Luiz Felipe Garcia de Oliveira

Pesquisador@ e ativista não-binária vivendo com HIV/AIDS. Mestrand@ no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Pesquiso o processo de criminalização da transmissão do HIV e suas interconexões com os processos de mudança social em relação à política sexual, às moralidades e à regulação sexual. Graduad@ em Ciências Sociais com modalidade em Política pela Universidade Estadual de Campinas (IFCH-UNICAMP), com intercâmbio internacional no Instituto de Estudos Europeus da Universidade Sorbonne Nouvelle - Paris 3. Atualmente faço parte da articulação política da Rede de Jovens Vivendo com HIV/Aids São Paulo Positivo, e sou uma das pessoas fundadoras da coletiva Loka de Efavirenz.

Informações coletadas do Lattes em 31/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Antropologia Social

2018 - Atual

Universidade de São Paulo
Orientador:Júlio Assis Simões.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Grande área: Ciências Humanas

Graduação em CIências Sociais

2009 - 2013

Universidade Estadual de Campinas
Orientador: Claudete de Castro Vitte
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2012 - 2013

Extensão universitária em Estudos Europeus. (Carga horária: 400h). , Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3, PARIS 3, França.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Francês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

10th IAS Conference on HIV Science. Witch-hunt in Brazil: Bill 198/2015, criminalization of HIV transmission and pathologization of dissident sexualities. 2019. (Congresso).

A Falsa Abolição e seus desdobramentos. 2019. (Encontro).

I Congresso de Estudos de Interseccionalidade em Ciências Sociais. 2019. (Congresso).

22nd International AIDS Conference. 2018. (Outra).

4th International Conference on the Social Science and Humanities in HIV.Activism on social media: A Brazilian experience, challenges and representativeness. 2018. (Outra).

Ecos da Conferência AIDS 2018. 2018. (Seminário).

II Ecos da Conferência.Necropolítica e Indetectabilidade - percepções do AIDS 2018. 2018. (Seminário).

II Ecos da Conferência AIDS 2018. 2018. (Seminário).

Semana de Psicologia da USP 2018.Necropolítica da AIDS:a loucura fabricada nos lucros do efavirenz. 2018. (Seminário).

I Encontro da Articulação Paulista de Luta contra a AIDS. 2017. (Encontro).

II Seminário de Pesquisas em Gênero, Sexualidades e HIV.Conversa PositHIVa: a experiência de ativismo em HIV/AIDS em redes e mídias sociais. 2017. (Seminário).

Unimídia.Representatividade na Mídia. 2017. (Seminário).

Semana de Conscientização de HIV/Aids da FMRP USP.A voz e o dono da voz. 2016. (Seminário).

Subjetividades e HIV: experiências, atores políticos e novos tempos.Subjetividades e HIV: experiências, atores políticos e novos tempos. 2016. (Seminário).

Semana de Ciências Sociais. 2013. (Congresso).

Paradiplomacia das Cidades: a importância da cooperação internacional para o desenvolvimento local. 2010. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Diego madi Dias

SIMOES, J.;MADI DIAS, Diego; PAIVA, V.. Caça às bruxas:​ um estudo sobre a criminalização da transmissão do HIV e a patologização das sexualidade dissidentes. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Antropologia Social) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Claudete de Castro Silva Vitte

Os contenciosos interestatais na América do Sul: territorialidades dos conflitos, o paple da Política Externa Brasileira e as ameaças à integração regional; 2010; Iniciação Científica; (Graduando em Geografia) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Claudete de Castro Silva Vitte;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • BRUXA, P. ; OLIVEIRA, L. F. G. . Campanha global I=I e possíveis usos políticos e consequências. Agência de Notícias da AIDS, 20 ago. 2018.

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Para militante, é preciso sair dos estereótipos para falar sobre HIV. Para militante, é preciso sair dos estereótipos para falar sobre HIV, Santos, 01 dez. 2016.

  • OLIVEIRA, L. F. G. ; MOSER, R. . O silêncio em torno do HIV. O silêncio em torno do HIV, Revista Pólen, 04 out. 2016.

  • MOSER, R. ; OLIVEIRA, L. F. G. . A Loka de Efavirenz: a profanação do corpo 'aidético'. A Loka de Efavirenz: a profanação do corpo 'aidético', Rede Humaniza SUS, 14 set. 2016.

  • OLIVEIRA, L. F. G. . VIH au Brésil, entre failles sanitaire et prévention normative. VIH au Brésil, entre failles sanitaire et prévention normative.

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Witch-hunt in Brazil: Bill 198/2015, criminalization of HIV transmission and pathologization of dissident sexualities. 2019. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. F. G. ; SANTOS, M. J. . Necropolítica da AIDS: a loucura fabricada nos lucros do Efavirenz. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Activism on social media: A Brazilian experience, challenges and representativeness. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • OLIVEIRA, L. F. G. ; PAIVA, V. S. F. . Ecos da Conferência AIDS 2018. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PAIVA, V. S. F. ; PECHENY, M. ; PARKER, R. ; CABRAL, C. ; SIMOES, J. A. ; SEFFNER, F. ; GRANGEIRO, A. ; GIANNA, M. C. ; OLIVEIRA, L. F. G. ; TERTO JR, V. . Todo Sexo é Político. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Conversa PositHIVa: a experiência de ativismo em HIV/AIDS em redes e mídias sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Representatividade na Mídia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . Subjetividades e HIV: experiências, atores políticos e novos tempos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . A voz e o dono da voz. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • OLIVEIRA, L. F. G. . OS CONTENCIOSOS INTERESTATAIS NA AMÉRICA DO SUL: TERRITORIALIDADES DOS CONFLITOS, O PAPEL DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA E AS AMEAÇAS À INTEGRAÇÃO REGIONAL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

MOSER, R. ; SOARES, R. ; SANTOS, M. J. ; OLIVEIRA, L. F. G. . Loka de Efavirenz. 2016; Tema: A articulação virtual do Coletivo Loka de Efavirenz vem expor na mídia o (sobre)viver com AiD$ em regimes antidemocráticos e fascistoides. Feminista decolonial e pós-apocalíptica, que se alimenta de comprimidos, construímos a resistência.. (Rede social).

SANTOS, M. J. ; FERNANDES, H. ; OLIVEIRA, L. F. G. ; JOHARI, T. . Corpo (IN)visível. 2017. Performática.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - Atual

    Políticas, direitos e sujeitos: formas de gestão e de ativismo relacionadas a LGBT e HIV-Aids, Descrição: Trata-se de articular dois campos diferentes de pesquisa, bem como investimentos de reflexão sobre formas de gestão, subjetivação e ação coletiva relacionadas a gênero, sexualidade e geração, com vistas a comparar e discutir processos contemporâneos de ressignificação dos sentidos de autonomia e participação que incidem tanto no âmbito da gestão de políticas quanto na constituição de sujeitos e atores políticos. Definem-se dois recortes que dizem respeito a questões de ação política e cidadania relacionadas à diversidade sexual e de gênero: (1) as políticas contemporâneas de controle e prevenção da epidemia HIV-aids voltadas às populações definidas como gays e outros HSH e sua relação com os ativismos em defesa dos direitos das pessoas que vivem com HIV-aids; (2) a atuação política institucional do movimento LGBT em relação à produção e gestão de políticas voltadas a LGBT, no contexto de São Paulo. De um lado, busca-se situar preocupações e investimentos de regulação moral que visam constituir as pessoas implicadas nas políticas de prevenção ao HIV-aids como coparticipantes e corresponsáveis dos processos de gestão de si e de preservação do coletivo, bem como analisar a emergência de novos ativismos articulados por jovens vivendo com HIV-aids que manejam a exposição de sua sorologia. De outro, trata-se de reinterpretar a atuação institucional do movimento LGBT com vistas a situar suas possibilidades e limites em relação às perspectivas de um modelo de gestão assentado na promoção à participação democrática... , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) . , Integrantes: Luiz Felipe Garcia de Oliveira - Coordenador / Paula Alegria - Integrante / Lucas Bugarelli - Integrante / Júlio Assis Simões - Integrante.

  • 2010 - 2011

    OS CONTENCIOSOS INTERESTATAIS NA AMÉRICA DO SUL: ... CONFLITOS, O PAPEL DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA E AS AMEAÇAS À INTEGRAÇÃO REGIONAL, Descrição: Este projeto de Iniciação Científica teve como objetivo o estudo dos conflitos interestatais na América do Sul, sobretudo a partir do século XIX, com o intuito de pesquisar quais os posicionamentos e/ou intervenções da política externa brasileira e como essa política imperialista facilitava ou dificultava os processos de integração regional, sobretudo em relação ao Mercosul. O projeto era vinculado do Departamento de Relações Internacionais do Instituto de Geociências da UNICAMP, e minha orientadora foi a Professora Doutora Claudete de Castro Vitte.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Luiz Felipe Garcia de Oliveira - Integrante / Claudette de Castro Vitte - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa., Número de produções C, T & A: 1

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: , Enquadramento Funcional:

  • 2016 - Atual

    Rede de Jovens São Paulo Positivo

    Vínculo: Articulação Política, Enquadramento Funcional: Articulador político da Rede, Carga horária: 10

    Outras informações:
    A Rede de Jovens São Paulo Positivo, antiga Rede Estadual de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids, é uma rede de adolescentes e jovens que vivem com HIV/Aids, vinculada à RNAJPV - Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids - que tem como finalidade o acolhimento e socialização entre os soropositivos e a luta pelos direitos das PVHA. Como articulador político, participo conjuntamente a outros membros da montagem de questões que virarão (ou não) políticas públicas para pessoas que vivem com HIV no Estado de São Paulo.

  • 2018 - Atual

    International AIDS Society

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Ativista e Pesquisadora

    Outras informações:
    International AIDS Society (IAS) é a principal associação independente de profissionais de AIDS do mundo.

  • 2015 - 2015

    Cooperativa do Saber

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 2

    Outras informações:
    A Cooperativa do saber é um cursinho que teve início com alunos da UNICAMP e tornou-se autônomo. Voltado para o público de baixa renda da região de Campinas, a Cooperativa do Saber promovia anualmente um processo seletivo para a "Capacitação Docente", projeto o qual fiz parte e que consistia em assistir aulas de professores de História a fim de preparar o futuro professor.

  • 2016 - 2016

    Armazém do Estudante

    Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Inglesa, Carga horária: 3

    Outras informações:
    Lecionava a disciplina Inglês para alunos em processo de preparação para os vestibulares.

  • 2014 - 2014

    Wizard Idiomas

    Vínculo: Professor de Inglês, Enquadramento Funcional: Professor de Língua Inglesa, Carga horária: 18

    Outras informações:
    Além de lecionar aulas de Inglês para jovens e adultos, eu era responsável pelo preparo prévio das aulas, bem como correção diária dos exercícios de todos os alunos.

  • 2016 - 2016

    Máximo Vestibulares

    Vínculo: Empregatício, Enquadramento Funcional: Plantonista, Carga horária: 2

    Outras informações:
    Plantonista de História no Cursinho Máximo Vestibulares