Gracimary Alves Teixeira

Professora da Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Enfermeira graduada pela Faculdade Integradas de Patos (2007). Doutora em Enfermagem pela UFRN (2019). Mestre em Enfermagem pela UFRN (2015). Especialista em Enfermagem Obstétrica pelo CEFAPP (2017). Especialista em Enfermagem Neonatal pela FATERN (2009). Foi bolsista CAPES no mestrado e bolsista FAPERN no doutorado. Tem experiência na assistência e ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: cuidado pré-natal, parto, nascimento saudável, enfermagem materno-infantil, prematuro, cuidado da família e infecção pelo zika vírus.

Informações coletadas do Lattes em 14/10/2021

Acadêmico

Formação acadêmica

Doutorado em Enfermagem

2015 - 2019

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Compreendendo o cuidado da mãe à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus no contexto familiar
Bertha Cruz Enders. Palavras-chave: Microcefalia; Infecção pelo Zika vírus; Anormalidades congênitas; Teoria fundamentada; Teoria de Enfermagem.

Mestrado em Enfermagem

2014 - 2015

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Título: Perfil de mães e o desfecho do nascimento prematuro ou termo,Ano de Obtenção: 2015
Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho.Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. Palavras-chave: prematuro; fatores de risco; cuidado pré-natal; enfermagem materno-infantil.

Especialização em Enfermagem Obstétrica

2016 - 2017

Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional
Título: Número de consultas pré-natal e o risco do bebê nascer baixo peso
Orientador: Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho

Especialização em Enfermagem em Neonatologia

2008 - 2010

Faculdade Estácio do Rio Grande do Norte, Estácio FATERN
Título: Avaliação dos Níveis dos Ruídos no Interior de Incubadoras em UTI -Neonatal
Orientador: Deyse de Souza Dantas

Graduação em Enfermagem

2003 - 2007

Faculdade Integradas de Patos
Título: Câncer de Mama: Relatos de Experiência de Portadoras
Orientador: Kleane Maria da Fonseca Azevedo

Formação complementar

2016 -

Zika: abordagem clínica na atenção básica. (Carga horária: 45h). , Universidade Aberta do SUS, UNASUS, Brasil.

2020 - 2020

Hemorragia Pós-parto. (Carga horária: 2h). , Statera Cursos e Consultoria, STATERA, Brasil.

2020 - 2020

Indução de Trabalho de Parto. (Carga horária: 2h). , Statera Cursos e Consultoria, STATERA, Brasil.

2017 - 2017

Curso de aperfeiçoamento em obstetrícia. (Carga horária: 180h). , Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, GRUPO CEFAPP, Brasil.

2017 - 2017

I CICLO DE OFICINAS EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA. (Carga horária: 10h). , Associação Brasileira de Enfermeiros Obstetras da Paraíba, ABENFO-PB, Brasil.

2017 - 2017

Humanização da assistência ao parto. (Carga horária: 25h). , Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, GRUPO CEFAPP, Brasil.

2017 - 2017

Assistência na gestação de alto risco. (Carga horária: 75h). , Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, GRUPO CEFAPP, Brasil.

2016 - 2016

Ginecologia obstétrica e abordagem sindrômica. (Carga horária: 25h). , Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, GRUPO CEFAPP, Brasil.

2016 - 2016

Avaliação e Planejamento dos Cursos da Rede Cegonha. (Carga horária: 8h). , Centro de Formação de Pessoal para os Serviços da Saúde, CEFOPE, Brasil.

2016 - 2016

Formação Pedagógica para Docentes dos Cursos da Rede Cegonha. (Carga horária: 4h). , Centro de Formação de Pessoal para os Serviços da Saúde, CEFOPE, Brasil.

2015 - 2015

Formação Pedagógica para Docentes da Rede Cegonha. (Carga horária: 16h). , Centro de Formação de Pessoal para os Serviços de Saúde, CEFOPE, Brasil.

2015 - 2015

Curso de Iniciação à Docência. (Carga horária: 45h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2015 - 2015

Capacitação em Saúde Baseada em Evidências. (Carga horária: 150h). , Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa, SÍRIO-LIBANÊS, Brasil.

2012 - 2012

Sistema para detecção do uso abusivo e dependência. (Carga horária: 120h). , Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.

2012 - 2012

Fórum descentralizado da Atenção Básica- PMAQ. (Carga horária: 6h). , V Unidade Regional de Saúde Pública, V URSAP, Brasil.

2011 - 2012

AÇÕES GOVERNAMENTAIS EM POLÍTICAS PÚBLICAS DE. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Quimioterapia: atualizando o saber eo fazer do enf. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Assistência em UTI-neonatal. (Carga horária: 185h). , Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.

2011 - 2011

Alterações e Interv. associadas ao Envelhecimento. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Cuidando da mulher no ciclo reprodutivo: bases par. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Doenças (RE)emergentes no Brasil. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Atenção à S. da Mulher: Bases p/ o Cuidado de Enf.. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2011 - 2011

Atualização em Câncer do Colo do Útero. (Carga horária: 8h). , BEMFAM, BEMFAM, Brasil.

2010 - 2010

O Manejo da Dor na Criança: Um cuidado de Enf.. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2010 - 2010

Ações de Enf. na Prev. e Controle das Inf. Hosp.. (Carga horária: 30h). , Conselho Federal de Enfermagem, COFEN, Brasil.

2008 - 2008

Enfermagem Cardiovascular. (Carga horária: 100h). , CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM, COREN, Brasil.

2007 - 2007

Introdutório sobre Estratégia de Saúde da Família. (Carga horária: 45h). , NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA, NESC, Brasil.

2007 - 2007

Aplicabilidade Clínica de Curativos Industrializad. (Carga horária: 3h). , Instituto Gauss, GAUSS, Brasil.

2006 - 2006

SALA DE VACINA. (Carga horária: 40h). , Especializa Curso de Capacitação e Pós-Graduação em Saúde, ESPECILIZA, Brasil.

2006 - 2006

Enfermagem no período Gestacional (Pré-natal). (Carga horária: 60h). , Faculdades Integradas de Patos, FIP, Brasil.

2005 - 2005

Cálculos de Dosagens. (Carga horária: 8h). , Faculdades Integradas de Patos, FIP, Brasil.

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem em Saúde da Mulher.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Saúde do Homem.

Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem obstétrica.

Organização de eventos

ANDRADE, F. B. ; TEIXEIRA, G. A. . I JORNADA REGIONAL DE ENFERMAGEM: CIÊNCIA E (CON) CIÊNCIA: A FORMAÇÃO DO ENFERMEIROS PAUTADA NA TRÍADE ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO SOB A PERSPECTIVA DO CONHECIMENTO E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL. 2012. (Outro).

Participação em eventos

19 Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem.CARACTERÍSTICAS APRESENTADAS EM CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. 2017. (Seminário).

X Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IV Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal. O RESPEITO DA ENFERMEIRA OBSTÉTRICA AO PROCESSO DE PARIR. 2017. (Congresso).

I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba. 2016. (Encontro).

IV Conferência Internacional sobre Humanização do Parto e do Nascimento. CONDIÇÕES DE SAÚDE DOS BEBÊS AO NASCER PREMATUROS E A TERMO EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA. 2016. (Congresso).

IV Congresso Brasileiro de Enfermagem Neonatal/ II Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal. OCORRÊNCIA DE MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. 2016. (Congresso).

I Fórum Norteriograndense de Enfermagem em Maternidade Segura. 2015. (Outra).

II Reunión Internacional de Investigación y Educación Superior en Enfermería El impacto social del Conociemiento. SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À GESTANTE USUÁRIA DE DROGAS: CONSULTA PRÉ-NATAL NA ATENÇÃO BÁSICA. 2015. (Congresso).

Seminário de aprimoramento de boas práticas para o parto e nascimento, com enfase na na redução da morbimortalidade materna, infantil e fetal. 2015. (Seminário).

2 CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 33 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. AVALIAÇÃO DA COBERTURA NA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL NO BRASIL. 2014. (Congresso).

3 Congresso Brasileiro de Enfermagem Neonatal 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal. AÇÕES EDUCATIVAS COM GESTANTES: SALA DE ESPERA PARA CONSULTA DE PRÉ-NATAL. 2014. (Congresso).

I Congresso Brasileiro do Pró-saúde e Pet-saúde. Avaliadora dos Trabalhos apresentados no I Congresso Brasileiro do Pró-saúde e Pet-saúde. 2014. (Congresso).

1 CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 32 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. AVALIAÇÃO DA COBERTURA DOS EXAMES CITOPATOLÓGICOS. 2013. (Congresso).

15 CONGRESSO BRASILEIRO DOS CONSELHOS DE ENFERMAGEM (CBCENF). AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS. 2012. (Congresso).

I Jornada Regional de Enfermagem. 2012. (Outra).

1 Seminário Nordeste sobre Tratamento de Feridas. 2007. (Seminário).

I Congresso Internacional de Envelhecimento Humano e I Encontro Brasil/Espanha sobre Envelhecimento Ativo. 2007. (Congresso).

I Workshop de Enfermagem. 2004. (Simpósio).

Participação em bancas

Aluno: JOSÉ RENATO PAULINO DE SALES

CARVALHO, J. B. L.; DANTAS, D. V.;TEIXEIRA, G. A.; MELO, M. C. P.. Sífilis gestacional e congênita: análise epidemiológica dos fatores relacionados às notificações no Estado do Rio Grande do Norte. 2021. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: JOSÉ RENATO PAULINO DE SALES

CARVALHO, J. B. L.; DANTAS, D. V.;TEIXEIRA, G. A.; MELO, M. C. P.. Sífilis gestacional e congênita: análise epidemiológica das informações de agravos de notificações no Estado do Rio Grande do Norte. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-graduação em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Alessandra Vasconcelos de Sena

CARVALHO, J. B. L.;TEIXEIRA, G. A.; SILVA, F. C. B.. Análise da assistência pré-natal no desfecho do parto saudável. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENFERMAGEM) - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE.

Aluno: Bruno Ferreira

TEIXEIRA, G. A.. Adequação do Hospital Monsenhor Antônio Barros para inclusão na Rede Cegonha. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Gestão Hospitalar) - Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Aluno: Wenia de Souza Brito Freire

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Apoio a amamentação exclusiva pelos profissionais de saúde. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Adriana Silva dos Santos

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Assistência de enfermagem e a comunicação com o paciente traqueostomizado. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Amanda Mikaelle Nunes da Silva

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. As ações de enfermagem na estratégia saúde da família aos pacientes hipertensos e diabéticos e seus desafios. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Ana Paula Ferreira Barros

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Assistência de enfermagem no pré-natal a mulheres diagnosticadas com sífilis na atenção primária. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Ivandro Francisco dos Santos

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. O papel do enfermeiro no centro de atenção psicossocial após a reforma psiquiátrica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Jéssica Karoline Marinho de Lira

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. O papel do enfermeiro na prática da assistência humanizada na atenção hospitalar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Juliana Bento da Silva

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. O papel do enfermeiro nos cuidados paliativos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Liliane Ferreira Freire

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Desafios na implementação da consulta de enfermagem na atenção primária. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Nayana Monnize Medeiros de Azevedo

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Atuação do enfermeiro na comissão de controle de infecção hospitalar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Sandra Cassiano da Silva

PELLENSE, M. C. S.;TEIXEIRA, G. A.. Envelhecimento populacional: contribuição da enfermagem para um envelhecimento ativo. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Graduação em Enfermagem) - Centro Universitário FACEX.

Aluno: Dulceara de Souza Nascimento

ARAÚJO, D.V.; ANDRADE, F. B.;TEIXEIRA, G. A.. Conhecimento dos enfermeiros acerca da realização do exame físico na assistência pré-natal .. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENFERMAGEM) - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE.

Aluno: ANA THATIELY CARLOS DE CARVALHOS

DAMÁSIO;TEIXEIRA, G. A.; SOUZA. Representações sociais das mães acerca de seus filhos portadores da Síndrome de Down: a importância desses conhecimentos para os profissionais enfermeiros. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em ENFERMAGEM) - UFRN-FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DO TRAIRI.

TEIXEIRA, G. A.; CARVALHO, J. B. L.; CRUZ, G. K. P.. Comissão do Processo Seletivo Simplificado para Professor Substituto/Temporário, Edital N 33/2021-PROGESP, de 30 de abril de 2021, na área de Atenção à Saúde Sexual e Reprodutiva do Homem e da Mulher.. 2021. Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Comissão julgadora das bancas

Dayanne Ricelli de Lima Nóbrega Alencar

ARAÚJO, K. M. F. A.; NOBREGA, M. M.;NÓBREGA, D. R. L.. Câncer de Mama: relatos de experiência de portadoras. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Enfermagem) - Faculdades Integradas de Patos.

Maria de Magdala Nóbrega

ARAÚJO,Kleane Maria da Fonseca Azevedo;NOBREGA, M. M.; NOBREGA,D.R.L.. CÂNCER DE MAMA: RELATOS DE EXPERIÊNCIA DE PORTADORES. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Enfermagem) - Faculdades Integradas de Patos.

Silvana Alves Pereira

CARVALHO, J. B. L.;PEREIRA, Silvana Alves; ROCHA, B. G.. Perfil de mães de bebês prematuros e a termo e o desfecho do nascimento. 2015. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO

CARVALHO, Jovanka Bittencourt Leite de; PEREIRA, S. A.; ROCHA, B. G.. Perfil de mães de bebês prematuros e a termo e o desfecho do nascimento. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa do Pósgraduação em Enfermagem - Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO

CARVALHO, Jovanka Bittencourt Leite de; LIRA, A. L. B. C.; FERREIRA, M. A. F.. Fatores associados ao nascimento pré-termo em Parnamirim-RN. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa do Pósgraduação em Enfermagem - Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

MARIA ANGELA FERNANDES FERREIRA

CARVALHO JBL; LIRA ALBC;FERREIRA, M. A. F.. FATORES ASSOCIADOS AO NASCIMENTO PRÉ-TERMO EM PARNAMIRIM-RN:ESTUDO CASO-CONTROLE. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Bertha Cruz Enders

ENDERS, Bertha CruzLIRA, Ana Luisa Brandão de CarvalhoMARIZ, Larissa Soares; SOUZA, Francisca Georgina Macedo de. Cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Virus. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Brismark Goes da Rocha

CARVALHO, JOVANKA BITTENCOURT LEITE; Pereira, Silvana Alves;ROCHA, B. G.. Perfil de Mães de Bebês Prematuros e a Termo e o Desfecho do Nascimento. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciencias da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Alexsandro Silva Coura

Enders, Bertha Cruz; CARVALHO, J. B. L.; CAVALCANTE, E. F. O.;COURA, A. S.; SOUSA, F. G. M.. COMPREENDENDO O CUIDADO DA FAMÍLIA À CRIANÇA COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS: TEORIA FUNDAMENTADA NOS DADOS. 2019. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Elisangela Franco de Oliveira Cavalcante

ENDERS, B. C.; CARVALHO, J. B. L.;CAVALCANTE, E.F.O.; COURA, A. S.; SOUZA, F. G. M.. Compreendendo o cuidado da família à criança com síndrome congênita pelo Zika Vírus. 2019. Tese (Doutorado em Programa de pós-graduação em Enfermagem - UFRN) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

ENDERS, Bertha CruzLIRA, ANA LUÍSA BRANDÃO DE CARVALHO; SOUSA, Francisca Georgina Macedo de; MIRANDA, Larissa Soares Mariz Vilar de. Cuidado da família à criança com síndrome congênita pelo Zika vírus. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

CARVALHO,Jovanka Bittencourt Leite de;LIRA, Ana Luisa Brandão de Carvalho; FERREIRA, Maria Angela Fernandes. Fatores associados ao nascimento pré-termo em Parnamirim-RN: estudo de caso-controle. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Orientou

Kátia Celene de Lima Araújo

Realização da técnica de lavagem das mãos pelos familiares em unidade de terapia intensiva neonatal; 2015; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Gestão Hospitalar) - Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Gracimary Alves Teixeira;

VANESSA DAYANNY DE MEDEIROS

SITUAÇÃO DA PROMOÇÃO DE SAÚDE APÓS ESTABELECIDA A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA; 2014; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Gestão Hospitalar) - Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Gracimary Alves Teixeira;

ADELEIDE CRISTINA MELO DOS SANTOS DA MATA

DESCREVENDO A IDENTIFICAÇÃO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS; 2019; Iniciação Científica; (Graduando em Curso Técnico em Enfermagem) - Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Orientador: Gracimary Alves Teixeira;

Foi orientado por

JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO

Perfil de mães de bebês prematuros e a termo e o desfecho do nascimento; 2015; Dissertação (Mestrado em Programa do Pósgraduação em Enfermagem - Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho;

JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO

NÚMERO DE CONSULTAS PRÉ-NATAL E O RISCO DO BEBÊ NASCER BAIXO PESO; ; 2017; Monografia; (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Enfermagem Obstétrica) - Centro de Formação, Aperfeiçoamento Profissional e Pesquisa; Orientador: Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho;

Bertha Cruz Enders

Compreendendo o cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Virus; 2019; Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Orientador: Bertha Cruz Enders;

Produções bibliográficas

  • TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, A. N. ; MIRANDA, L. S. M. V. ; CAVALCANTE, E. F. O. ; SILVA, M. P. M. ; ENDERS, B. C. . Theoretical care model for children with congenital Zika virus syndrome in the family context. Revista Latino-Americana de Enfermagem , v. 29, p. 01-09, 2021.

  • TEIXEIRA, G. A. ; DANTAS, D. N. A. ; ENDERS, B. C. ; LIMA, G. A. F. ; LIRA, A. L. B. C. ; SILVA, A. N. . Análise do conceito síndrome congênita pelo Zika vírus. Ciência & Saúde Coletiva , v. 25, p. 567-574, 2020.

  • MIRANDA, L. S. M. V. ; VIEIRA, C. E. N. K. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, M. P. M. ; ARAUJO, A. K. C. ; ENDERS, B. C. . Modelo teórico de cuidado do enfermeiro à criança com obesidade. REVISTA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM , v. 73, p. 01-08, 2020.

  • SALES, J. R. P. ; RODRIGUES, W. F. G. ; OLIVEIRA, S. S. ; LOPES, T. R. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. . Análise epidemiológica dos casos notificados de sífilis gestacional e congênita: estudo ecológico. ONLINE BRAZILIAN JOURNAL OF NURSING , v. 19, p. 01-04, 2020.

  • CALVACANTE, ELISÂNGELA FRANCO DE OLIVEIRA ; SILVA, DENISE MARIA GUERREIRO VIEIRA DA ; TEIXEIRA, GRACIMARY ALVES ; CARVALHO, JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE ; SILVA, FLAVIO CESAR BEZERRA DA . Construção de um modelo teórico sobre o cuidar da pessoa com tuberculose na perspectiva da Grounded Theory. Revista Pesquisa Qualitativa , v. 7, p. 72-88, 2019.

  • SANTOS, F. A. P. S. ; ENDERS, B. C. ; BRITO, R. S. ; FARIAS, P. H. S. ; TEIXEIRA, G. A. ; DANTAS, D. N. A. ; MEDEIROS, S. L. V. ; ROCHA, A. S. S. . Autonomy for obstetric nurse on low-risk childbirth care. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil , v. 19, p. 481-489, 2019.

  • LIMA, G. A. F. ; MENEZES, R. M. P. ; ENDERS, B. C. ; TEIXEIRA, G. A. ; DANTAS, D. N. A. ; OLIVEIRA, D. R. C. . Significados atribuídos pela equipe de saúde aos cuidados paliativos no contexto da atenção primária. Texto e Contexto. (UFSC Impresso) , v. 27, p. 1-9, 2018.

  • CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; MORAES, P. C. ; SENA, A. V. ; ALVES, T. R. M. . Condições socio-econômicas da gestação de bebês prematuros. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 12, p. 386-390, 2018.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; ROCHA, B. G. ; PEREIRA, S. A. ; ENDERS, B. C. . Perfil de mães e o desfecho do nascimento prematuro ou a termo. Revista Cogitare Enfermagem , v. 23, p. 1/51409-10, 2018.

  • ALVES, T. R. M. ; CARVALHO, J. B. L. ; LOPES, T. R. G. ; SILVA, G. W. S. ; TEIXEIRA, G. A. . Contribuições do enfermeiro no aleitamento materno exclusivo. REV RENE: REVISTA DA REDE DE ENFERMAGEM DO NORDESTE , v. 19, p. 1-8, 2018.

  • DANTAS, L. A. ; MEDEIROS, S. H. N. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; CASSIANO, A. N. ; CARVALHO, J. B. L. . Perfil epidemiológico de sífilis adquirida diagnosticada e notificada em hospital universitário materno-infantil. Enfermería Global , v. 16, p. 227-236, 2017.

  • ALVES, T. R. M. ; CARVALHO, J. B. L. ; CAVALCANTE, R. D. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, F. C. B. ; OLIVEIRA, A. M. ; SILVA, G. W. S. . Influences of Non-Accession to Exclusive Breastfeeding: Understanding of Feminine Subjectivity. INTERNATIONAL ARCHIVES OF MEDICINE , v. 10, p. 1-9, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. ; ALVES, T. R. M. ; CARVALHO, J. B. L. . Características maternas de partos prematuros. ENFERMAGEM ATUAL (RIO DE JANEIRO) , v. 81, p. 19-23, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; SANTOS, F. A. P. S. ; CARVALHO, J. B. L. ; VITOR, A. F. ; LIRA, A. L. B. C. ; ENDERS, B. C. . Predisposing factors for incidence of congenital syphilis. INTERNATIONAL ARCHIVES OF MEDICINE , v. 10, p. 1-8, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; COSTA, F. M. L. ; MATA, M. S. ; CARVALHO, J. B. L. ; SOUZA, N. L. ; SILVA, R. A. R. . Risk factors for neonatal mortality in the life of first week. Revista de Pesquisa: Cuidado e Fundamental (Online) , v. 8, p. 4036, 2016.

  • ANDRADE, A. C. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; SILVA, F. C. B. ; SILVA, M. L. C. ; SOUZA, N. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, A. C. P. F. . Metabolic Syndrome: Individual Components in Women who Had Preeclampsia History and Normal Risk Pregnancy. International Archives of Medicine , v. 9, p. 1-7, 2016.

  • LIMA, M. A. B. ; NORTE, ; ARAUJO, M. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; CASSIANO, A. N. ; TORRES, L. M. ; SILVA, F. C. B. ; CARVALHO, J. B. L. . Leadership Strategies Used by Health Professionals in Hospital Units: Integrative Review. International Archives of Medicine , v. 9, p. 1-9, 2016.

  • TORRES, L. M. ; CARVALHO, J. B. L. ; CAVALCANTE, E. F. O. ; SILVA, F. C. B. ; LOPES, T. R. G. ; TEIXEIRA, G. A. . Feelings and perceptions of men facing his lifemate submitted to mastectomy: integrative review. International Archives of Medicine , v. 9, p. 1-8, 2016.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; ARAUJO, M. G. ; SILVA, F. C. B. ; ANDRADE, A. C. A. ; ANDRADE, F. B. ; MEDEIROS, M. R. S. ; HENRIQUE, L. M. S. . Sexuality of the Person with Mental as Health Education Practice. International Archives of Medicine , v. 9, p. 1-7, 2016.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; LOPES, T. R. G. ; SILVA, F. C. B. ; PEREIRA, S. A. ; TORRES, L. M. ; BEZERRA, J. A. L. . Obstetric History and Maternal Complications related to Preterm Birth. International Archives of Medicine , v. 9, p. 1-10, 2016.

  • SEMENTE, P. A. S. N. ; MACEDO, V. F. ; FERNANDES, E. R. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, M. G. ; CARVALHO, J. B. L. . Vivências de homens na gestação de alto risco da companheira. Journal of Health and Biological Sciences , v. 4, p. 181-186, 2016.

  • CARVALHO, J. B. L. ; CAMARA, A. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. . Gestão participativa e a interface com trabalhadores do Sistema Único de Saúde: uma revisão integrativa. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA , v. 02, p. 130-139, 2016.

  • MEDEIROS, V. D. ; CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, F. C. B. . Status of health Promotion Established after the Family Health Strategy. OPEN JOURNAL OF NURSING , v. 6, p. 1064-1074, 2016.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; SILVA, A. L. M. A. ; SANTOS, S. B. ; LOPES, T. R. G. . Sistematização da assistência de enfermagem a pessoa em situação de rua. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 9, p. 7169-7174, 2015.

  • CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. . Saúde Materna e Neonatal. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 9, p. 8146-8147, 2015.

  • TEIXEIRA, G. A. ; FERREIRA, T. L. S. ; CARVALHO, J. B. L. ; ANDRADE, F. B. . Práticas alimentares dos lactentes. Saúde (Santa Maria) , v. 41, p. 81-86, 2015.

  • MEDEIROS, M. S. M. F. ; CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. . Humanização do trabalho de parto e nascimento: aplicação de estratégias não farmacológicas efetivas nesse processo. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 9, p. 9133-9138, 2015.

  • TEIXEIRA, G. A. ; FONSECA, C. J. B. ; LOPES, T. R. G. ; CARVALHO, J. B. L. ; ANDRADE, F. B. . Prevalência das Vulvovaginites identificadas no exame citológico. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 9, p. 8673-8678, 2015.

  • TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; CARVALHO, J. B. L. . Fatores associados ao nascimento do bebê prematuro. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 9, p. 9332-9335, 2015.

  • ARAUJO, K. C. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; SILVA, F. C. B. ; CARVALHO, J. B. L. . Realização da técnica de lavagem das mãos pelos familiares em unidade de terapia intensiva neonatal. Paraninfo Digital , v. 9, p. 228, 2015.

  • TEIXEIRA, G. A. ; PALHARES, Y. L. M. L. ; CORTEZ, L. C. A. ; ARAUJO, G. A. T. ; SILVA, A. L. M. A. ; CARVALHO, J. B. L. . Sistematização da assistência de enfermagem à gestante usuária de drogas: consulta pré-natal na Atenção Básica. Paraninfo Digital , v. 9, p. 349, 2015.

  • LOPES, T. R. G. ; DANTAS, L. A. ; MEDEIROS, A. B. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, F. C. B. ; CARVALHO, J. B. L. . Inserção de homens no planejamento familiar: uma revisão integrativa. Paraninfo Digital , v. 9, p. 495, 2015.

  • ARAUJO, M. G. ; ARAUJO, L. J. D. P. ; CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; CASSIANO, A. N. ; LOPES, T. R. G. . Discutindo a sexualidade com pais e adolescentes através da educação em saúde: uma ação extensionista.. Paraninfo Digital , v. 9, p. 496, 2015.

  • BARBOSA, J. V. ; JUSTINO, D. C. P. ; AZEVEDO, A. J. M. ; AZEVEDO, G. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; ANDRADE, F. B. . Educação em saúde na comunidade: conhecendo a vulnerabilidade em adolescentes. Revista de Enfermagem UFPE on line , v. 08, p. 3112-3117, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; SANTOS, E. G. O. ; ARAUJO, M. G. ; CARVALHO, J. B. L. . Musicoterapia no acolhimento em sala de espera: favorecendo práticas de educação em saúde. Paraninfo Digital , v. VIII, p. 452, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; FONSECA, C. J. B. ; JUSTINO, D. C. P. ; CARVALHO, J. B. L. ; ANDRADE, F. B. . Monitoramento dos resultados dos exames citológicos em Jaçanã-RN no período de 2007 a 2011. Journal of Nursing and Health , v. 4, p. 123-134, 2014.

  • CARVALHO, J. B. L. ; LOPES, T. R. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, F. C. B. . CUIDADO HUMANIZADO AO RECÉM-NASCIDO PRÉ-TERMO COM O USO DO MÉTODO CANGURU. Programa de atualização para técnicos em enfermagem. 11ed.Porto Alegre: Secad, 2019, v. 4, p. 105-134.

  • TEIXEIRA, G. A. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. ; ALVES, T. R. M. ; CARVALHO, J. B. L. . ANÁLISE DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL PARA O DESFECHO DO PARTO SAUDÁVEL. In: Michelle Thais Migoto. (Org.). Fundamentos da Enfermagem. 01ed.Ponta Grossa-PR: Atena Editora, 2019, v. , p. 01-296.

  • CAVALCANTE, E. F. O. ; SILVA, D. M. G. V. ; TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; SILVA, F. C. B. . PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE UM MODELO TEÓRICO A PARTIR DA TEORIA FUNDAMENTADA NOS DADOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: 7 Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa, 2018, Fortaleza. Atas - Investigação Qualitativa em Saúde, 2018. v. 02. p. 1-10.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; CARVALHO, J. B. L. ; MENEZES, R. M. P. . ANÁLISE DO CONTEXTO DO CUIDADO PRÉ-NATAL E PUERPERAL RELACIONADO COM A MORTALIDADE NEONATAL PRECOCE. In: Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem, 2017, João Pessoa. Impacto social do conhecimento de enfermagem, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; MIRANDA, L. S. M. V. ; DANTAS, D. N. A. ; LIMA, G. A. F. . CARACTERÍSTICAS APRESENTADAS EM CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. In: Seminário Nacional de Pesquisa em Enfermagem, 2017. Impacto social do conhecimento de enfermagem, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. ; CARVALHO, J. B. L. . ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL E O DESFECHO DO PARTO. In: X Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IV Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica, 2017, Campo Grande-MS. Tecnologias não invasivas de cuidados de enfermagem.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; ENDERS, B. C. . O RESPEITO DA ENFERMEIRA OBSTÉTRICA AO PROCESSO DE PARIR. In: X Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IV Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal, 2017, Campo Grande-MS. Tecnologias não invasivas de cuidado de enfermagem, 2017.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; DANTAS, D. N. A. ; ROCHA, K. M. M. ; ELIAS, T. M. N. . OCORRÊNCIA DE MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. In: IV Congresso Brasileiro de Enfermagem Neonatal/ II Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal, 2016. Prática avançada em enfermagem neonatal: interface entre políticas públicas, ensino, pesquisa e assistência ao recém nascido e sua família, 2016.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. ; SOUSA, C. N. S. . ESTADO NUTRICIONAL DE GESTANTES ENTRE GRUPOS DE MÃES DE BEBÊS PREMATUROS E A TERMO. In: IV Congresso Brasileiro de Enfermagem Neonatal/ II Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal, 2016, Salvador-BA. Prática avançada em enfermagem neonatal: interface entre políticas públicas, ensino, pequisa e assistência ao recém nascido e sua família, 2016.

  • CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. . COMPLICAÇÕES MATERNAS DURANTE A GESTAÇÃO DE BEBÊS PREMATUROS E A TERMO. In: IV Conferência Internacional sobre Humanização do Parto e Nascimento, 2016, Brasília. Acolhendo experiências e irradiando mudanças, 2016.

  • TORRES, L. M. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; CARVALHO, J. B. L. . HOSPITAL SIMULADO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO ENFERMEIRO. In: 18CBCENF, 2015, João Pessoa-PB. 18 CBCENF, 2015.

  • ARAUJO, M. G. ; CASSIANO, A. N. ; TEIXEIRA, G. A. ; HOLANDA, C. S. M. ; CARVALHO, J. B. L. . PARTICIPAÇÃO DO HOMEM NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: VISÃO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA. In: 18 CBCENF, 2015, João Pessoa-PB. 18 CBCENF, 2015.

  • TEIXEIRA, G. A. ; MORAES, P. C. ; LOPES, T. R. G. ; TORRES, L. M. ; CARVALHO, J. B. L. . PREVALÊNCIA DE ÓBITOS MATERNOS NAS REGIÕES BRASILEIRAS POR SÍNDROME HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GESTAÇÃO. In: 18 CBCENF, 2015, João Pessoa-PB. 18 CBCENF, 2015.

  • MEDEIROS, M. S. M. F. ; DANTAS, A. K. C. ; PURIFICACAO, S. A. P. ; TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. . ANÁLISE DA OCORRÊNCIA DE EPISIOTOMIA EM UMA MATERNIDADE REFERÊNCIA DE ALTO RISCO. In: III Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IX Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal, 2015, Belém. III Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IX Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal, 2015.

  • MEDEIROS, M. S. M. F. ; LOPES, T. R. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; DANTAS, L. A. ; CARVALHO, J. B. L. . INSERÇÃO DE HOMENS NO PLANEJAMENTO FAMILIAR: REVISÃO INTEGRATIVA. In: III Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IXCongresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal, 2015, Belém. III Congresso Internacional de Enfermagem Obstétrica e Neonatal/ IXCongresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal, 2015.

  • AIRES, J. ; SANTOS, E. G. O. ; TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. . MUSICOTERAPIA: INSTRUMENTO DE ACOLHIMENTO EM SALA DE ESPERA. In: 17CBCENF, 2014, Belém-PA. Anais do 17 CBCENF, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, M. G. ; SEMENTE, P. A. S. N. ; LOPES, T. R. G. ; CAMARA, A. G. ; CARVALHO, J. B. L. . AVALIAÇÃO DA COBERTURA NA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL NO BRASIL. In: 2 Congresso Internacional de Saúde da Mulher, 2014, João Pessoa. 2 Congresso Internacional de Saúde da Mulher, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, M. G. ; SEMENTE, P. A. S. N. ; LOPES, T. R. G. ; CAMARA, A. G. ; CARVALHO, J. B. L. . PREVALÊNCIA DOS TIPOS DE PARTO NO BRASIL. In: 2 Congresso Internacional de Saúde da Mulher, 2014, João Pessoa. 2 Congresso Internacional de Saúde da Mulher, 2014.

  • CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; CORTEZ, L. C. A. ; LOURENCO, Y. M. ; COSTA, M. L. F. ; LEITE, R. B. . SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA CONSULTA PRÉ-NATAL E PUERPERAL À GESTANTE USUÁRIA DE DROGAS. In: 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014, Goiânia-GO. 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; ARAUJO, M. G. ; LOPES, T. R. G. . PREVALÊNCIA DA PREMATURIDADE DOS ÓBITOS NEONATAIS NA PRIMEIRA SEMANA DE VIDA NO BRASIL. In: 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014, Goiânia-GO. 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014.

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; COSTA, M. L. F. ; CORTEZ, L. C. A. ; LEITE, R. B. ; LOURENCO, Y. M. . AÇÕES EDUCATIVAS COM GESTANTES: SALA DE ESPERA PARA CONSULTA DE PRÉ-NATAL. In: 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014, Goiânia-GO. 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem, 2014.

  • CAMARA, A. G. ; LOPES, T. R. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; SEMENTE, P. A. S. N. ; ARAUJO, M. G. ; CARVALHO, J. B. L. . ANÁLISE DA PREVALÊNCIA DAS CAUSAS DE ÓBITOS MATERNOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. In: 1 Congresso Internacional de Enfermagem Neonatal/ 3 Congresso Brasileiro de Enfermagem Neonatal, 2014, Goiânia-GO. O cuidado contínuo ao recém-nascido: políticas e práticas baseadas em evidências em Enfermagem Neonatal, 2014.

  • FONSECA, C. J. B. ; JUSTINO, D. C. P. ; ANDRADE, F. B. ; TEIXEIRA, G. A. . AVALIAÇÃO DA COBERTURA DOS EXAMES CITOPATOLÓGICOS. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 32 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, 2013, JOÃO PESSOA-PB. I CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 32 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, 2013.

  • FONSECA, C. J. B. ; JUSTINO, D. C. P. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. ; TEIXEIRA, G. A. . PREVALÊNCIA DAS ALTERAÇÕES CERVICO-UTERINAS NA COBERTURA DOS EXAMES CITOLÓGICOS. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 32 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, 2013, JOÃO PESSOA. I CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DA MULHER 32 CONGRESSO PARAIBANO DE GINECOLOGIA E OBSTETÍCIA, 2013.

  • TEIXEIRA, G. A. ; MEDEIROS, L. B. A. ; MELO, J. T. A. ; SANTOS, V. T. ; DANTAS, V. K. C. . IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NO TRATAMENTO DA SÍNDROME DE BERARDINELLI-SEIP. In: 16 CBCENF, 2013, Serra -ES. COMPROMISSO COM A ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL, 2013.

  • MEDEIROS, M. R. S. ; ALVES, H. E. ; SANTOS, J. N. A. ; HENRIQUE, L. M. S. ; TEIXEIRA, G. A. . DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E TRANSTORNO MENTAL x SEXUALIDADE. In: I Conferência Regional de Saúde Ambiental e do Trabalhador - CRESAT, 2013, Santa Cruz-RN. I Conferência Regional de Saúde Ambiental e do Trabalhador - CRESAT, 2013.

  • ARAÚJO, D.V. ; TEIXEIRA, G. A. ; ANDRADE, F. B. ; SILVA, M. L. P. ; ARAUJO, G. A. T. . AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DA OBESIDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA. In: 15 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. Cuidado e Proteção da vida, 2012.

  • ARAÚJO, D.V. ; PONTES, S. C. ; AZEVEDO, A. J. M. ; COSTA, V. S. S. ; TEIXEIRA, G. A. . VIVÊNCIA DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL:. In: 15 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. Cuidado e Proteção da Vida, 2012.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. ; SILVA, M. L. P. ; ARAUJO, G. A. T. . DOENÇAS INFECTO-PARASITÁRIAS: AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO MUNICÍPIO DE JAÇANÃ-RN. In: 15 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. Cuidado e Proteção da vida, 2012.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. ; SILVA, M. L. P. ; ARAUJO, G. A. T. . AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS. In: 15 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. Cuidado e Proteção da Vida, 2012.

  • MORAIS, R. F. S. ; COSTA, V. F. ; TEIXEIRA, G. A. ; ALMEIDA JUNIOR, J. J. ; CABRAL, B. T. V. . AÇÃO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS INFECTO-PARASITÁRIAS. In: 15ª Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. Cuidado e Proteção da Vida, 2012.

  • SILVA, B. K. ; MEDEIROS, A. K. M. ; PEREIRA, D. O. ; SILVA, M. P. S. ; TEIXEIRA, G. A. . GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: IMPORTÂNCIA DA CONSULTA DE ENFERMAGEM NO PRÉ-NATAL. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • COSTA, R. H. S. ; BARBOSA, J. V. ; MELO, F. L. A. C. G. ; TEIXEIRA, G. A. ; ANDRADE, F. B. . PROMOÇÃO DA SAÚDE NA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • TEIXEIRA, G. A. ; NASCIMENTO, L. C. F. ; ARAÚJO, D.V. ; COSTA, R. H. S. ; ANDRADE, F. B. . PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE ENTRE ADOLESCENTES NA COMUNIDADE DE SANTA CRUZ/RN. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • SANTANA, F. T. F. ; CORCINO, A. M. A. ; SANTOS, A. R. D. ; ARAUJO, M. V. L. ; CIRNE, S. L. D. ; TEIXEIRA, G. A. . A ASSISTÊNCIA AO PRÉ-NATAL NAS UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • CABRAL, B. T. V. ; MORAIS, R. F. S. ; COSTA, V. F. ; SANTOS, J. N. A. ; TEIXEIRA, G. A. . Educação em saúde: a enfermagem na prevenção do uso de drogas. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • COSTA, V. F. ; MORAIS, R. F. S. ; CABRAL, B. T. V. ; TEIXEIRA, G. A. . Ações de educação em saúde: direitos e deveres dos usuários do SUS. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • ALVES, E. R. ; MEDEIROS, A. D. ; OLIVEIRA, A. L. S. ; SILVA, C. M. S. ; TEIXEIRA, G. A. . ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A MULHER NO PRÉ-NATAL. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • FERREIRA, T. L. S. ; SOUZA, D. U. ; TEIXEIRA, G. A. ; GARCIA, M. C. C. ; ANDRADE, F. B. . AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: A PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS NA ADOLESCÊNCIA. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • MEDEIROS, D. L. A. ; SANTOS, E. G. O. ; TEIXEIRA, G. A. ; DANTAS, A. L. M. ; GARCIA, M. C. C. . SAÚDE E CIDADANIA: CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO EM SAÚDE NUMA PERSPECTIVA MULTIPROFISSIONAL. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • SANTOS, E. G. O. ; MEDEIROS, D. L. A. ; LIMA, J. M. ; TEIXEIRA, G. A. ; FERREIRA, P. C. ; GARCIA, M. C. C. . SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA TUBERCULOSE NA REGIÃO DO SERIDÓ- 2007 a 2011. In: I Jornada Regional de Enfermagem, 2012, Santa Cruz-RN. Anais da I Jornada Regional de Enfermagem, 2012.

  • AZEVEDO, G. L. ; NICOLAU, A. K. M. ; FONSECA, C. J. B. ; REGO, M. S. F. ; TEIXEIRA, G. A. . DEPRESSÃO PÓS-PARTO: IMPORTÂNCIA DA CONSULTA DE. In: 15 Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, 2012, Fortaleza-CE. CUIDADO E PROTEÇÃO DA VIDA., 2012.

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; MIRANDA, L. S. M. V. ; DANTAS, D. N. A. ; LIMA, G. A. F. . CARACTERÍSTICAS APRESENTADAS EM CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; CARVALHO, J. B. L. ; MENEZES, R. M. P. . ANÁLISE DO CONTEXTO DO CUIDADO PRÉ-NATAL E PUERPERAL RELACIONADO COM A MORTALIDADE NEONATAL PRECOCE. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; SENA, A. V. ; MORAES, P. C. ; SOUSA, C. N. S. . ESTADO NUTRICIONAL DE GESTANTES ENTRE GRUPOS DE MÃES DE BEBÊS PREMATUROS E A TERMO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ENDERS, B. C. ; DANTAS, D. N. A. ; ROCHA, K. M. M. ; ELIAS, T. M. N. . OCORRÊNCIA DE MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO CONGÊNITA PELO ZIKA VÍRUS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ALVES, T. R. M. ; CARVALHO, J. B. L. . INSUCESSO DO ALEITAMENTO MATERNO E SEUS DETERMINANTES SOCIOCULTURAIS: UMA PRÁTICA ALÉM DO SEIO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; MORAES, P. C. ; SENA, A. V. . CONDIÇÕES DE SAÚDE DOS BEBÊS AO NASCER PREMATUROS E A TERMO EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. . CARACTERIZAÇÃO DE MÃES E O DESFECHO DE NASCIMENTOS PREMATURO OU A TERMO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

  • TEIXEIRA, G. A. ; PALHARES, Y. L. M. L. ; CORTEZ, L. C. A. ; ARAUJO, G. A. T. ; SILVA, A. L. M. A. ; CARVALHO, J. B. L. . SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM À GESTANTE USUÁRIA DE DROGAS: CONSULTA PRÉ-NATAL NA ATENÇÃO BÁSICA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAUJO, K. C. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; LOPES, T. R. G. ; SILVA, F. C. B. ; CARVALHO, J. B. L. . REALIZAÇÃO DA TÉCNICA DE LAVAGEM DAS MÃOS PELOS FAMILIARES EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • LOPES, T. R. G. ; DANTAS, L. A. ; MEDEIROS, A. B. ; TEIXEIRA, G. A. ; SILVA, F. C. B. ; CARVALHO, J. B. L. . INSERÇÃO DE HOMENS NO PLANEJAMENTO FAMILIAR: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • ARAUJO, M. G. ; ARAUJO, L. J. D. P. ; CARVALHO, J. B. L. ; TEIXEIRA, G. A. ; CASSIANO, A. N. ; LOPES, T. R. G. . DISCUTINDO A SEXUALIDADE COM PAIS E ADOLESCENTES ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UMA AÇÃO EXTENSIONISTA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, M. G. ; SEMENTE, P. A. S. N. ; LOPES, T. R. G. ; CAMARA, A. G. ; CARVALHO, J. B. L. . PREVALÊNCIA DOS TIPOS DE PARTO NO BRASIL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAUJO, M. G. ; SEMENTE, P. A. S. N. ; LOPES, T. R. G. ; CAMARA, A. G. ; CARVALHO, J. B. L. . AVALIAÇÃO DA COBERTURA NA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL NO BRASIL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; COSTA, M. L. F. ; CORTEZ, L. C. A. ; LEITE, R. B. ; LOURENCO, Y. M. . AÇÕES EDUCATIVAS COM GESTANTES: SALA DE ESPERA PARA CONSULTA DE PRÉ-NATAL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; CARVALHO, J. B. L. ; ARAUJO, M. G. ; LOPES, T. R. G. . PREVALÊNCIA DA PREMATURIDADE DOS ÓBITOS NEONATAIS NA PRIMEIRA SEMANA DE VIDA NO BRASIL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; JUSTINO, D. C. P. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. . PREVALÊNCIA DAS ALTERAÇÕES CÉRVICOS-UTERINAS NA COBERTURA DOS EXAMES CITOLÓGICOS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • FONSECA, C. J. B. ; JUSTINO, D. C. P. ; ANDRADE, F. B. ; TEIXEIRA, G. A. . AVALIAÇÃO DA COBERTURA DOS EXAMES CITOPATOLÓGICOS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. ; SILVA, M. L. P. ; ARAUJO, G. A. T. . AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; ARAÚJO, D.V. ; ANDRADE, F. B. ; SILVA, M. L. P. ; ARAUJO, G. A. T. . DOENÇAS INFECTO-PARASITÁRIAS: AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO MUNICÍPIO DE JAÇANÃ-RN. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • TEIXEIRA, G. A. ; NASCIMENTO, L. C. F. ; ARAÚJO, D.V. ; COSTA, R. H. S. ; ANDRADE, F. B. . PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE ENTRE ADOLESCENTES NA COMUNIDADE DE SANTA CRUZ/RN. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções

TEIXEIRA, G. A. . Notebook Educativo/Reciclável: ensinar em casa de forma lúdica. 2020.

FERNANDES, A. F. D. ; ASSUNCAO, A. L. C. ; CARVALHO, D. V. M. ; OLIVEIRA, E. M. A. M. R. ; TEIXEIRA, G. A. ; OLIVEIRA, L. V. E. ; ALVES, M. R. N. ; RESENDE, N. S. ; SILVA, R. V. S. . Além das Aparências: Telenovela em Combate a Violência contra a Mulher. 2020.

CARVALHO, J. B. L. ; SILVA, A. L. M. A. ; SOARES, R. S. L. ; SANTOS, C. G. ; CARVALHO, D. V. M. ; SILVA, A. M. L. ; OLIVEIRA, E. M. A. M. R. ; TEIXEIRA, G. A. . Possibilidades e estratégias de hábitos saudáveis para mães em tempos de pandemia de COVID-19. 2020.

TEIXEIRA, G. A. . Instagram: maternar_vcsabia. 2019.

TEIXEIRA, G. A. . Instagram: maternar_vcsabia. 2019. (Rede social).

TEIXEIRA, G. A. . Aperfeiçoamento para Agentes Comunitários de Saúde. 2016. .

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    AS DESIGUALDADES DE GÊNERO E A SOBRECARGA MATERNA EM TEMPOS DE PANDEMIA DE COVID-19: A MULHER ALÉM DO PAPEL DE MÃE, Descrição: Dada à invisibilidade do trabalho materno e as desigualdades de gênero, somado a redução da rede de apoio materno em tempos de pandemia, em decorrência do isolamento social necessário como medida de prevenção contra o Covid-19, esse projeto de pesquisa tem o objetivo compreender como a pandemia de Covid-19 tem impactado na saúde das mulheres/mães/professoras/autônomas/profissionais de saúde. Trata-se de um estudo misto, do tipo Pesquisa de Opinião a cerca do impacto da pandemia de Covid-19 na saúde das mulheres mães em trabalho remoto ou trabalho essencial. A escolha desse tipo de pesquisa ocorreu em virtude dos seus benefícios de: possibilidades de ampla cobertura geográfica; acesso a grandes amostras; neutralidade da coleta de dados; como também, tempo do participante para reflexão. Espera-se com esse estudo, tornar-se público e científico as dificuldades maternas ocasionadas pela romantização da maternidade e desigualdades de gênero. E assim, subsidiar políticas públicas que promovam a igualdade de gênero e saúde da mulher.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Coordenador / Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho - Integrante / Lannuzya Veríssimo e Oliveira - Integrante.

  • 2019 - Atual

    DESENVOLVIMENTO DA PRATICA DE ENFERMAGEM: Intervenção e avaliação de resultados, Descrição: Este projeto constitui a fase quatro do programa global de pesquisa sendo desenvolvido pela coordenadora nos últimos cinco anos. O propósito do projeto global é contribuir para o desenvolvimento da prática de enfermagem enquanto ciência que, embora jovem, já possui um corpo de conhecimento próprio que precisa ser fortalecido. Entende-se o conceito de desenvolvimento da prática como as ações realizadas pelos profissionais que vão além do aperfeiçoamento de métodos de cuidar e de tecnologias. Engloba as mudanças sustentáveis de empoderamento, conscientização e emancipação dos seus trabalhadores e da cultura em que se insere. Esta etapa, portanto, tem os objetivos de analisar e avaliar as intervenções de enfermagem junto a populações vulneráveis e consideradas prioritárias no contexto da saúde no Brasil, adolescentes escolares e adultos em condições crônicas e em situação complexa de saúde. Tendo exercido as primeiras fases do programa, de diagnóstico da prática de enfermagem enquanto fenômeno científico da saúde global e nacional, e de estudo das bases teóricas das práticas e as lacunas existentes, nesta etapa procura-se analisar as intervenções e os resultados enquanto produtos para o bem da saúde das populações. Neste estudo, foca-se em dois grupos populacionais que apresentam condições crônicas de sofrimento, pacientes pós angioplastia e os adolescentes em sofrimento emocional relacionado ao fenômeno de bullying no contexto escolar. O projeto será desenvolvido através de dois subprojetos que se encontram em fase de planejamento. Especificamente, neste primeiro momento, objetiva-se analisar, na literatura, as intervenções realizadas pelos profissionais de saúde junto a esses indivíduos quanto as estratégias efetuadas para fortalecer a habilidade de lidar com a carga emocional resultante da cronicidade e da preocupação e verificar os resultados dessas estratégias. Os resultados deste estudo deverão subsidiar as pesquisas de campo a ser realizadas.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Doutorado: (5) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Bertha Cruz Enders - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    ADESÃO AO TRATAMENTO DA TUBERCULOSE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: CONSTRUÇÃO DE UM MODELO TEÓRICO, Descrição: A não adesão ao tratamento da tuberculose configura-se como um dos principais problemas para o controle da doença. As estratégias até então adotadas não são consideradas efetivas o suficiente para garantir o sucesso terapêutico, o que torna eminente novas investigações sobre quais barreiras ainda podem existir para alcançar uma melhor adesão a essa terapêutica. Objetiva-se compreender como ocorre o processo de adesão ao tratamento da tuberculose, na Atenção Primária à Saúde e construir um modelo teórico explicativo sobre o processo de adesão ao tratamento da tuberculose. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que seguirá como referencial metodológico a Grounded Theory (ou Teoria Fundamentada nos Dados). O cenário da pesquisa serão as vinte e três Estratégias de Saúde da Família do município de Cajazeiras, Paraíba. A amostragem teórica será constituída pelas pessoas que tiveram tuberculose e realizaram o tratamento, vinculadas às unidades de saúde da família do referido município. O estudo contará com a participação de 30 informantes que aderiram ao tratamento da tuberculose, podendo haver variação deste quantitativo para menos, delimitado de acordo com delineamento do estudo (abordagem qualitativa) e procedimentos metodológicos (Teoria Fundamentada nos Dados) a partir dos princípios de saturação teórica dos dados. Serão considerados como critérios de inclusão: completude do tratamento da tuberculose em pessoas notificadas nos anos de 2017 e 2018, bem como, ter idade igual ou superior a dezoito anos. Serão excluídos da pesquisa aqueles que por ventura tenham sido transferidos de município e vieram a realizar o tratamento em outra localidade. Para coleta dos dados utilizar-se-á da entrevista em profundidade, auxiliada por um instrumento constituído em duas partes: a primeira referente aos dados sociodemográficos e a segunda com as questões norteadoras referentes ao objeto de pesquisa. Inicialmente será realizada leitura flutuante das entrevistas para destacar as ideias principais dos participantes. Serão analisadas palavra por palavra e linha por linha visando construir as categorias e codificar a relação entre elas por meio de codificação aberta, axial e seletiva. Será utilizado o software NVivo versão 11 como suporte tecnológico para auxílio à organização dos dados. O paradigma de análise consistirá na identificação de variedade de condições, ações/interações e consequências associadas ao fenômeno, o que formará a estrutura básica do modelo teórico-explicativo. O modelo teórico será analisado e validado por grupos de pesquisadores e participantes da pesquisa. Os dados serão analisados com base no referencial teórico do Interacionismo Simbólico e discutidos sob o suporte da literatura pertinente à temática. O projeto obedecerá aos preceitos éticos da Resolução n 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde com submissão na Plataforma Brasil. Almeja-se com a construção do modelo teórico avançar no conhecimento sobre esse fenômeno para que seja possível traçar políticas e estratégias de intervenção que atendam à realidade específica dessas pessoas, para que em médio e longo prazo seja possível obter taxas de cura mais elevadas e de abandono do tratamento reduzidas, subsidiando caminhos para o alcance prático das metas da Estratégia pelo Fim da Tuberculose no Brasil. Como contribuição científica do modelo teórico explicativo espera-se que possa subsidiar ações dos profissionais de saúde, em especial da enfermagem, pautado em conceitos construídos a partir da elucidação do objeto de estudo.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (4) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Jovanka Bittencourt Leite de Carvalho - Coordenador.

  • 2019 - Atual

    A vivência de pais na terceira fase do Método Canguru, Descrição: Introdução: o nascimento do bebê prematuro tem crescido de forma preocupante no Brasil e Mundo. Dessa forma, faz-se necessário o aprimoramento das medidas assistenciais por meio de tecnologias e assim como no envolvimento dos pais e familiares nos cuidados ao bebê prematuro, em especial no período no Método Canguru. Objetivo: compreender como o pai vivencia os cuidados ao filho prematuro na terceira fase do Método Canguru. Método: desenha-se, metodologicamente, como um estudo analítico, interpretativo e teórico, os quais serão seguidos os pressupostos metodológicos da Grounded Theory (Teoria Fundamentada nos Dados) segundo a perspectiva straussiana. A pesquisa será realizada em duas Maternidades, as quais são referências no estado do Rio Grande do Norte para atendimento de urgência e emergência obstétrica e gestação de alto risco. Portanto, o cenário desta pesquisa está centrado: (1) Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC); (2) Maternidade Dr. José Pedro Bezerra. Serão envolvidos neste estudo amostragem teórica um número estimado de 20 pais que estejam junto ao filho prematuro, no acompanhamento ambulatorial nos locais de pesquisa, durante a terceira fase do MC, a ser considerada suficiente quando houver saturação dos dados. Os participantes obedecerão os seguintes critérios de elegibilidade: (1) ter idade igual ou superior a dezoito anos, (2) estar vivenciando os cuidados com filho prematuro no ambiente familiar há mais de uma semana e (3) ter realizado o acompanhamento do filho prematuro na UCINCa; e excluídos os sujeitos: (1) que não estejam residindo em Natal e sua região metropolitana e (2) que não residam com a companheira e o filho prematuro (3) pais de RN com má-formação congênita e gemelares. A coleta de dados compor-se-á de entrevista aberta em profundidade a partir de um questionamento disparador e questionário sociodemográfico. As entrevistas, uma a uma, serão gravadas com gravador de voz digital portátil após assinatura do Termo de Consentimento Livre Esclarecido e consentimento de gravação de voz. Após a realização das entrevistas, essas serão armazenadas em computador pessoal do pesquisador, e transcritas na íntegra no software Microsoft Office Word 2016. Após, serão avaliadas e revisadas pelos sujeitos responsáveis, ratificando a validade das mesmas. A análise dos dados sucederá a leitura flutuante para destacar as ideias principais dos informantes. Analisar-se-á palavra por palavra, linha por linha, para construir as categorias e codificar a relação entre elas - codificações aberta, axial e seletiva. Ressalta-se que a coleta e análise dos dados serão simultâneas. Após a transcrição no Microsoft Office Word 2016, para auxiliar a análise, organizar os dados, armazenar os arquivos, mapear os conceitos e elaborar relatórios de maneira rápida, simplificada e informatizada, importar-se-á os dados para o Software NVivo 11. O fenômeno será construído dentro de uma estrutura condicional que identifica como cada categoria se apresenta, fazendo a relação da estrutura com o processo. Estas, relacionadas, irão fornecer respostas de como e por que o fenômeno aparece em uma estrutura de condições, ações e consequências, formando a estrutura básica do modelo teórico explicativo. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (4) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Jovanka Bittencourt Leite Carvalho - Coordenador.

  • 2018 - 2019

    Compreendendo o cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus, Descrição: Introdução: a Síndrome Congênita pelo vírus Zika são anomalias congênitas no cérebro das crianças, que provocam um conjunto de sinais e sintomas além da microcefalia. Assim, as crianças podem apresentar retardo no desenvolvimento cognitivo, motor e fala; paralisia cerebral; epilepsia; problemas na visão e audição; disfagia; irritabilidade; dentre outros. Com isso, a assistência deve ser voltada para o desenvolvimento da criança de acordo com suas complicações sejam elas neurológicas e/ou motoras por meio de estímulos precoce, desde o nascimento até os três anos de idade. Deste modo, há a necessidade indispensável dos familiares de aprender como cuidar das particularidades inerentes a essas crianças, pois a equipe de profissionais especializados estimula o crescimento e desenvolvimento da criança, mas requer muito da família a continuidade desses estímulos no seu convívio diário, para melhor evolução da criança, pois a forma dessa criança vivenciar a vida interfere no seu desenvolvimento infantil. Tais considerações são importantes para a enfermagem haja vista o papel que o profissional enfermeiro exerce na prevenção e promoção de saúde de mulheres gestantes e das crianças, ao logo do pré-natal, puerpério e puericultura. Diante do exposto surgiu o seguinte questionamento: como acontece o cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus? Objetivo: Compreender o processo de cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus. Método: trata-se de um estudo exploratório e descritivo, com abordagem qualitativativa, do tipo Teoria Fundamentada nos Dados. Utilizou-se o referencial filosófico de Leonardo Boff. O estudo será desenvolvido com as famílias das crianças com Síndrome Congênita pelo vírus Zika cadastradas no Centro de Reabilitação Infantil, no município de Natal-RN, Brasil. A coleta de dados será por meio um roteiro que consiste em duas partes: a primeira constará de questões socio-econômicas, com vista a caracterizar os participantes e a segunda constará de uma questão norteadora relativa ao objeto de estudo para direcionar a conversa oral entre duas pessoas. Na análise dos dados será realizada a leitura flutuante para destacar as idéias principais dos informantes, análise linha a linha, para construir os códigos, as categorias e suas propriedades denominada de codificação aberta; além disso, codificar a relação entre as categorias chamada de codificação axial; e finalmente após o processo de integrar e refinar as categorias ocorrerá a codificação seletiva que assume a forma de teoria.Por isso,ressalta-se que é um processo com idas e vindas em que a coleta e análise são simultâneas e o número de participantes dá-se pela saturação teórica, quando não surgir conceito novo.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Coordenador / Adeleide Cristina Melo dos Santos da Mata - Integrante.

  • 2017 - Atual

    VALIDAÇÃO DE UMA PROPOSTA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA A CONSULTA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM TUBERCULOSE NA ATENÇÃO BÁSICA, Descrição: A prática do enfermeiro na assistência à saúde em qualquer campo de atuação exige fundamentação teórica das ações e aderência ao processo metodológico que, regulamentado em lei no Brasil, direciona para a sistematização dessa assistência através da Consulta de Enfermagem. A Consulta, quando embasada no Processo de Enfermagem e nas Classificações taxonômicas para a definição dos diagnósticos, intervenções, e resultados do cuidar, organiza e sistematiza as ações e constitui uma segurança para o paciente, à medida que contribui para a prática baseada em evidências. Estudos indicam que o enfermeiro da unidade de saúde realiza a consulta ao paciente com Tuberculose, através de ações pontuais de distribuição de medicamentos e de programação do acompanhamento, embora possa utilizar algumas das etapas do Processo metodológico. Dificilmente, porém, este profissional utiliza as classificações taxonômicas para discernir o diagnóstico de enfermagem e tampouco para elaborar um plano de intervenções de competência do enfermeiro junto ao paciente. Entende-se que esse modo de implementar a consulta de enfermagem é ineficiente e constitui um problema prático que precisa ser remediado urgentemente porque, primeiramente, contraria a Resolução 358/2009, do Conselho Federal de Enfermagem COFEN, que regulamenta a assistência de enfermagem em qualquer serviço de saúde a ser implementada pela consulta orientada pela teoria e organizada de acordo com as etapas do Processo de Enfermagem. Segundo, porque não atende a diretriz do Ministério da Saúde que, no Programa Nacional de Controle da Tuberculose PNCT, delineia que a consulta ao usuário no acompanhamento terapêutico individualizado, deverá ser realizada de acordo com o Processo de Enfermagem para a identificação do diagnóstico de enfermagem, de acordo com a Classificação de Diagnósticos da NANDA. Além disso, a consulta de enfermagem malconduzida, desvaloriza os princípios da enfermagem científica e os aportes filosóficos das almejadas práxis nesse contexto. Essa deficiência na Consulta tem sido atribuída à grande demanda de trabalho nas unidades básicas de saúde onde esses pacientes são geralmente atendidos. Isso acaba interferindo no processo de trabalho dos profissionais, o que, portanto, resulta num cuidado acrítico e sem reflexão. A falta de conhecimento sobre os elementos do Processo de Enfermagem em si, a sua aplicação no contexto da Atenção Primária à Saúde, e principalmente, das Classificações taxonômicas de enfermagem e seu uso, têm sido identificadas pelos enfermeiros como a dificuldade maior para a efetivação da Consulta conforme recomendado. Este projeto aborda o fenômeno da consulta de enfermagem ao indivíduo com Tuberculose nos serviços realizada sem o respaldo do Processo de Enfermagem e das Classificações de Enfermagem, ferramentas essenciais para a sistematização da assistência em qualquer situação de cuidar do enfermeiro. Partindo da perspectiva teórica crítica social, o estudo visa elaborar uma intervenção educativa válida para ampliar a base de conhecimento dos enfermeiros que atuam na atenção básica ao realizar a consulta ao paciente com Tuberculose. O estudo faz parte do projeto de pesquisa global do coordenador sobre o desenvolvimento das práticas de enfermagem na assistência e na epidemiologia das doenças, em desenvolvimento pela equipe formada por orientandos e profissionais membros do grupo de pesquisa. Neste estudo, trabalha-se com a hipótese de que uma capacitação sobre a implementação do Processo de Enfermagem e das Classificações na Consulta de Enfermagem, realizada com a participação dos sujeitos e aceitável para os enfermeiros, viabilizará a mudança para a aplicação sistematizada desses conceitos na consulta. O objetivo geral do estudo é validar o conteúdo e a viabilidade de implementação de um programa de capacitação sobre a aplicação do Processo de Enfermagem e das Cl. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (2) / Doutorado: (4) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Bertha Cruz Enders - Coordenador.

  • 2017 - Atual

    Conhecendo o cuidado da família à criança com Síndrome Congênita pelo Zika vírus, Descrição: A Síndrome Congênita pelo Zika vírus é relativamente recente no contexto Brasileiro. Constitui-se de anomalias congênitas associadas à infecção pelo vírus Zika durante a gravidez que causam, no feto, calcificações intracranianas, anomalias cerebrais graves, anomalias oculares, e uma ampla gama de anormalidades neurológicas, além da microcefalia. O Zica Virus, descoberto em paises distantes do Brasil na década de 1950, especificamente em ilhas da Polinesia, chega ao Brasil em meados da decada de 2010, com diversos casos observados de crianças nascidas de mães infectadas pelo virus. Disseminou-se rapidamente no Brasil com 2366 casos de microfelia que apresentavam ainda, multiplas alterações do Sistema Nervoso Central Nervoso. Isso levou a uma denominação mais abrangente do fenomeno e a sua denominação de Sindrome Congenita de Zika Virus. Na ausência de tratamento específico para o Sindrome, o Ministéiro da Saúde recomenda que a assistência deve ser voltada para o desenvolvimento da criança de acordo com suas complicações, sejam elas neurológicas e/ou motoras. Essa assistência envolve a exposição da criança aos estímulos precoce, desde o nascimento até os três anos de idade, período em que o desenvolvimento do cérebro ocorre mais rapidamente maximizar o potencial de crescimento físico e a maturação neurológica, comportamental, cognitiva, afetiva e social do bebê. Assim, entende-se que a inserção do enfermeiro nesse contexto assistencial, requer a implementação de ações de cuidado, apoio psicológico à família, orientação, promoção da saúde, e de reabilitação. Tanto no atendimento à mãe e família ao vivenciar o processo grávidico-puerperal no contexto da atenção básica, quanto no âmbito hospitalar no parto e pós-parto, o enfermeiro desenvolve um papel fundamental na assistência. Recomenda-se especial atenção em toda instância, no sentido de realizar o exame neurológico da criança com vigilância para a ocorrência de deformidades do crânio, fechamento precoce de fontanelas, reatividade, choro, tônus muscular, movimentos e reflexo de moro, sucção e busca, preensão palmar e plantar para acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança e identificação de possíveis malformações congênitas. Já esse tipo de pratica de enfermagem com crianças diagnosticadas com o Sindrom ainda não tem sido bem definida na literatura nem tampouco pelos enfermeiros da Atenção Primária em Saúde. Acredita-se que isso se deva à pouca vivência destes com o fenômeno da criança com o Sindrome , haja vista o seu surgimento nos últimos três anos no Brasil. No entanto, o enfermeiro da Estratégia Saúde da Familia e sua responsabilidade para com a população adscrita bem como o enfermeiro que atende à mae e filho no hospital durante hospitalização para o nascimento do bebê, precisam de um direcionamento teórico para assistir a criança e sua família de forma integral e científica. Entende-se portanto, que essas indicações devam fazer parte de uma prática de enfermagem científica que atenda as necessidades dos receptores dos cuidados e que possa ser delineada através do conhecimento da realidade vivida pela familia ao cuidar da criança com Sindrome Congenita de Zika Virus. Assim sendo, esse estudo se propõe a desenvolver uma proposta teórica enfermagem de médio alcance que venha explicar e orientar a assistência de enfermagem à criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus. O estudo se justifica pelo suporte que as teorias exercem sobre o cuidado da enfermagem em qualquer circunstância assistencial. As teorias de enfermagem distinguem a prática de enfermagem das outras profissões, por esclarecer a enfermagem e a finalidade da sua prática. Dessa forma, torna-se imperativo construir uma teoria de cuidado à Criança com Síndrome Congênita pelo Zika Vírus, para que os conceitos possam ser amplamente utilizados pelas disciplinas da saúde, bem como da enfermagem.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (6) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Bertha Cruz Enders - Coordenador.

  • 2015 - 2017

    Fatores associados ao nascimento pré-termo em Parnamirim-RN: estudo de caso-controle, Descrição: Trata-se de um projeto de Dissertação de Mestrado Acadêmico, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFRN. O objetivo é investigar os fatores de risco associados ao nascimento de pré-termo, através da comparação dos fatores de risco de uma amostra de nascidos vivos pré-termo com outra amostra de nascidos vivos não pré-termo. Para isso, será realizado um estudo de caso-controle, com amostra de 216 casos formados por todos os nascidos vivos pré-termo de parto hospitalar no Hospital Materno Infantil Divino Amor, ocorridos no período de abril a setembro de 2015, de mães residentes em Parnamirim e 216 casos-controle composto por nascidos vivos não pré-termos selecionados de forma aleatória simples. Para coleta de dados serão utilizados três instrumentos: 1) livro de registros da sala de parto do Hospital Materno Infantil Divino Amor; 2) livro de ocorrência da enfermagem com os internamentos; 3) coleta de dados das informações existentes nos documentos: cartão e prontuário da gestante; 4) um formulário de entrevista. Após a compilação dos dados, será investigado o risco relativo, através do calculo de odds ratio - OR, também denominado de razão de chances. Dessa forma, os autores esperam que a pesquisa possa subsidiar na melhoria da assistência pré-natal e parto, considerando as ações relacionadas à promoção do nascimento saudável e prevenção de agravos a saúde materno-infantil... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Jovanka Bittencourt Leite Carvalho - Coordenador.

  • 2015 - Atual

    Humanização dos Cuidados ao Recém-Nascido no Método Canguru, Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Jovanka Bittencourt Leite Carvalho - Coordenador / Thais Rosental Gabriel Lopes - Integrante.

  • 2013 - 2014

    O Pai diante da prematuridade do filho, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (0) . , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Mércio Gabriel Araújo - Integrante / Jovanka Bittencourt Leite Carvalho - Coordenador / Thais Rosental Gabriel Lopes - Integrante / Alessandra Gurgel Câmara - Integrante / Rosineide Santana de Brito - Integrante.

  • 2012 - 2012

    Determinantes das condições de saúde dos isodos na estratégia de saúde da família: analisando a realidade de idossos do município de Santa Cruz, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Vilani Medeiros de Araújo Nunes - Coordenador.

  • 2011 - 2011

    Desenvolvimento de protocolo de avaliação multidimensional das condições de saúde de iodsos integrantes de grupos de convivência: proposta de protocolo de intervenção interdisciplinar, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Vilani Medeiros de Araújo Nunes - Coordenador.

  • 2011 - 2011

    Morbidade e mortalidade materna e infantil: um estudo de avaliação na atenção primária à saúde, Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Gracimary Alves Teixeira - Integrante / Fábia Barbosa de Andrade - Coordenador.

Prêmios

2012

3 Lugar na Categoria de Relato de Experiência, UFRN/FACISA.

Histórico profissional

Experiência profissional

2015 - 2018

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista CAPES (Mestrado/Doutorado), Regime: Dedicação exclusiva.

2015 - 2015

Maternidade Escola januário Cicco

Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora de Projeto de Extensão, Carga horária: 8

2011 - 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 40

Atividades

  • 01/2014

    Pesquisa e desenvolvimento, Centro de Ciências da Saúde/Departamento de Enfermagem.,Linhas de pesquisa

2009 - 2013

Pref. Municipal de Jaçanã

Vínculo: , Enquadramento Funcional: Enfermeira do PSF

Outras informações:
Enfermeira concursada da Equipe de Saúde da Família

2007 - 2007

Casa de Saúde são Lucas

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Estágios nos setores clínicos, cirúrgico, UTI, Carga horária: 30

Outras informações:
Carga horária total de 240h

2008 - 2008

Clínica do Rim

Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Estágio Voluntário em Hemodiálise, Carga horária: 30

Outras informações:
Carga horária total de 240h.

2008 - 2008

Instituto de Ensino e Cultura

Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Professora e Supervisora de Aulas Práticas, Carga horária: 20

Outras informações:
Supervisora de Aulas Práticas da disciplina de Saúde da Mulher do Curso técnico de Enfermagem na Maternidade Municipal da Quintas em Natal-RN. Professora da disciplina de Assistência de Enfermagem à Saúde da Mulher,C.H.: 60h. Assistência de Enfermagem a Clientes Idosos, C.H.: 40h.

2008 - 2008

Centro Integrado de Atualização e Capacitação em Saúde

Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professora

Outras informações:
Professora das disciplinas de Assistência de Enfermagem à Saúde da Criança e do Adolescente, C.H.: 40h; Administração Aplicada à Enfermagem, C.H.: 20h

2014 - 2014

Escola de Enfermagem de Natal da Universidade Federal do Rio Grande do Nort

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora convidada

2016 - 2016

CENTRO DE FORMAÇÃO DE PESSOAL PARA OS SERVIÇOS DA SAÚDE

Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Curso de aperfeiçoamento, Carga horária: 30

2015 - 2015

Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Docente assistida

2017 - 2017

Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40