João Luiz Kaled Da Cás

Atualmente é Ajudante de pesquisador da Universidade de Brasília.

Informações coletadas do Lattes em 06/02/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em andamento em Engenharia Automotiva

2009 - Atual

Universidade de Brasília

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Patricia Regina Sobral Braga

MODELAGEM DE SISTEMA DE AUTOMAÇÃO PARA PLANTA DE PRODUÇÃO DE BIODIESEL EM PEQUENA ESCALA; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Engenharia Automotiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Patricia Regina Sobral Braga;

Sandra Maria da Luz

Obtenção de Nanocristais de Celulose para Uso na Indústria Automobilística; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Engenharia Automotiva) - Universidade de Brasília; Orientador: Sandra Maria da Luz;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2009 - Atual

    Obtenção de Nanocristais de Celulose para Uso na Indústria Automobilística, Descrição: O setor automobilístico é um dos mais importantes e rentáveis da economia na atualidade Brasileira. Porem, como qualquer grande área de desenvolvimento, uma série de problemas e agressões ao meio-ambiente estão à ela associadas. Um dos mais notáveis erros da industria é o desenvolvimento de materiais e peças não biodegradáveis para os seus automóveis. Lixões estão crescendo desenfreadamente e contaminando o ar e os lençóis freáticos com substancias estranhas a biosfera. Revestimentos internos para carros, cada vez mais tecnológicos e com compostos muito estáveis e de difícil desintegração por vias naturais, estão empilhados aos montes em locais sem devida organização para recebimento desses materiais. Tais compostos, que compõem as partes internas de autos, são, em geral, fabricados com compósitos plásticos (material composto de mais de uma substancia). Os plásticos, devido a sua origem no petróleo, são dotados de grande período de degradação (cerca de milhões de anos) isso é um grave problema quando a produção é muito grande. Por esse motivo o presente resumo tem por finalidade apresentar uma proposta de sintetização de compósitos naturais, com o objetivo de substituir os atuais compostos de plásticos. Um compósito natural é aquele que contem polímeros conhecidos pelo meio ambiente como: açucares (celulose, maltose, malto-dextrose). Tais polímeros, se associados a polímeros plásticos, originam compósitos que conservam características dos dois tipos, a biodegradabilidade da molécula natural, e as características físicas (mecânicas, térmicas e estruturais) da parte oriunda do petróleo. O mais emblemático polímero natural que pode vir a ser utilizado para a sintetização de compósitos biodegradáveis é a celulose. A celulose é o material orgânico mais abondante na terra (produção anual de cerca de 50 bilhões de toneladas) e é composto por duas moléculas de glicose esterificadas. Esse polímeros pode ser obtido pelo mesmo processo utilizado nas industria. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: João Luiz Kaled Da Cás - Coordenador.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de Brasília, Campus Gama FGA-UnB. , Área Especial, quadra 1 (Antigo Fórum do Gama), Setor Central, 72405-610 - Brasilia, DF - Brasil

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional