Aline Maria Piccelli

Possui graduação em Ciencias Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (2007) e Pós-graduação em Ensino de Sociologia pela mema universidade (2008). Atualmente é tecnico bancario - Caixa Econômica Federal.

Informações coletadas do Lattes em 20/06/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Especialização em Ensino de Sociologia

2007 - 2008

Universidade Estadual de Londrina
Orientador: Eliel Ribeiro Machado

Graduação em Ciencias Sociais

2003 - 2007

Universidade Estadual de Londrina
Orientador: Eliel Ribeiro Machado

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Seminário Caio Prado Junior. 2007. (Seminário).

XVI Encontro Anual de Iniciação Científica.Expansão da Segurança Privada no Brasil (1995-2002): neoliberalismo e ideologia da "indústria do medo". 2007. (Encontro).

Crise na Democracia Brasileira e Análise das Lutas Sociais no Brasil Contemporâneo. 2006. (Seminário).

I Semana de Sociologia do Colégio Estadual Marcelino Champagnat.Violência e Neoliberalismo. 2006. (Seminário).

II Simpósio Estadual de Lutas Sociais na América Latina. 2006. (Simpósio).

I Simpósio Estadual Lutas Sociais na América Latina. 2005. (Simpósio).

40 Anos do Golpe Militar: continuidades e rupturas. 2004. (Outra).

30 Anos do Curso de Ciências Sociais - educação e cidadania. 2003. (Seminário).

X Simpósio sobre Comunicação e Cultura no Terceiro Mundo. 2003. (Simpósio).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Eliel Ribeiro Machado

MACHADO, Eliel; PINHEIRO, Jair; FERREIRA, Pedro Roberto. NEOLIBERALISMO, CRIME ORGANIZADO E MILÍCIA NOS MORROS CARIOCAS NOS ANOS 1990 e 2000. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina.

Flavio Braune Wiik

Ferreira, Pedro; CAVALCANTE, S. M.;WIIK, FLAVIO BRAUNE. ?CRIME ORGANIZADO, NEOLIBERALISMO E PRODUÇÃO DE VALOR ILÍCITO NOS MORROS CARIOCAS NOS ANOS 1990 e 2000?. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Ciências Socias) - Universidade Estadual de Londrina.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Eliel Ribeiro Machado

NEOLIBERALISMO, CRIME ORGANIZADO E MILÍCIA NOS MORROS CARIOCAS NOS ANOS 1990 e 2000; 2013; Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Eliel Ribeiro Machado;

Eliel Ribeiro Machado

NEOLIBERALISMO, CRIME ORGANIZADO E MILÍCIA NOS MORROS CARIOCAS NOS ANOS 1990 e 2000; 2010; Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Londrina,; Orientador: Eliel Ribeiro Machado;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2006 - 2007

    Expansão da Segurança Privada no Brasil (1995-2002): neoliberalismo e ideologia da, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Aline Maria Piccelli - Coordenador / Eliel Ribeiro Machado - Integrante.

  • 2004 - 2007

    Diretório de Pesquisa CNPq: Grupo de Estudos de Política da América Latina, Descrição: O GEPAL foi constituído em outubro de 2004. Trata-se de um grupo de estudos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina (Paraná). A principal motivação teórica do grupo é o quadro político e social latino-americano que se desenhou em meados dos anos 1990, quando praticamente todos os países da região adotaram, de um lado, o modelo neoliberal de acumulação capitalista e, de outro, cultivaram fortes resistências populares à implantação das políticas neoliberais. Observou-se, neste quadro político, a explosão de inúmeras rebeliões, revoltas, motins, greves, bloqueios de estradas, ocupações de terras etc. pelos mais diversos movimentos sociais da região, além das tentativas de golpes, autogolpes ou semi-golpes. Na América Latina, democracia e neoliberalismo parecem ter uma difícil convivência. Outro aspecto não menos importante a ser observado é o fato de que tais políticas - voltadas sobretudo à concentração e centralização do capital financeiro - são aplicadas sob regimes democráticos, ou seja, por governos eleitos pelo sufrágio universal. Em outros termos: com o fim das ditaduras militares ocorreu um agravamento da situação econômica e social das classes populares e as promessas dos "democratas" de melhoria das condições de vida das classes subalternas não se concretizaram. Se de um lado os regimes democráticos que emergiram nas décadas de 80 e 90 foram engendrados sob a hegemonia neoliberal, de outro, notou-se o surgimento de novas formas de luta e de resistência a esse novo padrão de acumulação capitalista. O GEPAL pauta suas investigações em dois eixos temáticos que se inter-relacionam: 1. Análise teórica e política do Estado na América Latina, com ênfase em Brasil, sob o neoliberalismo; 2. Análise das diversas formas de luta e resistência populares à hegemonia neoliberal, principalmente expressas nos chamados "novos" movimentos sociais, bem como em outras formas contra-hegemônicas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (11) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (12) . , Integrantes: Aline Maria Piccelli - Integrante / Eliel Ribeiro Machado - Coordenador / Marcela Carneiro Testa - Integrante / Dirlene de Jesus Pereira Rocha - Integrante / Soraia de Carvalho - Integrante / Avanilson Alves Araújo - Integrante / Guízei Brígida de Oliveira - Integrante / Jean Carlo Rosa - Integrante / Rafael Kenji Kuriyama - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional