Fabio Lopes de Melo

Possui graduação em Licenciatura Em Ciencias Biologicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1999) e doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (2006). Atualmente é biólogo do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, tecnologista do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães e tecnologisata em saúde do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Biologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: schistosoma mansoni, diagnóstico molecular, pcr, esquistossomose e biologia.

Informações coletadas do Lattes em 24/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública

2003 - 2006

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Título: Desenvolvimento de Métodos Moleculares baseados em PCR para a detecção de S. Mansoni.
Orientador: Dr. Frederico Guilherme Coutinho Abath
Palavras-chave: DIAGNÓSTICO; Diagnóstico Molecular; dieta; PCR; Nested PCR em único tubo.Grande área: Ciências BiológicasSetores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.

Graduação em Licenciatura Em Ciencias Biologicas

1992 - 1999

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2009 - 2009

I Encontro de Curadores de Coleções Biológicas. (Carga horária: 4h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2008 - 2008

Formação de auditores internos. (Carga horária: 24h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2007 - 2007

Extensão universitária em "Manipulação de Ácidos Nucléicos: PCR,RT-PCR.... (Carga horária: 40h). , Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.

2007 - 2007

TREINAMENTO EM PCR QUANTITATIVO EM TEMPO REAL. (Carga horária: 9h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2007 - 2007

I TREINAMENTO INTERNO EM FILARIOSE BANCROFTIANA. (Carga horária: 24h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2006 - 2006

Avaliação em Laboratórios. (Carga horária: 24h). , REDE DE METROLÓGICA DE PERNAMBUCO, REMEPE, Brasil.

2006 - 2006

I seminário de Propriedade Intelectual e Inovação. , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2004 - 2004

TREINAMENTO EM PCR QUANTITATIVO EM TEMPO REAL. (Carga horária: 40h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2004 - 2004

Treinamento em PCR quantitativo em Tempo Real. (Carga horária: 40h). , Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.

2003 - 2003

Curso de purificação de proteínas por cromatografi. , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

1999 - 2002

Aperfeiçoamento em Imunologia Parasitária. (Carga horária: 5920h). , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

2001 - 2001

III Curso de Biossegurança. , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

1999 - 1999

Biologia Celular e Molecular. , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

1999 - 1999

Metodologia de Radioisótopos. (Carga horária: 30h). , Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.

1997 - 1997

Treinamento em Técnicas Malacológicas e Práticas d. , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

1995 - 1995

Curso de Atualização em Doenças Infecciosas. , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

1994 - 1994

Curso de Primeiros Socorros. , Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, CPQAM, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.

Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

MELO, F. L. . BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA À PARASITOLOGIA. 2007. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

MEDTROP 2019. TOXOPLASMOSE CEREBRAL EM INDIVÍDUOS COM AIDS EM SERVIÇO DE URGÊNCIA NEUROLÓGICA DE HOSPITAL TERCIÁRIO. 2019. (Congresso).

MEDTROP 2019. OTIMIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE PCR SIMPLES DE TOXOPLASMOSE EM LEISHMANIOSE COMO DIAGNÓSTICO CLINICO. 2019. (Congresso).

semana de biociências e biotecnologia em saúde.?Como Baratear o Diagnostico das doenças negligenciadas?. 2019. (Outra).

lll SIMPÓSIO NORTE E NORDESTE DE BIOINFORMÁTICA.ANALISE MODULAR DE REDE DE INTERAÇÃO PROTEICA NO DESENVOLVIMENTO DE GLIOMAS. 2018. (Simpósio).

MEDTROP. POLIMORFISMO DO GENE SLC11A1 (RS3731865) EM PACIENTES COINFECTADOS COM LEISHMANIA VISCERAL/HIV NO ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL.. 2018. (Congresso).

MEDTROP. AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA BASEADO EM LAMP (AMPLIFICAÇÃO ISOTÉRMICA EM ALÇA) NA DETECÇÃO DO ALVO MOLECULAR IS6110 PARA DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE. 2018. (Congresso).

MEDTROP. ANALISE DE BIOPSIAS CUTANEAS E PERFIL DE PACIENTES ATENDIDOS NA DERMATOLOGIA DO HC/UFPE COM SUSPEITA DE LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA. 2018. (Congresso).

MEDTROP. INFECÇÃO ASSINTOMÁTICA POR LEISHMANIA EM PACIENTES COM HIV-AIDS.. 2018. (Congresso).

ENCONTRO BRASILEIRO PARA INOVAÇÃO TERAPÊUTICA.DESENVOLVIMENTO DE PLATAFORMAS NANOESTRUTURADAS PARA A BIODETECÇÂO DE SCHISTOSSOMA MANSONI. 2016. (Simpósio).

WORDLEISH5. COMPARISON OF PCR IN URINE AND BONE MARROW WITH BONE MARROW ASPIRATE TO VISCERAL LEISHMANIASIS DIAGNOSIS. 2013. (Congresso).

WORLDLEISH 5. A COMPARISON OF FOUR DNA EXTRACTION PROTCOLS FOR ANALYSIS OF URINE FROM PATIENTS WITH VISCERAL LEISHMANIASIS. 2013. (Congresso).

13 INTERNACIONAL SYMPOSIUM ON SCHISTOSOMIASIS.REPORT OF SCHISTOSOMA MANSONI TRANSMISSION IN RECIFE, PERNAMBUCO. 2012. (Simpósio).

16ª Jornada de Iniciação Cientifica PIBIC/FACEPE. Comissão julgadora dos trabalhos científicos na área de ciências biológicas. 2012. (Olimpíada).

II CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE RESISTÊNCIA MICROBIANA. DETECÇÃO DA RESITÊNCIA À METICILINA EM STAPHYLOCOCCUS SPP. ISOLADOS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE RECIFE-PE. 2011. (Congresso).

II CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE RESISTÊNCIA MICROBIANA. ANÁLISE DA EFICÁCIA DE MÉTODOS FENOTÍPICOS PARA A DETECÇÃO DA RESISTÊNCIA À METICILINA EM STAPHYLOCOCCUS SPP. ISOLADOS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE. 2011. (Congresso).

REUNIAO CIENTIFICA MENSAL DA SOCIEDADE PERNAMBUCANA DE INFECTOLOGIA.DIAGNOSTICO LABORATORIAL DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2011. (Encontro).

Reunião Científica Mensal da Sociedade Pernambucana de Infectologia.Diagnóstico Laboratorial da Leishmaniose Visceral. 2011. (Encontro).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS BASEADOS EM PCR PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. OTIMIZAÇÃO DE UMA SINGLE-TUBE NESTED PCR UTILIZANDO PRIMERS INTERNOS IMOBILIZADOS PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. OTIMIZAÇÃO DE SISTEMAS BASEADOS EM PCR PARA A DETECÇÃO DE DNA DE Wuchereria bancrofti PARA O DIAGNÓSTICO DA FILARIOSE LINFÁTICA. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. DESENVOLVIMENTO DE ABORDAGENS MOLECULARES PARA O DIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL EM URINA. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. DESENVOLVIMENTO DE ABORDAGENS MOLECULARES PARA O DIAGNÓSTICO DA FILARIOSE BANCROFTIANA EM AMOSTRAS DE URINA. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. AVALIAÇÃO DA ESPECIFICIDADE DOS PRIMERS RV1 E RV2 PARA O DIAGNÓSTICO MOLECULAR DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2011. (Congresso).

XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. OTIMIZAÇÃO DE UMA PCR-RFLP PARA A CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DAS ESPECIES DE Leishmanias sp.. 2011. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. DESENVOLVIMENTO DE UMA SIGLE-TUBE NESTED PCR UTILIZANDO PRIMERS INTERNOS IMOBILIZADOS PARA O DIAGNOSTICOO DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2010. (Congresso).

XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. OTIMIZACÃO DE UMA NESTED-PCR PARA DETECÇÃO DE DNA DE LEISHMANIA INFANTUM NO DIAGNÓSITICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL (CALAZAR).. 2010. (Congresso).

XLVI CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. ANALISE DE UM SISTEMA DE PCR CONVENCIONAL PARA O DIAGNOSTICO DE LEISHMANIOSE VISCERAL, UTILIZANDO OS PRIMERS RV1 E RV2. 2010. (Congresso).

I Encontro de Curadores de Coleções biológicas da Fiocruz/PE.I Encontro de Curadores de Coleções biológicas da Fiocruz/PE. 2009. (Encontro).

International Symposium on Leishmaniasis Vaccines.International Symposium on Leishmaniasis Vaccines. 2009. (Simpósio).

VI Congresso de Pneumologia e Tisiologia do Centro-Oeste e II Jornada de Fisioterapia Respiratória do Centro-Oeste. Identificação de diferenças entre cepas de Mycobacterium spp utilizando métodos moleculares para o alvo 16S e 23S. 2009. (Congresso).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliador de Trabalhos Científicos. 2009. (Congresso).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Avaliação da Antigenemia em um grupo sentinela pós-tratamento coletivo para bancroftose em dois bairros de Olinda-PE. 2009. (Congresso).

XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. 2009. (Congresso).

11 Simpósio internacional sobre Esquistossomose."Correlation of Biological Serum Markers With Hepatic Fibrosis Degree and Necroinflamatory Activity in Hepatitis C and Schistosomiasis Patients".. 2008. (Simpósio).

11 Simpósio Internacional sobre esquistossomose."Schistosomiasis Mansoni At Pontas de Pedra Beach, Municipality of Goiana, Pernambuco, Brazil".. 2008. (Simpósio).

11 Simpósio Internacional sobre esquistossomose."Avaliação de Três Doses do Prziquantel sobre Vários Parâmetros da Biologia de Schistosoma Mansoni.. 2008. (Simpósio).

11 Simpósio Internacional sobre esquistossomose."Ecological Characteristics and Natural Infection of Biomphalaria Glabrata and B. Straminea by Schistosoma mansoni in the State of Pernambuco". 2008. (Simpósio).

11 Simpósio Internacional sobre esquistossomose."Infection Protocl Standardization: Schstosoma mansoni X Biomphalaria Experimental Model".. 2008. (Simpósio).

3 Simpósio Integrado de Ciências da Saúde e Biológicas e 2 COngresso de Ensino, Pesquisa e Extensão.Técnicas moleculares aplicadas ao diagnóstico de doenças infecciosas. 2008. (Simpósio).

54 Congresso Brasileio de Genética. Otimização da STNPCR para detecção do alvo IS6110 do genoma do Mycobacteriu tuberculosis em amostras de urina e sangue humanos.. 2008. (Congresso).

I Seminário do Grupo Xiscanoé no Laboratório de Esquistossomose do CPqAm- FIOCRUZ. 2008. (Seminário).

I WORKSHOP DE INOVACAO TECNOLOGICA EM SAUDE DA FIOCRUZ/PE. 2008. (Outra).

I Workshop Interno dos Serviços de Referência do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM/Fiocruz). 2008. (Outra).

lll Encontro Nacional de Tuberculose."Padronização e avaliação de sistemas de PCR convencional e PCR multiplex para identificação e diferenciação de espécies de micobactérias". 2008. (Encontro).

lll Encontro Nacional de Tuberculose.Padronização e Avaliação de Sistemas de PCR Convencional e PCR Multiplex para Identificação e Diferenciação de Espécies de Micobactérias. 2008. (Encontro).

CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. AVALIAçAO DE POSTER TEMA: "PROTOZOOLOGIA". 2007. (Congresso).

CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. AVALIAçAO DE POSTER TEMA: "BIOLOGIA MOLECULAR". 2007. (Congresso).

CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA. AVALIAçAO DE POSTER TEMA: EPIDEMIOLOGIA DAS DOENçAS PARASITARIAS. 2007. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Parasitologia. Epidemiologia das doenças parasitárias. 2007. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Parasitologia. Biologia Molecular. 2007. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Parasitologia. Curso de Biologia Molecular aplicada à Parasitologia. 2007. (Congresso).

XX Congresso Brasileiro de Parasitologia. Protozoologia. 2007. (Congresso).

Seminários do Departamento de Imunologia do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães/ Fundação Oswaldo Cruz/ Pernambuco.Abordagens moleculares baseadas em PCR para a detecção de doenças infecciosas. 2005. (Seminário).

46° Congresso Nacional de Genética. 2000. (Congresso).

Dicionários e Dicionaristas: uma visão crítica;. 2000. (Seminário).

3° EREB - Encontro Regional dos Estudantes de Biologia. 1999. (Encontro).

Workshop sobre Doença de Chagas. 1999. (Congresso).

Seminário. 1997. (Seminário).

Seminário e Oficina de Trabalho sobre. 1997. (Seminário).

II Jornada Científica de Estagiários, promovida pelo Núcleo de Estudos do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães / FIOCRUZ.INTENSIDADE DA INFECÇÃO PELO S. MANSONI E SUAS REPERCUSSÕES SOBRE ALGUNS PARÂMETROS NUTRICIONAIS EM CAMUNDONGOS DESNUTRIDOS E EUTRÓFICOS. 1996. (Encontro).

II Jornada Científica de Estagiários, promovida pelo Núcleo de Estudos do Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães / FIOCRUZ.ABSORÇÃO INTESTINAL DE GORDURAS EM CAMUNDONGOS DESNUTRIDOS COM ESQUISTOSSOMOSE MASÔNICA CRÔNICA. 1996. (Encontro).

45° Reunião Anual - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 1993. (Simpósio).

Infecções do Homem por Protozoários e Helmintos. 1993. (Simpósio).

Questões sobre o Socialismo Contemporâneo: Política e História. 1993. (Simpósio).

Ciclo de Palestras 350 anos de Newton-Galileu. 1992. (Encontro).

I Encontro de Zoológicos e Criadouros do Norte Nordeste.I Encontro de Zoológicos e Criadouros do Norte Nordeste. 1992. (Encontro).

Semana de Biologia. 1992. (Encontro).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Cíntia Nascimento da Costa Oliveira

HIGINO, T. M.; RICHARDSON SILVA VASCONCELOS, LUYDSON; DE LORENA, VIRGINIA MARIA BARROS; SOARES, A. K. A.;LOPES, FÁBIO. "APLICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO MOLECULAR PARA CHAGAS EM PERNAMBUCO". 2020. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Cíntia Nascimento da Costa Oliveira

HIGINO, T. M.; RICHARDSON SILVA VASCONCELOS, LUYDSON; DE LORENA, VIRGINIA MARIA BARROS; SOARES, A. K. A.;LOPES, FÁBIO. "APLICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO MOLECULAR PARA CHAGAS EM PERNAMBUCO". 2020. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: YURI YZABELLA DA SILVA

ANDRADE, MARIA SANDRA; REIS, CHRISTIAN; TORRES, F. D.; FIGUEIREDO JUNIOR, C. A. S.;MELO, FABIO L.. "DETECÇÃO DE LEISHMANIA SPP. EM LUTZOMYIA SPP. EM UM FRAGMENTO DE MATA ATLANTICA NO ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL".. 2018. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Aline dos Santos Peixoto

VASCONCELOS, L. R. S.;MELO, FABIOLIMA, A. S.. OTIMIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DA PCR MULTIPLEX EM TEMPO REAL NA IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MICOBACTÉRIAS NÃO TUBERCULOSAS (MNT). 2017. Dissertação (Mestrado em Ciencias da Saude) - Universidade de Pernambuco.

Aluno: Carlos André Laranjeiras Miranda Filho

MELO, FABIO. "ESTUDO DO POTENCIAL TERAPÊUTICO DE NOVOS FÁRMACOS NA ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA. 2016. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Renata Lins Carneiro Leão

MELO, FABIO; FIGUEIRREGINA CELIA BRESSAN QUEIROZ DE FIGUEEDO, R. C. B. Q.; OLIVEIRA, S. A.. AVALIACAO DO PAPEL DA GALECTINA-3 NA PATOGENESE DA HEPATOPATIA CRONICA EXPERIMENTAL. 2015. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Elis Dionísio da Silva

MELO, FABIO; RODRIGUES, E. H. G.. Identificação e caraterização molecular das especies de Leishmania spp em pacientes com HIV/aids em Pernambuco. 2015. Dissertação (Mestrado em BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Tâmara Mayara Rodrigues Burgos

MEDEIROS, Z. M.; MONTARROYOS, U. R.; SANTOS, A. M. A.; BONFIM, C. V.; MOURA, P. M. M. F.;MELO, FABIO. "Situação Epidemiológica da Filariose Linfática no Município de Paulista - Pernambuco". 2015. Dissertação (Mestrado em Ciencias da Saude) - Universidade de Pernambuco.

Aluno: Tatiane Alexandre de Araújo

Melo, Fábio; BARBOSA, R. M. R.; Oliveira, C. M. F. 'USO DO XENOMONITORAMENTO MOLECULAR PARA AVALIACAO DA INFECCAO VETORIAL POR WUCHERERIA BANCROFTI EM AREAS ENDEMICAS DE FILARIOSE LINFATICA NA REGIAO METROPOLITANA DO RECIFE/PE". 2015. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Suênia da Cunha Gonçalves

Melo, Fábio; PEREIRA, V. R. A.. DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS MOLECULARES BASEADAS EM MULTIPLEX PCR PARA INCLUSÃO DE CONTROLES DE QUALIDADE AMOSTRAL NO DIAGNOSTICO DAS LEISHMANIOSES. 2014. Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Maria José Ribeiro

RODRIGUES, E. H. G.;Clarice Neuenschwander Lins de MoraisSilvia Maria Lucena Montenegro; BRAGA, M. C.;MELO, F. L.. AVALIACAO DA ASSOCIACAO DE POLIMORFISMONO GENE DO RECEPTOR DE LEPTINA E NO TNF- ALFA COM A SINDROME CORONARIANA AGUDA EM PACIENTES DO REAL HOSPITAL PORTUGUES. 2013.

Aluno: Eduarda Vanessa Cavalcante Mangueira

VILELA, M. A.; OLIVEIRA, S. A.;Nilma Cintra LealMELO, F. L.; LORENA, V. M. B.. AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS B- LACTAMINICOS EM ISOLADOS DE STAPHYLOCOCCUS SPP. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Gabriela Brito de Oliveira

MELO, F. L.; SANTOS, F. A. B.. leishmaniose visceral em indivíduos infectados e não infectados pelo HIV;AIDS nos hospitais terciários de Recife. 2012. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Leandro Batista Wanderley

MUNIZ, M. T. C.; PAIVA CAVALCANTI, M.;MELO, F. L.; FERRAZ JUNIOR, J. C. S.;Clarice Neuenschwander Lins de Morais. AVALIAÇÃO DA ESPECIFICIDADE DOS PRIMERS RV1 E RV2 PARA O DIAGNÓSTICO MOLECULAR DA LEISHMANIOSE VISCERAL. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Gabriela Brito de Oliveira

MELO, F. L.; SILVEIRA, V. M.; SANTOS, F. A. B.; BONFIM, C. V.. LEISHMANIOSE VISCERAL EM INDIVÍDUOS INFECTADOS E NÃO INFECTADOS PELO HIV/AIDS NOS HOSPITAIS TERCIÁRIOS DE RECIFE. 2011. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Vanessa Cristina Fitipaldi Veloso Guimarães

MELO, F. L.. AVALIACAO DA INFECCAO NATURAL DE FLEBOTOMINEOS (DIPTERA, PSYCHODIDAE) NO MUNICIPIO DE SAO VICENTE FERRER, PERNAMBUCO.. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Adriene Siqueira de Melo

LORENA, V. M. B.;MELO, F. L.GOMES, Y. M.. AVALIAÇÃO DA SÍNTESE DE CITOCINAS EM PACIENTES CHAGÁSICOS APOS ESTIMULO COM OS ANTÍGENOS CRA E FRA DE TRYPANOSSOMA CRUZI. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Myllena de Fátima Alheiros Dias Melo

SOUZA, P. R. E.; SILVA FILHA, M. H. N. L.;GOMES, Y. M.; SILVA, C. G. R.;MELO, F. L.. AVALIAÇÃO DA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE NA DETECÇÃO DE Trypanosoma cruzi EM SORO E EM SANGUE DE PACIENTES COM DOENÇA DE CHAGAS CRÔNICA. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Heidi Lacerda Alves da Cruz

SOUZA, P. R. E.; MUNIZ, M. T. C.; SANTOS, N.;MELO, F. L.; CALSA JUNIOR, T.. Distribuição de Polimorfismos de Base Única (SNPs) nos Genes MBL2 e DEFB1 entre Pacientes com Tuberculose Ativa. 2010. Dissertação (Mestrado em Genética) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Paula Alexandra dos Santos Oliveira

BONFIM, C. V.;MELO, F. L.; BRAGA, M. C.; SILVA, S. F. F.; MELO, M. E. B.. AVALIAÇÃO DA ACURÁCIA DE DIFERENTES TESTES LABORATORIAIS NO DIAGNÓSTICO DA FILARIOSE EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Lívia Christina Alves da Silva

LORENA, V. M. B.;MELO, F. L.Nilma Cintra Leal. AVALIAÇÃO DA REPRODUTIBILIDADE DAS REAÇÕES E DA ESTABILIDADE DOS KITS NESTED-PCR EM TUBO ÚNICO E MULTIPLEX-PCR PARA APLICAÇÃO NO DIAGNOSTICO DE PESTE. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Renato César Vieira de Sousa

MELO, F. L.. CONSTRUCAO E DESENVOLVIMENTO DE UMA VACINA DE DNA CONTRA O VIRUS DA HEPATITE A. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Marcela Eugênia Belém de Barros Araújo

SILVA, S. F. F.;MELO, F. L.; Abraham Cézar de Brito Rocha. Avaliação da cinética de antígeno circulante em pacientes portadores de Wuchereria bancrofti. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Ana Lisa do Vale Gomes

Glória Regina Franco;MELO, F. L.BARBOSA, C S; CARLOS EDUARDO CALZAVARA SILVA. "iDENTIFICAÇÃO DE FOCOS DE TRANSMISSÃO DE ESQUISTOSSOMOSE ATRAVÉS DA DETECÇÃO MOLECULAR DE MOLUSCOS VETORES INFECTADOS CO Schistosoma mansoni". 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - CENTRO DE PESQUISAS AGGEU MAGALHÃES.

Aluno: MARÍLIA GABRIELA DOS SANTOS CAVALCANTI

MELO, F. L.. " CARACTERIZAÇÃO CITOQUIMICA ULTRA-ESTRUTURAL DA CERCARIA de Schistosoma mansoni". 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - CENTRO DE PESQUISAS AGGEU MAGALHÃES.

Aluno: Fabiana Letícia da Silva

MELO, F. L.. "RESPOSTA IMUNE CELULAR E PATOLOGIA HEPÁTICA DE CAMUNDONGOS DESNUTRIDOS, INFECTADOS COM sCHISTOSOMA MANSONI". 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - CENTRO DE PESQUISAS AGGEU MAGALHÃES.

Aluno: Ana Maria da Silva

BRITO, C. A. A.; CARLOS EDUARDO CALZAVARA SILVA; COELHO, M. R. C. D.;MELO, F. L.. 'Estudo de cinética de Viremia do vírus dengue sorotipo 3 em formas clínicas com diferentes níveis de gravidade". 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Andréia Ferreira de Barros

MELO, F. L.. Resposta imune humoral e patologia hepática de camundongos desnutridos infectados com Schistosoma mansoni. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Bruna Cavalcanti Arruda

MELO, F. L.. Avaliação da técnica de PCR em tempo real no diagnóstico da infecção pelo HTLV-1. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: KAMILA GAUDÊNCIODA SILVA SALES

ANDRADE, A. J.; BALBINO, V. Q.; Varjal, M. A; BRANDÃO-FILHO, SINVAL PINTO; DANTAS-TORRES, FILIPE; SILVA, L. G.;Melo, Fábio. "PCR MULTIPLEX EM TEMPO REAL PARA DETECÇÃO DE FONTES ALIMENTARES E DE LEISHMÂNIA SPP. EM FLEBOTOMÍNEOS". 2019. Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Marilia Lins e Silva

MELO, FABIO L.; DUARTE, A. L. B. P.; VASCONCELOS, L. R. S.; GUEIROS, L. A. M.; CALDAS JUNIOR, A. F.. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS SÉRICOS E POLIMORFISMOS. 2018. Tese (Doutorado em Oceanografia) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Camila Viana Ximenes

CARVALHO, LUIZ;LOPES DE MELO, FÁBIOMONTENEGRO, R. A.; GUIMARAES, V. C. F. V.; WANDERLEY, LEANDRO BATISTA. "DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS BASEADOS EM LAMP (AMPLIFICAÇÃO ISOTÉRMICA EM ALÇA" E PCR CONVENCIONAL PARA O DIAGNÓSTICO DA Wuchcereria bancrofti EM FLUIDOS BIOLÓGICOS". 2017. Tese (Doutorado em BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Gabriela de Moraes Rêgo Guedes

MELO, F. L.. AVALIACAO DO DESEMPENHO DOS TESTES TUBERCULINO, QUANTIFERON-TB GOLD E PCR EM UNICO TUBO NO DIAGNOSTICO DE TUBERCULOSE EM PACIENTES IMUNODEPRIMIDOS. 2013. Tese (Doutorado em Inovação Terapêutica) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: EDUARDO CAETANO BRANDÃO FERREIRA DA SILVA

MEDEIROS, Z. M.; SOUZA, V. M. O.; SILVA, S. F. F.; PEDROZA, D.; SANTOS, F. A. B.;MELO, F. L.MELO, H. R. L.. Associação entre Filariose Linfática em crianças e adolescentes e condição de vida no município de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco, Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Manuel Alexander Amarista Sevilla

FERREIRA, T. A. E.; ARAUJO, M. E.; SOUZA, W. V.;Nilma Cintra LealBARBOSA, C. C. G. S.; BALBINO, V. Q.;MELO, F. L.. ECOLOGIA DO GÊNERO Biomphalaria E ESTRUTURA GENÉTICA DAS POPULAÇÕES DE Schistosoma mansoni DO ESTADO DE PERNAMBUCO. 2010. Tese (Doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Filipe Dantas Torres

FAUSTINO, M. A. G.; BALBINO, V. Q.;MEDEIROS, Z. M.MELO, F. L.BRANDAO FILHO, S. P.. Rhipicephalus sanguineus e a epidemiologia da leishmaniose visceral no Estado de Pernambuco. 2009. Tese (Doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Cristine Vieira do Bonfim

MIRANDA FILHO, D. B.; OSORIO, M. M.; GURGEL, I. G. D.; BRAGA, M. C.;MEDEIROS, Z. M.MELO, F. L.. Filariose Bancroftiana: análise espacial das desigualdades sociais em Jaboatão dos Guararapes. 2009. Tese (Doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Talita Helena Araújo de Oliveira

Antonio Roberto Lucena de Araújo; PANDOLFI, V.;LOPES DE MELO, FÁBIO. "Avaliação da presença e atividade do HPV no desenvolvimento do câncer de pulmão". 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Genética) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: FELIPE ARAÚJO DINIZ

MELO, FABIO. "Genômica Funcional dos processos de quiescência diapausa nas espécies aedes aegypti e aedes albapictus". 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Ana Virginia Matos Sá Barreto

MELO, FABIO. 'VALIDAÇÃO DE ÍNDICE BIOLÓGICO PARA O DIAGNÓSTICO DA FIBROSE HEPÁTICA NA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA: apoio a triagem dos casos crônicos em áreas endêmicas". 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Ayla Maritcha Alves Silva Gomes

SANTOS, F. A. B.;DE MELO, FÁBIO LOPESMarli Tenório Cordeiro. COINFECÇAO LEISHMANIOSE VISCERAL E HIV: ABORDAGEM MOLECULAR COMO FERRAMENTA DIAGNÓSTICA E MARCADOR CLÍNICO. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Eloína Maria de Mendonça Santos

MELO, F. L.; SANTOS, F. A. B.; ALBUQUERQUE, C. M. R.. AVALIAÇÃO DE UM BIOLARVICIDA A BASE DE BsE Bti UTILIZADO PARA O CONTROLE SIMULTANEO DE CULEX QUINQUEFASCIATUS E AEDES AEGYPTI. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Eloína Maria de Mendonça Santos

Oliveira, C. M. F; SANTOS, F. A. B.; ALBUQUERQUE, C. M. R.;MELO, F. L.; Varjal, M. A. AVALIAÇÃO DO IMPACTO DE UM BIOLARVICIDA À BASE DE Bs E Bti UTILIZADO PARA O CONTROLE SIMULTÂNEO DE CULEX QUINQUEFASCIATUS E AEDES AEGYPTI. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: José ferreira Marinho Júnior

MELO, F. L.. CARACTERIZACAO DA INFECCIOSIDADE DE ROEDORES SILVESTRES E SINANTROPICOS COMO HOSPEDEIROS RESERVATORIOS ENVOLVIDOS NO CICLO ZOONOTICO DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR ASSOCIADA A LEISHMANIIA(VIANNIA) BRASILIENSIS. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Wheverton Ricardo Correia do Nascimento

MELO, F. L.. GEOHELMINTOS E SEU EFEITO SOBRE OS NIVEIS DE IL33, ST2 SOLUVEL E QUIMIOCINAS EM PACIENTES COM ASMA ALERGICA DO MUNICIPIO DE JABOATAO DOS GUARARAPES, PERNAMBUCO. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Gabriela de Moraes Rêgo Guedes

MELO, F. L.. AVALIACAO DO DESEMPENHO DOS TESTES TUBERCULINO, QUANTIFERON-TB GOLD E PCR EM UNICO TUBO NO DIAGNOSTICO DE TUBERCULOSE EM PACIENTES IMUNODEPRIMIDOS. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Inovação Terapêutica) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Andréia Ferreira de Barros

MELO, F. L.. Prevenção de agravos nas hepatopatias crônicas: ensaio experimental sobre células estreladas e fibrogênese, na associação mórbida desnutrição/esquistossomose. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Aletheia Soares Sampaio

ALENCAR, L. C. A.; ALBUQUERQUE, M. F. P. M.;Silvia Maria Lucena Montenegro; MOURA, P. M. M. F.;MELO, F. L.. Estudo da interleucina-10 e interferon-gama em gestantes infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Daniele Silva de Moraes Van-Lume

LORENA, V. M. B.; PAIVA CAVALCANTI, M.;Silvia Maria Lucena Montenegro; SILVA, C. G. R.;MELO, F. L.. Avaliação de células T regulatórias na hepatite C, na esquistossomose e na co-infecção. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Fabiana Cristina Fulco Santos

MELO, F. L.. AVALIACAO DE METODOS MOLECULAR BASEADO NA TECNICA DE PCR EM TEMPO REAL PARA DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE EXTRAPULMONAR. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: ERLON OLIVEIRA DOS SANTOS

LOPES, E. P. A.MEDEIROS, ZULMAMELO, F. L.. COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE DIAGNÓSTICOS DA INFECÇÃO POR LEISHMANIA CHAGASI EM INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO HIV. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: ERLON OLIVEIRA DOS SANTOS

MELO, F. L.; SILVEIRA, V. M.;MEDEIROS, Z. M.. Análise dos níveis de linfócitos TCD4 entre pacientes portadores do HIV/AIDS com e sem Leishmaniose Visceral. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Rodrigo Alves de Lira

MELO, F. L.. Análise da distribuição espacial da leishmaniose visceral no municipio da Ilha de Itamaracá, Pernambuco. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Manuel Alexander Amarista Sevilla

BALBINO, V. Q.; SOUZA, W. V.;BARBOSA, C. C. G. S.; ALBURQUERQUE, J. O.;MELO, F. L.. Diversidade genética do parasita Schistosoma mansoni e susceptibilidade dos moluscos hospedeiros do gêneros Biomphalaria, no Estado de Pernambuco. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Milena de Paiva Cavalcanti

ALVES, L. C.;Nilma Cintra LealGOMES, Y. M.MELO, F. L.; PEREIRA, V. R. A.. Desenvolvimento e avaliação de PCR em tempo real para o diagnóstico da infecção por Leishmania chagasi. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Lucas Portela Silva

COSTA, V. M. A.;MELO, F. L.; VASCONCELOS, L. R. S.. 'IDENTIFICAÇÃO E GENOTIPAGEM MOLECULAR DE Leishmania spp". 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Renata Lins Carneiro Leão

MELO, F. L.; FIGUEIRREGINA CELIA BRESSAN QUEIROZ DE FIGUEEDO, R. C. B. Q.; OLIVEIRA, S. A.. AVALIACAO DO PAPEL DA GALECTINA-3 NA PATOGENESE DA HEPATOPATIA CRONICA EXPERIMENTAL. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Juliana Bezerra Medeiros Viana

MELO, F. L.. ANALISE DE ASSINATURAS DOS MINICIRCULOS DO kDNA DE LEISHMANIA SPP. PRESENTES EM AMOSTRAS CLINICAS DE PACIENTES COM LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA NAS FORMAS ATIVA E RECIDIVANTE (RECIDIVA CÚTIS) DE ÁREAS ENDÊMICAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Kamila Gauêencio da Silva

MELO, FABIO. PCR em Tempo real para caracterização de fontes alimentares de flebitomineos (diptera: Psychodidae). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Juliana Bezerra Medeiros Viana

MELO, F. L.. Análise de assinaturas dos minicírculos do Kdna de laishmania spp. presentes em amostras clínicas de pacientes com Leishmaniose tegumentar americana nas formas ativa e recidivante (recidiva cútis) de áreas endêmicas do Estado de Pernambuco. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Tatiane Alexandre de Araújo

MELO, F. L.. Diagnóstico molecular da infecção vetorial de Culex quinquefasciatus por wuquereria bancrofti em áreas endêmicas de filariose linfática na região metropolitana do Recife/PE. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Laís Ariane de Siqueira Lira

MELO, F. L.. ANALISE DE DESEMPENHO DA TECNICA DE PCR EM TEMPO REAL NA DETECCAO ESPECIFICA E QUANTIFICACAO ABSOLUTA DO MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS PARA O DIAGNOSTICO DA TUBERCULOSE PULMONAR. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Paula Fernanda Alcântara de Souza

MELO, F. L.. UTILIZACAO DA PESQUISA DE ANTICORPOS (PELO ANTIGENO RECOMBINANTE BM 14) NO MONITORAMENTO DA FILARIOSE LINFATICA EM AREAS ENDEMICAS DA RMR-PE SUBMETIDAS AO TRATAMENTO COLETIVO. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Tâmisa Morais Rêgo

MELO, F. L.. FILARIOSE LINFÁTICA: NOVAS PERSPECTIVAS NO DIAGNÓSTICO LABORATORIAL. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Paula Fernanda Alcântara de Souza

MELO, F. L.. Perfil epidemiológico de pacientes atendidos no ambulatório do Serviço de Referência Nacional em Filarioses no período de 2002 a 2008. 2010. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Paula Alexandra dos Santos Oliveira

MELO, F. L.. ''DIAGNÓSTICO MOLECULAR DA FILARIOSE BANCROFTIANA: UMA REVISÃO. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR/ICB) - Universidade de Pernambuco.

Aluno: Sérgio Roberto Rocha Sandes Amorim

MELO, F. L.. Diagnóstico Molecular na Leishmaniose Visceral: Atualidade e Perspectiva. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR/ICB) - Universidade de Pernambuco.

Aluno: Sarah de Souza Lacerda

GUIMARAES, V. C. F. V.; Fabiana Cristina Fulco Santos;MELO, FABIO L.. AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE NESTED PCR CONVENCIONAL PARA DETECÇÃO DO SCHISTOSOMA MANSONI EM AMOSTRAS DE SANGUE E URINA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Tâmisa Morais Rêgo

MELO, F. L.Eduardo Caetano Brandão Ferreira da silva; ROCHA, ABRAHAM. FILARIOSE LINFÁTICA; NOVAS PERSPECTIVAS NO DIAGNOSTICO LABORATORIAL.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Camila Viana Ximenes

MELO, F. L.. DESENVOLVIMENTO DE UMA SEMI-NESTED PCR PARA O DIAGNOSTICO DA FILARIOSE BANCROFTIANA EM AMOSTRAS DE URNA. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Raul Rodrigo de Carvalho Fernandes

MELO, F. L.. Avaliação Genotóxica do antiparasitário albendazol (Zentel), através do teste de metáfase em células de medula óssea de camundongos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Steffany de Almeida Ferreira

MELO, F. L.BARBOSA, C S. SCHISTOSOMA MANSONI. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Steffany de Almeida Ferreira

MELO, F. L.. Modelo Biomphalaria - Schistosoma Mansoni: Infecção natural e experimental das cepas presentes no município de goiana-pe. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Sura Wanessa Santos Rocha

BARBOSA, C. C. G. S.MELO, F. L.. "Epidemiologia da Esquistossomose na praia de pontas de pedra, Municipio de Goiana - PE". 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Ciencias Biologicas) - Universidade de Pernambuco.

Aluno: Diogo da Rocha Poroca

MELO, F. L.. PADRONIZAÇÃO DE UMA MULTIPLEX - PCR PARA IDENTIFICAÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DE ESPÉCIE DE MICOBACTÉRIAS. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA UFPE) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Juliana Falcão de Araújo Lima

MELO, F. L.. OTIMIZAÇÃO DE DIFERENTES SISTEMAS BASEADOS NA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE - PCR NA DETECÇÃO DO ALVO IS6110 ESPECÍFICO DO Mycobacterium tuberculoses. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA UFPE) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Pedro Milanez de Lima Almeida

MELO, F. L.. AVALIAÇÃO DAS FUNÇÕES EFETORAS DAS SUBPOPULAÇÕES CD56 DIM E CD56 BRIGHT DE CÉLULAS NATURAL KILLER HUMANAS. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Verônica Santos Barbosa

MELO, F. L.. OCORRÊNCIA DE ESQUISTOSSOMOSE EM ÁREA LITORANEA DO ESTADO DE PERNAMBUCO. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Mariana Eufrazia de Santana

MELO, F. L.. "CLONAGEM E EXPRESSÃO DE GENES RELEVANTES PARA A RESPOSTA IMUNE DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA". 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Heidi Lacerda

MELO, F. L.. Avaliação do Desempenho da Nested - PCR na Detecção do Mycobacterium tuberculosis em Amostras Biológicas. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS / BACHARELADO) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Aluno: Bruno de Melo Carvalho

MELO, F. L.. "Avaliação entre a resposta imunológica e Graus de Fibrose Hepática em Pacientes com Hepatite C e Esquistossomose. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Raquel Correia de Assis Machado

MELO, F. L.. Avaliação da Resposta Linfoproliferativa de Pacientes Chagásicos aos Antígenos Recombinantes CRA e FRA de Trypanosoma cruzi. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

Aluno: Fabiana Letícia da Silva

MELO, F. L.. Relações entre Desnutrição do hospedeiro e Esquistossomose Mansônica Crônica: Efeitos das Reinfecções sobre a Fibrose Hepática. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco.

LOPES DE MELO, FÁBIO. "CURSO DA INFECÇÃO POR LEISHMANIA(VIANNIA) BRASILIENSIS NA PRESENÇA DE HOMOGEINIZADO DE GLÂNDULAS SALIVAR DE MIGONEMYIA MIGONEI.". 2019. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES, FÁBIO. PADRONIZAÇÃO DE UMA PCR DUPLEX PARA DIAGNOSTICO DIFERENCIAL DA LEISHMANIOSE TEGUMENTAR E ESPOROTRICOSE. 2019. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES, FÁBIO; POMPILIO, O.. AVALIAÇÃO DE ANTICORPOS MONOCLONAIS E POLICLONAIS CONTRA rWb14 PARA O DESENVOLVIMENTO DE KIT DIAGNOSTICO PARA FILARIOSE LINFÁTICA. 2019.

FREITAS, A. C.;MELO, FABIO; PENA, L. J.. DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS MOLECULARES RÁPIDAS E DE BAIXO CUSTO PARA O DIAGNÓSTICO DO ZIKA VÍRUS". 2018. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES DE MELO, FÁBIOANDRADE, C. A.; MARIA DANIELLY LIMA DE OLIVEIRA. "CONSTRUÇÃO DE NANOBIOELETRODOS BASEADOS EM NANOPARTICULAS METÁLICAS E NANOTUBOS DE CARBONO. 2018. Universidade Federal de Pernambuco.

POMPILIO, O.;Melo, Fábio. "AVALIAÇÃO DO PERFIL METABOLÔMICO EM MODELO ANIMAL NA IDENTIFICAÇÃO DE BIOMARCADORES PARA O DIAGÇÇNÓSTICO DA INFECÇÃO PELO Schistosoma mansoni. 2017. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES DE MELO, FÁBIO. "DETECÇÃO DE Leishmania brasiliensesEM Lutzomyia spp. EM UM FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA NO ESTADO DE PERNAMBUCO, BRASIL". 2017. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES DE MELO, FÁBIO. "ECOLOGIA DE CARRAPATOS E SUAS REQUÉTSIAS EM DUAS LOCALIDADES DA ZONA DA MATA DE PERNAMBUCO". 2017. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LOPES DE MELO, FÁBIO. PERFIL CLÍNICO E LABORATORIAL DOS PACIENTES CIRROTICOS COM NÓDULOS HEPÁTICOS APLICADO AO ALGORITMO LI-RADS. 2017. Universidade de Pernambuco.

LOPES DE MELO, FÁBIO. AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS SÉRICOS E POLIMÓRFICOS GENÉTICOS DE CITOCINAS ENVOLVIDAS COM AS RESPOSTAS TH1,TH2 TREG E TH17 NA SINDROME DE SJOGREN ASSOCIADA À ARTRITE REUMATOIDE. 2017. Universidade Federal de Pernambuco.

Bruno de Melo Carvalho; MONTARROYOS, U. R.;MELO, F. L.. Comissão do processo seletivo do programa de pós-graduação em Biologia Celular e Molecular - Nível doutorado, do instituto de ciências biológicas da UPE. 2016. Universidade de Pernambuco.

MONTARROYOS, U. R.;MELO, FABIO. Comissão do processo seletivo do programa de pós-graduação em Biologia Celular e Molecular - Nível mestrado, do instituto de ciências biológicas da UPE. 2016.

MELO, FABIO. Avaliação do Pibic/Fiocruz. 2016. Fundação Oswaldo Cruz.

MELO, FABIO. Avaliação do Pibic/Fiocruz. 2015.

MELO, FABIO. Avaliação do Pibic/Fiocruz. 2014. Fundação Oswaldo Cruz.

Melo, Fábio. Avaliação do Pibic/Fiocruz. 2013. Fundação Oswaldo Cruz.

MELO, FABIO. Avaliação do Pibic/Fiocruz. 2012. Fundação Oswaldo Cruz.

MELO, F. L.. Avaliação de método molecular baseado na técnica de PCR em tempo real para diagnóstico da Tuberculose Extrapulmonar. 2011. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Abraham Cézar de Brito Rocha; BRAGA, M. C.;MACIEL, M. A. V.MELO, F. L.. Utilização da pesquisa de anticorpos (pelo antígeno recombinante BM 14) no monitoramento da Filariose Linfática em áreas endêmicas da RMR-PE submetidas ao tratamento coletivo. 2011. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Análise do desempenho da técnica de PCR em tempo real na detecção específica e quantificação absoluta do Mycobacterium tuberculosis para o diagnóstico da tuberculose pulmonar. 2011. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

SILVA, C. G. R.; AYRES, C. F. J.; DHALIA, R.; SANTOS, B. A.;MELO, F. L.. Construção, Otimização e Análise da Expressão de protótipos vacinais recombinantes contra o vírus da hepatite A. 2011. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

LORENA, V. M. B.;MELO, F. L.Nilma Cintra Leal. Avaliação da reprodutibilidade das reações e da estabilidade dos Kits Nested-PCR em tubo único e Multiplex-PCR para aplicação no diagnóstico de peste. 2010. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

SANTOS, B. A.;MELO, F. L.; DHALIA, R.. Construção e desenvolvimento de uma vacina de DNA contra o vírus da Hepatite A. 2010. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.MACIEL, M. A. V.Clarice Neuenschwander Lins de Morais; RODRIGUES, E. H. G.;MEDEIROS, Z. M.. AVALIAÇÃO DA ESPECIFICIDADE DO SISTEMA BASEADO EM PCR, UTILIZANDO OS PRIMERS RV1 E RV2, PARA O DIAGNÓSTICO DE LEISHMANIOSE VISCERAL EM ÁREAS MULTIENDÊMICAS. 2010. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Resposta Imune e suas relações com a Fibrogênese Hepática no Camundingo Desnutrido e Infectado pelo Schistosoma mansoni. 2010. Universidade Federal de Pernambuco.

MELO, F. L.. Detecção rápida e diferenciação de espécies de micobactérias através de um sistema de PCR Multiplex em diferentes amostras clínicas. 2009. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Banca de Qualificação de Adriana Maria Burgo de Mendonça. 2009. Universidade de Pernambuco.

BALBINO, V. Q.; SOUZA, W. V.;BARBOSA, C S; ALBURQUERQUE, J. O.;MELO, F. L.. "Diversidade gentica do parasita Schistosoma mansoni e susceptibilidade dos moluscos hospedeiros do Gênero Biomphalaria, no estado de Pernambuco".. 2008. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. ANALISE DA DISTRIBUICAO ESPACIAL DA LEISHMANIOSE VISCERAL NO MUNICIPIO DA ILHA DE ITAMARACA, PERNAMBUCO. 2008. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Avaliação da cinética de antígeno circulante em pacientes portadores de Wuchereria bancrofti. 2008. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Diversidade genética do parasita Schistosoma mansoni e susceptibilidade dos moluscos hospedeiros do gênero Biomphalaria, no Estado de Pernambuco. 2008. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Resposta imune humoral na esquistossomose mansônica crônica do camundongo e suas relações com a fibrogênese hepática. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PCR EM TEMPO REAL PARA O DIAGNÓSTICO DA INFECÇÃO POR Leishmania chagasi. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Resposta imune humoral na esquistossomose mansônica crônica do camundongo e suas relações com a fibrogênese hepática. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. ANÁLISE DA SUSCETIBILIDADE A ANTIMICROBIANOS CARBAPENÊNICOS DE AMOSTRAS MUCÓIDE, FORMADORAS DE BIOFILMES, DE Pseudomonas aeruginosa PRODUTORAS DE METALLO-B-LACTAMASES ANTES E APÓS TRATAMENTO COM ÓXIDO NÍTRICO.. 2007. Universidade Federal de Pernambuco.

Divaldo de Almeida Sampaio; GIL, L. H. V. G.;GOMES, Y. M.MELO, F. L.; DHALIA, R.. 'Avaliação da Técnica de PCR em tempo real no diagnóstico da infecção pelo HTLV-1. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Resposta imune humoral na esquistossomose mansônica crônica do camundongo desnutrido e suas relações com a fibrogênese hepática. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

MELO, F. L.. Resposta imune celular na esquistossomose mansônica crônica do camundongo desnutrido e suas relações com a fibrogênese hepática. 2007. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Nilma Cintra Leal; Maria Betânia Melo de Oliveira; Teresa Cristina Leal Balbino;MELO, F. L.. Detecção de Vibrio cholera 01 pela técnica de Nested PCR em tubo único utilizando dois alvos. 2006. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Jose Valfrido de Santana

SANTANA, J. V.: SANTANA,J. W.; CARVALHO JUNIOR, L. B.; LEAL, N. C.; BARBOSA, C. S.; ABATH, F. G. C.. Desenvolvimento de métodos moleculares baseados em PCR para detecção de Schistosoma mansoni. 2006. Tese (Doutorado em Doutorado em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz.

Frederico Guilherme Coutinho Abath

ABATH, F. G. C.. Desenvolvimento de metodos moleculares baseados em PCR para a deteccao de Schistosoma mansoni. 2006. Tese (Doutorado em Pos Graduacao Em Saude Publica do Cpqam) - Fundação Oswaldo Cruz.

Nilma Cintra Leal

SANTANA, José Valfrido de; CARVALHO JÚNIOR, Luiz Bezerra de;LEAL, Nilma Cintra; BARBOSA, Constança Simões;ABATH, Frederico Guilherme Coutinho. Desenvolvimento de métodos moleculares baseados em PCR para a detecção de Schistosoma mansoni. 2006. Tese (Doutorado em Doutorado Em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Nilma Cintra Leal

LEAL, Nilma Cintra. Banca para Progressão de Mestrado para Doutorado do trabalho Desenvolvimento de abordagens moleculares para a detecção de infecção pelo Schistosoma mansoni. 2003. Outra participação, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães Fiocruz.

Constança Clara Gayoso Simões Barbosa

BARBOSA, C. S.ABATH, F.LEAL, N. C.; SANTANA, J. V.. Desenvolvimento de metodos moleculares para a detecção de Schistosoma mansoni. 2006. Tese (Doutorado em pos graduação em saude publica) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães Fiocruz.

Marise Sobreira Bezerra da Silva

SOBREIRA, M.. Desenvolvimento de abordagens moleculares para a detecção de infecção pelo Schistosoma mansoni. 2003. Outra participação, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Ana Emília Costa Araújo de Aquino

Validação de uma técnica de Amplificação Isotérmica em Alça (LAMP) para o Diagnóstico da Leishmaniose Visceral; Início: 2018; Dissertação (Mestrado profissional em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; (Orientador);

Rhaíssa Evelyn Moraes Ramos

AVALIAÇÃO IMUNE E FISIOPATOLÓGICA DOS EFEITOS TERAPÊUTICOS DO IMUNOMODULADOR P-MAPA E DO FITOTERÁPICO SILIMARINA EM CAMUNDONGOS INFECTADOS EXPERIMENTALMENTE POR SCHISTOSOMA MANSONI; Início: 2018; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Walter Lins Barbosa Júnior

ESTUDO DE FATORES GENÉTICOS E EPIGENÉTICOS ENVOLVIDOS NA SUSCEPTIBILIDADE A LEISHMANIOSE VISCERAL EM PACIENTES COINFECTADOS COM HIV; Início: 2016; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Coorientador);

PATRÍCIA MARIA SOBRAL DE OLIVEIRA

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS BASEADOS EM NESTED PCR CONVENCIONAL E EM ÚNICO TUBO PARA DIAGNÓSTICO E SUBTIPAGEM DO TREPONEMA PALLIDUM DE PACIENTES VIVENDO COM HIV E NEUROSSÍFILIS; Início: 2015; Tese (Doutorado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco; (Coorientador);

ALEX MAURÍCIO GARCIA SANTOS

"PREVALÊNCIA DE SÍFILIS LATENTE E FATORES ASSOCIADOS EM INDIVÍDUOS VIVENDI COM HIV/AIDS ATENDIDOS EM UM HOSPITAL TERCIÁRIO EM RECIFE"; 2017; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Walter Lins Barbosa Júnior

"Análise das regiões polimórficas do gene haspb (k26) de Leishmania infantum em amostras clínicas positivas para Leishmaniose visceral e coinfecção LV/HIV"; 2016; Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Rayana Carla Silva de Morais

APLICABILIDADE DA TECNICA DE PCR EM TEMPO REAL PARA CARACTERIZAÇÃO DE LEISHMANIA; 2015; Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Wagner Pereira dos Santos

DIAGNOSTICO MALACOLÓGICO DE SCHISTOSOMA MANSONI PELA TÉCNICA NESTED-PCR NO MUNICIPIO DE OLINDA; 2014; Dissertação (Mestrado em Ciencias da Saude) - Universidade de Pernambuco,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Walter Barbosa

Caracterização das regiões polimórficas do gene HASPB de Leishmania infantum em amostras clínicas; 2014; Dissertação (Mestrado em MESTRADO ACADÊMICO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGI) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Rafael Acioli Medeiros

Caracterização molecular e epidemiológica de Leishmania infantum e Leishmania braziliensis em cães provenientes da região metropolitana do Recife; 2013; Dissertação (Mestrado em Biologia Aplicada à Saúde) - Universidade Federal de Pernambuco,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Camila Viana Ximenes

Aplicação de um sistema baseado em Nested-PCR para o diagnóstico da filariose bancroftiana em amostras de urina; 2011; Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Leandro Batista Wanderley

Avaliação da especificidade do sistema baseado em PCR, utilizando os primers RV1 e RV2, para o diagnóstico de Leishmaniose Visceral; 2009; Dissertação (Mestrado em Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Walter Lins Barbosa Júnior

ESTUDO DE FATORES GENÉTICOS E EPIGENÉTICOS ENVOLVIDOS NA SUSCETIBILIDADE A LEISHMANIOSE VISCERAL EM PACIENTES COINFECTADOS COM HIV; 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Walter Lins Barbosa Júnior

ESTUDO DE FATORES GENÉTICOS E EPIGENÉTICOS ENVOLVIDOS NA SUSCETIBILIDADE A LEISHMANIOSE VISCERAL EM PACIENTES COINFECTADOS COM HIV; 2019; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Bruno de Melo Carvalho

"EFEITOS TERAPÊUTICOS DO IMUNOMODULADOR P-MAPA EM CAMUNDONGOS INFECTADOS POR SCHISTOSOMA MANSONI"; 2018; Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular Aplicada) - Universidade de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Gabriela Brito de Oliveira

Validação de um sistema baseado em Nested-Multiplex-PCR para o diagnóstico de pacientes com neurotoxoplasmose e aids; ; 2017; Tese (Doutorado em BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Camila Viana Ximenes

Desenvolvimento e Validação de sistemas baseados em LAMP e PCR convencional para o diagnóstico de Wuchereria bancrofti em fluidos biológicos; 2017; Tese (Doutorado em BIOLOGIA APLICADA À SAÚDE) - Universidade Federal de Pernambuco, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Leandro Batista Wanderley

Validação da técnica Nested-PCR no diagnóstico de Schistosoma mansoni em caramujos e amostras biológicas humanas; 2016; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Camila Viana Ximenes

Validação de sistemas baseados em LAMP e PCR convencional para a detecção de DNA de Wuchereria bancrofti em fluidos biológicos e mosquitos vetores; 2013; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Rosana de Albuquerque Montenegro

Avaliação da quantificação do RNA mensageiro (RNAm) do Mycobacterium tuberculosis por PCR em tempo real como marcador de cura de pacientes com tuberculose pulmonar; ; 2012; Tese (Doutorado em Saúde Publica) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Leandro Batista Wanderley

Desenvolvimento e validação de um kit baseado em Nested-PCR em único tubo para o diagnóstico de esquistossomose em caramujos e em amostras de sangue, soro e urina; 2012; Tese (Doutorado em Doutorado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Maria Almerice Lopes da Silva

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS BASEADOS EM NESTED-PCR, PARA IDENTIFICAÇÃO DA ESPÉCIE PARASITÁRIA E PARA O DIAGNÓSTICO DE LEISHMANIOSE VISCERAL EM SANGUE E URINA, UTILIZANDO COMO ALVO O ESPAÇADOR INTERNO TRANSCRITO-1 (ITS-1) DO DNAr; 2009; Tese (Doutorado em Curso de Doutourado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães,; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Rosana Montenegro

Avaliação da quantificação do RNA mensageiro (RNAm) do Mycobacterium tuberculosis por PCR em tempo real como marcador de cura de pacientes com tuberculose pulmonar; 2007; Tese (Doutorado em Saúde Publica) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Coorientador: Fábio Lopes de Melo;

Cintia Cristina Correia dos Santos

Métodos Moleculares para Diagnóstico de Doenças; 2007; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Pós-Graduação em Microbiologia) - Faculdade Frassinetti do Recife; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Sarah de Souza Lacerda

AVALIAÇÃO DE UM SISTEMA DE NESTED PCR CONVENCIONAL PARA DETECÇÃO DO SCHISTOSOMA MANSONI EM AMOSTRAS DE SANGUE E URINA; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Pernambuco, fundação Oswaldo Cruz; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Daniele Caroline da Mota Melo

DESENVOLVIMENTO DE ABORDAGENS MOLECULARES BASEADAS EM PCR PARA O DIAGNOSTICO DE LEISHMANIOSE VISCERAL EM FLUIDOS BIOLOGICOS; 2012; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade de Pernambuco; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Germano Aguiar Ferreira

AVALIAÇÃO DA LSSP-PCR NO DIAGNÓSTIOCO E TIPAGEM DE PARASITAS DO GÊNERO LEISHMANIA; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Ana Lisa do Vale Gomes

Desenvolvimento de métodos moleculares para detecção de Schistosoma mansoni em caramujos: resultados preliminares; 2004; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Beatriz dos Santos Moura

Desenvolvimento de sistemas baseados em pcr, no diagnóstico de leishmaniose visceral em amostras biológicas e identificação da espécie de Leishmania spp; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Universidade de Pernambuco; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

SAMUEL BORTINIK DE OLIVEIRA

Desenvolvimento de um kit diagnóstico baseado em (Amplificação isotérmica em alça) para o diagnóstico da Wuchereria bancrofti em fluidos biológico; ; 2016; Iniciação Científica - FACULDADE GUARARAPES, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

JEANN FABIANN BRANCO JÚNIOR

Desenvolvimento de sistemas baseados em PCR, no diagnóstico de leishmaniose visceral em amostras biológicas e identificação da espécie de Leishmania spp; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em ciências biologicas) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, fundação Oswaldo Cruz; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Amanda de Oliveira Ramos Silva

Desenvolvimento de um kit baseado em Nested-PCR em único tubo para o diagnóstico da leishmaniose visceral em urina; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Medicina) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, fundação Oswaldo Cruz; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Tâmisa Rego

Desenvolvimento e validação de uma Nested-PCR para o diagnóstico da filariose bancroftiana; 2011; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Cynthia Regina Pedrosa

Desenvolvimento de sistemas baseados em PCR, no diagnóstico de leishmaniose visceral em amostras biológicas e identificação da espécie de Leishmania spp; ; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Licenciatura Em Ciencias Biologicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Rafael Acioli Medeiros

Desenvolvimento de sistemas baseados em Nested-PCR, para o diagnóstico de leishmaniose visceral em urina; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Pernambuco, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

RAQUEL DE ALMEIDA DA SILVA

Desenvolvimento de sistemas baseados em Nested-PCR, para o diagnóstico de leishmaniose visceral em urina; ; 2009; Iniciação Científica; (Graduando em Licenciatura Em Ciencias Biologicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Alunos da Escola Nossa Senhora da Conceição

Profilaxia Legal - Um papo legal; 2005; Orientação de outra natureza; (Ensino médio) - Escola Nossa Senhora da Conceição; Orientador: Fábio Lopes de Melo;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ABATH, F. G. C. ; MELO, F. L. ; WERKAUSER, R. P. . MÉTODO, KIT E INICIADORES PARA IDENTIFICAÇÃO DE SEQUÊNCIAS ESPECÍFICAS DE NUCLEOTÍDEOS ATRAVÉS DA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERAS TIPO NESTED EM ÚNICO TUBO DE REAÇÃO. 2002.

MELO, F. L. ; WERKAUSER, R. P. ; ABATH, F. G. C. . HOMOGEINIZADOR VERTICAL DE MICROTUBOS (TOP-BOTTON MICROTUBER HOMOGENEIZER). 2002.

MELO, F. L. . I CURSO DE PCR COMO FERRAMENTA PARA DIAGNOSTICO DE PARASITOSES. 2011. .

MELO, F. L. . BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA A PARASITOLOGIA. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MELO, F. L. . 'TREINAMENTO DE PCR EM TEMPO REAL'. 2007. .

MELO, F. L. . "CONDUTA DOS ESTAGIÁRIOS NO CENTRO DE PESQUISAS AGGEU MAGALHÃES. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

MELO, F. L. . manutenção do Ciclo biológico do Schistosoma mansoni em laboratório. 2000. .

MELO, F. L. ; MONTENEGRO, R. . manutenção do Ciclo biológico do Schistosoma mansoni? em laboratório, no 2° curso técnico referente à manutenção do ciclo de Schistosoma mansoni. 2000. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2019 - Atual

    Avaliação dos efeitos terapêuticos do ácido alfa-lipóico e dos Lactobacillus gasseri e Lactobacillus plantarum na patogênese da esteatose hepática em camundongos infectados experimentalmente por Schistosoma mansoni., Descrição: A esquistossomose é uma doença negligenciada, causada por trematódeos do gênero Schistosoma, de ocorrência endêmica em diversos países nas regiões tropicais e subtropicais do planeta. É frequentemente associada a populações de baixas condições socioeconômicas, onde na maioria das vezes não existe uma regulação nutricional adequada, podendo favorecer o desenvolvimento de lesões que podem se associar as morbidades da esquistossomose, como o granuloma e a esteatose hepática. A esteatose é definida como o acúmulo de gordura nos hepatócitos, excedendo 5-10% do peso do órgão. Sem o controle adequado, pode evoluir para formas mais graves, tornando-se relevante a avaliação de novos meios de controle. O ácido alfa lipóico (ALA) atua como um potente antioxidante, possuindo a capacidade de eliminar espécies reativas de oxigênio (radicais livres), regenerar outros antioxidantes endógenos como vitamina E, C e glutationa e reparar proteínas oxidadas, atuando também como anti-inflamatório. Estudos demonstraram resultados satisfatórios do seu uso na esteatose induzida por dietas hiperlipídicas em modelos animais. Os Lactobacillus são um gênero de bactérias gram-positivas que podem atuar como agentes probióticos terapêuticos. O L. gasseri BNR17 é uma cepa isolada do leite materno humano associada a diminuição do peso e gordura corporal com efeito na inibição da adiposidade em camundongos com dieta rica em sacarose. O L. plantarum é encontrado naturalmente no corpo humano, demonstrando efeito protetor no dano hepático e na redução da obesidade. Devido a existência de uma relação sinérgica entre a infecção pelo S. mansoni e dietas hiperlipídicas que favorecem o desenvolvimento da esteatose, podendo esta agravar as morbidades da esquistossomose, é necessário avaliar o papel da suplementação com o ácido lipóico juntamente com L. gasseri e L. plantarum, bem como sua associação com o tratamento padrão para a esquistossomose (praziquantel) no controle da esteatose nos indivíduos infectados.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Bruno de Melo Carvalho - Integrante / Rhaíssa Evelyn Moraes Ramos - Integrante / MARIA DANIELLY LIMA DE OLIVEIRA - Integrante / Sarah de Souza Lacerda - Integrante / Beatriz Machado da Silva - Integrante / Milena Gonçalves Ernesto - Integrante / Carlos Ralph Batista Lins - Integrante / César Augusto Souza de Andrade - Integrante / Sílvia Carla de Assis Alexandre - Integrante.

  • 2019 - Atual

    Desenvolvimento de biodispositivos nanoestruturados para a identificação de M. tuberculosis em pacientes acometidos com tuberculose pulmonar, Descrição: A tuberculose (TB) é uma doença infectocontagiosa bacteriana que afeta principalmente os pulmões (tuberculose pulmonar) e pode também acometer outros órgãos (tuberculose extrapulmonar) ou, ainda, ocorrer de forma disseminada. É indispensável obter um diagnóstico preciso da tuberculose para tratar e prevenir a propagação da doença. No Brasil, foram registrados 69.569 novos casos de TB no ano de 2017. Somente o estado de Pernambuco notificou em 2017, 4.354 casos novos de TB. O diagnóstico presuntivo da TB é obtido por meio de achados clínicos e exames radiológicos, sendo o caso confirmado a partir da realização dos exames laboratoriais estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS), como a baciloscopia e a cultura. Esses métodos apresentam limitações, como a baixa sensibilidade da baciloscopia e a demora no resultado da cultura devido à multiplicação lenta do bacilo. Diante disso, observa-se a necessidade de um teste com sensibilidade e especificidade mais elevados, de forma a evitar o tratamento inadequado. Ferramentas moleculares baseadas em PCR estão entre os mais promissores e atraentes novos métodos de diagnóstico em comparação com os utilizados na rotina. Entretanto, requerem equipamentos caros e uma habilidade técnica sofisticada, o que torna inacessível a implementação nos países em desenvolvimento, onde ocorre a maioria dos casos de TB. Os avanços baseados na hibridização de ácidos nucléicos já conhecida a muito tempo, têm levado ao desenvolvimento da tecnologia em genossensores para as análises da sequência de DNA. Os métodos eletroquímicos têm as vantagens de baixo custo, alta sensibilidade e ser de fácil manuseio. Os genossensores eletroquímicos apresentam alta especificidade dos processos de hibridização e uma excelente especificidade, sem falar nas vantagens do transdutor eletroquímico tais como: robustez, sensibilidade e instrumentação simples e de baixo custo. Apresentando-se como alternativa aos métodos moleculares baseados em PCR que apesar de apresentarem alta sensibilidade e especificidade na detecção de DNA parasitário, a sua utilização em estudos epidemiológicos até agora tem sido limitada, uma vez que o isolamento de DNA e subsequente amplificação de DNA utilizando este método é conhecido por ser laborioso e caro. A associação entre materiais nanométricos e biomoléculas são de interesse na biotecnologia e química bioanalítica, pois as nanopartículas, podem melhorar o desempenho dos biossensores pelo aumento da área de superfície específica, excelente biocompatibilidade e propriedade de superparamagnetismo. Desta forma, partículas magnéticas são utilizadas no desenvolvimento de biossensores para detecção de DNA por suas excelentes propriedades. O presente projeto apresenta como proposta a construção e avaliação sensores nanoestruturados baseados na eletrodeposição direta de nano-agregados de ouro (GNAs) para a fabricação de um genossensor para detecção do M. tuberculosis.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Rosana de Albuquerque Montenegro - Integrante / MARIA DANIELLY LIMA DE OLIVEIRA - Integrante / César Augusto Souza de Andrade - Integrante / Giselle Soares dos Santos - Integrante / Maurilia Palmeira da Costa - Integrante.

  • 2018 - Atual

    Validação de uma técnica de Amplificação Isotérmica em Alça (LAMP) para o Diagnóstico da Leishmaniose Visceral, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Bruno de Melo Carvalho - Integrante / DA SILVA, MARIA ALMERICE LOPES - Integrante / Ana Emília Costa Araújo de Aquino - Integrante.

  • 2018 - Atual

    AVALIAÇÃO IMUNE E FISIOPATOLÓGICA DOS EFEITOS TERAPÊUTICOS DO IMUNOMODULADOR P-MAPA E DO FITOTERÁPICO SILIMARINA EM CAMUNDONGOS INFECTADOS EXPERIMENTALMENTE POR SCHISTOSOMA MANSONI, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Bruno de Melo Carvalho - Integrante / DA SILVA, MARIA ALMERICE LOPES - Integrante / Rhaíssa Evelyn Moraes Ramos - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Efeitos terapêuticos do imunomodulador P-MAPA em camundongos infectados por Schistosoma mansoni, Descrição: A esquistossomose apresenta poucas opções terapêuticas eficazes no mercado, sendo extremamente baseada na quimioterapia em massa com o praziquantel, desenvolvido na década de 1970, a qual traz preocupações quanto à ocorrência de resistência/tolerância do tratamento de dezenas de milhões de pessoas anualmente que residem em áreas endêmicas e estão sujeitas à reinfecção e à repetição do tratamento devido à falta de opções (Fenwick & Webster, 2006; Botros & Bennett, 2007). Entretanto, o praziquantel possui uma limitação importante, pois é realmente efetivo em estágios muito precoces ou no parasita adulto, mas não possui efeito contra os estágios jovens em desenvolvimento dos parasitas (Sabah et al., 1986; Xiao et al., 1989). Na esquistossomose experimental, a resistência ao praziquantel em helmintos imaturos é extraordinária, sendo necessária uma dose cerca de 30 vezes maior que a utilizada no tratamento de estágios larvais e adultos para se obter uma mortalidade de 50% (Picca-Mattoccia et al., 2004). Além das limitações terapêuticas, estudos mostram que a incidência de efeitos colaterais, como dor de cabeça, náusea, dores abdominais, sangue nas fezes, vômitos em pelo menos um terço da população tratada demonstra a toxicidade do tratamento de escolha atual, além de uma aparente queda na eficácia de tratamento em área endêmica (Erko et al., 2004). Assim, há uma grande necessidade de se desenvolver novas drogas com efeito anti-esquistossomótico com largo espectro de atividade contra todos os estágios de desenvolvimento do helminto ou que possuam grandes potenciais imunomodulatórios, como o P-MAPA, droga completamente desenvolvida no Brasil, de modo a eliminar a infecção, melhorar o esquema terapêutico e/ou controlar a morbidade desencadeada pelo Schistosoma (Utzinger & Keiser, 2004). A Capacidade do p-MAPA de combater o câncer e doenças infecciosas foi detectada em estudos anteriores, usando modelos animais. Nos últimos anos foi demonstrado seu efeito também em doenças infecciosas in vivo, a exemplo da malária, listeriose e leishmaniose visceral em cães. Para se desenvolver novas drogas com efeito modulador da esquistossomose, há a necessidade de se avaliar a segurança e os efeitos desse composto em modelos murinos de esquistossomose, onde a doença se assemelha à forma humana.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Bruno de Melo Carvalho - Integrante / Juliana Carla Serafim da Silva - Integrante.

  • 2016 - Atual

    Avaliação do teste diagnóstico LAMP (Técnica de Amplificação Isotérmica de DNA em Alça) na detecção de infecções por Schistosoma mansoni em hospedeiros definitivos (homem) e intermediários (caramujos Biomphalaria sp), Descrição: O Programa de Controle da Esquistossomose (PCE) no Brasil existe há 40 anos e apesar de suas inúmeras irregularidades e falhas, observa-se resultados positivos no que se refere à redução da prevalência da esquistossomose, no entanto, para alguns autores, tal redução se deve a falha no diagnóstico e registro da ocorrência da doença. Segundo Katz e Peixoto (2000), o número de portadores da esquistossomose no Brasil vem sendo subestimado, podendo já ter ultrapassado 8 milhões de indivíduos acometidos pela doença. Diante de tal dificuldade, a biologia molecular tem se mostrado uma excelente ferramenta para o diagnóstico da esquistossomose, uma vez que detecta a presença do DNA do parasito ? tornando-se uma técnica extremamente sensível e específica ? característica ideal para um teste diagnóstico que visa identificar com robustez os casos verdadeiramente positivos ? ideal para áreas onde existe baixa prevalência para a doença. Dentre as técnicas de biologia molecular, a Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) é umas das mais utilizadas para o diagnóstico da infecção pelo Schistosoma sp. em diferentes materiais biológicos: fezes e soro. O grande limitador relacionado ao uso dessas técnicas de PCR é a necessidade de equipamentos caros e sofisticados para amplificação do DNA, tais como o termociclador, e a demora na obtenção do resultado, principalmente quando se trata de PCR não quantitativa ? que precisa ser revelada através da técnica de eletroforese (PARIDA et al., 2008). Diante desta dificuldade, a técnica de Amplificação Isotérmica em Alça (do inglês Loop-mediated isothermal amplification ? LAMP) descrita por Notomi et al. (2000) tem se mostrado resolutiva. Recentemente, Fernández-Soto et al. (2014) comprovou, em modelo animal, a eficácia do LAMP para o diagnóstico de S. mansoni em fezes de camundongos (CD1) infectado. Os resultados apresentados por esses autores constataram a detecção da infecção, o excelente custo-benefício da técnica, sua alta sensibilidade e especificidade, e por fim, a praticidade e simplicidade da utilização da técnica, características fundamentais para sua aplicação na rotina dos serviços de saúde em áreas endêmicas para esquistossomose.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Maria Almerice Lopes da Silva - Integrante / ELAINNE CHRISTINE DE SOUZA GOMES - Integrante / Constança Clara Gayoso Simões Barbosa - Integrante.

  • 2014 - Atual

    Validação de técnicas moleculares para diagnóstico e subtipagem do treponema pallidum no líquido cefalorraquidiano (LCR) de pacientes vivendo comHIV/ Aids., Descrição: A sífilis é uma doença sexualmente transmissível, causada pelo Treponema pallidum. Em escala global, acredita-se que mais de 12 milhões de infecções por sífilis ocorram por ano. A invasão do Sistema Nervoso Central (SNC) pelo T. pallidum pode ocorrer em qualquer estágio da sífilis, e pode ocorrer em 30 a 100 % dos pacientes, independente da infecção pelo HIV (1). Em pacientes vivendo com HIV/Aids, o diagnóstico da neurossífilis é complexo. O HIV pode alterar a história natural, diagnóstico e resposta a terapia na sífilis, assim como aumentar os casos de doença maligna, mas também pode aumentar a taxa de sífilis primária assintomática. A sífilis secundária no paciente vivendo com HIV/Aids é mais agressiva, apresentando-se com maiores sintomas constitucionais, envolvimento de grandes órgãos, erupções cutâneas atípicas e com grande probabilidade de envolvimento neurológico e oftalmológico. Por outro lado, há evidências de que a infecção pelo Treponema pallidum provoque um aumento transitório na carga viral do HIV-1 e uma diminuição da contagem de células CD4+ em pacientes coinfectados (2). A invasão do SNC provoca forte resposta celular, com aumento de células CD3+ e CD8+ (LIU et al, 2013) e produção de citocinas pelas células T helper (Th), que têm como objetivo eliminar o Treponema, mas também podem contribuir para a patogênese no SNC. As células Th17, produzem a IL-17A, e são um subconjunto das células T helper CD4+. A resposta mediada por estas células, tanto promove a proteção, quanto a imunopatologia da infecção (WANG et al, 2014), e o aumento destes linfócitos (Th17, CD3+, CD8+) e das células Natural Killer (NK) pode acontecer mesmo em pacientes assintomáticos (PASTUSCZAK et al., 2013). Várias dificuldades são encontradas no diagnóstico da sífilis. O teste VDRL (Venereal Disease Research Laboratory) no LCR, padrão ouro para o diagnóstico da neurossífilis, tem especificidade de 100%, mas baixa sensibilidade (22 a 50%). Nos casos em que a suspeita clínica é alta, um VDRL no LCR negativo, não exclui o diagnóstico da neurossífilis, sendo necessária a presença ou ausência de alterações citoquímicas no LCR para um diagnóstico presuntivo. Falso positivo no VDRL para neurossífilis pode acontecer por contaminação, em caso de punção lombar (PL) traumática, e persistência de anticorpos de infecções passadas. Pacientes com sífilis primária, imunocompetentes ou imunocomprometidos, apresentam potencial para resultados falsos negativos nos testes sorológicos, principalmente durante janela imunológica. Devido a estas limitações para o diagnóstico da sífilis, a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) é uma alternativa de grande valor potencial, principalmente nos casos em que a microscopia de campo escuro não é possível. Foi mencionado em um estudo que a sua sensibilidade para o diagnóstico do T. pallidum no LCR é de 75% e sua especificidade é de 100 %.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Zulma Maria de Medeiros - Integrante / ARAUJO, PAULO - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2014 - Atual

    DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE SISTEMAS BASEADOS EM LAMP (AMPLIFICAÇÃO ISOTÉRMICA EM ALÇA) E PCR CONVENCIONAL PARA O DIAGNOSTICO DA Wuchereria Bancrofti EM FLUÍDOS BIOLÓGICOS, Descrição: A filariose linfática é uma parasitose, que há 14 anos, vem ocupando o segundo lugar no ranking mundial das doenças incapacitantes. Como esta enfermidade não possui reservatórios em potencial, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou em 1997 o Plano Global de Eliminação da Filariose Linfática (PGEFL). O PGEFL tem como meta eliminar esta parasitose até o ano de 2020, utilizando a principal estratégia de tratamento em massa (TM), com drogas antifilarias (dietilcarbamazina sozinha ou coadministrada com ivermectina ou albendazol) das populações vivendo nas áreas endêmicas em dose única anual durante o período de 5-6 anos3 .O desenvolvimento de novos testes diagnósticos, sensíveis e específicos, são importantes para o PGELF, uma vez que eles possam: i) indicar quais as áreas que devem ser envolvidas no TM; ii) medir a eficácia da intervenção; iii) decidir qual o momento de parar o TM e iv) como monitorar as populações após a interrupção do TM, evitando o ressurgimento da transmissão dessa parasitose . O teste diagnóstico para FL universalmente utilizado é a pesquisa da forma embrionária do parasito (microfilária) em sangue capilar através do teste de gota espessa sob microscopia. Entretanto, esse teste apresenta baixa sensibilidade e dependem da periodicidade do parasito. Em relação ao diagnóstico imunológico, os quais se baseiam na pesquisa da antigenemia e anitcorpo, apresentam uma boa sensibilidade e especificidade, apesar do seu alto custo .Contudo, tanto as técnicas parasitológicas quanto as imunológicas tem como inconveniente a obtenção de amostra biológica (soro, plasma ou sangue total) de forma ?invasiva? para sua realização.A utilização da pesquisa de DNA pela reação em cadeia da polimerase (PCR) e pela técnica de amplificação isotérmica em alça no diagnóstico da infecção por W. bancrofti, tem sido demonstrada por diversos autores, porém nenhum protocolo descrito por esses foi validado até o momento. A proposta do presente estudo é desenvolver e validar sistemas baseados em LAMP e PCR convencional para o diagnóstico da Filariose bancroftiana em fluidos biológicos, soro, sangue e urina, este último obtido de forma não invasiva, com o objetivo de utilizar essas novas técnicas , na rotina diagnóstica da Filariose linfática, bem como na monitorização do sucesso das intervenções proposta pelo PGELF. Palavras Chaves: Filariose , LAMP , PCR, urina.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Abraham Cézar de Brito Rocha - Integrante / Eduardo Caetano Brandão Ferreira da silva - Integrante / XIMENES, CAMILA - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Validação de um sistema baseado em Nested-Multiplex-PCR para o diagnóstico de pacientes com neurotoxoplasmose e aids., Descrição: Embora as infecções pelo T.gondii seja tipicamente não patogênica em indivíduos saudáveis, ela causa substancial morbidade e mortalidade nos imunocomprometidos A descoberta precoce da neurotoxoplasmose nos pacientes com aids permite um melhor prognóstico ao paciente, pois quando não tratados ou tratados tardiamente pode haver uma maior letalidade nos casos. A PCR para detecção de T. gondii em fluidos corporais, tais como a urina, tem sido utilizado com resultados promissores pois limitou o uso de métodos invasivos e com baixa sensibilidade e reprodutibilidade e quando associada às técnicas de imagem diminui o uso de biópsias estereotáxicas (COLOMBO et al., 2005). Vale ressaltar ainda que a pesquisa de alternativas diagnósticas mais sensíveis e específicas é prioritária para auxiliar o diagnóstico da toxoplasmose. O investimento em procedimentos de diagnóstico vem sendo apontado como necessário para redução da morbidade e da mortalidade desses pacientes. Assim, a técnica de Nested-PCR e PCR Multiplex é uma excelente alternativa para o diagnóstico destes pacientes, pois é suficientemente sensível, específica, rápida, aumentando o limite de detecção do DNA do parasito. Esse diagnóstico supre algumas lacunas importantes presentes nos métodos tradicionais de diagnóstico permitindo, por exemplo, detectar de maneira específica, seqüências exclusivas do genoma do parasito sem necessidade de seu isolamento em cultura, utilizando amostra biológica, representando mais rapidez para geração de resultados, menor gasto com mão-obra técnica e maior aceitação pelo paciente. Então, propõe-se um estudo de validação fase III de detecção do DNA, por meio de reação em PCR Nested-Multiplex para diagnóstico em amostras biológica, como sangue, urina e LCR nos pacientes com de neurotoxoplasmose e aids. E, segundo a literatura, há diferentes formas de evolução do quadro clínico do paciente devido às diferentes cepas existentes do T. gondii existindo assim, formas mais virulentas e, portanto, com maior morbi-mortalidade associada. Assim a identificação genética observada entre os indivíduos com neurotoxoplasmose pode contribuir para o entendimento da população do parasita bem como a epidemiologia de toxoplasmose no Brasil e em especial em Pernambuco.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Zulma Maria de Medeiros - Integrante / Maria Almerice Lopes da Silva - Integrante / Paulo Sergio Ramos de Araujo - Integrante / Gabriela Brito de Oliveira - Integrante / José Luiz de Lima Filho - Integrante.

  • 2012 - Atual

    Desenvolvimento e validação de um kit Nested-PCR em único tubo para o diagnóstico de Schistosoma mansoni em caramujos e em amostras de sangue e urina., Descrição: A esquistossomose é uma doença parasitária, de ocorrência tropical e subtropical, causada por vermes trematódeos do gênero Schistosoma e transmitida por caramujos do gênero Biomphalaria. O S. mansoni é a única espécie responsável pelos casos no Brasil, estando a região Nordeste entre as mais afetadas do país. Em Pernambuco, a transmissão da esquistossomose é endêmica em 102 dos 186 municípios do estado, principalmente nas Zonas da Mata e Litoral. A prevalência e a intensidade da infecção aumentam em jovens de 8 a 15 anos, e então diminui para um platô em adultos, sendo a magnitude de sua prevalência associada à gravidade das formas clínicas e a sua evolução, conferindo à esquistossomose uma grande relevância como problema de saúde pública. Os testes atualmente disponíveis para o diagnóstico da esquistossomose em caramujos e humanos apresentam diversos problemas em relação a sua sensibilidade e especificidade, além de serem laboriosas e, muitas vezes requererem técnicos especializados e uma infraestrutura específica para a realização de tais testes. Nas últimas décadas diversas ferramentas moleculares foram desenvolvidas para superar as lacunas deixadas pelos métodos descritos acima. Dentre estes métodos temos a Reação em Cadeia de Polimerase (PCR) e suas variantes, Nested-PCR convencional (NPCR) e em único tubo (STNPCR). Abath et al. (2002) desenvolveram uma Nested-PCR em único tubo para o diagnóstico da esquistossomose em caramujos, utilizando primers desenhados a partir da região 18S do DNA ribossômico de S. mansoni. A partir dessa premissa, o presente projeto tem como principal objetivo o desenvolvimento de um kit para o diagnóstico de S. mansoni em caramujos, e em fluidos biológicos humanos, a partir da abordagem baseada em Nested-PCR em único tubo desenvolvida por Abath e colaboradores (2002). Espera-se que este kit auxilie na praticidade e rapidez do diagnóstico desta doença no Brasil, e que o uso de urina como amostra biológica permita uma maior adesão da população.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Zulma Maria de Medeiros - Integrante / Maria Cynthia Braga - Integrante / Clarice Neuenschwander Lins de Morais - Integrante / Leandro Batista Wanderley - Integrante., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

  • 2010 - 2012

    Desenvolvimento de sistemas baseados em Nested-PCR, para a identificação da espécie parasitária e para o diagnóstico de leishmaniose visceral em sangue e urina, Descrição: O objetivo deste projeto é desenvolver sistemas baseado em PCR (Nested convencional, Nested em um único tubo) para a identificação da espécie parasitária e para o diagnóstico em urina e sangue de leishmaniose visceral, utilizando como alvo o espaçador interno transcrito-1 ITS-1 do DNAr.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Zulma Maria de Medeiros - Integrante / Sinval Pinto Brandão Filho - Integrante / AMARISTA, M.A. - Integrante / Maria Almerice Lopes da Silva - Integrante / Milena de Paiva Cavalcanti - Integrante / José Candido de Souza Ferraz Júnior - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Auxílio financeiro.

  • 2009 - 2013

    Desenvolvimento e validação de métodos moleculares e imunológicos para o diagnóstico da tuberculose infantil., Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador.

  • 2009 - 2011

    Desenvolvimento e Validação de Abordagens Moleculares, Baseadas em PCR, para o Diagnóstico da Filariose Bancroftiana em Fluidos Biológicos., Descrição: A filariose bancroftiana é uma doença endêmica de regiões tropicais e subtropicais que qui no brasil é causada por helmintos da espécie Wuchereria bancrofti. Doença debilitante de grave impacto sócio-econômico acomete cerca de 120 milhões de pessoas em todo mundo. No Brasil, estima-se em 49 mil o número de indivíduos infectados, sendo o Estado de Pernambuco considerado a área de maior endemicidade. Em sua fase crônica a bancroftose não possui cura sendo de grande importância que os testes diagnóstico sejam capazes de identificar pacientes parasitados o mais precocimente possível afim de iniciar o tratamento em tempo hábil, melhorando assim o prognóstico do paciente. Como até o momento as ferramentas diagnósticas atualmente disponíveis não são capazes de identificar os indivíduos parasitados frente a todas as formas evolutivas do parasito, bem como, frente as diversas manifestações clínicas que a enfermidade apresenta, o presente estudo visa desenvolver ferramentas moleculares baseadas em PCR para o diagnóstico desta parasitose, tendo como amostras biológicas saliva e urina. Tal proposta corresponde a uma das estretégia do plano de eliminação da filariose proposto pela Organização Mundial de Saúde e aumentará a adesão dos pacientes ao plano de eliminação, uma vez que as amostra para realização dos exames não serão obtidas através de procedimentos invasivos e também não serão coletadas necessáriamente a noite, opondo-se aos métodos parasitológicos tradicionais cuja as amostras são coletadas respeitando a periodicidade noturna do parasito no período das 23:00 a 01:00h.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / Abraham Cézar de Brito Rocha - Integrante / Zulma Maria de Medeiros - Integrante., Financiador(es): Fundação Oswaldo Cruz - Auxílio financeiro.

  • 2008 - 2011

    DIVERSIDADE GENETICA DO PARASITA SCHISTOSOMA MANSONI E TAXAS DE INFECCAO DOS MOLUSCOS HOSPEDEIROSDO GENERO BIOMPHALARIA, NO ESTADO DE PERNAMBUCO, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Fábio Lopes de Melo - Coordenador / BARBOSA, C S - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - Auxílio financeiro.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

SEGUNDO PREMIO DE COMUNICACIÓN ORAL DEL ÁREA SALUD GLOBAL Y COOPERACIÓN, LA SOCIEDAD ESPAOLA DE MEDICINA TROPICAL Y SALU INTERNACIONAL.

2008

Prêmio Pirajá da Silva, 11 SImpósio Internacional sobre Esquistossomose.

2002

Patente- Método, Kit e iniciadores para a identificação de sequências específicas de nucleotídeos através da reação em cadeia de polimerase tipo Nested em único tubo de reação, Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Aggeu Magalhães. , Av. Moraes Rego s/n; Departamento de parasitologia, Cid. Universitária, 50670420 - Recife, PE - Brasil - Caixa-postal: 7472, Telefone: (81) 21012688, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2009 - 2011

Fundação Oswaldo Cruz

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: TECNOLOGISTA EM SAUDE, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2006 - Atual

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: TECNOLOGISATA EM SAÚDE, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2006 - Atual

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Tecnologista, Carga horária: 40

2002 - Atual

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Biólogo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1996 - 2002

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

1993 - 1996

Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães

Vínculo: Estagiário de Iniciação Cientí, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 20

Atividades

  • 02/2000

    Ensino,,Disciplinas ministradas, Biologia

Propriedade Intelectual

Patentes (2)