuando principalmente nos temas: Entomologia Molecular; Genômica Funcional de insetos; Resistência a inseticidas; Bicho-da-seda; Sericicultura; Suplementação alimentar em Bombyx mori; Aedes; Citogenética molecular e Citogenômica; Marcadores cromossômicos e moleculares em vetores e insetos de interesse agrário. Participa como pesquisadora da International Silk Union. Esteve em licença maternidade durantes os períodos (1) maio a novembro de 2015 e (2) novembro de 2018 a junho de 2019

Informações coletadas do Lattes em 15/10/2021

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)

2006 - 2009

Universidade Estadual de Maringá
Título: Estudos citogenéticos e moleculares em representantes da família Erythrinidae (Characiformes)
Isabel Cristina Martins dos Santos. Coorientador: Lucia Giuliano-Caetano. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Cromossomos Sexuais.Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica.

Mestrado em Genética e Biologia Molecular

2004 - 2006

Universidade Estadual de Londrina
Título: Estudos citogenéticos em diferentes populações de Hoplias malabaricus (PISCES, CHARACIFORMES, ERYTHRINIDAE).,Ano de Obtenção: 2006
Dra Lucia Giuliano Caetano.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Biologia Molecular; Characiformes; Citogenética Animal; Cromossomos Sexuais.Grande área: Ciências Biológicas

Graduação em Ciências Biológicas

2000 - 2003

Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Título: Análises citogenéticas e morfológicas em Apareiodon aff. ibitiensis (PISCES, CHARACIFORMES, PARODONTIDAE).
Orientador: Vladimir Pavan Margarido

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2021 - 2021

Extensão universitária em I Jornada de Práticas Pedagógicas da UEL. (Carga horária: 16h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2020 - 2020

Extensão universitária em VIRTUEL. (Carga horária: 80h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2020 - 2020

Extensão universitária em PRODUÇÃO DE VÍDEO, AULA NO OBS, STUDIO E AS CONFIGURAÇÃO E ATUAÇÕES DE UMA. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2013 - 2013

PLANEJAMENTO DE ENSINO: compreensões e avanços. (Carga horária: 8h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2011

Sistemática Filogenética. (Carga horária: 4h). , Sociedade Brasileira de Genética, SBG, Brasil.

2009 - 2009

53º Curso Introdutório para Professor Tutor. , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2008 - 2008

Microdisección y síntesis de sondas de DNA. (Carga horária: 30h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2008 - 2008

Construção de bibliotecas de BACs e localização c. (Carga horária: 8h). , Universidade Federal de Uberlândia, UFU, Brasil.

2006 - 2006

Mapeamento Cromossômico. , Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.

2005 - 2005

Aconselhamento Genético. (Carga horária: 12h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2004 - 2004

Isolamento de DNA satélite. (Carga horária: 80h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2004 - 2004

Hibridação in situ. (Carga horária: 2h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2002 - 2002

Influência de Fatores Ambientais Sobre o Ciclo Cel. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

2002 - 2002

Hibridação Fluorescente In Situ. , Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

2002 - 2002

Biotecnologia Uma Visão Molecular. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

2001 - 2001

Extensão universitária em Biologia na Comunidade Genética. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

2001 - 2001

Ferramenteas Básicas Para Purificação e Visualizaç. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em Sensibilização e capacitação sobre DST/AIDS. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

2000 - 2000

Extensão universitária em Programa Ecolixo de Educação Ambiental. , Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Entomologia.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Animal.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genômica e Bioinformática.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia / Subárea: Citologia e Biologia Celular/Especialidade: Citotaxonomia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

DA ROSA, RENATA . WEBINAR DE GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR. 2020. (Outro).

NASCIMENTO, C. C. ; Da ROSA, R. . ExpoLondrina 2018. 2018. (Exposição).

PAVIA, W. J. M. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DA ROSA, RENATA . V RBCC - Reunião Brasileira de Citogenética e Citogenômica. 2017. (Congresso).

DA ROSA, RENATA ; MIQUELOTO, C. ; SIMONATO, J. D. . XXVI Encontro Anual de Iniciação Científica. 2017. (Congresso).

MIQUELOTO, C. ; SIMONATO, J. D. ; DA ROSA, RENATA . XXV Encontro Anual de Iniciação Científica. 2016. (Outro).

DA ROSA, RENATA . Avaliação de trabalhos científicos. 2016. (Congresso).

Da ROSA, R. . Membro da Comissão Científica do I Congresso de Biologia e V Encontro de Ciências Biológicas da Universidade Estadual de Londrina. 2014. (Congresso).

Da ROSA, R. . X Encontro Paranaense de Genética. 2010. (Congresso).

Da ROSA, R. . Curso de Verão: I Genética e Biologia Molecular nas Férias.. 2005. (Congresso).

Da ROSA, R. . VII Encontro Paranaense de Genética.. 2004. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

I Congresso Internacional da Abraseda. Pesquisas em sericicultura desenvolvidas na Universidade Estadual de Londrina. 2021. (Congresso).

III Webinar e XI Semana Acadêmica de Agronomia.Avanços e tecnologias moleculares aplicadas à criação do bicho-da-seda. 2021. (Encontro).

Webinar em Genética e Biologia Molecular.Entomologia Molecular: a aplicação da genética no estudo dos insetos. 2020. (Seminário).

ATUALIZAÇÃO PARA O ENFRENTAMENTO DE ARBOVIROSES.Inovação para o monitoramento e controle do Aedes aegypti. 2019. (Seminário).

Encontro Estadual de Sericicultura.Ações de extensão em sericicultura. 2019. (Encontro).

ExpoLondrina 2019. Conhecendo o bicho-da-seda. 2019. (Exposição).

Encontro Nacional de Sericicultura.Estande Seda: O fio que transforma. 2018. (Encontro).

ExpoLondrina. Estande Seda: O fio que transforma. 2018. (Exposição).

III Congresso de Biologia da Universidade Estadual de Londrina. CARACTERIZAÇÃO CITOGENÉTICA DA RAÇA COMERCIAL DE BICHO-DA-SEDA BOMBYX MORI (LEPIDOPTERA: BOMBYCIDAE). 2018. (Congresso).

VIII Semana Acadêmica do Curso de Agronomia.O uso de ferramentas de análise do genoma no estudo da resistência à inseticidas. 2018. (Encontro).

V RBCC. 2017. (Congresso).

XXVI Encontro Anual de Iniciação Científica.Avaliador. 2017. (Encontro).

XXIII Semana Acadêmica de Biologia.Meiose. 2014. (Encontro).

III RBC e IV SLACE. Molecular characterization of repetitive DNA in family Lygaeidae (Insecta: Hemiptera: Heteroptera). 2013. (Congresso).

XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.Meiose em Peixes: Teoria e Prática. 2013. (Simpósio).

XXII Semana Acadêmica de Biologia.Meiose. 2013. (Encontro).

XI Encontro Paranaense de Genética.ESTUDOS CITOGENÉTICOS EM TRÊS ESPÉCIES DA FAMÍLIA LYGAEIDAE (INSECTA: HETEROPTERA) COLETADOS EM SIMPATRIA: ISOLAMENTO E LOCALIZAÇÃO DOS GENES DE DNAr 18S.. 2012. (Encontro).

Segunda Reunião Brasileira de Citogenética.Estudos citogenéticos em duas espécies do gênero Belostoma (Insecta:Heteroptera:Belostomatidae) da bacia hidrográfica do rio Paranapanema.. 2011. (Encontro).

XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.PROVÁVEL OCORRÊNCIA DE TRIPLOIDIA NATURAL EM Parauchenipterus striatulus (STEINDACHNER, 1877) COLETADOS NO PANTANAL. 2011. (Simpósio).

X Encontro Paranaense de Genética. 2010. (Encontro).

XIII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.Ocorrência de espécies crípticas em Rineloricaria microlepidogaster (Siluriformes, Loricariidae). 2009. (Simpósio).

XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.Análise do cromossomo Y do sistema sexual X1X1X2X2/X1X2Y de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) da região média do rio Paranapanema. 2008. (Simpósio).

XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics and I International Congress of Fish Genetics. Estudos citogenéticos em duas populações de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) pertencentes a bacia do rio Tibagi.. 2006. (Congresso).

XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia. Aspectos citogenéticos de diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) coletados na bacia do médio Paranapanema.. 2006. (Congresso).

51 Congresso Brasileiro de Genética. Polimorfismos cromossômicos e sistemas sexuais em diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae).. 2005. (Congresso).

VII Encontro Paranaense de Genética.Análise cariotípica em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes) coletados na região de Tamarana/PR, com possível ocorrência de cromossomos sexuais.. 2004. (Encontro).

X Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.Caracterização citogenética em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) coletados na região de Tamarana/PR.. 2004. (Simpósio).

IX Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes.Estudos citogenéticos comparativos em duas populações de Hoplosternum littorale (Pisces, Siluriformes, Callichthyidae) coletadas no rio Paraná (Guaíra/PR) e no rio Corumbá (Corumbá/MS).. 2002. (Simpósio).

Palestra sobre Fertilização Humana 'in vitro'. 2002. (Seminário).

XII Semana de Biologia. 2002. (Encontro).

Workshop sobre Biologia da Conservação. 2001. (Outra).

X Encontro Anual de Iniciação Científica, I Encontro de pesquisa da UEPG.X Encontro Anual de Iniciação Científica, I Encontro de Pesquisa da UEPG. 2001. (Encontro).

XI Semana de Biologia. 2001. (Encontro).

X Semana de Biologia.X Semana de Biologia. 2000. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Analiza Fernanda Cavenagh

DIAS, A. L.; SCHENEIDER, M. C.;Da ROSA, R.. ESTUDO CITOGENÉTICO EM ESPÉCIES DE ARANHAS PERTENCENTES À FAMÍLIA LYCOSIDAE (ARACHNIDA, ARANEAE). 2020. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Cassiane Furlan Lopes

GUNSKI, R. J.; GARNERO, A. V.;Da ROSA, R.. EVOLUÇÃO CARIOTIPICA EM ESPÉCIES DE Belostoma latreille. 2020. Dissertação (Mestrado em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS) - Universidade Federal do Pampa.

Aluno: Bruno de Jesus Kubis

Almeida, M.C.;Da ROSA, R.; ARTONI, R. F.. Biologia evolutiva de espécies do gênero Heikertingerella Csiki (1940) (Coleoptera: Alticinae): Análise morfológica, citogenética e molecular. 2018. Dissertação (Mestrado em BIOLOGIA EVOLUTIVA - UEPG - UNICENTRO) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Aluno: Isabelle Pereira Mari

PORTELA-CASTRO, A. L. B.;Da ROSA, R.; NANYA, S.. Morfologia do testículo e espermatogênese em Dione juno (Cramer) e Agraulis vanillae (Linnaeus) (Lepidoptera: Nymphalidae). 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Mariana Bessa Sanches

ZACARO, A. A.; Dias, A.L.; SCHNEIDER, M. C.;Da ROSA, R.; DALLACQUA, R. P.. Análise citogenética de três espécies de aranhas do gênero Aglaoctenus Tullgren, 1905 (Entelegynae, Lycosidae, Sosippinae). 2017. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Aluno: Jaqueline Fernanda Dionísio

Da ROSA, R.DIAS, A. L.; ITOYAMA, M. M.. Estudo citogenético comparativo em quatro espécies de percevejos (Pentatomidae: Heteroptera). 2017. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Larissa Forim Pezenti

Da ROSA, R.; PEREIRA, L. F. P.; MONNERAT, R.. Análise transcricional comparativa entre populações de Anticarsia gemmatalis resistentes e suscetíveis a Cry1Ac de Bacillus thurigiensis. 2017. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: William Guilherme Gross

Almeida, M.C.; MATEUS, R. P.;Da ROSA, R.; SANTOS, M. H.. Estudo Populacional de Omophoita octoguttata (Coleoptera: Alticinae) na Região do Paraná: Análise da Composição Genética. 2017. Dissertação (Mestrado em Biologia Evolutiva) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Aluno: Thaíssa Boldieri de Souza

VANZELA, A. L. L.; Vicari, M. R.;Da ROSA, R.. Diversidade e distribuição de retrotransposons nos genomas e cromossomos de Eleocharis (Cyperaceae). 2017. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Poliana Alves Sidol Wolf

GIULIANO-CAETANO, L.Zawadzki, C.H.Da ROSA, R.. Aspecto citogenético e molecular em três espécies de Hypostominae (Siluriformes, Loricariidae). 2016. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Matheus Pires Rincão

DIAS, A. L.; ARAUJO, D.;Da ROSA, R.. Análise citogenética de cinco espécies da família Ctenidae (Aranae). 2016. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Raquel Bozini Gallo

Da ROSA, R.; Almeida, M.C.;GIULIANO-CAETANO, L.. Citogenética molecular aplicada ao estudo da evolução cariotípica em Belostomatidae (Insecta: Heteroptera). 2016. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rachel Colauto Milanezi Aguiar

SILVA, M. A. N.;DIAS, A. L.Da ROSA, R.. Caracterização morfológica de tecidos germinativos e comportamento meiótico em populações de Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae) selecionadas com tiametoxam e lamda-cialotrina. 2016. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Mariana Camapner Usso

DIAS, A. L.Da ROSA, R.; LUI, R. L.. Mapeamento de genes ribossomais e de RNAsn U2 em diferentes populações de Rhamdia quelen (Siluriformes, Heptapteridae). 2015. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Leandro Ranucci Silva

Martins-Santos, Isabel Cristina; BORIN, L.;Da ROSA, R.. Citogenética clássica e molecular de pequenos caracídeos da bacia do rio Paraná, PR.. 2014. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Adriano Alves de Paula

VANZELA, A. L. L.; FENOCCHIO, A. S.;Da ROSA, R.. Diversidade citogenética em espécies do gênero Cestrum L. (Solanaceae). 2013. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ricardo Oliveira Brito

Almeida, M.C.; Vicari, M. R.;Da ROSA, R.. Análise Citogenética e Molecular em Phlaeothripidae (Insecta: Thysanoptera),. 2011. Dissertação (Mestrado em Biologia Evolutiva) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Aluno: Carolina Cristina Quintas

FERNANDES, R. S.; BONATO, A. B. M.;Da ROSA, R.. Distribuição de Cromossomos B na meiose de Cestrum strigilatum (Solanaceae). 2011. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Ana Beatriz Goes Fernandes Monteiro

GIULIANO-CAETANO, L.; FELDBERG, E.; BIRINDELLI, J. L. O.; Vicari, M. R.;DA ROSA, RENATA. Caracterização Da Heterocromatina com Enfoque no Papel dos Dnas Repetitivos Na Evolução Cariotípica em Algumas Espécies do Gênero Psalidodon (Characiformes, Characidae). 2021. Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Dinaíza Abadia Rocha Reis

KAVALCO, K. F.;Da ROSA, R.; FREGONEZI, A. M. R.; YOTOKO, K. S. C.; MENEGIDIO, F. B.. CITOGENÔMICA NO ESTUDO DE UM SISTEMA SEXUAL XY EM Hypostomus aff. ancistroides (Loricariidae). 2020. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal de Viçosa.

Aluno: Marcia Cristina de Souza Lara Kamei

Vicari, M. R.;Da ROSA, R.; RENESTO, E.; BORIN, L.; PORTELA-CASTRO, A. L. B.; SANTOS, I. C. M.. Análise citogenética em espécies do gênero Hypostomus Lacépède, 1803 (Siluriformes: Loricariidae) de afluentes da bacial do alto rio Paraná - PR, Brasil: uma contribuição à diversidade cariotípica do gênero.. 2015. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Aluno: Vivian Patrícia Oliveira de Moraes Manécolo

DIAS, A. L.; FENOCCHIO, A. S.; SWARCA, A. C.; Vicari, M. R.;Da ROSA, R.. Citogenética Convencional e molecular de diferentes espécies dos gênero Heptapterus, Rhamdella e Pimelodella (Siluriformes, Heptapteridae), de duas bacias hidrográficas do Rio Grande do Sul. 2014. Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Katia Brumatti Gonçalves

VILAS-BOAS, G. T. L.; LOPES, F. M.;Da ROSA, R.. BUSCA E CARACTERIZAÇÃO IN SILICO DE RNAS NÃO CODIFICADORES EM ISOLADOS DE BACILLUS CEREUS, BACILLUS THURINGIENSIS E BACILLUS ANTHRACIS. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Natália Uemura

SOFIA, S. H.;ZEQUI, J. A. C.DA ROSA, RENATA. Estrutura do ninho e atividadees de nidificação de Epicharis (Anepicharis) dejeanii (Apidae, Centridini) na ilha do Superagui, Sul do Brasil. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: André Luiz Gobatto

SOFIA, S. H.; Da SILVA, C. R. M.;DA ROSA, RENATA. Comunidade de Abelhas e vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes em áreas de reflorestamentos e remanescentes florestais no norte do Paraná. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Thayssa Boldieri de Souza

VANZELA, A. L. L.DA ROSA, RENATA; SOUZA, R. F.. Diversidade de retrotransposons nos genomas e cromossomos de Eleocharis (Cyperacea). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Raquel Bozini Gallo

ALMEIDA, F. S.;GIULIANO-CAETANO, L.DA ROSA, RENATA. Citogenética Molecular aplicada ao estudo da evolução cariotípica em Belostomatidae (Insecta: Heteroptera). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rachel Colauto Milanezi Aguiar

DIAS, A. L.DA ROSA, RENATA; LEPRI, S. R.. Estudo da Resistência e suscetibilidade a inseticidas no percevejo marrom da soja Euschistus heros (Pentatomidae: Heteroptera): integração de dados morfológicos, genômicos e citogenéticos. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Matheus Pires Rincão

SWARCA, A. C.;DIAS, A. L.DA ROSA, RENATA. Análise meiótica em diferentes espécies da família Ctenidae (Aranae). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Fábio Hiroshi Takagui

BIRINDELLI, J. L. O.;GIULIANO-CAETANO, L.Da ROSA, R.. A citogenética e suas contribuições para a compreensão da história evolutiva e filogenética de Doradídeos (Siluriformes, Doradidae) Amazônicos e da bacia Platina. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adriano Alves de Paula

Da ROSA, R.DIAS, A. L.VANZELA, A. L. L.. Diversidade Citogenética em espécies do gênero Cestrum L. (Solanaceae JUSS.). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Larissa Galvão de Lacerda

Da ROSA, R.DIAS, A. L.; Giuliano-Caetano, Lucia. Análise citogenética de Astyanax aff. fasciatus (Characidae, Incertae Sedis). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Laura Lahr Lourenço da Silva

DIAS, A. L.; SWARCA, A. C.;Da ROSA, R.. Citogenética Convencional e molecular em três espécies de peixes da Família Characidae. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Juceli Gonzalez Gouveia

Da ROSA, R.; Giuliano-Caetano, Lucia;DIAS, A. L.. Estudos citogenéticos em peixes das famílias Heptapteridae e Pseudopimelodidae. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Angélica Rossotti dos Santos

Da ROSA, R.; Giuliano-Caetano, Lucia;DIAS, A. L.. Estudo da diversidade cariotípica em Bryconamericus ecai, por meio de marcadores cromossômicos. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Josivanda Almeida

Da ROSA, R.; Giuliano-Caetano, Lucia;DIAS, A. L.. Estudo citogenéticos em duas espécies da família Callichthyidae (Callichthyinae, Siluriformes,) da bacia do rio de Contas/Bahia. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jamille de Araújo Bitencourt

DIAS, A. L.Da ROSA, R.VANZELA, A. L. L.. Citogenética de espécies de peixes do gênero Hypostomus (Loricariidae, Hypostominae), das Bacias do Rio das Contas e do Recôncavo Sul/Bahia. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Jessica Alvares Camillo

PAVIA, W. J. M.;DIAS, A. L.Da ROSA, R.. Cromossomo X. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Genética Aplicada) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Richard Cordeiro da Silva

Da ROSA, R.; Da SILVA, C. R. M.; Giuliano-Caetano, Lucia. CITOGENÉTICA CONVENCIONAL EM EXEMPLARES DE Orphula pagana (ORTHOPTERA, ACRIDIDAE), COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (FOZ DO IGUAÇU - PR- BRASIL). 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Genética Aplicada) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Angélica Nunes Tiepo

DA ROSA, RENATAGIULIANO-CAETANO, L.; SANTOS, A. R.. Análises Citogenéticas em representantes da subordem Heteroptera coletados no Parque Nacional do Iguaçu (Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Débora Carolina Lampe Menezes

ALMEIDA, F. S.;Da ROSA, R.; ALVARENGA, C. E.. Análise genética da população da espécie Gymnetis holoserica (Coleoptera) do Parque Nacional do Iguaçu e identificação molecular das diferenças de coloração do élitro. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Matheus Pires Rincão

DIAS, A. L.Da ROSA, R.; Giuliano-Caetano, Lucia. Estudo citogenético de duas famílias de aranhas (Aranae) do Campus da Universidade Estadual de Londrina. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Rafael Canfield Brianese

MANTOVANI, M. S.; FERNANDES, R. S.;Da ROSA, R.. Avaliação dos efeitos da alfa-tomatina na expressão de RNAm de genes de estresse de retículo endoplasmático (ERN1, EIF2AK3, GADD153 e TRAF2) em células HEPG2/C3A. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Angélica Alves de Paula

Da ROSA, R.; MORAES, V. P. O.;DIAS, A. L.. Estudos citogenéticos em peixes dos gêneros Parodon e Apareiodon (Família Parodontidae) de duas bacias hidrográficas. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Adrianos Alves de Paula

Da ROSA, R.; Da SILVA, C. R. M.;VANZELA, A. L. L.. Caracterização e Localização física de sequências repetitivas de DNA em Cestrum amictum, C. intermedium, C. sendtnerianum e C. strigilatum. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Laura Lahr Lourenço da Silva

Da ROSA, R.GIULIANO-CAETANO, L.DIAS, A. L.. Contribuição aos estudos cromossômicos de duas espécies de peixes da família Characidae. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Aluno: Creidelice Benetti

OLIVEIRA, R.; LÁZARI, I.;Da ROSA, R.. Depressão no idoso:uma abordagem sobre idosos asilados. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Jamila Rodrigues de Souza

LÁZARI, I.;Da ROSA, R.; OLIVEIRA, R.. Assistência de enfermagem ao paciente com acidente vascular encefálico. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Jessica C

Da ROSA, R.; FONTANA, F.; LONIEN, S.C.H.. Nascimento e Renata Mamédio.Quedas domiciliares na terceira idade: o papel do enfermeiro na prevenção. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Dalvo L

FONTANA, F.; LONIEN, S.C.H.;Da ROSA, R.. Soares e Crisitiane C. dos Santos.Qualidade de vida do paciente portador da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA/AIDS). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Daniela Ribeiro e Milena A

FONTANA, F.; LONIEN, S.C.H.;Da ROSA, R.. de Souza.Saúde ocupacional: complicações aos trabalhadores em exposição ao chumbo. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Ivani A

FONTANA, F.; LONIEN, S.C.H.;Da ROSA, R.. de Souza e Rogério C. da Cunha.Mulher mastectomizada: uma revisão literária. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Airton de Castro Souza

OLIVEIRA, R.;Da ROSA, R.; LONIEN, S.C.H.. Úlcera de Pressão. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Tarcisio Andrzejewski

OLIVEIRA, R.;Da ROSA, R.; LONIEN, S.C.H.. Dor lombar em trabalhadores de enfermagem em unidade de P.S.: prevalência e fatores associados. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Aluno: Carla Andréia Lorscheider

Da ROSA, R.; SOARES, M. A. M.;MARGARIDO, V. P.. Análise citogenética em duas espécies do gênero Crenicichla (Pisces, Perciformes, Cichlidae).. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Tsutsumi, C. Y.;Da ROSA, R.; Pacheco, R.B.. 31 Concurso Público de Provas e Títulos para Provimento de Cargo de Professor para a área/matéria de Genética Animal da Unioeste. 2012. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

MAISTRO, V. I. A.;DA ROSA, RENATA; LUCAS, L. B.. Banca Examinadora para promoção interclasse de Professor Adjunto para professor Associado de Silmara Sartoreto de Oliveira. 2018. Universidade Estadual de Londrina.

DA ROSA, RENATADIAS, A. L.GIULIANO-CAETANO, L.; PAVIA, W. J. M.. Comissão Científica da VRBCC. 2017. Universidade Estadual de Londrina.

DA ROSA, RENATA. Comissao Científica do XXV EAIC. 2016. Universidade Estadual de Londrina.

ANDRADE, M. A. B. S.;Da ROSA, R.; LEPRI, S. R.. Promoção Internível (Silmara Sartoreto de Oliveira). 2016. Universidade Estadual de Londrina.

ALMEIDA, F. S.;Da ROSA, R.; FERNANDES, G. S. A.. Promoção internível da Profa Dra Gislayne F. L. T. Vilas-Bôas. 2014. Universidade Estadual de Londrina.

Da ROSA, R.; FONTANA, F.; MORAES, E.. Avaliador dos Temas livres apresentados no Simpósio Internacional do Instituto de Ensino Superior de Londrina - S'INESUL. 2009. Instituto de Ensino Superior de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Horacio Ferreira Julio Junior

MARTINSSANTOS, I. C.; Martins, C.;DIAS, A. L.; VANZELA, A. L. L.;JULIO JUNIOR, H. F.. Estudos genéticos e moleculares em representantes da família Erythrinidae (Pisces, Characiformes). 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Isabel Cristina Martins dos Santos

Giuliano-Caetano, Lucia;SANTOS, I. C. M.DIAS, A. L.; JULIO-JR, H. F.;BORIN, Luciana Andreia. Estudos Citogeneticos e Moleculares em Representantes da Família Erytrinidae. 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Elisangela Bellafronte da Silva

MARGARIDO, Vladimir Pavan; TASCHETTO, O. M.;SILVA, E.B / BELLAFRONTE, E.. Análises citogenéticas e morfológicas em Apareiodon aff. Ibitiensis (PISCES, CHARACIFORMES, PARODONTIDAE). 2004 - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

ANA CLAUDIA SWARÇA

SWARÇA, A. C.. Estudos Citogenéticos e Moleculares em representantes da família Erythrinidae. 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Sônia Maria Alves Pinto Prioli

PRIOLI, S. M. A. P.; CASTRO, A.L.B.P.; SANTOS, I.C.M.. Identificação e caracterização de retroelementos no genoma de diferentes espécies do gênero Astyanax (Characiformes). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Cesar Martins

Martins, Cesar. Estudos citogenéticos e moleculares em representantes da família Erythrinidae (Pisces, Characiformes). 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Vladimir Pavan Margarido

Margarido, V. P.; Taschetto, O. M.;Silva, E. B.. Análises citogenéticas e morfológicas em Apareiodon aff. ibitiensis (Pisces, Characiformes, Parodontidae). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

André Luis Laforga Vanzela

VANZELA, A. L. L; DIAS, Ana Lúcia; JÚLIO JÚNIOR, Horácio Ferreira;SANTOS, I. C. M.; MARTINS, C.. Estudos citogenéticos e moleculares em representantes da familia Erythrinidae (Characiformes). 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Gustavo Noronha de Ávila

HIPOLITO, M. M.; VEIGA, R.;ÁVILA, G. N.. A Tutela Jurídica na Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Faculdade de Direito) - Universidade do Sul de Santa Catarina.

Ana Luiza de Brito Portela Castro

Martins-SantosPORTELA-CASTRO, A. L. B.; PRIOLI, S. M. A. P.. Identificação e caracterização de retroelementos no genoma de diferentes espécies do gênero Astyanax (Characiformes). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Ana Lúcia Dias

CAETANO, Lucia GiulianoBERTOLLO, Luis Antonio CarlosDIAS, A. L; SHIBATTA, Oscar Akio; VANZELA, André Luis Faforga. Estudos citogenéticos em diferentes populações de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae). 2006. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina.

Ana Lúcia Dias

Martins-Santos, I.C.MARTINS, C.DIAS, A. L; VANZELA, André Luis Faforga;JULIO JUNIOR, H. F.. Estudos citogenéticos e moleculares em representantes da família Erythrinidae (Pisces, Characiformes). 2009. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Leandro Feronato

Integração de diferentes ferramentas no monitoramento e controle de Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) e na ocorrência de arboviroses; Início: 2021; Dissertação (Mestrado profissional em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Matheus de Moura Silva

Bioprospecção de bactérias degradadoras de agrodefensivos e sua aplicação em sericicultura; Início: 2021; Dissertação (Mestrado profissional em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Tafarel Ribeiro Amaro

Análise transcricional em diferentes populações de Aedes aegypti; Início: 2020; Dissertação (Mestrado profissional em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Santino Aleandro da Silva

Integração de ferramentas morfológicas e moleculares no estudo de nematoides de interesse agrário; Início: 2021; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

João Antonio Marques Paulino

Análise e identificação dos elementos transponíveis do transcriptoma de novo de Belostoma sanctulum Montandon, 1903, e caracterização do Mitogenoma; Início: 2021; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Thayná Bisson Ferraz Lopes

Efeito da variação de temperatura na expressão gênica e na produção de casulos no bicho-da-seda Bombyx mori (Linnaeus, 1758); Início: 2019; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Rachel Colauto Milanezi Aguiar

Avaliação de padrões de crescimento e produção no bicho-da-seda (Bombyx mori): integração de dados morfológicos, fisiológicos e genômicos; Início: 2018; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Jaqueline Fernanda Dionísio

Início: 2021; Universidade Estadual de Londrina, Unidade Gestora do Fundo Paraná;

Kelvin Shinohata Branco

Sequenciamento e análise do genoma de populações de Anticarsia gemmatalis resistentes e suscetíveis à proteína Cry1Ac; Início: 2021; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Stephany Contijo Marchi

Análise sobre a interferência no bicho-da-seda (Bombyx mori) diante a suplementação alimentar com Soy Protein; ; Início: 2021; Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Jaziel Barros dos Santos

Suplementação foliar com aminoácidos essenciais e nanopartículas de prata em exemplares de Bombyx mori (Linnaeus, 1758); Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

Cristhian Licheski Cruz

Sequenciamento e análise de DNAs repetitivos em Bombyx mori (Lepidoptera: Bombycidae); Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Orientador);

João Felipe Kaiser

Identificação e caracterização de DNAs repetitivos em transcriptomas de Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae); Início: 2021; Iniciação científica (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

Matheus Henrique de Oliveira Rosa

Processo de gravação e editoração de vídeos em biologia molecular; Início: 2021; Orientação de outra natureza; Universidade Estadual de Londrina; Universidade Estadual de Londrina; (Orientador);

João Antonio Marques Paulino

Análise do transcriptoma de Belostoma sanctulum; 2021; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Renata da Rosa;

Felipe Cordeiro Dias

Análise dos genes de caderinas em populações de Anticarsia gemmatalis resistentes e suscetíveis à toxina Cry1Ac; 2020; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Renata da Rosa;

Santino Aleandro da Silva

Análises genéticas e morfológicas em Nematóides; 2020; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Renata da Rosa;

Thayná Bisson Ferraz Lopes

Estudo genético populacional em Aedes aegypti e suas correlações com a dengue em Londrina; 2019; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Renata da Rosa;

BRENDA MAGALHÃES

Aplicação de diferentes marcadores citogenéticos e moleculares no estudo de duas pragas da soja: Anticarsia gemmatalis e Chrysodeixis includens; 2018; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Renata da Rosa;

Jaqueline Dionísio

Estudo citogenético comparativo entre quatro espécies de percevejos (Pentatomidae: Heteroptera); 2017; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Renata da Rosa;

Larissa Forim Pezenti

Genômica funcional aplicada ao estudo da resistência a inseticidas em Anticarsia gemmatalis; 2017; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Raquel Bozini Gallo

Citogenética molecular aplicada ao estudo da evolução cariotípica em Belostomatidae (Insecta: Heteroptera); 2016; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Renata da Rosa;

Rachel Colauto Milanezi

Caracterização morfológica de tecidos germinativos e comportamento meiótico em populações de Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae) selecionadas com tiametoxam e lamda-cialotrina; 2016; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Tatiane Ramos Sampaio

Estudo do comportamento mitótico e meiótico de cromossomos B em peixes da família Curimatidae (Characiformes); 2013; Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Renata da Rosa;

Jaqueline Fernanda Dionísio

Estudo da resistência a inseticidas no percevejo-marrom da soja, Euschisthus heros por RNA-seq; 2021; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Renata da Rosa;

Larissa Forim Pezenti

Análise transcricional em Anticarsia gemmatalis resistentes e suscetíveis e a sua resposta a protoxina Cry1Ac de Bacillus thuringiensis; 2021; Tese (Doutorado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Renata da Rosa;

Joana Neres da Cruz Baldissera

2019; Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Renata da Rosa;

Jaqueline Dionísio

Aplicação de diferentes marcadores cromossômicos em Orphulla pagana; 2014; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Genética Aplicada) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Richard Cordeiro da Silva

CITOGENÉTICA CONVENCIONAL EM EXEMPLARES DE Orphula pagana (ORTHOPTERA, ACRIDIDAE), COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (FOZ DO IGUAÇU - PR- BRASIL); 2012; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Genética Aplicada) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Luciana Serafim, Denise Alves e Isabel Cristina

Dengue Hemorrágico; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Saúde Coletiva e da Família) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Andrea Fernanda, Juscelei Paschoal e Fátima da Silva

Incidência da prematuridade no município de Tamarana; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Saúde Coletiva e da Família) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Tafarel Ribeiro Amaro

Análise da Mutação de resistência kdr em Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) no Campus da Universidade Estadual de Londrina; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Felipe Cordeiro Dias

Análise dos genes de Acetilcolinesterase em Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae); 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Thayná Bisson Ferraz Lopes

ANÁLISE DO DNA MITOCONDRIAL EM REPRESENTANTES DE Loxa viridis e Loxa virescens (PENTATOMIDAE: HETEROPTERA) COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU PR; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Lucyana Nayara Afonso Silva

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO MEIÓTICO EM ESPÉCIES DE INSETOS DO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Angélica Nunes Tiepo

ANÁLISES CITOGENÉTICAS EM REPRESENTANTES DA SUBORDEM HETEROPTERA - COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (FOZ DO IGUAÇU ? PARANÁ- BRASIL); 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Mariana Bozina Pine

CITOGENÉTICA CONVENCIONAL E MOLECULAR EM REPRESENTANTES DA ORDEM Orthoptera COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (FOZ DO IGUAÇU - PARANÁ- BRASIL); 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Raquel Bozini Gallo

ISOLAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE DNAs REPETITIVOS NO GÊNERO Belostoma (Insecta: Heteroptera: Belostomatidae); 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Creidelice Benetti

Depressão no idoso: uma abordagem sobre o tema em pacientes asilados; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Cristiane Correa dos Santos e Dalvo Luis Soares

Qualidade de vida em pacientes portadores de HIV; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Edina Barreto

Gravidez na adolescência; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Luciana Teixeira da Costa Serafim

Dengue no Brasil: Uma doença urbana; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Andrea Fernanda da Silva

O câncer de mama e a mulher mastectomizada; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Márcia Leandra Safra

Alojamento Conjunto; 2009; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Instituto de Ensino Superior de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Kelvin Shinohata Branco

Sequenciamento e anotação do genoma de Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Noctuidae); 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Stephany Contijo Marchi

Análise morfológica da glândula sericígena em exemplares de Bombyx mori (Linnaeus, 1758) suplementados com soy protein; 2021; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Stéfany Silvestrim

Avaliação da suplementação nutricional em Bombyx mori; 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Stéphany Contijo

Estudo da suplementação com soy protein no bichoda-seda Bombyx mori (Linnaeus, 1758); 2020; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Kelvin S

Branco; Anotação funcional de genes de resistência à inseticidas em Euschistus heros; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Stephany Contijo Marchi

Isolamento de cromossomos por microdissecção em Dichelops melacanthus; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Kelvin S

Branco; Validação de genes relacionados à resistência a organofosforados em Euschistus heros; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Nathan Vidal

Análise computacional dos genes de caderinas de Lepidópteros (Insecta); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Stephany Contijo Marchi

Estudo do DNAmt em Euschistus heros (Insecta: Heteroptera); 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Tafarel Ribeiro

Estudo do gene kdr em populações de Aede aegypti coletadas em Londrina; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Felipe Cordeiro

Análise dos genes de acetilcolinesterase em Euschistus heros; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Lucyana Nayara Afonso Silva

Estudo dos DNAs repetitivos em Tropidacris cristata grandis; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Thayná Bisson Ferraz Lopes

Análises genéticas em exemplares do gênero Loxa (Insecta: Heteroptera) coletados no Parque Nacional do Iguaçu; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Angélica Nunes Tiepo

ANÁLISES CITOGENÉTICAS EM REPRESENTANTES DA SUBORDEM HETEROPTERA - COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (FOZ DO IGUAÇU ? PARANÁ- BRASIL); 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Maíra Tiaki Higuchi

Avaliação de alterações cromossômicas em Euschistus heros (Heteroptera) submetidos a diferentes tratamentos com inseticidas; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Maíra Tiaki Higuchi

Estudo do comportamento mitótico e meiótico de Euschistus heros (Heteroptera) submetidos a diferentes tratamentos com inseticidas; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Agronomia) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Thayná Bisson Ferraz Lopes

Localização de genes de RNA ribossômico 18S em Euschistus heros (Heteroptera); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Angélica Nunes Tiepo

Marcadores citogenéticos em insetos das famílias Pentatomidae e Reduviidae (Insecta: Hemiptera: Heteroptera); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Renata da Rosa;

Angélica Nunes Tiepo

Análises citogenéticas em representantes da Superfamília Coreoidea Leach, 1815 (Insecta: Hemiptera: Heteroptera) coletados no Parque Nacional do Iguaçu; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Mariana Bozina Pine

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO MEIÓTICO DOS CROMOSSOMOS DE Ronderosia sp; (ORTHOPTERA, ACRIDIDAE, MELANOPLINAE); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Raquel Bozini Gallo

Análises citogenéticas clássicas e moleculares em representantes do gênero Belostoma Latreille, 1807 (Insecta: Hemiptera: Heteroptera); 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Priscila Mary Yuyama

Estágio em Docência na graduação; 2012; Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Natália Aparecida de Paula

Estágio em docência no ensino superior; 2009; Orientação de outra natureza; (Pós-graduação em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Londrina; Orientador: Renata da Rosa;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Isabel Cristina Martins dos Santos

ESTUDOS CITOGENÉTICOS E MOLECULARES EM REPRESENTANTES DA FAMÍLIA ERYTRYNIDAE (PISCES, CHARACIFORMES); 2009; 0 f; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Isabel Cristina Martins dos Santos;

Vladimir Pavan Margarido

Análises citogenéticas e morfológicas em Apareiodon aff; ibitiensis (Pisces, Characiformes, Parodontidae); 2003; 55 f; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Orientador: Vladimir Pavan Margarido;

Lúcia Giuliano Caetano

Estudo genético de Hoplias malabaricus; 2006; Tese (Doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Celular)) - Universidade Estadual de Maringá, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Lucia Giuliano Caetano;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PEZENTI, L. F. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; FERNANDES, R. S. ; VILAS-BOAS, L. A. ; GONCALVES, K. B. ; Da SILVA, C. R. M. ; VILAS-BOAS, G. T. L. ; BARANOSKI, A. ; MANTOVANI, M. S. ; Da ROSA, R. . Transcriptional profiling analysis of susceptible and resistant strains of Anticarsia gemmatalis and their response to Bacillus thuringiensis. GENOMICS , v. 113, p. 2264-2275, 2021.

  • LOPES, THAYNÁ BISSON FERRAZ ; AMARO, TAFAREL RIBEIRO ; SILVA, BIANCA PIRACCINI ; ZEQUI, JOÃO ANTONIO CYRINO ; VILAS-BÔAS, GISLAYNE TRINDADE ; SILVA, MARIO ANTONIO NAVARRO DA ; VILAS-BOAS, BEATRIZ TRINDADE ; DA ROSA, RENATA . Genetic study in Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762) from Londrina (Paraná State, Brazil): an approach to population structure and pyrethroid resistance. Revista Brasileira de Entomologia (Impresso) , v. 65, p. e20200088, 2021.

  • SILVA, S. A. ; DA ROSA, RENATA ; AGUIAR, R. C. M. ; NASCIMENTO, C. C. ; MACHADO, A. Z. . Morus alba: Host reaction for Meloidogyne javanica, biological nematicides assessment and study of these relationships with yield and quality of leaves, cocoon and health of the silkworm. PLoS One , v. 16, p. e0252987, 2021.

  • PEZENTI, L. F. ; LEVY, S. M. ; SOUZA, R. F. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; DA ROSA, RENATA . Testes morphology and the identification of transcripts of the hormonal pathways of the velvetbean caterpillar Anticarsia gemmatalis Hübner, 1818 (Lepidoptera: Erebidae). ARTHROPOD STRUCTURE & DEVELOPMENT , v. 65, p. 101111, 2021.

  • VENTURELLI, NATÁLIA BORTHOLAZZI ; TAKAGUI, FABIO HIROSHI ; POMPEO, LUIS RICARDO SANTANA ; RODRIGUEZ, MÔNICA SÔNIA ; DA ROSA, RENATA ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA . Cytogenetic markers to understand chromosome diversification and conflicting taxonomic issues in Rineloricaria (Loricariidae: Loricariinae) from Rio Grande do Sul coastal drainages. BIOLOGIA , v. 76, p. 2561-2572, 2021.

  • MAGALHÃES, BRENDA RAFAELLA DA SILVA ; SOSA-GOMÉZ, DANIEL RICARDO ; DIONÍSIO, JAQUELINE FERNANDA ; DIAS, FELIPE CORDEIRO ; BALDISSERA, JOANA NERES DA CRUZ ; RINCÃO, MATHEUS PIRES ; DA ROSA, RENATA . Cytogenetic markers applied to cytotaxonomy in two soybean pests: Anticarsia gemmatalis (Hübner, 1818) and Chrysodeixis includens (Walker, 1858). PLoS One , v. 15, p. e0230244, 2020.

  • LOPES, T. B. F. ; DIAS, F. C. ; BALDISSERA, JOANA NERES CRUZ ; Da SILVA, C. R. M. ; FERNANDES, J. A. M. ; Da ROSA, R. . Genetic analysis in two species of Loxa Amyot & Serville 1843 (Pentatomidae) collected in Iguaçu National Park (Foz Do Iguaçu, Paraná, Brazil). International Journal of Tropical Insect Science (Online) , v. online, p. 01-08, 2020.

  • TAKAGUI, F. H. ; VENTURELLI, N. B. ; BAUMGARTNER, L. ; PAIZ, L. M. ; VIANA, P. ; DIONISIO, J. F. ; SANTANA, L. P. ; MARGARIDO, V. P. ; FENOCCHIO, A. S. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Unrevealing the Karyotypic Evolution and Cytotaxonomy of Armored Catfishes (Loricariinae) with Emphasis in Sturisoma , Loricariichthys , Loricaria , Proloricaria , Pyxiloricaria , and Rineloricaria. Zebrafish , v. 17, p. 319-332, 2020.

  • DIONISIO, J. F. ; BALDISSERA, JOANA NERES CRUZ ; TIEPO, A.N. ; FERNANDES, J. A. M. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; DA ROSA, RENATA . New cytogenetic data for three species of Pentatomidae (Heteroptera): Dichelops melacanthus (Dallas, 1851), Loxa viridis (Palisot de Beauvois, 1805), and Edessa collaris (Dallas, 1851). Comparative Cytogenetics , v. 14, p. 577-588, 2020.

  • FERREIRA, G. E. B. ; BARBOSA, L. M. ; PRIZON, A. C. ; PAIVA, S. ; VIEIRA, M. ; GALLO, R. B. ; BORIN, L. ; Da ROSA, R. ; Zawadzki, C.H. ; SANTOS, I. C. M. ; PORTELA-CASTRO, A. L. B. . Chromosomal polymorphism originating from the amplification of the heterochromatin in a population of Hypostomus regani (Ihering, 1905) (Loricariidae, Hypostominae) from the Paraguay River basin (Mato Grosso do Sul, Brazil). Comparative Cytogenetics , v. 13, p. 27-39, 2019.

  • BALDISSERA, JOANA NERES CRUZ ; PINE, MARIANA BOZINA ; LOPES, THAYNÁ BISSON FERRAZ ; DIAS, FELIPE CORDEIRO ; DE DOMENICO, FERNANDO CAMPOS ; DA ROSA, RENATA . Cytomolecular analysis of the male sex chromosome of Tropidacris cristata grandis (Thunberg, 1824) (Orthoptera: Romaleidae). ENTOMOLOGICAL SCIENCE , v. 22, p. 80-85, 2018.

  • PINE, M. B. ; GALLO, R. B. ; Da SILVA, C. R. M. ; PEZENTI, L. F. ; DE DOMENICO, FERNANDO CAMPOS ; LORETO, VILMA ; DA ROSA, RENATA . Chromosome mapping in Abracris flavolineata (De Geer, 1773) (Orthoptera) from the Iguaçu National Park - Foz do Iguaçu, Paraná, Brazil. Comparative Cytogenetics , v. 11, p. 203-212, 2017.

  • TAKAGUI, FÁBIO HIROSHI ; DIAS, ANA LUCIA ; BIRINDELLI, JOSÉ LUÍS OLIVAN ; SWARÇA, ANA CLAUDIA ; DA ROSA, RENATA ; LUI, ROBERTO LARIDONDO ; FENOCCHIO, ALBERTO SERGIO ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA . First report of B chromosomes in three neotropical thorny catfishes (Siluriformes, Doradidae). Comparative Cytogenetics , v. 11, p. 55-64, 2017.

  • AGUIAR, R. C. M. ; HUSCH, P. E. ; GALLO, R. B. ; LEVY, S. M. ; VILAS-BOAS, L. A. ; Da SILVA, C. R. M. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; Da ROSA, R. . Effects of thiamethoxam and lambda-cyhalothrin on spermatogenesis of (Heteroptera: Pentatomidae). ENTOMOLOGICAL SCIENCE , v. 20, p. 279-287, 2017.

  • GALLO, R. B. ; AGUIAR, R. C. M. ; RICIETTO, A. P. S. ; VILAS-BOAS, L. A. ; Da SILVA, C. R. M. ; Ribeiro, J. R. I. ; DA ROSA, RENATA . A new approach to chromosomal evolution in giant water bug (Heteroptera: Belostomatidae). JOURNAL OF HEREDITY , v. 108, p. 184-193, 2017.

  • TAKAGUI, FÁBIO HIROSHI ; DA ROSA, RENATA ; SHIBATTA, OSCAR AKIO ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA . Chromosomal similarity between two species of Apteronotus albifrons complex (Apteronotidae-Gymnotiformes) implications in cytotaxonomy and karyotypic evolution. CARYOLOGIA , v. 70, p. 147-150, 2017.

  • DIAS, ANA LÚCIA ; SAMPAIO, TATIANE RAMOS ; PIRES, LARISSA BETTIN ; VENTURELLI, NATALIA BORTOLAZZI ; USSO, MARIANA CAMPANER ; DA ROSA, RENATA . Evolutionary trends in the family Curimatidae (Characiformes): inferences from chromosome banding. Comparative Cytogenetics , v. 10, p. 77-95, 2016.

  • PAULA FRANCO PUNHAGUI, ANA ; RODRIGUES VIEIRA, HENRIQUE ; ELOISA MUNHOZ DE LION SIERVO, GLÁUCIA ; DA ROSA, RENATA ; SCANTAMBURLO ALVES FERNANDES, GLAURA . Ethanol exposure during peripubertal period increases the mast cell number and impairs meiotic and spermatic parameters in adult male rats. Microscopy Research and Technique (Print) , v. 79, p. 541-549, 2016.

  • TIEPO, A.N. ; PEZENTI, L. F. ; LOPES, T. B. F. ; Da SILVA, C. R. M. ; DIONISIO, J. F. ; FERNANDES, J. A. M. ; DA ROSA, RENATA . Analysis of the karyotype structure in Ricolla quadrispinosa (Linneus, 1767): inferences about the chromosomal evolution of the tribes of Harpactorinae (Heteroptera, Reduviidae). Comparative Cytogenetics , v. 10, p. 719-729, 2016.

  • RUBERT, MARCELÉIA ; DA ROSA, RENATA ; ZAWADZKI, CLAUDIO H. ; MARIOTTO, SANDRA ; MOREIRA-FILHO, ORLANDO ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA . Chromosome Mapping of 18S Ribosomal RNA Genes in Eleven Hypostomus Species (Siluriformes, Loricariidae): Diversity Analysis of the Sites. Zebrafish , v. 13, p. 360-368, 2016.

  • GOUVEIA, JUCELI GONZALEZ ; WOLF, IVAN RODRIGO ; DE MORAES-MANÉCOLO, VIVIAN PATRÍCIA OLIVEIRA ; BARDELLA, VANESSA BELLINE ; FERRACIN, LARA MUNIQUE ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA ; DA ROSA, RENATA ; DIAS, ANA LÚCIA . Isolation and characterization of 5S rDNA sequences in catfishes genome (Heptapteridae and Pseudopimelodidae): perspectives for rDNA studies in fish by C0t method. CYTOTECHNOLOGY , v. 68, p. 2711-2720, 2016.

  • SAMPAIO, T.R. ; GOUVEIA, JUCELI GONZALEZ ; Da SILVA, C. R. M. ; DIAS, A. L. ; Da ROSA, R. . Molecular Analysis of the B Microchromosome in Steindachnerina insculpta (Characiformes: Curimatidae) by Microdissection. Cytogenetic and Genome Research (Printed ed.) , p. 51-57, 2015.

  • DA ROSA, RENATA ; ROCHA, MARÍLIA DE FRANÇA ; PINE, MARIANA BOZINA ; DOS SANTOS OLIVEIRA, ELIZABETH FELIPE ALVES ; LORETO, VILMA ; GALLO, RAQUEL BOZINI ; MAXIMIANO DA SILVA, CARLOS ROBERTO ; DE DOMENICO, FERNANDO CAMPOS . Spreading of heterochromatin and karyotype differentiation in two Tropidacris Scudder, 1869 species (Orthoptera, Romaleidae). Comparative Cytogenetics , v. 9, p. 435-450, 2015.

  • BARDELA, V. B. ; SAMPAIO, T.R. ; VENTURELLI, N. B. ; Dias, A.L. ; GIULIANO-CAETANO, LUCIA ; FERNANDES, J. A. M. ; Da ROSA, R. . Physical mapping of 18S rDNA and heterochromatin in species of family Lygaeidae (Hemiptera: Heteroptera). Genetics and Molecular Research , v. 13, p. 2186-2199, 2014.

  • SAMPAIO, T.R. ; PIRES, L. B. ; Da ROSA, R. ; DIAS, A. L. . Activity patterns of nucleolar organizer region during spermatogenesis of different curimatid species (Characiformes: Curimatidae). Genome (Ottawa. Online) , v. e-Firs, p. 1-6, 2014.

  • DA ROSA, RENATA ; VICARI, MARCELO RICARDO ; DIAS, ANA LÚCIA ; Giuliano-Caetano, Lucia . New Insights into the Biogeographic and Karyotypic Evolution of Hoplias Malabaricus. Zebrafish (Larchmont, NY) , v. 11, p. 140310073708001, 2014.

  • PINE, M. B. ; GALLO, R. B. ; CLARKSON, B. ; FERREIRA JR, N. ; Da ROSA, R. . Evolutionary Dynamics of Tropisternus Karyotype (Coleoptera: Hydrophilidae: Hydrophilini) from Southern Brazil. Cytologia , v. 78, p. 243-248, 2013.

  • GOUVEIA, JUCELI GONZALEZ ; MORAES, VIVIAN PATRÍCIA OLIVEIRA ; PIRES, LARISSA BETTIN ; Rosa, Renata ; DIAS, ANA LÚCIA . Comparative cytogenetics between two species of the family Pseudopimelodidae (Siluriformes): occurrence of natural triploidy and supernumerary chromosomes. Cytotechnology , v. on lin, p. on line first, 2013.

  • GOUVEIA, J.G. ; MORAES, V. P. O. ; SAMPAIO, T.R. ; Da ROSA, R. ; DIAS, A. L. . Considerations on karyotype evolution in the genera Imparfinis Eigenmann and Norris 1900 and Pimelodella Eigenmann and Eigenmann 1888 (Siluriformes: Heptapteridae). Reviews in Fish Biology and Fisheries , v. 23, p. 215-227, 2013.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Evolutionary trends in Hoplerythinus unitaeniatus (Agassiz 1829) (Characiformes, Erythrinidae). Reviews in Fish Biology and Fisheries , v. 22, p. 467-475, 2012.

  • Bardella, V.B. ; Dias, A.L. ; Giuliano-Caetano, Lucia ; Ribeiro, J.R.I. ; Da ROSA, R. . Sex chromosome differentiation in Belostoma (Insecta: Heteroptera: Belostomatidae). Genetics and Molecular Research , v. 11, p. 2476-2486, 2012.

  • Pacheco, R.B. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Júlio Jr, H.F. ; DIAS, A. L. . Cytogenetic Comparison Among Two Different Populations of Astyanax altiparanae Garutti & Britski, 2000 (Teleostei, Characidae), with Emphasis on the Localization of 18S rDNA and 5S.. Comparative Cytogenetics (Print) , v. 5, p. 237-246, 2011.

  • Mendes, M.M. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Dias, A.L. . Karyotype diversity of four species of the incertae sedis group (Characidae) from different hydrographic basins: analysis of AgNORs, CMA3 and 18S rDNA. Genetics and Molecular Research , v. 10, p. 9, 2011.

  • Rubert, Marceléia ; Rosa, Renata ; Jerep, Fernado Camargo ; Bertollo, Luis Antônio Carlos ; GIULIANO-CAETANO, L. . Cytogenetic characterization of four species of the genus Hypostomus Lacépède, 1803 (Siluriformes, Loricariidae) with comments on its chromosomal diversity. Comparative Cytogenetics (Print) , v. 5, p. 397-410, 2011.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; MARTINS-SANTOS, I. C. . Differential chromosomal markers between sympatric karyomorphs of the fish Hoplias malabaricus (Bloch, 1794) (Characiformes: Erythrinidae). Comparative Cytogenetics (Print) , v. 4, p. 175-184, 2010.

  • Da ROSA, R. ; CAETANO FILHO, M. ; SHIBATTA, O. A. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Cytotaxonomy in distinct populations of Hoplias aff. malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) from middle Paranapanema river basin.. Journal of Fish Biology , v. 75, p. 2682-2694, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; BERTOLLO, L.A.C. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Coexistence of cytotypes and chromosomal mosaicism in Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae). Biological Research (Print) , v. 42, p. 289-296, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; CAETANO FILHO, M. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Conserved cytogenetic features in the Amazonian arapaima Arapaima gigas (Schinz, 1822) from Jamari River, Rondônia, Brazil. The Open Biology Journal , v. 2, p. 91-94, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MALABARBA, L. R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Cytogenetic analysis in Astyanax laticeps (Cope, 1894) (Ostariophysi: Characidae) from the hydrographic system of Laguna dos Patos. Neotropical Ichthyology (Impresso) , v. 7, p. 601-605, 2009.

  • Da ROSA, R. ; VANZELA, A. L. L. ; RUBERT, M. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Differentiation of Y Chromosome in the X1X1X2X2/X1X2Y Sex Chromosome System of Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae). CYTOGENETIC AND GENOME RESEARCH , v. 943, p. 4, 2009.

  • CEREALI, S. S. ; Pomini, E. ; Da ROSA, R. ; Zawadzki, C.H. ; Froehlich, O. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Karyotype description of two species of Hypostomus (Siluriformes, Loricariidae) of the Planalto da Bodoquena, Brazil.. Genetics and Molecular Research , v. 7, p. 583-591, 2008.

  • Da ROSA, R. ; BELLAFRONTE, E. ; MOREIRA-FILHO, O. ; MARGARIDO, V. P. . Constitutive heterochromatin, 5S and 18S rDNA genes in Apareiodon sp. (Characiformes, Parodontidae) with a ZZ/ZW sex chromosome systeem.. Genetica (The Hague) , v. 128, p. 159-166, 2006.

  • Da ROSA, R. ; GALLO, R. B. ; LOPES, T. B. F. . Meiose em testículo de gafanhoto. In: Rogério Fernandes de Souza; Mariana A. B. S. de Andrade; Carlos Roberto Maximiano da Silva. (Org.). Práticas de Genética, Biologia Molecular, Biotecnologia e Evolução. 01ed.Londrina: EDUEL, 2019, v. , p. 01-.

  • SILVA, S. A. ; Da ROSA, R. . Preparações Citológicas para o Estudo da Gametogênese e Cariotipagem de Nematoides. In: Andressa Cristina Zamboni Machado; Santino Aleandro da Silva; Luiz Carlos Camargo Barbosa Ferraz. (Org.). Métodos em Nematologia Agrícola. 1ed.Piracicaba: Sociedade Brasileira de Nematologia, 2019, v. 01, p. 139-152.

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. . Meiotic Studies in Teleosts: An approach for studying the behavior of chromosomes and its application. In: Skylar Carone. (Org.). Teleosts: Evolutionary development, diversity and behaviorial ecology. 1ed.New York: Nova Science Publishers, 2014, v. 1, p. 73-96.

  • MARCHI, S. C. ; DIONISIO, J. F. ; Da ROSA, R. . Microdissecção e amplificação de cromossomos em duas pragas da soja (Euschistus heros e Dichelops melacantus). In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2019, Londrina. EAIC 2019, 2019.

  • BRANCO, K. S. ; DIONÍSIO, JAQUELINE FERNANDA ; Da ROSA, R. . Anotação funcional de genes relacionados a resistência no percevejo-marrom-da-soja Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae).. In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2019, Londrina. EAIC 2019, 2019.

  • MARCHI, S. C. ; Da ROSA, R. . Análise in silico dos genes do citocromo P450 em insetos. In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2018, Londrina. Encontro Anual de Iniciação Científica, 2018.

  • AMARO, T. R. ; LOPES, T. B. F. ; Da ROSA, R. . DISTRIBUIÇÃO DA MUTAÇÃO KDR PHE1534CYS EM Aedes aegypti (LINNAEUS, 1762) NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA. In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2018, Londrina. Encontro Anual de Iniciação Científica, 2018.

  • AMARO, T. R. ; LOPES, T. B. F. ; Da ROSA, R. . DISTRIBUIÇÃO DA MUTAÇÃO KDR PHE1534CYS EM Aedes aegypti (LINNAEUS, 1762) NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA. In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2018, Londrina. EAIC 2018, 2018.

  • MARCHI, S. C. ; DA ROSA, RENATA . Estudo do DNA mitocondrial em Euschistus heros (Insecta: Heteroptera). In: 26 Encontro Anual de Iniciação Científica (EAIC), 2017, Londrina. 26 Encontro Anual de Iniciação Científica, 2017.

  • VIDAL, N. ; DA ROSA, RENATA . Análise computacional dos genes de caderinas de Lepidópteros (Insecta). In: 26 Encontro Anual de Inciação Científica (EAIC), 2017. 26 Encontro Anual de Inciação Científica, 2017.

  • LOPES, T. B. F. ; DA ROSA, RENATA . ANÁLISE DO DNAmt DE EXEMPLARES DE Loxa viridis (PENTATOMIDAE: HETEROPTERA) COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU - PR. In: XXV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2016, Londrina. XXV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2016.

  • LOPES, T. B. F. ; Da ROSA, R. . LOCALIZAÇÃO DE GENES DE RNA RIBOSSÔMICO 18S EM Euschistus heros (HETEROPTERA). In: XXIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2015, Londrina. XXIV Encontro Anual de Iniciação Científica, 2015.

  • HIGUCHI, M. T. ; Da ROSA, R. . AVALIAÇÃO DE ALTERAÇÕES CROMOSSÔMICAS EM Euschistus heros (HETEROPTERA) SUBMETIDOS A DIFERENTES TRATAMENTOS COM INSETICIDAS. In: XXIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. XXIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014.

  • TIEPO, A.N. ; Da ROSA, R. . CARACTERIZAÇÃO DE DIFERENTES FAMÍLIAS DE DNA REPETITIVOS EM HETEROPTERA. In: XXIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014, Londrina. XXIII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2014.

  • TIEPO, A.N. ; Da ROSA, R. . ANÁLISES CITOGENÉTICAS EM REPRESENTANTES DA SUPERFAMÍLIA COREOIDEA LEACH, 1815 (INSECTA: HEMIPTERA: HETEROPTERA) COLETADOS NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU. In: 22 Encontro Anual de Iniciação Científica e 3 Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2013, Foz do Iguaçu. 22 Encontro Anual de Iniciação Científica e 3 Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2013.

  • GALLO, R. B. ; Da ROSA, R. . ESTUDOS CITOGENÉTICOS EM REPRESENTANTES DA FAMÍLIA BELOSTOMATIDAE LEACH, 1815 (INSECTA: HEMIPTERA: HETEROPTERA).. In: 22 Encontro Anual de Iniciação Científica e 3 Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2013, Foz do Iguaçu. 22 Encontro Anual de Iniciação Científica e 3 Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação, 2013.

  • MARCHI, S. C. ; AGUIAR, R. C. M. ; DA ROSA, RENATA . Estudo da suplementação com soy protein no bicho-da-seda (Linnaeus, 1758). In: XXIX Encontro Anual de Iniciação Científica, 2020, Londrina. XXIX Encontro Anual de Inciação científica, 2020.

  • BRANCO, K. S. ; DIONISIO, J. F. ; DA ROSA, RENATA . Análise de genes diferencialmente expressos (DEGs) em transcriptoma (RNA-Seq) do percevejo marrom-da-soja Euschistus heros (Heteroptera: Pentatomidae). In: XXIX Encontro Anual de Iniciação Científica, 2020, Londrina. XXIX Encontro Anual de Inciação científica, 2020.

  • SILVESTRIM, S. R. ; AGUIAR, R. C. M. ; NASCIMENTO, C. C. ; Da ROSA, R. . Efeitos da suplementação Proteica com Whey Protein sobre o consumo de folhas de amoreira no Bicho-da-seda Bombyx mori (Lepidoptera: Bombycidae). In: Inovatec 2019, 2019, Londrina. Inovatec 2019, 2019.

  • BRANCO, K. S. ; DIONISIO, J. F. ; Da ROSA, R. . Identificação de proteínas candidatas vinculadas ao processo de resistência do percevejo-marrom Euschistus heros. In: Simpósio de Atualização em Ciências Agronômicas, 2019, Londrina. VIII SACA, 2019.

  • BRANCO, K. S. ; DIONISIO, J. F. ; Da ROSA, R. . BLAST2GO: anotação funcional aplicada ao agronegócio.. In: Inovatec UEL 2019, 2019, Londrina. Inovatec UEL 2019, 2019.

  • SILVESTRIM, S. R. ; AGUIAR, R. C. M. ; DIONISIO, J. F. ; NASCIMENTO, C. C. ; AITA, W. S. ; Da ROSA, R. . CARACTERIZAÇÃO CITOGENÉTICA DA RAÇA COMERCIAL DE BICHO-DA-SEDA BOMBYX MORI (LEPIDOPTERA: BOMBYCIDAE). In: III Congresso de Biologia da Universidade Estadual de Londrina, 2018, Londrina. III Congresso de Biologia da Universidade Estadual de Londrina, 2018.

  • PEZENTI, L. F. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; SOUZA, R. F. ; Da ROSA, R. . ANÁLISE EM LARGA ESCALA DE ELEMENTOS TRANSPONÍVEIS NO TRANSCRIPTOMA DE ANTICARSIA GEMMATALIS. In: Escola Paranaense de bioinformática 2018, 2018, Cornélio Procópio. Escola Paranaense de bioinformática 2018, 2018.

  • PEZENTI, L. F. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; FERNANDES, R. S. ; VILAS-BOAS, L. A. ; GONCALVES, K. B. ; DA ROSA, RENATA . Análise do transcriptoma revela múltiplos mecanismos moleculares da resistência de Anticarsia gemmatalis à toxina Cry1Ac de Bacillus thurigiensis. In: XV Simpósio de Controle Biológico, 2017, Ribeirão Preto. XV Simpósio de Controle Biológico, 2017.

  • PEZENTI, L. F. ; SOUZA, R. F. ; Da ROSA, R. . RECURSOS DE BIOINFORMÁTICA APLICADOS NA IDENTIFICAÇÃO DE GENES DE RESISTÊNCIA EM ANTICARSIA GEMMATALIS HÜBNER, 1818, (LEPIDOPTERA: EREBIDAE). In: Conversando com Cientistas III, 2017, Londrina. Conversando com Cientistas III, 2017.

  • MARCHI, S. C. ; BALDISSERA, JOANA NERES CRUZ ; Da ROSA, R. . Estudo do DNAmt em Euschistus heros. In: Conversando com cientistas III, 2017, Londrina. Conversando com cientistas III, 2017.

  • VIDAL, N. ; GONCALVES, K. B. ; SOUZA, R. F. ; Da ROSA, R. . Comparação entre proteínas de diferentes espécies de insetos envolvidas com a resistência a Bacillus thurigiensis (Bt). In: Conversando com cientistas III, 2017, Londrina. Conversando com cientistas III, 2017.

  • DIONISIO, J. F. ; BALDISSERA, JOANA NERES CRUZ ; Da ROSA, R. . Estudo citogenético comparativo em quatro espécies de percevejos (Heteroptera: Pentatomidae). In: V Reunião Brasileira de Citogenética e Citogenômica, 2017, Londrina. V Reunião Brasileira de Citogenética e Citogenômica, 2017.

  • PEZENTI, L. F. ; GONCALVES, K. B. ; FERNANDES, R. S. ; VILAS-BOAS, L. A. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; DA ROSA, RENATA . MONTAGEM DE NOVO DO TRANSCRIPTOMA DE ANTICARSIA GEMMATALIS. In: XIII Encontro Paranaense de Genética, 2016, Londrina. XIII Encontro Paranaense de Genética, 2016.

  • PEZENTI, L. F. ; GONCALVES, K. B. ; FERNANDES, R. S. ; VILAS-BOAS, L. A. ; Da SILVA, C. R. M. ; SOSA-GOMEZ, D. R. ; DA ROSA, RENATA . Montagem de novo e anotação funcional do transcriptoma de Anticarsia gemmatalis. In: Workshop de Bioinformática, 2016, Cornélio Procópio. Workshop de Bioinformática, 2016.

  • DIONISIO, J. F. ; Da ROSA, R. . ANÁLISE CITOGENÉTICA EM DICHELOPS MELACANTHUS (HETEROPTERA: PENTATOMIDAE. In: XIII ENCONTRO PARANAENSE DE GENÉTICA & X GENÉTICA NAS FÉRIAS, 2016, Londrina. XIII ENCONTRO PARANAENSE DE GENÉTICA & X GENÉTICA NAS FÉRIAS, 2016.

  • PUNHAGUI, A. P. ; DA ROSA, RENATA ; FERNANDES, G. S. A. . Período peripuberal: período sensível à ação do etanol sobre testículos de ratos machos. In: V Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2015, Londrina. V Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, 2015.

  • FERREIRA, G. E. B. ; GALLO, R. B. ; BORIN, L. ; PRIZON, A. C. ; CIUS, A. ; DA ROSA, RENATA ; Martins-Santos, Isabel Cristina ; PORTELA-CASTRO, A. L. B. . Evidências de amplificação de heterocromatina em espécimes de Hypostomus regani (Loricariidae, Hypostominae) da bacia do rio Taquri (Coxim - MS). In: XVI Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2015, Cuiabá. XVI Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2015.

  • GALLO, RAQUEL BOZINI ; AGUIAR, R. C. M. ; GOUVEIA, JUCELI GONZALEZ ; Da ROSA, R. . Análise dos cromossomos sexuais em Belostoma horvathi (Heteroptera:Belostomatidae) por microdissecção. In: IV Reunião Brasileira de Citogenética, 2015, Atibaia. IV Reunião Brasileira de Citogenética, 2015.

  • AGUIAR, R. C. M. ; HIGUCHI, M. T. ; GALLO, RAQUEL BOZINI ; TIEPO, A.N. ; DA ROSA, RENATA . ANÁLISE DO COMPORTAMENTO MEIÓTICO EM POPULAÇÕES DE EUSCHISTUS HEROS SUSCETÍVEIS E RESISTENTES A INSETICIDAS.. In: V Encontro de Ciências Biológicas da UEL, 2014, Londrina. V ECBUEL, 2014.

  • PINE, M. B. ; GALLO, R. B. ; TIEPO, A.N. ; Da ROSA, R. . Conventional Cytogenetics in Tropidacris cristata grandis representative (Orthoptera, Acridoidea, Romaleidae) collected at the Iguaçu National Park - Brazil.. In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • TIEPO, A.N. ; GALLO, R. B. ; PINE, M. B. ; Da ROSA, R. . Cytogenetic studies in Hypselonotus sp. (Heteroptera: Coreidae) collected in the Iguaçu National Park - Foz do Iguaçu - Paraná-Brazil. In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • GALLO, R. B. ; Bardella, V.B. ; PINE, M. B. ; TIEPO, A.N. ; Da ROSA, R. . Heterochromatin distribution and ribosomal DNA location in five species of the genus Belostoma. In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • GOUVEIA, J.G. ; MORAES, V. P. O. ; Da ROSA, R. ; Giuliano-Caetano, Lucia ; DIAS, A. L. . Karyotype diversity in different species of fish of the Heptapteridae family (Siluriformes). In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • BARDELA, V. B. ; DIAS, A. L. ; Giuliano-Caetano, Lucia ; Da ROSA, R. . Molecular characterization of repetitive DNA in family Lygaeidae (Insecta: Hemiptera: Heteroptera). In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • GOUVEIA, J.G. ; Da ROSA, R. ; BARDELA, V. B. ; DIAS, A. L. . Identificação e localização de DNAs repetitivos no genoma de Imparfinis schubarti (Siluriformes: Heptapteridae) por Cot-1. In: XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013, Jequié. XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013.

  • SAMPAIO, T.R. ; GOUVEIA, J.G. ; DIAS, A. L. ; Da ROSA, R. . Microdissecção e identificação de sequencias de retrotransposons nos cromossomos B de peixes da família Curimatidae (Characiformes). In: XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013, Jequié. XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013.

  • TIEPO, A.N. ; FRIGO, D.A. ; VENTURELLI, N. B. ; Da ROSA, R. . Triploidia natural em Trachelyopterus galeatus (Siluriformes: Auchenipteridae) coletados no Pantanal. In: XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013, Jequié. XV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2013.

  • DIAS, A. L. ; SAMPAIO, T.R. ; PIRES, L. B. ; Da ROSA, R. . Activity pattern of nucleolar organizer regions (NORs) in meiotic division of different fish species of the family Curimatidae (Characiformes). In: III RBC e IV SLACE, 2013, Guarujá. III RBC e IV SLACE, 2013.

  • TIEPO, A.N. ; Bardella, V.B. ; Dias, A.L. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Da ROSA, R. . ESTUDOS CITOGENÉTICOS EM TRÊS ESPÉCIES DA FAMÍLIA LYGAEIDAE (INSECTA: HETEROPTERA) COLETADOS EM SIMPATRIA: ISOLAMENTO E LOCALIZAÇÃO DOS GENES DE DNAr 18S.. In: XI Encontro Paranaense de Genética, 2012, Maringá. XI Encontro Paranaense de Genética, 2012.

  • MINAMIHARA, A. S. ; MARTINS, A. C. G. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Da ROSA, R. . ESTUDOS CITOGENÉTICO EM DUAS ESPÉCIES DO GÊNERO Deois (Hemiptera: Auchenorrhyncha).. In: XI Encontro Paranaense de Genética, 2012, Maringá. XI Encontro Paranaense de Genética, 2012.

  • BOZINI, R. ; PINE, M. B. ; Bardella, V.B. ; VANZELA, A. L. L. ; Da ROSA, R. . CARACTERIZAÇÃO CITOGENÉTICA DE INDIVÍDUOS DE Cornops sp. (ORTHOPTERA, ACRIDIDAE, LEPTYSMINAE) COLETADOS NO CENTRO-SUL DO PARANÁ.. In: XI Encontro Paranaense de Genética, 2012, Maringá. XI Encontro Paranaense de Genética, 2012.

  • PINE, M. B. ; BOZINI, R. ; Bardella, V.B. ; VANZELA, A. L. L. ; Da ROSA, R. . ANÁLISE DO COMPORTAMENTO MEIÓTICO DOS CROMOSSOMOS DE Ronderosia sp. (ORTHOPTERA, ACRIDIDAE, MELANOPLINAE). In: XI Encontro Paranaense de Genética, 2012, Maringá. XI Encontro Paranaense de Genética, 2012.

  • FRIGO, D.A. ; TAKAGUI, F. H. ; TIEPO, A.N. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. ; Da ROSA, R. . MARCADORES CITOGENÉTICOS CONFIMRAM TRIPLOIDIA NATURAL EM Trachelyopterus galeatus (Linaeus, 1766) COLETADOS NO PANTANAL.. In: XI Encontro Paranaense de Genética, 2012, Maringá. XI Encontro Paranaense de Genética, 2012.

  • BARDELA, V. B. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Ribeiro, J. R. I. ; Da ROSA, R. . Estudos citogenéticos em duas espécies do gênero Belostoma (Insecta:Heteroptera:Belostomatidae) da bacia hidrográfica do rio Paranapanema.. In: Segunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011, Águas de Lindóia. Seunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011.

  • MORAES, V. P. O. ; GOUVEIA, J.G. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. . Bandamento cromossômico em peixes dos gêneros Pimelodella e Rhamdella (Heptapteridae,Siluriformes). In: Segunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011, Águas de Lindóia. Seunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011.

  • GOUVEIA, J.G. ; MORAES, V. P. O. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. . Polimorfismo de heterocromatina em uma população de Imparfinis mirini (Siluriformes: Heptapteridae). In: Segunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011, Águas de Lindóia. Seunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011.

  • DIAS, A. L. ; GOUVEIA, J.G. ; MORAES, V. P. O. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Ocorrência de triploidia natural e cromossomos supranumerários em Microglanis cottoides (Siluriformes: Pseudopimelodidae). In: Segunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011, Águas de Lindóia. Seunda Reunião Brasileira de Citogenética, 2011.

  • GOUVEIA, J.G. ; MORAES, V. P. O. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. . ANÁLISE DAS RONs EM DIFERENTES ESPÉCIES DE PEIXES DAS FAMÍLIAS HEPTAPTERIDAE E PSEUDOPIMELODIDAE (SILURIFORMES), UTILIZANDO AGNOR, CMA3 E FISH COM SONDA DE DNAr 18S. In: XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011, São Pedro. XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; FERNANDES, R. S. ; Zawadzki, C.H. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; MOREIRA-FILHO, O. . ESTUDOS GENÉTICOS E MORFOLÓGICOS COMPARATIVOS EM Hypostomus albopunctatus (REGAN, 1908) E Hypostomus heraldoi ZAWADZKI, WEBER & PAVANELLI, 2008 DA BACIA DO ALTO RIO PARANÁ. In: XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011, São Pedro. XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011.

  • MORAES, V. P. O. ; GOUVEIA, J.G. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; DIAS, A. L. . DIVERSIDADE CARIOTÍPICA EM DIFERENTES ESPÉCIES DA FAMÍLIA HEPTAPTERIDAE PROVENIENTES DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL. In: XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011, São Pedro. XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011.

  • TAKAGUI, F. H. ; VENTURELLI, N. B. ; Da ROSA, R. ; DIAS, A. L. ; Vicari, M. R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . CITOGENÉTICA MOLECULAR DE Loricariichthys (BLEEKER, 1794). In: XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011, São Pedro. XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011.

  • TAKAGUI, F. H. ; VENTURELLI, N. B. ; Da ROSA, R. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. . PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS CITOGENÉTICAS DO GÊNERO Rineloricaria (SILURIFORMES LORICARIIDAE). In: XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011, São Pedro. XIV Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2011.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; MOREIRA-FILHO, O. . Estudos citogenéticos preliminares em Neoplecostomus yapo e Pareiohaphis hypselurus (Loricariidae, Neoplecostominae). In: 56 Congresso Nacional de Genética, 2010, Guarujá. 56 Congresso Nacional de Genética, 2010.

  • RUBERT, MARCELÉIA ; TAKAGUI, F. H. ; Da ROSA, R. ; Zawadzki, C.H. ; MARIOTTO, S. ; Giuliano-Caetano, Lucia ; MOREIRA-FILHO, O. . ESTUDOS CITOGENÉTICOS DE DUAS ESPÉCIES DO GÊNERO Hypostomus (Loricariidae). In: XIV CONGRESO LATINOAMERICANO DE GENÉTICA (ALAG), 2010, Via del Mar. XIV CONGRESO LATINOAMERICANO DE GENÉTICA (ALAG), 2010.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; Zawadzki, C.H. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; MOREIRA-FILHO, O. . CARACTERIZAÇÃO CITOGENÉTICA DE QUATRO ESPÉCIES PERTENCENTES AO GÊNERO Hypostomus (SILURIFORMES,, LORIICARIIDAE) DO RIO PIRACICABA/SP. In: XVIII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2009, Cuiabá. XVIII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; VENTURELLI, N. B. ; TAKAGUI, F. H. ; RODRIGUEZ, M. S. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Ocorrência de Espécies crípticas em Rineloricaria microlepidogaster (Siluriformes, Loricariidae). In: XIII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2009, Ponta Grossa. XIII SCGP, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; VENTURELLI, N. B. ; TAKAGUI, F. H. ; RODRIGUEZ, M. S. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise cariotípica comparativa de quatro espécies do gênero Rineloricaria (Siluriformes, Loricariidae) da bacia do Atlântico Sul. In: XIII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2009, Ponta Grossa. XIII SCGP, 2009.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; Gaeta, M.L. ; VANZELA, A. L. L. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise do Cromossomo Y do sistema sexual X1X1X2X2/X1X2Y de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) da região média do rio Paranapanema. In: XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008, Uberlândia. XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Marcadores citogenéticos em três diferentes populações de Hoplerythrinus unitaeniataus (Characiformes, Erythrinidae). In: XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008. XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008.

  • GIULIANO-CAETANO, L. ; Da ROSA, R. ; MALABARBA, L. R. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; RUBERT, M. . Análise citogenética de Astyanax laticeps (Cope, 1894) (Ostariophysi: Charcidae) do sitema da Laguna dos Patos. In: XXXVII Congresso Argentino de Genética, 2008, Tandil. Journal of Basic & Applied Genetics (BAG), 2008. v. XIX.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; MALABARBA, L. R. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; MOREIRA-FILHO, O. . Análise citogenética de duas espécies da tribo Ancistrini (Siluriformes, Loricariidae). In: XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008, Uberlândia. XII Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2008.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise citogenética em três espécies do gênero Hypostomus (Pisces, Loricariidae) do rio Jacutinga/PR.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Estudos citogenéticos em três populações de Loricariichthys platymetopon (Pisces, Loricariidae).. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006.

  • MARQUES, D. S. ; Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. . Citogenética de duas espécies simpátricas de Apareiodon (Pisces, Characiformes, Parodontidae) coletadas no rio Piquiri-PR.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; SHIBATTA, O. A. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise morfométrica de exemplares de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) pertencentes à seis populações do médio Paranapanema.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; CAETANO FILHO, M. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Aspectos citogenéticos de diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) coletados na bacia do médio Paranapanema.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006, Londrina. XXVI Congresso Brasileiro de Zoologia, 2006.

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Identificação de mosaicismo cromossômico na espécie Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae), uma possível ocorrência de híbridos na espécie.. In: XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics and I International Congress of Fish Genetics, 2006, São Carlos. XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics and I International Congress of Fish Genetics, 2006.

  • Da ROSA, R. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Estudos citogenéticos em duas populações de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) pertencentes a bacia do rio Tibagi.. In: XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics and I International Congress of Fish Genetics, 2006, São Carlos. XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics and I International Congress of Fish Genetics, 2006.

  • CEREALI, S. S. ; Pomini, E. ; Da ROSA, R. ; Froehlich, O. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Estudo citogenético preliminar de Astyanax lineatus (Characidae, Tetragonopterinae) do córrego Salobrinha, Bodoquena, MS. In: XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics, 2006, São Carlos. XI Brazilian Symposium on Fish Cytogenetics and Genetics, 2006.

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Polimorfismos cromossômicos e sistemas sexuais em diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae).. In: 51 Congresso Brasileiro de Genética, 2005, Águas de Lindóia. 51 Congresso Brasileiro de Genética, 2005.

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise cariotípica em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes) coletados na região de Tamarana/PR, com possível ocorrência de cromossomos sexuais.. In: VII Encontro Paranaense de Genética, 2004, Londrina. CD de resumos do VII EPG, 2004.

  • MARGARIDO, V. P. ; Da ROSA, R. ; BELLAFRONTE, E. . Descrição de um sistema de cromossomos sexuais ZZ/ZW em uma nova espécie de Apareiodon (Characiformes, Parodontidae) coletada no rio Piquiri Nova Laranjeiras-Paraná.. In: X Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2004, Natal. X SCGP, 2004.

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Caracterização citogenética em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes) coletados na região de Tamarana/PR.. In: X Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2004, Natal. X SCGP, 2004.

  • RUBERT, M. ; Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. . Estudos citogenéticos em Oligosarcus paranensis (Pisces, Characidaee, Acestrothynchinae) coletados no rio das Tunas/Piquiri.. In: XII EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003, Foz do Iguaçu. CD de resumos do XII EAIC, 2003.

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MARGARIDO, V. P. . Análise citogenética em Apareiodon ibitiensis (Pisces, Characiformes, Parodontidae) provenientese do rio Piquiri (Nova Laranjeiras/PR).. In: XII EAIC - Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003, Foz do Iguaçu. CD de resumos do XII EAIC, 2003.

  • Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. ; KAVALCO, K. F. . Estudos Citogenéticos Comparativos em duas Populações de Hoplosternum Littorale (Pisces, Siluriformes, Callichthyidae) Coletadas no Rio Paraná (Guaíra/PR) no Rio Corumbá (Corumbá/MS). In: IX Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes, 2002, Maringá. Livro de Resumos do IX Simpósio de Citogenética e Genética de Peixes. Maringá: Bertoni, 2002. p. 82.

  • Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. ; PEGORARO, J. L. . Estudos Citogenéticos em Duas Populações de Crenicichla iguassuensis (Pisces, Cichlidae) do Rio Iguaçu. In: 47 Congresso Nacional de Genética, 2001, Águas de Lindóia. Anais do 47 Congresso Nacional de Genética - Programa, 2001.

  • Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. ; PEGORARO, J. L. . Análise Cariotípica em Crenicichla iguassuensis (Pisces, Cichlidae) Coletada no Rio Iguaçu - Paraná. In: X Encontro Anual de Iniciação Científica, I Encontro de Pesquisa da UEPG, 2001, Ponta Grossa. Anais do X Encontro Anual de Iniciação Científica, I Encontro de Pesquisa da UEPG. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2001. v. 2. p. 39.

  • LARSEN, I. ; ZANIN, J. ; GILIO, J. ; Da ROSA, R. ; SANTOS, T. C. . Incidência do uso de etanol e drogas por estudantes da 1ª série dos cursos do CCBS da Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Cascavel.. In: X Semana de Biologia, 2000. X Semana da Biologia, 2000.

  • DA ROSA, RENATA . Avanços e tecnologias moleculares aplicadas à criação do bicho-da-seda. 2021. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • DA ROSA, RENATA ; AGUIAR, R. C. M. ; SILVA, S. A. . Pesquisas em sericicultura desenvolvidas na Universidade Estadual de Londrina. 2021. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • DA ROSA, RENATA . Entomologia Molecular: a aplicação da genética no estudo dos insetos. 2020. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • DA ROSA, RENATA ; ZEQUI, J. A. C. ; VILAS-BOAS, G. T. L. . Inovação para o monitoramento e controle do Aedes aegypti. 2019. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • DA ROSA, RENATA . Conhecendo o bicho-da-seda. 2019. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • SILVESTRIM, S. R. ; AGUIAR, R. C. M. ; DA ROSA, RENATA . CARACTERIZAÇÃO CITOGENÉTICA DA RAÇA COMERCIAL DE BICHO-DA-SEDA BOMBYX MORI (LEPIDOPTERA: BOMBYCIDAE). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • DA ROSA, RENATA . O uso de ferramentas de análise do genoma no estudo da resistência à inseticidas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SAMPAIO, T.R. ; GOUVEIA, J.G. ; DIAS, A. L. ; Da ROSA, R. . Microdissecção e identificação de sequencias de retrotransposons nos cromossomos B de peixes da família Curimatidae (Characiformes). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • TIEPO, A.N. ; FRIGO, D.A. ; VENTURELLI, N. B. ; Da ROSA, R. . Triploidia natural em Trachelyopterus galeatus (Siluriformes: Auchenipteridae) coletados no Pantanal. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • BARDELA, V. B. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; Ribeiro, J. R. I. ; Da ROSA, R. . Estudos citogenéticos em duas espécies do gênero Belostoma (Insecta:Heteroptera:Belostomatidae) da bacia hidrográfica do rio Paranapanema.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • FRIGO, D.A. ; TIEPO, A.N. ; GIULIANO-CAETANO, L. ; TAKAGUI, F. H. ; DIAS, A. L. ; Da ROSA, R. . PROVÁVEL OCORRÊNCIA DE TRIPLOIDIA NATURAL EM Parauchenipterus striatulus (STEINDACHNER, 1877) COLETADOS NO PANTANAL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; VENTURELLI, N. B. ; TAKAGUI, F. H. ; RODRIGUEZ, M. S. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise cariotípica comparativa de quatro espécies do gênero Rineloricaria (Siluriformes, Loricariidae) da bacia do Atlântico Sul. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; VENTURELLI, N. B. ; TAKAGUI, F. H. ; RODRIGUEZ, M. S. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Ocorrência de espécies crípticas em Rineloricaria microlepidogaster (Siluriformes, Loricariidae). 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. . A importância dos marcadores cromossômicos em estudos citogenéticos. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; Gaeta, M.L. ; VANZELA, A. L. L. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise do Cromossomo Y do sistema sexual X1X1X2X2/X1X2Y de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) da região média do rio Paranapanema. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Marcadores citogenéticos em três diferentes populações de Hoplerythrinus unitaeniataus (Characiformes, Erythrinidae). 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. . Determinação cromossômica do Sexo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Da ROSA, R. . Citotaxonomia e Evolução Cariotípica em Hoplias malabaricus. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; SHIBATTA, O. A. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise morfométrica de exemplares de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) pertencentes à seis populações do médio Paranapanema.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; CAETANO FILHO, M. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Aspectos citogenéticos de diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae) coletados na bacia do médio Paranapanema. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; MARTINS-SANTOS, I. C. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Estudos citogenéticos em duas populações de Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae) pertencentes a bacia do rio Tibagi.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Identificação de mosaicismo cromossômico na espécie Hoplias malabaricus (Characiformes, Erythrinidae), uma possível ocorrência de híbridos na espécie.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Polimorfismos cromossômicos e sistemas sexuais em diferentes populações de Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes, Erythrinidae).. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Análise cariotípica em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes) coletados na região de Tamarana/PR, com possível ocorrência de cromossomos sexuais.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Caracterização citogenética em Hoplias malabaricus (Pisces, Characiformes) coletados na região de Tamarana/PR.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. ; RUBERT, M. ; MARGARIDO, V. P. . Análise citogenética em Apareiodon ibitiensis (Pisces, Characiformes, Parodontidae) provenientese do rio Piquiri (Nova Laranjeiras/PR).. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. ; KAVALCO, K. F. . Estudos Citogenéticos Comparativos em duas Populações de Hoplosternum Littorale (Pisces, Siluriformes, Callichthyidae) Coletadas no Rio Paraná (Guaíra/PR) no Rio Corumbá (Corumbá/MS). 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • Da ROSA, R. ; MARGARIDO, V. P. ; PEGORARO, J. L. . Análise Cariotípica em Crenicichla iguassuensis (Pisces, Cichlidae) Coletada no Rio Iguaçu - Paraná. 2001. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • Da ROSA, R. ; ZANIN, J. ; GILIO, J. ; SANTOS, T. C. . Incidência do uso de etanol e drogas por estudantes da 1ª série dos cursos do CCBS da Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Cascavel.. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

NAPO, P. ; NASCIMENTO, C. C. ; Da ROSA, R. . Material gráfico - Projeto Seda o fio Que transforma. 2019.

Da ROSA, R. ; Bardella, V.B. . Metodologia para obtenção cromossômica em insetos. 2012.

NASCIMENTO, C. C. ; DA ROSA, RENATA . Projeto Seda o fio que transforma. 2021. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; NASCIMENTO, C. C. ; AMANO, R. ; LEPRI, S. R. ; VEIGA, E. R. . Caminhos do Campo - Criação do Bicho-da-Seda. 2020.

Da ROSA, R. ; AGUIAR, R. C. M. . Parceria entre UEL e IAPAR oferta curso de sericicultura para técnicos. 2019. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Da ROSA, R. . Mosquito da dengue se torna resistente a inseticida comercial, revela estudo da UEL. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; LOPES, T. B. F. . Pesquisa da UEL aponta a existência de mosquitos Aedes aegypti mais resistentes. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

ZEQUI, J. A. C. ; VILAS-BOAS, G. T. L. ; Da ROSA, R. ; VILAS-BOAS, L. A. . Professores da UEL desenvolvem bioinseticida para combater o Aedes Aegypt. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. . Alunas realizam projetos de Iniciação Científica de Biologia. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; NASCIMENTO, C. C. ; MANTOVANI, M. S. . Pesquisadores da UEL apresentam projetos para 2020. 2019. (Programa de rádio ou TV/Outra).

Da ROSA, R. ; ZEQUI, J. A. C. ; LOPES, T. B. F. ; VILAS-BOAS, G. T. L. ; VILAS-BOAS, L. A. . Ações contra a Dengue na UEL. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; LOPES, T. B. F. . Levantamento constata presença do mosquito da dengue resistente ao inseticida comercial. 2019. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; DIAS, A. L. ; GIULIANO-CAETANO, L. . Laboratório investe em estudos de citologia animal. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Da ROSA, R. ; NASCIMENTO, C. C. ; NAPO, P. ; AMANO, R. ; AGUIAR, R. C. M. . Empresários japoneses visitam laboratórios e conhecem projeto ligado à produção do fio da seda. 2018. (Programa de rádio ou TV/Outra).

Rosa, Renata ; AGUIAR, R. C. M. ; NASCIMENTO, C. C. . Criação do bicho-da-seda. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Da ROSA, R. . Biologia, Morfologia e Fisiologia do Bicho-da-seda. 2019. .

Rosa, Renata ; AGUIAR, R. C. M. ; NASCIMENTO, C. C. . Biologia do bicho-da-seda. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

Da ROSA, R. ; Da SILVA, C. R. M. . Técnicas citológicas para o estudo meiótico em plantas e animais. 2014. .

Da SILVA, C. R. M. ; Da ROSA, R. . Meiose. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Da ROSA, R. . Meiose em Peixes: Teoria e Prática. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Da ROSA, R. ; PIRES, L. B. . Citogenética: o comportamento cromossômico na evolução dos peixes neotropicais. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Da ROSA, R. . A importância dos marcadores cromossômicos em estudos citogenéticos. 2009. (Palestra).

Da ROSA, R. . Determinação cromossômica do sexo. 2008. (Palestra).

Da ROSA, R. . Citotaxonomia e Evolução Cariotípica em Hoplias malabaricus. 2008. (Palestra).

Da ROSA, R. ; PIRES, L. B. . Citogenética Animal.. 2007. .

Da ROSA, R. . Mecanismos Cromossômicos de Determinação Sexual. 2007. (Palestra).

Da ROSA, R. ; CEREALI, S. S. ; CARVALHO, R. A. ; PASCUAL, A. N. . A citogenética como ferramenta para diagnóstico.. 2005. .

Da ROSA, R. ; CEREALI, S. S. ; CARVALHO, R. A. ; PASCUAL, A. N. . Introdução à citogenética animal.. 2005. .

Da ROSA, R. ; CEREALI, S. S. ; CARVALHO, R. A. ; PASCUAL, A. N. . Bandamentos Cromossômicos.. 2005. .

Da ROSA, R. ; CEREALI, S. S. ; CARVALHO, R. A. ; PASCUAL, A. N. . Citogenética Animal.. 2005. .

Da ROSA, R. . Citogenética de Vertebrados.. 2005. .

Da ROSA, R. ; GILIO, J. . Doenças Transmitidas por Insetos. 2001. (Palestra).

Da ROSA, R. ; GILIO, J. . Doenças transmitidas por insetos.. 2001. (Palestra).

Da ROSA, R. ; GILIO, J. . Tipagem sanguínea.. 2001. (Palestra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2021 - Atual

    Seda o fio que transforma - Fase 2, Descrição: A SERICICULTURA É A ATIVIDADE AGRÍCOLA QUE COMPREENDE O PLANTIO DAS AMOREIRAS, A CRIAÇÃO DO BICHO-DA-SEDA E A FIAÇÃO. A SEDA É UMA FIBRA ECOLÓGICA DE ALTA RESISTÊNCIA, SENDO UTILIZADA ALÉM DA CONFECÇÃO DE TECIDOS, COMO A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS ELETRÔNICOS, AERONÁUTICOS E MÉDICOS. O ESTADO DO PARANÁ É O MAIOR PRODUTOR DE CASULOS DO BRASIL, SENDO CONSIDERADO O FIO DE MELHOR QUALIDADE DO MUNDO. A ATIVIDADE POSSUI UMA GRANDE IMPORTÂNCIA NA ECONOMIA DE PEQUENOS PRODUTORES PRINCIPALMENTE EM MUNICÍPIOS DE BAIXO IDH (ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO). O MERCADO DA SERICICULTURA É CAPAZ DE AJUDAR A MANTER A POPULAÇÃO DO CAMPO EMPREGADA, EVITANDO O ÊXODO RURAL E GARANTINDO REMUNERAÇÃO, REQUERENDO ESTA, PEQUENOS INVESTIMENTOS QUE PROPORCIONAM MATÉRIA-PRIMA PARA AS INDÚSTRIAS TÊXTEIS. A CADEIA PRODUTIVA DA SEDA É OTALMENTE SUSTENTÁVEL, ONDE OS FIOS DE SEDA SÃO UTILIZADOS EM DIVERSAS APLICAÇÕES (MODA, SAÚDE, ENTRE OUTRAS ÁREAS). NÃO HÁ RESÍDUOS OU PERDAS EM SUA PRODUÇÃO, ONDE MESMO OS SUBPRODUTOS (CRISÁLIDAS, ESTOPA, EXCREMENTOS) SÃO INTEGRALMENTE APROVEITADOS. ESTA PROPOSTA É UMA CONTINUIDADE DO PROJETO INTEGRADO E MULTIDISCIPLINAR ?SEDA O FIO QUE TRANSFORMA? (TC 55/2018), APROVADO E FINANCIADO PELA UNIDADE GESTORA DO FUNDO PARANÁ, QUE TEVE COMO AÇÃO PRINCIPAL A SENSIBILIZAÇÃO DOS PRODUTORES E O FOMENTO DE ESTRATÉGIAS DE POLÍTICAS PÚBLICAS FAVORECENDO A PRODUÇÃO DE CASULOS NO BRASIL. O CONHECIMENTO ACUMULADO DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJETO, ESTIMULOU NOVAS POSSIBILIDADES DE INOVAÇÃO EM SERICICULTURA: (I) AUMENTO DA PRODUTIVIDADE E SAÚDE ANIMAL COM O DESENVOLVIMENTO DE ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL, PROBIÓTICOS, NEUTRALIZAÇÃO DE AGROQUÍMICOS E CONTROLE DE NEMATOIDES; (II) NOVAS APLICAÇÕES DA FIBROÍNA NA ÁREA DA SAÚDE COM O DESENVOLVIMENTO DE UM BIOFILME PARA USO EM TRATAMENTOS E FERIDAS CRÔNICAS; (III) USO DE BACTÉRIAS PARA O TINGIMENTO NATURAL DA SEDA; E (IV) DESENVOLVIMENTO DE MATERIAL DE DESIGN INFORMACIONAL E EDUCATIVOS . DESTA FORMA, A PRESENTE PROPOSTA VISA UMA CONTINUIDADE DE ALGUMAS AÇÕES E TAMBÉM O DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NA CADEIA PRODUTIVA DA SEDA. ALINHADO ÀS POLÍTICAS DE INOVAÇÃO DO ESTADO DO PARANÁ, O PROJETO AMPLIA PRINCIPALMENTE NAS ÁREAS DE SAÚDE, NUTRIÇÃO E PRODUÇÃO ANIMAL COLOCANDO DO ESTADO NA VANGUARDA DAS VÁRIAS APLICAÇÕES DE SUBPRODUTOS DA SEDA. CONSEQUENTEMENTE TODAS ESSAS NOVAS ATIVIDADES RETORNAM AO PRODUTOR EM FORMA DE AUMENTO DE RENDA E QUALIDADE DE VIDA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Coordenador., Financiador(es): Governo do Paraná - Unidade Gestora do Fundo Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2021 - Atual

    Inovação em produtos/processos na alimentação e saúde do bicho-da-seda (Bombyx mori Linnaeus, 1758) e ações integradas para o aumento da produção de casulos, Descrição: A sericicultura compreende o cultivo das folhas de amoreira (Morus alba), a criação do bicho-da-seda (Bombyx mori) e a fiação. O Brasil é o quinto maior produtor de seda do mundo, sendo o Estado do Paraná o maior produtor do país, onde a sericicultura ocupa aproximadamente 3.000 hectares. O fio de seda brasileiro tem ganhado notoriedade internacional pela excelente qualidade e é considerado atualmente o melhor fio de seda do mundo. Hoje o Brasil exporta 97% dos fios produzidos, principalmente para a Ásia e Europa. A cadeia produtiva da seda é totalmente sustentável, não havendo resíduos ou perdas em sua produção. No Brasil, a sericicultura desempenha um grande papel social, pois fortalece o trabalhador do campo, promove renda e evita a emigração da população rural para as grandes cidades. A qualidade dos fios de seda, bem como a produtividade dos casulos, está diretamente ligada aos fatores nutricionais e ao manejo apropriado das amoreiras oferecidas às lagartas, sendo que as mesmas devem ser livres de qualquer tipo de inseticidas e/ou agrotóxicos. Perdas consideráveis na produção de casulos são decorrentes de ataques de nematoides nas amoreiras. Outro problema encontrado pelos sericicultores é a perda das amoreiras devido às condições climáticas extremas (por exemplo geadas) ou deriva de defensivos agrícolas de propriedades vizinhas. Diante disso, o presente estudo propõe o desenvolvimento científico/tecnológico e a criação de métodos/processos/produtos em sericicultura de forma sustentável. Nossa proposta baseia-se em duas frentes de desenvolvimento científico/tecnológico e uma frente de extensão inovadora: (1) Análise da infestação de nematoides de galha em amoreiras e desenvolvimento de um método de controle biológico; (2) Suplementação foliar e desenvolvimento de uma dieta artificial para o bicho-da-seda; e (3) Desenvolvimento de extensão inovadora, por meio de cursos de capacitação técnicos para sericicultores e demais trabalhadores do setor. Parte dessas ações já estão sendo desenvolvidas em nossos laboratórios. Essas ações serão importantes para o aumento da competitividade da sericicultura no cenário agrário mundial, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante / Santino Aleandro da Silva - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2021 - Atual

    INTEGRAÇÃO DE FERRAMENTAS DE DETECÇÃO PRECOCE E MONITORAMENTO DE ARBOVÍRUS, CONTROLE E ANÁLISE DE RESISTÊNCIA A INSETICIDAS SINTÉTICOS EM CULICIDEOS VETORES DE ÁREA URBANA, Descrição: A CADA ANO O BRASIL APRESENTA AUMENTO SIGNIFICATIVO DOS CASOS DE DENGUE, E OUTRAS ARBOVIROSES VEICULADAS POR AEDES AEGYPTI COMO CHIKUNGUNYA, ZIKA VÍRUS E SEUS AGRAVOS. O MOSQUITO JÁ FOI ENCONTRADO INFECTADO NATURALMENTE COM O VÍRUS MAYARO (SERRA, ET AL. 2016), E HÁ NECESSIDADE CONSTANTE DE MONITORAMENTO QUANTO A FEBRE AMARELA URBANA QUE NÃO OCORRE NO PAÍS DESDE 1942. ESTE PROJETO TEM POR OBJETIVO A INTEGRAÇÃO DE INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL DE ESTIMATIVA DE DENSIDADE VETORIAL, DETECÇÃO PRECOCE DE CIRCULAÇÃO DE ARBOVÍRUS E A EFETIVIDADE DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO E CONTROLE COMO FERRAMENTA PARA PREVENÇÃO DE OCORRÊNCIA DE TRANSMISSÃO DE ARBOVÍRUS EM ÁREAS URBANAS. SERÃO ADOTADAS DUAS CIDADES NO NORTE DO PARANÁ: TAMARANA COM 14.797 HABITANTES, IDHM 0,621 E FLORESTÓPOLIS, 10.548 PESSOAS, IDHM 0,701 (IBGE, 2020) NORTE DO PARANÁ ACEITARAM PARTICIPAR DO PROJETO. FLORESTÓPOLIS TEVE EPIDEMIA ENTRE 2019/2020; EM JANEIRO DE 2020 A INCIDÊNCIA ATINGIU 1.080,22, FORAM 359 CASOS CONFIRMADOS PARA DENGUE E UM ÓBITO (SESA, 2020). UMA NOVA ARMADILHA PARA CAPTURA DE OVOS E ADULTOS DE AEDES SPP. SERÁ IMPLANTADA PARA GERAR DADOS SEGUROS DE INFESTAÇÃO. OS PROCEDIMENTOS COM ARMADILHAS SERÃO INTEGRADOS AS AÇÕES E DIRETRIZES CONTIDAS NA DELIBERAÇÃO NÚMERO 04 DE 25/01/2019 DA COMISSÃO INTERGESTORES BIPARTITE DO PARANÁ, SESA E COSEMS/PR. OUTRA IMPORTANTE AÇÃO PREVISTA NO PROJETO SERÁ A UTILIZAÇÃO DE BACTÉRIA ENTOMOPATOGÊNICA BACILLUS THURINGIENSIS (BT) POR MEIO DE UM NOVO FORMULADO, E OCORRERÁ POR MEIO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO A GERAÇÃO DE MAPAS MENSAIS DE RISCO SUSTENTADA EM DADOS COMPARÁVEIS NO TEMPO E ESPAÇO. SERÃO REALIZADAS, COM PERIODICIDADE TRIMESTRAL, ANÁLISES DA OCORRÊNCIA E DISTRIBUIÇÃO DE MUTAÇÕES RELACIONADAS A RESISTÊNCIA A INSETICIDAS PIRETRÓIDES. A VERIFICAÇÃO DA OCORRÊNCIA VIRAL NOS INSETOS COLETADOS POR ASPIRAÇÃO OU ARMADILHAS, SERÁ EFETUADA DE FORMA SIMULTÂNEA PARA QUATRO SOROTIPOS DE DENGUE (DENV), ZIKA E CHIKUNGUNYA, ALÉM DE OUTROS ARBOVÍRUS, POR MEIO DE PROCEDIMENTOS MOLECULARES. UM SITE SERÁ CRIADO PARA DISPONIBILIZAÇÃO DOS DADOS OBTIDOS DE INFESTAÇÃO E CIRCULAÇÃO VIRAL, COM OS HOT SPOTS DE INFESTAÇÃO PARA OTIMIZAÇÃO DE DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS E MELHORIAS NA AGILIDADE DE AÇÕES, TANTO PARA A POPULAÇÃO COMO PARA ÓRGÃOS OFICIAIS. COM O TRABALHO APLICADO EM CAMPO, ESPERA-SE VALIDAR UMA NOVA ARMADILHA PARA O MONITORAMENTO DO VETOR, VALIDAR UM NOVO FORMULADO BIOINSETICIDA, ALÉM DE PROTOCOLOS PARA PESQUISA VIRAL E RESISTÊNCIA A INSETICIDAS SINTÉTICOS COM DISPONIBILIZAÇÃO EM TEMPO REAL DOS RESULTADOS PARA TOMADAS DE AÇÕES. COM OS MÉTODOS EMPREGADOS ALINHADO AO PNCD ESPERA-SE REDUÇÃO NA CIRCULAÇÃO DO VETOR, BEM COMO NA VIRAL E AUMENTO NA QUALIDADE DE VIDA DAS POPULAÇÕES COM MENOR ONERAÇÃO DO SISTEMA PÚBLICO DE ATENDIMENTO DE SAÚDE.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2020 - Atual

    Sequenciamento e análise do genoma de duas espécies de insetos-pragas da soja: Euschistus heros e Anticarsia gemmatalis, Descrição: A soja representa a maior produção agrícola do Brasil, o que dá ao país o título de segundo maior produtor do grão no mundo. Devido à sua grande extensão pelo território nacional, a soja apresenta diversas espécies de insetos que podem afetar seu desenvolvimento e acarretar perdas para a produção, gerando prejuízos financeiros e de abastecimento. Entre as principais espécies que atacam a soja destacam-se o percevejo marrom (Euschistus heros) e a lagartada-soja (Anticarsia gemmatalis). Os danos em vagens e grãos por E. heros, podem levar a uma perda de 30% da produção; enquanto que A. gemmatalis age consumindo muitas vezes todo o espaço foliar da planta. Atualmente, com as novas tecnologias desenvolvidas, o sequenciamento genômico em insetos pode ser aplicado em diversos campos. Além de genes de cópia única, informações detalhadas sobre a fração altamente repetitiva do genoma também podem ser obtidas. Adicionalmente, as sequências de genes de organelas como as mitocôndrias, também podem ser obtidas. O sequenciamento genômico de espécies de insetos-praga ainda é pequeno, se comparado a outras espécies estudadas. Diante do grande valor da cultura da soja na economia nacional, estudar o genoma de duas pragas que atacam esta commodity é de extrema importância. Esta proposta se baseia no sequenciamento e análise do genoma de duas espécies (Euschistus heros e Anticarsia gemmatalis) com o objetivo de analisar a estrutura do genoma, os DNAs repetitivos (Satelitoma, transposons e retrotransposons), ncRNA e DNA mitocondrial. Entendemos que esta proposta além de permitir um grande avanço no conhecimento sobre os genomas das espécies, será fundamental para o incremento de tecnologias futuras aplicadas no manejo integrado de pragas, permitindo o desenvolvimento de estratégias para o aumento da produção de soja no estado do Paraná.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Carlos Roberto Maximiano da Silva - Integrante / Rogério de Souza Fernandes - Integrante / SOSA-GOMÉZ, DANIEL RICARDO - Integrante / Kelvin S. Branco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    ESTUDO EVOLUTIVO EM ESPÉCIES DE CTENIDAE (ARANEAE): ABORDAGEM CITOGENÔMICA INTEGRADA À ANÁLISE DE DNA BARCODING., Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Ana Lúcia Dias em 09/06/2021., Descrição: AS ESPÉCIES DE CTENIDAE CONSTITUEM UM DOS PRINCIPAIS GRUPOS DE ARANHAS DO BRASIL, PRESENTES EM DIVERSOS NICHOS E COM ESPÉCIES SINANTRÓPICAS E DE INTERESSE MÉDICO. ALÉM DISSO, AS ARANHAS DE GRANDE PORTE TÊM UMA IMPORTANTE FUNÇÃO ECOLÓGICA NO CONTROLE BIOLÓGICO DE DIVERSOS GRUPOS ANIMAIS, COMO OS ARTRÓPODES (INCLUINDO DIVERSAS FAMÍLIAS DE ARANHAS) E ALGUNS VERTEBRADOS PEQUENOS QUE SERVEM DE ALIMENTO A ESTE GRUPO. A FAMÍLIA CTENIDAE POSSUI UMA SÉRIE DE PROBLEMAS FILOGENÉTICOS AINDA NÃO RESOLVIDOS, SENDO QUE ALGUNS AUTORES CONSIDERAM A FAMÍLIA POLIFILÉTICA, SE TRATANDO DE UM SUBGRUPO DENTRO DE LYCOSIDAE, ENQUANTO OUTROS JÁ CONSIDERAM A EXISTÊNCIA DE UMA SUPERFAMÍLIA COMPREENDENDO CTENIDAE, A SUPERFAMÍLIA CTENOIDEA. A CITOGENÉTICA É UMA PODEROSA FERRAMENTA NO QUE DIZ REPEITO A CARACTERIZAÇÃO INDIVIDUAL DAS ESPÉCIES, PODENDO AUXILIAR NA COMPREENSÃO DAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS. POUCOS ESTUDOS CITOGENÉTICOS FORAM REALIZADOS ENVOLVENDO A FAMÍLIA CTENIDAE, SENDO QUE APENAS 8 DAS MAIS DE 500 ESPÉCIES POSSUEM ALGUM DADO CARIOTÍPICO E ESSES DADOS ENVOLVEM APENAS CITOGENÉTICA CONVENCIONAL QUE, EMBORA POSSA CARACTERIZAR ESPÉCIES, NÃO É TÃO RESOLUTIVA QUANTO A UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS MOLECULARES, PRINCIPALMENTE A HIBRIDIZAÇÃO FLUORESCENTE IN SITU (FISH), INTEGRANDO DUAS OU MAIS SONDAS. OS RESULTADOS OBTIDOS COM AS ANÁLISES DO PRESENTE PROJETO DEVERÃO FORNECER PADRÕES CITOGENÉTICOS PARA GRUPOS DE ESPÉCIES/GÊNEROS, DE MODO A CONTRIBUIR SIGNIFICATIVAMENTE PARA A RESOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DE FILOGENIA, BEM COMO PARA A COMPREENSÃO DA CITOGENÉTICA DA FAMÍLIA, AINDA TÃO POUCO CONHECIDA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Coordenador / RINCÃO, MATHEUS PIRES - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2019 - Atual

    Efeito da variação de temperatura na expressão gênica e na produção de casulos no bicho-da-seda Bombyx mori (Linnaeus, 1758), Descrição: A fibra da seda é confeccionada em forma de casulos, que proporcionam uma proteção para elevar as chances de sobrevivência do bicho-da-seda no ambiente, evitando temperaturas extremas. Entre 20 e 30oC, considerase a temperatura adequada para o desenvolvimento. A umidade adequada fica em torno de 80%. Fora desses parâmetros, a lagarta diminui sua alimentação, chegando a interrompê-la abaixo de 13oC e acima de 35oC. A composição e organização do casulo são essenciais para garantir a sobrevivência do bicho-da-seda frente às oscilações ambientais e, assim, garantir a continuidade da espécie. Pouco se sabe sobre as influências da temperatura na genética no bicho-da-seda. Não existe, até o momento, nenhum trabalho que relacione a alteração de temperatura à expressão gênica no animal. Sendo assim, o entendimento dos mecanismos genéticos relacionados às variações de temperatura, bem como da temperatura como um fator ambiental relacionado à mortalidade e o desenvolvimento do casulo, é fundamental para o conhecimento dos genes expressos, que podem ser utilizados futuramente em estudos aplicados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / Thayná Bisson Ferraz Lopes - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Paraná - Unidade Gestora do Fundo Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2018 - 2021

    INTEGRAÇÃO DE DIFERENTES FERRAMENTAS DE ANÁLISE DO GENOMA NO ESTUDO DA RESISTÊNCIA A ORGANOFOSFORADOS EM EUSCHISTUS HEROS (INSECTA: HETEROPTERA), Descrição: A SOJA É UMA COMMODITY COM MERCADO MUNDIAL BEM DEFINIDO E ESTRUTURADO. DENTRO DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL, A PRODUÇÃO DE SOJA ESTÁ ENTRE AS ATIVIDADES ECONÔMICAS QUE, APRESENTARAM CRESCIMENTOS MAIS EXPRESSIVOS NAS ÚLTIMAS DÉCADAS. O BRASIL É O SEGUNDO MAIOR PRODUTOR DE SOJA MUNDIAL. O MONOCULTIVO DA SOJA EM EXTENSAS ÁREAS TEM APRESENTADO COMO CONSEQUÊNCIAS O AUMENTO DA VULNERABILIDADE DA CULTURA A PATÓGENOS E INSETOS-PRAGAS, CAUSANDO DANOS CRESCENTES À SUA PRODUÇÃO. DENTRE OS INSETOS DA CULTURA, OS QUE CAUSAM MAIORES PREJUÍZOS ECONÔMICOS SÃO OS PERCEVEJOS PENTATOMÍDEOS FITÓFAGOS. ELES CAUSAM DANOS À SOJA PELA REDUÇÃO DA PRODUTIVIDADE POR EFEITOS NAS VAGENS E/OU GRÃOS, PELAS REDUÇÕES DO PODER GERMINATIVO E VIGOR DAS SEMENTES, PELAS REDUÇÕES NOS TEORES DE PROTEÍNAS E ÓLEOS DOS GRÃOS E AINDA PELA INOCULAÇÃO DE PATÓGENOS NAS SEMENTES. O PERCEVEJO-MARROM EUSCHISTUS HEROS (FABRICIUS, 1798), É ATUALMENTE O PERCEVEJO MAIS ABUNDANTE NA SOJA. VÁRIAS ESTRATÉGIAS DE CONTROLE ATRAVÉS DE INSETICIDAS TÊM SIDO EMPREGADAS NA TENTATIVA DE REDUZIR OS PREJUÍZOS CAUSADOS POR ESTA ESPÉCIE. NO ENTANTO, AS CONTÍNUAS APLICAÇÕES E AS PROGRESSIVAS DOSES DE INSETICIDAS CONTRIBUÍRAM PARA A SELEÇÃO DE MECANISMOS DE RESISTÊNCIA EM VÁRIAS POPULAÇÕES DE E. HEROS, TORNANDO-SE UM GRANDE PROBLEMA PARA A AGRICULTURA. AVANÇOS RECENTES NAS FERRAMENTAS DE ANÁLISE DOS GENOMAS TÊM PROPORCIONADO UM VASTO CONHECIMENTO DE GENES ASSOCIADOS À RESISTÊNCIA A DIVERSOS INSETICIDAS AGRÍCOLAS. DIANTE DISSO, ESTA PROPOSTA É APRESENTADA NA FORMA DE UM PROJETO DE PESQUISA, BASEADO NA APLICAÇÃO DE DIFERENTES FERRAMENTAS DE ANÁLISE DO GENOMA NO ESTUDO DA RESISTÊNCIA A INSETICIDAS ORGANOFOSFORADOS EM E. HEROS. ESTA PROPOSTA ENVOLVE A INTEGRAÇÃO DE DADOS GENÔMICOS, DE GENÉTICA MOLECULAR E CITOGENÉTICA EM TRÊS ABORDAGENS: (I) ANÁLISE DA EXPRESSÃO GÊNICA DE POPULAÇÕES DE E. HEROS RESISTENTES E SUSCETÍVIES DESAFIADOS COM O INSETICIDA ACEFATO; (II) ISOLAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE DNAS REPETITIVOS DO GENOMA DE E. HEROS; E (III) ANÁLISE DE MARCADORES MOLECULARES NAS POPULAÇÕES RESISTENTES E SUSCETÍVEIS. ESSAS POPULAÇÕES JÁ FORAM COLETADAS DE PLANTAS (SOJA) NO CAMPO EM DIFERENTES LOCAIS DO PAÍS E SELECIONADAS EM LABORATÓRIO PARA A RESISTÊNCIA A DIVERSOS TIPOS DE INSETICIDAS PELA EMBRAPA SOJA. DESSA FORMA, ENTENDEMOS QUE ESTA PROPOSTA PERMITIRÁ UM GRANDE AVANÇO NO CONHECIMENTO SOBRE OS GENES DE RESISTÊNCIA, BEM COMO SERVIRÁ DE BASE PARA O DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS QUE FUTURAMENTE PODERÃO SER APLICADAS NO MANEJO DE E. HEROS. TODOS ESTES ESTUDOS POSSUEM IMPORTÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS QUE RESULTEM NO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE, NA DIMINUIÇÃO DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO E DAS PERDAS NA CADEIA PRODUTORA DA SOJA.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Daniel Ricardo Sosa-Gomez - Integrante / Jaqueline Fernanda Dionísio - Integrante / Stephany Contijo Marchi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Kelvin S. Blanco - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.

  • 2018 - 2021

    Estudo da resistência à toxina Cry1Ac de Bacillus thurigiensis em Anticarsia gemmatalis (Insecta: Lepidoptera): aplicação de diferentes ferramentas de análise do genoma, Descrição: O Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, atrás somente dos EUA. No entanto, grande parte da produção é perdida anualmente devido ao ataque de insetos-pragas. Dentre os insetos que mais prejudicam a produção está a lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis, que representa a principal desfolheadora da soja no Brasil. Visando a diminuição do uso indiscriminado de pesticidas químicos para o controle de pragas, o Bacillus thuringiensis (Bt) é o inseticida biológico mais utilizado e também o mais bem sucedido. Entretanto, nos últimos anos têm se observado a crescente evolução da resistência às suas endotoxinas. Informações relevantes têm sido fornecidas para caracterizar as bases genéticas associadas à resistência de insetos a inseticidas, através do emprego de novas tecnologias da biologia molecular, como o sequenciamento de nova geração (Next-Generation Sequencing). Além disso, a associação dessas metodologias com as técnicas de hibridização in situ é de extrema importância para a localização cromossômica de genes e sequências repetitivas envolvidas com o processo de resistência. Tendo em vista o grande avanço nas metodologias que permitem melhor estudar a expressão gênica e a organização do genoma nos cromossomos eucarióticos, esta proposta é apresentada na forma de um projeto de pesquisa, baseado na aplicação da genômica estrutural e funcional no estudo da resistência a Cry1Ac de Bt em Anticarsia gemmatalis. Esta proposta envolve a integração de dados genômicos e citogenéticos em três abordagens: (i) análise da expressão gênica de populações de A. gemmatalis selecionadas para serem resistentes e suscetíveis à proteínas Cry1Ac; (ii) isolamento e caracterização de DNAs repetitivos do genoma de A. gemmatalis; e (iii) localização física de genes relacionados à resistência à Cry1Ac e de DNAs repetitivos nos cromossomos de A. gemmatalis. Dessa forma, o objetivo é utilizar as sequências obtidas e analisadas por bioinformática para elucidar a organização gênica dos cromossomos e evidenciar os padrões de expressão dos genes e as vias metabólicas relacionadas à resistência. O nosso grupo é formado por pesquisadores da UEL e da Embrapa-Soja que possuem experiência em estudos relacionados a resistência à inseticidas, bem como em citogenética molecular, genômica estrutural e funcional, e bioinformática. Além disso, possuímos financiamento e toda a estrutura física para a realização desta proposta. Entendemos que nossa proposta permitirá um grande avanço no conhecimento sobre a resistência a inseticidas biológicos em A. gemmatalis, bem como o desenvolvimento de tecnologias que poderão ser aplicadas no estudo de outras espécies de insetos. Com o desenvolvimento do projeto pretende-se propiciar meios de aprimoramento científico e acadêmico dos grupos de pesquisa envolvidos e consequentemente o desenvolvimento e consolidação dos programas de pós-graduação envolvidos. Além disso, essa proposta propiciará um grande avanço na formação de recursos humanos em entomologia molecular, genômica e bioinformática. Desta forma, pretende-se com a interação entre os grupos buscar a melhoria da qualificação científica, acadêmica e profissional entre os grupos, de modo o Brasil ganha com a melhora na formação de recursos humanos e no desenvolvimento de novas tecnologias.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Daniel Ricardo Sosa-Gomez - Integrante / Larissa Forim Pezenti - Integrante / Felipe Cordeiro Dias - Integrante / MAGALHÃES, BRENDA RAFAELLA DA SILVA - Integrante / Kelvin S. Branco - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2018 - Atual

    Efeitos da suplementação foliar com aminoácidos essenciais sobre o desenvolvimento de lagartas do bicho-da-seda Bombyx mori (Lepidoptera: Bombycidae) e a produção de casulos, Descrição: A sericicultura, prática que consiste na criação do bicho-da-seda é uma das atividades comerciais mais antigas da humanidade e ainda hoje representa uma importante fonte econômica para muitos países, incluindo o Brasil. Os fios de seda são extraídos a partir dos casulos produzidos pelo inseto Bombyx mori L., popularmente conhecido como bicho-da-seda, o qual é domesticado há pelo menos 5 mil anos e depende inteiramente da intervenção humana para sua manutenção e reprodução. A qualidade dos fios de seda está relacionada primordialmente aos fatores nutricionais, isto é, com a alimentação adequada das larvas e ao manejo apropriado das árvores de amoreira, as quais representam a única fonte de alimento do bicho-da-seda. Embora as folhas de amoreira apresentem basicamente todos os nutrientes necessários ao desenvolvimento do bicho-da-seda, o teor nutricional foliar pode variar de acordo com as estações do ano, qualidade do solo, métodos de plantio e as condições climáticas de cada região, podendo assim, afetar a produtividade e a qualidade dos casulos. Deste modo, uma alternativa favorável para aprimorar o teor nutricional da alimentação larval é o enriquecimento foliar através da suplementação com vitaminas e aminoácidos. Os aminoácidos, em particular, compreendem boa parte da dieta do bicho-da-seda e são indispensáveis na síntese das proteínas dos casulos, a fibroína e a sericina. Portanto, investigar os possíveis efeitos genéticos e morfológicos promovidos pela suplementação proteica poderá fornecer subsídios para a elaboração de novas estratégias nutricionais, e assim, aumentar a produtividade dos casulos do bicho-da-seda e consequentemente aumento da produção industrial. Logo, este projeto justifica-se pela ampla importância genética, econômica e social relacionados à prática da sericultura, e a necessidade de ampliar o conhecimento nesta área de pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / Sheila Michele Levy - Integrante / Stephany Contijo Marchi - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Paraná - Unidade Gestora do Fundo Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2021

    Inovação em produtos de controle e repelência do vetor e monitoramento de arbovírus, Descrição: O Estado do Paraná teve seus primeiros casos autóctones de dengue registrados em 1995. Desde então, à semelhança do que ocorre no restante do país, a ocorrência de epidemias anuais se tornou comum no Estado. Porém em 2015/2016 o número de municípios do Paraná com registro de casos autóctones atingiu aproximadamente 90% de um universo de 399, inclusive em regiões do estado em que o registro de casos não era relatado, como em Paranaguá, onde ocorreu mortes em decorrência de infecção por dengue. Com a entrada no país do vírus Zika, o cenário de saúde pública se tornou mais complexo sendo necessário e urgente inserir a vigilância entomológica como linha de frente na prevenção da transmissão de arbovírus, uma vez que o vetor é o elemento chave. Assim é necessário ampliar as opções de intervenção para redução da população do vetor nas diferentes etapas do ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti e outros Culicidae, potenciais vetores na área urbana. O projeto propõe o desenvolvimento e a consolidação de ferramentas diagnósticas para a caracterização viral ainda no vetor, controle do vetor com auxílio de fitolarvicidas isolados ou combinados em ação super-aditiva ou sinergística, utilização de toxinas bacterianas, controle de adultos com novas substâncias de reduzido impacto ambiental e formulação de repelentes inovadores, explorando a química dirigida de derivatização para potencialização de efeito de bioativos naturais de baixo custo. Diante da necessidade de convergência dos esforços para redução da transmissão de arbovírus, o projeto reúne pesquisadores das principais instituições de ensino e pesquisa do Estado do Paraná, no sentido de proporcionar sinergia e eficiência harmonizando e aperfeiçoando a competência já estabelecida dos grupos associados no sentido de buscar soluções que reduzam ao máximo possível o contato entre o vetor e o hospedeiro, As metas propostas têm completa aderência aos critérios da chamada conjunta CNPq/CAPES/Ms-Decit, sobretudo no que tange ao seu eixo básico, qual seja, prevenção e controle do vetor e geração de novos produtos de ação repelente, contemplando assim o avanço do conhecimento aplicado através de tecnologias de reduzido custo e elevada eficiência, passíveis de patenteamento e industrialização e formação de recursos humanos. Das linhas temáticas propostas pelas agências financiadoras, a equipe do projeto já apresenta resultados relevantes em três linhas temáticas: I) Desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas. II) Desenvolvimento e avaliação de repelentes. III) Desenvolvimento e avaliação de estratégias para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Thayná Bisson Ferraz Lopes - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante / Tafarel Ribeiro - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2015 - 2021

    Análise da expressão de genes associados a resistência à Cry1Ac em Anticarsia gemmatalis, Descrição: O BRASIL É O SEGUNDO MAIOR PRODUTOR MUNDIAL DE SOJA, ATRÁS SOMENTE DOS EUA . NO ENTANTO, A DIMINUIÇÃO NA PRODUTIVIDADE DA CULTURA PODE OCORRER DEVIDO A ESTRESSES BIÓTICOS E ABIÓTICOS, ERVAS DANINHAS, DOENÇAS E INSETOS-PRAGA, REPRESENTANDO UMA GRAVE AMEAÇA PARA A PRODUÇÃO E QUALIDADE DA CULTIVARES. DENTRE OS INSETOS-PRAGA QUE MAIS PREJUDICAM A OLEAGINOSA, DESTACA-SE A LAGARTA-DA-SOJA, ANTICARSIA GEMMATALIS HÜBNER 1818 (LEPIDÓPTERA: NOCTUIDAE). ESSA ESPÉCIE REPRESENTA A PRINCIPAL DESFOLHEADORA DA SOJA NO BRASIL, ONDE O DESCONTROLE DE GRANDES POPULAÇÕES PODE CAUSAR DESFOLHAS DE MAIS DE 30% E OCASIONAR PERDAS SIGNIFICATIVAS. O BACILLUS THURINGIENSIS (BT) É O INSETICIDA BIOLÓGICO MAIS UTILIZADO MUNDIALMENTE, E TAMBÉM O MAIS BEM SUCEDIDO. NOS ÚLTIMOS ANOS TÊM SE OBSERVADO A CRESCENTE EVOLUÇÃO DA RESISTENCIA A ENDOTOXINAS EM DIVERSAS ESPÉCIES DE INSETOS. EM LEPIDÓPTEROS OS MECANISMOS DE RESISTÊNCIA PARECEM ENVOLVER REDUÇÕES NA LIGAÇÃO DAS TOXINAS A RECEPTORES NO INTESTINO MÉDIO DOS INSETOS, MAS OUTROS MECANISMOS TAMBÉM PODEM ESTAR ENVOLVIDOS, E APRESENTAR BASE GENÉTICA BASTANTE COMPLEXA. INFORMAÇÕES RELEVANTES TÊM SIDO FORNECIDAS PARA CARACTERIZAR AS BASES GENÉTICAS ASSOCIADAS À RESISTÊNCIA DE INSETOS A INSETICIDAS, ATRAVÉS DO EMPREGO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA BIOLOGIA MOLECULAR, COMO O SEQUENCIAMENTO DE NOVA GERAÇÃO (NEXT-GENERATION SEQUENCING), QUE PERMITE SEQUENCIAMENTO DE ALTA ESCALA, INCLUSIVE DE CDNA (RNA-SEQ). O RNA-SEQ POSSUI UMA INFINIDADE DE APLICAÇÕES PARA AS ANÁLISES DOS PERFIS DOS TRANSCRIPTOMAS, INCLUINDO ANÁLISES DE EXPRESSÃO RELATIVA, DE SPLICING ALTERNATIVO, ANOTAÇÃO DE NOVOS TRANSCRITOS E ISOFORMAS, MECANISMOS DE EDIÇÃO DO RNA E A POSSIBILIDADE DE INVESTIGAR TRANSCRITOS DE ORGANISMOS NÃO-MODELOS COMO A ANTICARSIA GEMMATALIS. NO PRESENTE MOMENTO, EXISTEM POUCOS CONHECIMENTOS A RESPEITO DOS MECANISMOS MOLECULARES ASSOCIADOS ÀRESISTÊNCIA DE A. GEMMATALIS AS PROTEÍNAS TÓXICAS DO B. THURINGIENSIS. PORTANTO, A REALIZAÇÃO DESTE PROJETO PRETENDE CONTRIBUIR COM INFORMAÇÕES BIOLÓGICAS RELEVANTES, POIS IRÁ ESCLARECER OS MECANISMOS GENÉTICOS ASSOCIADOS À RESISTÊNCIA AO BT EM POPULAÇÕES DE A. GEMMATALIS, ATRAVÉS DA ANÁLISE DOS SEUS TRANSCRIPTOMAS (RNA-SEQ). ALÉM DO DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO BIOLÓGICO, O PRESENTE ESTUDO IRÁ TRAZER GRANDES BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, POIS POSSIBILITARÁ O DESENVOLVIMENTO DE NOVAS ESTRATÉGIAS PARA CONTROLE BIOLÓGICO DE A. GEMMATALIS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Carlos Roberto Maximiano da Silva - Integrante / Rogério de Souza Fernandes - Integrante / Daniel Ricardo Sosa-Gomez - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Larissa Forim Pezenti - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Outra.

  • 2014 - 2017

    Genômica Funcional aplicada ao estudo dos cromossomos sexuais em insetos: o gênero Belostoma como modelo, Descrição: As diferenças entre machos e fêmeas são muitas vezes determinadas por um lote particular de cromossomos individualizados, denominado cromossomos sexuais. Um grupo interessante como modelo para os estudos relacionados aos cromossomos sexuais são os insetos da família Belostomatidae. Essa família possui os maiores representantes da Ordem Heteroptera conhecidos popularmente como ?baratas d?água? que desempenham papel importante como agentes de controle biológico. Este grupo inseto possui características citogenéticas extremamente interessantes, como cromossomos holocinéticos e um comportamento meiótico diferenciado entre autossomos e cromossomos sexuais tornando possível identificar estes cromossomos durante a meiose. Contudo, devido a condição holocinética dos cromossomos fragmentos cromossômicos, gerados por quebra, não são perdidos durante as divisões celulares, fazendo com que o gênero Belostoma um interessante modelo para o estudo dos cromossomos sexuais, pois há nele uma grande variação de sistemas de determinação cromossômica do sexo. A maioria dos estudos realizados em Belostoma têm utilizado técnicas de citogenética clássica e molecular com uma resolução relativamente limitada. O surgimento das técnicas moleculares e das novas tecnologias de sequenciamento genômico permitiu um avanço significativo no conhecimento sobre o conteúdo gênico dos cromossomos bem como sua origem e evolução.Tendo em vista o grande avanço nas metodologias que permitem melhor estudar a organização do genoma nos cromossomos eucarióticos, esta proposta é apresentada na forma de um projeto de pesquisa, baseado na aplicação da genômica funcional no estudo dos cromossomos sexuais utilizando o gênero Belostoma como modelo. Esta proposta envolve o uso das novas tecnologias de sequenciamento em duas abordagens: (i) microdissecção e caracterização genômica dos cromossomos sexuais X e Y; e (ii) análise da expressão gênica de machos e fêmeas e a relação desses genes com a diferenciação dos sexos. Pretende-se com isso realizar a integração de dados genômicos aos dados citogenéticos, a fim de elucidar a organização e evolução desses cromossomos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Carlos Roberto Maximiano da Silva - Integrante / Mara Cristina de Almeida Matiello - Integrante / Marcelo Ricardo Vicari - Integrante / Angélica Nunes Tiepo - Integrante / Raquel Bozine Gallo - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / Thayná Bisson Ferraz Lopes - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - 2017

    IDENTIFICAÇÃO E LOCALIZAÇÃO FÍSICA DE GENES DE RESISTÊNCIA A INSETICIDAS DO PERCEVEJO MARROM DA SOJA EUSCHISTUS HEROS (INSECTA: HETEROPTERA), Descrição: O BRASIL É UM DOS MAIORES PRODUTORES DE SOJA DO MUNDO, SENDO OS ESTADOS DO MATO GROSSO E PARANÁ OS MAIS PRODUTIVOS DO PAÍS. A SOJA REPRESENTA UMA DAS COMMODITIES AGRÍCOLAS MAIS IMPORTANTES NA BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA, SENDO QUE AS EXPORTAÇÕES DE SEUS PRODUTOS E SUBPRODUTOS NO ANO DE 2010 ALCANÇARAM US$ 17,1 BILHÕES. ENTRETANTO, GRANDE PARTE DA SAFRA É PERDIDA ANUALMENTE DEVIDO AO ATAQUE DE INSETOS. EUSCHISTUS HEROS (HETEROPTERA), CONHECIDO POPULARMENTE COMO PERCEVEJO MARROM DA SOJA, ATACA A SOJA PRINCIPALMENTE NA FASE REPRODUTIVA DA PLANTA CAUSANDO DIVERSOS DANOS DESDE A FORMAÇÃO DAS VAGENS ATÉ O ENCHIMENTO FINAL DOS GRÃOS, REDUZINDO O TEOR DE ÓLEO. DIVERSAS ESTRATÉGIAS TÊM SIDO TOMADAS PELOS AGRICULTORES PARA CONTROLAR ESSA ESPÉCIE, ENTRETANTO, ELES RELATAM QUE OS INSETICIDAS NÃO FORNECEM UM EFICIENTE CONTROLE DOS PERCEVEJOS. MUITAS DAS POPULAÇÕES DE E. HEROS DESENVOLVERAM RESISTÊNCIA À DIFERENTES TIPOS DE INSETICIDAS, CONFIGURANDO UM GRANDE PROBLEMA PARA A AGRICULTURA MUNDIAL. COM O DESENVOLVIMENTO DE TÉCNICAS AVANÇADAS DE ANÁLISE GENÔMICA, FOI POSSÍVEL CONSTATAR QUE ESSES MECANISMOS DE RESISTÊNCIA ESTÃO ASSOCIADOS À ALTERAÇÕES QUE ACONTECEM EM RELEVANTES FAMÍLIAS GÊNICAS. EMBORA EXISTAM DIVERSOS ESTUDOS EM E. HEROS QUE DEMONSTREM A OCORRÊNCIA DE RESISTÊNCIA À DIFERENTES TIPOS DE INSETICIDAS (SOSA-GOMEZ ET AL., 2001, 2004, 2009), NÃO EXISTEM ESTUDOS QUE IDENTIFIQUEM E LOCALIZEM FISICAMENTE OS GENES RELACIONADOS A ELA. SENDO ASSIM, A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS QUE PERMITAM EXPLORAR DE FORMA MAIS APROFUNDADA O GENOMA DESSA ESPÉCIE SERÁ DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA ENTENDER A BASE DA RESISTÊNCIA EM E. HEROS. DEVIDO À AUSÊNCIA DESSE TIPO DE ESTUDO EM E. HEROS, ESTA PROPOSTA BASEIA-SE NA CRIAÇÃO DE UMA BIBLIOTECA DE CDNA, PARA SEQUENCIAMENTO E LOCALIZAÇÃO FÍSICA DE GENES RELACIONADOS À RESISTÊNCIA AOS INSETICIDAS. ESSA BIBLIOTECA SERÁ CONSTRUÍDA A PARTIR DO GENOMA DE INDIVÍDUOS DE E. HEROS SELECIONADOS PARA TORNAR-SE RESISTENTES AOS INSETICIDAS MAIS COMUMENTE UTILIZADOS, A QUAL SERÁ SEQUENCIADA POR MEIO DE NOVAS (NGS), E ANALISADA POR DIVERSAS FERRAMENTAS DE BIOINFORMÁTICA. DESSA FORMA, A CONSTRUÇÃO DA BIBLIOTECA DE CDNA A PARTIR DO GENOMA DESSES INDIVÍDUOS POSSIBILITARÁ A SELEÇÃO DE CLONES CONTENDO GENES DE INTERESSE (GENES DE RESISTÊNCIA). ESSES CLONES PODERÃO SER UTILIZADOS EM ANÁLISES GENÔMICAS E TAMBÉM COMO MARCADORES CROMOSSÔMICOS PARA A LOCALIZAÇÃO FÍSICA POR HIBRIDIZAÇÃO FLUORESCENTE IN SITU, PERMITINDO ASSIM ELUCIDAR OS DIFERENTES MECANISMOS ENVOLVIDOS COM A RESISTÊNCIA. ENTENDEMOS QUE NOSSA PROPOSTA PERMITIRÁ UM GRANDE AVANÇO NO CONHECIMENTO SOBRE OS GENES DE RESISTÊNCIA E SUA LOCALIZAÇÃO CROMOSSÔMICA, BEM COMO O DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS QUE FUTURAMENTE PODERÃO SER APLICADAS NO CONTROLE BIOLÓGICO DE E. HEROS, ALÉM DE GERAR UMA BIBLIOTECA GENÔMICA QUE PODERÁ SER UTILIZADA EM ESTUDOS FUTUROS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Carlos Roberto Maximiano da Silva - Integrante / Angélica Nunes Tiepo - Integrante / Raquel Bozine Gallo - Integrante / Daniel Ricardo Sosa-Gomez - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Maíra Tiaki Higuchi - Integrante / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante., Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Outra.

  • 2012 - 2016

    Estudo do comportamento mitótico e meiótico de cromossomos B em peixes da família Curimatidae (Characiformes): caracterização molecular por microdissecção, Descrição: Alguns organismos apresentam cromossomos adicionais ao seu complemento normal de cromossomos (complemento A). Geralmente esses cromossomos são pequenos e heterocromáticos, e recebem a denominação de cromossomos B, cromossomos supranumerários ou cromossomos acessórios. Nos peixes neotropicais os cromossomos B ocorrem em diversas famílias, entre elas destaca-se a família Curimatidae, que apresenta espécies de peixes de grande importância na cadeia alimentar dentro do ecossistema aquático e de um amplo valor comercial. Os estudos com microdissecção em cromossomo B podem elucidar dúvidas relacionadas à composição gênica, bem como podem auxiliar na investigação das possíveis origens e evolução deste cromossomo nas espécies em estudo. Assim, o presente projeto propõe a empregar a identificação, o isolamento por microdissecção, sequenciamento e hibridação in situ do cromossomo B no estudo de alguns representantes da família Curimatidae. Este estudo terá ênfase em espécies dos Estados do Paraná e Rio Grande do Sul, visando à elucidação de dúvidas sobre a estrutura, origem e evolução do cromossomo B nessa família. Adicionalmente, este trabalho deve contribuir também no manejo e manutenção dessas espécies de grande importância ecológica e econômica. Duas instituições estarão envolvidas nesse projeto (UEL e UEPG), de modo que ocorrerá uma melhor integração e fortalecimento das linhas de pesquisa, bem como o desenvolvimento de recursos humanos no Estado do Paraná.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Integrante / Mara Cristina de Almeida Matiello - Integrante / Marcelo Ricardo Vicari - Integrante / Denis Augusto Frigo - Integrante / Angélica Nunes Tiepo - Integrante / Tatiane Ramos Sampaio - Integrante / Robson Rockembacher - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2012 - 2015

    CITOGENÉTICA CONVENCIONAL E MOLECULAR EM ESPÉCIES DE PEIXES DA FAMÍLIA CHARACIDAE, GRUPO INCERTAE SEDIS. COLETADAS EM DIFERENTES BACIAS HIDROGRÁFICAS., Descrição: As análises citogenéticas convencionais e moleculares serão realizadas em espécies de peixes da família Characidae, grupo Incertae sedis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Coordenador.

  • 2011 - 2017

    Análise da diversidade por meio de marcadores genéticos e citogenéticos: um estudo integrado em representantes de quatro ordens de insetos coletados no Parque Nacional do Iguaçu (Foz do Iguaçu ? Paraná ? Brasil), Descrição: Os insetos compõem o maior grupo de organismos vivos do planeta, representando aproximadamente 75% das espécies animais. Eles estão associados aos diferentes ecossistemas por exercerem diversas funções, como a reciclagem de nutrientes, propagação de plantas, manutenção da comunidade de plantas, alimentos para diferentes vertebrados, manutenção da comunidade animal, entre outros. Dentre os insetos as ordens Hemiptera, Hymenoptera, Orthoptera e Coleoptera se destacam pela grande diversidade de espécies. Entretanto, ainda são escassos os conhecimentos sobre a biologia, ecologia e genética dessas ordens, frente à grande diversidade existente. A sistemática em alguns grupos é confusa, e nas últimas décadas estudos têm sido realizados a fim de elucidar as relações filogenéticas em cada ordem. O desenvolvimento e aprimoramento de diversas técnicas citogenéticas e moleculares têm contribuído muito em estudos taxonômicos, relações filogenéticas de diversos organismos bem como na conservação destes. Dentre as técnicas disponíveis, a localização e organização de diferentes famílias de DNA repetitivo nos cromossomos de insetos têm auxiliado na citotaxonomia de alguns grupos. Além disso, sem dúvida alguma, a técnica de sequenciamento de regiões dos genomas mitocondrial (barcoding) e nuclear está entre as mais amplamente utilizadas e eficientes em análises filogenéticas e de conservação. Desse modo, a associação dessas duas ferramentas se torna de grande importância para a resolução de problemas taxonômicos, filogenéticos e de conservação, como observado em alguns grupos de insetos (besouros, traças, borboletas, pulgões, e abelhas). Assim, o presente estudo propõe a empregar o uso de técnicas moleculares e citogenéticas no estudo de alguns representantes das ordens. Este estudo terá ênfase em espécies coletadas no Parque Nacional do Iguaçu, visando à elucidação de dúvidas taxonômicas e o conhecimento da diversidade de genética e citogenéticas nesses grupos de insetos. Adicionalm. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Integrante / Carlos Eduardo de Alvarenga - Integrante / Mara Cristina de Almeida Matiello - Integrante.

  • 2011 - 2014

    ESTUDOS CITOGENÉTICOS EM REPRESENTANTES DA FAMÍLIA BELOSTOMATIDAE LEACH, 1815 (INSECTA: HEMIPTERA: HETEROPTERA) DO SUL DO BRASIL., Descrição: A FAMÍLIA BELOSTOMATIDAE LEACH, 1815 (INSECTA: HEMIPTERA: HETEROPTERA) É COMPOSTA PELOS MAIORES DE TODOS OS HETERÓPTEROS, SENDO CONSIDERADO UM GRUPO COM UMA GRANDE DISTRIBUIÇÃO MUNDIAL E COM GRANDE DIVERSIDADE NA REGIÃO TROPICAL. SÃO ANIMAIS COM UMA GRANDE DIVERSIDADE, E TAMBÉM APRESENTAM UMA AMPLA IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA E ECONÔMICA. ENTRETANTO, É PEQUENO NÚMERO DE ESTUDOS CITOLÓGICOS NA FAMÍLIA, FAZENDO-SE NECESSÁRIO O AUMENTO DOS ESTUDOS CITOGENÉTICOS. SENDO ASSIM, O PRESENTE PROJETO PROPÕE A ANÁLISE CITOGENÉTICA DE REPRESENTANTES DA FAMÍLIA BELOSTOMATIDAE COLETADOS NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS DO RIO PARANAPANEMA (ESTADO DO PARANÁ) E DA LAGUNA DOS PATOS (RIO GRANDE DO SUL), VISANDO AMPLIAR OS CONHECIMENTOS A RESPEITO DO COMPORTAMENTO CITOGENÉTICO DA FAMÍLIA. PARA ISSO OS ANIMAIS SERÃO COLETADOS, IDENTIFICADOS SISTEMATICAMENTE, E ANALISADOS CITOGENETICAMENTE POR TÉCNICAS CONVENCIONAIS E MOLECULARES. ALÉM DISSO TAMBÉM SERÁ REALIZADA A ANÁLISE POR MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE TRANSMISSÃO DOS CROMOSSOMOS MEIÓTICOS. ESPERA-SE COM ESSE TRABALHO OBTER O NÚMERO CROMOSSÔMICO E ORGANIZAÇÃO CARIOTÍPICA DOS EXEMPLARES ANALISADOS; MAPEAR FISICAMENTE OS CROMOSSOMOS DE ESPÉCIES E POPULAÇÕES DE HETERÓPTEROS, UTILIZANDO COMO MARCAS AS BANDAS HETEROCROMÁTICAS, BEM COMO DNAR 45S E 5S; GERAR MARCAS NOS CROMOSSOMOS SEXUAIS, A FIM DE CARACTERIZÁ-LO EM DIFERENTES SUBFAMÍLIAS; UTILIZAR DIFERENTES INFORMAÇÕES OBTIDAS DE METODOLOGIAS DE CITOGENÉTICA MOLECULAR PARA AVALIAR A DISTRIBUIÇÃO DE QUIASMAS NOS CROMOSSOMOS HOLOCÊNTRICOS AUTOSSÔMICOS E ALOSSÔMICOS; ENTENDER O COMPORTAMENTO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS DURANTE A MEIOSE COM BASE NA ULTRAESTRUTURA DOS PAREAMENTOS; CONTRIBUIR PARA A FORMAÇÃO CIENTÍFICA DE ALUNOS DE GRADUAÇÃO; E, UTILIZAR ESSAS INFORMAÇÕES PARA GERAR ARTIGOS CIENTÍFICOS ENVOLVENDO TEMAS RELACIONADOS À EVOLUÇÃO CARIOTÍPICA, COMPORTAMENTO MEIÓTICO, DETERMINAÇÃO SEXUAL E CITOTAXONOMIA EM HETERÓPTEROS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Integrante / Carlos Eduardo de Alvarenga - Integrante / José Ricardo Inácio Ribeiro - Integrante / Vanessa Bellini Bardela - Integrante.

  • 2011 - 2014

    EVOLUÇÃO CARIOTÍPICA DA FAMÍLIA LORICARIIDAE, Descrição: LORICARIIDAE É CONSIDERADO UM GRUPO QUE APRESENTA UMA CONSIDERÁVEL COMPLEXIDADE FENOTÍPICA, GERANDO DIFICULDADES QUANTO A ASPECTOS TAXONÔMICOS E SISTEMÁTICOS COM RELAÇÃO À ORGANIZAÇÃO CARIOTÍPICA DOS LORICARIIDAE, POUCO SE SABE A RESPEITO DAS SUBFAMÍLIAS NEOPLECOSTOMINAE E LITHOGENINAE, OS ESTUDOS REALIZADOS ESTÃO RELACIONADOS ÀS SUBFAMÍLIAS HYPOSTOMINAE, LORICARIINAE E HYPOPTOPOMATINAE. ESTIMA-SE QUE APENAS 111 ESPÉCIES DE LORICARIIDAE JÁ TENHAM SIDO ESTUDADAS CITOGENETICAMENTE, ESSES RESULTADOS INDICAM GRANDE DIVERSIDADE CARIOTÍPICA, COM AMPLA VARIAÇÃO NO NÚMERO DIPLÓIDE DE 2N=34 EM ANCISTRUS SP. 1 E ANCISTRUS SP. 2 (OLIVEIRA, 2006) A 2N=96 EM UPSILODUS SP. (KAVALCO ET AL., 2005). ESTA DIVERSIDADE SUGERE A OCORRÊNCIA DE VÁRIOS REARRANJOS ROBERTSONIANOS E INVERSÕES CONDUZINDO A UMA EVOLUÇÃO CARIOTÍPICA DIVERGENTE (ARTONI & BERTOLLO, 2001). ALÉM DA DIVERSIDADE NUMÉRICA, VERIFICA-SE GRANDE VARIABILIDADE ESTRUTURAL EM LORICARIIDAE. REARRANJOS ESTRUTURAIS, COM FÓRMULAS CARIOTÍPICAS DIFERENCIADAS, PODEM SER ENCONTRADOS MESMO ENTRES MEMBROS DE UMA MESMA ESPÉCIE, COMO OBSERVADO EM RINELORICARIA LATIROSTRIS POR GIULIANO-CAETANO (1998). O PROJETO APRESENTADO PRETENDE COM A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TÉCNICAS CITOGENÉTICAS PODER CONTRIBUIR AUXILIANO NOS ESTUDOS TAXONÔMICOS, E NA COMPREENSÃO DAS RELAÇÕES FILOGENÉTICAS E EVOLUTIVAS DESTE GRUPO.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Marceléia Rubert - Integrante / Lucia Giuliano-Caetano - Coordenador / Ana Lúcia Dias - Integrante / Natália B. Venturelli - Integrante / Fábio Hiroshi Takagui - Integrante / Thiago S. Depintor - Integrante.

  • 2011 - 2014

    ORGANIZAÇÃO ULTRAESTRUTURAL, CROMOSSÔMICA E CARIOTÍPICA EM ORGANISMOS COM CROMOSSOMOS HOLOCINÉTICOS., Descrição: OS CROMOSSOMOS HOLOCÊNTRICOS NÃO POSSUEM CONSTRIÇÃO PRIMÁRIA E O CINETÓCORO APARECE ORGANIZADO AO LONGO DOS CROMOSSOMOS. A MEIOSE DOS ORGANISMOS COM HOLOCÊNTRICOS PODE SER PÓS-REDUCIONAL E, EM INSETOS, OS CROMOSSOMOS SEXUAIS PODEM SER AQUIASMÁTICO. ESTUDOS CITOGENÉTICOS REALIZADOS EM FAMÍLIAS DE HETERÓPTEROS MOSTRAM VARIAÇÕES CARIOTÍPICAS RELACIONADAS COM A OCORRÊNCIA DE HOLOCÊNTRICOS, PORÉM, TRABALHOS QUE DISCUTEM SOBRE A DIFERENCIAÇÃO CARIOTÍPICA E ORGANIZAÇÃO DOS DNAS REPETITIVOS, BEM COMO DO COMPORTAMENTO DOS CROMOSSOMOS SEXUAIS, SEJA EM HETERÓPTEROS RELACIONADAS À AGRICULTURA OU EM OUTRAS NATIVAS, SÃO ÚTEIS PARA CONHECER OS MECANISMOS DE DIFERENCIAÇÃO CARIOTÍPICA E O COMPORTAMENTO DOS HOLOCÊNTRICOS.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / André Luiz Laforga Vanzela - Coordenador / Vanessa Bellini Bardela - Integrante / Célia Guadalupe Tardelli de Jesus - Integrante / Fernanda Mayara Nogueira - Integrante / Jeff Benettzen - Integrante / Mariana Bozini - Integrante / Raquel Bozini - Integrante.

  • 2009 - 2012

    ESTUDOS CITOGENÉTICOS E EVOLUTIVOS EM ESPÉCIES DE PEIXES DAS FAMÍLIAS, Descrição: NO PRESENTE TRABALHO SERÃO ANALISADAS CITOGENETICAMENTE DIFERENTES ESPÉCIES DE PEIXES PERTENCENTES ÀS FAMÍLIAS LORICARIIDAE, HEPTAPTERIDAE E PIMELODIDAE COLETADAS NAS BACIAS DO RIO PARANAPANEMA/SP E DA LAGUNA DOS PATOS/RS. A FAMÍLIA LORICARIIDAE REPRESENTA O GRUPO COM O MAIOR NÚMERO DE ESPÉCIES ENTRE OS SILURIFORMES, SENDO QUE A MAIOR PARTE DE SEUS EXEMPLARES ESTÃO LOCALIZADOS NA AMÉRICA DO SUL. VÁRIAS QUESTÕES SOBRE A FILOGENIA DESTA FAMÍLIA AINDA SÃO BASTANTE QUESTIONADAS POR VÁRIOS AUTORES. APESAR DO GRANDE NÚMERO DE ESPÉCIES EXISTE UM PEQUENO VOLUME DE INFORMAÇÕES CITOGENÉTICAS SOBRE ESTE GRUPO DE PEIXES, ENTRETANTO, OS DADOS DISPONÍVEIS JÁ DEMONSTRAM QUE ESTE É UM GRUPO DE INTERESSE PARA ESTUDOS CITOGENÉTICOS E EVOLUTIVOS, DEVIDO TANTO À VARIAÇÃO NO NÚMERO DIPLÓIDE QUANTO À OCORRÊNCIA DE REARRANJOS CROMOSSÔMICOS. O MESMO SE APLICA À FAMÍLIA HEPTAPTERIDAE, POIS DAS CERCA DE 200 ESPÉCIES QUE COMPÕE ESTA FAMÍLIA, A MAIORIA DELAS AINDA NÃO FOI DESCRITA DO PONTO DE VISTA CITOGENÉTICO, TORNANDO ASSIM IMPORTANTE A DESCRIÇÃO DE NÚMERO CROMOSSÔMICO, POSIÇÃO DA REGIÃO ORGANIZADORA DE NUCLÉOLO (NOR), PADRÃO DE HETEROCROMATINA, INTERESSANTES PARA OS ESTUDOS EVOLUTIVOS, PODENDO ASSIM TAMBÉM SEREM CARACTERES VÁLIDOS PARA A SISTEMÁTICA FILOGENÉTICA DO GRUPO. A FAMÍLIA PIMELODIDAE TAMBÉM REPRESENTA UM GRUPO COM GRANDE NÚMERO DE ESPÉCIES ENTRE OS SILURIFORMES, SENDO QUE A MAIOR PARTE DE SEUS EXEMPLARES ESTÃO LOCALIZADOS NA AMÉRICA DO SUL. VÁRIAS QUESTÕES SOBRE A FILOGENIA DESTA FAMÍLIA AINDA SÃO BASTANTE QUESTIONADAS POR VÁRIOS AUTORES. DOS SEUS REPRESENTANTES, POUCO MAIS DE 10% TEM O SEU CARIÓTIPO CONHECIDO. COM OS MÉTODOS EMPREGADOS NESTE PROJETO DE PESQUISA É POSSÍVEL QUE SEJAM OBTIDOS RESULTADOS QUE TRAGAM MAIORES DETALHES SOBRE A ESTRUTURA CARIOTÍPICA DE ALGUMAS ESPÉCIES DE PEIXES DAS FAMÍLIAS LORICARIIDAE, HEPTAPTERIDAE E PIMELODIDAE, DE DIFERENTES BACIAS HIDROGRÁFICAS, CONTRIBUINDO PORTANTO COM MAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESTE GRUPO DE PEIXES, PRINCIPALME. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Marceléia Rubert - Integrante / Lucia Giuliano-Caetano - Integrante / Ana Lúcia Dias - Coordenador.

  • 2004 - 2007

    Estudo da variabilidade cromossômica no grupo Astyanax e Hoplias da bacia do rio Tibagi., Descrição: Do estudo citogenético de Astyanx scabripinnis esperamos encontrar uma variabilidade cromossômica, já descrita para outras populações e encontramos indivíduos portadores de cromossomos Bs, como já descritos em outras bacias hidrográficas. Quanto ao gênero Hoplias esperamos encontrar exemplares com a presença de diferentes sitemas de cromossomos sexuais (simples e múltiplos), esta apresenta poucos dados citogenéticos em nossa região enquanto que Astyanas tem indicado a presença de grande variabilidade cromossômica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Lucia Giuliano-Caetano - Coordenador / Ana Lúcia Dias - Integrante / Larissa Galvão de Lacerda - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2016 - Atual

    Inovação em produtos de controle e repelência do vetor e monitoramento de arbovírus, Descrição: O Estado do Paraná teve seus primeiros casos autóctones de dengue registrados em 1995. Desde então, à semelhança do que ocorre no restante do país, a ocorrência de epidemias anuais se tornou comum no Estado. Porém em 2015/2016 o número de municípios do Paraná com registro de casos autóctones atingiu aproximadamente 90% de um universo de 399, inclusive em regiões do estado em que o registro de casos não era relatado, como em Paranaguá, onde ocorreu mortes em decorrência de infecção por dengue. Com a entrada no país do vírus Zika, o cenário de saúde pública se tornou mais complexo sendo necessário e urgente inserir a vigilância entomológica como linha de frente na prevenção da transmissão de arbovírus, uma vez que o vetor é o elemento chave. Assim é necessário ampliar as opções de intervenção para redução da população do vetor nas diferentes etapas do ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti e outros Culicidae, potenciais vetores na área urbana. O projeto propõe o desenvolvimento e a consolidação de ferramentas diagnósticas para a caracterização viral ainda no vetor, controle do vetor com auxílio de fitolarvicidas isolados ou combinados em ação super-aditiva ou sinergística, utilização de toxinas bacterianas, controle de adultos com novas substâncias de reduzido impacto ambiental e formulação de repelentes inovadores, explorando a química dirigida de derivatização para potencialização de efeito de bioativos naturais de baixo custo. Diante da necessidade de convergência dos esforços para redução da transmissão de arbovírus, o projeto reúne pesquisadores das principais instituições de ensino e pesquisa do Estado do Paraná, no sentido de proporcionar sinergia e eficiência harmonizando e aperfeiçoando a competência já estabelecida dos grupos associados no sentido de buscar soluções que reduzam ao máximo possível o contato entre o vetor e o hospedeiro, As metas propostas têm completa aderência aos critérios da chamada conjunta CNPq/CAPES/Ms-Decit, sobretudo no que tange ao seu eixo básico, qual seja, prevenção e controle do vetor e geração de novos produtos de ação repelente, contemplando assim o avanço do conhecimento aplicado através de tecnologias de reduzido custo e elevada eficiência, passíveis de patenteamento e industrialização e formação de recursos humanos. Das linhas temáticas propostas pelas agências financiadoras, a equipe do projeto já apresenta resultados relevantes em três linhas temáticas: I Desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas. II Desenvolvimento e avaliação de repelentes. III Desenvolvimento e avaliação de estratégias para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2016 - Atual

    Inovação em produtos de controle e repelência do vetor e monitoramento de arbovírus, Descrição: O Estado do Paraná teve seus primeiros casos autóctones de dengue registrados em 1995. Desde então, à semelhança do que ocorre no restante do país, a ocorrência de epidemias anuais se tornou comum no Estado. Porém em 2015/2016 o número de municípios do Paraná com registro de casos autóctones atingiu aproximadamente 90% de um universo de 399, inclusive em regiões do estado em que o registro de casos não era relatado, como em Paranaguá, onde ocorreu mortes em decorrência de infecção por dengue. Com a entrada no país do vírus Zika, o cenário de saúde pública se tornou mais complexo sendo necessário e urgente inserir a vigilância entomológica como linha de frente na prevenção da transmissão de arbovírus, uma vez que o vetor é o elemento chave. Assim é necessário ampliar as opções de intervenção para redução da população do vetor nas diferentes etapas do ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti e outros Culicidae, potenciais vetores na área urbana. O projeto propõe o desenvolvimento e a consolidação de ferramentas diagnósticas para a caracterização viral ainda no vetor, controle do vetor com auxílio de fitolarvicidas isolados ou combinados em ação super-aditiva ou sinergística, utilização de toxinas bacterianas, controle de adultos com novas substâncias de reduzido impacto ambiental e formulação de repelentes inovadores, explorando a química dirigida de derivatização para potencialização de efeito de bioativos naturais de baixo custo. Diante da necessidade de convergência dos esforços para redução da transmissão de arbovírus, o projeto reúne pesquisadores das principais instituições de ensino e pesquisa do Estado do Paraná, no sentido de proporcionar sinergia e eficiência harmonizando e aperfeiçoando a competência já estabelecida dos grupos associados no sentido de buscar soluções que reduzam ao máximo possível o contato entre o vetor e o hospedeiro, As metas propostas têm completa aderência aos critérios da chamada conjunta CNPq/CAPES/Ms-Decit, sobretudo no que tange ao seu eixo básico, qual seja, prevenção e controle do vetor e geração de novos produtos de ação repelente, contemplando assim o avanço do conhecimento aplicado através de tecnologias de reduzido custo e elevada eficiência, passíveis de patenteamento e industrialização e formação de recursos humanos. Das linhas temáticas propostas pelas agências financiadoras, a equipe do projeto já apresenta resultados relevantes em três linhas temáticas: I Desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas. II Desenvolvimento e avaliação de repelentes. III Desenvolvimento e avaliação de estratégias para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Seda: O fio que transforma, Descrição: A seda é uma fibra protéica, altamente utilizada entre as fibras têxteis. O fio de seda produzido no Estado do Paraná é considerado um dos melhores do mundo. É um produto que tem comercialização garantida no mercado europeu e asiático, conforme a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a produção brasileira de casulo de bicho-da-seda na safra 2014/15 foi de 2,9 mil toneladas, e deste total o Paraná respondeu por 2,4 mil toneladas, que corresponde a 82,7%, havendo um crescimento de 9% na produção do Paraná, considerado o maior produtor nacional. O Brasil já teve 17 fiações de seda, porém, uma a uma, foram fechando as portas. A Bratac é a única fiação de seda em funcionamento no país, produzindo cerca de 440 toneladas de fios de seda por ano. Atualmente, a empresa conta com 1.000 funcionários diretos, e mais de 2.300 famílias produtoras de casulos. Em sua maioria, utilizam apenas mão de obra familiar em pequenas propriedades. Atualmente 95% dos fios são exportados na forma de seda crua com menor valor agregado que o produto acabado. Nas últimas décadas, a produção de casulos vem decrescendo, e consequentemente novos produtores perderam a atratividade da sericicultura. Dessa forma, essa atividade com grande potencial econômico para o Estado, tem sido negligenciada. Diante desta situação, este projeto visa fomentar uma rede econômica e produtiva com a finalidade de incentivar novos empreendedores para o desenvolvimento da cadeia de valor da seda de forma sustentável, contando com a parceria da Bratac que disponibiliza linhas próprias de crédito aos produtores do casulo do bicho da seda facilitando a aquisição de máquinas, equipamentos e insumos, evitando a migração para outras culturas e o êxodo rural. Nossa proposta baseia-se em ações voltadas para sustentabilidade, o equilíbrio entre os setores, a modernização dos meios produtivos, a realização de pesquisas científicas e tecnológicas e de inovação. Alinhado com as políticas nacionais de produtos livres de agrotóxicos e orgânicos, o incentivo à sericicultura torna-se uma importante atividade nesta cadeia sustentável. Além das contribuições científicas, esse projeto atende de forma competente a formação de recursos humanos. Essa proposta será parte da iniciação científica e da pós-graduação (mestrado e doutorado) de alunos da UEL. Os resultados devem contribuir para o incremento de estratégias para o desenvolvimento de tecnologias aplicadas ao aumento/melhora da cadeia produtiva da seda, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico do Paraná.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Stefany Ramos Silvestrim - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Seda: O fio que transforma, Descrição: A seda é uma fibra protéica, altamente utilizada entre as fibras têxteis. O fio de seda produzido no Estado do Paraná é considerado um dos melhores do mundo. É um produto que tem comercialização garantida no mercado europeu e asiático, conforme a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a produção brasileira de casulo de bicho-da-seda na safra 2014/15 foi de 2,9 mil toneladas, e deste total o Paraná respondeu por 2,4 mil toneladas, que corresponde a 82,7%, havendo um crescimento de 9% na produção do Paraná, considerado o maior produtor nacional. O Brasil já teve 17 fiações de seda, porém, uma a uma, foram fechando as portas. A Bratac é a única fiação de seda em funcionamento no país, produzindo cerca de 440 toneladas de fios de seda por ano. Atualmente, a empresa conta com 1.000 funcionários diretos, e mais de 2.300 famílias produtoras de casulos. Em sua maioria, utilizam apenas mão de obra familiar em pequenas propriedades. Atualmente 95% dos fios são exportados na forma de seda crua com menor valor agregado que o produto acabado. Nas últimas décadas, a produção de casulos vem decrescendo, e consequentemente novos produtores perderam a atratividade da sericicultura. Dessa forma, essa atividade com grande potencial econômico para o Estado, tem sido negligenciada. Diante desta situação, este projeto visa fomentar uma rede econômica e produtiva com a finalidade de incentivar novos empreendedores para o desenvolvimento da cadeia de valor da seda de forma sustentável, contando com a parceria da Bratac que disponibiliza linhas próprias de crédito aos produtores do casulo do bicho da seda facilitando a aquisição de máquinas, equipamentos e insumos, evitando a migração para outras culturas e o êxodo rural. Nossa proposta baseia-se em ações voltadas para sustentabilidade, o equilíbrio entre os setores, a modernização dos meios produtivos, a realização de pesquisas científicas e tecnológicas e de inovação. Alinhado com as políticas nacionais de produtos livres de agrotóxicos e orgânicos, o incentivo à sericicultura torna-se uma importante atividade nesta cadeia sustentável. Além das contribuições científicas, esse projeto atende de forma competente a formação de recursos humanos. Essa proposta será parte da iniciação científica e da pós-graduação (mestrado e doutorado) de alunos da UEL. Os resultados devem contribuir para o incremento de estratégias para o desenvolvimento de tecnologias aplicadas ao aumento/melhora da cadeia produtiva da seda, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico do Paraná.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Stefany Ramos Silvestrim - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Seda: O fio que transforma, Descrição: A seda é uma fibra protéica, altamente utilizada entre as fibras têxteis. O fio de seda produzido no Estado do Paraná é considerado um dos melhores do mundo. É um produto que tem comercialização garantida no mercado europeu e asiático, conforme a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a produção brasileira de casulo de bicho-da-seda na safra 2014/15 foi de 2,9 mil toneladas, e deste total o Paraná respondeu por 2,4 mil toneladas, que corresponde a 82,7%, havendo um crescimento de 9% na produção do Paraná, considerado o maior produtor nacional. O Brasil já teve 17 fiações de seda, porém, uma a uma, foram fechando as portas. A Bratac é a única fiação de seda em funcionamento no país, produzindo cerca de 440 toneladas de fios de seda por ano. Atualmente, a empresa conta com 1.000 funcionários diretos, e mais de 2.300 famílias produtoras de casulos. Em sua maioria, utilizam apenas mão de obra familiar em pequenas propriedades. Atualmente 95% dos fios são exportados na forma de seda crua com menor valor agregado que o produto acabado. Nas últimas décadas, a produção de casulos vem decrescendo, e consequentemente novos produtores perderam a atratividade da sericicultura. Dessa forma, essa atividade com grande potencial econômico para o Estado, tem sido negligenciada. Diante desta situação, este projeto visa fomentar uma rede econômica e produtiva com a finalidade de incentivar novos empreendedores para o desenvolvimento da cadeia de valor da seda de forma sustentável, contando com a parceria da Bratac que disponibiliza linhas próprias de crédito aos produtores do casulo do bicho da seda facilitando a aquisição de máquinas, equipamentos e insumos, evitando a migração para outras culturas e o êxodo rural. Nossa proposta baseia-se em ações voltadas para sustentabilidade, o equilíbrio entre os setores, a modernização dos meios produtivos, a realização de pesquisas científicas e tecnológicas e de inovação. Alinhado com as políticas nacionais de produtos livres de agrotóxicos e orgânicos, o incentivo à sericicultura torna-se uma importante atividade nesta cadeia sustentável. Além das contribuições científicas, esse projeto atende de forma competente a formação de recursos humanos. Essa proposta será parte da iniciação científica e da pós-graduação (mestrado e doutorado) de alunos da UEL. Os resultados devem contribuir para o incremento de estratégias para o desenvolvimento de tecnologias aplicadas ao aumento/melhora da cadeia produtiva da seda, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico do Paraná.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Stefany Ramos Silvestrim - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2018 - Atual

    Seda: O fio que transforma, Descrição: A seda é uma fibra protéica, altamente utilizada entre as fibras têxteis. O fio de seda produzido no Estado do Paraná é considerado um dos melhores do mundo. É um produto que tem comercialização garantida no mercado europeu e asiático, conforme a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a produção brasileira de casulo de bicho-da-seda na safra 2014/15 foi de 2,9 mil toneladas, e deste total o Paraná respondeu por 2,4 mil toneladas, que corresponde a 82,7%, havendo um crescimento de 9% na produção do Paraná, considerado o maior produtor nacional. O Brasil já teve 17 fiações de seda, porém, uma a uma, foram fechando as portas. A Bratac é a única fiação de seda em funcionamento no país, produzindo cerca de 440 toneladas de fios de seda por ano. Atualmente, a empresa conta com 1.000 funcionários diretos, e mais de 2.300 famílias produtoras de casulos. Em sua maioria, utilizam apenas mão de obra familiar em pequenas propriedades. Atualmente 95% dos fios são exportados na forma de seda crua com menor valor agregado que o produto acabado. Nas últimas décadas, a produção de casulos vem decrescendo, e consequentemente novos produtores perderam a atratividade da sericicultura. Dessa forma, essa atividade com grande potencial econômico para o Estado, tem sido negligenciada. Diante desta situação, este projeto visa fomentar uma rede econômica e produtiva com a finalidade de incentivar novos empreendedores para o desenvolvimento da cadeia de valor da seda de forma sustentável, contando com a parceria da Bratac que disponibiliza linhas próprias de crédito aos produtores do casulo do bicho da seda facilitando a aquisição de máquinas, equipamentos e insumos, evitando a migração para outras culturas e o êxodo rural. Nossa proposta baseia-se em ações voltadas para sustentabilidade, o equilíbrio entre os setores, a modernização dos meios produtivos, a realização de pesquisas científicas e tecnológicas e de inovação. Alinhado com as políticas nacionais de produtos livres de agrotóxicos e orgânicos, o incentivo à sericicultura torna-se uma importante atividade nesta cadeia sustentável. Além das contribuições científicas, esse projeto atende de forma competente a formação de recursos humanos. Essa proposta será parte da iniciação científica e da pós-graduação (mestrado e doutorado) de alunos da UEL. Os resultados devem contribuir para o incremento de estratégias para o desenvolvimento de tecnologias aplicadas ao aumento/melhora da cadeia produtiva da seda, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico do Paraná.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Stefany Ramos Silvestrim - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante., Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Inovação em produtos de controle e repelência do vetor e monitoramento de arbovírus, Descrição: O Estado do Paraná teve seus primeiros casos autóctones de dengue registrados em 1995. Desde então, à semelhança do que ocorre no restante do país, a ocorrência de epidemias anuais se tornou comum no Estado. Porém em 2015/2016 o número de municípios do Paraná com registro de casos autóctones atingiu aproximadamente 90% de um universo de 399, inclusive em regiões do estado em que o registro de casos não era relatado, como em Paranaguá, onde ocorreu mortes em decorrência de infecção por dengue. Com a entrada no país do vírus Zika, o cenário de saúde pública se tornou mais complexo sendo necessário e urgente inserir a vigilância entomológica como linha de frente na prevenção da transmissão de arbovírus, uma vez que o vetor é o elemento chave. Assim é necessário ampliar as opções de intervenção para redução da população do vetor nas diferentes etapas do ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti e outros Culicidae, potenciais vetores na área urbana. O projeto propõe o desenvolvimento e a consolidação de ferramentas diagnósticas para a caracterização viral ainda no vetor, controle do vetor com auxílio de fitolarvicidas isolados ou combinados em ação super-aditiva ou sinergística, utilização de toxinas bacterianas, controle de adultos com novas substâncias de reduzido impacto ambiental e formulação de repelentes inovadores, explorando a química dirigida de derivatização para potencialização de efeito de bioativos naturais de baixo custo. Diante da necessidade de convergência dos esforços para redução da transmissão de arbovírus, o projeto reúne pesquisadores das principais instituições de ensino e pesquisa do Estado do Paraná, no sentido de proporcionar sinergia e eficiência harmonizando e aperfeiçoando a competência já estabelecida dos grupos associados no sentido de buscar soluções que reduzam ao máximo possível o contato entre o vetor e o hospedeiro, As metas propostas têm completa aderência aos critérios da chamada conjunta CNPq/CAPES/Ms-Decit, sobretudo no que tange ao seu eixo básico, qual seja, prevenção e controle do vetor e geração de novos produtos de ação repelente, contemplando assim o avanço do conhecimento aplicado através de tecnologias de reduzido custo e elevada eficiência, passíveis de patenteamento e industrialização e formação de recursos humanos. Das linhas temáticas propostas pelas agências financiadoras, a equipe do projeto já apresenta resultados relevantes em três linhas temáticas: I) Desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas. II) Desenvolvimento e avaliação de repelentes. III) Desenvolvimento e avaliação de estratégias para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Thayná Bisson Ferraz Lopes - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante / Tafarel Ribeiro Amaro - Integrante., Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2021 - Atual

    Seda o fio que transforma - Fase 2, Descrição: A SERICICULTURA É A ATIVIDADE AGRÍCOLA QUE COMPREENDE O PLANTIO DAS AMOREIRAS, A CRIAÇÃO DO BICHO-DA-SEDA E A FIAÇÃO. A SEDA É UMA FIBRA ECOLÓGICA DE ALTA RESISTÊNCIA, SENDO UTILIZADA ALÉM DA CONFECÇÃO DE TECIDOS, COMO A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS ELETRÔNICOS, AERONÁUTICOS E MÉDICOS. O ESTADO DO PARANÁ É O MAIOR PRODUTOR DE CASULOS DO BRASIL, SENDO CONSIDERADO O FIO DE MELHOR QUALIDADE DO MUNDO. A ATIVIDADE POSSUI UMA GRANDE IMPORTÂNCIA NA ECONOMIA DE PEQUENOS PRODUTORES PRINCIPALMENTE EM MUNICÍPIOS DE BAIXO IDH (ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO). O MERCADO DA SERICICULTURA É CAPAZ DE AJUDAR A MANTER A POPULAÇÃO DO CAMPO EMPREGADA, EVITANDO O ÊXODO RURAL E GARANTINDO REMUNERAÇÃO, REQUERENDO ESTA, PEQUENOS INVESTIMENTOS QUE PROPORCIONAM MATÉRIA-PRIMA PARA AS INDÚSTRIAS TÊXTEIS. A CADEIA PRODUTIVA DA SEDA É TOTALMENTE SUSTENTÁVEL, ONDE OS FIOS DE SEDA SÃO UTILIZADOS EM DIVERSAS APLICAÇÕES (MODA, SAÚDE, ENTRE OUTRAS ÁREAS). NÃO HÁ RESÍDUOS OU PERDAS EM SUA PRODUÇÃO, ONDE MESMO OS SUBPRODUTOS (CRISÁLIDAS, ESTOPA, EXCREMENTOS) SÃO INTEGRALMENTE APROVEITADOS. ESTA PROPOSTA É UMA CONTINUIDADE DO PROJETO INTEGRADO E MULTIDISCIPLINAR ?SEDA O FIO QUE TRANSFORMA? (TC 55/2018), APROVADO E FINANCIADO PELA UNIDADE GESTORA DO FUNDO PARANÁ, QUE TEVE COMO AÇÃO PRINCIPAL A SENSIBILIZAÇÃO DOS PRODUTORES E O FOMENTO DE ESTRATÉGIAS DE POLÍTICAS PÚBLICAS FAVORECENDO A PRODUÇÃO DE CASULOS NO BRASIL. O CONHECIMENTO ACUMULADO DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJETO, ESTIMULOU NOVAS POSSIBILIDADES DE INOVAÇÃO EM SERICICULTURA: (I) AUMENTO DA PRODUTIVIDADE E SAÚDE ANIMAL COM O DESENVOLVIMENTO DE ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL, PROBIÓTICOS, NEUTRALIZAÇÃO DE AGROQUÍMICOS E CONTROLE DE NEMATOIDES; (II) NOVAS APLICAÇÕES DA FIBROÍNA NA ÁREA DA SAÚDE COM O DESENVOLVIMENTO DE UM BIOFILME PARA USO EM TRATAMENTOS E FERIDAS CRÔNICAS; (III) USO DE BACTÉRIAS PARA O TINGIMENTO NATURAL DA SEDA; E (IV) DESENVOLVIMENTO DE MATERIAL DE DESIGN INFORMACIONAL E EDUCATIVOS . DESTA FORMA, A PRESENTE PROPOSTA VISA UMA CONTINUIDADE DE ALGUMAS AÇÕES E TAMBÉM O DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NA CADEIA PRODUTIVA DA SEDA. ALINHADO ÀS POLÍTICAS DE INOVAÇÃO DO ESTADO DO PARANÁ, O PROJETO AMPLIA PRINCIPALMENTE NAS ÁREAS DE SAÚDE, NUTRIÇÃO E PRODUÇÃO ANIMAL COLOCANDO DO ESTADO NA VANGUARDA DAS VÁRIAS APLICAÇÕES DE SUBPRODUTOS DA SEDA. CONSEQUENTEMENTE TODAS ESSAS NOVAS ATIVIDADES RETORNAM AO PRODUTOR EM FORMA DE AUMENTO DE RENDA E QUALIDADE DE VIDA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Coordenador., Financiador(es): Governo do Paraná - Unidade Gestora do Fundo Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2021 - Atual

    Inovação em produtos/processos na alimentação e saúde do bicho-da-seda (Bombyx mori Linnaeus, 1758) e ações integradas para o aumento da produção de casulos, Descrição: A sericicultura compreende o cultivo das folhas de amoreira (Morus alba), a criação do bicho-da-seda (Bombyx mori) e a fiação. O Brasil é o quinto maior produtor de seda do mundo, sendo o Estado do Paraná o maior produtor do país, onde a sericicultura ocupa aproximadamente 3.000 hectares. O fio de seda brasileiro tem ganhado notoriedade internacional pela excelente qualidade e é considerado atualmente o melhor fio de seda do mundo. Hoje o Brasil exporta 97% dos fios produzidos, principalmente para a Ásia e Europa. A cadeia produtiva da seda é totalmente sustentável, não havendo resíduos ou perdas em sua produção. No Brasil, a sericicultura desempenha um grande papel social, pois fortalece o trabalhador do campo, promove renda e evita a emigração da população rural para as grandes cidades. A qualidade dos fios de seda, bem como a produtividade dos casulos, está diretamente ligada aos fatores nutricionais e ao manejo apropriado das amoreiras oferecidas às lagartas, sendo que as mesmas devem ser livres de qualquer tipo de inseticidas e/ou agrotóxicos. Perdas consideráveis na produção de casulos são decorrentes de ataques de nematoides nas amoreiras. Outro problema encontrado pelos sericicultores é a perda das amoreiras devido às condições climáticas extremas (por exemplo geadas) ou deriva de defensivos agrícolas de propriedades vizinhas. Diante disso, o presente estudo propõe o desenvolvimento científico/tecnológico e a criação de métodos/processos/produtos em sericicultura de forma sustentável. Nossa proposta baseia-se em duas frentes de desenvolvimento científico/tecnológico e uma frente de extensão inovadora: (1) Análise da infestação de nematoides de galha em amoreiras e desenvolvimento de um método de controle biológico; (2) Suplementação foliar e desenvolvimento de uma dieta artificial para o bicho-da-seda; e (3) Desenvolvimento de extensão inovadora, por meio de cursos de capacitação técnicos para sericicultores e demais trabalhadores do setor. Parte dessas ações já estão sendo desenvolvidas em nossos laboratórios. Entendemos que nossa proposta permitirá um grande avanço nos métodos de controle de nematoides, nunca testados em amoreiras, bem como no desenvolvimento de tecnologias alimentares alternativas para o bicho-da-seda. Essas ações serão importantes para o aumento da competitividade da sericicultura no cenário agrário mundial, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Renata da Rosa - Coordenador / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Integrante / Santino Aleandro da Silva - Integrante / Andressa Zamboni Machado - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

  • 2018 - 2020

    Seda: O fio que transforma, Descrição: A seda é uma fibra protéica, altamente utilizada entre as fibras têxteis. O fio de seda produzido no Estado do Paraná é considerado um dos melhores do mundo. É um produto que tem comercialização garantida no mercado europeu e asiático, conforme a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a produção brasileira de casulo de bicho-da-seda na safra 2014/15 foi de 2,9 mil toneladas, e deste total o Paraná respondeu por 2,4 mil toneladas, que corresponde a 82,7%, havendo um crescimento de 9% na produção do Paraná, considerado o maior produtor nacional. O Brasil já teve 17 fiações de seda, porém, uma a uma, foram fechando as portas. A Bratac é a única fiação de seda em funcionamento no país, produzindo cerca de 440 toneladas de fios de seda por ano. Atualmente, a empresa conta com 1.000 funcionários diretos, e mais de 2.300 famílias produtoras de casulos. Em sua maioria, utilizam apenas mão de obra familiar em pequenas propriedades. Atualmente 95% dos fios são exportados na forma de seda crua com menor valor agregado que o produto acabado. Nas últimas décadas, a produção de casulos vem decrescendo, e consequentemente novos produtores perderam a atratividade da sericicultura. Dessa forma, essa atividade com grande potencial econômico para o Estado, tem sido negligenciada. Diante desta situação, este projeto visa fomentar uma rede econômica e produtiva com a finalidade de incentivar novos empreendedores para o desenvolvimento da cadeia de valor da seda de forma sustentável, contando com a parceria da Bratac que disponibiliza linhas próprias de crédito aos produtores do casulo do bicho da seda facilitando a aquisição de máquinas, equipamentos e insumos, evitando a migração para outras culturas e o êxodo rural. Nossa proposta baseia-se em ações voltadas para sustentabilidade, o equilíbrio entre os setores, a modernização dos meios produtivos, a realização de pesquisas científicas e tecnológicas e de inovação. Alinhado com as políticas nacionais de produtos livres de agrotóxicos e orgânicos, o incentivo à sericicultura torna-se uma importante atividade nesta cadeia sustentável. Além das contribuições científicas, esse projeto atende de forma competente a formação de recursos humanos. Essa proposta será parte da iniciação científica e da pós-graduação (mestrado e doutorado) de alunos da UEL. Os resultados devem contribuir para o incremento de estratégias para o desenvolvimento de tecnologias aplicadas ao aumento/melhora da cadeia produtiva da seda, contribuindo significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e econômico do Paraná.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Rachel Colauto Milanezi Aguiar - Integrante / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Rogério Fernandes de Souza - Integrante / Henrique de Santana - Integrante / Elisete Pains Rodrigues - Integrante / Eduarda Regina Veiga - Integrante / Paula Napo - Integrante / Stefany Ramos Silvestrim - Integrante / Cristianne Cordeiro Nascimento - Coordenador., Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.

  • 2017 - 2021

    Inovação em produtos de controle e repelência do vetor e monitoramento de arbovírus, Descrição: O Estado do Paraná teve seus primeiros casos autóctones de dengue registrados em 1995. Desde então, à semelhança do que ocorre no restante do país, a ocorrência de epidemias anuais se tornou comum no Estado. Porém em 2015/2016 o número de municípios do Paraná com registro de casos autóctones atingiu aproximadamente 90% de um universo de 399, inclusive em regiões do estado em que o registro de casos não era relatado, como em Paranaguá, onde ocorreu mortes em decorrência de infecção por dengue. Com a entrada no país do vírus Zika, o cenário de saúde pública se tornou mais complexo sendo necessário e urgente inserir a vigilância entomológica como linha de frente na prevenção da transmissão de arbovírus, uma vez que o vetor é o elemento chave. Assim é necessário ampliar as opções de intervenção para redução da população do vetor nas diferentes etapas do ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti e outros Culicidae, potenciais vetores na área urbana. O projeto propõe o desenvolvimento e a consolidação de ferramentas diagnósticas para a caracterização viral ainda no vetor, controle do vetor com auxílio de fitolarvicidas isolados ou combinados em ação super-aditiva ou sinergística, utilização de toxinas bacterianas, controle de adultos com novas substâncias de reduzido impacto ambiental e formulação de repelentes inovadores, explorando a química dirigida de derivatização para potencialização de efeito de bioativos naturais de baixo custo. Diante da necessidade de convergência dos esforços para redução da transmissão de arbovírus, o projeto reúne pesquisadores das principais instituições de ensino e pesquisa do Estado do Paraná, no sentido de proporcionar sinergia e eficiência harmonizando e aperfeiçoando a competência já estabelecida dos grupos associados no sentido de buscar soluções que reduzam ao máximo possível o contato entre o vetor e o hospedeiro, As metas propostas têm completa aderência aos critérios da chamada conjunta CNPq/CAPES/Ms-Decit, sobretudo no que tange ao seu eixo básico, qual seja, prevenção e controle do vetor e geração de novos produtos de ação repelente, contemplando assim o avanço do conhecimento aplicado através de tecnologias de reduzido custo e elevada eficiência, passíveis de patenteamento e industrialização e formação de recursos humanos. Das linhas temáticas propostas pelas agências financiadoras, a equipe do projeto já apresenta resultados relevantes em três linhas temáticas: I) Desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas. II) Desenvolvimento e avaliação de repelentes. III) Desenvolvimento e avaliação de estratégias para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Renata da Rosa - Integrante / Laurival Antonio Vilas-Bôas - Integrante / Thayná Bisson Ferraz Lopes - Integrante / Mário Antônio Navarro da Silva - Coordenador / João Antonio Cyrino Zequi - Integrante / Gislayne Trindade Lemes Vilas-Bôas - Integrante / Tafarel Ribeiro Amaro - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2019

Menção honrosa ao trabalho: Caracterização de proteínas candidatas relacionadas ao processo de resistência a Organofosforados em Euschistus heros, Universidade Estadual de Londrina - I Workshop de Genética e Biologia Molecular.

2019

Menção honrosa como melhor resumo publicado: Identificação de proteínas candidatas vinculadas ao processo de resistência do percevejo-marrom Euschistus heros, Univesidade Estadual de Londrina - VIII Simpósio de Atualização em Ciências Agronômicas.

2014

Prêmio de Melhor Painel com o trabalho: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO MEIÓTICO EM POPULAÇÕES DE EUSCHISTUS HEROS SUSCETÍVEIS E RESISTENTES A INSETICIDAS, V ECBUEL.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências Biológicas. , Rodovia Celso Garcia Cid (PR 445) Km 380., Campus Universitário, 86051990 - Londrina, PR - Brasil, Telefone: (43) 33714417, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2020 - Atual

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - 2020

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto-D, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2018

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto-C, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2014 - 2016

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto-B, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2011 - 2014

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto-A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2010 - 2011

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2009 - 2010

Universidade Estadual de Londrina

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor temporário, Carga horária: 20

Atividades

  • 08/2020

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Citogenômica Animal

  • 03/2020

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas.,Cargo ou função, Comissão de Pesquisa do CCB.

  • 03/2020

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Cargo ou função, Comissão de Pesquisa do Departamento de Biologia Geral.

  • 06/2013

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Linhas de pesquisa

  • 06/2013

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Linhas de pesquisa

  • 06/2013

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Linhas de pesquisa

  • 03/2012

    Ensino, Genética Aplicada, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Citogenética molecular

  • 02/2012

    Ensino, Agronomia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6BIO027 - Biologia Celular

  • 11/2009

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Linhas de pesquisa

  • 03/2018 - 10/2018

    Direção e administração, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Cargo ou função, Vice-Chefe do Departamento de Biologia Geral.

  • 10/2014 - 10/2018

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Citogenética Molecular

  • 03/2016 - 03/2018

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Pesquisa.

  • 11/2015 - 11/2015

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia Celular - Fotossíntese

  • 10/2013 - 12/2013

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Citogenética Animal

  • 09/2013 - 09/2013

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia Celular

  • 06/2013 - 07/2013

    Ensino, Genética Aplicada, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Citogenética Molecular

  • 03/2013 - 07/2013

    Ensino, Educação Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia Celular

  • 01/2012 - 06/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Cargo ou função, Membro da Comissão de Pesquisa do Departamento de Biologia Geral.

  • 10/2012 - 10/2012

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6MOD 215 - Processo de Envelhecimento - Envelhecimento Celular

  • 07/2012 - 09/2012

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6MOD213 - Proliferação Celular

  • 07/2011 - 12/2011

    Ensino, Esporte, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6BIO032 - Biologia Celular C

  • 02/2011 - 07/2011

    Ensino, Educação Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6BIO033 - Fundamentos de Biologia Celular

  • 02/2010 - 07/2011

    Ensino, Educação Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6BIO042 - Biologia Celular na Educação Física

  • 05/2011 - 06/2011

    Ensino, Medicina, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, 6MOD109 - Concepção e Formação do Ser Humano

  • 08/2010 - 12/2010

    Ensino, Esporte, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Biologia Celular C

  • 11/2010 - 11/2010

    Ensino, Genética e Biologia Molecular, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, 2 BIO271 - Tópico "Metabolismo Energético em Plantas"

  • 07/2009 - 06/2010

    Ensino, Psicologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética Humana

  • 07/2009 - 12/2009

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética

  • 04/2009 - 04/2009

    Ensino, Odontologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética Humana e Médica

  • 02/2004 - 06/2004

    Estágios , Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Geral.,Estágio realizado, Estágio em docência no ensino superior - Disciplina: Biologia Celular - Supervisora de estágio: Professora Dra Lucia Giuliano-Caetano.

2021 - Atual

Universidade Federal do Paraná

Vínculo: Projetos de pesquisa, Enquadramento Funcional: Colaborador em projeto

2009 - 2010

Instituto de Ensino Superior de Londrina

Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

  • 04/2009 - 07/2010

    Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Embriologia Humana, Genética Humana e Médica

  • 04/2009 - 07/2010

    Ensino, Farmácia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Embriologia Humana, Genética

  • 04/2009 - 07/2010

    Ensino, Fisioterapia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Genética Humana e Médica

  • 02/2009 - 07/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado de Farmácia.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Curso de Farmácia.

  • 02/2009 - 07/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Colegiado de Enfermagem.,Cargo ou função, Membro do Colegiado do Curso de Enfermagem.

  • 11/2009 - 04/2010

    Conselhos, Comissões e Consultoria, CAS.,Cargo ou função, Membro da Comissão.