Lázaro José Gasparrini

Técnico em Química pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Medianeira, Químico Licenciado pela Universidade do Oeste do Paraná, onde desenvolveu projetos de iniciação cientifica na área de qualidade de água, atuando também na área do Ensino de Química, sendo Bolsista PIBID, por aproximadamente 1 ano. Mestre em Tecnologias de Bioprodutos Agroindustriais, no Curso de Pós-Graduação em Tecnologias de Bioprodutos Agroindustriais, Setor Palotina, da Universidade Federal do Paraná. É Servidor da Universidade Federal do Paraná, Setor Palotina, desde 2012, onde atuou nos laboratórios de Ensino do Bloco de Química, atualmente atua no laboratório Labcatprobio. Participa de projetos na área de Biogás e de Biomateriais, coleta e processamento de carapaça de camarão para produção de quitosana e desenvolvendo testando aplicações para tal biopolimero em áreas como, sucos funcionais e membrana de troca protonica para uso em Células a Combustível.

Informações coletadas do Lattes em 02/07/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Tecnologias de Bioprodutos Agroindustriais - P

2016 - 2018

Universidade Federal do Paraná
Título: EFEITO DA MASSA MOLAR DA QUITOSANA PARA USO EM CÉLULAS A COMBUSTÍVEL,Ano de Obtenção: 2018
Helton José Alves.Coorientador: Ricardo José Ferracin. Palavras-chave: Celulas a Combustível; Quitosana; Biopolímeros.Grande área: Engenharias

Graduação em Quimica Licenciatura

2010 - 2016

Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Título: Interesse Sobre Divulgação Cientifica, dos Estudantes do Curso da Licenciatura em Ciências Exatas da UFPR - Setor Palotina
Orientador: Olga Maria Schimidt Ritter

Curso técnico/profissionalizante

2006 - 2009

Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2011 - 2011

Curso de Inglês. (Carga horária: 90h). , Centro de Ensino FISK, FISK, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

RITTER, O. M. S. ; GASPARRINI, L. J. . I FECI-TOO - FEIRA DE CIÊNCIAS DE TOLEDO. 2015. .

RITTER, O. M. S. ; GASPARRINI, L. J. . I FECI-TOO - FEIRA DE CIÊNCIAS DE TOLEDO. 2015. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Semana do meio Ambiente. 2011. (Outra).

VI Ciclo de Palestras em Ciências, Tecnologia, Educação e Cultura. 2011. (Outra).

1° Encontro de Ciências e Tecnologias Químicas.MONITORAMENTO DA QUALIDADE DE ÁGUA NA CRIAÇÃO DE PEIXES EM TANQUES-REDE. 2010. (Encontro).

V Ciclo de Palestras em Ciência, Tecnologia, Educação e Cultura. 2010. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Rodrigo Sequinel

ALVES, H. J.; ACEVEDO, L. E. G.;SEQUINEL, R. Efeito da massa molar da quitosana em membranas para uso em células a combustível. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Tecnologias de Bioprodutos Agroindustriais) - Universidade Federal do Paraná.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Helton José Alves

Efeito da massa molar da quitosana em membranas para uso em células a combustível; 2018; Dissertação (Mestrado em Tecnologias de Bioprodutos Agroindustriais) - Universidade Federal do Paraná, Fundação Parque Tecnológico Itaipu; Orientador: Helton José Alves;

Olga Maria Ritter Peres

Interesse sobre Divulgação Científica dos estudantes do curso de Licenciatura em Ciências Exatas da UFPR-setor Palotina; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Química - Licenciatura) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Orientador: Olga Maria Schimidt Ritter;

Giancarlo Di Vaccari Botteselle

Prática de ensino e estágio supervisionado B; 2015; Orientação de outra natureza; (Química) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Orientador: Giancarlo Di Vaccari Botteselle;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • CAZULA, BÁRBARA ; MEURER, EDUARDO ; FORTES, ALAN ; TONIN, ANGELICA ; GASPARRINI, LÁZARO ; YAMAMOTO, CARLOS ; ALVES, HELTON . Concomitant Production of Hydrogen, Sodium Acetate, and Polymerized Species from Non-Catalytic Ethanol Dehydrogenation. JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY , v. 00, p. 1-9, 2019.

  • DE SOUZA NEVES ELLENDERSEN, LUCIANA ; MILINSK, MARIA CRISTINA ; FEROLDI, MICHAEL ; VOLKWEIS ZADINELO, IZABEL ; DENA DOS SANTOS, LILIAN ; BOLZÓN DE MUNIZ, GRACIELA INES ; GASPARRINI, LÁZARO JOSÉ ; ALVES, HELTON JOSÉ . Biopolymer foam for remediation of aquatic environments contaminated with particulates and heavy metals. JOURNAL OF ENVIRONMENTAL CHEMICAL ENGINEERING , v. 6, p. 6131-6138, 2018.

  • RANUCCI, C.R. ; COLPINI, L.M.S. ; MONTEIRO, M.R. ; KOTHE, V. ; GASPARRINI, L.J. ; ALVES, H.J. . Preparation, characterization and stability of KF/Si-MCM-41 basic catalysts for application in soybean oil transesterification with methanol. Journal of Environmental Chemical Engineering , v. 3, p. 703-707, 2015.

  • GASPARRINI, L. J. ; ARANTES, M. K. ; ALVES, H.J. ; MAIA, C. M. . Efeito do processamento físico sobre as características finais da quitosana obtida de carapaças de camarão. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GASPARRINI, L. J. ; ALVES, H.J. ; FERRACIN, R. J. ; SCHAFFER, J. V. ; MACHADO, B. ; SILVA, E. S. . Estudo do potencial de membranas de quitosana para uso em células a combustível. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • GASPARRINI, L. J. ; CUNHA, M. B. ; SILVA, K. R. . Uma Análise das Publicações do ENEQ. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GASPARRINI, L.J. ; CUNHA, M. B. ; SILVA, K. R. . Desenho animado Capitão Planeta como recurso audiovisual. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • GASPARRINI, L. J. ; BOSCOLO, W. R. ; FEIDEN, A. ; POTRICH, F. ; SILVA, D. M. ; ROQUE, L. . INFLUÊNCIA DO FÓSFORO NA QUALIDADE DA ÁGUA NO CULTIVO DE TILÁPIAS EM. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2019

    NANOQUITOSANA PARA APLICAÇÃO EM BEBIDAS FUNCIONAIS VISANDO O GERENCIAMENTO DO SOBREPESO E DA HIPERCOLESTEROLEMIA, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helton José Alves em 25/04/2019., Descrição: O objetivo geral do projeto é desenvolver uma nanoquitosana de alta qualidade e de baixo custo de produção, e aplicá-la em uma bebida para controle do sobrepeso e colesterolemia do consumidor... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lázaro José Gasparrini - Integrante / ALVES, H.J. - Coordenador / Mabel Karina Arantes - Integrante / Eduardo Luis Cupertino Ballester - Integrante / Eliane Soares da Silva - Integrante / Bruna Machado - Integrante / LUCIANA DE SOUZA NEVES ELLENDERSEN - Integrante / GRACIELA INES BOLZÓN DE MUNIZ - Integrante / Felipe Eduardo Bueno Silva - Integrante / Laressa Caciano - Integrante., Financiador(es): Funcional Mikron - Auxílio financeiro / FINEP/BNDES - Auxílio financeiro.

  • 2017 - Atual

    Produção de hidrogênio por processo de reforma catalítica da biogás, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helton José Alves em 25/04/2019., Descrição: Atualmente, o H2 é largamente empregado como matéria prima em várias indústrias (química, alimentos, farmacêutica, etc.). As principais técnicas empregadas para obtenção de H2 em larga escala promovem a reforma de hidrocarbonetos leves, principalmente do metano, maior constituinte do biogás. No entanto, a principal fonte de metano empregada para a produção de H2 é o gás natural, que por sua vez não é renovável. Em muitas pesquisas que tratam dos processos de reforma é destacada a investigação de catalisadores para baratear o custo e a energia envolvidos. Para estudar o processo de desativação do catalisador pela deposição de coque (principal problema) em reações envolvendo o biogás (metano + gás carbônico) é necessário variar a razão destes dois componentes, o que exige condições controladas de operação do reator. Dessa forma, o presente projeto busca adquirir infraestrutura necessária para garantir a operação em condições controladas de um reator que é utilizado para realizar a reforma a seco do biogás, produzindo H2 e CO (gás de síntese). Os resultados deste projeto devem contribuir para a diversificação do uso do biogás como produto energético de grande potencial no Estado do Paraná, além de aumentar o seu valor agregado pela geração de um combustível mais nobre como é o caso do H2, atraindo maiores investimentos em pesquisa e no desenvolvimento de novos produtos e tecnologias associadas a estes processos... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Lázaro José Gasparrini - Integrante / ALVES, H.J. - Coordenador / Joel Gustavo Teleken - Integrante / Jonathan Dieter - Integrante / Carine Aline Schwengber - Integrante., Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Adsorventes para o armazenamento de biogás e remoção de H2S, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helton José Alves em 25/04/2019., Descrição: A tecnologia para estocagem de Gás Natural utilizando adsorventes sólidos (Gás Natural Adsorvido ? GNA) vem despontando na última década, caracterizando uma promissora alternativa em relação às tecnologias de compressão (GNC ? Gás Natural Comprimido) e liquefação (GNL ? Gás Natural Liquefeito). O uso de leitos recheados de adsorventes como o carvão ativado e as zeólitas, em que o gás fica armazenado na sua forma adsorvida sob pressões moderadas, pode se tornar uma alternativa economicamente viável para o transporte de gás a locais não servidos por gasodutos. Neste contexto, o Biogás tratado, enriquecido em CH4 (92 ? 95% de CH4; 4 ? 7% de CO2; < 10 ppm H2S), surge como um combustível que possui grande potencial para geração de energia térmica e elétrica, equiparando-se ao Gás Natural. Desta forma, é necessário desenvolver tecnologias para o seu armazenamento que sejam viáveis tecnicamente e economicamente. Este trabalho propõe um estudo comparativo sobre a capacidade de adsorção de diversos sólidos microporosos comerciais (carvão ativado, zeólitas, etc) e de outros materiais em fase de desenvolvimento na UFPR/Setor Palotina, sintetizados em laboratório (argilas modificadas, peneiras moleculares, quitosana, etc). Paralelamente, os adsorventes desenvolvidos também serão avaliados quanto à capacidade de remoção de H2S em um sistema de filtração do biogás in natura, sendo caracterizados antes e após o uso, visando conhecer o tempo de saturação... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Lázaro José Gasparrini - Integrante / ALVES, H.J. - Coordenador / Vanessa Rossato Bach - Integrante / Nádia R. C. Fernandes-Machado - Integrante., Financiador(es): Centro Internacional de Energias Renováveis - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    Desenvolvimento de membranas para aplicação em células a combustível a partir de quitosana obtida de resíduos da carcinicultura na região oeste do Paraná, Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Helton José Alves em 25/04/2019., Descrição: O desenvolvimento de células a combustível de membranas trocadoras de prótons "polymer electrolyte membrane fuel cell" (PEMFC ou PEM), tem atraído interesse crescente, principalmente para aplicações nos setores de mobilidade e geração de energia elétrica distribuída, incluindo sistemas de co-geração. As células a combustível do tipo PEM apresentam elevada eficiência energética. Porém, os custos dos materiais utilizados na fabricação destes dispositivos (catalisadores e eletrólitos) limitam sua produção em grande escala. Neste contexto, o desenvolvimento de novos materiais para esta aplicação depende do uso de matérias-primas de baixo custo e que correspondam às principais propriedades exigidas, tais como: elevada capacidade de troca de prótons, baixa condutividade eletrônica, tolerância à água, estabilidade térmica, química e dimensional e resistência mecânica. Uma alternativa consiste em variar a composição química ou adicionar outros materiais distintos da matriz, produzindo, neste último caso, membranas compósitas. Com membranas compósitas de materiais inorgânicos, é possível operar em temperaturas mais altas, contribuindo para o aumento da condutividade protônica e promovendo reforço mecânico simultaneamente. Este projeto propõe o aproveitamento de resíduos potencialmente poluentes, as carapaças de camarão, para a fabricação de produtos de alto valor agregado (quitosana) e a aplicação em células a combustível que representam sistemas eficientes na geração de energia... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Lázaro José Gasparrini - Integrante / ALVES, H.J. - Coordenador / Eliane Soares da Silva - Integrante / Bruna Machado - Integrante., Financiador(es): Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil - Auxílio financeiro.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal do Paraná, Reitoria, Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina. , Rua Pioneiro, Jardim Dallas, 85950000 - Palotina, PR - Brasil, Telefone: (45) 32118500, Ramal: 1343

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2012 - Atual

Universidade Federal do Paraná

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Técnico de Laboratório/Química, Carga horária: 40

Outras informações:
Atuando na área de Ensino e Pesquisa na Universidade Federal do Paraná Setor Palotina.