Amanda Carolina Tolentino da Silva

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul(2017) e ensino-medio-segundo-grau pelo Colégio Militar de Porto Alegre(2012). Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Zoologia Aplicada.

Informações coletadas do Lattes em 04/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Ciências Biológicas

2013 - 2017

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Título: Análise das anomalias morfológicas externas e da taxocenose de peixes do lago Guaíba a partir de um monitoramento de longo prazo
Orientador: Clarice Bernhardt Fialho
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2011 - 2012

Colégio Militar de Porto Alegre

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia Aplicada/Especialidade: Utilização dos Animais.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

SEMANA ACADÊMICA DA BIOLOGIA UFRGS: BIOLOGIA E CIDADES,. 2017. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Marco Aurélio Azevedo

Azevedo, Marco A.. ANÁLISE DAS ANOMALIAS MORFOLÓGICAS EXTERNAS E DA TAXOCENOSE DE PEIXES DO LAGO GUAÍBA A PARTIR DE UM MONITORAMENTO DE LONGO PRAZO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

FERNANDO GERTUM BECKER

Becker, F. G.Azevedo,M.A.. ANÁLISE DAS ANOMALIAS MORFOLÓGICAS EXTERNAS E DA TAXOCENOSE DE PEIXES DO LAGO GUAÍBA A PARTIR DE UM MONITORAMENTO DE LONGO PRAZO. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • TOMA, T. S. P. ; SILVA, A. C. T. ; KOCHENBORGER, A. P. L. ; OLIVEIRA, B. C. ; SILVA, C. V. C. ; CHAVES, P. R. . Efeito da disposição espacial de galhas na folha no tamanho das galhas em Cryptocarya aschersoniana. In: XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015, São Lourenço. Anuais do XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015. v. 12. p. 1-1.

  • SILVA, A. C. T. ; Giora, J. ; FIALHO, Clarice Bernhardt . Avaliação da taxocenose de peixes do lago Guaíba a partir de um monitoramento de longo prazo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, A. C. T. ; FIALHO, Clarice Bernhardt . Avaliação da taxocenose de peixes do lago Guaíba a partir de um monitoramento de longo prazo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, A. C. T. ; FIALHO, Clarice Bernhardt . Análise e descrição das anomalias morfológicas externas em peixes do lago Guaíba, Rio Grande do Sul, Brasil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

  • SILVA, A. C. T. ; FIALHO, Clarice Bernhardt . Análise das alterações histopatológicas em tecidos gonadais de peixes do lago Guaíba. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2015 - 2017

    ANÁLISE DA FREQUÊNCIA DE ANOMALIAS MORFOLÓGICAS, IGS E DESENVOLVIMENTO GONADAL EM PEIXES DO LAGO GUAÍBA, Descrição: O monitoramento da qualidade da água em recursos hídricos naturais é feito, tradicionalmente, através da análise da concentração de algumas substâncias, que não podem estar presentes acima de determinadas concentrações, consideradas tóxicas. Este método tradicional de monitoramento de toxicidade de efluentes apresenta porém certas limitações. Nas últimas três décadas, um número crescente de estudos tem relatado a ocorrência de anomalias externas em peixes (deformidades, erosão das nadadeiras, feridas abertas e tumores) em uma variedade de ambientes aquáticos e esses trabalhos discutem as relações que podem existir entre essas anomalias e a qualidade do ambiente. O lago Guaíba tem sido objeto de monitoramentos desde 1992, e ao longo deste período de monitoramento, foi possível verificar que as frequências de anomalias morfológicas em peixes ocorreram em valores estatisticamente significativos e acima do esperado em alguns dos anos de amostragem, ocorrendo porém, em frequências mais baixas e classificadas como casuais em outros períodos. Também foram observadas variações em características como riqueza e abundância das espécies ao longo dos períodos estudados nos diferentes pontos de estudo no lago Guaíba. Este projeto visa a continuidade do monitoramento realizado desde 1992, permitindo uma análise de longo prazo dos parâmetros propostos em uma população natural de peixes do lago Guaíba. Trata-se de um raro estudo de longo prazo de monitoramento de uma comunidade de peixes exposta a vários agentes estressores.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Amanda Carolina Tolentino da Silva - Integrante / Júlia Giora - Integrante / Clarice Bernhardt Fialho - Coordenador.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2017

Destaque de sessão com indicação ao prêmio UFRGS jovem pesquisador, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional