Telma Fátima da Cunha

Possui graduação em Esporte (2005), mestrado (2010), doutorado (2015) e pós-doutorado (em andamento) pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP). Em 2017, foi Professora Substituta da disciplina de "Genética da Atividade Motora" da EEFE-USP. Atualmente é docente da Universidade Paulista (UNIP) e pesquisadora do Laboratório de Adaptações ao Treinamento de Força (EEFE-USP). Tem experiência na área de Educação Física e Esporte, com ênfase em Fisiologia do Exercício, Bioquímica e Biologia Molecular, tendo trabalhado nos seguintes temas: treinamento físico, sistema muscular esquelético, regulação da massa muscular, populações especiais e insuficiência cardíaca. No pós-doutorado, trabalha na investigação sobre o efeito do treinamento de força com instabilidade e alta complexidade sobre a sinalização de neurotrofinas na Doença de Parkinson.

Informações coletadas do Lattes em 02/07/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em Educação Física

2010 - 2014

Universidade de São Paulo
Título: Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF-κB, FOXO e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico
Patrícia Chakur Brum. Coorientador: Julio Cesar Batista Ferreira. Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: músculo esqulético; insuficiência cardíaca; Atrofia; estresse oxidativo; treinamento físico aeróbico; degradação proteica. Grande área: Ciências da Saúde

Mestrado em Educação Física

2007 - 2010

Universidade de São Paulo
Título: Efeito do Trainamento Físico Aeróbico sobre a Atrofia Muscular Associada a Insuficiência Cardíaca: Contribuição do Sistema Ubiquitina Proteossomo Dependente de ATP,Ano de Obtenção: 2010
Patricia Charkur Brum.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Atrofia; insuficiência cardíaca; Sistema Ubiquitina Proteossomo; treinamento físico.Grande área: Ciências da SaúdeGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia / Subárea: Fisiologia do Esforço.

Aperfeiçoamento em Estágio - Bioquímica e Morfologia Experimental

2005 - 2005

Universidade do Porto
Título: Músculo esquelético e Insuficiência Cardíaca. Ano de finalização: 2005
Orientador: Patrícia Chakur Brum/ José Alberto Duarte

Graduação em Esporte

2001 - 2005

Universidade de São Paulo
Título: Adaptações cardiovasculares extremas ao treinamento físico: Morte súbita em atlets de alto rendimento
Orientador: Patrícia Chakur Brum
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Pós-doutorado

2017

Pós-Doutorado. , Universidade de São Paulo, USP, Brasil. , Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil. , Grande área: Ciências da Saúde

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2016 - 2016

Atividade Física e Envelhecimento - Móculo VIII - CONBRAMENE 2016. (Carga horária: 50h). , Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.

2011 - 2011

Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino (PAE). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2009 - 2009

Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino (PAE). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2008 - 2008

Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino (PAE). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2006 - 2006

Treinamento no uso de animais de expetimentação. (Carga horária: 3h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

2006 - 2006

Biologia Molecular. (Carga horária: 3h). , Sociedade Brasileira de Fisiologia, SBF, Brasil.

2003 - 2003

Contratilidade Miocárica. (Carga horária: 24h). , Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Organização de eventos

WALTER, C. ; CUNHA, T. F. ; JULIO, U. F. ; AMBROSIO, N. ; DENARDI, R. A. ; FERNANDES, T. ; KANEGUSUKU, H. . III Simpósio dos Alunos de Pós-Graduação da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. 2014. (Outro).

CUNHA, TELMA F. ; JULIO, U. F. ; WALTER, C. ; IWAMIZU, J. S. ; DENARDI, R. A. ; FREITAS, C. G. ; CARMO, E. C. ; AMBROSIO, N. . II Simpósio dos Alunos de Pós-Graduação da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. 2012. (Outro).

JULIO, U. F. ; CUNHA, T. F. ; QUEIROZ, A. C. C. ; FREITAS, C. G. ; IWAMIZU, J. S. ; DENARDI, R. A. . I Simpósio dos Alunos de Pós-Graduação da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. 2011. (Outro).

CUNHA, T. F. . XI Congresso de Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa. 2006. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

UTFORSK Workshop in Exercise Physiology. 2015. (Simpósio).

Experimental Biology Meeting 2014. Exercise training prevents myocardial infarction induced-skeletal muscle atrophy. 2014. (Congresso).

V Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício. Treinamento físico aeróbico previne atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca por reduzir estresse oxidativo e atividade de NF-κB em ratos. 2014. (Congresso).

Conferência USP sobre Estresse, nas áreas de Enfermagem. 2012. (Outra).

IV Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, Nutrição e Exercício. Treinamento Físico aeróbico reduz estresse oxidativo e hiperativação do sistema ubiquitina proteassoma prevenindo a atrofia do músculo esquelético na insuficiência cardíaca.. 2012. (Congresso).

XXXIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo. Treinamento Físico aeróbico reduz estresse oxidativo e hiperativação do sistema ubiquitina proteassoma prevenindo a atrofia do músculo esquelético na insuficiência cardíaca.. 2012. (Congresso).

1st International Symposium on Exercise Physiology and Molecular Biology. 2011. (Simpósio).

34° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.Participação de sistemas de degradaçãoo proteica no rearranjo miofibrilar pós treinamento físico aeróbico em camundongos. 2011. (Simpósio).

Experimental Biology Meeting 2011. Exercise training restrains skeletal muscle wasting by reducing oxidative stress and ubiquitin proteasome system activity in mice and human heart failure.. 2011. (Congresso).

Simpósio Internacional: Exercício, Estresse Oxidativo e Claudicação do Laboratório de Hemodinâmica da Atividade Motora ? LAHAM. 2011. (Simpósio).

Simpósio Internacional: Exercício, Estresse Oxidativo e Claudicação do Laboratório de Hemodinâmica da Atividade Motora ? LAHAM. 2011. (Simpósio).

XXVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental. 2011. (Congresso).

Making Muscle in the Embryo and the Adult. Increased activity of ubiquitin proteasome system is associated with cardiac cachexia in a genetic model of heart failure. 2009. (Congresso).

XXIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE). Increased activity of ubiquitin proteasome system is associated with cardiac cachexia in a genetic model of heart failure. 2009. (Congresso).

XXX Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP). Aumento da degradação protéica via proteassoma está relacionado à atrofia muscular em modelo genético de insuficiência cardíaca. 2009. (Congresso).

XXII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE). Treinamento físico atenua a atrofia em modelo de camundongos com insuficiência cardíaca induzida por hiperatividade simpática. 2008. (Congresso).

Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa.. Alterações músculo-esqueléticas em um modelo genético de cardiomiopatia induzida por hiperatividade simpática.. 2006. (Congresso).

XII Congress of the Brazilian Physiological Society & Joint Meeting with The Physiological Society. Evidence of muscle atrophy and fiber type shift in a genetic model of cardiopathy induced by sympathetic hyperactivity. 2006. (Congresso).

VI Simpósio de Educação Física e Esportes em Cardiologia. In: XXVI Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.. Controle autonômico da freqüência cardíaca durante o exercício físico progressivo em camundongos controle e nocaute para os receptores alfa2A e alfa2C adrenérgicos. 2005. (Congresso).

VI Simpósio de Educação Física e Esportes em Cardiologia. In: XXVI Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.. Resposta da freqüência cardíaca durante o exercício prolongado e progressivo até a exaustão em camundongos controle e nocaute para os receptores alfa2A e alfa2C adrenérgicos. 2005. (Congresso).

12º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP..Controle autonômico da freqüência cardíaca durante o exercício físico progressivo em camundongos controle e nocaute para os receptores alfa2A e alfa2C adrenérgicos. 2004. (Simpósio).

12º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP..Resposta da freqüência cardíaca durante o exercício prolongado e progressivo até a exaustão em camundongos controle e nocaute para os receptores alfa2A e alfa2C adrenérgicos. 2004. (Simpósio).

III Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana e IX Simpósio Paulista de Educação Física. Interferência do uso do colchonete no desempenho e nas cargas mecânicas externas no salto em profundidade tradicional.. 2003. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em bancas

Aluno: Leila Dal Poggeto

CUNHA, T. F.. Treinamento físico na sensibilidade barorreflexa espontânea em pacientes com miocardiopatia chagásica sem disfunção ventricular sistólica. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Condicionamento físico e prevenção cardiológica) - Universidade de São Paulo.

CUNHA, T. F.. 23° SIICUSP ? Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP. 2015. Universidade de São Paulo.

CUNHA, T. F.. VI Simpósio de Pós-Graduação em Ciências Morfofuncionais no Departamento de Anatomia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP. 2015. Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Tais Tinucci

BRUM, P. C.; Navegantes L C C;TINUCCI, T.. Efeito do treinamento físico aeróbico sobre a atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: contribuição do sistema ubiquitina proteassoma dependente de ATP. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

Tais Tinucci

Navegantes L C C;BRUM, P. C.TINUCCI, T.. Qualificação Mestrado: Efeito do treinamento físico sobre a atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: Contribuição do sistema ubiquitina proteossoma dependente de ATP. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

Paulo Rizzo Ramires

RAMIRES, P. R.; FERREIRA, J. C. B.; Silveira, L.R.. Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF-KB, FOXO e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico e do tratamento com N-acetilcisteína. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

Francisco Rafael Martins Laurindo

LAURINDO, F. R. M.. Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF-kB, FOXO e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito de treinamento físico aeróbico.. 2015. Tese (Doutorado em Ciências da Saude) - e de São Paulo - Escola de Educação Física e Esporte.

Patricia Chakur Brum

BRUM, P. C.TINUCCI, T.; NAVEGANTES, L. C. C.. Efeito do Treinamento Físico Aeróbico sobre a Atrofia Muscular Associada à Insuficiência Cardíaca: contribuição do sistema ubiquitina proteassoma dependente de ATP. 2010. Dissertação (Mestrado em Biodinâmica do Movimento Humano) - EEFE.

Patricia Chakur Brum

BRUM, P. C.Oliveira, E.M.RAMIRES, P. R.; LAURINDO, F. R. M.; SILVEIRA, L. R.. Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF - KB, Foxo e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiências cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico e do tratamento com N-Aneilcisteína. 2015. Tese (Doutorado em Biodinâmica do Movimento Humano) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo.

Patricia Chakur Brum

BRUM, P. C.TINUCCI, T.; NAVEGANTES, L. C. C.. Efeito do treinamento físico sobre a atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: contribuição do sistema ubiquitina proteassoma dependente de ATP. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Biodinâmica do Movimento Humano) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo.

Julio Cesar Batista Ferreira

Ferreira, J.C.B.Ramires, P. R.; SILVEIRA, L. R.. Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NFkb, FOXO e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico e do tratamento com n-acetilcisteína. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo.

Luiz Carlos Carvalho Navegantes

BRUM, P. C.;NAVEGANTES, L. C. C.; TINUCCI, T.. Efeito do treinamento físico aeróbico sobre a atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: contribuição do sistema ubiquitina proteassoma dependente de ATP. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Orientou

José Alves Filho

Efeitos do treinamento de força sobre a osteoartrite de joelho; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Karina Akemi Murakava

Contribuição de uso de esteroides anabolizantes para o desenvolvimento de lesões miotendíneas em atletas; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

FABRÍCIO TEIXEIRA GARRAMONA

Treinamento com restrição de fuxo sanguíneo e os ganhos de força e hipertrofia em idosos ? uma revisão sistemática; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Thiago Ribas Araújo

Estudo das relações do consumo de esteroide androgênicos anabólicos e os efeitos colaterais; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Juan Carlo Arena Freire

Efeito do treinamento de força sobre a força muscular e amplitude de movimento em mulheres em tratamento de câncer de mama; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Maxwell Souza da Silva

Maxwell Souza da Silva sobre o tema: ?Efeito do treinamento de força sobre a força muscular, desempenho funcional e a qualidade de vida em sujeitos com câncer de próstata; Início: 2018; Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força: da saúde ao atleta de alto rendimento) - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Beatriz Rodrigues Aidar Tkatch

Efeito do treinamento de força com instabilidade na regulação das neurotrofinas BDNF e GDNF em indivíduos com bloqueio de marcha na Doença de Parkinson?; Início: 2016 - Universidade de São Paulo; (Orientador);

Guilherme Silva Ramos

Associação entre testes de equilibrio objetivos e subjetivos em individuos com Doença de Parkinson; Início: 2016 - Universidade Paulista, Santander; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Patricia Chakur Brum

Efeito do treinamento físico sobre a atrofia associada à insuficiência cardíaca: contribuição do sistema proteolítico proteossomo dependente de ATP; 2010; Dissertação (Mestrado em Educação Física) - EEFE, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Patricia Chakur Brum;

Patricia Chakur Brum

Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF - KB, Foxo e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiências cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico e do tratamento com N-Aneilcisteína; 2015; Tese (Doutorado em Curso de Pós-Graduação) - EEFE, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Patricia Chakur Brum;

Patricia Chakur Brum

Monografia: Alterações cardiovasculares extremas ao treinamento físico: morte súbita em atletas de alto rendimento; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Bacharelado Em Esporte) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo; Orientador: Patricia Chakur Brum;

Patricia Chakur Brum

Controle autonômico da freqüência cardíaca durante o exercício físico progressivo em camundongos controle e nocaute para os receptores a2A e a2C - adrenérgicos; ; 2004; 0 f; Iniciação Científica; (Graduando em Bacharel Em Educação Física e Esporte) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Patricia Chakur Brum;

Patricia Chakur Brum

PAE junto a disciplina EFB01015-Fisiologia da Atividade Motora I; 2009; Orientação de outra natureza; (Pós Graduação) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Patricia Chakur Brum;

Julio Cesar Batista Ferreira

Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF-kB, Foxo e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico e do tratamento com n-acetilcisteína; 2012; Tese (Doutorado em Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano) - Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Coorientador: Julio Cesar Batista Ferreira;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • NEVES, LUCAS MELO ; SILVA-BATISTA, CARLA ; MARQUESINI, RAQUEL ; DA CUNHA, TELMA FÁTIMA ; DIMATEO, ELISA ; NASCIMENTO, LUCIANA ; MOREIRA-NETO, ACÁCIO ; DE LIMA MILIATTO, ANGELO CORRÊA ; DAS CHAGAS MENDES, SHEILA ; SAAD, FLAVIA ; CODOGNO, JAMILE SANCHES ; NUNES, RENATO HOFFMANN ; RITTI-DIAS, RAPHAEL MENDES ; JUDAY, VALERIA ; LAFER, BENY ; UGRINOWITSCH, CARLOS . Aerobic exercise program with or without motor complexity as an add-on to the pharmacological treatment of depression - study protocol for a randomized controlled trial. Trials , v. 19, p. 1, 2018.

  • GABRIEL-COSTA, D. ; CUNHA, T.F. ; PAIXÃO, N.A. ; FORTUNATO, R.S. ; REGO-MONTEIRO, I.C.C. ; BARRETO-CHAVES, M.L.M. ; BRUM, P.C. . Lactate-upregulation of lactate oxidation complex-related genes is blunted in left ventricle of myocardial infarcted rats. Brazilian Journal of Medical and Biological Research (on line) , v. 51, p. 1, 2018.

  • 2017 CUNHA, TELMA F. ; BECHARA, LUIZ R. G. ; BACURAU, ALINE V. N. ; JANNIG, PAULO R. ; VOLTARELLI, VANESSA A. ; DOURADO, PAULO M. ; VASCONCELOS, ANDREA R. ; SCAVONE, CRISTÓFORO ; FERREIRA, JÚLIO C. B. ; BRUM, PATRICIA C. . Exercise training decreases NADPH oxidase activity and restores skeletal muscle mass in heart failure rats. JOURNAL OF APPLIED PHYSIOLOGY , v. 122, p. 817-827, 2017.

  • CUNHA, T. F. ; Bechara, L. R. G. ; BACURAU, A. V. N. ; JANNIG, P. R. ; VOLTARELLI, V. A. ; DOURADO, P. M. ; VASCONCELOS, A. R. ; SCAVONE, C. ; FERREIRA, J. C. B. ; Brum, P. C. . Exercise training decreases NADPH oxidase activity and restores skeletal muscle mass in heart failure rats. Journal of Applied Physiology (1985) , p. jap.00182.2016, 2017.

  • 2016 BACURAU, ALINE V. ; CUNHA, TELMA F. ; SOUZA, RODRIGO W. ; VOLTARELLI, VANESSA A. ; GABRIEL-COSTA, DANIELE ; BRUM, PATRICIA C. . Aerobic Exercise and Pharmacological Therapies for Skeletal Myopathy in Heart Failure: Similarities and Differences. Oxidative Medicine and Cellular Longevity (Print) , v. 2016, p. 1-16, 2016.

  • 2016 BACURAU, ALINE V.N. ; JANNIG, PAULO R. ; DE MORAES, WILSON M.A.M. ; CUNHA, TELMA F. ; MEDEIROS, ALESSANDRA ; BARBERI, LAURA ; COELHO, MARCELE A. ; BACURAU, REURY F.P. ; UGRINOWITSCH, CARLOS ; MUSARÒ, ANTONIO ; BRUM, PATRICIA C. . Akt/mTOR pathway contributes to skeletal muscle anti-atrophic effect of aerobic exercise training in heart failure mice. International Journal of Cardiology (Print) , v. 214, p. 137-147, 2016.

  • 2015 GABRIEL-COSTA, DANIELE ; DA CUNHA, TELMA FATIMA ; BECHARA, LUIZ ROBERTO GRASSMANN ; FORTUNATO, RODRIGO SOARES ; BOZI, LUIZ HENRIQUE MARCHESI ; COELHO, MARCELE DE ALMEIDA ; BARRETO-CHAVES, MARIA LUIZA ; BRUM, PATRICIA CHAKUR . Lactate Up-Regulates the Expression of Lactate Oxidation Complex-Related Genes in Left Ventricular Cardiac Tissue of Rats. Plos One , v. 10, p. e0127843, 2015.

  • 2014 SILVA-BATISTA, C. ; KANEGUSUKU, H. ; ROSCHEL, H. ; SOUZA, E. O. ; CUNHA, T. F. ; LAURENTINO, G. C. ; MANOEL, N. Jr. ; PIEMONTE, M. E. ; BRUM, P. C. ; FORJAZ, C. L. ; TRICOLI, V. ; UGRINOWITSCH, C. . Resistance training with instability in multiple system atrophy: a case report.. Journal of Sports Science and Medicine , v. 13, p. 597-603, 2014.

  • 2014 ALVES, CHRISTIANO ROBLES RODRIGUES ; DA CUNHA, TELMA FÁTIMA ; DA PAIXÃO, NATHALIE ALVES ; BRUM, PATRICIA CHAKUR . Aerobic exercise training (AET) as therapy for cardiac and cancer cachexia. Life Sciences (1973) , v. 14, p. 00950-3, 2014.

  • 2013 VANZELLI, ANDRÉA S. ; MEDEIROS, ALESSANDRA ; ROLIM, NATALE ; BARTHOLOMEU, JAN B. ; CUNHA, TELMA F. ; BECHARA, LUIZ G. ; GOMES, ENÉAS R. M. ; MATTOS, KATT C. ; SIRVENTE, RAQUEL ; SALEMI, VERA ; MADY, CHARLES ; NEGRAO, CARLOS E. ; GUATIMOSIM, SILVIA ; BRUM, PATRICIA C. . Integrative Effect of Carvedilol and Aerobic Exercise Training Therapies on Improving Cardiac Contractility and Remodeling in Heart Failure Mice. Plos One , v. 8, p. e62452, 2013.

  • 2013 BRUM, P. C. ; BACURAU, A. V. ; CUNHA, T. F. ; BECHARA, L. R. ; MOREIRA, J. B. . Skeletal Myopathy in Heart Failure: Effects of Aerobic Exercise Training. Experimental Physiology (Print) , v. 99, p. 616-620, 2013.

  • 2012 CUNHA, TELMA F. ; BACURAU, ALINE V. N. ; MOREIRA, JOSE B. N. ; PAIXÃO, NATHALIE A. ; CAMPOS, JULIANE C. ; FERREIRA, JULIO C. B. ; LEAL, MARCELO L. ; NEGRÃO, CARLOS E. ; MORISCOT, ANSELMO S. ; WISLØFF, ULRIK ; BRUM, PATRICIA C. . Exercise Training Prevents Oxidative Stress and Ubiquitin-Proteasome System Overactivity and Reverse Skeletal Muscle Atrophy in Heart Failure. Plos One , v. 7, p. e41701, 2012.

  • 2012 CAMPOS, JULIANE C. ; QUELICONI, BRUNO B. ; DOURADO, PAULO M. M. ; CUNHA, TELMA F. ; ZAMBELLI, VANESSA O. ; BECHARA, LUIZ R. G. ; KOWALTOWSKI, ALICIA J. ; BRUM, PATRICIA C. ; MOCHLY-ROSEN, DARIA ; FERREIRA, JULIO C. B. ; MORAN, MARIA . Exercise Training Restores Cardiac Protein Quality Control in Heart Failure. Plos One , v. 7, p. e52764, 2012.

  • 2012 CUNHA, T. F. ; MOREIRA, J. B. N. ; PAIXAO, N. A. ; CAMPOS, J. C. ; MONTEIRO, A. W. A. ; BACURAU, A. V. N. ; BUENO, C. R. ; FERREIRA, J. C. B. ; BRUM, P. C. . Aerobic exercise training upregulates skeletal muscle calpain and ubiquitin-proteasome systems in healthy mice. Journal of Applied Physiology (1985) , v. 112, p. 1839-1846, 2012.

  • 2010 FERREIRA, J. C. B. ; BACURAU,A.V.N. ; BUENO JÚNIOR, C.R. ; CUNHA, T. F. ; TANAKA, L. Y. ; RAMIRES, P. R. ; BRUM, P. C. . Aerobic exercise training improves Ca2+ handling and redox status of skeletal muscle in mice.. Experimental Biology and Medicine (Maywood, N.J.: Print) , v. 235, p. 497-505, 2010.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Outras produções

CUNHA, T. F. . Sistema Cardiovascular e atividade física. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

CUNHA, T. F. . Sistema cardiorrespiratório e atividade física. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

CUNHA, T. F. . Sistema osteomioarticular e atividade física. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    O papel da complexidade motora na regulação das neurotrofinas em indivíduos com bloqueio de marcha na doença de Parkinson: efeito do treinamento de força com instabilidade, Descrição: A doença de Parkinson (DP) é uma disfunção neurodegenerativa caracterizada por alterações nos mecanismos celulares e moleculares que conduzem à perda de neurônios dopaminérgicos nos gânglios da base, principalmente na substância negra. A depleção de dopamina acarreta diversos distúrbios motores, tais como, tremor, bradicinesia e acinesia, rigidez, instabilidade postural e alterações na marcha. Esses distúrbios motores podem evoluir para um bloqueio de marcha, o qual é caracterizada por marcada redução da progressão anterior do pé, ocorrendo em parte dos pacientes com DP moderada e na grande maioria dos pacientes com DP grave. O BM está relacionado com o aumento da incidência de quedas, desencadeando dependência, institucionalização e qualidade de vida pobre. Uma estratégia que tem sido bastante utilizada e tem apresentado benefícios aos pacientes com DP é o treinamento físico, o qual desencadeia melhora da mobilidade e da cognição tanto em modelos animais, quanto em humanos. Essas alterações desencadeadas pelo treinamento físico parecem estar relacionadas com a produção de fatores neurotróficos, as neurotrofinas, que estão envolvidas na manutenção, sobrevivência, diferenciação e especialização de neurônios. O BDNF, por exemplo, é a neurotrofina mais estudada, pois é um importante fator de diferenciação neuronal, distribuído por todo o sistema nervoso central e, principalmente, no hipocampo e no corpo estriado, sendo o maior modulador de plasticidade neuronal. Já o GDNF está localizado principalmente no corpo estriado e no tálamo, atuando na proliferação e diferenciação celular. Essas duas neurotrofinas parecem estar envolvidas diretamente com a síntese de dopamina, a partir da transcrição de seu precursor, a tirosina hidroxilase. Nesse sentido, diversos estudos têm demonstrado que as neurotrofinas podem ser estimuladas pelo treinamento físico e, assim, as possíveis responsáveis pelos benefícios observados com o treinamento no controle motor de pacientes com DP. Contudo, não há evidências diretas dessa relação entre as neurotrofinas, a síntese de dopamina e o treinamento físico, principalmente em pacientes com BM na DP. Além disso, o que se tem observado é que nem todos os tipos de treinamento desencadeiam benefícios na mesma magnitude nesses indivíduos. O treinamento de força com instabilidade (TFI) tem sido apontado como uma estratégia não farmacológica promissora para o tratamento da DP, por apresentar uma alta complexidade motora. Essa complexidade motora está associada à melhora da mobilidade e à redução dos sintomas clínicos observados em pacientes com DP moderada submetidos ao TFI, os quais são considerados como preditores de mortalidade. Portanto, compreender os mecanismos neuronais envolvidos nas respostas desencadeadas pelo TFI e pela alta complexidade motora em pacientes com BM na DP, pode auxiliar no estabelecimento de estratégias terapêuticas farmacológicas, como a criação de novos fármacos, e não farmacológicas mais eficientes para o tratamento de pacientes com DP.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Telma Fátima da Cunha - Coordenador / Patríca Chakur Brum - Integrante / Valmor Tricoli - Integrante / Carlos Ugrinowitsch - Integrante / Carla Silva-Batista - Integrante / Lucas Melo Neves - Integrante.

  • 2010 - 2015

    Contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias NF- κB, FOXO e MAPK na atrofia muscular associada à insuficiência cardíaca: efeito do treinamento físico aeróbico., Descrição: A perda de massa muscular está relacionada a prejuízos na qualidade de vida de indivíduos saudáveis, além de piorar o prognóstico de pacientes com doenças sistêmicas, como o câncer, o diabetes e a insuficiência cardíaca (IC). Em quadros mais graves de IC, a perda excessiva de massa muscular associada a um reduzido consumo de oxigênio de pico, são considerados como preditores independentes de mortalidade. Essa perda de massa muscular tem sido relacionada ao aumento do estresse oxidativo, o qual tem sido apontado como um dos principais desencadeadores do aumento da degradação de proteínas na atrofia muscular. Nesse projeto investigamos a contribuição do estresse oxidativo para a ativação das vias de sinalização NF-κB, FOXO e MAPK na atrofia muscular desencadeada pela IC. Para compreender melhor os mecanismos envolvidos na ativação dessas vias pelo estresse oxidativo, utilizamos a linhagem de células musculares C2C12. Observamos que o tratamento com peróxido de hidrogênio (1,2mM, 12h) induziu um aumento do estresse oxidativo, o qual foi capaz de aumentar a atividade do proteassoma, desencadeando a atrofia dos miotúbulos. Verificamos também um aumento da expressão proteica de alguns componentes dessas vias de sinalização, como p-p38 e NF-κB; apontando para uma ativação diferenciada dessas vias pelo estresse oxidativo. Para verificar se essas vias de sinalização relacionadas ao estresse oxidativo também estavam associadas à atrofia desencadeada pela IC, avaliamos um modelo experimental de ratos com IC induzida pelo infartado do miocárdio. Observamos uma redução da área de secção transversa do músculo plantar, acompanhada de um aumento da inflamação sistêmica, de p38 e das atividades de NF-kB e do proteassoma. Como o treinamento físico aeróbico (TFA) tem se apresentado como uma estratégia terapêutica não farmacológica eficaz na redução do estresse oxidativo e no restabelecimento da atividade do sistema ubiquitina proteassoma, submetemos os ratos infartados ao TFA em esteira rolante por 8 semanas, 5 vezes por semana, 1 hora por dia. O TFA preveniu a perda de massa muscular, reduzindo a inflamação sistêmica e as atividades de NF-κB e do proteassoma. Em conjunto, os resultados apontam para o estresse oxidativo como um fator preponderante para o aumento da degradação de proteínas relacionada à atrofia muscular, seja por indução de inflamação (TNF-α) ou por sua ação direta. Além disso, observamos que as vias de sinalização são ativadas de forma diferenciada nos dois modelos, sugerindo que a degradação de proteínas nos miotúbulos está relacionada ao controle de qualidade de proteínas e, nos ratos infartados, às alterações do metabolismo, servindo como fonte de energia. Já o TFA comprovou sua eficácia no restabelecimento da atividade do proteassoma, reduzindo a inflamação e a atividade de NF-κB, prevenindo assim, a perda de massa muscular.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Telma Fátima da Cunha - Coordenador / Patrícia Chakur Brum - Integrante / Júlio César B. Ferreira - Integrante / BACURAU, A. V. N. - Integrante / BECHARA, L. R. - Integrante / Tiago Fernandes - Integrante / Cristóforo Scavone - Integrante / Janaína Silva Vieira - Integrante / Ursula Urias - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

  • 2007 - 2009

    Efeito do treinamento físico sobre a atrofia muscular associada a insuficiência cardíaca: contribuição do sistema proteolítico ubiquitina proteossoma dependente de ATP, Descrição: A atrofia está associada ao aumento da degradação proteica em doenças sistêmicas, sendo o sistema ubiquitina proteassoma dependente de ATP (SUP) uma das principais vias envolvidas. Contudo, pouco se conhece sobre a contribuição do SUP à atrofia desencadeada pela insuficiência cardíaca (IC). Sabendo dos benefícios do treinamento físico aeróbico e que os mecanismos moleculares envolvidos na atrofia na IC não estão esclarecidos, investigamos nesse projeto a contribuição do SUP para a atrofia desencadeada pela IC e o efeito do treinamento físico aeróbico sobre a atrofia associada à IC e sobre o SUP. Os resultados mostraram atrofia do músculo plantar associada a um aumento dos componentes do SUP e do estresse oxidativo. O treinamento físico aeróbico preveniu a atrofia do músuclo plantar e reduziu a ativação dos componentes do SUP.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Telma Fátima da Cunha - Coordenador / Patrícia Chakur Brum - Integrante / aNSELMO s. mORISCOT - Integrante / Nathalie Alves da Paixão - Integrante / Juliane Cruz Campos - Integrante / LEAL, MARCELO L. - Integrante / MOREIRA, J. B. N. - Integrante / BACURAU, A. V. N. - Integrante / Julio César Batista Ferreira - Integrante / Ulrik Wisloff - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.

  • 2003 - 2004

    Controle autonômico da frequência cardíaca durante o exercício físico progressivo em camundongos controle e nocaute para os receptores alfa 2ª e alfa 2C - adrenérgicos, Descrição: O aumento da atividade nervosa simpática e a taquicardia em repouso ou durante esforços físicos estão associados ao aumento da morbimortalidade, mesmo na ausência de sinais clínicos de doença cardíaca.Sabendo-se da importância dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos na modulação da atividade nervosa e frequência cardíaca (FC), nesse projeto foi utilizado um modelo genético de cardiomiopatia induzida por excesso de catecolaminas circulantes baseado na inativação gênica dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos em camundongos (α2A/α2CKO) para verificar a resposta da FC ao exercício físico (EF), assim como o controle simpatovagal da FC ao EF. Testou-se a hipótese de que haveria resposta taquicárdica exacerbada durante o EF nos camundongos α2A/α2CKO mesmo quando a função cardíaca ainda estivesse preservada em repouso, sendo o receptor α2A‑adrenérgico o principal responsável por essa resposta. Esses resultados demonstram a importância dos receptores α2A/α2C-adrenérgicos no controle autonômico não só no repouso, mas também durante o EF, sendo o receptor α2A-adrenérgico o responsável pela hiperatividade simpática e menor efeito vagal observados. Essa resposta taquicárdica exacerbada nos camundongos α2A/α2CKO está presente mesmo quando ainda não se observa disfunção cardíaca.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Telma Fátima da Cunha - Coordenador / Thaís Aoki Saito - Integrante / Marcele de Almeida Coelho - Integrante / Katt Coelho Mattos - Integrante / Patrícia Chakur Brum - Integrante., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2018

Prêmio Actigraph Investigação Científica, 41° Simpósio Internacional de Ciências do Esporte.

2017

Menção Honrosa - Efeito terapêutico do treinamento físico aeróbico na plasticidade muscular em modelo experimental de insuficiência cardíaca por hipertensão pulmonar, Federação de Sociedades de Biologia Experimental.

2014

2º lugar - Prêmio Gerar-Med Destaque científico, V Congresso Brasileiro de Metabolismo Nutrição e Exercício.

2012

2º lugar - Prêmio Gerar-Med Destaque científico, IV Congresso Brasileiro de Metabolismo Nutrição e Exercício.

2012

1º lugar - Prêmio Interdisciplinar da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, XXXIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.

2012

2º lugar - Prêmio Departamento de Educação Física da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, XXXIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.

2009

Menção Honrosa - Efeito do treinamento físico na reprogramação fetal em modelo de insuficiência cardíaca, Federação de Sociedades de Biologia Experimental.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte da USP. , Avenida Prof. Mello Moraes,65, Butantã, 05508900 - São Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 30912149

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2017 - Atual

Universidade Paulista

Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular

2017 - Atual

Universidade de São Paulo

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Posdoc

2017 - 2017

Universidade de São Paulo

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 12

Atividades

  • 01/2017

    Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Educação Física e Esporte da USP, .,Linhas de pesquisa

  • 01/2010 - 01/2015

    Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Educação Física e Esporte da USP, .,Linhas de pesquisa

  • 01/2007 - 01/2010

    Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Educação Física e Esporte da USP, .,Linhas de pesquisa

2015 - 2015

Universidade Estácio de Sá

Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Professor Eventusl