Camila dos Reis Pereira

Psicóloga pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2017). Atuou como pesquisadora do Grupo de Pesquisa do CNPq - Núcleo de Ações e Reflexões em Neuropsicologia do Desenvolvimento (NARN). Estagiou em Neuropsicologia - Avaliação e Reabilitação no Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) da UFRRj. Atuou como pesquisadora de de Iniciação Científica pela Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). Experiência na área de Psicologia, com ênfase em Avaliação e Reabilitação Neuropsicológica. Mestranda em psicologia pela UFSJ.

Informações coletadas do Lattes em 05/03/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Psicologia

2019 - Atual

Universidade Federal de São João Del-Rei
Título: ASSOCIAÇÃO ENTRE HABILIDADES SOCIAIS E IDEAÇÃO SUICIDA EM ADOLESCENTES DO ENSINO MÉDIO,Orientador:
LUCAS CORDEIRO FREITAS.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG, Brasil.

Graduação em Psicologia

2012 - 2017

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Título: FUNÇÕES EXECUTIVAS NA ADOLESCÊNCIA
Orientador: Emmy Uehara Pires

Formação complementar

2016 - 2016

Extensão universitária em Treinamento e capacitação técnica do instrumento WASI. (Carga horária: 5h). , Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.

2016 - 2016

Teste Figuras Complexas de Rey. (Carga horária: 4h). , Mago Produtos e Serviços em Psicologia, MAGO, Brasil.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.

Participação em eventos

Geopolítica e Psicologia Junguiana: Perspectivas para o Brasil no século XXI. 2016. (Seminário).

Jogos Matemáticos. 2016. (Oficina).

Visita técnica na Mago Produtos e Serviços em Psicologia. 2016. 2016. (Exposição).

V Mostra Carioca de Neuropsicologia Clínica. 2016. (Congresso).

XV Congresso Brasileiro da Sociedade de Neuropsicologia. 2016. (Congresso).

Abordagem do tema de consumo de bebidas alcoólicas com adolescentes: vivência e metodologia. 2015. (Oficina).

Colóquio Perfeccionismo Moral e Politíco. 2015. (Seminário).

II Seminário de Estágio Supervisionado do Serviço de Psicologia Aplicada - SPA. 2015. (Seminário).

IX Seminário Interfaces da Psicologia da UFRuralRJ. 2015. (Seminário).

Tecendo Redes:CRP-RJ Presente!. 2015. (Seminário).

VI Psicocine UFRRJ. 2015. (Outra).

Visita técnica na Mago Produtos e Serviços em Psicologia. 2015. (Exposição).

V Psicocine UFRRJ. 2015. (Outra).

Comissão julgadora das bancas

Wanderson Fernandes de Souza

PIRES, E. U.; SOUZA, W. F.. FUNÇÕES EXECUTIVAS NA ADOLESCÊNCIA. 2017.

Nadja Cristiane Lappann Botti

FREITAS, L. C.; CAMPOS, J. R.; ANDRADE, M. C. R.;BOTTI, N.C.L.. Associação entre habilidades sociais e ideação suicida em adolescentes do ensino médio. 2019. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei.

Lucas Cordeiro Freitas

FREITAS, L. C.; CAMPOS, J. R.; ANDRADE, M. C. R.. Associações entre ideacão suicida e habilidades sociais em adolescentes. 2021. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei.

Lucas Cordeiro Freitas

FREITAS, L. C.; BOTTI, N. C. L.; CAMPOS, J. R.. Associações entre habilidades sociais e ideação suicida em adolescentes do ensino médid. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei.

Mário César Rezende Andrade

FREITAS, L. C.;ANDRADE, M. C. R.; CAMPOS, J. R.. ASSOCIAÇÕES ENTRE IDEAÇÃO SUICIDA E HABILIDADES SOCIAIS EM ADOLESCENTES. 2021. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei.

Mário César Rezende Andrade

CAMPOS, J. R.; BOTTI, N. C. L.; FREITAS, L. C.;ANDRADE, M. C. R.. Associações entre habilidades sociais e ideação suicida em adolescentes do ensino médio. 2019. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei.

Emmy Uehara Pires

PIRES, E. USOUZA, W. F.. Funções Executivas na Adolescência. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Foi orientado por

Lucas Cordeiro Freitas

Associações entre ideacão suicida e habilidades sociais em adolescentes; 2021; Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de São João Del-Rei, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais; Orientador: Lucas Cordeiro Freitas;

Emmy Uehara Pires

Funções Executivas na Adolescência; 2016; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Orientador: Emmy Uehara Pires;

Emmy Uehara Pires

Mapeamento das funções executivas em adolescentes de Seropédica: Contribuições para prevenção dos fatores de risco; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ; Orientador: Emmy Uehara Pires;

Emmy Uehara Pires

Cérebro e tecnologia ? Implicações sobre o desenvolvimento infantil; 2015; Iniciação Científica; (Graduando em Psicologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Orientador: Emmy Uehara Pires;

Emmy Uehara Pires

Estágio em Neuropsicologia - Avaliação e Reabilitação; 2015; Orientação de outra natureza; (Psicologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; Orientador: Emmy Uehara Pires;

Produções bibliográficas

  • GUIMARAES, M. B. ; MARQUES, B. G. ; PEREIRA, C. R. ; PIRES, E. U. . A Utilização de Técnicas Projetivas na Avaliação Neuropsicológica: Uma Experiência com a Técnica de Apercepção para Idosos. In: XV Congresso Brasileiro da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia, 2016, Brasília. ANAIS DO XV CONGRESSO BRASILEIRO DA SBNp, 2016. v. 1. p. 1-203.

  • PEREIRA, C. R. ; PIRES, E. U. . Maturação das Funções Executivas em adolescentes. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEREIRA, C. R. . Funções executivas na adolescência. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • MOREIRA, P. S. ; MARQUES, B. G. ; PEREIRA, C. R. ; CORREA, P. M. ; ALBUQUERQUE, R. S. ; GUIMARAES, M. B. ; MELO, R. V. . Pratica da Neuropsicologia na UFRRJ. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PEREIRA, C. R. . Avaliação e Intervenção Neuropsicológica. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PEREIRA, C. R. ; MARQUES, B. G. ; GUIMARAES, M. B. ; PIRES, E. U. . Funções executivas na adolescência: uma revisão sistemática. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • PEREIRA, C. R. ; GUIMARAES, M. B. ; PIRES, E. U. . Cérebro e tecnologia - Implicações sobre o desenvolvimento infantil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PEREIRA, C. R. ; GUIMARAES, M. B. ; PIRES, E. U. . Mídias Interativas e Maturação Cerebral: Implicações ao Desenvolvimento Infantil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

  • GUIMARAES, M. B. ; MARQUES, B. G. ; PEREIRA, C. R. ; PIRES, E. U. . A utilização de técnicas projetivas na avaliação neuropsicológica: Uma experiência com a Técnica de Apercepção para Idosos (SAT). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções

PEREIRA, C. R. . Aula na disciplina Psicologia e Educação: Conexões e Diálogos. 2018. (Professora convidada no curso de Graduação em Psicologia da UFRRJ).

MARQUES, B. G. ; PEREIRA, C. R. ; GUIMARAES, M. B. ; MOREIRA, P. S. ; ALBUQUERQUE, R. S. . Treinamento do instrumento Escala Wechsler de Inteligência para Crianças (WISC-IV). 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PEREIRA, C. R. ; MARQUES, B. G. ; GUIMARAES, M. B. . Treinamento de instrumentos de avaliação das Funções Executivas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

PEREIRA, C. R. ; PIRES, E. U. . Treinamento do instrumento Escala Wechsler Abreviada de Inteligência (WASI). 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2017

    Mapeamento das Funções Executivas em Adolescentes de Seropédica: Contribuições para Prevenção dos Fatores de Risco, Descrição: A adolescência é um processo biopsicossocial, no qual os indivíduos enfrentam significativas mudanças físicas e comportamentais. Essas mudanças exigem dos adolescentes uma serie de reorganizações e influenciam diretamente o seu estado cognitivo e emocional. Muitas vezes, os adolescentes não possuem os recursos biológicos e psíquicos necessários para lidar com essa situação. As funções executivas são um dos aspectos mais complexos da cognição. Pode ser descrita como um conjunto de habilidades cognitivas e metacognitivas que proporcionam aos indivíduos a capacidade de controlar seu comportamento de acordo com as exigências do meio, tornando possível o engajamento dos mesmos em ações complexas, comportamentos orientados a objetivos, realizando ações voluntárias, auto organizadas e direcionadas a metas. Juntos, esses processos proporcionam ao indivíduo a capacidade de iniciar, planejar, sequenciar e monitorar seus comportamentos e cognições. O conhecimento acerca das funções executivas e de suas alterações podem ser proficientes na capacitação de profissionais que atuem com crianças e adolescentes, contribuindo de maneira significativa com educadores, clínicos e outros profissionais, além de ser uma ferramenta útil na estimulação do desenvolvimento dessas habilidades e para a construção de estratégias interventivas que auxiliem a sua reabilitação. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho é realizar o mapeamento das tendências desenvolvimentais dos processos cognitivos em adolescentes dos 12 aos 15 aos de idade, devido a relevância deste período no amadurecimento das funções executivas, alem de ser a fase com maior índice de mudanças psicossociais.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Camila dos Reis Pereira - Integrante / Emmy Uehara Pires - Coordenador / Priscila Mauro Corrêa - Integrante / Maíra Biajoni Guimarães - Integrante / Priscila Ribeiro da Costa - Integrante / Bruna Guimaraes Marques - Integrante / Juliana Ribeiro de Lima - Integrante.

  • 2015 - 2017

    Inovações Tecnológicas na Prática Neuropsicológica, Descrição: Nas últimas décadas, observa-se um crescente uso de inovações tecnológicas na avaliação e reabilitação neuropsicológica em pesquisas e na prática clínica. A literatura evidencia que a avaliação neuropsicológica destaca o uso de versões computadorizadas de instrumentos, que tradicionalmente utilizavam o lápis e papel; simulações cognitivas; inteligência artificial; e tarefas de resolução de problemas. Contudo, a que se mostra mais consolidada é o uso de baterias de testes computadorizados. Além disso, uma parte considerável de estudos é realizado com adultos e idosos, sendo as validações para crianças mais escassas. Na reabilitação, o uso de inovações tecnológicas se mostra mais diversificado, tais como a utilização de dispositivos eletrônicos e celulares, computadores e tablets, videogames, realidade virtual, robôs, neurofeedback, estimulação transcraniana por corrente contínua e direta, entre outros. Durante o processo de reabilitação neuropsicológica, as novas tecnologias têm facilitado o desenvolvimento de estratégias compensatórias e simulações de situações do cotidiano. O objetivo do presente projeto é investigar sobre as novas possibilidades das interfaces tecnológicas na neuropsicologia.com intuito de desenvolver novos instrumentos e aplicativos para mídias portáteis.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Camila dos Reis Pereira - Integrante / Emmy Uehara Pires - Coordenador / Bruna Guimaraes Marques - Integrante / Rodrigo Vieira Melo - Integrante / Patricia de Souza Moreira - Integrante.

  • 2015 - 2016

    Cerebro e Tecnologia - Implicações Sobre o Desenvolvimento Infantil, Descrição: Sabe-se atualmente que existem no cérebro humano períodos críticos e sensíveis para a aquisição de determinados conhecimentos e habilidades. Nas crianças, as habilidades cognitivas e comportamentais ainda estão em fase de desenvolvimento e são influenciadas por diversos fatores multidirecionais e interativos. A evolução tecnológica trouxe inúmeros benefícios sociais e econômicos para diversos setores da sociedade, no entanto suas implicações a saúde dos indivíduos e ao desenvolvimento infantil ainda não foram mensuradas. Dessa forma, o presente estudo objetiva investigar a influência e o impacto das novas mídias interativas como variáveis externas ao desenvolvimento infantil.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Camila dos Reis Pereira - Integrante / Emmy Uehara Pires - Coordenador.

  • 2015 - 2015

    Gênero e autocuidado: um estudo comparativo do padrão de comportamentos preventivos entre homens e mulheres, adultos e idosos, Descrição: O Brasil atravessa processos de transição demográfica e epidemiológica. Essa nova realidade implica em desafios e exige respostas às necessidades da população com vistas a melhorar sua saúde e qualidade de vida. Nesse contexto, ressalta-se a necessidade de uma melhor compreensão das influências de gênero e de idade sobre o autocuidado, desenvolvendo estratégias interventivas que possam melhor corresponder às características, interesses e necessidades de homens e mulheres de diferentes faixas de idade. O presente estudo propõe a investigação e a comparação dos padrões de crenças e de comportamentos preventivos e de controle de doenças em pessoas adultas e idosas de ambos os sexos. Desse modo, espera-se encontrar e analisar indicadores relacionados ao gênero e à idade que possam servir de base para a elaboração de programas de intervenção psicoeducativos. O estudo será conduzido com 300 pessoas residentes no município do Rio de Janeiro, sendo 150 do sexo masculino e 150 do sexo feminino, distribuídos igualmente em três grupos de idade (25 a 39 anos, 40 a 59 anos e 60 anos ou mais). As pessoas que aceitarem integrar o estudo, após assinarem um termo de consentimento, responderão, individualmente, a questionários elaborados e testados para as finalidades da pesquisa, visando verificar o repertório e a prontidão comportamental dos respondentes em relação a diferentes condutas relacionadas à prevenção, ao diagnóstico precoce e ao controle de agravos à saúde, bem como a suas habilidades assertivas e de expressão emocional. Trinta dos sujeitos, dez em cada uma das faixas etárias mencionadas, serão convidados ainda a responder a uma entrevista semiestrurada mediante roteiro composto por questões abertas destinadas a explorar de modo qualitativo suas percepções e vivências em relação aos cuidados com a própria saúde. Após submeter os dados obtidos pelo questionário a análises estatísticas descritivas e inferenciais e os dados das entrevistas a análise de conteúdo, pretende-se discutir os efeitos de aprendizagens associadas a construções de gênero e idade no que se refere a apresentação de comportamentos tanto de risco a saúde como promotores ou protetores da saúde. Espera-se que pesquisas desta natureza possam ajudar a subsidiar o planejamento e a implementação de políticas e programas de saúde sensíveis a influência de gênero e de outras variáveis sociodemográficas. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . , Integrantes: Camila dos Reis Pereira - Integrante / Emmy Uehara Pires - Integrante / Priscila Ribeiro da Costa - Integrante / Lilian Maria Borges Gonzalez - Coordenador / Alissandra Marques Braga - Integrante / Marcelo Jacinto de Abreu - Integrante / Iggor Antonio Cavali - Integrante / Iggor Antonio Cavaliere Cordeiro - Integrante / Alessandro Simões Marinho - Integrante / Rosilene Gomes de Azevedo Rodrigue - Integrante / Rodrigo Vieira de Mello - Integrante / Welligton Magno da Silva - Integrante / Ellen Mariane Silva Santos - Integrante / Jessica Souza da Silva dos Santos - Integrante / Suelen de Aguiar da Silva - Integrante.

Histórico profissional

Experiência profissional

2016 - 2017

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisadora

2018 - 2018

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio em Docência

2012 - 2017

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vínculo: Institucional, Enquadramento Funcional: Graduanda, Regime: Dedicação exclusiva.

2015 - 2016

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Cientìfica

Atividades

  • 01/2015

    Pesquisa e desenvolvimento, Instituto de Educação, Departamento de Psicologia.,Linhas de pesquisa

  • 01/2015

    Estágios , Serviço de Psicologia Aplicada.,Estágio realizado, Avaliação e Reabilitação Neuropsicológica.