Thiago Elias Vieira Pereira

Graduado em História pela Universidade Metodista de Piracicaba. Desenvolvi dois projetos de pesquisa científica (IC) na área da História da educação orientados pelo professor Thiago Borges de Aguiar. O primeiro projeto "Alfabetização, cartilhas e ensino de línguas na Europa do século XVII: um olhar a partir de Jan Amos Comenius." foi financiado pelo CNPq, o segundo "Conhecimento, educação e a tradição hermética: uma leitura da obra de Jan Amos Comenius (século XVII)" pela FAPESP.

Informações coletadas do Lattes em 21/06/2020

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Graduação em História

2014 - 2018

Universidade Metodista de Piracicaba
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.

Ensino Médio (2º grau)

2011 - 2013

ETEC - Gustavo Teixeira

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Historia da educaçao- Ensino de Idiomas.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

AULA INAUGURAL DO CURSO DE HISTORIA 2017 - Unimep. 2017. (Seminário).

IV Encontro de História da Educação e Religião: Juventude, Socialização e Religião. 2016. (Encontro).

IV ENCONTRO DE MOVIMENTOS SOCIAIS. 2016. (Encontro).

12a Mostra Academica. 2014. (Seminário).

SEMANA DE ESTUDOS DO CURSO DE FILOSOFIA. 2014. (Seminário).

XIV SEMANA NACIONAL DE MUSEUS. 2014. (Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Uassyr de Siqueira

Brasil monárquico: Produção da Academia Imperial de Belas Artes do Rio de Janeiro da independência ao reinado de Dom Pedro II; ; 2017; Orientação de outra natureza; (História) - Universidade Metodista de Piracicaba; Orientador: Uassyr de Siqueira;

Raimundo Donato do Prado Ribeiro

Igreja Católica e Ditadura Militar Argentina; 2017; Trabalho de Conclusão de Curso; (Graduação em História) - Universidade Metodista de Piracicaba; Orientador: Raimundo Donato do Prado Ribeiro;

Thiago Borges de Aguiar

Conhecimento, educação e a tradição hermética: uma leitura da obra de Jan Amos Comenius (século XVII); 2018; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Metodista de Piracicaba, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Thiago Borges de Aguiar;

Thiago Borges de Aguiar

Alfabetização, cartilhas e ensino de línguas na Europa do século XVII: um olhar a partir de Jan Amos Comenius; 2017; Iniciação Científica; (Graduando em História) - Universidade Metodista de Piracicaba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; Orientador: Thiago Borges de Aguiar;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • AGUIAR, T. B. ; PEREIRA, T. E. V. . Comenius e o poder instrutivo dos anjos. REVISTA BRASILEIRA DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO , v. 18, p. 1-25, 2018.

  • PEREIRA, T. E. V. . Igreja Católica e Ditadura Militar Argentina. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

  • PEREIRA, T. E. V. ; AGUIAR, T. B. . Conhecimento, educação e a tradição hermética: uma leitura da obra de Jan Amos Comenius (século XVII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - 2018

    Conhecimento, educação e a tradição hermética: uma leitura da obra de Jan Amos Comenius (século XVII), Descrição: Esse projeto tem origem nas dúvidas levantadas na pesquisa anterior ?Alfabetização, cartilhas e ensino de línguas na Europa do século XVII: um olhar a partir de Jan Amos Comenius? onde procurei me aprofundar na análise da obra Didática magna a fim de compreender o seu método pedagógico e em que medida ele se propunha a mudar o ensino de línguas (mais precisamente do latim). Eis que identifico no texto vários traços comuns da tradição hermética, como por exemplo, o uso de números cabalísticos na estrutura do texto e de seu método. Tendo em mente que Comenius foi bastante influenciado por seu mestre Johann Valentin Andreae, membro da irmandade Rosa-Cruz, que pertencia à tradição hermética, proponho uma leitura de textos que exploram o hermetismo e suas vertentes a fim de melhor compreendê-lo e realizar, sob essa ótica, uma análise das três principais obras comenianas, identificando os traços da tradição contido nelas.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Thiago Elias Vieira Pereira - Integrante / Thiago Borges de Aguiar - Coordenador., Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.

  • 2016 - 2017

    Alfabetização, cartilhas e ensino de línguas na Europa do século XVII: um olhar a partir de Jan Amos Comenius., Descrição: Jan Amos Comenius foi um educador Morávio que viveu no século XVII produzindo diversos textos que tratavam sobre educação, filosofia, teologia, ciência entre outros. Entre suas obras mais importantes temos a Didática Magna e o Orbis Sensualium Pictus. Ambas as obras foram objeto de estudo da pesquisa que visava investigar os hábitos e práticas de leitura no início da modernidade, como as crianças eram introduzidas a essas práticas, o método de ensino de línguas de Comenius expresso nas obras citadas e a relevância dessas obras no contexto em que o educador estava inserido. Em um primeiro momento foi feita a leitura dos trabalhos já produzidos sobre Comenius pelo professor orientador e os orientandos anteriores, logo após realizei a leitura e fichamento da Didática Magna e do Orbis, na sequência foram lidos e fichados artigos pertinentes ao tema e livros sobre história da educação e história da cultura. Terminadas as leituras e fichamentos, os resultados foram sistematizados e o relatório produzido. Pude concluir que Comenius enxergava o aprendizado de outros idiomas como uma forma de acessar novos conhecimentos e manter contato com os países vizinhos, o que na Europa do início da modernidade é essencial devido à diversidade cultural e linguística dos territórios. No início da modernidade, devido à reforma protestante e o advento da imprensa o número de leitores e escolas aumentava, sendo que o acesso ao material impresso pelos leitores da cidade, assim como sua alfabetização, era mais comum do que o dos camponeses. As crianças que eram alfabetizadas nas cidades, o faziam por meio de escolas paroquiais e mestres contratados pelas famílias. No campo as poucas crianças alfabetizadas recebiam essa instrução dos pais ou de escolas paroquiais locais. Apesar do número de leitores aumentar, observamos nesse período uma grande perda de prestígio do latim, porem, devemos entender que o status do latim no leste da Europa era diferente do resto, sendo uma língua muito utilizada nas instâncias jurídicas, acadêmicas e inclusive por parte da população, é nesse contexto que a obra de Jan Amos Comenius se faz relevante.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (1) . , Integrantes: Thiago Elias Vieira Pereira - Integrante / Thiago Borges de Aguiar - Coordenador., Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

2016 - 2017

Universidade Metodista de Piracicaba

Vínculo: , Enquadramento Funcional: