Ana Luci Paz Lopes

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais na Universidade de Brasília (UnB). Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na Área de Concentração de Atores, Processos e Instituições Internacionais. Sua principal área de interesse é a interação entre a sociedade civil organizada com Estados e organizações internacionais. A pesquisa é relacionada a participação dos movimentos feministas brasileiros no desenvolvimento da Plataforma de Ação de Pequim para a promoção da igualdade de gênero e empoderamento da mulher, e sua articulação doméstica e internacional.

Informações coletadas do Lattes em 19/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Doutorado em andamento em Relações Internacionais

2019 - Atual

Universidade de Brasília, UnB
Vânia Carvalho Pinto. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Mestrado em Relações Internacionais

2016 - 2018

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Participação de Organizações Não-Governamentais nas Nações Unidas: O caso do lesbian caucus na IV Conferência Mundial sobre as Mulheres,Ano de Obtenção: 2018
Mônica Salomón González.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: Relações Internacionais; Lesbian caucus; IV Conferência Mundial sobre as Mulheres; Organizações Não-Governamentais.

Graduação em Relações Internacionais

2011 - 2015

Universidade Federal de Santa Catarina
Título: Ativistas Transnacionais e o uso de Culture Jamming como método: O caso da ação do The Yes Men sobre o Desastre de Bhopal
Orientador: Iara Costa Leite

Ensino Médio (2º grau)

2008 - 2010

SIstema de Ensino Energia

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2018 - 2018

Promoção e Defesa dos Direitos LGBT. (Carga horária: 30h). , Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.

2013 - 2014

Francês 2 e 3. (Carga horária: 120h). , Cursos Extracurriculares de Línguas Estrangeiras da UFSC, SC, Brasil.

2013 - 2014

Inglês 8 e Avançado. (Carga horária: 120h). , Cursos Extracurriculares de Línguas Estrangeiras da UFSC, SC, Brasil.

2012 - 2013

Inglês avançado. (Carga horária: 169h). , British and American, BA, Brasil.

2008 - 2010

Inglês Avançado. (Carga horária: 360h). , Cultural Norte Americano, CNA, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Francês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Intercongresso Fazendo Gênero ? 6ª Edição do Seminário Gênero e Feminismo. 2018. (Seminário).

13th Women?s Worlds (WW) Congress. Construção da Posição do Governo Brasileiro referente à Plataforma de Ação de Pequim: primórdios e atualidade. 2017. (Congresso).

6º Encontro da Associação Brasileira de Relações Internacionais.Construção da Posição do Governo Brasileiro referente à Plataforma de Ação de Pequim: primórdios e atualidade. 2017. (Encontro).

3º Seminário de Relações Internacionais Graduação e Pós-Graduação.Evolução da Declaração de Pequim e Plataforma de Ação e da Posição Brasileira frente a Comissão sobre o Status da Mulher (CSW). 2016. (Seminário).

I Congresso Relaçãoes Internacionais, Direito e Poder: atores e globalização. Análise Epistemológica da Abordagem de Redes de Ativistas Transnacionais através da Escola Inglesa e Construtivismo. 2016. (Congresso).

IV Semana Acadêmica de Relações Internacionais. 2013. (Seminário).

IV Semana de Direitos Humanos da UFSC.Construção da Paz e Segurança Internacional. 2013. (Outra).

Oportunidades Proficionais da Embraer.Oportunidades Proficionais da Embraer. 2013. (Outra).

VII Colóquio Brasileiro em Economia Política do Sistemas-Mundo. 2013. (Outra).

III Semana Acadêmica de Relações Internacionais.Tema - "Relações Sul-Sul: Estratégias e Metas de Poder de um Sul Global". 2012. (Outra).

III Semana de Direitos Humanos da UFSC. 2012. (Outra).

XVII Encontro Nacional de Estudantes de Relações Internacionais.ENERI Florianópolis. 2012. (Encontro).

II Semana Acadêmica de Relações Internacionais UFSC. 2011. (Outra).

Segunda Semana de Direitos Humanos da UFSC.Mesa de Discussão - "Democracia americana". 2011. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Iara Costa Leite

LEITE, I. C.; DRI, C. F.; BINI, G. M. P.. Ativistas transnacionais e o uso do culture jamming como método: o caso da ação do The Yes Men sobre o desastre de Bhopal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Graziela Maziero Pinheiro Bini

LEITE, I. C.;BINI, G. M. P.; DRI, C. F.. Ativistas transnacionais e o uso do culture jamming como método: o caso da ação do the yes men sobre o desastre de Bhopal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Lígia Helena Hahn Lüchmann

GONZALEZ, M. S.;LÜCHMANN, L. H. H.; WOLFF, C. S.. Participação de Organizações Não-Governamentais nas Nações Unidas: o caso do Lesbian Caucus na IV Conferência Mundial sobre as MUlheres. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teresa Kleba Lisboa

CASTELAN, D. R.; SALOMON, M.;LISBOA, T. K.. Construção da Posição do Governo Brasileiro referente à Plataforma de Ação de Pequim: primórdios e atualidade. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Iara Costa Leite

Ativistas transnacionais e o uso do culture jamming como método: o caso da ação do The Yes Men sobre o desastre de Bhopal; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina; Orientador: Iara Costa Leite;

Mônica Salomón González

PARTICIPAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES NÃO-GOVERNAMENTAIS NAS NAÇÕES UNIDAS: O CASO DO LESBIAN CAUCUS NA IV CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE AS MULHERES; 2018; Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Mónica Salomón González;

Vânia Carvalho Pinto

Participação da sociedade civil organizada na construção da posição do governo brasileiro para a IV Conferência Mundial sobre as Mulheres em relação à temática de violência contra as mulheres (1993-2015); Início: 2019; Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; (Orientador);

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • LOPES, Ana Luci Paz . CONSTRUÇÃO DA POSIÇÃO DO GOVERNO BRASILEIRO REFERENTE À PLATAFORMA DE AÇÃO DE PEQUIM: PRIMÓRDIOS E ATUALIDADE. In: Anna Paula Lombardi. (Org.). Arqueologia das ciências humanas e sociais aplicadas 5. 1ªed.Ponta Grossa: Antonella Carvalho de Oliveira, 2019, v. , p. 294-308.

  • LOPES, A. L. P. . Redes de Ativistas Transnacionais como atores não estatais: um estudo epistemológico por meio da abordagem da escola inglesa e do construtivismo. In: Odete Maria de Oliveira, Giovanni Olsson. (Org.). Relações Internacionais, Direito e Poder: Globalização, Atores, Temas Emergentes. 1ed.Curitiba: EDITORA CRV, 2017, v. 1, p. 1-400.

  • LOPES, A. L. P. . Direito das Mulheres e Nações Unidas: Um Estudo sobre Normas. In: 4º Seminário de Relações Internacionais, 2018, Foz do Iguaçu. Anais Eletrônicos do 4º Seminário de Relações Internacionais, 2018.

  • LOPES, A. L. P. . Construção da Posição do Governo Brasileiro referente à Plataforma de Ação de Pequim: primórdios e atualidade. In: 6º Encontro da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2017, Belo Horizonte. Anais 6º Encontro da Associação Brasileira de Relações Internacionais. Belo Horizonte: Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2017. v. 1.

  • LOPES, A. L. P. . Construção da Posição do Governo Brasileiro referente à Plataforma de Ação de Pequim: primórdios e atualidade. In: 13th Women?s Worlds (WW) Congress, 2017, Florianópolis. Anais eletrônicos 13º Mundo de Mulheres, 2017.

  • LOPES, A. L. P. . Evolução da Declaração de Pequim e Plataforma de Ação e da Posição Brasileira frente a Comissão sobre o Status da Mulher (CSW). In: 3º Seminário de Relações Internacionais, 2016, Florianópolis. Anais Eletrônicos do 3º Seminário de Relações Internacionais, 2016.

  • LOPES, A. L. P. . 'Direito das lésbicas são direitos dasmulheres e direitos das mulheres são direitos humanos':O Caso do Lesbian Caucus na IV Conferência Mundial. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LOPES, A. L. P. . Análise Epistemológica da Abordagem de Redes de Ativistas Transnacionais através da Escola Inglesa e Construtivismo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LOPES, A. L. P. . Evolução da Declaração de Pequim e Plataforma de Ação e da Posição Brasileira frente a Comissão sobre o Status da Mulher (CSW). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).