Taciana da Costa Farias Almeida

Doutora em Enfermagem pelo PPGEnf/UFPB . Mestre em Enfermagem pela FCM/ Unicamp. Especialista em Captação, Doação e Transplante de Órgãos e Tecidos e, Saúde da Família. Graduada em Enfermagem e Obstetrícia pela UFAL. Atualmente é Professora Adjunta da UAEnf/UFCG campus Campina Grande , contribuindo com a disciplina Atenção ao Paciente Crítico. Enfermeira com experiência nas áreas de Unidade de Terapia Intensiva Adulto e Hipertensão Arterial Sistêmica. Pesquisadora nas áreas de Hipertensão Arterial Sistêmica,Theory of Planned Behavior, Tecnologias para informação e Comunicação em Saúde(TICs), Terapia Intensiva Adulto e Processo de Doação e Transplante de Órgãos. Líder do Grupo de Pesquisa em Medida da Pressão Arterial(GEMPA /CCBS-UFCG), Membro pesquisadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Pressão Arterial (GEPPA/Unicamp) e Membro estudante do Grupo de Pesquisa em Doenças Crônicas (GPDOC/UFPB).Mãe de dois filhos (menores de 5 anos), é atuante na causa das mulheres na ciência. Email:tacianacfalmeida@gmail.com

Informações coletadas do Lattes em 26/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Enfermagem

2015 - 2019

Universidade Federal da Paraíba
Título: Determinantes psicossociais do uso de anti-hipertensivos orais: instrumento de medida e tecnologias motivacionais
Simone Helena dos Santos Oliveira. Palavras-chave: Hipertensão; Comportamento; Estudos de Validação; Tecnologia Biomédica; Enfermagem.Grande área: Ciências da Saúde

Doutorado interrompido em 2015 em Enfermagem

2014 - Atual

Universidade Federal do Ceará
Thelma Leite de Araújo. Ano de interrupção: 2015

Mestrado em Enfermagem

2009 - 2011

Faculdade de Ciências Médicas - Unicamp
Título: Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva Adulto: conhecimento sobre medida da pressão arterial,Ano de Obtenção: 2011
José Luis Tatagiba Lamas.Palavras-chave: Papel da Enfermeira; Pressão arterial; Unidade de Terapia Intensiva; Determinação da Pressão Arterial; Conhecimento.Grande área: Ciências da SaúdeSetores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.

Especialização em Captação, Doação e transplante de órgãos e tecidos

2011 - 2011

Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Título: Diagnósticos de Enfermagem segundo a NANDA no pré - operatório de transplante hepático.

Especialização em Saúde da Família

2006 - 2007

Faculdades Integradas Espírita
Título: A Saúde da Criança no Programa Saúde da Família: uma revisão Bibliográfica
Orientador: Maria Lúcia Vinha

Graduação em Enfermagem

2001 - 2005

Universidade Federal de Alagoas
Título: Os modos de expressão da dor do recém nascido segundo a percepção da mãe
Orientador: Leila Pacheco Ferreira Cavalcante

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Advanced Cardiovascular Life Support Course - ACLS. (Carga horária: 20h). , American Heart Association, AHA, Estados Unidos.

2016 - 2016

Capacitação da equipe multiprofissional - profissionais de saúde da rede. (Carga horária: 20h). , Sociedade Brasileira de Hipertensão, SBH, Brasil.

2011 - 2011

Diagnóstico de Morte Encefálica e Manutenção Doad. (Carga horária: 17h). , Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, IIEPAE, Brasil.

2010 - 2010

Extensão universitária em Cuidar do Adulto em UTI: análise de suas dimensões. (Carga horária: 90h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2006 - 2008

Extensão universitária em Aluna Especial - Departamendo de Enfermagem. (Carga horária: 435h). , Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP, FCM, Brasil.

2001 - 2004

Extensão universitária em Curso Básico de Inglês. (Carga horária: 225h). , Casa de Cultura Britânica, CCB-UFAL, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . I Simpósio de Medida da Pressão Arterial. 2016. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . Oficina de Método Digital - Em I Simpósio de Medida da Pressão Arterial. 2016. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . Oficina de Método Auscultatório - Em I Simpósio de Medida da Pressão Arterial. 2016. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . III Semana de Enfermagem CCBS-UFCG. 2013. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . I Workshop de Atualização em Medida da Pressão Arterial. 2011. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . Comemoração do Ano Internacional da Enfermagem. 2010. (Outro).

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . I Festival de Enfermagem na Arte de Educar em Saúde. 2004. (Festival).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Workshop Internacional - Tendências de pesquisa em enfermagem: int. 2018. (Outra).

11 Congresso Norte-Nordeste de Medicina Intensiva. 2017. (Congresso).

19 Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem. 2017. (Seminário).

Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde. 2016. (Congresso).

XVIII Curso Internacional de Atualização em Terapia Intensiva. 2016. (Outra).

XXIV Congresso da Sociedades Brasileira de Hipertensão. 2016. (Congresso).

I Colóquio Internacional de Educação e Trabalho Interprofissional em Saúde. 2015. (Outra).

I Colóquio internacional de educação e trabalho interprofissional em saúdede. 2015. (Outra).

Workshop internacional de inovação na educação profissional. 2015. (Outra).

9 Congresso Norte-Nordeste de Medicina Intensiva. 2013. (Congresso).

II Semana de Enfermagem do CCBS/UFCG.A importância da pós-graduação para a formação profissional do enfermeiro. 2012. (Outra).

XX Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão. Esfigmomanômetros digitais disponíveis para comercialização: identificação de marcas, modelos e confiabilidade. 2012. (Congresso).

Curso de simulação realística em Diagnóstico de Morte Encefálica e Manutenção Hemodinâmica do Potencial Doador.Diagnóstico de Morte Encefálica e Manutenção Hemodinâmica do Potencial Doador. 2011. (Outra).

IV ENCIHDOTT - Encontro Nacional das comissões intra-hospitalares de doação de órgãos e tecidos para transplante. 2011. (Encontro).

I Workshop de Atualização em Medida da Pressão Arterial.Medida da Pressão Arterial com o método de Canulação Arterial. 2011. (Outra).

Princípios para avaliação eletrocardiográfica pelo enfermeiro. 2011. (Outra).

XXXII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. Condutas de profissionais de saúde durante a medida da pressão arterial em unidade de terapia intensiva adulto. 2011. (Congresso).

Comemoração do ano internacional da Enfermagem.Equipe de apoio. 2010. (Encontro).

Feridas Complexas. 2010. (Seminário).

IV Simpösio de enfermagem: processo de enfermagem em cena. 2010. (Simpósio).

I Workshop de desbridamento de feridas. 2010. (Oficina).

Ventilação Mecânica Invasiva. 2010. (Encontro).

XVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão. Construção e validação de um instrumento para avaliar conhecimento de enfermeiros sobre medida da pressão arterial. 2010. (Congresso).

Abordagem do Enfermeiro no Tratamento da Hipertensão Arterial. 2009. (Congresso).

Avaliação de Feridas: projeto integração HC / CAISM / REDE. 2009. (Oficina).

Fóruns Permanentes: " Saberes e práticas da saúde e enfermagem". 2009. (Outra).

II Seminário de Inovações em Atividades Curriculares: experiências na Unicamp.O programa estágio docente (PED)como estratégia de formação: relato de experiência. 2009. (Seminário).

IX ENFHESP - Encontro dos enfermeiros dos hospitais de ensino do estado de São Paulo.As estórias como forma de preparação das crianças para procedimentos médicos e de enfermagem. 2009. (Encontro).

Simpósio de Terapia Intravenosa. 2009. (Simpósio).

V Congresso cientifico dos estudantes de Enfermagem da Unicamp. O conhecimento sobre validação de esfigmomanômetros automáticos. 2009. (Congresso).

Workshop para atualização dos manuais do Hospital de Clínicas - UNICAMP. 2009. (Outra).

XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão and XVIII Scientific Sessions of the Inter-American Society of Hypertension. O conhecimento sobre a necessidade de validação do esfigmomanômetro automático. 2009. (Congresso).

1a Jornada de Enfermagem em Cardiologia. 2008. (Outra).

Ciclo de palestras técnicas especializadas: colostomia, ileostomia, estomas urinários e traqueostomia. 2008. (Outra).

Curso modular de tratamento de feridas. 2008. (Outra).

II Encontro de Estomaterapia do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. 2008. (Encontro).

IV Encontro de Estomaterapia - Vivenciando a diversidade com qualidade. 2008. (Encontro).

IV Simpósio de Suporte Circulatório com Balão Intra-Aórtico. 2008. (Simpósio).

Jornada de Captação de órgãos e Tecidos para Transplantes. 2008. (Outra).

Noções básicas de ECG. 2008. (Outra).

X Curso de Trauma Pré-Congresso Brasileiro das Ligas do Trauma (CoLT) e VI Curso Internacional de Urgências Cirúrgicas e Trauma do Hospital Municipal " Dr. Mário Gatti". 2008. (Outra).

IV Encontro de Estomaterapia no HSPE. 2007. (Encontro).

Acolhimento e Aconselhamento em DST/HIV/AIDS. 2006. (Outra).

II Curso de Diabetes Mellitus, Hipertensão e Obesidade. 2006. (Outra).

II Workshop de Estomaterapia. 2006. (Outra).

VII Seminário de Pesquisa em Enfermagem - UFAL.Os modos de expressão da dor do recém-nascido segundo a percepção da mãe. 2006. (Seminário).

VII Seminário de Pesquisa em Enfermagem - UFAL.As estórias como forma de preparação das crianças para procedimentos médicos e de enfermagem. 2006. (Seminário).

VI Seminário de Pesquisa em Enfermagem.A arte de contar estórias como estratégia de preparação da criança para procedimentos médicos e de enfermagem.. 2005. (Seminário).

XV Encontro de Iniciação Cientifica - II Congresso Acadêmico UFAL. A arte de contar estórias como forma de preparação da criança para procedimentos médicos e de enfermagem. 2005. (Congresso).

2a Conferência Estadual de Ciência Tecnologia e Inovação em Saúde - 2a CECTIS.A arte de contar estórias como estratégia de preparação da criança para procedimentos médicos e de enfermagem. 2004. (Outra).

XXV Encontro Regional dos Estudantes de Enfermagem do Nordeste - EREEn/NE. 2004. (Encontro).

Ciclo de Debates Pró-Saúde. 2003. (Oficina).

II Seminário de Atualização em Aplicação de Injeções Intra-Musculares e Atualização em Cuidados com Feridas. 2003. (Seminário).

I Jornada de Enfermagem da Unidade de Emergência. 2003. (Outra).

Jornada Multidisciplinar em Urgência e Emergência. 2002. (Outra).

Assistência ao hipertenso pela enfermagem - II Jornada Multidisciplinar do Hospital Universitário. 2001. (Outra).

I Curso de Atualização em Vacinas. 2001. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Marina Saraiva de Araújo Pessoa

MENDES, J. M. S.; QUEIROZ, X. S. B. A.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Medida da Pressão Arterial em locais alternativos no paciente grande queimado: conhecimento da equipe de enfermagem. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Letícia Luana Claudino da Silva

BEZERRA, E. B. N.; NUNES, A. V. L.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Um olhar sobre o trabalhar dos profissionais do SAMU: um relato de experiência. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Ana karla Araujo de Souza

MENDES, J. M. S.; QUEIROZ, X. S. B. A.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Caracterização da pessoa idosa vitima de queimadura: uma revisão integrativa. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Quezia Rafael Figueiredo santos

MEDEIROS, A. C. T.; MENDES, J. M. S.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Assistência de Enfermagem à pessoa idosa institucionalizada. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Gisele Martins Rodrigues da Silva

ALMEIDA, T.C.F.; QUEIROZ, X. S. B. A.; MENDES, J. M. S.. Implantação da sistematização da assistência de enfermagem na unidade de queimados no hospital em Campina Grande. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Flaviana Pereira da Silva

MENDES, J. M. S.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; NEGREIROS, R. V.. Estágio supervisionado: relembrando a vivência discente no cotidiano hospitalar. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Mirella Dias Marinho

QUEIROZ, X. S. B. A.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; CHAVES, O. B. B. M.. Assistência de enfermagem ao paciente vitima de queimaduras. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Nahadja Tahaynara Barros Leal

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; SANTOS, R. C.; BRANDAO, G. C. G.. Sistematização da assistência de enfermagem na unidade de terapia intensiva adulto de um hospital universitário: reestruturação de acordo com o perfil da clientela. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Thalita Lisbôa de Menezes

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; SANTOS, R. C.; BRANDAO, G. C. G.. Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a adequação do manguito durante a medida da pressão arterial. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Suzana Waleska da Silva Barreto

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; SANTOS, R. C.; BRANDAO, G. C. G.. Unidade de terapia intensiva adulto: circunferência braquial e adequação de manguitos versus conhecimento dos profissionais de enfermagem. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Polyana Galdino Sousa Barros

BRANDAO, G. C. G.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; PEIXOTO, J. B. S.. Assistência ao hipertenso: análise ao prontuário. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Clarissa Gomes de Araújo

VIEIRA, G. A. C. M.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; NEGREIROS, R. V.. Causas de fraturas de fêmur em idosos no Brasil: uma revisão integrativa. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Tayse Mayara de França Oliveira

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; GONZAGA, N. C.; BARBOSA, K. K. S.. Adequação do manguito durante a medida da pressão arterial: uma revisão integrativa. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Hely Briege Alves Freitas

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; VIEIRA, C. R. D.; LIMA, L. F. C.. Condutas de enfermagem diante do potencial doador de órgãos em morte encefálica: uma revisão integrativa da literatura. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Monalisa Alves Dantas

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; NEGREIROS, R. V.; MEDEIROS, S. C. N.. Medida auscultatória da pressão arterial em unidade de terapia intensiva adulto: condutas de profissionais de enfermagem. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Monalisa Alves Dantas

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; NEGREIROS, R. V.; MEDEIROS, S. C. N.. Medida auscultatória da pressão arterial em unidade de terapia intensiva adulto: condutas de profissionais de enfermagem. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Antonio Mendes Correia Junior

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; BRANDAO, G. C. G.; MEDEIROS, S. C. N.. PET SAÚDE-REDES DE ATENÇÃO na formação do discente de enfermagem: um enfoque na rede de urgências e emergências. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Margarida Batista de Medeiros Neta

PAZ, M. C. F.; DONATO, S. T.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Avaliação do papel da enfermagem frente às infecções hospitalares e resistências mocrobianas. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande.

Aluno: Bruna França Silveira

PAZ, M. C. F.; DONATO, S. T.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Infecção hospitalar e resistência bacteriana na UTI infantil de um hospital universitário: papel da enfermagem. 2014.

MELO, E. C. A.; GALDINO, L. F.;ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; MEDEIROS, A. C. T.; ARAUJO, K. M. F. A.; SOUSA, A. O. B.. Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Substituto na área de Atenção ao Paciente Crítico/Saúde do Adulto. 2018. Universidade Federal de Campina Grande.

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; MEDEIROS, A. C. T.; QUEIROGA, R. P. F.; MELO, E. C. A.; GALDINO, L. F.; SOUSA, A. O. B.. Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Substituto na área de Atenção ao Paciente Crítico/ Saúde do Idoso. 2017. Universidade Federal de Campina Grande.

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; SILVA, P. M. C.; VIEIRA, C. R. D.. Presidente da comissão examinadora do processo seletivo simplificado para professor substituto da disciplina Atenção ao Paciente Crítico. Edital 25/2014. 2014. Universidade Federal de Campina Grande.

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias. Comissão cientifica da banca examinadora de trabalhos científicos do I Congresso de Trauma de Campina Grande. 2013. Universidade Federal de Campina Grande.

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias; FARIAS, S. M.; OLIVEIRA, J. O. D.. Presidente da comissão eleitoral para escolha dos coordenadores de administração executiva colegiada da Unidade Acadêmica de Psicologia e Coordenador de curso de Enfermagem CCBS/UFCG. 2013. Universidade Federal de Campina Grande.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Maria Cecília Bueno Jayme Gallani

GALLANI, M. C. B. J.. Juíza no Processo de validação de conteúdo do instrumento utilizado na dissertação de mestrado - Enfermeiros de unidade de terapia intensiva adulto: conhecimento sobre métodos de medida da pressão arterial.. 2009 - Universidade Estadual de Campinas.

Roberta Cunha Matheus Rodrigues

LAMAS, José Luiz Tatagiba; ARCURI, Edna Apparecida Moura;GALLANI, Maria Cecília Bueno Jayme; ARAUJO, Thelma Leite de;RODRIGUES, Roberta Cunha Matheus. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva Adulto: conhecimento sobre medida da pressão arterial. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Estadual de Campinas.

Roberta Cunha Matheus Rodrigues

LAMAS, José Luiz Tatagiba; ARCURI, Edna Apparecida Moura;GALLANI, Maria Cecília Bueno Jayme; ARAUJO, Thelma Leite de;RODRIGUES, Roberta Cunha Matheus. Exame de qualificação: Enfermeiros de unidade de terapia intensiva adulto: conhecimento sobre métodos de medida de pressão arterial.. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Estadual de Campinas.

Simone Helena dos Santos Oliveira

Oliveira, Simone Helena dos Santos; LAMAS, José Luiz Tatagiba; PICHELLI, Ana Alayde Werba Saldanha; FREIRE, MARIA ELIANE MOREIRA; COSTA, Katia Neyla de Freitas Macedo. Determinantes da tomada dos anti-hipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional. 2019. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

Simone Helena dos Santos Oliveira

Oliveira, Simone Helena dos Santos; FREIRE, MARIA ELIANE MOREIRA;SOARES, Maria Júlia Guimarães Oliveira; PICHELLI, Ana Alayde Werba Saldanha; LAMAS, José Luiz Tatagiba. Determinantes da tomada dos antihipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

Ana Alayde Werba Saldanha Pichelli

SANTOS, S. H.; LAMAS, J. L. T.;SALDANHA, Ana Alayde Werba; FREIRE, M. E. M.; COSTA, K. N. F. M.. Determinantes da tomada de anti-hipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

Ana Alayde Werba Saldanha Pichelli

SANTOS, S. H.; LAMAS, J. L. T.;SALDANHA, Ana Alayde Werba; FREIRE, M. E. M.. Determinantes da tomada dos anti-hipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

Maria eliane Moreira Freire

OLIVEIRA, S. H. S.; LAMAS, J. L. T.; PICHELLI, A. A. W. S.;FREIRE, M. E. M; COSTA, K. N. F. M.; MELO, E. C. A.; SOARES, M. J. G. O.. DETERMINANTES DA TOMADA DOS ANTI-HIPERTENSIVOS ORAIS: UMA PROPOSTA DE MEDIDA E INTERVENÇÃO MOTIVACIONAL. 2019. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem do CCS/UFPB - Doutorado) - Universidade Federal da Paraíba.

Maria eliane Moreira Freire

OLIVEIRA, S. H. S.;FREIRE, M. E. M; SOARES, M. J. G. O.; PICHELLI, A. A. W. S.; LAMAS, J. L. T.. DETERMINANTES DA TOMADA DOS ANTI-HIPERTENSIVOS ORAIS: UMA PROPOSTA DE INSTRUMENTO DE MEDIDA E INTERVENÇÃO MOTIVACIONAL. 2019. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Enfermagem do CCS/UFPB - Doutorado) - Universidade Federal da Paraíba.

Katia Neyla de freitas Macedo Costa

PICHELLI, A. A. W. S.; LAMAS, J. L. T.;COSTA, K. N. F. M.; MOREIRA, M. E. A.;OLIVEIRA, S. H. S.. Determinantes Psicossociais do uso de anti-hipertensivos orais: instrumento de medida e tecnologias motivacionais. 2019. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

José Luiz Tatagiba Lamas

Lamas JLTARCURI, E. A. M.; Gallani MCBJ;ARAÚJO, Thelma Leite; RODRIGUES, R. C. M.. Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva Adulto: conhecimento sobre medida da pressão arterial. 2011. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Estadual de Campinas.

José Luiz Tatagiba Lamas

Oliveira SHS;Lamas JLT; Pichelli AAW; Freire MEM; Macedo KNF; Melo ECA; Guimarães MJ. Determinantes da tomada dos anti-hipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional. 2019. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

Karla Suênia Aires de Queiroz

Caracterização dos pacientes hipertensos acompanhados a nível ambulatorial em um hospital universitário; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Faculdade Maurício de Nassau; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Roberta Paolli de Paiva Oliveira

Pressão Arterial Invasiva: conhecimento teórico dos profissionais de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva adulto; 2018; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Bruna Oliveira Gonzaga

Portadores de hipertensão arterial em seguimento ambulatorial: adesão ao tratamento medicamentoso; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Nathália Bianca Gomes da Nóbrega

Avaliação do conhecimento e capacitação de profissionais envolvidos no atendimento ao paciente hipertenso em uma unidade básica de saúde da família; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Larissa dos Santos Souza

Adesão terapêutica dos pacientes hipertensos não controlados em unidade de pronto atendimento; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Iago Vieira Gomes

Caracterização dor usuários portadores de hipertensão arterial atendidos em unidade de pronto atendimento; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

José Rocha Gouveia Neto

Tratamento medicamentoso da hipertensão arterial: adesão terapêutica, qualidade de vida e crenças dos homens hipertensos; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Maria Inês Borges Coutinho

(TCC- Graduação) - ÁLBUM SERIADO COMO FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A MANUTENÇÃO DO POTENCIAL DOADOR DE ORGÃOS: PACIENTE EM MORTE ENCEFÁLICA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Kelle Karoline Ariane Ferreira Alves

A iniciação científica na formação do discente de enfermagem: enfoque na medida da Pressão Arterial; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Eliene de Souza Santana

CONSULTA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE HIPERTENSO NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Laís Helena de Lima Cruz

O uso de tecnologias pelos profissionais de enfermagem: uma revisão integrativa; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Nahadja Tahaynara Barros Leal

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO: REESTRUTURAÇÃO DE ACORDO COM O PERFIL DA CLIENTELA; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Suzana Waleska da Silva Barreto

UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO: Circunferência Braquial e Adequação de Manguitos Versus Conhecimento dos Profissionais de Enfermagem; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Thalita Lisbôa de Menezes

CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A ADEQUAÇÃO DO MANGUITO DURANTE A MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Ana Dark Aires de Farias

Ocorrência de úlceras por pressão na UTI adulto de um hospital universitário de Campina Grrande-PB; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Tayse Mayara de França Oliveira

ADEQUAÇÃO DO MANGUITO DURANTE A MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Monalisa Alves Dantas

Medida auscultatória da pressão arterial em unidade de terapia intensiva: condutas de profissionais de enfermagem; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Antônio Correia Mendes Júnior

PET SAÚDE-REDES DE ATENÇÃO NA FORMAÇÃO DO DISCENTE DE ENFERMAGEM: UM ENFOQUE NA REDE DE URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Hely Briege Alves Freitas

Condutas de enfermagem diante do potencial doador de órgãos em morte encefálica: uma revisão integrativa da literatura; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves

Avaliação do conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a adequação do manguito durante a medida da pressão arterial; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Maria Inês Borges Coutinho

Condutas de enfermagem diante do potencial doador de órgãos em um hospital de emergência e trauma de um município do interior da paraíba; 2014; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves

Realização da Medida da Pressão Arterial em Unidade de Terapia Intensiva Adulto: um estudo observacional; 2013; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Suzana Waleska da Silva Barreto

Medida da Pressão Arterial em Unidade de Terapia Intensiva Adulto: circunferência braquial e adequação de manguitos; 2012; Iniciação Científica; (Graduando em Enfermagem) - Universidade Federal de Campina Grande; Orientador: Taciana da Costa Farias Almeida;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Simone Helena dos Santos Oliveira

Determinantes da tomada dos anti-hipertensivos orais: uma proposta de instrumento de medida e intervenção motivacional; 2019; Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba,; Orientador: Simone Helena dos Santos Oliveira;

José Luiz Tatagiba Lamas

Enfermeiros de Unidade de Terapia Intensiva Adulto: conhecimento sobre medida da pressão arterial; 2011; Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Estadual de Campinas,; Orientador: Jose Luiz Tatagiba Lamas;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • GOUVEIA, BERNADETE DE LOURDES ANDRÉ ; SOUSA, MAILSON MARQUES DE ; ALMEIDA, Taciana da Costa Farias ; SOUSA, VINICIUS ANDRÉ GOUVEIA DE ; PEREIRA, WILMA DIAS DE FONTES ; OLIVEIRA, SIMONE HELENA DOS SANTOS . Beliefs related to oral antidiabetic use among individuals with diabetes. Escola Anna Nery. Revista de Enfermagem , v. 24, p. 1-8, 2020.

  • SANTOS, J. M. ; COUTINHO, M. I. B. ; FREITAS, H. B. A. ; PESSOA, M. S. A. ; GOUVEIA NETO, J. R. ; GOMES, I. V. ; FERREIRA, D. M. G. ; OLIVEIRA, R. P. P. ; ARAUJO, A. B. G. ; COSTA, R. H. M. ; DUARTE, R. F. ; ANJOS, A. L. B. ; QUEIROZ, X. S. B. A. ; ALMEIDA, T.C.F. . CONDUTAS DE ENFERMAGEM PRIORITÁRIAS DIANTE DO POTENCIAL DOADOR DE ÓRGÃOS: UM ESTUDO AVALIATIVO. INTERNATIONAL JOURNAL OF DEVELOPMENT RESEARCH , v. 10, p. 34823-34826, 2020.

  • GOUVEIA, B. L. A. ; SOUSA, M. M. ; ALMEIDA, T.C.F. ; SOUSA, V. A. G. ; OLIVEIRA, S. H. S. . Crenças relacionadas ao uso de insulina em pessoas com Diabetes Mellitus tipo 2. REVISTA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM , v. 73, p. 1-8, 2020.

  • PESSOA, M. S. A. ; FARIAS, A. J. A. ; SANTOS, J. M. ; FERNANDES, S. E. T. ; ALVES, N. R. ; SOUZA, M. A. ; ANJOS, A. L. B. ; DUARTE, R. F. ; COSTA, M. M. L. ; MENDES, J. M. S. ; ALMEIDA, T.C.F. ; QUEIROZ, X. S. B. A. . MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL EM LOCAIS ALTERNATIVOS NO PACIENTE GRANDE QUEIMADO: CONHECIMENTO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM. INTERNATIONAL JOURNAL OF DEVELOPMENT RESEARCH , v. 10, p. 34978-34984, 2020.

  • SANTOS, J. M. ; COUTINHO, M. I. B. ; FREITAS, H. B. A. ; PESSOA, M. S. A. ; GOUVEIA NETO, J. R. ; FARIAS, A. J. A. ; ARAUJO, A. B. G. ; SILVA, J. K. A. ; DUARTE, R. F. ; ANJOS, A. L. B. ; QUEIROZ, X. S. B. A. ; ALMEIDA, T.C.F. . ÁLBUM SERIADO COMO FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A MANUTENÇÃO DO POTENCIAL DOADOR DE ÓRGÃOS DE PACIENTE EM MORTE ENCEFÁLICA. INTERNATIONAL JOURNAL OF DEVELOPMENT RESEARCH , v. 10, p. 35690-35693, 2020.

  • SOUSA, M. M. ; GOUVEIA, B. L. A. ; ALMEIDA, T.C.F. ; FREIRE, M. E. M. ; MELO, F. A. B. P. ; OLIVEIRA, S. H. S. . Evidências relacionadas à restrição de sódio em pacientes com insuficiência cardíaca. REVISTA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM , v. 73, p. 1-9, 2020.

  • SOUSA, MAILSON MARQUES DE ; GOUVEIA, BERNADETE DE LOURDES ANDRÉ ; ALMEIDA, Taciana da Costa Farias ; FREIRE, MARIA ELIANE MOREIRA ; OLIVEIRA, SIMONE HELENA DOS SANTOS . Crenças de pessoas com insuficiência cardíaca relacionadas à ingesta de sal. REVISTA ENFERMAGEM UERJ , v. 27, p. e44197, 2019.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

ALMEIDA, T.C.F. . Enfermagem em Captação, Doação e Transplante de Órgãos e Tecidos. 2013. .

ALMEIDA, T.C.F. . Segurança do Paciente. 2013. .

ALMEIDA, T.C.F. . Centro Cirúrgico e Farmacologia. 2013. .

ALMEIDA, T.C.F. . Unidade de Terapia Intensiva e Farmacologia. 2013. .

ALMEIDA, T.C.F. . A importância da pós-graduação para a formação profissional. 2012. .

ALMEIDA, T.C.F. . Medida da Pressão Arterial Invasiva. 2011. .

ALMEIDA, Taciana da Costa Farias . Produtos para prevenção e tratamento de Feridas. 2010. .

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2018

    (TCC-Graduação)- PRESSÃO ARTERIAL INVASIVA: CONHECIMENTO TEÓRICO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM DE UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO, Descrição: Objetivo: Caracterizar o conhecimento dos enfermeiros e técnicos de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva de adultos sobre a medida da pressão arterial invasiva, e identificar a percepção dos profissionais quanto ao seu grau de conhecimento sobre o tema. Método: Estudo descritivo, transversal, quantitativo, realizado em um hospital público e de ensino, onde aplicou-se um questionário validado e adaptado, contendo dados de identificação, questões objetivas sobre a medida direta da pressão arterial e questões de auto avaliação com escala de Likert. Os dados coletados foram analisados a partir da abordagem quantitativa, utilizando o programa SSPS versão 21. Resultados: Constituíram a amostra 26 profissionais, dos quais sete (26,9%) eram enfermeiros e 19 (73,1%) técnicos de enfermagem. Os sujeitos apresentaram um número médio de 5,11 acertos, alcançando um desempenho regular. A maioria dos sujeitos (57,7%) expressaram-se pouco satisfeitos com o seu conhecimento, e em sua totalidade os sujeitos afirmaram necessitar de capacitação. Conclusão: Existem lacunas no conhecimento teórico dos enfermeiros e técnicos de enfermagem quanto a medida da PA invasiva, sendo necessário a implementação de medidas que busquem capacitar continuamente os profissionais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Roberta Paolli de Paiva Oliveira - Integrante.

  • 2017 - 2018

    (TCC-Graduação) - Tratamento medicamentoso da hipertensão arterial: adesão terapêutica, qualidade de vida e crenças dos homens hipertensos, Descrição: O homem desde a sua formação sociocultural é estereotipado como sexo marcante, poderoso e o principal responsável pela sua família. Esse conceito antiquado prejudica diversos aspectos da vivência, sendo a saúde, um dos mais afetados. O homem possui a crença de que problemas de saúde irão abalar a sua masculinidade e sua funcionalidade no trabalho, este comportamento resulta em autonegligenciamento da saúde, ocasionando a baixa procura aos serviços de saúde, resultando na vulnerabilidade a doenças e agravos, sendo a hipertensão arterial sistêmica bastante prevalente. Sabe-se que esta enfermidade requer um controle adequado para evitar complicações, e para alcançar este resultado é necessário que os hipertensos realizem uma adesão terapêutica adequada e que os profissionais conheçam quais são as crenças destes usuários em relação ao tratamento. Assim, os OBJETIVOS deste estudo são: Caracterizar os homens hipertensos abordados no projeto piloto; avaliar a adesão ao tratamento medicamentoso dos homens hipertensos; mensurar a qualidade de vida dos homens hipertensos; levantar as crenças desses homens em relação à adesão terapêutica; refletir acerca do poder das crenças sobre a adesão ao tratamento e qualidade de vida. MÉTODO: Estudo quanti-qualitativo, realizado em uma UBSF na cidade de Campina Grande- PB. Para o desenvolvimento deste estudo, foi acessado o banco de dados ativo da pesquisa piloto, que continha informações levantadas por meio de um formulário aplicado anteriormente e extraiu dele os dados que alimentaram o banco, referente aos sujeitos do sexo masculino, como: dados sociodemográficos, antropométricos e questões específicas sobre adesão terapêutica e qualidade de vida (QV), após esta etapa, iniciou-se o convite para participar do levantamento das crenças. A pesquisa piloto abordou 20 homens, amostra para caracterização, porém sobre o levantamento das crenças não foi possível realizar com todos, resultando em uma amostra de 13 homens. RESULTADOS: A média de idade dos homens foi de 64 anos, com auto-relato de cora da pele brancos (45%), com baixas renda (1,85 salários mínimos) e escolaridade (2,65 anos), casados (60%) e aposentados (55%). Os dados indicam que se trata de uma amostra com sobrepeso (IMC=28,95), sedentária (85%), tendo cefaleia (20%) como queixa principal e com baixos scores de qualidade de vida (10,50) e adesão (4,75). O questionário de QV revelou que estes hipertensos se queixavam de fraqueza (50%), acham que a vida é uma luta continua (90%), possui a sensação de que estão doentes (65%), urinam com mais frequência (70%) e sentem a boca seca (55%). Como crenças salientes para o tratamento identificou-se benefícios para saúde e cumprir com o dever como vantagens de aderir ao tratamento. A esposa foi o principal referente positivo para o tratamento da hipertensão. CONCLUSÃO: Confirma-se que as crenças dos usuários sobre o tratamento, a adesão medicamentosa e a qualidade de vida são variáveis inteiramente conectadas, sendo de relevante importância que os profissionais sejam cientes deste fato para proporcionar uma assistência integral aos homens hipertensos, conhecendo e introduzindo os referentes positivos nesta assistência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / José Rocha Gouveia Neto - Integrante.

  • 2017 - 2018

    (TCC-Graduação) - Pacientes em seguimento ambulatorial em um hospital universitário: adesão ao tratamento medicamentoso, Descrição: A Hipertensão Arterial é uma doença crônica que evolui, na maioria dos casos, de forma assintomática, e constitui um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. Traz danos tanto ao indivíduo acometido quanto à família e ao sistema de saúde pública, por gerar grandes gastos, principalmente pelos casos de internação decorrentes de suas complicações. Apesar da maioria dos casos de hipertensão ser acompanhada na atenção primária, boa parte requer atendimento mais complexo, a nível ambulatorial, por não conseguir o controle da PA adequado e/ou apresentar complicações, mesmo com o tratamento. Em todos os casos de hipertensão, há a necessidade de recorrer a algum regime terapêutico, que pode ser medicamentoso ou não, e para conseguir resultados satisfatórios o indivíduo deve aderir à terapêutica proposta, sem interrupções. O estudo tem por objetivo avaliar a adesão medicamentosa de pacientes hipertensos em seguimento ambulatorial. Tratou-se de um estudo transversal descritivo, com abordagem quantitativa, e para a obtenção dos dados foram aplicados: um instrumento de avaliação sociodemográfico e o Teste Morisky Medication Adherence Scale (MMAS-8), aos pacientes hipertensos acompanhados a nível ambulatorial e em uso de terapia medicamentosa. Participaram do estudo 162 indivíduos declarados hipertensos, sendo 93 (57,4%) do sexo feminino, 84 (51,9%) autodeclarados não brancos, com idade média de 61,25 anos. A maioria relatou apresentar fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV), com o sedentarismo o mais prevalente, com 64 (39,5%) sujeitos, seguido pela Diabetes Mellitus, com 62 (38,3%). Além disso, 99 (61,5%) disseram apresentar queixas relacionadas à PA elevada, sendo a cefaleia a mais citada, com 42 (25,9%) sujeitos. Quanto à medida de PA, apenas 19 (11,7%) apresentaram valor pressórico normal, e ao relacionar este com a adesão medicamentosa, apenas três (1,8%) tiveram alta adesão e classificação da PAS como normal, e 15 (9,3%) PAD normal. Com base nos resultados encontrados, tornam-se imperativas medidas multiprofissionais e mudanças na abordagem assistencial ao indivíduo hipertenso atendido em nível ambulatorial, para que haja a possibilidade de mudança na adesão medicamentosa. Entre as mudanças propostas, sugerese um acompanhamento multiprofissional, neste setor, uma vez que neste nível de complexidade figura apenas o profissional médico nas ações de atenção ao paciente hipertenso em seguimento ambulatorial, na realidade assistida. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Bruna Oliveira Gonzaga - Integrante.

  • 2017 - 2017

    (TCC-Garaduação) - Avaliação do conhecimento e capacitação de profissionais envolvidos no atendimento ao paciente hipertenso em uma unidade básica de saúde da família, Descrição: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é uma condição clínica que apresenta correlação direta e progressiva sobre o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, principal causa de morte no Brasil. Existe um grande desafio para o controle e prevenção da HAS e suas complicações, sobretudo, por parte da Atenção Primária à Saúde, designada como porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). Com o intuito de promover a qualificação da assistência, a Educação Permanente em Saúde possibilita a aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes para melhoria da prática profissional. Objetivo: Avaliar o conhecimento de profissionais de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) sobre o atendimento ao paciente hipertenso, capacitá-los e reavaliá-los de acordo com o Caderno de Atenção Básica n 37 - Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica ? Hipertensão Arterial Sistêmica. Método: Pesquisa quantitativa descritiva do tipo pesquisaação, com observação dos efeitos produzidos por ações de intervenção. Utilizou-se como estratégias a capacitação na modalidade de roda de conversa, o uso de cartilha ilustrativa, e o lúdico através de um jogo de dominó adaptado ao tema. O conhecimento foi avaliado com base em respostas de questionário aplicado antes e após estas intervenções. Resultados: Participaram do estudo 27 sujeitos. Houve maior frequência de acertos na resolução do questionário após ações de intervenção e as mesmas foram avaliadas positivamente pelos profissionais. Conclusão: A Educação Permanente se mostrou satisfatória por promover melhora do nível de conhecimento no que se trata a hipertensão, assim como as estratégias utilizadas viáveis para qualificação profissional.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Nathalia Bianca Gomes da Nóbrega - Integrante.

  • 2017 - 2017

    (TCC-Graduação) - PACIENTES HIPERTENSOS NÃO CONTROLADOS ATENDIDOS EM UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO: CRENÇAS E ADESÃO AO TRATAMENTO MEDICAMENTOSO, Descrição: A hipertensão arterial sistêmica é uma doença crônica não transmissível considerada um grande problema de saúde pública, associada a eventos cardiovasculares fatais e não fatais que geram altos custos com internações hospitalares para o sistema público de saúde. A redução da incidência e ocorrência das complicações cardiovasculares associadas exige do indivíduo um tratamento adequado ao longo da vida, bem como a sua adesão terapêutica. Objetivos: caracterizar os pacientes hipertensos não controlados atendidos na unidade de pronto atendimento, verificar a adesão ao tratamento medicamentoso e determinar as crenças emitidas pelos hipertensos não controlados relacionadas a adesão a terapia medicamentosa prescrita. Metodologia: Trata ? se de um estudo descritivo, transversal, com uma abordagem quantitativa. Participaram do estudo 122 sujeitos hipertensos com PA140x90mmHg que foram atendidos na sala de triagem da Unidade de Pronto Atendimento 24h de Campina Grande, PB; durante o período de coleta de dados (junho a julho de 2017). A amostra foi do tipo não probabilística, e selecionada por conveniência. Foram realizadas a medida da circunferência braquial e em seguida a da pressão arterial de cada sujeito, aquele que apresentasse PA140x90 mmHg foi convidado a participar do estudo. Aos participantes, foi aplicada entrevista com os formulários de identificação sócio-demográfico, a Morisky Medication Adherence Scale (MMAS-8) e o formulário de avaliação de crenças no tratamento para a hipertensão, de acordo com os constructos da Teoria da Ação Racional (TAR). Os dados coletados foram analisados a partir do programa Statistical Package for the Social Sciences (SSPS) versão 21. Resultados: Observou ? se no perfil de hipertensos com a PA descontrolada, uma maioria de idosos 61,25 (14,48), sexo feminino 80 (65,6%), brancos 72 (59%), casados 60 (49,2%), aposentados 55 (45,1%), com baixa renda 1,1 (0,92), escolaridade 6,35 (5,41) e não adesão ao tratamento farmacológico para a hipertensão arterial por parte de 69 (56,6%) sujeitos. As crenças comportamentais avaliadas, em relação a vantagem em aderir ao tratamento mais relatada foi controlar a pressão 38(31,1%) e a maioria descreveu nenhuma 82(67,2%) como desvantagem. Nas crenças normativas, como referencial social positivo mais influente obteve ? se os filhos 59 (48,8%) e como referencial negativo ninguém 105 (86,1%). Conclusões: Faz ? se necessário o conhecimento das crenças comportamentais e normativas dos pacientes hipertensos para compreender melhor os níveis de adesão ao tratamento farmacológico. Este conhecimento proporciona a implementação de estratégias pautadas nestas crenças para que haja uma melhor intenção comportamental em aderir ao tratamento medicamentoso, modificando assim o comportamento desses sujeitos diante da tomada dos medicamentos anti-hipertensivos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Larissa dos Santos Sousa - Integrante.

  • 2017 - 2017

    (TCC-Graduação) - CARACTERIZAÇÃO DOS USUÁRIOS HIPERTENSOS ATENDIDOS EM UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO 24 HORAS, Descrição: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é considerada uma doença crônica não transmissível de origem multifatorial e fator de risco para desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Entre os fatores de risco encontram-se: idade, gênero, etnia, excesso de peso, ingestão de sal e álcool, sedentarismo, fatores socioeconômicos e genéticos. Quando diagnosticada e tratada precocemente na atenção primária à saúde, pode evitar complicações em órgãos-alvo, diminuindo os casos de urgência e emergência hipertensiva. Um problema mundialmente conhecido que interfere negativamente no processo terapêutico é a falta de adesão ao tratamento medicamentoso, que compromete o controle da PA e leva o usuário a procurar serviços de urgência, entre eles a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24H, caracterizada por dar suporte e encaminhamentos às urgências. Esta pesquisa teve como objetivo traçar o perfil dos usuários hipertensos atendidos em uma UPA 24H. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, de natureza descritiva e exploratória realizada na UPA 24H do município de Campina Grande- PB. A amostra foi selecionada por conveniência em um banco de dados de um projeto guarda-chuva, dentro da população que buscou os serviços da UPA 24h no período de coleta de dados, durante a realização do Programa de Educação pelo Trabalho em Saúde (PET-SAÚDE) Redes de Atenção - SOS Emergência (2013-2015). O instrumento utilizado constou de um formulário aplicado no momento do acolhimento no setor de triagem. Foi elaborado pelos pesquisadores de acordo com as informações necessárias à validação da hipótese da pesquisa. Após a coleta, os dados foram submetidos a análise estatística descritiva e inferencial. De uma amostra de 417 sujeitos atendidos na sala de triagem da UPA 24H, foram contemplados neste estudo 87 (20,9%) hipertensos, com a prevalência do sexo feminino 64 (73,6%), acima de 50 anos de idade 64 (73,6%), em sua maioria proveniente do município de Campina Grande-PB 71 (18,4%), se sobressaindo o turno da noite em atendimentos 35 (40,2%). Todos os sujeitos relataram dispor de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) próximo, mas recorreram ao serviço de urgência e foram classificados em sua maioria na área verde 42 (48,3%) e amarela 36 (41,4%). Nem todos apresentaram queixas relacionadas a HAS e a grande maioria teve resolutividade no serviço de urgência. O profissional Enfermeiro é responsável por conhecer o protocolo de classificação de risco no serviço de urgência, estando atento ao reconhecimento dos sinais e sintomas, bem como o perfil dos usuários, de modo que haja uma classificação adequada. Contudo, é necessário mais estudos acerca do perfil dos hipertensos em unidades de urgência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Iago Vieira Gomes - Integrante.

  • 2016 - 2017

    (TCC-Graduação) - FATORES RELACIONADOS A NÃO ADESÃO MEDICAMENTOSA NO TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA, Descrição: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é considerada uma condição clínica multifatorial caracterizada pela elevação dos níveis de Pressão Arterial (PA). Após a visualização das características pertinentes a hipertensão arterial e ao seu tratamento, adotou-se como objetivo identificar os fatores que dificultam a adesão ao tratamento medicamentoso da hipertensão arterial. Trata-se de uma Revisão Integrativa da Literatura, desenvolvida entre Dezembro de 2016 e Janeiro de 2017 nos seguintes bancos de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval Sistem on-line (Medline), Base de Dados de Enfermagem (BDENF) e COLECIONA SUS. Foi obtido um total de 84 artigos, onde a amostra constituiu-se de 20 artigos que atenderam aos critérios de inclusão. Os principais aspectos que influenciam na adesão do tratamento medicamentoso da HAS estão relacionados ao indivíduo, os quais envolvem: o déficit cognitivo, escolaridade, sentimentos, bebida alcoólica, socioeconômicos, aceitação da doença e esquecimento. Aspectos concernentes ao tratamento: alto custo dos medicamentos, longa duração e complexidade, efeitos adversos e número de medicamentos. Em relação à doença, os principais aspectos encontrados, foram: complicações tardias, assintomatologia, condições da doença e cronicidade. Em relação aos serviços de saúde foram abordados os seguintes aspectos: insuficiência de informação, dificuldades no acesso e habilidade deficiente dos profissionais para ensinar o uso correto dos medicamentos. O presente estudo possibilitou verificar que a HAS é uma doença crônica que acomete muitas pessoas em todo o mundo e que diversos fatores interferem na adesão e continuidade do seu tratamento medicamentoso, devendo ser abordados pelos profissionais de saúde.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Lais Helena de Lima Cruz - Integrante.

  • 2016 - 2016

    (TCC- Graduação) - A INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FORMAÇÃO DO DISCENTE DE ENFERMAGEM: ENFOQUE NA MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL, Descrição: A participação de um acadêmico de enfermagem na iniciação cientifica permite o fortalecimento de sua identidade profissional e conquista da autonomia em suas ações, com consequente qualificação de seu processo de trabalho, pois possibilita a formação crítica e comprometida do futuro profissional. Trata-se de um relato de experiência com uma abordagem qualitativa e descritiva dos aspectos vivenciada pela autora na oportunidade de sua participação em dois Programas Institucional de Voluntários em Iniciação Científica e em um grupo de estudo enfatizando a pesquisa sobre a medida pressão arterial, em uma universidade pública de ensino superior. Ao longo das vivencias relatadas muitas foram as dificuldades encontradas, desde a falta de tempo para se dedicar ainda mais ao processo de pesquisa, pela grande demanda que advém da universidade perante o aluno, além da pouca experiência na escrita científica. A oportunidade enquanto discente em participar de um programa de iniciação científica fez com que novos horizontes abrissem dentro da minha visão na universidade e futura carreira profissional. Dentre tantos aprendizados, destacou-se a inquietação diante de varias situações/problemas, no sentido de tentar resolve-las, estuda-las e procurar entender como e porque acontecem. Foi possível desmistificar a metodologia cientifica e processo de pesquisa que antes me parecia tão distante e complicado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves - Integrante.

  • 2016 - 2016

    (TCC- Graduação) - ÁLBUM SERIADO COMO FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A MANUTENÇÃO DO POTENCIAL DOADOR DE ORGÃOS: PACIENTE EM MORTE ENCEFÁLICA, Descrição: Trata- se de uma pesquisa exploratória, descritiva, com abordagem quantitativa. Esta pesquisa toma como objetivo avaliar a utilização do álbum seriado como ferramenta para capacitação de profissionais de enfermagem em ação educativa in lócus (no serviço). A ação educativa proposta tem como propósito preencher ou minimizar as deficiências de conhecimento dos profissionais de enfermagem em relação às suas condutas para manutenção do paciente em morte encefálica, o qual se configura como potencial doador de órgãos. A ação educativa foi realizada em um Hospital de Emergência e Trauma do Interior da Paraíba. Houve participação de profissionais de enfermagem atuantes nos seguintes setores: Unidades de Terapia Intensiva adulto/pediátrica e área vermelha. Os sujeitos foram abordados individualmente ou em pequenos grupos com o suporte de um álbum seriado, elaborado pela pesquisadora. O álbum é um material didático que desperta o aprendizado visual, gerando uma reflexão crítica das condutas de manutenção do potencial doador. Os sujeitos foram abordados no seu turno e setor de trabalho sua rotina/regime de plantão (12 ou 24 horas). Optou-se por realizar as visitas e ação no período da tarde e noite, momento de maior tranquilidade nos setores estudados. Neste encontro, foi apresentada, por meio do álbum seriado, a fisiopatologia da morte encefálica, posteriormente ações que devem ser realizadas pelos profissionais de enfermagem diante do potencial doador de órgãos e sugestões de sites no qual podem ter acesso a mais informações sobre o tema. Em seguida, foi aplicado um questionário com o objetivo de avaliar a ação realizada e o álbum. Participaram desta ação educativa 49 profissionais, sendo 81,6% (40) do sexo feminino, com idade média de 35,9 ( 6,10). Quanto à atuação, 63% (31) exercem a função de técnico de enfermagem e 37% (18) enfermeiro. Destes 84% (41) atuam nas Unidades de Terapias Intensivas, e 16% (08) atuam na área vermelha do setor de emergência. Ao questionar sobre a importância de abordar o tema ?condutas de enfermagem para manutenção do potencial doador de órgãos?, todos afirmaram ser importante. Com relação à proposta da abordagem educativa no setor de trabalho utilizando o álbum seriado 98% (48) referiram contribuir para participação de um maior número de profissionais sendo que, apenas 2% (1) relatou não ser relevante. Quanto à ação educativa contribuir para melhoria do serviço, todos os participantes afirmaram que a obtenção de conhecimento traz melhorias para pratica profissional. A ação apresentou uma boa aceitabilidade pelos profissionais que participaram e a avaliaram, o que reforçou a importância da utilização da ferramenta - álbum seriado - como facilitador dessa atividade, o que a tornou mais dinâmica, facilitou o diálogo e a reflexão sobre a vivência profissional. Além de possuir capacidade adaptativa inerente à ação realizada e a rotina da instituição. A estratégia utilizada possui ainda, caráter transformador por contribuir para que a equipe de enfermagem adquira/atualize conhecimentos sobre as condutas de enfermagem para manutenção do potencial doador no setor de trabalho, e consequentemente prestar uma melhor assistência para efetivação da doação de órgãos e tecidos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Maria Ines Borges Coutinho - Integrante.

  • 2016 - 2016

    (TCC-Graduação) CONSULTA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE HIPERTENSO NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA, Descrição: A hipertensão arterial sistêmica representa um sério problema epidemiológico no Brasil, tanto pela sua elevada prevalência quanto pelas complicações que acarreta. O serviço de atenção básica é composto por uma equipe multiprofissional que desempenha papel importante na promoção de saúde, prevenção de doenças e acompanhamento dos pacientes que apresentam condição crônica. Dentro dessa equipe o enfermeiro desempenha papel relevante, devendo realizar a consulta de Enfermagem de acordo com as orientações do Ministério da Saúde. Objetivo: caracterizar a produção cientifica voltada para a consulta de Enfermagem ao paciente hipertenso na atenção básica. Método: optou-se por realizar um estudo bibliométrico. Estudo quantitativo que partiu da mensuração dos índices de produção e disseminação do conhecimento científico sobre o tema nas bases de dados. Considerou-se recorte temporal de dez anos para a coleta de dados. A amostra foi composta por doze estudos avaliados a partir dos aspectos bibliométricos quantitativos referentes a número de periódicos/ano, Qualis, metodológica, tipo e objetivo do estudo, titulação acadêmica e sexo dos autores, instituições pesquisadoras e abordagem e estruturação da consulta de enfermagem. Resultados :Identificou-se uma média de 1,2 publicações por ano, a maioria em revistas nos quatro primeiros estratos de classificação; Predominou os descritivos de abordagem qualitativa. Quanto a titulação dos pesquisadores, 27,2% são doutores e a maioria do sexo feminino. A Sistematização da Assistência de Enfermagem não ocorreu em todos os casos, e foi predominante a investigação pautada no modelo biomédico (83,3%). Acredita-se que muito ainda existe a se pesquisar acerca da temática em questão. O presente trabalho contribui para as discussões sobre o assunto e para o desenvolvimento prático e científico do saber existente sobre consulta de enfermagem ao paciente hipertenso na atenção básica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Eliene de Souza Santana - Integrante.

  • 2015 - 2016

    (TCC- GRADUAÇÃO) - OCORRÊNCIA DE ÚLCERAS POR PRESSÃO NA UTI-ADULTO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE CAMPINA GRANDE-PB, Descrição: As úlceras por pressão são lesões isquêmicas decorrentes da compressão por longo período de tempo em uma única posição, por diminuição do suprimento sanguíneo para a rede capilar prejudicando o fluxo sanguíneo para os tecidos circundantes, privando-os de nutrientes e oxigênio. Os pacientes internos em unidades de terapia intensiva apresentam, um dos maiores riscos para o desenvolvimento dessas úlceras pois, em sua maioria, são pacientes acamados, com déficit de autocuidado, imobilizados ao leito, com força motora prejudicada pelo uso de sedativos ou pela condição de gravidade, que necessitam de cuidados diretos por parte da equipe de enfermagem. Com esse estudo objetiva-se conhecer a ocorrência e características das úlceras por pressão, além do perfil desses pacientes. Trata-se de um estudo descritivo, longitudinal e quantitativo, realizado em uma unidade de terapia intensiva adulto, do hospital universitário de Campina Grande-PB. A população foi constituída de registros de internações em prontuários dos pacientes internados no período de maio a dezembro de 2014. A coleta de dados foi realizada em agosto de 2014 a janeiro de 2015. Identificou-se predomínio de úlceras por pressão em mulheres idosas, com distúrbios respiratórios e presença de co-morbidades. A incidência encontrada foi de 22,07% sendo, em sua maioria, úlceras no estágio II e na região sacral. Foi possível identificar as características das úlceras assim como a sua ocorrência, sendo assim possível elencar subsídios para o planejamento da assistência. Espera-se que os resultados dessas investigações possam contribuir para o aprofundamento dos conhecimentos em estomaterapia e, acima de tudo, delineamento da Enfermagem como ciência. Sugere-se, como estratégia para reduzir a incidência de úlcera por pressão na unidade, um maior investimento em capacitação profissional, através de educação permanente em serviço, bem como da construção e implantação de protocolos para prevenção e tratamento dessas lesões, sendo estas responsabilidades mais diretamente relacionadas à equipe de enfermagem.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Ana Dark Aires de Farias - Integrante.

  • 2014 - 2015

    PIVIC (2014-2015) Avaliação do conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a adequação do manguito durante a medida da pressão arterial, Descrição: Trata-se de um projeto de pesquisa, que tem por objetivo avaliar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a adequação do manguito durante a medida da pressão arterial, já que a utilização de manguitos de dimensões recomendadas para o uso nas diferentes circunferências braquiais é um dos aspectos mais importantes para garantir a acurácia das medidas de pressão arterial. O cenário da pesquisa será um hospital escola de um município do interior da Paraíba. Esta escolha se deu por se tratar de um hospital público e de ensino, sendo centro de referência ao ensino e assistência à saúde, tratamento de várias patologias, e alta demanda da população em busca dos seus serviços. Optou-se pela realização de um estudo descritivo e exploratório com abordagem quantitativa, com o intuito de abordar e convidar os sujeitos a participarem do estudo respondendo ao um questionário auto-respondido, sobre adequação do manguito durante a medida da pressão arterial, onde a amostra será do tipo não probabilística sendo selecionada por conveniência. Por se tratar de um assunto com poucos estudos realizados no Nordeste, este estudo terá como relevância o levantamento de lacunas no conhecimento da técnica correta por parte dos profissionais, em relação a utilização do manguito ideal durante a medida da pressão arterial, assim como sua aplicabilidade, proporcionando intervir com educação continuada e uma assistência de maior qualidade aos pacientes, garantindo esforços para uma melhor monitorização hospitalar da PA e adequação mais precisa da terapêutica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (5) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Suzana Waleska da Silva Barreto - Integrante / Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves - Integrante / THALITA LISBÔA DE MENEZES - Integrante.

  • 2014 - 2015

    (TCC-GRADUAÇÃO) CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE A ADEQUAÇÃO DO MANGUITO DURANTE A MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL, Descrição: A medida da Pressão Arterial (PA) se faz necessária para delimitação entre os estados de normotensão e hipertensão. É um procedimento simples, e a realização de todas as etapas da técnica é importante para evitar erros que podem influenciar nos valores, interferindo na avaliação clínica, diagnósticos incorretos e danos aos pacientes, privando-os de uma assistência adequada. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a adequação do manguito durante a medida da pressão arterial. O cenário da pesquisa foi um hospital escola de um município do interior da Paraíba. Tratou-se de um estudo descritivo e exploratório com abordagem quantitativa, realizado no período de Janeiro a Abril de 2015. Participaram do estudo 64 profissionais de enfermagem, dentre eles enfermeiros, técnicos e auxiliares. A idade média dos sujeitos foi 37,5 ( 9,5) anos. O tempo médio de atuação na área foi de 133,72 (106,2) meses; o tempo médio de atuação no setor foi 50,5 (54,1) meses. O primeiro contato com o procedimento de medida da PA ocorreu com a maioria dos sujeitos no curso técnico; na autoavaliação do conhecimento antes de responder ao questionário, a maioria dos sujeitos se auto-conceituou como bom 45 (70,3%) no conhecimento teórico e no prático a maior parte dos sujeitos se auto-conceitou como bom 41 (64,1%), apesar de considerarem seus conhecimentos bons, 52 (81,3%) mencionaram que necessitam de treinamento sobre o assunto. Nos questionamentos sobre adequação de manguito durante a medida da pressão arterial, nas cinco questões objetivas, foram atribuídas notas a cerca do desempenho e a média foi 4,09. Nas questões subjetivas, 34 (53,1%) afirmaram que não realizam a medida da circunferência braquial por não fazer parte da rotina, 35 (54,7%) afirmaram que a utilização de manguitos de tamanhos muito pequenos ou muito grandes durante a aferição da PA, ocasiona variação de valor; 56 (87,5%) mencionaram que manguitos apropriados proporciona valores precisos; 49 (76,6%) responderam que não existe no setor de trabalho manguitos com tamanhos apropriados. Ao final do questionário os respondentes perceberam um déficit no conhecimento sobre PA, e modificaram seus conceitos, no qual maioria se considerou bom, antes de responder ao questionário, e após responder ao questionário se considerou ruim, regular e péssimo. Apesar de haver lacunas no conhecimento a maior parte dos sujeitos entende a importância da adequação do manguito a circunferência braquial, no entanto não realizam este procedimento por não fazer parte da rotina e também porque não há manguitos de dimensões diferentes disponíveis. De acordo com os resultados subtende-se que eles não realizam a aferição da circunferência braquial, o que implica na realização do procedimento de modo incorreto, privando o paciente de um tratamento adequado. Vale ressaltar que os próprios respondentes reconheceram que o seu conhecimento é deficiente.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / THALITA LISBÔA DE MENEZES - Integrante.

  • 2014 - 2015

    (TCC-GRADUAÇÃO) UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO: Circunferência Braquial e Adequação de Manguitos Versus Conhecimento dos Profissionais de Enfermagem, Descrição: A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é um ambiente destinado a pacientes que necessitam de cuidados contínuos, e uma assistência complexa de diversos profissionais que compõem a equipe multiprofissional. Um dos cuidados mais realizados dentro da UTI é a medida da pressão arterial (PA) e é um grande desafio realizar essa medida isenta de erros. Para que isso ocorra os profissionais devem estar sempre atentos a todos os fatores que são necessários para uma correta aferição. Erros durante a medida da PA pode levar a condutas incorretas para o tratamento do paciente, comprometendo seu estado clínico. Uma das patologias com maior índice de sequelas no Brasil é a hipertensão arterial, que se não tratada adequadamente pode levar a sérias consequências, para que isso não ocorra os profissionais devem estar sempre atualizando seu conhecimento. Logo essa pesquisa tem como objetivo principal correlacionar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre a medida da PA com a adequação de manguitos na UTI Adulto, sabendo que a adequação de manguitos é um dos fatores mais relevantes para que se obtenha uma medida de PA mais precisa. A coleta de dados foi realizada na UTI Adulto de um Hospital público e de ensino do estado da Paraíba. Tratou-se de um estudo descritivo e exploratório com abordagem quantitativa, o qual foi dividido em dois momentos: primeiramente foi medida a circunferência braquial (CB) dos pacientes internos que estavam realizando a medida da PA de forma indireta, para avaliar se estava sendo utilizado o manguito correto em relação a CB; no segundo momento os profissionais foram convidados a responder um questionário sobre adequação do manguito durante a medida da PA. A amostra foi do tipo não probabilística, sendo os indivíduos selecionados por conveniência. Este estudo tem como relevância o levantamento de lacunas no conhecimento dos profissionais diante do tema trabalhado e o uso inadequado do manguito no momento de aferição da PA, proporcionando intervir através da educação continuada e melhoria na assistência ao paciente, garantindo um melhor monitoramento da PA e eficácia no tratamento.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Suzana Waleska da Silva Barreto - Integrante.

  • 2014 - 2015

    PIVIC (2014-2015) Condutas de enfermagem diante do potencial doador de órgãos em um hospital de emergência e trauma de um município do interior da paraíba, Descrição: Transplante é a retirada ou isolamento parcial de uma parte de corpo e sua implantação no corpo da mesma pessoa ou de outrem. Para alguns pacientes crônicos transplante pode significar uma melhor qualidade de vida, já para determinados pacientes portadores de insuficiência funcional terminal, é considerado a única opção terapêutica. Apesar dos avanços nos últimos anos observa-se no Brasil e em outros países uma preocupante desproporção entre o número de notificações de potenciais doadores e o número de transplantes efetivados. Tendo em vista que a deficiência de notificação de morte encefálica e as falhas na manutenção do potencial doador de órgãos para a captação representam fatores impeditivos à efetivação da doação, este estudo procura avaliar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre suas condutas frente ao potencial doador de órgãos em um hospital de emergência e trauma. Será uma pesquisa do tipo exploratória, descritiva, com abordagem quantitativa. O estudo está sendo realizado em um hospital de trauma de um município do estado da Paraíba. A População do estudo será composta pelos profissionais da equipe de enfermagem de duas unidades de terapia intensiva adulto e da ala vermelha do setor de emergência. Será aplicado um questionário composto de perguntas do tipo abertas e fechadas, o qual passará por análise de três juízes, experts na área de captação, doação e transplante de órgãos, sendo o mesmo aplicado aos sujeitos após o processo de validação, respeitando os trâmites administrativos e éticos. Após a coleta dos dados, os mesmos serão digitados em planilha e submetidos à análise estatística descritiva, sendo aplicados os testes estatísticos específicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Maria Ines Borges Coutinho - Integrante / Rafaela Andresa da Silva Santos - Integrante.

  • 2014 - 2015

    (TCC-Graduação)SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO: REESTRUTURAÇÃO DE ACORDO COM O PERFIL DA CLIENTELA, Descrição: Pesquisa metodológica, quantitativa, exploratória e descritiva com o objetivo de reestruturar as etapas que compõem a sistematização da assistência de enfermagem (SAE) de uma unidade de terapia intensiva adulto (UTI) de acordo com o perfil da clientela atendida em hospital de ensino do estado da Paraíba. A amostra desse estudo foi constituída de prontuários dos pacientes internados na UTI-Adulto, conforme critérios de inclusão e exclusão estipulados. Para efetivação da proposta deste estudo, a coleta de dados foi dividida em duas fases: na primeira foi realizada o levantamento dados para a elaboração dos diagnósticos e na segunda a elaboração dos instrumentos para a SAE. Foram analisados 30 prontuários, no período de agosto a novembro de 2014, sendo 60% (18) dos prontuários de pacientes do sexo masculino e 40% (12) do sexo feminino, com idades variando entre 19 a 85 anos. Identificou-se 38 diagnósticos médicos diferentes, com predominância relativa a doenças do aparelho respiratório. Referindo-se aos Diagnósticos de Enfermagem (DE), foram encontrados 40 enunciados diferentes, destes 30 reais e 10 de risco, prevalecendo o DE Risco de Aspiração, identificado em 90,0% (27) dos pacientes. Na segunda fase da coleta de dados foram elaborados impressos destinados à implementação do histórico de enfermagem, SAE, prescrições de enfermagem, admissão, evolução e anotações de enfermagem. Conclui-se que o estudo realizado possibilitou o alcance dos objetivos proposto e acredita-se com a restruturação da SAE que os cuidados de enfermagem, realizados no serviço de terapia intensiva do hospital participante da pesquisa, poderão ser aprimorados aumentando substancialmente a qualidade da assistência oferecida. Estimulará ainda os profissionais a adotarem cotidianamente bases cientificas no processo de promoção, manutenção e recuperação da saúde, assim como poderá sensibilizar nesses enfermeiros a necessidade de realizar o PE em toda a sua essência.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Nahadja Tahaynara Barros Leal - Integrante.

  • 2013 - 2014

    PIVIC (2013-2014) - Realização da Medida da Pressão Arterial em Unidade de Terapia Intensiva Adulto: um estudo observacional, Descrição: No cotidiano de uma UTI adulto a medida da PA é um dos procedimentos mais realizados pelos profissionais de enfermagem, pois muitas intervenções realizadas no cuidado ao cliente dependem deste valor. Esta medida está permeada por inúmeras fontes de erros que podem estar relacionadas ao cliente, ambiente, observador e equipamento utilizado. Em UTI, de uma forma especial, é essencial que se busque a precisão na medida, já que muitas vezes a rapidez da intervenção pode determinar a vida do paciente. Por esse motivo, torna-se importante avaliar, nesse ambiente, a ocorrência de erros nessa medida. Assim sendo, este estudo tem como objetivo: - Identificar os métodos utilizados e as condutas de profissionais de saúde na realização da técnica da medida de PA pelos métodos diretos e indiretos em UTI adulto.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Monalisa Alves Dantas - Integrante / Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves - Integrante / Maria Ines Borges Coutinho - Integrante.

  • 2013 - 2014

    (TCC- Graduação) - Medida auscultatória da pressão arterial em unidade de terapia intensiva adulto: condutas dos profissionais de enfermagem, Descrição: A medida da pressão arterial (PA) é um dos procedimentos mais realizados por profissionais de saúde no mundo, para tanto as condutas devem ser corretas e o valor obtido acurado. As consequências de uma medida errônea podem trazer danos aos pacientes, principalmente aqueles em estado crítico, encontrados em unidades de terapia intensiva. Este estudo procurou identificar as condutas executadas pelos profissionais de enfermagem durante a medida da pressão arterial com o método auscultatório. Tratou ?se de um estudo quantitativo descritivo, do tipo observacional. A amostra utilizada foi do tipo conveniente não probabilística, de profissionais de enfermagem encontrados no local e no momento da coleta de dados. Participaram do estudo 18 profissionais de enfermagem, destes 14 do hospital A e quatro do hospital B. Quanto à categoria, 17 eram técnicos de enfermagem e apenas um enfermeiro. Foram observadas 25 condutas durante a realização da técnica que foram preenchidos durante a realização de três aferições da PA checando - se no instrumento (check list). Os achados encontrados mostraram que os profissionais realizaram a medida da PA de forma incorreta. Foram observadas 54 medidas, destas: 47 escolheram o manguito de largura inadequada; 43 erraram na colocação do manguito; 14 escolheram o local inadequado para a aferição; 52 não realizaram a técnica palpatória; 15 o profissional estava em posição inadequada; 47 não utilizaram a campânula do estetoscópio; 21 erraram na colocação do estetoscópio; 28 não esvaziaram o manguito de forma correta e em 42 medidas os instrumentos do procedimento estavam em más condições de uso. Dessa forma, conclui-se que, as condutas observadas dos profissionais, quanto a técnica de aferição da PA, mostraram grande déficit no conhecimento do tema abordado. É indispensável que os responsáveis pela a execução do procedimento sejam treinados e preparados para a obtenção de valores pressóricos precisos para interpretá?los com segurança, para melhor assistência ao paciente .. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Monalisa Alves Dantas - Integrante.

  • 2013 - 2014

    (TCC- Graduação) PET SAÚDE-REDES de atenção na formação do discente de enfermagem: um enfoque na rede de urgências e emergências, Descrição: O Ministério da saúde tem concentrado maiores esforços, nos últimos anos, voltados para a implantação de redes temáticas de atenção a saúde e fortalecimento da atenção básica. Ao buscar dados epidemiológicos no Brasil, observa-se um crescimento de mortes por causas externas, principalmente, violências e traumas. Para resolver as situações de urgência e emergência, é necessário incluir ações de promoção de saúde e prevenção de doenças e agravos, tratamento contínuo das doenças crônicas, reabilitação e cuidados paliativos em todos os níveis de assistência no fluxo de atenção à rede de atenção a saúde. Por iniciativa do Ministério da Saúde e da Educação, foi criado o Programa de Educação pelo Trabalho em Saúde ? PET Saúde, que visa à formação de grupos de aprendizagem em áreas estratégicas da saúde, sendo um instrumento de qualificação dos profissionais da área de saúde, com objetivo de melhorar a qualidade da atenção e a inserção das necessidades dos serviços como fonte de produção de conhecimento e pesquisa nas instituições de ensino. Este estudo objetivou apresentar a experiência vivenciada por um discente participante do PET Saúde-Redes de Atenção na linha de Hospital SOS Emergência, a partir de uma perspectiva crítico-reflexivo da interação ensino-pesquisa-comunidade. Tratou-se de um relato de experiência com abordagem qualitativa. O relato da experiência se deu em virtude das atividades desenvolvidas no período de 2013-2014 no Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - Redes de Atenção a Saúde (PET-RAS) direcionado à linha Hospital SOS Emergência. A vivência do discente demonstrou que o PET-REDES é realmente um meio de qualificação dos atuais e futuros profissionais da área da saúde, aprimorando as Redes de Atenção a Saúde de acordo com as necessidades do Sistema Único de Saúde, tendo uma influencia direta com a população, onde serão beneficiados com uma assistência de qualidade e integral.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Antônio Mendes Correia Júnior - Integrante.

  • 2012 - 2013

    PIVIC (2012-2013) Medida da Pressão Arterial em Unidade de Terapia Intensiva Adulto: circunferência braquial e adequação de manguitos, Descrição: A medida da Pressão Arterial (PA) é um dos procedimentos mais realizados nas Unidades de Terapia Intensiva Adulto(UTI), visto que muitos pacientes que ali se encontram necessitam de valores de PA para que haja um manejo adequado das condutas a serem tomadas diante de seu quadro clínico. Medidas acuradas da PA necessitam de artefatos adequados para sua verificação, sendo o manguito acoplado ao braço um dos equipamentos fundamentais a obtenção de valores corretos da PA. Este estudo tem o objetivo de verificar a disponibilidade de tamanhos de manguitos na UTI adulto para medir a PA nesses pacientes, bem como as condições em que os mesmos se encontram; e identificar a circunferência braquial de pacientes internados e correlacionar com o tamanho de manguito correspondente, de acordo com a VI Diretrizes Brasileira de Hipertensão (VI DBH).. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Suzana Waleska da Silva Barreto - Integrante / Tayse Mayara de França Oliveira - Integrante.

  • 2012 - 2013

    (TCC- Graduação) Condutas de enfermagem diante do potencial doador de órgãos em morte encefálica: uma revisão integrativa da literatura, Descrição: Objetivo: analisar as condutas abordadas em publicações científicas acerca dos cuidados de enfermagem prestados ao potencial doador de órgãos em morte encefálica. Método: revisão integrativa com vistas a responder a questão - que condutas de enfermagem estão evidenciadas na literatura, acerca dos cuidados com o potencial doador de órgãos em morte encefálica?- mediante busca de artigos nas bases de dados LILACS, BDENF, SCIELO, BVS e Periódicos CAPES, utilizando-se os descritores selecionados e o operador booleano and: ?Cuidados de enfermagem and morte encefálica? e ?Cuidados de enfermagem and transplante de órgãos?.Os critérios de inclusão foram: artigos originais, texto completo gratuito e online, estudos publicados nacionalmente e internacionalmente, nos idiomas inglês, português e espanhol, indexados nas bases de dados citadas, publicados no período de 2003 a 2013.A amostra foi constituída de sete artigos.Observam- se poucos estudos abordando o tema na literatura nacional, e os existentes apresentaram um baixo rigor metodológico, deste modo faz-se necessário o desenvolvimento de estudos clínicos com maior rigor metodológico, para o fortalecimento das práticas baseadas em evidências na área de atuação da enfermagem, e consequentemente avanços científicos no conhecimento clínico instituído pela enfermagem em nosso país. Adicionalmente, sugere-se um aprofundamento na temática que envolva o conhecimento de enfermagem e nas ações específicas de enfermagem para cuidados na manutenção do potencial doador, de forma a padronizar e acelerar esses procedimentos, evitando gastos desnecessários, diminuindo a perda do potencial doador e aumentando a sobrevida pós- transplante.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Hely Briege Alves Freitas - Integrante.

  • 2012 - 2013

    (TCC- Graduação) - Adequação do manguitodurante a medida da pressão arterial: uma revisão integrativa da literatura, Descrição: Tratou-se de uma revisão integrativa, que teve por objetivo buscar evidências científicas disponíveis na literatura sobre a adequação do manguito durante a medida da PA, já que a utilização de manguitos de dimensões recomendadas para o uso nas diferentes circunferências braquiais é um dos aspectos mais importantes para garantir a acurácia das medidas de pressão arterial. As bases de dados acessadas foram LILACS, BDENF e MEDLINE, com os descritores controlados ?blood pressure determination? AND ?arterial pressure? AND ?nursing?. Após leitura exaustiva dos artigos foram selecionados 14 referencias. A meta foi sintetizar o conhecimento nessa temática para fundamentar a prática clínica do enfermeiro. Os resultados evidenciaram que 100% dos estudos foram oriundos do Brasil, os periódicos que apresentaram maior número de publicações foi a Rev. Esc. Enf. USP,a Rev. Latino-Am Enfermagem e a Acta Paul. Enf.(dois artigos em cada periódico), 64% dos estudos foram realizados somente por enfermeiros e quatro (28%) por enfermeiros e médicos. Diante da análise e leitura criteriosa dos estudos selecionados e com o intuito de apresentar os resultados de forma clara para melhor compreensão, optou-se por agrupar os estudos em dois momentos: estudos publicados entre 2000 e 2006, e estudos publicados no período de 2008 a 2013. No ano de 2013 três (21,4%) artigos foram publicados de acordo com a busca na base de dados, os artigos avaliaram a avaliação da medida direta e indireta da pressão arterial, a relação da circunferência braquial com o tamanho de manguitos, e o conhecimento dos profissionais da saúde, evidenciando uma maior preocupação dos estudiosos sobre esta temática. Conclui-se que no Brasil poucos estudos foram publicados acerca desta temática, onde foram encontradas evidências de que a adequação do manguito durante a medida da PA não está sendo realizada corretamente. Assim, esta temática torna-se um importante campo de exploração por parte dos pesquisadores para ampliação do conhecimento dos profissionais da saúde, especialmente os enfermeiros, para que promovam uma assistência com qualidade e com melhor embasamento técnico-científico durante a medida da PA. A divulgação dos resultados deste estudo proporcionará aos profissionais da saúde uma assistência de maior qualidade aos pacientes, melhor monitorização hospitalar da PA e adequação mais precisa da terapêutica.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Tayse Mayara de França Oliveira - Integrante.

  • 2011 - 2012

    Esfigmomânometros digitais disponíveis para comercialização: identificação de marcas, modelos e confiabilidade, Descrição: A medida oscilométrica da pressão arterial torna-se cada vez mais comum, sem que haja garantia de sua fidedignidade. Os objetivos deste estudo foram identificar as diferentes marcas e modelos dos esfigmomanômetros oscilométricos disponíveis para compra, caracterizando-os de acordo com modo de funcionamento, local de aplicação, presença de selo da Sociedade Brasileira de Cardiologia, preço e validação. Estudo quantitativo, descritivo e de corte transversal realizado em um município do interior de São Paulo em 2011. A coleta de dados foi realizada com visitas presenciais aos Estabelecimentos de Comércio Formal (ECF) selecionados por meio de amostragem aleatória entre aqueles que comercializavam esfigmomanômetros digitais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (2) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Integrante / José Luiz Tatagiba Lamas - Coordenador / Mayza Luzia dos Santos Neves - Integrante / Ana Carolina Lopes Ottoni Gothardo - Integrante / Ana Julia Sichiroli de Medeiros - Integrante / Samuel Rodrigues de Paula - Integrante / Gabriela Marchiori Carmo Azzolin - Integrante.

  • 2011 - 2011

    Diagnósticos de Enfermagem no período pré-operatório de transplantados hepático segundo a North American Nursing Diagnosis ? NANDA, Descrição: Estudo que teve como objetivo identificar os diagnósticos de enfermagem no período pré-operatório de transplante hepático. Foi realizada uma análise retrospectiva, por meio de acesso a prontuários impressos e digitalizados de pacientes submetidos a transplante hepático em um período de três anos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Coordenador / Luciana Carvalho Moura - Integrante.

  • 2010 - 2011

    Condutas dos profissionais da saúde durante medida da pressão arterial em unidade de terapia intensiva, Descrição: O objetivo desta pesquisa foi identificar condutas de profissionais de saúde durante a medida de pressão arterial pelo método oscilométrico em Unidade de Terapia Intensiva adulto. Foram observadas três medidas da PA de profissionais da saúde (enfermeiros, fisioterapeutas, médicos e técnicos de enfermagem) de uma UTI adulto de um hospital público do interior de São Paulo. Os profissionais foram acompanhados durante três medidas rotineiras da PA entre os meses de março e junho de 2010. Suas condutas eram registradas em uma ficha estruturada própria, elaborada a partir de diretrizes da área e de outro instrumento já publicado.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Integrante / José Luiz Tatagiba Lamas - Coordenador / MEGUME, Jane - Integrante.

  • 2009 - 2011

    Enfermeiros de unidade de terapia intensiva adulto: conhecimento sobre medida da pressão arterial, Descrição: PROJETO MESTRADO - Este estudo descritivo de corte transversal foi realizado em três Unidades de Terapia Intensiva Adulto (UTI-A), ambiente dotado de profissionais altamente qualificados e aptos a cuidar de clientes em estado crítico. Foi avaliado o conhecimento de enfermeiros intensivistas sobre métodos e medida da Pressão Arterial (PA) em UTI-A, além de ser verificada a percepção desses sujeitos quanto ao que sabem sobre medida da PA.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Integrante / José Luiz Tatagiba Lamas - Coordenador.

  • 2009 - 2010

    Conhecimento sobre a necessidade de validação do esfigmomanômetro automático, Descrição: A utilização de esfigmomanômetros automáticos, tanto pela população em geral quanto por profissionais e serviços de saúde, tem acontecido sem levar em conta critérios de validação dos equipamentos utilizados, e uma boa parcela dessa população desconhecem essa necessidade de validação para assegurar a sua acurácia.Tratou-se de um estudo quantitativo descritivo, que teve como objetivo verificar o conhecimento dos usuários de esfigmomanômetros automáticos sobre a importância da validação dos mesmos. Os sujeitos envolvidos foram profissionais de saúde, docentes e usuários deste tipo de aparelho, que responderão a uma entrevista semi-estruturada, nos municípios de Campinas e Sorocaba/SP. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) . , Integrantes: Taciana da Costa Farias Almeida - Integrante / José Luiz Tatagiba Lamas - Coordenador / Priscila Rangel Dordeto Chaves - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2015

Prevenção de úlceras por pressão em unidade de terapia intensiva adulto: uma experiência vivenciada pelo PET-REDES de atenção à saúde - Trabalho premiado no IV simpósio de avaliação do PET-Saúde, Universidade Federal de Campina Grande.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Ciências Biológicas - CCBS. , Avenida Juvêncio Arruda, 795, Bodocongó, 58109790 - Campina Grande, PB - Brasil, Telefone: (83) 21011684, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2012 - Atual

    Universidade Federal de Campina Grande

    Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Coordenadora da disciplina Atenção ao Paciente Crítico (Teórica-Prática) (04/2012 a atual)

    Atividades

    • 05/2012

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Biológicas - CCBS, .,Linhas de pesquisa

    • 05/2012

      Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Atenção ao Paciente Crítico - 90h Teoria / 60h Prática (11/2012 - atual), Saúde do Adulto II (Clínica Cirúrgica)- 60h Teoria / 60h Prática (05/2012 a 05/2013)

    • 06/2013 - 08/2015

      Extensão universitária , Centro de Ciências Biológicas - CCBS, .,Atividade de extensão realizada, Coordenadora do Programa e tutora da Linha Rede de Atenção às Urgências e Emergências.

    • 02/2014 - 03/2014

      Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas - CCBS, .,Cargo ou função, Consultor ad hoc do Comitê de ética em pesquisa do Hospital Universitário Alcides Carneiro / UFCG.

  • 2009 - Atual

    Faculdade de Ciências Médicas - Unicamp

    Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Pesquisadores, Carga horária: 10

    Atividades

    • 03/2009

      Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Enfermagem, .,Linhas de pesquisa

  • 2011 - 2012

    Faculdade São Vicente

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

    Outras informações:
    Professora do curso de Bacharelado em Enfermagem. Disciplinas Ministradas: Saúde Coletiva I , Saúde Coletiva II e Administração aplicada à Enfermagem I.

    Atividades

    • 12/2011 - 04/2012

      Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação,Disciplinas ministradas, Saúde Coletiva I, Saúde Coletiva II, Administração Aplicada a Enfermagem I

  • 2007 - 2011

    Hospital das Clinicas - UNICAMP

    Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Enfermeira Intensivista, Carga horária: 40

    Atividades

    • 03/2007 - 12/2011

      Serviços técnicos especializados , Hospital das Clínicas - Unicamp, .,Serviço realizado, Enfermeira Assistencialista em Unidade de Terapia Intensiva Geral e Coronariana Adulto.

  • 2008 - 2008

    faculdade comunitaria de campinas

    Vínculo: Professor Supervisor, Enquadramento Funcional: Enfermeira professora supervisora de estágio, Carga horária: 20

    Outras informações:
    Atuei como professora de Enfermagem supervisionando estágio em Saúde Pública - PAIDÉIA na Unidade de Saúde Vista Alegre - Campinas/SP

  • 2006 - 2007

    Prefeitura Municipal de Americana

    Vínculo: , Enquadramento Funcional: Enfermeira da Família, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Atividades

    • 09/2006 - 03/2007

      Serviços técnicos especializados , Unidade de Saúde - PSF, .,Serviço realizado, Assistência de Enfermagem como Enfermeira da Família; Coordenação dos serviços de Enfermagem e Responsável Técnica pela Unidade.

  • 2001 - 2005

    Universidade Federal de Alagoas

    Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estudante, Carga horária: 40

  • 2017 - Atual

    Universidade Federal da Paraíba

    Vínculo: Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

    Outras informações:
    Discente cursou o doutorado sem afastamento de suas atividades acadêmicas/profissionais de 2015.2 a 2017.1.

    Atividades

    • 08/2017

      Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde - Campus I, .,Linhas de pesquisa