Helio Irany Wanderley Junior

Graduado em ciências militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (1999). Possui bacharelado e licenciatura em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2006). Especialização em Coordenação Pedagógica pelo Centro de Estudos de Pessoal do Exército (2011). Mestrado em história pela Universidade Salgado de Oliveira(UNIVERSO), Niterói. Atualmente é professor de história e de Relações Internacionais do Colégio Militar do Rio de Janeiro, pesquisador do Laboratório de História Militar, Política e Fronteiras da Universidade Salgado de Oliveira, pesquisador da Rede HERMES - Pesquisadores Internacionais de Fronteiras, Integração e Conflitos, pesquisador do Grupo de Pesquisa História Militar, Política e Fronteiras do CNPq, pesquisador do projeto Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações: estudos sobre Ajuda Humanitária e Segurança Integrada do PROCAD-CAPES (2019-2024). Possui pesquisas na área de Relações Internacionais e história militar, principalmente no que tange a conflitos fronteiriços, Segunda Guerra Mundial e Militares e Política, especialmente no período de 1889 a 1945.

Informações coletadas do Lattes em 10/11/2021

Acadêmico

Formação acadêmica

Mestrado em História

2018 - 2020

Universidade Salgado de Oliveira
Título: Questão Letícia: Análise da atuação militar brasileira no conflito Colombo-Peruano(1932-1934),Ano de Obtenção: 2020
Fernando da Silva Rodrigues.Grande área: Ciências Humanas

Especialização em Coordenação Pedagógica

2011 - 2011

Centro de Estudos de Pessoal do Forte Duque de Caxias
Título: Avaliação da aprendizagem nos cursos do CIPqdtGPB
Orientador: Wagner de Moraes Ramos

Especialização em Ciencias Militares

2008 - 2008

Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais do Exército
Título: O Lançamento Áereo de Suprimentos em apoio as Operações Militares na Amazônia
Orientador: Eudson Bezerril de Melo Soares

Graduação em História

2000 - 2006

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: A PARTICIPAÇÃO DO BRASIL NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
Orientador: ORLANDO DE BARROS

Graduação em História

2000 - 2006

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Título: A PARTICIPAÇÃO DO BRASIL NA 2ª GUERRA MUNDIAL
Orientador: ORLANDO DE BARROS

Graduação em Intendência

1994 - 1999

Academia Militar das Agulhas Negras

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Alemão

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Ensino e pesquisa.

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Avaliação da Aprendizagem.

Participação em eventos

I Encontro Internacional da rede HERMES. 2020. (Encontro).

Simpósio de Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações: estudos sobre Ajuda Humanitária e Segurança Intergrada. 2020. (Simpósio).

Comissão julgadora das bancas

Fernando da SIlva Rodrigues

RODRIGUES, F. S.; FARIAS, W. G.; Pedrosa, F. V. G.. Questão Letícia: análise da atuação militar brasileira no conflito Colombro-Peruano (1932-1934). 2019. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Salgado de Oliveira.

Vivian Cristina da Silva Zampa

RODRIGUES, F. S.;ZAMPA, Vivian; FARIAS, W. G.. Questão Letícia: Análise da atuação militar brasileira no conflito Colombo-peruano (1932-1934). 2020. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Salgado de Oliveira.

Wagner Pinheiro de Barros

Júnior;BARROS, W. P.. O PROFISSIONAL MILITAR DOMPSA DO SÉCULO XXI E O SUPRIMENTO PELO AR: NOVAS PERSPECTIVAS. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Coordenação Pedagógica) - Exército Brasileiro.

FERNANDO VELÔZO GOMES PEDROSA

RODRIGUES, F. S.;PEDROSA, F. V. G.; FARIAS, William Gaia. Questão Letícia: análise da atuação militar brasileira no conflito colombo-peruano (1932-1934). 2019. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Salgado de Oliveira.

Foi orientado por

Fernando da SIlva Rodrigues

Questão Letícia: uma visão sobre a atuação militar brasileira no conflito; 2018; Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Salgado de Oliveira,; Orientador: Fernando da Silva Rodrigues;

Celso Corrêa Pinto de Castro

Rondon e a Comissão Mista: a atuação diplomática-militar brasileira na Guerra Colombo-Peruana (1932-1938); Início: 2021; Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais -CPDOC/FGV; (Orientador);

Orlando de Barros

A participação do Brasil na segunda guerra mundial; 2005; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Orientador: Orlando de Barros;

Produções bibliográficas

  • WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Questão Letícia: análise da atuação militar brasileira no conflito colombo-peruano (1932-1934). REVISTA DE TRABALHOS ACADÊMICOS. , v. 17, p. 01, 2018.

  • WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Questão Letícia: Análise da atuação militar brasileira no conflito colombo-peruano (1932-1934). 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Questão Letícia: Análise da atuação militar brasileira no conflito Colombo-peruano(1932-1934). 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Questão Letícia: Análise da atuação militar brasileira no conflito colombo-peruano (1932-1934). 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções

WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Concurso Literário Centenário do Serviço de Intendência do Exército (SCMB). 2020.

WANDERLEY JUNIOR, Helio Irany . Concurso público para a Escola de Sargentos do Exército. 2019.

Projetos de pesquisa

  • 2020 - Atual

    Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações: estudos sobre Ajuda Humanitária e Segurança Integrada., Descrição: O projeto de pesquisa tem por finalidade conduzir pesquisa sistemática, em rede, de conteúdos de interesse conceitual de Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações.

Participam pesquisadores associados as equipes das seguintes instituições: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (RJ) (Instituição Líder), da Universidade Federal do Amazonas (AM), Universidade Federal da Grande Dourados (MS), Universidade Federal de Roraima (RR), Universidade Estadual de Roraima (RR), da Universidade Salgado de Oliveira (RJ) e do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF). As equipes contam ainda com pesquisadores oriundos de outras intuições de ensino superior e organizações militares. 

O projeto tem duas temáticas articuladas à Defesa Nacional: a Segurança Integrada e a Ajuda Humanitária. Estes são núcleos a partir dos quais serão investigados aspectos e dinâmicas em andamento na Faixa de Fronteira Terrestre, tais como movimentos populacionais, crimes transnacionais, e outros temas que tenham reflexos no espaço brasileiro.

Assume-se que o objeto de pesquisa é complexo, pelo que se busca a abordagem multidisciplinar, integrando pesquisadores com trajetória em diferentes áreas do conhecimento, e abrangente, capaz de melhor compreender o desenvolvimento e/ou instabilidade dos espaços de análise, assim como antecedentes e reflexos no plano das Ciências Militares, das Relações Internacionais e dos Estudos de Defesa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Helio Irany Wanderley Junior - Integrante / TASSIO FRANCHI - Coordenador / FERNANDO DA SILVA RODRIGUES - Integrante / Fabio da Silva Pereira - Integrante / Eduardo José Fernandes da Paz - Integrante.

  • 2017 - Atual

    FORÇAS ARMADAS, FRONTEIRAS E TERRITÓRIO: ESTUDOS SOBRE A AMAZÔNIA DA PRIMEIRA REPÚBLICA ATRAVÉS DO ACERVO DOCUMENTAL DO ARQUIVO HISTÓRICO DO EXÉRCITO NO RIO DE JANEIRO, Descrição: A pesquisa busca analisar, através dos documentos escritos, da cartografia, e principalmente, das fotografias, fonte de pesquisa na área das ciências humanas, como os pesquisadores na atualidade, observam o espaço e os homens do sertão norte brasileiro, na Primeira República. 
Este estudo utilizará principalmente, o acervo fotográfico produzido pela Comissão de Inspeção de Fronteiras, chefiada pelo General Cândido Mariano da Silva Rondon, sobre negros e índios da Amazônia, durante o período de 1927 a 1930, que se encontra no Arquivo Histórico do Exército, localizado no Rio de Janeiro.
Articularemos essa produção documental com os interesses modernizadores do Estado brasileiro naquele momento em que a geração de intelectuais e políticos da Primeira República buscava uma identidade coletiva para o país, uma base para a construção da nação. Tratava-se de uma busca das bases para a redefinição da República, para o estabelecimento de um governo republicano.
O uso de imagens fotográficas como documento testemunhal tornou-se uma necessidade nos tempos atuais. Os textos continuam sendo importantes fontes, mais temos que aprender a utilizar as imagens como fontes históricas e não como complementos monográficos. A História de uma sociedade está representada pelos álbuns de famílias, pelas imagens retratando cidades e seus espaços físicos, pelas imagens que retratam os costumes de uma época, os tipos de moradia, as estruturas políticas, econômicas e sociais. Nesta pesquisa, pretende-se articular o uso de imagens aos interesses políticos do Estado sobre o processo intervencionista do sertão brasileiro.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (2) . , Integrantes: Helio Irany Wanderley Junior - Integrante / FERNANDO DA SILVA RODRIGUES - Coordenador / Leandro Ribeiro de Lacerda - Integrante / Fabio da Silva Pereira - Integrante / Eduardo José Fernandes da Paz - Integrante.

Histórico profissional

Endereço profissional

  • Exercito Brasileiro, Colégio Militar do Rio de Janeiro. , Rua São Francisco Xavier - de 532 ao fim - lado par, São Francisco Xavier, 20550018 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil, Telefone: (21) 34563134

Experiência profissional

2020 - Atual

Universidade Salgado de Oliveira

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2020 - Atual

Escola de Comando e Estado Maior do Exército

Vínculo: , Enquadramento Funcional:

2017 - Atual

Colégio Militar do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2017 - Atual

Colégio Militar do Rio de Janeiro

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: pesquisa e desenvolvimento, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 02/2017

    Pesquisa e desenvolvimento, Colégio Militar do Rio de Janeiro.,Linhas de pesquisa

  • 02/2017

    Ensino,,Disciplinas ministradas, HISTORIA GERAL E HISTORIA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

2011 - 2015

Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe da Seção de Avaliação da Aprendizagem, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

2015 - 2016

Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea Exercito

Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefe da Seção de Coordenação Pedagógica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.