Edward José de Oliveira

Possui Graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1987), Graduação em Ciências Farmacêuticas pela Universidade São Francisco (1991), Pós-Graduação Latus Sensus em Imunologia Clínica pela Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Campinas (1997), Pós-Graduação Stricto Sensus em nível de mestrado em Farmácia (Análises Clínicas) (2001) e em nível de doutorado em Farmácia (Análises Clínicas) (2005) pela Universidade de São Paulo. Pesquisador no Instituto René Rachou-Fundação Oswaldo Cruz, Pesquisador de Produtividade do CNPq e Coordenador da Câmara de Ciências da Saúde da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Tem experiência na área de imunologia aplicada, parasitologia e biologia molecular, atuando principalmente na padronização, desenvolvimento e avaliação de testes sorológicos, usando antígenos purificados, peptídeos sintéticos e proteínas recombinantes, para diagnostico da esquistossomose mansoni e leishmaniose visceral.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)

2002 - 2005

Universidade de São Paulo
Título: Desenvolvimento de um método sorológico para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos sintéticos
Profa Dra. Hermínia Yohko Kanamura. Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Schistosoma mansoni; Peptídeos Sintéticos; Imunodiagnóstico.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Aplicada. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunoquímica. Setores de atividade: Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana; Produtos e Processos Biotecnológicos Vinculados À Saúde Humana Ou dos Animais.

Mestrado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)

1998 - 2001

Universidade de São Paulo
Título: Avaliação de um método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos circulantes do Schistosoma mansoni para fins epidemiológicos em área de baixa endemicidade.,Ano de Obtenção: 2001
Profa Dra. Hermínia Yohko Kanamura.Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. Palavras-chave: Schistosoma mansoni, ELISA, Anticorpos IgM, Imunod.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunologia Aplicada. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunoquímica. Setores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos Vinculados À Saúde Humana Ou dos Animais; Desenvolvimento de Produtos Tecnológicos Voltados Para A Saúde Humana.

Especialização em Imunologia Clínica e Alergia

1996 - 1997

Universidade Estadual de Campinas
Título: Doenças Autoimunes
Orientador: Sergio Lazzarini
Bolsista do(a): Fundaçao do Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.

Graduação em Ciências Farmacêuticas

1988 - 1991

Universidade São Francisco

Graduação em Ciências Biológicas

1984 - 1987

Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2006 - 2006

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde, Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas / Especialidade: Imunologia aplicada. , Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas / Especialidade: Biologia Molecular.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Boas Práticas Clínicas. (Carga horária: 16h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2017 - 2017

Propriedade Intelectual e Busca da Informação Tecnológica em Doc. Patentes. (Carga horária: 21h). , Vice- Presidência de Produção e Inovação em Saúde - FIOCRUZ, GESTEC, Brasil.

2013 - 2013

Good Clinical Laboratory Practice (GCLP) Training. (Carga horária: 24h). , PDP Companies, PDP, Grã-Bretanha.

2010 - 2010

Curso de Capacitação em Boas Prat Lab Clín (BPLC). (Carga horária: 22h). , Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, IMTSP, Brasil.

2009 - 2009

Extensão universitária em Especialização em Imunologia. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.

2009 - 2009

Ferramentas de Bioinformática na Pred. de Epitopo. (Carga horária: 30h). , Centro de Pesquisas René Rachou, CPQRR, Brasil.

2009 - 2009

Curso de Aplic da PCR Quantitativa em Tempo Real. (Carga horária: 30h). , Applied Biosystem, AP, Brasil.

2008 - 2008

Innate Immunity Workshop BH. (Carga horária: 8h). , Centro de Pesquisas René Rachou, Brasil.

2007 - 2007

Introdução a Boas Práticas de Laboratório. (Carga horária: 24h). , Centro de Pesquisas René Rachou, CPQRR, Brasil.

2004 - 2004

Molecular Signature of Pathogens Exposure. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, FCFUSP, Brasil.

2004 - 2004

Aplicações dos Estudos de Proteoma. (Carga horária: 4h). , Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, FCFUSP, Brasil.

1994 - 1994

Controle de Qualidade Total em Laboratórios. (Carga horária: 32h). , CONTROL-LAB Controle de Qualidade para Laboratórios LTDA, CONTROL-LAB, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Imunologia aplicada.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Imunologia / Subárea: Imunoquímica.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Biologia Molecular.

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Parasitologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

OLIVEIRA, E. . 24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 12ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2008. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

55Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, XXVI Congresso da Sociedade Brasileira de Parasitologia e ChagasLeish 2019. Aplicabilidade de anticorpos monoclonais e soros hiperimunes na técnica de imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar. 2019. (Congresso).

54 Congesso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Caracterização dos anticorpos detectados no teste de aglutinação direta (DAT-LPC), empregado para o diagnóstico da leishmaniose visceral. 2018. (Congresso).

54 Congesso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Desenvolvimento de um moluscicida natural (moluschall) para o controle da transmissão da esquistossomose mansoni. 2018. (Congresso).

54 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - MEDTROP 2018. 2018. (Congresso).

54 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - MEDTROP 2018. Aplicabilidade de testes sorológicos para o diagnóstico da forma mucosa da leishmaniose tegumentar. 2018. (Congresso).

Curso de Boas Práticas Clínicas - FIOCRUZ (16 horas aula). 2018. (Outra).

III Curso Introdutório para Alunos de Iniciação Científica do Instituto reRené Rachou.Na bancada: conceitos e cálculos para o preparo de meios de cultivo e soluções. 2018. (Seminário).

Semana Nacional de Cieência e Tecnologia do Instituto René Rachou - FIOCRUZ. 2018. (Seminário).

52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2016. (Congresso).

Reunião do Programa Integrado de Esquistossomose. 2016. (Encontro).

XXX Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XVIII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. Validação externa de um protótipo de kit (DAT-LPC) para o diagnóstico da leishmaniose visceral humana. 2014. (Congresso).

Fifth World Congress on Leishmaniasis. Direct agglutination test: internal validation of a prototype kit for the diagnosis of visceral leishmaniasis. 2013. (Congresso).

I Congresso Científico da FIOCRUZ Minas. Desenvolvimento e aperfeiçoamento de testes sorológicos para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. 2013. (Congresso).

Workshop "Avaliação dos projetos da Rede de Diagnósticos.Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral. 2013. (Encontro).

13° SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESQUISTOSSOMOSE. 2012. (Simpósio).

13 International Symposium on Schistosomiasis. 2012. (Simpósio).

X SEMINÁRIO DE PATOLOGIA TROPICAL E SAÚDE PÚBLICA III.Desenvolvimento de reagentes para diagnóstico. 2012. (Seminário).

27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião Aplicada em Leishmanioses.Discrepância de testes sorológicos em inquérito epidemiológico de infecção assintomática por Leishmania spp. em crianças residentes em área de transmissão urbana. 2011. (Encontro).

27ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 15ª Reunião Aplicada em Leishmanioses. 2011. (Encontro).

12 International Symposium on Schistosomiasis. 2010. (Simpósio).

12 International Symposium on Schistosomiasis.Improving methods of indirect ELISA using anti-IgG antigen soluble adult worm (SWAP), soluble egg antigen (SEA) and tegument of schistosomula antigen (SMTEG) in sera of patients the chronic phase of schistosomiasis mansoni. 2010. (Simpósio).

26ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas 14ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Teste de Aglutinação Direta: aperfeiçoamento para diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral no Brasil. 2010. (Encontro).

25ª Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em doença de Chagas e 13ª Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO DO TESTE DE AGLUTINAÇÃO DIRETA E DO TESTE IMUNOCROMATOGRÁFICO RK39 PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL HUMANA. 2009. (Encontro).

25ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas 13ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmaniose.Teste de Aglutinação Direta: produção e avaliação de um protótipo de kit, usando antígeno liofilizado, para o diagnóstico da leishmaniose visceral humana. 2009. (Encontro).

2 Congresso Regional de Análises Clínicas do Sudeste. Estratégias de obtenção de antígenos para o diagnóstico clínico. 2009. (Congresso).

2 Congresso Regional de Análises Clínicas do Sudeste. Estratégias para obtenção de antígenos. 2009. (Congresso).

43 Congresso Brasileiro de Patologia Clín. Med. Laboratorial. 2009. (Congresso).

International Symposium on Leishmaniasis Vaccines. 2009. (Simpósio).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Teste de aglutinação direta modificado (DAT-LPCm) para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. 2009. (Congresso).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2009. (Congresso).

XXV Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em doença de Chagas e XIII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2009. (Encontro).

11 Simpósio Internacional sobre esquistossomose.PCR-ELISA assay for diagnosis and estimation of parasite burden of schistosomiasis mansoni. 2008. (Simpósio).

24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 12ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. Otimização do teste de aglutinação direta para diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral humana. 2008. (Congresso).

24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 12ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Otimização do teste de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral humana. 2008. (Encontro).

24ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e 12ª Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses.Otimização do teste de aglutinação direta para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral humana. 2008. (Encontro).

Curso de Diagnóstico Laboratorial das Parasitoses Humanas.Testes sorológicos para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. 2008. (Oficina).

11ª Reunião dos Pesquisadores em Esquistossomose da Fiocruz.Contribuições ao diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. 2007. (Encontro).

XXIIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. Novas abordagens no diagnóstico sorológico da esquistossomose mansoni em áreas de baixa endemicidade. 2007. (Congresso).

XXIII Reunião Anual de Pesquisa Aplicada em Doença de Chagas e XI Reunião de Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2007. (Encontro).

III Congresso da Sociedade Paulista de Parasitologia. 2006. (Congresso).

10° SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE ESQUISTOSSOMOSE. 2005. (Simpósio).

10 Symposium International on Schistosomiasis.Application of synthetic peptides in development of a serologic method for laboratory diagnosis of the schistosomiasis mansoni (Ap. Oral). 2005. (Simpósio).

39 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial. Peptideos sintéticos usados no diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni (Ap. de Poster). 2005. (Congresso).

XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia. 2005. (Congresso).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e do I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul. Desenvolvimento, padronização e avaliação de um método sorológico, usando peptídeos sintéticos para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni (Ap. Oral). 2005. (Congresso).

XLI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - I Encontro de Medicina Tropical do Cone Sul. 2005. (Congresso).

X Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia.ELISA-Peptídeo para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade (Ap. de Poster). 2005. (Encontro).

X SEMANA FARMACÊUTICA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. 2005. (Encontro).

II São Paulo Research Conference, Mechanismis of Infection and Vaccines. 2004. (Encontro).

II São Paulo Research Conference-Mechanisms of Infection and Vaccines.Progress, standardization and evaluation of a serologic method using synthetic peptide for laboratory diagnosis of the schistosomiasis mansoni (Ap. Poster). 2004. (Encontro).

IX Semana de Tecnólogia Farmacêutica.Desenvolvimento e padronização de um método imunológico, utilizando peptídeo sintético para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni (Ap. Poster). 2004. (Encontro).

IX SEMANA FARMACÊUTICA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA FCF/USP. 2004. (Encontro).

Curso de capacitação de docentes e pesquisadores na manipulação e descarte de organismos geneticamente modificados (OGMs). 2003. (Encontro).

VIII Semana de Tecnologia Farmacêutica.ELISA-Peptídeo para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni (Ap. Poster). 2003. (Encontro).

VIII SEMANA FARMACÊUTICA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA FCF-USP. 2003. (Encontro).

XIII Congresso Paulista de Farmacêuticos / V Seminário Internacional de Farmacêuticos / EXPOFAR' 2003. 2003. (Congresso).

XIII Congresso Paulista de Farmacêuticos e V Seminário Internacional de Farmacêuticos. Seleção e avaliação de peptídeos sintéticos com potencial imunodiagnóstico da infestação por Schistosoma mansoni (Ap. Poster). 2003. (Congresso).

VII Semana de Tecnologia Farmacêutica.ELISA-IgM para diagnóstico da esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade (Ap. Poster). 2002. (Encontro).

VII Semana de Tecnologia Farmacêutica.ELISA-IgM: Eficácia como método diagnóstico da esquistossomose em indivíduos com baixa carga parasitária (Ap. Poster). 2002. (Encontro).

VII SEMANA FARMACÊUTICA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA FCF-USP. 2002. (Encontro).

XVI Congresso Brasileiro de Parasitologia.Avaliação de um método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos circulantes de Schistosoma mansoni para fins epidemiológicos em área de baixa endemicidade para esquistossomose (Ap. Poster). 1999. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Gabriela de Oliveira

OLIVEIRA, E.; SOARES, R. D. O. A.; Avelar DM. Avaliação de uma proteína de Schistosoma mansoni como antígeno em um novo teste de imunodiagnóstico da esquistossomose. 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Karine Ferreira Lopes

OLIVEIRA, E.; QUEIROZ, R. F. G. E.; GEIGER, S.; NEGRAO-CORREA, D. A.. Desenvolvimento e avaliação de um ensaio imunoenzimático, usando antígeno multiepítopos, para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. 2020. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Juliana Wilke Saliba

OLIVEIRA, E.; ALVES, E. A. R.; Teixeira L. A. S.. Aplicabilidade de anticorpos monoclonais e soros hiperimunes na técnica de imuno-histoquímica para o diagnóstico da Leishmaniose Tegumentar. 2019. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Stella Garcia Corombarolil

SILVA, C. E. C.; ALVES, P. A.; FONSECA, F. G.;DE OLIVEIRA, E.. Identificação de antígenos específicos para o desenvolvimento. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisa René Rachou-Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: João Paulo Linhares Velloso

RUIZ, J. C.; NAHUM, L. A.; CAFFARENA, E. R.;OLIVEIRA, E.. Análise de aspectos estruturais em imunoinformática utilizando candidatos vacinais contra Leishmaniose que foram selecionados usando vacinologia reversa. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisa René Rachou-Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Diana Souza de Oliveira

OLIVEIRA, E.; GONCALVES, D. U.; Teixeira L. A. S.. Aplicabilidade de testes sorológicos para diagnóstico da forma mucosa da leishmaniose tegumentar. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Izabella Cristina Andrade Batista

SILVA, C. E. C.;Oliveira, Edward; OLIVEIRA, D. B.; KANO, F. S.. Desenho, produção e avaliação da imunogenicidade e antigenicidade de proteínas quiméricas candidatas ao desenvolvimento de vacina e/ou método de diagnóstico para Dengue virus. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Alessandra Coutinho de Faria

FERRARI, T. C. A.; XAVIER, M. A. P.; SILVA, L. C. S.;Oliveira, Edward; SILVA, L. D.. Infecção oculta pelo vírus da hepatite B em pacientes com hepatopatia acompanhados em Centro de Referência de Minas Gerais. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Jorge Gomes Goulart Ferreira

SILVA, C. E. C.;OLIVEIRA, E.; FERREIRA, P. C. P.. Estudo de alterações na expressão de genes envolvidos com a imunidade inata humana, induzidas por Apeu virus. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Agnes Antônia Sampaio Pereira

GONTIJO, C. M. F.;OLIVEIRA, E.; ROQUE, A. L. R.. Avaliação da infecção por Leishmania spp. em pequenos mamíferos de áreas endêmicas de Minas Gerais, Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Juliana Barbosa Nunes

PEREIRA, A. A. C.; LAURENTI, M. D.; MALAQUIAS, L. C. C.;OLIVEIRA, E.; DINIZ, L. F.. Inquérito sorológico e molecular de leishmaniose visceral canina no município de Alfenas, Minas Gerais. 2015. Dissertação (Mestrado em Biociências Aplicadas à Saúde) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Juliana Barbosa Nunes

OLIVEIRA, E.. Inquérito sorológico e molecular de leishmaniose visceral canina no município de Alfenas, MG.. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Biociências Aplicadas à Saúde) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Júlia Alves Menezes

OLIVEIRA, E.; MELO, M. N.; GONTIJO, C. M. F.. Leishmanioses: estudos epidemiológicos e o conhecimento da população de Formiga, Minas Gerais. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Dener Pádua Pimenta

OLIVEIRA, E.; SOUZA, R. L. M.;KANAMURA, H. Y.. Avaliação de diferentes metodologias para o diagnóstico da esquistossomose mansoni. 2014. Dissertação (Mestrado em Biociências Aplicadas à Saúde) - Universidade Federal de Alfenas.

Aluno: Christiane Costa Pereira

Martins-Filho OA;Oliveira, Edward; MONTEIRO, E. M.. Duração da imunidade vacinal na leishmaniose visceral canina: padrão de citocinas sintetizadas por leucócitos circulantes após estimulo in vitro com antígeno solúvel de Leishmania chagasi. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Bruna Soares de Souza Lima Rodrigues

TAFURI, W. L.;OLIVEIRA, E.; FRANCO, G. R.; ANDRADE, H. M.. Caracterização imunoproteômica dos antígenos de Leishmania (Leishmania) chagasi, L.(L.) amazonensis e L. (Viannia) braziliensis detectados pelo teste imuno-histoquímico. 2013. Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Carolina de Souza Gonçalves

Oliveira, Edward. Expressão de proteínas RAP1 recombinantes e produção de anticorpos anti-RAP1: potencial uso com biomarcador no diagnóstico de tumores. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Gabriel Costa de Carvalho

Abramo C.; Gomes; Tibiriçá, SHC;OLIVEIRA, E.; Rosa FM. Reação em cadeia da polimerase para detecção do Schistosoma mansoni em áreas de baixa endemicidade. 2012. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Aluno: Fernanda Trindade Madeira Araújo

Carvalho AT; Campos MAS;OLIVEIRA, E.. Estabelecimento de intervalos de referência para parâmetros hematológicos e bioquímicos e avaliação do perfil imunológico de linhagens de camundongos produzidos nos Biotérios do Centro de Pesquisas René Rachou/FIOCRUZ-Minas e do Centro de Criação de Animais de Laboratório/FIOCRUZ. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Monique Gomes Salles Tibúrcio

OLIVEIRA, E.; Giraldo LER; Teixeira L. A. S.. Estudo da avidez de anticorpos IgG anti-leishmania no diagnóstico da leishmaniose visceral. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical e Infectologia) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Aluno: Luiza Guimarães

MONTE NETO, R. L.; MOURAO, M. M.;OLIVEIRA, E.; SOEIRO, M. N. C.; TEIXEIRA, S. M. R.. Estudo pré-clínico de complexos de ouro (Au) como metalofármacos antileishmania e antitumoral. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Agnes Antônia Sampaio Pereira

GONTIJO, C. M. F.;OLIVEIRA, E.; Avelar DM; XAVIER, M. A. P.; TAFURI, W. L.; ROATT, B. M.. Avaliação de técnicas de coleta não invasivas no diagnóstico molecular da leishmaniose tegumentar americana associada a parâmetros imunológicos. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Josiane Valadão Lopes Marques

OLIVEIRA, E.; SARAIVA, L.; SANTANA, M. R. V.; FERREIRA, E. C.. Estudo Epidemiológico da Leishmanioses Visceral no Município de Itaúna, Minas Gerais, período de 2016-2016. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Cynthia de Paula Andrade

COELHO, P. M. Z.; CALDEIRA, R. L.; KATZ, N.; NEGRÃO-CORRÊA, DEBORAH A.; Rosa FM;OLIVEIRA, E.; PIMENTA, D. N.. Desenvolvimento de um produto moluscicida composto por látex extraído de Euphorbia milii var. hislopii para aplicação no controle da esquistossomose mansoni. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou - Fiocruz.

Aluno: Marcela de Lima Moreira

DE OLIVEIRA, E.. Papel das células T invariantes de mucosa (MAIT) na Leishmaniose visceral. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou - Fiocruz.

Aluno: Douglas de Souza Moreira

MURTA, S. M. F.;OLIVEIRA, E.; SILVA-PEREIRA, R. A.; Fernandes A P; ESCOBAR, P. C.; BABA, E. H.. Análise Fosfoproteômica e genômica funcional de linhagens de Leishmania spp. sensíveis e resistentes ao antimônio trivalente. 2017. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Christiane Costa Pereira

MARTINS FILHO, O. A.;OLIVEIRA, E.; ALVES, E. A. R.; NEVES, S. P. F.; CHAVES, D. G.. Duração da imunidade pós-vacinação contra febre amarela em adultos. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Raquel Carvalho Gontijo

Carvalho AT;OLIVEIRA, E.; JANGOLA, S. T. G.; FAGUNDES, E. M. S.; SANTOS, L. M.. Avaliação da taxa de infecção in vitro de células-trono humanas derivadas da medula óssea por Leishmania (Leishmania) infantum e o impacto da infecção na hematopoese e no perfil funcional das progênies. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Thais Almeida Marques da Silva

Carneiro M; COTA, G.; WERNECK, G. L.; ANTUNES, C. M. F.;OLIVEIRA, E.. Leishmaniose Visceral: Análise espaço-temporal, avaliação do perfil clínico-epidemiológico e fatores associados ao óbito em Belo Horizonte e Minas Gerais. 2017. Tese (Doutorado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Juvana Moreira Andrade

MURTA, S. M. F.;OLIVEIRA, E.; MOURAO, M. M.; STEINDEL, M.; SALES JUNIOR, P. A.. Análise transcriptômica e genômica funcional de linhagens de Leishmania spp. sensíveis e resistentes ao antimonial. 2016. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Gardência Braz Figueiredo de Carvalho

Fonseca C TOliveira, Edward; Silva CEC; GEIGER, S.; SOUZA, M. P. C.. Novos antigenos de Schistosoma mansoni para o diagnóstico sorológico da infecção ativa e controle de cura. 2016. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Liliane Maria Vidal Siqueira

OLIVEIRA, E.; COELHO, PAULO MARCOS ZECH; Viana-Peixoto, S. W.; Carvalho AT;Carneiro MKANAMURA, H. Y.; JANGOLA, S. T. G.. Aprimoramento e validação de técnicas para o diagnóstico de esquistossomose mansoni em áreas de baixa transmissão, antes e após intervenção terapêutica.. 2015. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Fabiana de Oliveira Lara e Silva

QUARESMA, P. F.; NEVES, V. L. F. C.;OLIVEIRA, E.; MAGALHAES, D. F.. Ecopidemiologia da leishmaniose visceraç no municipio de Belo Horizonte. 2015. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Sabrina Sidney Campolina Coelho

Oliveira, Edward. Estudo longitudinal do efeito do tratamento com drogas anti-helminticas sob a reatividade de IgE anti-Derp P1 e anti-Ascaris em indivíduos portadores de infecção por helmintos. 2013. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Simone Pereira Pio

OLIVEIRA, E.; Brito C A; Fernandes A P. Caracterização molecular da deficiência de fator VIII em pacientes hemofílicos de Minas Geraishemofilia A. 2010. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Priscila de Faria Pinto

Oliveira E.OLIVEIRA, E.. Mapeamento dos domínios antigênicos compartilhados entre a apirase de batata e a ATP-difosfohidrolase de Schistosoma mansoni. 2008. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz.

Aluno: Juliana Martins Ribeiro

OLIVEIRA, E.; Frezard FJG; TAVARES, J. C.; Teixeira EM. Reposicionamento de fármacos para tratamento da leishmaniose visceral: avaliação das atividades leishmanicida e imunomoduladora de dois potenciais fármacos candidatos através de ensaio multiparamétrico por citometria de fluxo. 2020. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Biológicas (Fisiologia e Farmacologia)) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Frederico Gonçalves Guimarães

RUIZ, J. C.;OLIVEIRA, E.; MOREIRA, L. M.. Predição de redes de interação proteína-proteina (IPP) entre patógeno e hospedeiro visando a descoberta de novos alvos para fármacos em tripanossomatídeos. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou - Fiocruz.

Aluno: Mariana Lourenço Freire

Oliveira, Edward; ALVES, E. A. R.; KANO, F. S.; LIMA, W. G.. Desenvolvimento e validação de técnica imuno-histoquímica utilizando anticorpo monoclonal para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Marília Fonseca Rocha

DIAS, E. S.;OLIVEIRA, E.; LEITE, R. C.. Epidemiologia e Controle da Leishmaniose Visceral no Município de Montes Claros, Norte do Estado de Minas Gerais, Brasil. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou.

Aluno: Marcela de Lima Moreira

OLIVEIRA, E.; Pascoal; SANTOS, L. M.; ALVES, E. A. R.. Papel das células T invariantes de mucosa (MAIT) na leishmaniose visceral humana. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Anna Raquel Ribeiro dos Santos

OLIVEIRA, E.. Desenvolvimento e padronização de testes imunocromatográficos empregando proteínas recombinantes como alternativas para o diagnóstico da Leishmaniose visceral. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Rosana Silva lana

OLIVEIRA, E.. Epidemiologia e controle da leishmaniose visceral no Município de Ipatinga, Região Metropolitana do Vale do Aço, Estado de Minas Gerais. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Fabiana Rocha da Silva

OLIVEIRA, E.. Validação da Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real (RT-PCR) para o Diagnóstico da Paracoccidioidomicose. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina - Biomedicina) - Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Belo Horizonte.

Aluno: Cynthia de Paula Andrade

OLIVEIRA, E.; CALDEIRA, R. L.; NEGRAO, D. A.. Desenvolvimento de um produto composto por látex extraído de Euphorbia splendens var. hislopii para aplicação no controle da Esquistossomose manonsoni. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Fabiana Rocha Silva

CALIGIORNE, R. B.; MAGALHAES, T. V. B.; JUNTA, C. M.; COSTA, L. E.;Oliveira, Edward. Validação da Técnica de Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real (rt-PCR) para o Diagnóstico da Paracoccidioidomicose. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde-Biomedicina) - Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Belo Horizonte.

Aluno: Agnes Antônia Sampaio Pereira

GONTIJO, C. M. F.;Oliveira, Edward; Avelar DM. Aplicabilidade de método de coleta não invasivo no diagnóstico molecular da leishmaniose tegumentar americana associado a pârametros imunológicos e histopatológicos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Josiane Valadão Lopes Marques

DIAS, E. S.;Oliveira, Edward; SANTANA, M. R. V.. Estudo ecoepidemiológico da Leishmaniose visceral no Município de Itaúna, Minas Gerais. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

Aluno: Raquel Carvalho Gontijo

Carvalho AT;OLIVEIRA, E.; ESTANISLAU, J. A. S. G.. Avaliação na taxa de infecção in vitro de células-tronco humanas derivadas da medula óssea por Leishmania spp e o impacto da infecção na hematopoese e no perfil funciolnal das progênies. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Thais Almeida Marques da Silva

GONTIJO, C. M. F.;OLIVEIRA, E.. Avaliação de fatores associados ao adoecimento e óbito por Leishmaniose Visceral Humana em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Flavia Carolina Faustino de Araújo

OLIVEIRA, E.; BRITO, C. F. A.. Caracterização molecular de infecções primárias e recaídas causadas pelo Plasmodium vivax e a influência da homeostase do ferro na ativação dos hipnozoitos. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Maria Cristina Carvalho do Espírito Santo

OLIVEIRA, E.; DIAS, E.; Chieff P. P.. Avaliação da eficiência de métodos para diagnóstico da esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina (Ciências Médicas)) - Universidade de São Paulo.

Aluno: Sabrina Sidney Campolinac

OLIVEIRA, E.; PACIFICO, L. G. G.. Avaliação longitudinal do efeito do tratamento sob a resposta a alérgenos em indivíduos portadores de infecção por helmintos. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Priscila de Faria Pinto

OLIVEIRA, E.; Correa-Oliveira R. Avaliação do potencial imunogênico dos domínios conservados entre a ATP difosfohidrolase de Schistosoma mansoni e da batata Solanum tuberosum e do potencial antigênico na esquistossomose mansoni. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou.

Aluno: Alessandra Coutinho de Faria

FERRARI, T. C. A.; XAVIER, M. A. P.; COUTO, C. A.;OLIVEIRA, E.. Prevalência da infecção oculta pelo vírus da hepatite B em pacientes com hepatopatia crônica acompanhados em centro de referência em Minas Gerais. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Aluno: Karine Ferreira Lopes

OLIVEIRA, E.. Caracterização dos tipos e isotipos de anticorpos aglutinantes detectador no teste de aglutinação direta (DAT), empregado para diagnóstico laboratorial da Leishmaniose visceral. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA.

Aluno: Ludmila Campos Lopes

OLIVEIRA, E.. Padronização de um novo PCR-ELISA simplificado (PCR-ELISA Simp.) para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva.

Aluno: Isabella Cristina Andrade Batista

Silva CEC;OLIVEIRA, E.; Melo AB; Prado RO. Expressão e purificação de um peptídeo quimérico do Dengue vírus em sistemas heterólogos. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Aluno: Jordana Gregório Machado

OLIVEIRA, E.; Pascoal. Preparações antigênicas obtidas a partir dos exo-antígenos de Leishmania (L.) infantum, para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Isabela Hendrix.

Aluno: Vânia Aparecida Mendes Goulart

OLIVEIRA, E.; Teixeira EM. Avaliação da imunogenicidade de exo-antígenos de L. chagasi (LcESA) em camundongos BALB/c susceptíveis. 2010.

OLIVEIRA, E.; Pascoal. Concurso para Técnico em Saúde FIOCRUZ-2014. 2014. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Membro da Banca Avaliadora da XXVII Reunião de Inciação Científica da Fiocruz. 2019. Instituto René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Seminário de Avaliação Final do Programa Pesquisas para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde-PPSUS. 2019. Escola de Saúde Pública de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Seminário de Avaliação Parcial do Programa Pesquisas para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde-PPSUS. 2019. Escola de Saúde Pública de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Seminário de Avaliação Parcial do Programa Pesquisas para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde-PPSUS. 2019. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Avaliador externo em Comissão Julgadora de Trabalhos na Semana de Iniciação Científica da Universidade Federal de Minas Gerais. 2019. Universidade Federal de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Membro de Banca Avaliadora da XXVI Reunião Anual de Iniciação Científica - RAIC - 28 a 30 de maio. 2018. Centro de Pesquisas René Rachou - FIOCRUZ.

OLIVEIRA, E.; Carvalho AT. Banca de Seleção de Mestrado do Curso de Pós Graduação em Ciências Biológicas. 2018. Universidade Federal de Ouro Preto.

Carvalho AT;OLIVEIRA, E.; POLENTINI, M. O.. Banca da Seleção de Mestrado, regida pelo Edital CBIOL/NUPEP 03/2018. 2018. Universidade Federal de Ouro Preto.

DE OLIVEIRA, E.. Avaliador externo em Comissão Julgadora de Trabalhos na Semana de Iniciação Científica da Universidade Federal de Minas Gerais. 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Avaliador do Comitê Externo do CNPq no processo de seleção dos programas de iniciação científica PIBIC e PIBIC-AF/CNPq. 2017. Universidade Federal de Minas Gerais.

Oliveira, Edward. Avaliador da 25ª Reunião Anual de Iniciação Científica - RAIC. 2017. Vice-Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas - FIOCRUZ.

CARVALHO, L. H.;OLIVEIRA, E.; Paz GF. XXIV Reunião Anual de Iniciação Científica. 2016. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção dos Programas de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq, PIBIC-AF/CNPq, PIBITI/CNPq e PROBIC/FAPEMIG. 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Membro do Comitê Externo na Avaliação de Trabalhos da XXV Semana de Iniciação Científica da UFMG. 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Membro da banca examinadora do Processo Seletivo 2017/1 semestre do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde. 2016. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção de Bolsa de Iniciação Tecnológica e Inovação (PIBITI). 2015. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. XXIII Reunião Anual de Iniciação Científica. 2015. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção de Bolsa de Iniciação Tecnológica (PIBITI - Fiocruz / CNPq, 2015-2016. 2015. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. Semana do Conhecimento UFMG 2015. 2015. Universidade Federal de Minas Gerais.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção de Bolsa de Iniciação Centífica PIBIC FIOCRUZ/CNPq Edital 2014. 2014. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. XXII Reunião Anual de Iniciação Científica. 2014. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção de Bolsa de Iniciação Científica PIBIC/FIOCRUZ-CNPq Edital 2013-2014. 2013. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.; Pascoal; AZEVEDO, A. C. C.. XXI Reunião Anual de Iniciação Científica. 2013. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. 20ª Reunião Anual de Iniciação Científica da FIOCRUZ-RAIC2012. 2012. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. XVIII Seminário de Iniciação Científica da Universidade Federal de Juiz de Fora. 2012. Universidade Federal de Juiz de Fora.

OLIVEIRA, E.. Processo de Seleção de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC Edital 2012-2013. 2012. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. Banca de Seleção do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (Nível Doutorado). 2011. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.; Costa EC; SILVA, A. V. M.. 19ª Reunião Anual de Iniciação Científica da FIOCRUZ. 2011. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Banca de Seleção do Programa de Pós-Graduação do Centro de Pesquisa René Rachou (Nível Mestrado). 2009. Fundação Oswaldo Cruz.

OLIVEIRA, E.. II Jornada de Pós-Graduação, V Jornada do Programa de Vocação Científica e XVI Jornada de Iniciação Científica. 2008. Centro de Pesquisas René Rachou.

OLIVEIRA, E.. Oliveira, E. 24 Reunião Pesquisa Aplicada em Doenças de Chagas e 12 Reunião Pesquisa Aplicada em Leishmanioses. 2008. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.. 2008. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Arlete Emily Cury

CURY, A. E.. Exame de qualificação de mestrado. 2000. Outra participação, Universidade de São Paulo.

Herminia Yohko Kanamura

KANAMURA, H. Y.. Avaliação de método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos circulantes de Schistosoma mansoni para fisn epidemiológicos em área de baixa endemicidade. 2001. Dissertação (Mestrado em Farmácia (Análises Clínicas)) - Universidade de São Paulo.

Herminia Yohko Kanamura

KANAMURA, H. Y.SOUZA, D.HIRATA, M.H.VALLI, L. C. P.PINTO, P. L. S.. Desenvolvimento de um método sorológico para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos sintéticos. 2005. Tese (Doutorado em Farmácia (Análises Clínicas)) - Universidade de São Paulo.

Luiz Carlos Pedrosa Valli

VALLI, L. C. P.HIRATA, Mario Hiroyuki; SOUZA, Doralice de; PINTO, Pedro Luiz Silva;KANAMURA, Herminia Yohko. Desenvolvimento de um método sorológico para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos sintéticos. 2005. Tese (Doutorado em Farmácia (Análises Clínicas)) - Universidade de São Paulo.

Alfredo Massi

MASSI, Alfredo.. A que ponto a mão de obra do menor aprendiz supera de forma vantajosa a mão-de-obra de estagiário no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em DIREITO) - UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA.

Maria Teresa Machini

MIRANDA, M.T.M.; PINTO, P. L. S.; HIRATA, M. H.. Desenvolvimento de um método sorológico para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos sintéticos. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo.

Irene da Silva Soares

SOARES, I. S.. Desenvolvimento, padronização e avaliação de um método sorológico, utilizando peptídeos sintéticos, para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo.

Alfredo Emanuel Farias de Oliveira

OLIVEIRA, E. J.;Alfredo Emanuel Farias de Oliveira. A que ponto a mão de obra do menor aprendiz supera de forma vantajosa a mão-a-obra de estagiário no Brasil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - universidade salgado de oliveira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Mariza Gabriela Faleiro de Moura Lodi Cruz

Leishmania infantum deficiente em aspartato desidrogenase como modelo de sensibilidado ao antimonio trivalente; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; (Coorientador);

Karine Ferreira Lopes

Imunogenicidade e eficácia vacinal de um antígeno multi-epítopos produzido a partir de exo-antígenos de Leishmania infantum; Início: 2020; Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou - Fiocruz; (Orientador);

Mariana Lourenço Freire

Desenvolvimento e validação de uma técnica imuno-histoquímica, utilizando anticorpo monoclonal, para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar; Início: 2017; Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Matheus Alves de Almeida

Desempenho de técnicas parasitológica e moleculares para o diagnóstico da esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Biomedicina) - Universidade Federal de Minas Gerais; (Orientador);

Thana Dimas Barbosa Lanna

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: validação de um meio líquido para cultivo de parasitos em larga escala; Início: 2019; Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fiocruz-CNPq; (Orientador);

Karine Ferreira Lopes

DESENVOLVIMENTO DE UM ENSAIO IMUNOENZIMÁTICO, USANDO ANTÍGENO MULTI-EPÍTOPOS, PARA O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI; 2018; Dissertação (Mestrado em Parasitologia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Coorientador: Edward José de Oliveira;

Diana Souza de Oliveira

Aplicabilidade de testes sorológicos para diagnóstico da forma mucosa da leishmaniose tegumentar; 2018; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edward José de Oliveira;

Juliana Wilke Saliba

Aplicabilidade de anticorpos monoclonais e soros hiperimunes na técnica de imuno-histoquímica para o diagnóstico da Leishmaniose Tegumentar; 2017; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Edward José de Oliveira;

Cynthia de Paula Andrade

Desenvolvimento de um produto moluscicida composto por látex extraído de Euphorbia milii var; hislopii para aplicação no controle da esquistossomose mansoni; 2019; Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ciências da Saúde) - Instituto René Rachou - Fiocruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Coorientador: Edward José de Oliveira;

Liliane Maria Vidal Siqueira

Estudo para validação de técnicas para o diagnóstico da esquistossomose mansoni em áreas de baixa transmissão, antes e após intervenção terapêutica; 2012; Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Pesquisas René Rachou, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Edward José de Oliveira;

Vânia Aparecida Mendes Goulart

Avaliação da imunogenicidade de exo-antígenos de L; chagasi (LcESA) em camundongos Balb/c susceptíveis; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA; Orientador: Edward José de Oliveira;

Karine Ferreira Lopes

Caracterização dos tipos e isotipos de anticorpos aglutinantes detectados no teste de aglutinação direta (DAT), empregado para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA; Orientador: Edward José de Oliveira;

Diana Souza de Oliveira

PADRONIZAÇÃO DE UM LINE IMMUNOASSAY USANDO DIFERENTES FRAÇÕES OBTIDAS A PARTIR DOS EXOANTÍGENOS DE LEISHMANIA (L; ) INFANTUM, PARA DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL HUMANA (LIA-LEISH); 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva; Orientador: Edward José de Oliveira;

Carolina Senra Alves de Souza

DESENVOLVIMENTO DE UMA PLATAFORMA DE DETECÇÃO FLUOMÉTRICA DE PRODUTOS AMPLIFICADOS PELA PCR (PCR-FA), PARA O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva; Orientador: Edward José de Oliveira;

Jordana Gregório Machado

Preparações antigênicas obtidas a partir de exo-antígenos de L; infantum para aplicação no diagnóstico sorológico da leishmaniose visceral; 2011; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Metodista Isabela Hendrix; Orientador: Edward José de Oliveira;

Camila Santos Lima

Produção de proteínas multi-epítopos para aplicação no diagnóstico sorológico da esquistossomose mansoni; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Bruna Rodrigues de Almeida

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: validação de um meio líquido para cultivo de parasitos em larga escala; 2018; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Hugo Felipe Pereira de Siqueira

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: avaliação do desempenho do protótipo de kit (DAT-LPC) para diagnóstico da leishmaniose visceral; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Karine Ferreira Lopes

Produção de proteínas multi-epítopos para aplicação no diagnóstico sorológico da esquistossomose mansoni; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Andréia Luiza Oliveira Costa

Isolamento, identificação e caracterização dos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L; ) infantum (LiESA); 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Juliana Wilke Saliba

Isolamento, identificação e caracterização dos principais exo-antígenos secretados/excretados?in vitro? por Leishmania (L; ) infantum (LiESA); 2015; Iniciação Científica - Centro de Pesquisas René Rachou, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Ludmila Campos Lopes

PADRONIZAÇÃO DE UM NOVO PCR-ELISA SIMPLIFICADO (PCR-ELISA SIMP; ) PARA O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI; 2015; Iniciação Científica - Centro de Pesquisas René Rachou, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Anna Luiza Diniz Lima

Isolamento, identificação e caracterização dos principais exo-antígenos secretados/excretados?in vitro? por Leishmania (L; ) infantum (LiESA); 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Universidade FUMEC, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Rafaella Starling Rocha

Padronização do teste de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral canina; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Diana Souza de Oliveira

Padronização do teste de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: validação externa de um protótipo de kit (DAT-LPC); 2014; Iniciação Científica - Centro Universitário Newton Paiva, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Diana Souza de Oliveira

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: validação externa do protótipo de kit (DAT-LPC); 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Soraya Wilke Saliba

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: aperfeiçoamento do processo de liofilização do antígeno usado no protótipo pré-industrial de um kit (DAT-Lio); ; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Farmácia) - Faculdades Integradas Pitágoras, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Juliana Wilke Saliba

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: aperfeiçoamento de processo de liofilização do antígeno usado em um protótipo de kit; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Newton Paiva, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Jordana Gregório Machado

Padronização de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral, baseado em exo-antígenos de Leishmania (L; ) chagasi; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, Fiocruz-CNPq; Orientador: Edward José de Oliveira;

Mario Marques Faria

Padronização e aplicação de um ensaio imunoenzimático, usando uma proteína quimérica multi-epítopos (ELISA-Q), para o diagnóstico da esquisatossomose mansoni; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Famácia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Camila Filizzola Andrade

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral:produção e avaliação e avaliação de um protótipo pré-industrial de um kit (DAT-Lio); 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Famácia) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edward José de Oliveira;

Vânia Aparecida Mendes Goulart

PADRONIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE UM ENSAIO IMUNOENZIMÁTICO, USANDO UMA PROTEÍNA QUIMÉRICA MULTI-EPÍTOPOS (ELISA-Q), PARA O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Centro Universitário UNA, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Edward José de Oliveira;

Isabella Elias Morais de Assis

Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral: produção e avaliação do antígeno liofilizado; 2008; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biológicas) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Edward José de Oliveira;

Amanda Morais Prates

OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE EXO-ANTÍGENOS DE Leishmania (L; ) chagasi, EM MEIO LIVRE DE PROTEÍNAS; 2010; Orientação de outra natureza; (2 Grau) - Colégio Caetano Azeredo; Orientador: Edward José de Oliveira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Herminia Yohko Kanamura

Avaliação de método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos circulantes de Schistosoma mansoni para fins epidemiológicos em área de baixa endemicidade para esquistossomose; 2001; 76 f; Dissertação (Mestrado em Farmácia (Análises Clínicas)) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Herminia Yohko Kanamura;

Herminia Yohko Kanamura

Desenvolvimento de um método sorológico para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos; 2005; 0 f; Tese (Doutorado em Farmácia (Análises Clínicas)) - Universidade de São Paulo,; Orientador: Herminia Yohko Kanamura;

Mario Hiroyuki Hirata

Desenvolvimento de um metodo sorologico para o diagnostico laboratorial da esquistossomose mnasoni baseado em peptídeos sintéticos; 2005; 114 f; Tese (Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia)) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Mario Hiroyuki Hirata;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • MENDES, ANA LUISA GOMES ; JOAQUIM, HELOÍSA DI MATTEO ; ZAMAE, MARA INÊS STEFANINI ; ASSIS, RAMON MEIRA ; PEIXOTO, JÉSSICA RENATA DE MOURA ; DE ARAÚJO, MARGARIDA MARIA GOMES ; GUEDES, ANTÔNIO CARLOS MARTINS ; OLIVEIRA, EDWARD JOSÉ ; MAGALHÃES, VANESSA PERUHYPE ; PASCOAL-XAVIER, MARCELO ANTÔNIO . Expression of NLRP3 inflammasome in leprosy indicates immune evasion of Mycobacterium leprae. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , v. 115, p. 1-7, 2020.

  • DO VALE, ISABELA NATÁLIA PASCOAL CAMPOS ; SALIBA, JULIANA WILKE ; FONSECA, GIULIANA SCHMIDT FRANÇA ; PERUHYPE-MAGALHÃES, VANESSA ; DE ARAÚJO, FERNANDA FORTES ; PASCOAL-XAVIER, MARCELO ANTÔNIO ; TEIXEIRA-CARVALHO, ANDRÉA ; CAMPOS, FERNANDA MAGALHÃES FREIRE ; ANDRADE, MARILÉIA CHAVES ; LULA, JAMILLE FERNANDES ; REIS, ALEXANDRE BARBOSA ; LEMOS, ELENICE MOREIRA ; DE CARVALHO, SÍLVIO FERNANDO GUIMARÃES ; Oliveira, Edward ; MARTINS-FILHO, OLINDO ASSIS . Laboratorial algorithm for serological diagnosis of visceral leishmaniasis using rK39-ICT, DAT-LPC and FC-Simplex IgG1. JOURNAL OF IMMUNOLOGICAL METHODS , v. 28, p. 112765, 2020.

  • RIBEIRO, C. V. ; ROCHA, B. F. B. ; OLIVEIRA, E. ; TEIXEIRA-CARVALHO, A. ; Martins-Filho OA ; MURTA, S. M. F. ; PERUHYPE-MAGALHAES, V. . Leishmania infantum induces high phagocytic capacity and intracellular NO production by human proinflammatory monocyte. MEMORIAS DO INSTITUTO OSWALDO CRUZ , v. 115, p. 02-07, 2020.

  • RESENDE, SAMIRA D. ; MAGALHÃES, FERNANDA C. ; RODRIGUES-OLIVEIRA, JAILZA L. ; CASTRO, VANESSA N. ; SOUZA, CAROLINA S. A. ; OLIVEIRA, EDWARD J. ; CARNEIRO, MARIÂNGELA ; GEIGER, STEFAN M. ; NEGRÃO-CORRÊA, DEBORAH A. . Modulation of Allergic Reactivity in Humans Is Dependent on Schistosoma mansoni Parasite Burden, Low Levels of IL-33 or TNF- and High Levels of IL-10 in Serum. Frontiers in Immunology , v. 9, p. 1-14, 2019.

  • TEIXEIRAA, A. I. P. ; SILVAA, D. M. ; VITAL, T. ; NITZ, N. ; CARVALHO, B. C. ; OLIVEIRA, D. S. ; OLIVEIRA, E. ; Rabello A ; ROMERO, G. A. S. . Improving the reference standard for the diagnosis of canine visceral leishmaniasis: a challenge for current and future tests. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , v. 114, p. e180452, 2019.

  • SANTOS, A. R. R. ; SERUFO, A. V. ; FIGUEIREDO, M. M. ; GODOI, L. C. ; VITORIO, J. G. ; MARCELINO, A. P. ; AVELAR, D. M. ; RODRIGUES, F. T. G. ; MACHADO-COELHO, G. L. L. ; MEDEIROS, F. A. C. ; JERONIMO, S. M. B. ; OLIVEIRA, E. ; NASCIMENTO, F. C. ; TEIXEIRA, S. M. R. ; GAZZINELLI, R. T. ; NAGEM, R. A. P. ; Fernandes A P . Evaluation of three recombinant proteins for the development of ELISA and immunochromatographic tests for visceral leishmaniasis serodiagnosis. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , v. 114, p. e180405, 2019.

  • SALIBA, JULIANA W. ; LOPES, KARINE F. ; SILVA-PEREIRA, ROSIANE A. ; TEIXEIRA, LUCIANA A. S. ; Oliveira, Edward . Leishmania infantum exo-antigens: application toward serological diagnosis of visceral leishmaniasis. PARASITOLOGY RESEARCH , v. 2, p. 1-7, 2019.

  • FREIRE, M. L. ; Assis TSM ; OLIVEIRA, E. ; AVELAR, D. M. ; SIQUEIRA, I. C. ; BARRAL, A. ; Rabello A ; COTA, GLÁUCIA FERNANDES . Performance of serological tests available in Brazil for the diagnosis of human visceral leishmaniasis. PLoS Neglected Tropical Diseases , v. 13, p. e0007484, 2019.

  • ANDRADE, C. P. ; COELHO, P. R. S. ; NASCIMENTO, R. ; MOTA, P. M. ; ROMANO-SILVA, M. A. ; ALVARENGA, K. A. F. ; SCHALL, V. T. ; PIMENTA, D. N. ; COELHO, P. M. Z. ; OLIVEIRA, E. . Development of a natural molluscicide prototype kit (MoluSchall) for the control of schistosomiasis mansoni transmission. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA , v. 52, p. 1-8, 2019.

  • CARNEIRO, N. F. F. ; CALDEIRA, A. P. ; KATZ, N. ; Oliveira ; SIQUEIRA, L. M. V. ; Oliveira, Edward ; SILVEIRA, M. F. ; Enk M. ; COELHO, P. M. Z. . Transmission control of schistosomiasis mansoni in a low endemicity area through a single intervention with rigorous prospection of infected cases treated with praziquantel: evaluation after 7 years of intervention. REVISTA DO INSTITUTO DE MEDICINA TROPICAL DE SÃO PAULO , v. 61, p. 64e-64e, 2019.

  • SENRA, CAROLINA ; GOMES, LUCIANA INÁCIA ; SIQUEIRA, LILIANE MARIA VIDAL ; COELHO, PAULO MARCOS ZECH ; Rabello, Ana ; Oliveira, Edward . Development of a laboratorial platform for diagnosis of schistosomiasis mansoni by PCR-ELISA. BMC RESEARCH NOTES , v. 11, p. 455-455, 2018.

  • DA ROCHA, IARA CAIXETA MARQUES ; DOS SANTOS, LETÍCIA HELENA MARQUES ; COURA-VITAL, WENDEL ; DA CUNHA, GISELE MACEDO RODRIGUES ; MAGALHÃES, FERNANDA DO CARMO ; DA SILVA, THAIS ALMEIDA MARQUES ; MORAIS, MARIA HELENA FRANCO ; Oliveira, Edward ; REIS, ILKA AFONSO ; CARNEIRO, MARIÂNGELA . Effectiveness of the Brazilian Visceral Leishmaniasis Surveillance and Control Programme in reducing the prevalence and incidence of Leishmania infantum infection. Parasites & Vectors , v. 11, p. 586, 2018.

  • MEDEIROS, FERNANDA ALVARENGA CARDOSO ; GOMES, LUCIANA INÁCIA ; Oliveira, Edward ; DE SOUZA, CAROLINA SENRA ALVES ; MOURÃO, MARIA VITÓRIA ; COTA, GLÁUCIA FERNANDES ; MARQUES, LETÍCIA HELENA DOS SANTOS ; CARNEIRO, MARIÂNGELA ; Rabello, Ana . Development and Validation of a PCR-ELISA for the Diagnosis of Symptomatic and Asymptomatic Infection by Leishmania (Leishmania) infantum . Journal of Tropical Medicine , v. 2017, p. 1-10, 2017.

  • OLIVEIRA, E. ; OLIVEIRA, D. ; CARDOSO, F. A. ; BARBOSA, J. R. ; MARCELINO, A. P. ; DUTRA, T. ; ARAUJO, T. ; FERNANDES, L. ; DUQUE, D. ; RABELLO, A. . Multicentre evaluation of a direct agglutination test prototype kit (DAT-LPC) for diagnosis of visceral leishmaniasis. PARASITOLOGY , v. 24, p. 1-7, 2017.

  • Oliveira, Edward ; SALIBA, JULIANA WILKE ; OLIVEIRA, DIANA ; DIAS, EDELBERTO SANTOS ; PAZ, GUSTAVO FONTES . A PROTOTYPE OF THE DIRECT AGGLUTINATION TEST KIT (DAT-Canis) FOR THE SEROLOGICAL DIAGNOSIS OF CANINE VISCERAL LEISHMANIASIS. Veterinary Parasitology (Print) , v. 221, p. 9-13, 2016.

  • ASSIS, TÁLIA MACHADO DE ; GUIMARÃES, PALOMA NOGUEIRA ; Oliveira, Edward ; PERUHYPE-MAGALHÃES, VANESSA ; GOMES, LUCIANA INÁCIA ; Rabello, Ana . Acceptance and potential barriers to effective use of diagnostic tests for visceral leishmaniasis in an urban area in Brazil. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Revista , v. 49, p. 241-244, 2016.

  • SIQUEIRA, L. M. V. ; COUTO, F. F. B. ; TABOADA, D. C. ; Oliveira ; OLIVEIRA, E. ; COELHO, PAULO MARCOS ZECH ; KATZ, N. . Performance of POC-CCA in diagnosis of schistosomiasis mansoni in individuals with low parasite burden. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Revista , v. 49, p. 341-347, 2016.

  • LIMA, B. S. S. ; ANDRADE, H. M. ; PIRES, S. F. ; FIALHO JR, L. C. ; OLIVEIRA, E. ; MACHADO-AVILA, R. A. ; CHAVEZ-OLORTEGUI, C. ; CHAPEUROUGE, D. A. ; PERALES, J. . A Proteomic Road To Acquire An Accurate Serological Diagnosis For Human Tegumentary Leishmaniasis. Journal of Proteomics (Print) , v. 00, p. 00-0, 2016.

  • COELHO, P. M. Z. ; SIQUEIRA, L. M. V. ; GRENFELL, R. F. Q. ; ALMEIDA, N. ; KATZ, N. ; Oliveira ; CARNEIRO, N. F. F. ; OLIVEIRA, E. . Improvement of POC-CCA Interpretation by Using Lyophilization of Urine from Patients with Schistosoma mansoni Low Worm Burden: Towards an Elimination of Doubts about the Concept of Trace. Plos Neglected Tropical Diseases , v. 10, p. e0004778, 2016.

  • DOS SANTOS MARQUES, LETÍCIA HELENA ; DA ROCHA, IARA CAIXETA MARQUES ; REIS, ILKA AFONSO ; DA CUNHA, GISELE MACEDO RODRIGUES ; Oliveira, Edward ; PFEILSTICKER, THAIS RIBEIRO ; DE ARAÚJO, VALDELAINE ETELVINA MIRANDA ; MORAIS, MARIA HELENA FRANCO ; Rabello, Ana ; CARNEIRO, MARIÂNGELA . Leishmania infantum: illness, transmission profile and risk factors for asymptomatic infection in an endemic metropolis in Brazil. Parasitology (London. Print) , v. 00, p. 1-11, 2016.

  • SIQUEIRA, L. M. V. ; Gomes ; OLIVEIRA, E. ; OLIVEIRA, E. R. ; Enk M. ; Rabello A ; COELHO, P. M. Z. . Evaluation of parasitological and molecular techniques for the diagnosis and assessment of cure of schistosomiasis mansoni in a low transmission area. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso) , v. 110, p. 209-214, 2015.

  • DA SILVA, THAIS ALMEIDA MARQUES ; GOMES, LUCIANA INÁCIA ; Oliveira, Edward ; COURA-VITAL, WENDEL ; SILVA, LETÍCIA AZEVEDO ; PAIS, FABIANO SVIATOPOLK-MIRSKY ; KER, HENRIQUE GAMA ; REIS, ALEXANDRE BARBOSA ; Rabello, Ana ; CARNEIRO, MARIANGELA . Genetic homogeneity among Leishmania (Leishmania) infantum isolates from dog and human samples in Belo Horizonte Metropolitan Area (BHMA), Minas Gerais, Brazil. Parasites & Vectors , v. 8, p. 226, 2015.

  • ASSIS, TÁLIA SANTANA MACHADO DE ; GUIMARÃES, PALOMA NOGUEIRA ; Oliveira, Edward ; PERUHYPE-MAGALHÃES, VANESSA ; GOMES, LUCIANA INÁCIA ; Rabello, Ana . Study of implementation and direct cost estimates for diagnostic tests for human visceral leishmaniasis in an urban area in Brazil. Cadernos de Saúde Pública (Online) , v. 31, p. 2127-2136, 2015.

  • MACIEL, D. B. ; SILVA, T. A. M. ; GOMES, L. I. ; DE OLIVEIRA, E. ; TIBURCIO, M. G. S. ; DE OLIVEIRA, R. F. ; AVELAR, D. ; BARBOSA, J. R. ; FURTADO, E. ; RABELLO, A. ; DE ALMEIDA SILVA, L. . Infection with Leishmania (Leishmania) infantum of 0 to 18-Month-Old Children Living in a Visceral Leishmaniasis-Endemic Area in Brazil. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene , v. 16, p. 36-42, 2014.

  • Grenfell R F P ; Martins WH ; Oliveira ; Moraes VS ; Araújo N. ; OLIVEIRA, E. ; Fonseca C T ; COELHO, P. M. Z. . Schistosomula tegument antigen as potential candidate for the early serological diagnosis of schistosomiasis mansoni. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (Impresso) , v. 55, p. 75-78, 2013.

  • OLIVEIRA, E. ; Saliba SW ; Saliba JW ; Rabello A . Validation of a direct agglutination test prototype kit for the diagnosis of visceral leishmaniasis. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 5, p. 01-05, 2013.

  • COTA, G. ; SOUSA, M. ; Gomes ; OLIVEIRA, E. ; Assis TSM ; NOGUEIRA, B. ; MENDONCA, A. ; PINTO, B. F. ; Saliba JW ; Rabello A . Comparison of Parasitological, Serological, and Molecular Tests for Visceral Leishmaniasis in HIV-Infected Patients: A Cross-Sectional Delayed-Type Study. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene , v. 89, p. 570-577, 2013.

  • Grenfell R F P ; Martins WH ; Enk M. ; Oliveira ; SIQUEIRA, L. M. V. ; Moraes VS ; OLIVEIRA, E. ; CARNEIRO, N. F. F. ; COELHO, P. M. Z. . Schistosoma mansoni in a low-prevalence area in Brazil: the importance of additional methods for the diagnosis of hard-to-detect individual carriers by low-cost immunological assays. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 108, p. 328-334, 2013.

  • GRENFELL, RAFAELLA FORTINI QUEIROZ ; MARTINS, WATSON ; DRUMMOND, SANDRA COSTA ; ANTUNES, CARLOS MAURÍCIO DE FIGUEIREDO ; VOIETA, IZABELA ; OTONI, ALBA ; OLIVEIRA, ÁUREO ALMEIDA DE ; SILVA-MORAES, VANESSA ; OLIVEIRA, EDUARDO RIBEIRO DE ; Oliveira, Edward ; LAMBERTUCCI, JOSÉ ROBERTO ; FONSECA, CRISTINA TOSCANO ; COELHO, PAULO MARCOS ZECH . Acute schistosomiasis diagnosis: a new tool for the diagnosis of schistosomiasis in a group of travelers recently infected in a new focus of Schistosoma mansoni. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 46, p. 208-213, 2013.

  • Grenfell R F P ; Martins WH ; Oliveira ; Barata ; Ribeiro EG ; OLIVEIRA, E. ; COELHO, P. M. Z. . Antigens of worms and eggs showed a differentiated detection of specific IgG according to the time of Schistosoma mansoni infection in mice. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Impresso) , v. 45, p. 505-509, 2012.

  • CUNNINGHAM, J. Hasker E. DAS, P. SAFI, S. E. GOTO, H. MONDAL, D. Mbuchi M. Mukhtar M. Rabello, Ana Rijal S. SUNDAR, S. WASUNNA, M. ADAMS, E. MENTEN, J. PEELING, R. BOELAERT, M. BIMAL, S. GUPTA, A. K. Das VNR Ageed AF GALAL, N. OSMAN, O. S. PANIAGO, A. M. M. SANCHEZ, M. C. A. CELESTE, B. J. , et al. BHASKAR, K. R. H. HUDA, M. AFRAD, M. H. MAGIRI, C. G. MUIA, A. M. Kesusu J. Abdoun AO AWAD, A. Osman M. OLIVEIRA, E. Assis TSM Costa DL Khanal B. Das M. Bajapati DK Kamlesh G. Tiwary P. JACQUET, D. ; Global comparative evaluation of commercial immunochromatographic rapid diagnostic tests for visceral leishmaniasis. Clinical Infectious Diseases , v. 55, p. 1312-1319, 2012.

  • Marques L. H. S. ; Gomes ; ROCHA, I. C. M. ; Silva TAM ; Oliveira, Edward ; Morais MHF ; Rabello A ; Carneiro M . Low parasite load estimated by qPCR in a cohort of children living in urban area endemic for visceral leishmaniasis in Brazil. PLoS Neglected Tropical Diseases (Online) , v. 6, p. e1955-6, 2012.

  • Oliveira, Edward ; Saliba, Soraya Wilke ; Andrade, Camila Filizzola de ; Rabello, Ana . Direct agglutination test (DAT): improvement of biosafety for laboratory diagnosis of visceral leishmaniasis. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 105, p. 414-416, 2011.

  • de Assis, Tália S.M. ; Braga, Alexandre S. da C. ; Pedras, Mariana J. ; Oliveira, Edward ; Barral, Aldina ; de Siqueira, Isadora C. ; Costa, Carlos H.N. ; Costa, Dorcas L. ; Holanda, Thiago A. ; Soares, Vítor Y.R. . Multi-centric prospective evaluation of rk39 rapid test and direct agglutination test for the diagnosis of visceral leishmaniasis in Brazil. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , p. 156-161, 2010.

  • Luz et al ; Silva A. R. ; Silva F. O. ; Galigiorni R. B. ; OLIVEIRA, E. ; Rabello A . Lesion aspirate culture for the diagnosis and isolation of Leishmania spp. from patients with cutaneous leishmaniasis. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , v. 104, p. 62-66, 2009.

  • OLIVEIRA, E. ; Pedras, Mariana Junqueira ; Assis, Isabella Elias Morais de ; Rabello, Ana . Improvement of direct agglutination test (DAT) for laboratory diagnosis of visceral leishmaniasis in Brazil. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 103, p. 1279-1281, 2009.

  • Pedras MJ ; Viana LG ; OLIVEIRA, E. ; Rabello A . Comparative evaluation of direct agglutination test, rK39 and soluble antigen ELISA and IFAT for the diagnosis of visceral leishmaniasis. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 102, p. 172-178, 2008.

  • OLIVEIRA, E. ; KANAMURA, H. Y. ; Takei, K. ; Hirata, R. D. C. ; VALLI, L. C. P. ; Nguyen N Y ; Rodrigues I. C. ; Jesus A. R. ; Hirata, M. H. . Synthetic peptides as antigenic base in an Enzyme-linked immunosorbent assay for laboratory diagnosis of schistosomiasis mansoni. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene , v. 102, p. 360-366, 2008.

  • VALLI, L. C. P. ; KANAMURA, H. Y. ; CORREIA-OLIVEIRA, G. ; OLIVEIRA, E. . Characterization of a clone from an adult cDNA library selected with anti-Schistosoma mansoni human antibodies dissociated from immune complexes: A preliminary report. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo , v. 49, p. 187-189, 2007.

  • OLIVEIRA, E. ; KANAMURA, H. Y. ; Takei, K. ; Hirata, R. D. C. ; Nguyen N Y ; Hirata, M. H. . Application of synthetic peptides in development of a serologic method for laboratory diagnosis of schistosomiasis mansoni. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , Rio de Janeiro, v. 101, p. 355-357, 2006.

  • OLIVEIRA, E. ; KANAMURA, H. Y. ; LIMA, D. M. C. . Efficacy of an enzyme-linked immunosorbent assay as a diagnostic tool for schistosomiasis mansoni in individuals with low worm burden. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , Rio de Janeiro, v. 100, n.4, p. 421-425, 2005.

  • OLIVEIRA, E. ; KANAMURA, H. Y. ; DIAS, L. C. S. ; SOARES, L. C. B. ; LIMA, D. M. C. ; CIARAVOLO, R. M. C. . ELISA-IgM para diagnóstico da esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade. Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ) , Rio de Janeiro, RJ-Brasil, v. 19, n.1, p. 255-261, 2003.

  • SOARES, L. C. B. ; DIAS, L. C. S. ; KANAMURA, H. Y. ; OLIVEIRA, E. ; CIARAVOLO, R. M. C. . Schistosomiasis mansoni: Follow-up of control program based on parasitologic and serologic methods in a brasilian community of low endemicity. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Online) , Rio de Janeiro-Brasil, v. 98, n.6, p. 853-859, 2003.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

OLIVEIRA, E. ; RABELLO, A. L. T. . Teste de Aglutinação direta (DAT-LPC) para o diagnóstico da leishmaniose visceral. 2012.

OLIVEIRA, E. ; Rabello, Ana . Teste de Aglutinação Direta para o diagnóstico de leishmaniose visceral (DAT-LPC). 2011.

Rabello A ; SOUZA, C. S. A. ; CARVALHO, C. L. C. ; Avelar DM ; OLIVEIRA, E. R. ; OLIVEIRA, E. ; Teixeira EM ; COTA, G. ; ALVES, L. L. ; Pedras MJ ; BRITTO, N. C. ; ROCHA, R. S. ; de Assis, Tália S.M. ; SIMOES, T. C. . Estudos estratégicos para inovação e desenvolvimento tecnológico em diagnóstico e terapêutica de doenças negligenciadas. Leishmaniose Visceral Relatório 1. 2018.

Rabello A ; SOUZA, C. S. A. ; CARVALHO, C. L. C. ; Avelar DM ; OLIVEIRA, E. R. ; OLIVEIRA, E. ; Teixeira EM ; COTA, G. ; ALVES, L. L. ; Pedras MJ ; BRITO, N. C. ; ROCHA, R. S. ; Assis TSM ; SIMOES, T. C. . Estudos estratégicos para inovação e desenvolvimento tecnológico em diagnóstico e terapêutica de doenças negligenciadas. Leishmaniose Tegumetar Relatório 2 2018. 2018.

Rabello A ; SOUZA, C. S. A. ; CARVALHO, C. L. C. ; Avelar DM ; ROSA, D. C. P. ; OLIVEIRA, E. ; ALVES, L. L. ; BRITO, N. C. ; ROCHA, R. S. ; Assis TSM ; SIMOES, T. C. . Estudos estratégicos para inovação e desenvolvimento tecnológico em diagnóstico e terapêutica de doenças negligenciadas. Esquistossomose, Relatório 2 2018. 2018.

Rabello A ; OLIVEIRA, E. ; Assis TSM . Análise técnica do Teste de Aglutinação Direta (DAT) para substituição da Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para o diagnóstico da leishmaniose visceral humana no Brasil. 2012.

Rabello A ; OLIVEIRA, E. . Aspectos clínicos, tratamento, diagnóstico e prevenção das leishmanioses. 2013. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

OLIVEIRA, E. ; COTA, G. ; Pascoal . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2019. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Rabello A ; Pascoal . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Pascoal ; Xavier MAP ; Rabello A . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Pascoal ; Xavier MAP ; RABELLO, A. L. T. . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Pascoal . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Pascoal . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

OLIVEIRA, E. ; Gomes ; Pascoal . Diagnóstico clínico-laboratorial e tratamento das leishmanioses. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CUNNINGHAM, J. ADAMS, E. Hasker E. ELANGO, V. GHALIB, H. Gidwani K. JACQUET, D. MOUSSY, F. PEELING, R. RIZZO, N. Shoone G. DAS, P. BIMAL, S. GUPTA, A. K. GOTO, H. LINDOSO, J. A. L. PANIAGO, A. M. M. SANCHEZ, M. C. A. Rabello, Ana OLIVEIRA, E. Assis TSM Costa DL WASUNNA, M. MAGIRI, C. G. MUIA, A. M. , et al. MONDAL, D. BHASKAR, K. R. H. HUDA, M. AFRAD, M. H. SAFI, S. E. SAAD, A. F. GALAL, N. OSMAN, O. S. HAMMAD, A. BASHIR, A. A. M. Mukhtar M. BAKHIET, S. M. HUSSIEN, M. O. AWAD, A. SUNDAR, S. PRAJAPATI, D. K. Tiwary P. ; Visceral Leishmaniasis Rapid Diagnostic Test Performance. 2011. (Relatório de pesquisa).

Oliveira, Edward ; Enk M. . Curso de Diagnóstico Laboratorial das Parasitoses Humanas. 2009. .

OLIVEIRA, E. ; Enk M. . Curso de Diagnóstico Laboratorial das Parasitoses Humanas. 2008. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    CRISPR como ferramenta para estudo de alvos promissores para o tratamento das leishmanioses e da doença de Chagas e para busca de novos compostos quimioterápicos, Descrição: O objetivo principal desse projeto de pesquisa é usar sistema CRISPR/Cas9 para deletar as enzimas Ferro Superóxido dismutase-A (FeSOD-A), ascorbato peroxidase (APX), prostaglandina F2alfa sintase (PGFS), histidina fosfatase ácida (hAcp), a proteína lipídica quinase (Lipid Droplet Protein Kinase - LDK) e a proteína de membrana dos kinetoplastídeos-11 (KMP-11). Após deleção dos genes que codificam para essas proteínas, iremos caracterizar os parasitos nocautes para checar a atividade biológica e molecular dessas diferentes proteínas. Além disso, pretendemos gerar linhagem de L. infantum fluorescente usando o sistema CRISPR/Cas9 para ser usada como modelo na busca de novos compostos quimioterápicos. Esse novo modelo de triagem de fármacos será padronizado e validado em nosso laboratório. Finalmente, será pesquisada a presença de compostos/fármacos disponíveis em banco de dados que possam inibir essas proteínas em Leishmania e T. cruzi. Posteriormente, a atividade desses compostos será avaliada contra Leishmania e T. cruzi in vitro. Os resultados obtidos nesse projeto irão contribuir para melhor compreensão da função dessas seis diferentes proteínas investigadas nesse estudo e o entendimento da regulação das diferentes vias metabólicas que elas atuam. Assim certamente esse projeto fornecerá informações importantes para a busca de novos alvos e novos compostos para a quimioterapia das leishmanioses e da doença de Chagas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Coordenador / Policarpo Ademar Sales Junior - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Laila Alves Nahum - Integrante / Stephen Beverley - Integrante / Eva Gluenz - Integrante / Roberto Docampo - Integrante / Santuza Maria Teixeira - Integrante / Alvaro José Romanha - Integrante / Douglas Souza Moreira - Integrante / Gabriela de Assis Burle Caldas - Integrante / Ana Maria Santi - Integrante / Jéssica Silqueira Hickson Rios - Integrante / Paula Alves da Silva - Integrante / Bruna Luiza Fonte Boa Rocha - Integrante / Katharina Diefenbach - Integrante / Flavia De Souza Rocha - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Avaliação de novas metodologias de diagnóstico da esquistossomose mansônica no cenário epidemiológico atual, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Cristina Toscano Fonseca em 08/02/2019., Descrição: Um diagnóstico eficaz, com ampla aplicação na detecção de infecções ativas em áreas de alta e baixa prevalência e no monitoramento preciso de cura após intervenções terapêuticas, representa um instrumento de extrema importância para o controle da transmissão da doença, por isso, propomos esse projeto de pesquisa que visa comparar diferentes metodologias de diagnóstico da esquistossomose usando diferentes amostras biológicas (fezes, sangue e urina) de indivíduos moradores de uma área endêmica para a esquistossomose. Serão utilizadas a técnica de diagnóstico por detecção de ovos do parasito nas fezes, o exame de Kato-Katz; o POC-CCA- teste rápido para detecção de antígeno catódico circulante na urina; qPCR e PCR-ELISA para detecção de DNA do parasito nas fezes; Lamp e RPA para detecção de DNA do parasito nas fezes e urina e ELISA para detecção de anticorpos específicos aos antígenos do parasito. O desempenho das técnicas avaliadas será comparado entre si com relação à sensibilidade, especificidade, custo, tempo, aplicabilidade e facilidade de execução. Será avaliada a real efetividade e exiguidade das metodologias, visando a sugestão de sua incorporação às ações de vigilância da esquistossomose do Ministério da Saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) a curto/médio prazo, levando-se em consideração as condições enfrentadas pelos programas de vigilância no âmbito da atenção básica.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Carlos Eduardo Calzavara Silva - Integrante / Rosiane Aparecida da Silva Pereira - Integrante / Marina de Moraes Mourão - Integrante / Tereza Favre - Integrante / Lilian Beck - Integrante / Cristiano Massara - Integrante / Roberta Lima Caldeira - Integrante / Gardênia Braz Figueiredo de Carvalho - Integrante / Roberto Sena Rocha - Integrante / Omar dos Santos Carvalho - Integrante / Tayanãna César Simões - Integrante / GABRIELA DE OLIVEIRA - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Avaliação de desempenho e custo-efetividade de métodos diagnósticos para a leishmaniose visceral humana, Descrição: Essa proposta prevê produção de novo conhecimento constituído por evidências de alto padrão de qualidade relativas ao uso de testes sorológicos, registrados na ANVISA para diagnóstico de LV no Brasil. Os tradicionais dados de acurácia serão complementados com dados de custo-efetividade, oferecendo um resultado completo sobre os testes diagnósticos estudados. As atividades de pesquisa previstas neste projeto contarão com a participação de pesquisadores e estudantes de iniciação científica, mestrado e doutorado, bem como pesquisadores titulares, visitantes e colaboradores. O estudo gerará evidências para fortalecer a tomada de decisão pelos gestores do Sistema Único de Saúde em relação ao diagnóstico da LV. As recomendações a serem elaboradas, tendo como fundamento os achados do estudo, terão utilidade extrema para alcançar elevados patamares de qualidade na tomada de decisão em saúde pública. Certamente, as evidências a serem produzidas contribuirão para reduzir o impacto negativo que o diagnóstico tardio tem sobre a letalidade da LV, cuja redução, torna-se crucial para atingir um dos objetivos estratégicos vigentes no marco das prioridades de atenção à saúde. O uso das evidências de custo-efetividade qualificará a prática de incorporação de novas tecnologias nos diversos cenários do SUS com o consequente aumento da eficiência do sistema. Ainda, os resultados deste estudo oferecerão parâmetros para discussão de critérios mínimos para validação de testes diagnósticos para LV que devem anteceder os registros na ANVISA.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Tália Santana Machado de Assis - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante.

  • 2013 - Atual

    Abordagem proteômica para identificação de novos antígenos para diagnóstico sorológico das Leishmanioses Tegumentar e Visceral em humanos, Descrição: Leishmanioses são parasitoses causadas por protozoários flagelados do gênero Leishmania e encontram-se entre as principais endemias no mundo. A leishmaniose pode ser subdividida, dependendo da espécie do parasito e da resposta imune do hospedeiro, em cinco formas clínicas principais: cutânea, cutânea difusa, cutânea disseminada, mucocutânea e visceral; essa última a forma mais grave, podendo ser fatal, se não tratada. Diferentes métodos de diagnóstico são usados para a confirmação da doença, dentre os quais podemos citar: parasitológico, molecular e imunológico. Entretanto, o diagnóstico utilizando os métodos disponíveis, apresenta dificuldades seja na coleta do material, execução da técnica ou ainda na conclusão do resultado. Uma das desvantagens de alguns desses métodos é baixa especificidade, que apresentam, quando são utilizados antígenos não purificados. Nesse contexto antígenos purificados, sintéticos ou recombinantes têm sido identificados com objetivo de melhorar o diagnóstico dessa parasitose. Considerando que a proteômica representa uma boa ferramenta para a prospecção de novos antígenos para diagnóstico e, ainda, para identificação de proteínas diferencialmente expressas pelo parasito, propomos a identificação de proteínas antigênicas, diferencialmente expressas, em Leishmania amazonensis, L. braziliensis e L. infantum. Adicionalmente, propomos a produção, de forma recombinante, das proteínas mais expressas e mais antigênicas, em cada uma das espécies estudadas, e sua avaliação como antígeno, para diagnóstico das formas tegumentar e visceral da leishmaniose humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Hélida Monteiro de Andrade - Coordenador / Bruna Soares de Souza Lima - Integrante / Simone Fonseca Pires - Integrante / Luis Carlos Fialho Jr - Integrante / Ricardo Andrez Machado-Avila - Integrante / Carlos Chávez-Olórtegui - Integrante / Donat Alexander Chapeurouge - Integrante / Jonas Perales - Integrante.

  • 2011 - 2015

    DIAGNÓSTICO DA ESQUISTOSSOMOSE MANSONI EM ÁREAS DE BAIXA TRANSMISSÃO: AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS (KATO-KATZ, GRADIENTE SALÍNICO, PCR-ELISA e qPCR) ANTES E APÓS INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA, Descrição: Este estudo populacional foi realizado em duas localidades endêmicas para a esquistossomose, Tabuas e Estreito de Miralta, pertencentes ao município de Montes Claros, região norte de Minas Gerais, empregando-se duas técnicas parasitológicas e dois ensaios moleculares para o diagnóstico da esquistossomose mansoni. Uma amostra fecal foi obtida de todos participantes e examinada utilizando a técnica de Kato-Katz (24 lâminas = 1000 mg) e a técnica do Gradiente Salínico, utilizando duas porções de 500 mg, totalizando 1000 mg de fezes. Além disso, os ensaios de PCR-ELISA e qPCR foram realizados em DNA extraído de 1000 mg de fezes. Os resultados obtidos pelas diferentes técnicas foram analisados individualmente e comparativamente entre eles. Todos os indivíduos que apresentaram ovos de Schistosoma mansoni ou outros helmintos foram tratados com praziquantel ou albendazol, respectivamente. Para avaliação de cura após o tratamento, amostras de fezes dos indivíduos positivos para S. mansoni, foram coletadas 30, 90 e 180 dias após o tratamento, e examinadas pelas técnicas parasitológicas e pelos ensaios moleculares. Na localidade de Tabuas, a taxa de positividade, obtida pelo exame de duas lâminas pela técnica de Kato-Katz, foi de 15,5% (23/148), pela análise de 24 lâminas de Kato-Katz 20,9% (31/148) e a obtida pela técnica do Gradiente Salínico foi de 29,0% (43/148), examinando fezes da mesma amostra. A prevalência obtida pela combinação dos resultados das duas técnicas parasitológicas foi de 31,0% (46/148). O ensaio de PCR-ELISA apresentou taxa de positividade de 25,0% (37/148) e ensaio de qPCR, 30,4% (45/148) (não tem p). Na localidade Estreito de Miralta, a taxa de positividade obtida pelo exame de duas lâminas pela técnica de Kato-Katz foi de 10,5% (15/142). As técnicas de Kato-Katz (24 lâminas) e do Gradiente Salínico revelaram taxas de positividade de 19,7% (28/142) e 18,3% (26/142) (p=) , respectivamente. A prevalência obtida pela combinação das duas técnicas parasitológicas foi de 24,6% (35/142). O ensaio de qPCR apresentou taxa de positividade de 18,3% (26/142). Na localidade de Tabuas, as taxas de cura obtidas pelas técnicas parasitológicas de Kato-Katz e Gradiente Salínico, 30, 90 e 180 dias após o tratamento foram 100%, 91,6% e 78,4%, respectivamente. Pelo ensaio de PCR-ELISA, as taxas de cura obtidas foram de 89,7%, 88,8% e 67,5% e pelo ensaio de qPCR foram 100%, 83,3% e 62,1%, nas mesmas etapas de acompanhamento. Na localidade de Estreito de Miralta, as taxas de cura obtidas pelas técnicas de Kato-Katz e GS foram 93,3%, 96,9% e 96,5% (30, 90 e 180 dias após o tratamento, respectivamente) e pelo ensaio de qPCR foram 93,3%, 93,9% e 96,5%, nas mesmas etapas de acompanhamento. Este estudo reforça a necessidade de se combinar técnicas com o objetivo de melhorar a acurácia diagnóstica, aumentando a chance de detectar indivíduos com carga parasitária baixa, reduzindo assim a contribuição destes para a manutenção da transmissão.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Aureo Almeida de Oliveira - Integrante / Liliane Maria Vidal Siqueira - Integrante / COELHO, PAULO MARCOS ZECH - Coordenador / Carolina Senra Alves de Souza - Integrante.

  • 2010 - 2012

    Modelo de organização de rede de serviço de saúde para a prevenção e o controle da leishmaniose visceral: análise de implantação na rotina do serviço e avaliação do impacto, Descrição: Essa proposta tem como objetivos implantar e avaliar o impacto da implantação de um modelo de organização de rede de serviços para a prevenção e controle da leishmaniose visceral, na rotina dos serviços de saúde do município de Ribeirão das Neves/MG. O modelo tem como eixos estruturantes: gestão local; diagnóstico e tratamento; vigilância epidemiológica e ambiental; prevenção; avaliação. A proposta visa integrar as áreas de epidemiologia, zoonoses e atenção básica, além de contar com o auxiliar de enfermagem como disseminador da informação sobre a doença e referência para os trabalhos de prevenção envolvendo os agentes comunitários de saúde, agentes de zoonoses e população. O modelo conta com uma coordenação local com representantes da epidemiologia, zoonoses, atenção básica e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família. Em relação ao diagnóstico, visando melhorar o acesso e alcançar maior cobertura diagnóstica pretende-se desenvolver um algoritmo utilizando as três principais ferramentas não invasivas e mais eficientes para o diagnóstico da LV: o teste imunocromatografico usando o antígeno rK39 (teste rápido), teste de aglutinação direta (DAT-LPC) e a PCR. Na vigilância integrada será feito, dentre outras coisas, mapeamento dos casos humanos, caninos e distribuição vetorial. A proposta é inovadora e irá abordar a percepção sobre a doença pelo morador; a possibilidade da capacitação continuada envolvendo os profissionais de nível médio como disseminadores da informação; a possibilidade do diagnóstico não invasivo na rotina; além do fortalecimento da vigilância epidemiológica e ambiental integradas. A avaliação do modelo irá abordar a estrutura, o processo e os resultados. O modelo prevê processos participativos de decisão e avaliação além de utilizar ferramentas da pesquisa quantitativa e qualitativa que contribuirão para o melhor entendimento de diferentes aspectos da dinâmica de transmissão da doença e da organização do serviço.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Tália Santana Machado de Assis - Integrante / Vanessa Peruhype Magalhaes Pascoal - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante / Zélia Profeta Luz - Coordenador / Rabello, Ana - Integrante / Gustavo Fontes Paz - Integrante / Edelberto Santos Dias - Integrante / Rose Ferraz - Integrante / Shara Regina da Silva - Integrante / Fernanda Corsino Lima - Integrante / Márcio Henrique Ribeiro Gontijo - Integrante / Miriam Nogueira Andrade - Integrante / Renata Ramos - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Eliana Furtado Moreira - Integrante / Andreza Paim Marcelino - Integrante / Erika Michalsky Monteiro - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Caracterização da resposta imune humoral na infecção ativa, assintomática e na co-infecção por Leishmania (L.) chagasi- HIV, Descrição: Este projeto de pesquisa tem como objetivo padronizar e avaliar a técnica de Western-blot, utilizando antígeno solúvel de L. chagasi, para o diagnóstico de pacientes portadores infecção ativa, assintomática e portadoes da co-infecção por L. chagasi/HIV. Adicionalmente, pretende-se identificar as proteínas antigênicas do extrato solúvel de L. chagasi e caracterizar os isotipos de anticorpos (IgG1, IgG2, IgG3 e IgG4), imunorreativos contra essas proteínas, por meio das técnicas de eletroforese em gel de policrilamida (SDS-PAGE) e Western-blot. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá propiciar a padronização de uma técnica que possibilite o diagnóstico e diferenciação dos pacientes e indivíduos portadores da infecção por L. chagasi em suas diferentes formas clínicas de apresentação. Além disso, os resultados obtidos neste estudo poderão contribuir para o entendimento da resposta imune humoral nestes pacientes e gerar instrumentos para o delineamento de medidas e ações dentro dos programas de controle, tornando-os mais efetivos para os propósitos que foram criados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Vanessa Peruhype Magalhaes Pascoal - Integrante / Camila Filizzola de Andrade - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    VL Laboratory Network-protocol for the evaluation of rapid diagnostic tests for visceral leishmanisis, Descrição: Neste projeto, a avaliação de kits de testes de diagnóstico sorológico rápido de leishmaniose visceral será realizada com soros armazenados em cada um dos oito laboratórios da rede coordenada pela OMS. Cada laboratório, incluindo o nosso, testará soros de seus laboratórios com os kits encaminhados pela OMS, não havendo portanto troca de amostras. Somente os resultados serão depositados num banco de dados global hospedado pela OMS e analisados conjuntamente.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Tália Santana Machado de Assis - Integrante / Dorcas Lamounier Costa - Integrante.

  • 2002 - 2006

    Desenvolvimento de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni baseado em peptídeos sintéticos, Descrição: Foram selecionados e produzidos, por síntese química, sete peptídeos, denominados de P1, P2, P3, P4, P5, P6 e P7. Estes peptídeos foram testados isoladamente contra ?pool? de soros humanos positivos e negativos. Após vários testes, os peptídeos P1, P2, P3, P6 e P7, que apresentaram imunorreatividade quando ensaiados por método imunoenzimático, foram usados na padronização de um método imunoenzimático de ELISA, utilizando placas Costar 3590, que passou a ser denominado ELISA-Peptídeo (ELISA-Pp). Este método foi avaliado empregando-se 192 amostras de soro, divididas em quatro grupos: (A) 23 amostras de soro, coletadas de pacientes residentes no Nordeste do Brasil, portadores de esquistossomose aguda, com ovos de S. mansoni nas fezes; (B) 30 amostras de soro, coletadas de pacientes residentes no Norte do Brasil, portadores de esquistossomose crônica, com ovos de S. mansoni nas fezes; (C) 39 amostras de soro, coletadas de indivíduos residentes no Norte do Brasil, portadores de outras parasitoses, mas não esquistossomose; (D) 100 amostras de soro, coletadas de indivíduos residentes em Campinas-SP, negativos pelo exame coproparasitológico. Os resultados obtidos foram analisados comparativamente com os encontrados por outras metodologias imunodiagnósticas: reação de imunofluorescência indireta para detecção de anticorpos IgM contra tubo digestivo de verme (RIF-IgM), método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos polissacarídeos (ELISA-IgM) ou anticorpos IgG contra extrato total de vermes (ELISA-IgG). A sensibilidade do ELISA-Pp foi de 86,6%, quando avaliado frente a soros de pacientes que apresentaram ovos de S. mansoni nas fezes e de 79,3%, considerando como esquistossomótico aqueles pacientes com sorologia positiva pelos métodos de RIFI-IgM e ELISA-IgM. A especificidade do ELISA-Pp foi de 94,2% e 94,7%, respectivamente, considerando como grupo controle, não esquistossomótico, indivíduos com resultado de exame parasitológico de fezes negativo pa. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Hermína Yohko Kanamura - Coordenador / Mário Hiroyuki Hirata - Integrante / Kioko Takei - Integrante / Rosário Dominguez Crespo Hirata - Integrante / Amélia Ribeiro de Jesus - Integrante / Izabel de Carvalho Rodrigues - Integrante / Luiz Carlos Pedrosa Valli - Integrante / Nga Yen Nguyen - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Center for Biologics Evaluation and Research to Food and Drugs Administrati - Cooperação., Número de produções C, T & A: 18

  • 2000 - 2001

    ELISA-IgM: Eficácia como método diagnóstico da esquistossomose em indivíduos com baixa carga parasitária, Descrição: ELISA-IgM é um método imunoenzimático usado para detecção de anticorpos IgM contra uma fração do antígeno solúvel de vermes adultos, solúvel em ácido tricloro-acético, que foi padronizado recentemente em nosso laboratório. Neste estudo, este método foi aplicado em três grupos de individuos com diferentes características clínicas e laboratoriais, e os resultados foram comparados com os obtidos por outros métodos diagnósticos: reação de imunofluorescência para detecção de anticorpos IgM (RIFI-IgM) ou anticorpos IgG (RIFI-IgG), ELISA para detecção de anticorpos IgG (ELISA-IgG), e dois métodos coproparasitológicos:Kato-Katz e eclosão de miracidios. O ELISA-IgM apresentou uma sensibilidade de 98%, considerando os métodos coproparasitológicos como referência, e uma especificidade de 98 e 97,3%, respectivamente para o grupo de indivíduos clinicamente saudáveis e o grupo de indivíduos portadores de outras helmintoses. Uma análise comparatíva entre os resultados do ELISA-IgM e os obtidos por outros métodos sorológicos mostrou um bom índice de concordância com coeficiênte Kappa variando de 0,95 a 0,98. A eficácia diagnóstica de 97,8%, determindada no grupo de pacientes portadores da esquistossomose com baixa carga parasitária, indica um exelente desenpenho do ELISA-IgM.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Dirce Mary Correia Lima - Integrante / Hermínia Yohko Kanamura - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 1998 - 2003

    Esquistossomose mansoni em área de baixa endemicidade: soroepidemiologia e controle, Descrição: Trabalho de mestrado desenvovido no Dep. de Patologia Clínica da Universidade Estadual de Campinas e teve como objetivo avaliar o controle da esquistossomose mansoni, iniciado em 1980 no município de Pedro de Toledo, área de baixa endemicidade no Estado de São Paulo. Neste estudo, 894 dos indivíduos moradores no município forneceram amostras biológicas, sendo 749 amostras de fezes e 591 amostras de sangue da polpa digital, coletadas em papel de filtro. Para examinar estas amostras de fezes foram empregadas as técnicas de Kato-Kats e para examinar as amostras de sangue foram empregadas as técnicas da reação de imunofluorescência para detecção de anticorpos IgG (RIFI-IgG) ou anticorpos IgM (RIFI-IgM). A prevalência parasitológica foi de 1,6%, com intensidade de infecção média de 40,9 ovos por grama de fezes (opg). Por outro lado, as taxas prevalência sorológica foram de 33,2% para a RIFI-IgG e 33,5% para a RIFI-IgM. Comparando com os dados obtidos em 1980 verificou-se um deslocamento na curva de distribuíção das taxas de prevalência quanto à faixa etária, de maior prevalência no grupo de 10 a 19 anos em 1980 para 25-29 anos no presente estudo. As taxas obtidas em 1980 de 22,8% (58,5 opg) e 55,5%, respectivamente pelas técnicas de Kato-Katz e RIFI-IgG, em relação aos resultados deste estudo, demonstraram queda significativa, indicando efetividade das medidas de controle.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Lanny Cristina Burlandy Soares - Integrante / Ricardo Mário de Carvalho Ciaravolo - Integrante / Hermínia Yohko Kanamura - Integrante / Luiz Cândido de Souza Dias - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

  • 1998 - 2001

    Avaliação de um método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM contra antígenos circulantes de Schistosoma mansoni para fins epidemiológicos em área de baixa endemicidade para esquistossomose, Descrição: Um método imunoenzimático para detecção de anticorpos IgM (ELISA-IgM) contra uma fração do extrato total de vermes de Schistosoma mansoni, solúvel em ácido tricloro acético (fração TCA-solúvel) foi avaliado para fins epidemiológicos, em área de baixa endemicidade para esquistossomose. Amostras de sangue em papel de filtro, coletadas de uma população residente no município de Pedro de Toledo, Estado de São Paulo, foram submetidas ao ELISA-IgM e os resultados, analisados comparativamente aos obtidos pela RIFI-IgM e pelo exame parasitológico de fezes Kato-Katz. Obteve-se 36,8% de positividade pelo ELISA-IgM, 33,5% pela RIFI-IgM e 1,6% pelo Kato-Katz, que indicou uma média geométrica de 40,9 ovos por grama de fezes (opg). A concordância de resultados, quase perfeita (índice Kappa de 0,89), observada entre os dois métodos sorológicos, indica um bom desempenho diagnóstico do teste em avaliação. O ELISA-IgM constitui-se em um método potencialmente útil para fins diagnósticos da esquistossomose, em indivíduos com baixa carga parasitária.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Luiz Candido de Souza Dias - Integrante / Dirce Mary Correia Lima - Integrante / Lanny Cristina Burlandy Soares - Integrante / Ricardo Mário de Carvalho Ciaravolo - Integrante / Hermínia Yohko Kanamura - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 3

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados in vitro por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o pool de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os spots que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os spots correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores senso e anti-senso para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados in vitro por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o pool de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os spots que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os spots correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores senso e anti-senso para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados in vitro por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o pool de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os spots que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os spots correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores senso e anti-senso para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen® Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH®, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen® Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH® e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH® e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante.Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen® Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH®, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen® Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH® e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH® e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen® Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH®, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen® Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH® e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH® e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen® Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH®, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen® Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH® e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH® e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen® Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH®, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen® Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH® e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen® Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH® e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2017 - Atual

    APLICABILIDADE DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS NA TÉCNICA DE IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: O objetivo principal desse trabalho de pesquisa é avaliar a aplicabilidade de anticorpos monoclonais e policlonais, disponíveis comercialmente e produzidos em laboratório (in house), para o diagnóstico imuno-histoquímico de leishmaniose tegumentar. Para tanto, iremos otimizar o uso dos anticorpos e as etapas de recuperação antigênica, reação e detecção dos anticorpos para os ensaios de imuno- histoquímica. Após otimização, a técnica imuno-histoquímica será aplicada em um mínimo de 60 amostras de pacientes com diagnóstico confirmatório para leishmaniose cutânea em ao menos um dos métodos realizados na rotina do Centro de Referências em Leishmanioses do Instituto René Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (CRL/IRR/FIOCRUZ) Como grupo controle, serão usadas, no mínimo, 15 amostras de pacientes que possuíam suspeita de leishmaniose cutânea, porém tiveram diagnóstico confirmatório para outra doença. Essas amostras serão codificadas e mescladas para realização de estudo cego. Os resultados da técnica de imuno-histoquímica serão comparados aos do exame direto (imprint e aspirado), histopatológico e moleculares realizados na rotina do CRL/IRR/FIOCRUZ. Ao final do estudo, teremos uma técnica de imuno- histoquímica padronizada para o diagnóstico de leishmaniose, particularmente para a identificação de L. braziliensis, a espécie mais significativa no nosso meio. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante.

  • 2017 - Atual

    Desenvolvimento de técnica imuno-histoquímica para o diagnóstico da leishmaniose tegumentar, Descrição: A proposta deste trabalho de pesquisa é desenvolver uma técnica de IHQ, utilizando anticorpo monoclonal (AcMo), para o diagnóstico da LT. Para tanto, a partir da revisão de literatura, serão identificados antígenos expressos em Leishmania braziliensis, L. amazonensis ou L. guyanenesis com comprovada imunorreatividade. Através de análises in silico serão selecionados os antígenos que apresentam mais de 60% de homologia entre as três principais espécies responsáveis pela LT no Brasil. Em seguida, de acordo com resultados de localização celular e predição de epítopos de células B, serão identificados os candidatos mais promissores para serem produzidos pela técnica do DNA recombinante. Após a obtenção dos antígenos recombinantes, serão produzidos AcMos para serem usados na padronização da técnica de IHQ, utilizando modelo animal infectados com as espécies de Leishmania spp., responsáveis pela doença no Brasil. Logo após, a técnica de IHQ padronizada será validada em um mínimo de 100 amostras histológicas de pacientes com suspeita de LT (30 casos com a forma cutânea, 30 casos com a forma mucosa e 40 controles) atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do IRR/FIOCRUZ, no período de julho de 2017 a julho de 2018. Os resultados serão comparados com os do exame direto, cultura, reação em cadeia da polimerase (PCR) e exame histopatológico. O desenvolvimento desse projeto contribuirá para a produção de um kit protótipo para diagnóstico laboratorial, por meio da técnica de imuno-histoquímica, proporcionando aumento do acesso ao diagnóstico confirmatório, dos pacientes com LT no Brasil.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Marcelo Antônio Pascoal Xavier - Integrante / Daniel Moreira Avelar - Integrante / Juliana Wilke Saliba - Integrante / Gláucia Cota - Integrante / Mariana Lourenço Freire - Integrante / Silvane Maria Fonseca Murta - Integrante / Jerônimo Conceição Ruiz - Integrante / Daniela de Melo Resende - Integrante / Leilane Oliveira Gonçalves - Integrante.

  • 2016 - 2018

    APLICABILIDADE DE TESTES SOROLÓGICOS PARA DIAGNÓSTICO DA FORMA MUCOSA DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR, Descrição: Nesse estudo a aplicabilidade dos testes sorológicos, desenvolvidos e registrados na ANVISA para o diagnóstico da leishmaniose visceral (LV), foi avaliada para o diagnóstico da LM. Dessa forma, foram selecionados os testes sorológicos para o diagnóstico da LV com registro ativo na ANVISA. Além destes, foi incluído um kit protótipo do teste de aglutinação direta, produzido no Instituto René Rachou (DAT-LPC). Análise de desempenho dos testes foi realizada com 40 amostras de soro de pacientes com diagnóstico de LM, confirmados laboratorialmente ou por critério clínico-epidemiológico associado à prova terapêutica e 20 amostras de soro de pacientes com suspeita de LM, mas que tiveram confirmação de outras etiologias, atendidos no Centro de Referência em Leishmaniose do Instituto René Rachou, no período de 2009 a 2016. As amostras de soro foram mascaradas e testadas, em estudo do tipo cego, com os testes sorológicos Leishmania ELISA IgG+IgM, Ridascreen Leishmania Ab, IFI Leishmaniose Humana, IT-LEISH, selecionados na plataforma eletrônica da ANVISA, e o DAT-LPC, seguindo as recomendações dos fabricantes. Em seguida o banco de dados foi aberto e os resultados foram analisados. A acurácia diagnóstica de todos os testes foi moderada, destacando os testes Ridascreen Leishmania Ab (86,2%) e Leishmania ELISA IgG+IgM (73,3%). O IFI Leishmaniose Humana apresentou uma acurácia de 66,7%, enquanto o IT-LEISH e DAT-LPC demonstraram a menor acurácia (38,3%), apesar de alta especificidade (100% e 95%, respectivamente). Através de análise por curva ROC, novos pontos de corte foram defenidos para os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen Leishmania Ab, com aumento da acurácia de 73,3% para 88% (p= 0,04) e de 86,2% para 89% (p= 0,64), respectivamente. Houve diferenças significativas na acurácia dos testes sorológicos, aplicados para o diagnóstico da LM, sendo no geral apenas razoável. Os resultados obtidos sugerem que os testes Leishmania ELISA IgG+IgM e Ridascreen Leishmania Ab poderiam compor um algoritmo de investigação para LM e que os testes IFI Leishmaniose Humana, IT LEISH e DAT-LPC não deveriam ser utilizados para o diagnóstico de LM.. , Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Gláucia Cota - Integrante / Diana Souza de Oliveira - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático para o diagnóstico da leishmaniose visceral baseado nos principais exo-antígenos secretados/excretados ?in vitro? por Leishmania (L.) infantum (LiESA), Descrição: Esse projeto, o ?pool? de exo-antígenos será submetido à eletroforese bidimensional, para separar as proteínas potencialmente antigênicas. Em seguida as proteínas serão transferidas para membrana de PVDF, onde será realizada a técnica de Western-blot com amostras controle positivas e negativas. Após, os ?spots? que apresentarem mais imunorreatividade, servirão de base para extrair do gel de poliacrilamida, os ?spots? correspondentes. O antígeno, contido nesses, serão tratados e submetidos à análise em espectrometria de massa (MALDI TOF). As sequências polipeptídicas obtidas serão analisadas por busca de similaridade com as sequências já depositadas. Baseado nessas analises, será possível montar constructos polipeptídicos, que serão convertidos em sequências polinucleotídicas. Tendo como base essas sequências, serão desenhados iniciadores ?senso? e ?anti-senso? para serem usados na reação de polimerização em cadeia (PCR), que amplificará a sequência alvo, a partir de cDNA obtido por meio da amplificação do RNA total de L. infantum. A identificação e caracterização desses exo-antígenos poderá resultar na detecção de antígenos especificos e com alta imunorreatividade, que possam ser utilizadas como marcadores para o diagnóstico sorológico da LV ou futuramente, constituir uma alternativa para a produção de uma vacina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de técnicas sorológicas de diagnóstico para a esquistossomose mansoni utilizando microesferas., Descrição: Este trabalho tem o objetivo de detectar e mensurar precocemente o ACC, um antígeno circulante secretado pelo parasito, presente somente em infecções ativas, inclusive em infecções unisexuais, cujo título se correlaciona com a intensidade da infecção, decaindo após o tratamento efetivo. A partir da purificação deste antígeno, anticorpos IgM monoclonais serão produzidos e adsorvidos a microesferas com alto grau de interação com biomoléculas e de fácil reutilização. Para o aumento da eficiência, estas microesferas serão mantidas sob agitação durante os testes, o que irá permitir um contato significativamente maior com o antígeno.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Cristina Toscano Fonseca - Coordenador / Paulo Marcos Zech Coelho - Integrante / Naftale Katz - Integrante / Carlos Delfin Chávez Olortegui - Integrante / Rafaella Fortini Pinto Grenfell - Integrante / Tatiane Teixeira de Melo - Integrante.

  • 2008 - 2010

    Desenvolvimento de um ensaio imunoenzimático, baseado em exo-antígeno de Leishmania (L.) chagasi, para diagnóstico da leishmaniose visceral humana, Descrição: A proposta deste projeto de pesquisa é purificar, caracterizar e aplicar exo-antígenos de Leishamnia (L.) chagasi em um ensaio imunoenzimático e avaliar sua aplicação para o diagnóstico laboratorial da leishmaniose visceral. O desenvolvimento deste projeto de pesquisa poderá proporcionar a padronização de um ensaio imunoenzimático com altos índices de sensibilidade, especificidade e baixo custo de produção, contribuindo para o diagnóstico laboratorial quando aplicado no diagnóstico individual e em programas de controle da leishmaniose visceral. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Ana Rabello - Integrante / Luciana de Almeida Silva Teixeira - Coordenador / Antonio Walter Ferreira - Integrante / Aluízio Prata - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Padronização e avaliação da técnica de aglutinação direta para o diagnóstico da leishmaniose visceral, Descrição: O objetivo deste projeto é produzir e avaliar um kit protótipo do teste de aglutinação direta usando, como antígeno, promastigotas de Leishmania chagasi, para o diagnóstico sorologico da leishmaniose visceral.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Edward José de Oliveira - Integrante / Mariana Junqueira Pedras - Integrante / Luciana de Gouvêa Viana - Integrante / Ana Rabello - Coordenador / Isabella de Morais Assis - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 2

  • 2007 - 2009

    Construção e produção de proteínas quiméricas multi-epítopos para aplicação no imunodiagnóstico da esquistossomose mansoni, Descrição: Neste trabalho de pesquisa iremos produzir proteínas quiméricas multi-epítopos através da tecnologia do DNA recombinante e utiliza-los na padronização de um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. As proteínas produzidas serão submetidas aos ensaios imunoenzimaticos para avaliar os respectivos índices imunorreatividades contra um pool de soros humanos conhecidamente positivos e negativos. As proteínas que apresentarem melhor desempenho imunodiagnóstico serão utilizados como antígeno para padronizar um método sorológico para diagnóstico laboratorial da esquistossomose mansoni. Posteriormente este método será aplicado em nossa sorotéca, devidamente já caracterizada, composta por amostras de soros coletadas de indivíduos positivos para ovos de S. mansoni nas fezes, amostras de soros de indivíduos portadores de outras parasitoses e amostras de soro de indivíduos saudáveis. Com os resultados deste procedimento será possível determinar os parâmetros sorológicos de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, co-positividade, co-negatividade e eficiência diagnóstica do método padronizado. Além disso, vamos avaliar a capacidade do método em diferenciar a esquistossomose na forma aguda da crônica através da pesquisa de anticorpos IgA e IgM. A padronização de um método sorológico que apresente bons índices de sensibilidade e especificidade poderá contribuir para o diagnóstico laboratorial da esquistossomose, principalmente quando empregado nos programas de controle em área de baixa endemicidade para a mesma.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Edward José de Oliveira - Coordenador / Ana Rabello - Integrante / Luciana Inácia Gomes - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2016

Prêmio Jovem Pesquisador 2016, 1 Lugar na Categoria Mestrado, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

2015

Melhor Trabalho de Inovação Tecnológica 2015, Centro de Pesquisas René Rachou-Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico.

2011

Melhor Trabalho de Inovação Tecnológica, Centro de Pesquisas René Rachou e Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico.

2010

Mensão Honrosa, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

2009

Menção Honrosa, Fundação Oswaldo Cruz-FIOCRUZ.

2005

Novartis, Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.

2003

Honra ao Mérito, Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas René Rachou. , Av. Augusto de Lima, 1715, Sala 240, Barro Preto, 30190002 - Belo Horizonte, MG - Brasil - Caixa-postal: 1743, Telefone: (31) 33497783, Fax: (31) 32953115, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2013 - Atual

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2008 - 2010

    Universidade Federal do Triângulo Mineiro

    Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesq. Colaborador, Carga horária: 6

  • 2006 - Atual

    Fundação Oswaldo Cruz

    Vínculo: Servidor, Enquadramento Funcional: Pesq e prof. no Curso de Pós-Gradução/CPqRR, Carga horária: 40

    Atividades

    • 07/2006

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Pesquisas René Rachou, .,Linhas de pesquisa

  • 1998 - 2006

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40

    Atividades

    • 02/1998 - 01/2006

      Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Farmacêuticas, .

  • 1996 - 2002

    Diagnóstico Médico Stelini

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 36

    Outras informações:
    Nesta empresa eu exerci a função de bioquimico plantonista, onde supervisionava uma pequena equipe de funcionarios

    Atividades

    • 10/1996 - 08/2002

      Serviços técnicos especializados .,Serviço realizado, Serviço técnico especializado nos setores de hematologia, bioquimica, urinalise, microbiologia e parasitologia em regime de plantão.

  • 1994 - 1996

    Laboratório Samaritano de Patologia Clínica

    Vínculo: Funcionario, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 30

    Atividades

    • 01/1994 - 02/1996

      Serviços técnicos especializados .,Serviço realizado, Serviço técnico especializado nos setores de hematologia, bioquimica, parasitologia, microbiologia e urinálise em regime de plantão.

  • 1999 - 2002

    Laboratório de Análise Clínicas Dr J A Vozza

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Supervisor, Carga horária: 36

    Atividades

    • 07/1999 - 01/2002

      Serviços técnicos especializados .,Serviço realizado, Serviço técnico especializado nos setores de hematologia, bioquimica, urinalise e microbiologia em regime de plantão. Supervisor de uma equipe plantonista..

  • 1995 - 1997

    Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr. Domingos A. Boldrini

    Vínculo: Funcionário, Enquadramento Funcional: CLT, Carga horária: 30

    Atividades

    • 02/1995 - 05/1997

      Serviços técnicos especializados .,Serviço realizado, Análise hematológico, bioquímico, urinálise e parasitológico.