Sérgio Ricardo Pereira Cardoso

Possui graduação em Licenciatura Plena Em História pela Universidade Católica de Pelotas (2002), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (2004) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (2011). Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Campus Bragança - PA, líder de grupo do pesquisa ETTHOS (EDUCAÇÃO, Trabalho, Tecnologia, Humanidade Organização Social); Coordenador de subprojeto de Educação do Campo (IFPA Campus Bragança) e Coordenador de Extensão do IFPA Campus Bragança. Atualmente concentra-se nas áreas de Saberes Tradicionais e Desenvolvimento Rural, Educação Profissional e Tecnológica, além de recentemente colaborar como docente no Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT)

Informações coletadas do Lattes em 28/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Educação

2007 - 2011

Universidade Federal de Pelotas
Título: Associação Sul Riograndense de Professores: o associativismo docente em Pelotas (1929-1979)
Orientador: Elomar Antônio Callegaro Tambara
Palavras-chave: Educação; História da Educação; História do Rio Grande do Sul; Pelotas-RS; Profissão Docente; Associações e sindicatos. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação / Especialidade: História da Educação. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação / Especialidade: Sociologia da Educação. Setores de atividade: Educação; Mercado de Trabalho e Mão-De-Obra; Formação Permanente e Outras Atividades de Ensino, Inclusive Educação À Distância e Educação Especial.

Mestrado em Educação

2002 - 2004

Universidade Federal de Pelotas
Título: Às Sombras da Disciplina,Ano de Obtenção: 2004
Orientador: Agostinho Mario Dalla Vecchia
Palavras-chave: História da Educação; Educação; Poder; Punições Escolares; Disciplinamento; Colégio Municipal Pelotense. Grande área: Ciências HumanasGrande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação / Especialidade: História da Educação. Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Ensino-Aprendizagem. Setores de atividade: Educação; Educação Média de Formação Geral.

Especialização em Filosofia Moral e Política

2005 - 2008

Universidade Federal de Pelotas
Título: A ESCOLA E A DOCÊNCIA SEGUNDO GRAMSCI
Orientador: Joãosinho Beckenkamp

Especialização em Memória, Identidade e Cultura Material

2005 - 2007

Universidade Federal de Pelotas
Título: OS COMPÊNDIOS ?HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL PARA O ENSINO CÍVICO? E A EXALTAÇÃO DO CIVISMO REPUBLICANO GAÚCHO
Orientador: Sebastião Peres

Graduação em Licenciatura Plena Em História

1999 - 2002

Universidade Católica de Pelotas
Título: Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição de Canguçu: uma perspectiva histórica
Orientador: Eliane Nunes

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2015 - 2015

Economia Solidária: Associativismo e Cooperativismo.. (Carga horária: 8h). , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, IFPA, Brasil.

2015 - 2015

Extensão Universitária Inovadora aplicada a EES. (Carga horária: 8h). , Universidad de Alicante, UA, Espanha.

2010 - 2010

Int. aos problemas, teorias e met no campo da Hist. (Carga horária: 6h). , Associação Nacional de História - Seção Rio Grande do Sul, ANPUH/RS, Brasil.

2006 - 2006

Curso de Capacitação de Tutores. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2006 - 2006

Os Saberes nas Ciências Humanas. (Carga horária: 8h). , Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil.

2006 - 2006

curs o de capacitação em Ambiente de Aprendizagem. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2005 - 2005

História dos Movimentos Sociais. (Carga horária: 32h). , Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.

2005 - 2005

História:Sociedade, Cultura e Imaginário. (Carga horária: 32h). , Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP, Brasil.

2005 - 2005

Tendências da Historiografia Contemporânea. (Carga horária: 32h). , Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP, Brasil.

2005 - 2005

Introdução à História da Antiga China. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em PRÉ-HISTÓRIA. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2004 - 2004

Extensão universitária em Aspectos da Escravidão e as Novas Abordagens. (Carga horária: 20h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2003 - 2003

Extensão universitária em La irremediable diferencia. Lenguaje y Finitud. (Carga horária: 40h). , Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.

2002 - 2002

Formação de Agentes de Pastoral Social. (Carga horária: 30h). , Universidade Católica de Pelotas, UCPEL, Brasil.

2000 - 2002

Espanhol. (Carga horária: 135h). , WINNERS, WINNERS, Brasil.

1999 - 2002

Inglês. (Carga horária: 225h). , WINNERS, WINNERS, Brasil.

2000 - 2000

CB-51 Básico de realinhamento de Rádio enlace e Multiplex. (Carga horária: 40h). , Parque de Material de Eletrônica de Aeronáutica, PAMA, Brasil.

2000 - 2000

DT-405 MANUTENÇAÕ DE MODEM DS4801. (Carga horária: 40h). , Segundo Centro de Defesa Aérea e Controle de tráfego aéreo, CINDACTA II, Brasil.

2000 - 2000

MNT de Estações Integradas de Rádio VHF/AM 0200 (MN-33). (Carga horária: 40h). , Instituto de Proteção ao Vôo, IPV, Brasil.

1999 - 2000

Extensão universitária em Educação Especial: EDUCAÇÃO/DIVERSIDADE/INCLUSÃO. (Carga horária: 80h). , Universidade Católica de Pelotas, UCPEL, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em Literaturas Indígenas da América Latina. (Carga horária: 40h). , Universidade Católica de Pelotas, UCPEL, Brasil.

1999 - 1999

Extensão universitária em O Lúdico e a Educação. (Carga horária: 40h). , Universidade Católica de Pelotas, UCPEL, Brasil.

1997 - 1997

O Ensino da Arte e suas Múltiplas Possibilidades. (Carga horária: 24h). , Secretaria de Educação e Cultura do Pará, SEC-PA, Brasil.

1995 - 1995

Curso MN-077 (Manutençâo dos equipamentos de tratamento de dados do Radar. (Carga horária: 110h). , Diretoria de Eletrônica e Proteção ao Vôo da Aeronáutica, DEPV, Brasil.

1992 - 1992

Curso de Manutenção de Radar LP-23M. (Carga horária: 240h). , Diretoria de Eletrônica e Proteção ao Vôo da Aeronáutica, DEPV, Brasil.

1989 - 1991

Técnico Especialista em Eletrônica. (Carga horária: 2541h). , Escola de Especialistas de Aeronáutica, EEAR, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.

Bandeira representando o idioma Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Desenvolvimento.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Rural.

Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Tópicos Específicos de Educação/Especialidade: Educação Rural.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Rural.

Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Conhecimento.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; BARBOZA, R. S. L. ; NASCIMENTO, J. R. . II SEMINÁRIO DE ETNOBIODIVERSIDADE E QUESTÕES AMBIENTAIS DA AMAZÔNIA. 2016. (Congresso).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; ARAUJO, A. R. O. ; RIBEIRO, E. L. L. . II SEMINÁRIO INSTITUCIONAL DO PIBID-DIVERSIDADE / IFPA. 2015. (Congresso).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; CAMPOS, E. A. ; POJO, A. ; VASCONCELOS, A. . I SEMINÁRIO INTEGRADOR DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DO IFPA CAMPUS BRAGANÇA. 2015. (Congresso).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . III Encontro de Iniciação à Docência do PIBID/IFPA e I Seminário Institucional do PIBID Diversidade/IFPA. 2014. (Congresso).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; MELO, M. A. D. . VI SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO (VI SICTI). 2014. (Outro).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Gincana de Alunos do Câmpus Bento Gonçalves do IFRS. 2009. (Outro).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Festa Junina do Câmpus Bento Gonçalves do IFRS. 2009. (Outro).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . V Mostra Técnica, I Salão de Iniciação Científica e Feira Das Profissões do Campus Bento Gonçalves do IFRS. 2009. (Congresso).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . A Pesquisa Histórica em Debate. 2007. (Outro).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . I Jornada de Estudos Históricos da Antiguidade, da Idade Média e do Rio Grande do Sul. 1999. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

13 ENCONTRO NORTE E NORDESTE DOS ESTUDANTES DE PEDAGOGIA.CONTRIBUIÇÕES DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID - DIVERSIDADE NA LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO NO IFPA CAMPUS BRAGANÇA. 2016. (Encontro).

13 ENCONTRO NORTE E NORDESTE DOS ESTUDANTES DE PEDAGOGIA.SABERES-FAZERES TRADICIONAIS / ARTESANAIS DA PRODUÇÃO DE FARINHA DE MANDIOCA NO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA-PA (AMAZÔNIA ATLÂNTICA): CONTEÚDOS INFORMAIS DE UMA EDUCAÇÃO DO CAMPO NÃO ESCOLARIZADA. 2016. (Encontro).

1 ENCONTRO DE EXTENSÃO DO IFPA: Ações, desafios e perspectivas. 2015. (Encontro).

1 ENCONTRO DE EXTENSÃO DO IFPA: Ações, desafios e perspectivas.Extensão no IFPA Campus Bragança: limites e possibilidades.. 2015. (Encontro).

I SEMINÁRIO INTEGRADOR DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DO IFPA CAMPUS BRAGANÇA.O PAPEL DA EXTENSÃO NO DESENVOLVIMENTO LOCAL. 2015. (Seminário).

IX CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA. Breves reflexões de um professor estreante na disciplina "História do Desenvolvimento Rural. 2015. (Congresso).

VIII Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural Sustentável, Cooperativismo e Economia Solidária.O Resgate dos Saberes Tradicionais e o Desenvolvimento Rural Sustentável. 2015. (Seminário).

V SEMANA DE INTEGRAÇÃO EM CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA E IV FEIRA DE SABERES E SABORES AMAZÔNICOS.A PRODUÇÃO DE FARINHA DE MANDIOCA E O MANEJO DE SEUS DERIVADOS NO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA-PA (AMAZÔNIA ATLÂNTICA) E SEUS SABERES-FAZERES TRADICIONAIS / ARTESANAIS: uma perspectiva Etnoecológica.. 2015. (Seminário).

V SEMANA DE INTEGRAÇÃO EM CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA E IV FEIRA DE SABERES E SABORES AMAZÔNICOS. 2015. (Seminário).

V SEMANA DE INTEGRAÇÃO EM CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA E IV FEIRA DE SABERES E SABORES AMAZÔNICOS.SABERES-FAZERES SOBRE A CATAÇÃO DE CARANGUEJOS EM BRAGANÇA-PA: Uma perspectiva Etnoecológica.. 2015. (Seminário).

13 Encontro da Associação Sul-Riograndense de Pesquisadores em História da Educação. 2007. (Encontro).

1 Seminário Diálogos com Paulo Freire. 2007. (Seminário).

7 Encontro sobre o Poder Escolar. 2007. (Encontro).

III Ciclo de Estudos "Filosofia e Educação: tem jogo nesse campo".. 2007. (Congresso).

II Seminário de História do RS. 2007. (Seminário).

I Seminário do Curso de História - A Pesquisa Histórica em Debate. 2007. (Seminário).

I Simpósio Internacional da Educação. 2007. (Simpósio).

XXIV Simpósio Nacional de História. 2007. (Simpósio).

12 Encontro da Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação. 2006. (Encontro).

2 Congresso Internacional de Educação / 12ª Jornada Nacional de Educação. 2006. (Congresso).

8 Fórum de Estudos: Leituras de Paulo Freire. 2006. (Encontro).

I Seminário de Avaliação Institucional UFPEL. 2006. (Seminário).

Mostra de Pôster em comemoração aos 30 anos da Faculdade de Educação - UFPel.FSHFE no Curso de Licenciatura em Matemática da UFPel. 2006. (Outra).

Mostra de Pôster em comemoração aos 30 anos da Faculdade de Educação - UFPel.A Heroificação dos Republicanos Gaúchos nos compêndios da História do Rio Grande do Sula durante a I República. 2006. (Outra).

Seminário de História do Rio Grande do Sul. 2006. (Seminário).

Simpósio de Matemática e Ensino à Distância. 2006. (Simpósio).

Temas em Ética e Filosofia Política. 2006. (Outra).

VIII Encontro Estadual de História. 2006. (Encontro).

VI Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul. 2006. (Seminário).

V Seminário de Educação e Comunicação e IV Colóquio sobre Imaginário, Cultura e Educação. 2006. (Seminário).

XII Semana Acadêmica de História. 2006. (Seminário).

Atelier de Clio - Oficinas de História e Linguagens.. 2005. (Oficina).

Semana Acadêmica de Filosofia 2005. 2005. (Seminário).

VI Jornada de História Antiga. 2005. (Congresso).

Globalização, Educação e Formação Docente - A Pesquisa em Educação. 2004. (Seminário).

Semana Acadêmica de Filosofia 2004. 2004. (Seminário).

XI Semana Acadêmica de História: Teoria e História, novos rumos. 2004. (Outra).

I Encontro de História da Educação em Debate. 2003. (Encontro).

I Seminário de Pesquisa em Educação. 2003. (Seminário).

I Seminário sobre Marx. 2003. (Seminário).

IX Encontro Sul-riograndense de Pesquisadores em História da Educação. 2003. (Encontro).

X Semana Acadêmica do Curso de Licenciatura em História da Universidade Federal de Pelotas. 2003. (Seminário).

I Encontro Inter Diocesano de Capacitação em Dependência Química. 2002. (Encontro).

II Jornada Pedagógica Franciscana. 2002. (Seminário).

II Seminário Internacional da região Sul. 2002. (Seminário).

II Seminárion de História e Geografia de Pelotas. 2002. (Seminário).

II Seminário sobre Paulo Freire. 2002. (Seminário).

I Mostra de Pesquisa em Educação. 2002. (Outra).

IX SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA DA UFPEL. 2002. (Seminário).

Seminário Estadual de História e Turismo no Rio Grande do Sul. 2001. (Seminário).

Seminário Regional de História. 2001. (Seminário).

Vigotsky: pensamentos e palavras. 2001. (Outra).

Ciclo de Palestras- BRASIL 500 ANOS. 1999. (Simpósio).

Fórum Estadual de Literatura Infanto-juvenil. 1999. (Congresso).

III Seminário Estadual de Educação Básica. 1999. (Seminário).

II Seminário Nacional sobre Linguagem e Ensino. 1999. (Seminário).

I Jornada de Estudos Históricos da Antigüidade, da Idade Média e do Rio Grande do Sul. 1999. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Samuel Antonio Silva do Rosario

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; SARAIVA, LUIS JUNIOR COSTA. A ETNOMATEMÁTICA E A ETNOFÍSICA DA CERÂMICA PRODUZIDA NA VILA ?CUÉRA? EM BRAGANÇA (PA). 2018. Dissertação (Mestrado em LINGUAGENS E SABERES NA AMAZÔNIA) - Universidade Federal do Pará.

Aluno: Clêncio Braz da Silva Filho

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; VERAS NETO, F. Q.; CAPORLINGUA, V. H.. Educação Ambiental Transformadora e Bacharelismo: uma leitura a partir de Pierre Bourdieu.. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação Ambiental) - Universidade Federal do Rio Grande.

Aluno: Samuel Antonio Silva do Rosario

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; SARAIVA, LUIS JUNIOR COSTA. A ETNOMATEMÁTICA E A ETNOFÍSICA DA CERÂMICA PRODUZIDA NA VILA ?CUÉRA? EM BRAGANÇA (PA). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em LINGUAGENS E SABERES NA AMAZÔNIA) - Universidade Federal do Pará.

Aluno: Maria Goreth SoaresTeles

PILLETTI, E. A.;CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. ANÁLISE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM VIVEIRO EDUCADOR NA ALDEIA TENETEARA-TEMBÉ, COMO UMA ESTRATÉGIA PARA FOMENTAR A RECUPERAÇÃO DE ÁREAS ALTERADAS DA TIARG.. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará.

Aluno: Amós Santos Amorim

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; NASCIMENTO, J. R.. Rio de Memórias: um olhar sobre as transformações nas etnorrelações de uma comunidade pesqueira, Resex Marinha Araí-Peroba. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará.

Aluno: Adriana Pancotto

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. A Educação Física e a Formação Integral dos Sujeitos de PROEJA do IFRS-BG. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Luciane Dutra Ribeiro

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. O PROEJA-FIC e a assunção das identidades dos sujeitos. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Carina Fior Postingher Balzan

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. A Literatura na constituição da subjetividade dos educandos do PROEJA. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Lidiane Bom Fagundes de Moraes

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Turismo nas Charqueadas São João e Santa Rita: um estudo de caso. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Turismo: Ambiente e Cultura) - Universidade Católica de Pelotas.

Aluno: Sérgio Alberto Razera de Matos

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Tombamento: evolução constitucional do tema. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Turismo: Ambiente e Cultura) - Universidade Católica de Pelotas.

Aluno: Viviane de Oliveira Miranda

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; VERGARA, E.. Participação de TCC intitulado "O auxílio do uso do vídeo na produção textual de crianças da 5ª série da Escola Municipal Rui Poester Peixoto". 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Leitura e Produção Textual) - Universidade Federal de Pelotas.

Aluno: GEISA NAISA TAVARES NAZIAZENO/ ANA PATRÍCIA SOUSA NASCIMENTO

PILLETTI, E. A.;CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; LIMA, V. F.. A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO FUNDAMENTAL: PERSPECTIVAS, LIMITES E DESAFIOS PARA A GESTÃO AMBIENTAL. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Gestão Ambiental) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará.

Aluno: Aila de Carvalho Freitas

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; DOMINGUES, D.; SANTOS, L. O.. USO DE PLANTAS PARA FINS MEDICINAIS: UMA PERSPECTIVA ETNOBOTÂNICA EM TAMATATEUA- RESEX MARINHA CAETÉ-TAPERAÇU, BRAGANÇA, PARÁ.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará.

Aluno: Ednaldo Gomes e Silva; Pedro Paulo dos Reis Costa

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; ROCHA, J. A. P.; RIBEIRO, E. L. L.. RECURSOS HÍDRICOS SUBTERRÂNEOS: Realidade e Desafios para Gestão e Sustentabilidade dos Sistemas de Abastecimento de Água em Comunidades da Zona Rural no Município de Viseu-Pará-Brasil.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Gestão Ambiental) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará.

Aluno: Erivane Sena Botelho; Laélia dos Santos Araújo

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; SILVA, L. R.; ROCHA, A. S.. A formação de Professores de Física no Campus BRagança. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Física) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do IFPA - Campus BRagan.

Aluno: Augustinho Neto Ribeiro Duarte; Cleia Ribeiro de Oliveira

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; SILVA, L. R.; PANTOJA, P.. A relação entre trabalho e evasão escolar no processo de ensino-aprendizagem de jovens trabalhadores da EJA na Escola Estadual Silvestre Carneiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Pedagogia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do IFPA - Campus BRagan.

Aluno: Rita Maria Silva de Araújo

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Instituto Federal do Rio Grande do Sul - Campus Bento Gonçalves: O Ensino do Direito para alunos do PROEJA - FIC. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Ivan Sérgio Luchese

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. A atuação docente e a educação profissional. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Renata Prina da Silva

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. PROEJA-FIC: Percepções de uma pesquisadora. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Aluno: Miria Trentin Cargnin

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Formação dos professores para a Educação Profissional no IFRS - uma realidade a ser construída. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Seleção de Professor Substituto em Licenciatura Plena em História. 2011. IFRS - Câmpus Rio Grande.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Concurso Público para provimento de cargo de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico na área de Filosofia. 2010. IFRS-Câmpus Bento Gonçalves.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Concurso Público para Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico de Geografia (edital 05/2009). 2009. IFRS-Câmpus Bento Gonçalves.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Concurso Público para Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico de Ciências Sociais (edital 05/2009). 2009. IFRS-Câmpus Bento Gonçalves.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Concurso Público para Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico de Elétrica (edital 05/2009). 2009. IFRS-Câmpus Bento Gonçalves.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. 63ª Reunião Anual da SBPC. 2011. Universidade Federal de Goiás.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. 62ª Reunião Anual da SBPC. 2010. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. 61ª Reunião Anual da SBPC. 2009. Universidade Federal do Amazonas.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. Banca avaliadora dos projetos do I Salão de Iniciação Científica do IFRS. 2009. IFRS-Câmpus Bento Gonçalves.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira. 60ª Reunião Anual da SBPC. 2008. Universidade Estadual de Campinas.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; LEIVAS, Cláudio R. C.; ALVES, Rozane da S.. Membro da banca de seleção para Professor Formador e Tutor no Curso de Licenciatura Plena em Matemática, na condição de Presidente da Banca. 2007. Universidade Federal de Pelotas.

LEIVAS, Cláudio R. C.;CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira; ALVES, Rozane da S.. Membro da banca de seleção para Professor Formador e Tutor no Curso de Licenciatura Plena em Matemática. 2007. Universidade Federal de Pelotas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Agostinho Mário Dalla Vecchia

VECCHIA, A. M. D.VECCHIA, Agostinho Mario Dalla; GHIGGI, Gomercindo; STEPHANOU, Maria. Castigos escolares e antidialogicidade. 2003. Outra participação, Universidade Federal de Pelotas.

Sebastião Peres

PERES, S.; Fachel, J. P. G.; AMARAL, G. L.. Os Compêndios de. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Memória Identidade e Cultural Material) - Universidade Federal de Pelotas.

Gomercindo Ghiggi

GHIGGI, G.VECCHIA, A. M. D.CRUZ, Armando Manuel de Oliveira; STEPHANOU, Maria. Às sombras da disciplina. 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Gomercindo Ghiggi

GHIGGI, G.VECCHIA, A. M. D.; STEPHANOU, Maria; PEREIRA, M. V.. Castigos escolares e antidialogicidade - Qualificação de Projeto. 2003. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Gomercindo Ghiggi

TAMBARA, Elomar Antonio CallegaroGHIGGI, G.KREUTZ, Lúcio; Carmem Schiavon; Cleiva Aguiar de Lima. Associação Sul-Riograndense de professores: um nicho de desenvolvimento da consciência de classe docente em Pelotas e arredores (1929-1979). 2011. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Gomercindo Ghiggi

TAMBARA, Elomar Antonio CallegaroGHIGGI, G.KREUTZ, Lúcio; Carmem Schiavon. Associação Sul Riograndense de Professores: o associativismo docente em Pelotas (1929-1982). 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Maria Stephanou

STEPHANOU, M.; VECCHIA, Agostinho Mário Dalla; CRUZ, Armando Manuel de Oliveira; GHIGGI, Gomercindo. ÀS SOMBRAS DA DISCIPLINA (na condição de membro avaliador). 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Maria Stephanou

STEPHANOU, M.. CASTIGOS ESCOLARES E ANTIDIALOGICIDADE (na condição de membro avaliador). 2003. Outra participação, Universidade Federal de Pelotas.

Giana Lange do Amaral

PERES, Sebastião; FACHEL, J. P.;AMARAL, G. L.. Participação em banca de defesa de artigo de conclusão do Curso do Programa de Pós-Graduação em Memória, Identidade e Cultura Material. Título:Os compêndios escolares gaúchos. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Memória, Identidade e Cultura Material) - Instituto de Ciências Humanas.

Carmem Gessilda Burgert Schiavon

TAMBARA, E. A. C.; Ghiggi, G.;SCHIAVON, C. G. B.; KREUTZ, L.. Associação Sul-Riograndense de Professores: um nicho de desenvolvimento da consciência de classe docente em Pelotas e arredores (1929-1979). 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Carmem Gessilda Burgert Schiavon

TAMBARA, E. A. C.; Ghiggi, G.; KREUTZ, L.;SCHIAVON, C. G. B.. Associação Sul riograndense de professores: o associativismo docente em Pelotas (1929-1982). 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Cleiva Aguiar de Lima

CARDOSO, S. R. P.; TAMBARA, E. A. C.; GHIGGI, Gomercindo; KREUTZ, L.; SCHIAVON, C.;LIMA, Cleiva Aguiar de. Associação Sul-Riograndense de Professores: um nicho de desenvolvimento da consciência de classe docente em Pelotas e arredores (1929-1979). 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Marcos Villela Pereira

PEREIRA, M. V.. CASTIGOS ESCOLARES E ANTIDIALOGICIDADE. 2003. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Glauco Cleber Batista Pinheiro

ECOESPAÇO: um espaço não formal de ensino, pesquisa e extensão no IFPA Campus Bragança; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT)) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará; (Orientador);

Dhessica da Silva Lima

Memórias do IFPA Campus Bragança: com a palavra, as fotografias; ; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT)) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará; (Orientador);

Jamerson Jean da silva e sousa

A Cura Tradicional por meios mágico-religiosos na comunidade do Abacateiro II, Amazônia Costeira Bragança-Pará); 2019; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Camila Sandrin Langaro

TRANSFORMAÇÕES PROFISSIONAIS OCORRIDAS AOS ALUNOS DO PROEJA; 2011; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - IFRS-Câmpus Bento Gonçalves; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Luciane Dutra Ribeiro

O PROEJA FIC e a assunção das identidades dos sujeitos; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Carina Fior Postingher Balzan

A Literatura na constituição da subjetividade dos educandos do PROEJA; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Adriana Pancotto

A Educação Física e a Formação Integral dos Sujeitos do PROEJA do IFRS-BG; 2010; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em PROEJA) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Damaris Bertuzzi Pasquetti

Bolsa-auxílio no PROEJA: uma necessidade ou um estímulo?; 2009; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Programa de Pós-Graduação em Educação (L; Senso)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Carla Rosane Carret Machado

Curso de Licenciatura em Matemática da UFPel: uma licenciatura bacharelesca?; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Matemática e Linguagem) - Universidade Federal de Pelotas; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

ANA REGINA GINDRI BIANCHINI

A PARTICIPAÇÃO DOS PAIS NA ESCOLA; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Rosane Brum Mello

REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO DE SURDOS: REAFIRMANDO A IMPORTÂNCIA DAS ESCOLAS BILÍNGÜES PARA SURDOS; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Renate Maria Junges Abelin

GESTÃO DEMOCRÁTICA: UM DIAGNÓSTICO DA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL JOÃO LINK SOBRINHO; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

MARIA CRISTINA SALDANHA FREITAS

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: DA AÇÃO MOBILIZADORA À AÇÃO TRANSFORMADORA; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Dária Maria Bergmann

RECONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Danclar Jesus Rossato

O GRANDE DESAFIO: A RECONSTRUÇÃO DO PPP - Uma análise comparativa; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

MARIA SALETE GUERRA

PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE CRIANÇAS COM DIFICULDADES COGNITIVAS NAS SÉRIES INICIAIS E O TRABALHO PEDAGÓGICO DO PROFESSOR; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

ANALICE FAGUNDES AUDINO

ANÁLISE DA REELABORAÇÃO DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO COLÉGIO ESTADUAL CORONEL PILAR, SANTA MARIA/RS; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Maria da Graça Cardoso Costa

O PAPEL DO GESTOR NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO PEDAGÓGICO DA ESCOLA; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Luísa Regina Ressel

A ESCOLA QUE QUEREMOS; COM A PALAVRA: OS PAIS; 2008; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Escola de Gestores) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Carolina da Silva Monquelate

A visão turística do Oktoberfest de Igrejinha-RS; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Turismo: Ambiente e Cultura) - Universidade Católica de Pelotas; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Adriane Jéssica da Silva de Jesus

HORTA AGROECOLÓGICA NA ESCOLA AGRÍCOLA DR; EDGAR DE SOUZA CORDEIRO COMO INSTRUMENTO PEDAGÓGICO PARA A INTEGRAÇÃO DOS SABERES; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

ELISANGELA AGUIAR PIMENTA; MARIA DE JESUS DA SILVA CASTRO

ETNOFÍSICA NO SABER-FAZER DOS OLEIROS NA COOLEFA (COOPERATIVA DOS OLEIROS DA FAZENDINHA), BRAGANÇA-PARÁ; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em LICENCIATURA EM FÍSICA) - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BRAGANÇA; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Talitha Melo Ramos

Soberania Alimentar dos Agricultores da Comunidade do Tamateua pertencentes à feira da Agricultura Familiar em Bragança-Pará; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Tecnologia em Agroecologia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

CLEIDIANE FEITOSA DA SILVA; HUGO CLEITON REIS CUITÉ

ETNOFÍSICA: SABERES E FAZERES SOBRE O "PUXAR E O EMPURRAR DAS ÁGUAS" DOS PESCADORES ARTESANAIS NA VILA DA ILHA DAS PEDRAS EM AUGUSTO CORRÊA - PARÁ"; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em LICENCIATURA EM FÍSICA) - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BRAGANÇA; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

ERIVANE SENA BOTELHO; LAÉLIA PATRICIA DOS SANTOS ARAÚJO

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE F ÍSICA NO IFPA CAMPUS BRAGANÇA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Física) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Augustinho Neto Ribeiro Duarte; Cleia Ribeiro de Oliveira

A relação entre trabalho e evasão escolar no processo de ensino-aprendizagem de jovens trabalhadores da EJA na Escola Estadual Silvestre Carneiro; 2013; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Licenciatura em Pedagogia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do IFPA - Campus BRagan; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Adriana Pancotto

Teoria e prática em uma perspectiva empreendedora noCurso Técnico em Agropecuária no IFRS - Campus Bento Gonçalves; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Gisele Rose Castagnetti

A importância do ensino de Filosofia no PROEJA, no IFRS - Campus Bento Gonçalves; 2010; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Curso de Formação de Professores) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Alunos do Ensino Médio da modalidade Integrado

O Vulcão Vesúvio e a Cidade de Pompéia; 2009; Orientação de outra natureza; (Ensino Médio) - IFRS-Câmpus Bento Gonçalves; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Alunos do Ensino Médio da modalidade Integrado

O que acontece num vulcão?; 2009; Orientação de outra natureza; (Ensino Médio) - IFRS-Câmpus Bento Gonçalves; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Alunos do Ensino Médio na Modalidade Integrado

Mitologia Greco-Romana; 2009; Orientação de outra natureza; (Ensino Médio) - IFRS-Câmpus Bento Gonçalves; Orientador: Sergio Ricardo Pereira Cardoso;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Sebastião Peres

Os Compêndios de "História do Rio Grande do Sul para o Ensino Cívico" e a exaltação do civismo republicano gaúcho; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Memória Identidade e Cultural Material) - Universidade Federal de Pelotas; Orientador: Sebastião Peres;

Eliana Povoas Pereira Estrela Brito

FSHFE NO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA EAD DA UFPEL; 2006; Iniciação Científica; (Graduando em Pedagogia) - Universidade Federal de Pelotas; Orientador: Eliana Povoas Pereira Estrela Brito;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CARDOSO, SÉRGIO RICARDO PEREIRA ; FARIAS, G. B. L. ; RODRIGUES, R. S. . A EXTENSÃO ACADÊMICA COMO FERRAMENTA PARA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR. HOLOS (NATAL. ONLINE) , v. 08, p. 1, 2019.

  • SARAIVA, LUIS JUNIOR COSTA ; BARBOZA, ROBERTA SÁ LEITÃO ; VIEIRA, NORMA CRISTINA ; CARDOSO, SÉRGIO RICARDO PEREIRA ; CORRÊA, JÉSSICA DO SOCORRO LEITE . Entre Diálogos e Saberes Interculturais: Reflexões Sobre o II Seminário de Questões Socioambientais e Etnobiodiversidade na Amazônia. Amazônica: Revista de Antropologia , v. 9, p. 16, 2018.

  • ROSARIO, S. A. S. ; CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; SARAIVA, LUIS JUNIOR COSTA . Saberes etnomatemáticos, etnofísicos e etnoquímicos envolvidos no processo de produção da cerâmica caeteuara de bragança-pa: uma análise interdisciplinar a partir dos etnossaberes. CUADERNOS DE EDUCACIÓN Y DESARROLLO , v. 09, p. 01-13, 2018.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; NASCIMENTO, J. R. ; CUITE, H. C. R. ; SILVA, C. F. . O ?puxar e empurrar das águas? dos pescadores e pescadoras artesanais na vila Ilha das Pedras e m Augusto Corrêa ? Pará. Engrenagem , v. 15, p. 9-19, 2018.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . ENSINAGENS E APRENDIZAGENS DOS SABERES FAZERES TRADICIONAIS: Uma Educação Informal do Campo. Nova Revista Amazônica , v. 07, p. 1-17, 2016.

  • NASCIMENTO, J. R. ; DIAS, E. C. S. ; SOUZA, T. J. L. ; CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; BARBOZA, R. S. L. . TÉCNICAS E SABERES IMBRICADOS NA ARTE DA PESCA DE CURRAL EM UMA RESERVA EXTRATIVISTA MARINHA NA AMAZÔNIA. Nova Revista Amazônica , v. 07, p. 1-15, 2016.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . A EDUCAÇÃO PARAENSE NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX: COM A PALAVRA, ANTÔNIO LADISLAU MONTEIRO BAENA.. MOMENTO (RIO GRANDE) , v. 25, p. 19-36, 2016.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . BREVES REFLEXÕES DE UM PROFESSOR ESTREANTE NA DISCIPLINA 'HISTÓRIA DO DESENVOLVIMENTO RURAL'. Cadernos de Agroecologia , v. 10, p. 01-05, 2015.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . OS PRIMÓRDIOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM VITICULTURA E ENOLOGIA NA REGIÃO DA SERRA GAÚCHA. Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia , v. 02, p. 01-15, 2012.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . INSTITUIÇÕES FORMADORAS DE PROFESSORES NO RIO GRANDE DO SUL (RESENHA). História da Educação (UFPel) , v. 13, p. 225-230, 2009.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . A INSTRUÇÃO PÚBLICA PARAENSE EM 1832 SOB A PERSPECTIVA DA OBRA ENSAIO COROGRÁFICO SOBRE A PROVÍNCIA DO PARÁ. REVISTA COCAR (UEPA) , v. 2, p. 33-42, 2008.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . PESQUISA E HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA (RESENHA). História da Educação (UFPel) , v. 12, p. 259-264, 2008.

  • CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; TAMBARA, E. . A EXALTAÇÃO DO INDIVÍDUO COMO FORMA DE EDUCAÇÃO CÍVICA NOS COMPÊNDIOS ESCOLARES. Temas & Matizes (Impresso) , v. 5, p. 81-88, 2006.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . ETNOCONHECIMENTOS, SABERES E PRÁTICAS EM COMUNIDADES TRADICIONAIS: ABORDAGENS TEÓRICO-METODOLÓGICAS. 2019.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Teste de Classificação 2012. 2011.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Prova de História do Processo Seletivo 2011. 2010.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Provas do Processo Seletivo 2010/1. 2009.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Processo Seletivo 2009/02. 2009.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Concurso Público Edital 05/2009. 2009.

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Pesquisa em Educação: elementos essenciais do projeto e do relatório, com ênfase no TCC.. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Metodologias de Pesquisa em Sistemas Sociais-Ecológicos, com ênfase na Etnoecologiae nas Metodologias Participativas. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . ETNOGRAFIA APLICADA ÀS CIENCIAS AMBIENTAIS E À EDUCAÇÃO. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . MODOS DE VER, FAZER E SABER: uma perspectiva etnográfica. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . HISTÓRIA ORAL: Procedimentos, Limites e Possibilidades. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . ELABORAÇÃO E USO DE RECURSOS DIDÁTICOS PARA A EDUCAÇÃO DO CAMPO. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Formação Sindical. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Curso de Capacitação em Educação Profissional Integrada à educação Básica, na Modalidade EJA - Formação Inicial e continuada - PROEJA. 2011. .

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Proposta de Calendário Acadêmico 2012 / 2013. 2011. (Comissão de elaboração).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; AMARAL, J. C. S. . Diálogos sobre gestão democrática da Educação. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Plano de Desenvolvimento institucional. 2009. (Comissão de PDI).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Regulamento para Implantação e funcionamento da Comissão de Ética. 2009. (Comissão de proposição de Regulamento para Implantação e funcionamento da Comissão de Ética).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . História Oral e Educação: perspectivas teóricas e práticas. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Vídeos-aula).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira ; ADREAZA . Minicurso de Formação Sindical para Trabalhadores em Educação em Seminário. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . "Historicidadade e Papel da EJA" (Curso de Formação Continuada em EJA). 2006. .

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . "Aprendendo, Parodiando e Ensinando" (Curso de Formação Continuada em EJA). 2005. .

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . "Relatos e Experiências" (Curso de Formação Continuada em EJA). 2005. .

CARDOSO, Sergio Ricardo Pereira . "Cinema e História: o vídeo na sala de aula" (Curso de Formação Continuada em EJA). 2005. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Organização de espaços pedagógicos do IFPA Campus Bragança, Descrição: trabalha questões relacionadas à organização e planejamento de espaços pedagógicos, formais e não formais, da pesquisa, do ensino, da extensão e da gestão do IFPA Campus Bragança.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Glauco Cleber Batista Pinheiro - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2018 - Atual

    História e memórias do IFPA Campus Bragança, Descrição: Trabalha as principais questões relacionadas à história e memória do IFPA Campus Bragança, considerando o mundo do trabalho a partir de estudos de disciplinas, eventos, instituições, currículos, espaços de formação e recursos didáticos, entre outros.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / DHESSICA DA SILVA LIMA - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2018 - Atual

    Educação Ambiental nas séries iniciais: uma pesquisa-ação na E.M.E.F. Cristiano Rosa (Bragança-PA)., Descrição: Este projeto objetiva qualificar a Educação Ambiental nas séries iniciais nas escolas do município de Bragança-PA, mais especificamente, na E.M.E.F. Cristiano Rosa. Para tanto, intenciona as seguintes metas: Diagnosticar o processo de ensino e aprendizagem da Educação Ambiental na E.M.E.F. Cristiano Rosa (Bragança-PA); ? Experimentar metodologias e estratégias inovadoras, de forma participativa, na implementação da Educação Ambiental na séries iniciais da E.M.E.F. Cristiano Rosa (Bragança-PA); ? Registrar as transformações ocorridas nos sujeitos da pesquisas durante as intervenções realizadas no processo de inserção das referidas metodologias e estratégias inovadoras; ? Analisar os meandros do processo e as transformações dos sujeitos ocorridas no mesmo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Vanessa Cristina dos Santos Costa - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Saberes-fazeres tradicionais dos mangues, das matas e das águas da Amazônia Atlântica: um olhar a partir da Sociologia do Desenvolvimento Rural Sustentável., Descrição: EDITAL FAPESPA N 006/2015 (Recém-Doutor) A população da região nordeste do Pará, mais especificamente a microrregião bragantina, tem como uma de suas principais fontes de renda o extrativismo, seja subsidiado pelos manguezais, seja pelas árvores frutíferas das matas da região ou até mesmo da pesca artesanal. Esta pesquisa, então, objetiva a investigação, a análise e o reconhecimento dos saberes-fazeres dessas comunidades rurais extrativistas, que muitas vezes não são reconhecidos pelo seu trabalho, tanto na esfera econômica e social como na esfera política, pois seus saberes-fazeres são ignorados pelo poder público como importantes na conservação dos ecossistemas da região. Urge, então, salvaguardar tais saberes tradicionais destas populações rurais que causam menos impactos ambientais e, consequentemente, um desenvolvimento rural realmente sustentável, bem como valorizá-los enquanto trabalhadores rurais, seja na esfera econômico-social seja na esfera política. Dentro desse contexto, destaca-se uma nova forma de abordar os fenômenos, no sentido de (re)valorizar os saberes-fazeres tradicionais sobre o manejo da natureza e resgatar para este cenário o protagonismo das comunidades rurais na superação da crise ecológica. Ao se falar de ?saberes-fazeres?, remete-se automaticamente a questões de culturas informais, que estão diretamente ligadas aos ensinos e aprendizagens assistemáticas, espontâneas, sem necessariamente uma intencionalidade nem uma organização propriamente dita, isto é, consistem na introspecção do mundo, não precisando de uma instituição formalizada para isso. Esse tipo de sociedade se desenvolve nas experiências vivenciadas no cotidiano, sem uma intencionalidade explícita ou planos de conquistas além da vida diária; para estes, viver em si já é uma conquista.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (7) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Laydijane da Silva Martins - Integrante / Edileuza Amoras Pilletti - Integrante / Emerson Araujo de Campos - Integrante / Thyago José da Costa Santos - Integrante., Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Bolsa / Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro., Número de produções C, T & A: 1

  • 2017 - 2018

    SABERES-FAZERES SOBRE A CERÂMICA E O ESTALEIRO NAVAL DA COMUNIDADE, Descrição: A utilização dos saberes etnomatemáticos e etnofísicos presentes no cotidiano dascomunidades se tornou a motivação para muitos pesquisadores estudarem os contextoshistórico-culturais destas ciências; entre eles, Ubiratan D?Ambrosio , Alexandrina Monteiro, PaulusGerdes e William Berlinghoff na área da Etnomatemática e Renato Santos, Bárbara Anacleto, ThaisePrudente e Ednilson Sousa na área da Etnofísica. Nessa perspectiva, o dia a dia nas comunidades tradicionais são repletos de saberes-fazeres, que servem de orientação para o surgimento de novas formas decompreender noções particulares de pensar e representar a própria existência nesseslocais, bem como contribui para a compreensão de como essas comunidades seorganizam em sociedade, suas relações com o meio ambiente e suas práticas do cotidiano.Ao estabelecer relações entre os saberes locais presentes em comunidades decaracterísticas tradicionais da Amazônia com conteúdos estudados na Física, novas possibilidades surgem e um novo ambiente é criado a partir de novasperspectivas que buscam reaproximar a concretude da vida real, afastando oabstracionismo presente nessa ciência. Nas comunidades tradicionais os conhecimentos que permeiam entre os variadossaberes são passados de maneira empírica pela oralidade e através da vivência dos agentessociais envolvidos, respeitando uma escala de gerações, assim uma geração maisexperiente (mestre) troca conhecimentos com a geração mais nova (aprendiz). Assim, odiálogo entre o mestre e o aprendiz leva os sujeitos a estabelecer relações e a mobilizarprocessos cognitivos para definir suas concepções de mundo e de processos necessáriospara existência da comunidade. Discutir sobre a Física, em uma perspectiva cultural, é buscar a valorização dos saberes dos diferentes sujeitos, nos diversos cenários. Diante disso, éoportuno definirmos nossas concepções, pois são muitos os escritos e teorias que falam sobre o que é cultura.Geertz define cultura como uma teia simbólica, tecida na relação entre o ethos e a visão de mundo de um povo, que ao tecê-la estabelece vínculos e a ela se prende,produz, socializa e atualiza seus conhecimentos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / SAMUEL ANTONIO SILVA DO ROSÁRIO - Integrante., Financiador(es): INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS BRAGANÇA - Bolsa.

  • 2017 - 2018

    Impactos socioambientais da atividade de catação do caranguejo Uçá (Ucides Cordatus) na comunidade do Treme em Bragança-PA., Descrição: Projeto financiado pelo EDITAL n° 04/2017 PIBICTI ? PROPPG ? IFPA ? CNPq - A vila do Treme localiza-se na área rural do município de Bragança-PA, a 18 km da sede do município e tem aproximadamente 7.000 habitantes em todas as faixas etárias (PARÁ,2010), até 2010 o extrativismo e a agricultura eram as principais atividades ocorrentes na comunidade, porém atualmente a população vem destinando-se apenas ao extrativismo do caranguejo Uçá, tornando-se ele o recurso ambiental mais explorado na zona costeira da RESEX Caeté-taperaçu, da Reserva Extrativista Marinha Araí-peroba e da Reserva Extrativista Marinha Gurupí-piriá. O levantamento bibliográfico está baseado em temas como: pesca artesanal, avaliação de impactos ambientais, matriz de interação, indústria da pesca, entre outras. Ele segue sendo cumprido em todas as etapas do estudo. A elaboração do questionário foi feita de acordo com o conhecimento já obtido durante as visitas à vila, a aplicação do questionário foi realizada com catadores e tiradores. Em função deos mesmos estarem em processo de mudança de profissão, foram aplicados 45 questionários. O Diagnostico socioambiental é utilizado para conhecer o patrimônio ambiental de uma comunidade. E para isso estão sendo feitas visitas a comunidade com o intuito de observar a interação dos moradores com o mangue. A conclusão do projeto de pesquisa e a coleta desses dados possibilitará que outros pesquisadores da área possam usá-los como referência bibliográfica e para enriquecerem seu conhecimento cientifico.A metodologia do projeto de pesquisa não sofreu alterações e busca-se cumprir todas as fases do projeto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Glorgia Barbosa de Lima de Farias - Integrante / Bruna Silva dos Santos - Integrante / Thalita de Paula Brito Santos - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    Saberes, fazeres e sabores tradicionais dos mangues, das matas e das águas da RESEX Marinha Caeté-Taperaçu: um olhar a partir da Sociologia do Desenvolvimento Rural Sustentável., Descrição: EDITAL n° 04/2016 PIBICTI ? PROPPG ? IFPA ? CNPq A população da região nordeste do Pará, mais especificamente a microrregião bragantina, tem como uma de suas principais fontes de renda o extrativismo, seja subsidiado pelos manguezais, seja pelas árvores frutíferas das matas da região ou até mesmo da pesca artesanal. Esta pesquisa, então, objetiva a investigação, a análise e o reconhecimento dos saberes-fazeres dessas comunidades rurais extrativistas, que muitas vezes não são reconhecidos pelo seu trabalho, tanto na esfera econômica e social como na esfera política, pois seus saberes-fazeres são ignorados pelo poder público como importantes na conservação dos ecossistemas da região. Urge, então, salvaguardar tais saberes tradicionais destas populações rurais que causam menos impactos ambientais e, consequentemente, um desenvolvimento rural realmente sustentável, bem como valorizá-los enquanto trabalhadores rurais, seja na esfera econômico-social seja na esfera política. Dentro desse contexto, destaca-se uma nova forma de abordar os fenômenos, no sentido de (re)valorizar os saberes-fazeres tradicionais sobre o manejo da natureza e resgatar para este cenário o protagonismo das comunidades rurais na superação da crise ecológica. Ao se falar de ?saberes-fazeres?, remete-se automaticamente a questões de culturas informais, que estão diretamente ligadas aos ensinos e aprendizagens assistemáticas, espontâneas, sem necessariamente uma intencionalidade nem uma organização propriamente dita, isto é, consistem na introspecção do mundo, não precisando de uma instituição formalizada para isso. Esse tipo de sociedade se desenvolve nas experiências vivenciadas no cotidiano, sem uma intencionalidade explícita ou planos de conquistas além da vida diária; para estes, viver em si já é uma conquista.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Laydijane da Silva Martins - Integrante / Thyago José da Costa Santos - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - Bolsa.

  • 2015 - 2016

    SABERES TRADICIONAIS DA RESEX MARINHA CAETÉ-TAPERAÇU, Projeto certificado pela empresa INSTITUTO FEDERAL DE EDUCACAO,CIENCIA E TECNOLOGIA DO PARA em 14/02/2016., Descrição: A população da região nordeste do Pará, mais especificamente a microrregião bragantina pertencente à RESEX Marinha Caeté- Taperaçu, tem como uma de suas principais fontes de renda o extrativismo, seja subsidiado pelos manguezais, seja pelas árvores frutíferas das matas da região ou até mesmo da pesca artesanal. Esta pesquisa, então, objetiva a investigação, a análise e o reconhecimento dos saberes-fazeres dessas comunidades rurais extrativistas, que muitas vezes não são reconhecidos pelo seu trabalho, tanto na esfera econômica e social como na esfera política, pois seus saberes-fazeres são ignorados pelo poder público como importantes na conservação dos ecossistemas da região. Urge, então, salvaguardar tais saberes tradicionais destas populações rurais que causam menos impactos ambientais e, consequentemente, um desenvolvimento rural realmente sustentável, bem como valorizá-los enquanto trabalhadores rurais, seja na esfera econômico-social seja na esfera política. Dentro desse contexto, destaca-se uma nova forma de abordar os fenômenos, no sentido de (re)valorizar os saberes-fazeres tradicionais sobre o manejo da natureza e resgatar para este cenário o protagonismo das comunidades rurais na superação da crise ecológica. Ao se falar de ?saberes-fazeres?, remete-se automaticamente a questões de culturas informais, que estão diretamente ligadas aos ensinos e aprendizagens assistemáticas, espontâneas, sem necessariamente uma intencionalidade nem uma organização propriamente dita, isto é, consistem na introspecção do mundo, não precisando de uma instituição formalizada para isso. Esse tipo de sociedade se desenvolve nas experiências vivenciadas no cotidiano, sem uma intencionalidade explícita ou planos de conquistas além da vida diária; para estes, viver em si já é uma conquista.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Laydijane da Silva Martins - Integrante / Edileuza Amoras Pilletti - Integrante / Emerson Araujo de Campos - Integrante / Julio Cesar Soares Macedo - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Técnicas populares / artesanais de manejos dos derivados da produção de farinha de mandioca na região nordeste do Pará (Amazônia Atlântica): uma pesquisa etnográfica., Descrição: Projeto aprovado pelo EDITAL N° 02/2015 PIBICTI ? IFPA BRAGANÇA.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Laydijane da Silva Martins - Integrante / Julio Cesar Soares Macedo - Integrante., Financiador(es): Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do IFPA - Campus BRagan - Bolsa.

  • 2014 - 2016

    Práxis de Ensinagens e Aprendizagens da Cultura Afro-brasileira e Indígena, Descrição: PIBID-Diversidade - EDITAL N 066/2013. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Cirlei dos Santos Lima - Integrante / Marcileia de Nazaré de Almeida Alves - Integrante / Elivaldo Pereira dos Santos - Integrante / Eliciane do Socorro Alves de Sousa - Integrante / Edineia Conde de Moraes - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Educação, Tecnologia, Trabalho, Humanidades e Organização Social (ETTHOS), Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador.

  • 2007 - 2011

    Associação Sul Rio Grandense de Professores: o associativismo docente em Pelotas (1929-1989), Descrição: Jorge Nagle configura a década de 1920 como impregnada de mutações econômicas, sociais , e políticas que, em nível nacional, estão diretamente ligadas a um movimento de industrialização e urbanização crescente. Tais transformações provocaram uma demanda social em relação ao aspecto educacional, transferindo para a educação uma perspectiva salvacionista, isto é, seria ela a mola-mestra do progresso brasileiro nas configurações econômicas, políticas e sociais, o que Nagle cunhou de ?Entusiasmo pela Educação? ou ?Otimismo Pedagógico?; neste espírito entusiástico, em 1924, cria-se a Associação Brasileira de Educação (ABE); em consonância com a ABE algumas ilustres personalidades de Pelotas, em 1926, fundam a Seção Pelotense da Associação Brasileira de Educação (SPABE). Em 1928, um concurso de livros didáticos, promovido pela SPABE, anuncia a intenção de se criar uma associação de professores para defender os interesses da classe docente. Desse modo, em 14 de outubro de 1929, é criada a Associação Sul Riograndenese de Professores, que tem, entre outras obrigações, ?pugnar pelo aperfeiçoamento da instrução e da educação no Rio Grande do Sul, introduzindo methodos e processos novos adaptando outros já usados em alguns paizes, creando bibliothecas, gabinetes e laboratórios pedagógicos?. Diante disso, o objetivo deste escrito é estudar a formação continuada proposta da Associação Sul Riograndense de Professores (ASRP) aos seus associados. Para isso, utilizou-se como fonte de pesquisa os livros-atas das reuniões realizadas pela mesma e as matérias divulgadas na mídia local desde os anos 20. Por conseguinte, a pesquisa trabalhará principalmente com Jorge Nagle, Rosima Esquinsani, António Nóvoa, Eliane Peres e Edward Thompson. É interessante perceber que havia uma pretensão de se homogeneizar um fazer pedagógico na medida em que a ASRP tinha como objetivo criar seções em outros municípios. Na impossibilidade de se criar uma filial da ASRP em algum município, havia a alternativa. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Elomar Tambara - Integrante / Jezabel Barcellos de Almeida - Integrante., Número de produções C, T & A: 9

  • 2003 - 2011

    Centro de Estudos e Investigações em História da Educação, Descrição: Grupo de Pesquisa. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador.

  • 2002 - 2004

    Às Sombras da Disciplina: os processos de disciplinamentos dos estudantes do Colégio Pelotense (1950-2000), Descrição: O presente trabalho de pesquisa debate a questão da indisciplina / disciplina escolar. Analisa as relações estabelecidas entre professores e alunos, além das medidas disciplinares adotadas pelo Colégio Municipal Pelotense desde os anos 50 até a atualidade. Investigou-se memórias de ex-alunos, regulamentos internos e diretrizes relativas à educação municipal no decorrer do período mencionado. As referências teóricas circundam a perspectiva foucaultiana de disciplina e poder, assim como uma aproximação desta com algumas reflexões de Paulo Freire em torno do diálogo e da autoridade; Bourdieu, através de seu conceito de ?habitus?, em suas mais diversas dimensões, serve de ligação entre aqueles dois autores. Dentre as considerações finais mais importantes definidas neste trabalho, salienta-se a constatação de que a disciplina é um instrumento primordial à educação; esta, no entanto, deve estar pactuada entre todos os protagonistas da escola. Portanto, o diálogo será fundamental para a construção deste pacto, que, quando legítimo, equilibra as relações de poder e investe uma autoridade ao corpo docente. O contrário gera ?indisciplina? e autoritarismo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Coordenador / Agostinho Mario Dalla Vecchia - Integrante., Número de produções C, T & A: 9

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de desenvolvimento

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

  • 2007 - 2011

    CAPES/ PROEJA, Descrição: Diversos estudos vêm demonstrando o baixo nível de escolaridade da população brasileira. Pelos dados do IBGE de 2003, mais de 70% da população, não possui a Educação Básica, o que se considera requisito mínimo para o exercício da cidadania e preparação para o trabalho, finalidade essa expressa na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. No entanto, a formação profissional específica e continuada é uma necessidade de milhões de jovens e adultos que, por suas condições de vida a buscam e dela necessitam, mesmo antes de concluir este nível de ensino. Diante de tal dado, em 2005, o Governo Federal lança o Decreto 5478/05 que institui o Programa de Integração da Educação profissional ao Ensino Médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos PROEJA. O Programa visa a implantação de um modelo de Educação Profissional que proporcione a diversificação de oferta e a definição de cursos de forma adequada à realidade social, à realidade do mundo do trabalho e às exigências da moderna tecnologia . Ao mesmo tempo, busca resgatar uma dívida social histórica para com os jovens e adultos excluídos da escola . A partir do Decreto, várias escolas Técnicas no Rio Grande do Sul implantaram cursos de PROEJA, dentre elas o Campus Bento Gonçalves (IFRS), e várias outras estão em fase de implementação do Programa, dentre elas a Escola Técnica da UFRGS em parceria com o Colégio de Aplicação dessa Universidade, o Campus de Pelotas, a Escola Técnica de Santa Maria, o Campus de São Vicente do Sul, além de escolas da rede estadual e de redes municipais. Sendo um campo teórico-metodológico em construção, a ser explorado em diversos eixos temáticos, coloca-se a necessidade de pesquisas que ajudem a consolidá-lo. Além disso, urge a formação, em nível pós-graduação, do quadro docente e de gestores para atuar nesses cursos. Além disso, a partir das mesmas constatações, várias organizações da sociedade civil já vêm desenvolvendo experiências de articulação entre elevação de escolar.. , Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento. , Integrantes: Sergio Ricardo Pereira Cardoso - Integrante / Naira Franzoi - Coordenador / Simone Valdete dos Santos - Integrante / Fernanda Zorzi - Integrante., Número de orientações: 1

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2003

Diploma da Medalha Militar, Comando da Aeronáutica.

2002

Diploma Dom Antônio Zattera - 1 Lugar no Curso de História, Universidade Católica de Pelotas.

1999

3 Lugar no II Concurso de Redações do Curso de Letras, Universidade Católica de Pelotas.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do PA - Campus Bragança. , Rua da Escola Agrícola, Vila Sinhá, 68600000 - Bragança, PA - Brasil, Telefone: (91) 999929251, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2018 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Área do PIBID Lic.em Ed. Campo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2018 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
SEMINÁRIO INTEGRADOR II (QUALIFICAÇÃO) 2018.1 (Especialização - PPGCADS) METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS DE INTERVENÇÃO NAS COMUNIDADES 2018.1 (Superior - Tecnologia em Agroecologia) METODOLOGIA DA PESQUISA II 2018.1 (Superior- Licenciatura em Física) METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA I 2018.1 (Superior - Lcenciatura em Educação do Campo) HISTÓRIA DO DESENVOLVIMENTO RURAL 2018.1 (Superior - Tecnologia em Agroecologia) EXTENSÃO RURAL 2018.1 (Superior - Tecnologia em Agroecologia) SEMINÁRIO DE PESQUISA CIENTÍFICA 2018.2 (Superior - Tecnologia em Gestão Ambiental) METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS DE INTERVENÇÃO NAS COMUNIDADES 2018.2 (Superior - Tecnologia em Agroecologia) EXTENSÃO RURAL 2018.2 (Superior - Tecnologia em Agroecologia) AGRICULTURA FAMILIAR E DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL 2018.2 (Superior - Lcenciatura em Educação do Campo)

2014 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: LIder de Grupo de Pesquisa, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Líder do Grupo de Pesquisa ETTHOS: Educação, Tecnologia, Trabalho, Humanidades e Organização Social.

2014 - Atual

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Extensão, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2017

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenador do Curso de Especialização, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu ?Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia?. Portaria N 180/2016-DG

2013 - 2017

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Sociologia 1, 2 e 3 para as turmas de 2013, 2014 e 2015 do Ensino Médio Integrado. Metodologia da Pesquisa 2 para Licenciatura em Fisica nos anos de 2013. Ética e Cultura Profissional para Licenciatura em Física nos anos de 2013. História, Civilização e Trabalho para a Licenciatura em Educação do Campo no ano de 2014. História do Desenvolvimento Rural para Tecnologia em Agroecologia em 2015. História do Desenvolvimento Rural para Tecnologia em Agroecologia em 2016. Metodologia da Pesquisa I para Licenciatura em Física em 2016. Função Social da Escola para Licenciatura em Física em 2016. CULTURA BRASILEIRA 2016.2 (Ensino Médio Integrado de EVENTOS) METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO 2016.2 (Superior-Tecnologia em Agroecologia) EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ETNICORRACIAIS 2016.2 (Superior - Licenciatura em Física) COMPR. DA FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA 2016.2 (Superior - Licenciatura em Física) SEMINÁRIO DE PESQUISA CIENTÍFICA 2017.1 (Superior-Tecnologia em Gestão Ambiental) METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS DE INTERVENÇÃO NAS COMUNIDADES 2017.1 (Superior-Tecnologia em Agroecologia) EXTENSÃO RURAL 2017.1 (Superior-Tecnologia em Agroecologia) EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ETNICORRACIAIS 2017.1 (Superior - Licenciatura em Física) AGROECOLOGIA 2017.2 (Subsequente em Agropecuária) SEMINÁRIO INTEGRADOR I 2017.2 (Especializaão - PPGCADS) METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA 2017.2 (Especialização - PPGCADS) HISTÓRIA E POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 2017.2 (Especialização - Educação Profissonal - Bragança) HISTÓRIA E POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 2017.2 (Especialização - Educação Profissonal - Castanhal) SEMINÁRIO DE PESQUISA CIENTÍFICA 2017.2 (Superior-Tecnologia em Gestão Ambiental) HISTÓRIA DO DESENVOLVIMENTO RURAL 2017.2 (Superior-Tecnologia em Agroecologia)

2014 - 2016

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Subproj. do PIBID-Diversidade, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Coordenador do Subprojeto do PIBID-Diversidade "Práxis de Aprendizagens e Ensinagens da Cultura Afro-Brasileira e Indígena" (PAECABI).

2013 - 2014

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador de Horários Docentes, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 08/2018

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - Campus Belém, .,Linhas de pesquisa

  • 03/2018

    Ensino, Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT), Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Teorias e Práticas do Ensino e Aprendizagem

  • 06/2015

    Pesquisa e desenvolvimento , Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do PA - Campus Bragança, .,Linhas de pesquisa

  • 01/2014

    Direção e administração, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do PA - Campus Bragança, .,Cargo ou função, Coordenador de Extensão.

  • 08/2013

    Ensino, Educação do Campo, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, EJA no Campo

  • 09/2017 - 01/2018

    Ensino, Esp. em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Metodologia da Pesquisa Científica

  • 10/2016 - 11/2017

    Direção e administração, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do PA - Campus Bragança, .,Cargo ou função, Coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu ?Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia?. Portaria N 180/2016-DG.

  • 08/2013 - 11/2015

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Sociologia

  • 01/2015 - 05/2015

    Ensino, Agroecologia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História do Desenvolvimento Rural, Compreensão da Função Social da Escola

  • 09/2013 - 02/2014

    Direção e administração, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do PA - Campus Bragança, .,Cargo ou função, Coordenador de Horário Docente.

  • 08/2013 - 12/2013

    Ensino, Licenciatura em Física, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Cultura e Ética Profissional; Metodologia da Pesquisa II

2008 - 2013

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Outras informações:
Redistribuído para o IFPA - Campus Bragança

Atividades

  • 04/2012 - 07/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Membro da Comissão de Criação da Licenciatura em Matemática - EaD.

  • 10/2010 - 07/2013

    Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Comissção Permanente de Processo Seletivo Discente.

  • 03/2009 - 07/2013

    Ensino, Licenciaturas, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Epistemologia e Educação, Filosofia da Educação, Fundamentos da Educação, História da Eucação, Sociologia da Educação

  • 02/2009 - 07/2013

    Ensino,,Disciplinas ministradas, FILOSOFIA, HISTÓRIA, SOCIOLOGIA

  • 03/2009 - 12/2012

    Ensino, Especialização em PROEJA, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Educação e Trabalho, Sujeitos da Educação

  • 11/2011 - 09/2012

    Direção e administração, Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas.

  • 03/2011 - 09/2012

    Direção e administração, Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Coordenador do Ensino Médio e PROEJA.

  • 10/2011 - 06/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Membro Titular do Conselho Superior do IFRS.

  • 10/2011 - 06/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Membro do Núcleo Docente Estruturante - NDE.

  • 05/2011 - 06/2012

    Direção e administração, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Representante Docente, membro titular, do Conselho Provisório do Campus Rio Grande do IFRS.

  • 11/2011 - 03/2012

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Membro da Comissão do Processo de Ingresso do PROEJA 2011-1.

  • 06/2011 - 10/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Membro Suplente do Conselho Superior do IFRS.

  • 05/2011 - 06/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Representante docente na Plenária do Regimento do Campus Rio Grande do IFRS..

  • 03/2011 - 06/2011

    Conselhos, Comissões e Consultoria, IFRS - Campus Rio Grande, .,Cargo ou função, Representante Docente na Comissão responsável pela elaboração de uma proposta para o Regimento do Câmpus Rio Grande do IFRS..

  • 05/2009 - 06/2010

    Direção e administração, IFRS- Campus Bento Gonçalves, .,Cargo ou função, Chefe da Seção de Eventos Culturais.

  • 03/2008 - 11/2008

    Ensino, Capacitação em PROEJA, Nível: Aperfeiçoamento,Disciplinas ministradas, Educação e Trabalho

2012 - 2013

Universidade Federal do Rio Grande

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutor a Distância, Carga horária: 20

Atividades

  • 08/2012 - 07/2013

    Ensino, Mídias na Educação, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, Tutoria em todas as disciplinas do curso

2008 - 2008

Universidade do Estado do Pará

Vínculo: Professor-assistente, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

Atividades

  • 09/2008 - 12/2008

    Ensino, Licenciatura em Ciências da Religião, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Filosofia da Educação

  • 09/2008 - 12/2008

    Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História da Educação

2006 - 2008

Universidade Federal de Pelotas

Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

Outras informações:
Professor Substituto de Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação no Curso de Licenciatura em Matemática a Distância.

2006 - 2007

Universidade Federal de Pelotas

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 12

Outras informações:
Bolsa complementar por atuar como monitor no Curso de Licenciatura em Matemática a Distância da UFPel.

Atividades

  • 03/2003

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade da Educação, .,Linhas de pesquisa

  • 03/2007 - 03/2008

    Ensino, Licenciatura Plena em Geografia, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação

  • 03/2007 - 03/2008

    Ensino, Licenciatura Plena em História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação

  • 03/2003 - 03/2008

    Extensão universitária , Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão, .,Atividade de extensão realizada, Desafio Pré-Vestibular.

  • 08/2006 - 01/2007

    Ensino, Especialização em Matemática e Linguagem, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos da Educação

  • 08/2006 - 01/2007

    Ensino, Licenciatura Plena em Matemática a Distância, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Educação Brasileira: Organização e Políticas Públicas

  • 03/2006 - 08/2006

    Ensino, Licenciatura Plena em Matemática a Distância, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação

  • 03/2006 - 08/2006

    Ensino, Licenciatura em Design Gráfico, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia Científica

2006 - 2008

Universidade Católica de Pelotas

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor-auxiliar, Carga horária: 8

Atividades

  • 08/2006

    Ensino, Licenciatura Plena Em História, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, História da América II (03/2008 até o presente momento), História Contemporânea I (03/2008 até o presente momento), História Moderna (08/2007 até 12/2007), História II (03/2007 até 07/2007), História I (08/2006 até 12/2006)

  • 05/2007 - 05/2007

    Ensino, Docência Superior, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Fundamentos da Educação no Ensino Superior

  • 10/2006 - 03/2007

    Ensino, Especialização em Turismo: Ambiente e Cultura, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Metodologia da Pesquisa em Turismo

  • 10/2005 - 06/2006

    Ensino, Formação Continuada em EJA, Nível: Aperfeiçoamento,Disciplinas ministradas, Historicidade e Papel da EJA, Aprendendo, parodiando e ensinando, Relatando experiências, Cinema e História: o vídeo na sala de aula

2009 - 2010

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 5

Outras informações:
Tem por objetivo mapear e investigar os cenários de Educação de Jovens e adultos na Modalidade de Proeja no Rio Grande do Sul.

2007 - 2008

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10

Outras informações:
PROGRAMA NACIONAL ESCOLA DE GESTORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA (sala 78 ? Pólo de Santa Maria / RS). Neste Curso de Especialização em Gestão Escolar (lato sensu), modalidade EaD, cuido da sala-ambiente Projeto Vivencial, sendo reponsável por acompanhar o cursista desde seu ingresso no curso até a orientação necessária para a elaboração de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Trata-se de um ambiente de aprendizagem que tem dois objetivos importantes: a) ser um espaço de articulação entre e com as demais salas e componentes curriculares do curso; b) propiciar um movimento de reflexão teórico-prática entre os conteúdos e atividades propostos nos demais ambientes do curso, com a realidade cotidiana de sua escola. Assim, é nesta sala que o cursista, baseado em uma concepção democrática de gestão escolar, poderá discutir o papel do gestor escolar e o Projeto Político Pedagógico (PPP), principal instrumento da gestão democrática da escola, abordando seus fundamentos teórico-metodológicos, etapas de elaboração, de implementação e de avaliação. Esse estudo ocorrerá em estreita relação com a análise da experiência de sua escola com o PPP, resultando dessa análise, uma proposição para um projeto de intervenção. Diretamente vinculado ao projeto-intervenção oriento o cursista a desenvolver seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), requisito obrigatório para a obtenção de seu título de especialista em Gestão Educacional.

Atividades

  • 04/2009 - 04/2010

    Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação, .,Linhas de pesquisa

  • 06/2007 - 05/2008

    Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação,Disciplinas ministradas, Projeto Vivencial / TCC

2007 - 2008

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - RS

Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Professor

Outras informações:
"História da Educação de Jovens e Adultos" (SENAC-RS de Passo Fundo) - de 10/2007 até 12/2007; "DOCÊNCIA: Profissão Professor para o Mundo do Trabalho" (SENAC-RS de Pelotas) - de 03/2008 até 05/2008.

Atividades

  • 03/2008

    Ensino, Docência na Educação Profissional, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, DOCÊNCIA: Profissão Professor para o Mundo do Trabalho

  • 10/2007 - 12/2007

    Ensino, Educação de Jovens e Adultos, Nível: Especialização,Disciplinas ministradas, História da Educação de Jovens e Adultos

2003 - 2008

CURSO PRE-VESTIBULAR DESAFIO

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 10

2003 - 2008

CURSO PRE-VESTIBULAR DESAFIO

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

  • 03/2003 - 05/2008

    Ensino,,Disciplinas ministradas, História do Brasil, História Geral

  • 03/2001 - 05/2008

    Direção e administração, Coordenação, .,Cargo ou função, Coordenação Pedagógica.

2004 - 2006

Curso Pré-Vestibular Motivação

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 15

Atividades

  • 04/2004 - 03/2006

    Direção e administração, Coordenação, .,Cargo ou função, Coordenador Pedagógico da Disciplina de História.

  • 03/2004 - 03/2006

    Ensino,,Disciplinas ministradas, História do Brasil, História Geral

2006 - 2006

Escola de Ensino Fundamental Salis Goulart

Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 15

Outras informações:
Aulas de História Geral e do Brasil ministradas nas turmas finais do Ensino Fundamental.

Atividades

  • 03/2006 - 03/2006

    Ensino,,Disciplinas ministradas, História Geral e do Brasil