Rafael Zimmerle da Nóbrega

Graduou-se em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, em agosto de 2019. Foi bolsista no Programa de Iniciação Científica da Fundação Joaquim Nabuco - PIBIC-FUNDAJ, com auxílio do CNPq, entre maio de 2016 e setembro de 2018. Tem interesse nas áreas de Econometria e Estatística, com ênfase em Avaliação de Impacto de Programas.

Informações coletadas do Lattes em 19/10/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em Ciências Econômicas

2015 - 2019

Universidade Federal de Pernambuco
Título: O impacto da infraestrutura sobre a informalidade: o caso da BR-232.
Orientador: Raul da Mota Silveira Neto

Ensino Médio (2º grau)

2012 - 2014

Colégio De São Bento De Olinda

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

XIV Jornada de iniciação científica - Fundaj. Idade da Mãe e decorrências para os Filhos. 2018. (Exposição).

XIII Jornada de iniciação científica - Fundaj. Análise dos Casos de Pendularidade para estudo e trabalho no Semiárido Setentrional. 2017. (Exposição).

XII JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Migração de retorno no semiárido setentrional. 2016. (Congresso).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Morvan de Mello Moreira

Idade da mãe e decorrências para os filhos ? análise exploratória; 2017; Iniciação Científica - Fundação Joaquim Nabuco; Orientador: Morvan de Mello Moreira;

Raul da Mota Silveira Neto

O Impacto da Infraestrutura sobre a Informalidade do Trabalho: o Caso da BR 232; 2019; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em Economia) - Universidade Federal de Pernambuco; Orientador: Raul da Mota Silveira Neto;

Wilson Fusco

Migração e políticas sociais no semiárido setentrional: características sociodemográficas e fatores de atração/retenção; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Wilson Fusco;

Wilson Fusco

Análise dos casos de pendularidade para estudo e trabalho no semiárido setentrional; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Ciências Econômicas) - Universidade Federal de Pernambuco, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Wilson Fusco;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • NÓBREGA, R. Z. ; MOREIRA, M. M. . Idade da Mãe e decorrências para os Filhos. In: XIV JOIC-PIBIC-FUNDAJ, 2018, Recife. Caderno de Resumos, 2018.

  • NÓBREGA, R. Z. ; MOREIRA, M. M. . Idade da Mãe e Decorrências para os Filhos - Análise Exploratória. In: XIV JOIC-PIBIC-FUNDAJ, 2018, Recife. Caderno de Resumos, 2018. v. 3.

  • NÓBREGA, R. Z. ; FUSCO, W. . Análise dos Casos de Pendularidade para estudo e trabalho no Semiárido Setentrional. In: XIII JOIC-PIBIC-FUNDAJ, 2017, Recife. Caderno de Resumos, 2017.

  • NÓBREGA, R. Z. ; FUSCO, W. . Migração de Retorno no Semiárido Setentrional. In: XII JOIC-PIBIC-FUNDAJ, 2016, Recife. Caderno de Resumos, 2016.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2016 - Atual

    Migração e políticas sociais no semiárido setentrional: características sociodemográficas e fatores de atração/retenção, Descrição: As mudanças na estrutura etária da população do semiárido setentrional indicam mudanças importantes para além das tendências decorrentes da acelerada queda das taxas de fecundidade total no Nordeste como um todo. Os fluxos migratórios, que anteriormente impactavam a participação reduzida da população de adultos jovens, hoje assumem novas características. A exploração da seca enquanto elemento central da miséria, desigualdade e pobreza no semiárido setentrional já foi alvo de importantes discussões teóricas e, embora tenha explicitado o processo de expropriação política e econômica da população frente a uma construção ideológica da seca, ainda hoje não são raras as intervenções de políticas públicas que reinventam formas de manter a população em condições de dependência a partir do mesmo discurso. As transformações recentes na região permitem identificar outras dinâmicas na região e a migração parece ser um dos aspectos socialmente relevantes para a região como um todo. Assim, entender com mais detalhes estes processos e como se dão os mecanismos sociais que se articulam com eles trará contribuições importantes para (re)pensar o estigma nordestino e também propiciar novas análises para o planejamento urbano e regional. O objetivo geral do projeto é desenvolver uma análise das características sociodemográficas dos fluxos migratórios recentes considerando os municípios que compõem o semiárido setentrional. Além disso, busca entender melhor os fatores de atração e retenção da população neste contexto, focalizando na importância que as políticas sociais de assistência social podem ter.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rafael Zimmerle da Nóbrega - Integrante / Ricardo Ojima - Coordenador / Wilson Fusco - Integrante.

  • 2013 - 2015

    Dinâmica demográfica do Nordeste, Descrição: Análise, nas últimas décadas, das transformações demográficas experimentadas pela Região Nordeste, em termos das componentes demográficas (fecundiade, mortaliade, migração) asim como do dinamismo das populações das unidades federadas, em especial no que concerne à sua localização espacial ... , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Rafael Zimmerle da Nóbrega - Coordenador / Wilson Fusco - Integrante / Morvan de Mello Moreira - Integrante.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional