Jean Carlo Ricieri Ferreira

Possuo graduação em Ciências Econômicas com ênfase em agronegócios pela Universidade Estadual de Maringá (2006). Sou mestre em Economia pela Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho. Atuei como professor da Universidade Paulista, campus Assis, nos cursos de Administração, Direito e Nutrição, onde ministrava disciplinas de Introdução à Economia, Economia Global, Gestão do Setor Público, Economia Financeira, com uso da HP-12C e Excel, além de mini-cursos de análise técnica de mercado de capitais. Atualmente sou analista de políticas de cobrança judicial no Banco Itaú, atuo na recuperação de crédito e de clientes, bem como na redução de custos juridicos e aumento de receitas.

Informações coletadas do Lattes em 01/07/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Economia

2007 - 2009

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Alexandre Sartoris Neto.Palavras-chave: Arrecadação.Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia / Especialidade: Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos. Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.

Graduação em Ciências Econômicas

2002 - 2006

Universidade Estadual de Maringá
Orientador: Ricardo Luis Lopes
Bolsista do(a): Secretária de Ensino Superior.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Monetária e Fiscal/Especialidade: Política Fiscal do Brasil.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Regional e Urbana.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Métodos Quantitativos em Economia.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica.

Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas/Especialidade: Administração Financeira.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Curso Perícia Judicial. 2008. (Congresso).

As tubulências financeiras de 2007 e seus possiveis desdobramentos. 2007. (Seminário).

Eficiência Portuária no Brasil. 2007. (Seminário).

Seminários de Projetos 2007.A Sonegação Fiscal nos Municipios do Estado de São Paulo. 2007. (Seminário).

Mini-Curso: Matemática Financeira com HP12-C.Matemática Financeira com uso da calculadora HP 12C. 2007. (Seminário).

IX Sulpet. 2006. (Congresso).

IV Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos. O Plano Real e seus efeitos sobre a estrutura produtiva do Brasil: Um estudo sobre as Importações.. 2006. (Congresso).

Mini-Curso: Gestão do Tempo - Metodologia de Meta-Gestão. 2006. (Oficina).

Interpretação Prática da Norma Iso 9001:2000. 2006. (Oficina).

IV Encontro de Economia Paranaense. 2005. (Congresso).

XX Semana do Economista da UEM.Análise de Conjuntura Econômica. 2005. (Seminário).

VII Anpec Sul - Encontro de Economia da Região Sul. 2004. (Congresso).

IX Enapet - Enconro Nacional do Programa de Educação Tutorial. IX Enapet. 2004. (Congresso).

Negócio Fechado: Empresa Júnior de Consultoria da UEM. 2004. (Seminário).

VII Semana de Artes, IV Amostra do museu dinâmico Interdisciplinar, II Mostra Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão e V Simpósio da APADEC. 2004. (Encontro).

XVIII Semana do Economista. 2003. (Congresso).

II Ecopar - Encontro de Economia Paranaense. II Encontro de Economia Paranaense. 2003. (Congresso).

IV Encontro Anual do Forum Universitário do Mercosul. 2003. (Congresso).

Geoeconomia da Guerra: A crise do Capital e a escalada militar Norte-Americana. 2003. (Seminário).

Crise e Rebelião - A América Latina diante da atual crise do capital. 2002. (Congresso).

A História Econômica e as Linhagens Historiográficas. 2002. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Juliana Franco

LOPES, R. L.;FRANCO, J.. O Plano Real e seu efeitos sobre a estrutura produtiva do Brasil: um estudo sobre as importações;. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Estadual de Maringá.

Alexandre Sartoris Neto

SARTORIS, Alexandre; GOMES, R.; SCORZAFAVE,L.G.D.S.. Uma Análise da Evasão Fiscal nos Municipios do Estado de São Paulo: 1997-2004. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Luiz Guilherme Dácar da Silva Scorzafave

SCORZAFAVE, L. G.. Uma análise da evasão fiscal nos municípios do estado de São Paulo: 1997-2004. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Rogério Gomes

SARTORIS, A.;GOMES, ROGÉRIO; CINQUETI, C. A.. Evasão Fiscal nos Municípios do Estado de São Paulo. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Economia) - Universidade Estadual Paulista.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Alexandre Sartoris Neto

Uma Análise da Evasão Fiscal nos Municipios do Estado de São Paulo: 1997-2004; 2009; Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,; Orientador: Alexandre Sartoris Neto;

Ricardo Luis Lopes

O plano real e seus efeitos sobre a estrutura produtiva do Brasil: um estudo sobre as importações; 2006; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Economia) - Universidade Estadual de Maringá; Orientador: Ricardo Luis Lopes;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri ; LOPES, Ricardo Luiz . Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos. O Plano Real e seus efeitos sobre a estrutura produtiva do Brasil: Um estudo sobre as importações., p. 127 - 155, 01 dez. 2007.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 31. Política Fiscal, p. 07 - 12, 09 dez. 2005.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Bolotim de Conjuntura Econômica nº 30. Política Fiscal, p. 07 - 12, 01 set. 2005.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 29. Política Fiscal, p. 07 - 12, 01 jun. 2005.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 28. Política Fiscal, p. 7 - 11, 01 abr. 2005.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 27. Política Fiscal, p. 7 - 10, 01 dez. 2004.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 26. Política Fiscal, p. 07 - 11, 10 set. 2004.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 25. Política Fiscal, p. 7 - 12, 10 jun. 2004.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 24. Preços, p. 22 - 29, 10 mar. 2004.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 23. Preços, p. 20 - 24, 10 dez. 2003.

  • FERREIRA, Jean Carlo Ricieri . Boletim de Conjuntura Econômica nº 22. Preços, p. 24 - 26, 18 set. 2003.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Endereço profissional

  • Banco Itaú Unibanco S/A. , Praça Alfredo Egydio de Souza Aranha,100, Jabaquara, 04344-902 - Sao Paulo, SP - Brasil, Telefone: (11) 50195178, URL da Homepage:

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2008 - Atual

Banco Itaú Unibanco S/A

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Analista de Políticas de Cobrança, Carga horária: 40

2007 - 2009

Universidade Paulista

Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4

Outras informações:
Ministrava aulas de Introdução à Economia, Economia e Gestão do Setor Público e Ambiente Econômico Global, Matemática Financeira e Análise de Investimentos.

2006 - 2006

Sindicato Rural de Maringá

Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: ATR - Sala de Agronegócios Banco do Brasil, Carga horária: 30

Outras informações:
Desde novembro de 1999, mediante convênio com Banco do Brasil, o Sindicato Rural de Maringá vem mantendo em funcionamento junto a Carteira Agrícola do Banco do Brasil, agência centro, a SALA DE AGRONEGÓCIO que visa além da integração banco-produtor rural, oferecer novas opções de custeio e financiamento da produção rural, através da CPR e CPR Financeiras que permite ao produtor vender antecipadamente sua safra, captando recurso antecipados como garantia de bons negócios. A comercialização pode ser também feita através de Leilão Eletrônico do BB ou Pelo chamado balcão de CPR , quando o produtor tem o produto já disponível. A negociação ocorre entre produtor e o comprador final, mediante aval do Banco. Na SALA DE AGRONEGÓCIOS o produtor pode ter acesso a cotações (Boi, Café, Milho e Trigo), preços de insumos, frete, acompanhamento das informações nacionais e internacionais, informa-se sobre linha de crédito e a previsão do tempo, pois a sala esta conectada com as principais bolsas do mundo em tempo real.

2003 - 2006

Programa de Educação Tutorial

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Titular, Carga horária: 20

Outras informações:
Iniciado em 1979 na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o PET Programa de Educação Tutorial foi transferido em dezembro de 1999 para a Secretaria de Educação Superior (SESu) do Ministério da Educação (MEC). Atualmente, está sob a responsabilidade da Coordenação-Geral de Relações Estudantis (CGRE) da Diretoria de Políticas e Programas de Graduação da Educação Superior (DIPES). O PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior do país, sendo um grupo por curso, orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial. São objetivos deste Programa: - Desenvolver atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência, mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar. - Contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação. - Estimular a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica. - Formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país. - Estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania e pela função social da educação superior.