Micael Martins da Silva

Possui graduação em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela Universidade de Ribeirão Preto (2004). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação. Pós Graduado - Especialista em Gestão da Comunicação em Midias Digitais em Senac Ribeirão Preto (2015). Certificado em Marketing de Conteudo pela Rock Content. Consultor e Analista de Marketing, Marcas e Visual Merchandising.

Informações coletadas do Lattes em 04/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda

2001 - 2004

Universidade de Ribeirão Preto
Título: O merchandising
Orientador: Sebastião Geraldo

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação.

    Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Design Gráfico.

    Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Marketing.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Eduardo Vicente Soares

Americanas; com: análise da atuação e posicionamento da marca nas redes sociais; ; 2015; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais) - Centro Universitário Senac; Orientador: Eduardo Vicente Soares;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • SILVA, M. M. . Americanas.com análise da atuação e posicionamento da marca nas redes sociais. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2003 - 2004

    O MERCHANDISING NO CINEMA NORTE-AMERICANO COMO ESTRATÉGIA COMERCIAL E IDEOLÓGICA, Descrição: Neste trabalho é abordado de forma clara e objetiva como teve início a propaganda convencional mostrando também a evolução desta, desde o período medieval, até chegarmos no que se culminou chamar de Merchandising. Tratamos do Merchandising sendo utilizado pelas produtoras de Cinema Norte-Americano de duas formas; a primeira divulgando marcas e produtos e a segunda divulgando idéias e ideais. Ao final deste trabalho, analisamos duas produções cinematográficas; Minority Report: A Nova Lei, de Steven Spielberg e Independence Day, de Roland Emmerich, sendo que, em uma delas, enfocamos o Merchandising do tipo Comercial. Por conseguinte, na outra, enfocamos o Merchandising do tipo Ideológico. Considerando as análises feitas sobre os filmes, concluiu-se que esta ferramenta de promoção do Marketing é muito importante no que tange ao custeio das produções, até mesmo ressaltando que as inserções, sejam estas de marcas, produtos ou idéias, são apresentadas nos filmes por muito pouco tempo, com exposições que representam dentro destes, pouco mais de 1% do total Entretanto, são estas exposições que chegam a patrocinar de 25 a 40% das superproduções do Cinema Hollywodiano, que costumam ser as mais caras do mercado cinematográfico.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) . , Integrantes: Micael Martins da Silva - Coordenador / Pedro Augusto dos Reis - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional