Itala Cristina Ribeiro Piauilino

Graduada no curso de Biomedicina do Centro Universitário FAMETRO, atuou como monitora na disciplina de Bioquimica metabólica. Participou como bolsista de Iniciação científica PIBIC 2016-2018 da FIOCRUZ_ILMD com o projeto intitulado: A Avaliação antimalárica de frações e isolados de Guatteria citriodora por citometria de fluxo. Atualmente, mestranda pelo Programa de Pós Graduação em Doenças tropicais e Infecciosas da Universidade Estadual da Amazônia -UEA em convênio com a FMT-HVD.

Informações coletadas do Lattes em 28/02/2022

Acadêmico

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Doenças Tropicais e Infecciosas

2019 - Atual

Universidade do Estado do Amazonas
Título: Avaliação in vitro e in vivo da atividade antiplasmodial de substâncias isoladas de plantas da Amazônia,Orientador:
Claudia María Ríos Velásquez.Coorientador: Adrian Martin Pohlit. Bolsista do(a): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas, FAPEAM, Brasil.

Graduação em Biomedicina

2015 - 2018

Faculdade Metropolitana de Manaus
Título: Avaliação da atividade antimalárica de frações isoladas de guatteria citriodora por citometria de fluxo
Orientador: Yuri Oliveira Chaves

Ensino Médio (2º grau)

2007 - 2010

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Idiomas

Bandeira representando o idioma Inglês

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Espanhol

Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.

Bandeira representando o idioma Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Participação em eventos

15 Reunião Anual de Iniciação Científica - 15 RAIC 2018.A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2018. (Outra).

II Congresso de Biomedicina da Região Norte. A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2018. (Congresso).

I Simpósio de Doenças Tropicais.A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2018. (Simpósio).

Programa de Iniciação Cientifica e Tecnológica-PIC 2017-2018.A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2018. (Outra).

XIII Semana Acadêmica de Farmácia. A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2018. (Congresso).

Programa de Iniciação Cientifica e Tecnológica-PIC 2016-2017.A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. 2017. (Outra).

XIV Reunião Anual de Iniciação Científica.A avaliação da atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria Citriodora por citometria de Fluxo.. 2017. (Outra).

Comissão julgadora das bancas

Keillen Monick Martins Campos

VELASQUEZ, C. M. R.; Vale, E. S. M; Aguiar, A. C. C.; MELO, GISELY C;MARTINS-CAMPOS, KEILLEN M.. Avaliação da atividade de extratos isolados da Ampelozizyphus amazonicus no desenvolvimento Plasmodium vivax em Anopheles aquasalis. 2020. Exame de qualificação (Mestrando em Doenças Tropicais e Infecciosas) - Universidade do Estado do Amazonas.

Diana Mota Toro

TORO, D. M.. Avaliação da atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria Citriodora por citometria de fluxo. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro Universitário Fametro.

Orientou

Yury Oliveira Chaves

A avaliação da atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria Citriodora por citometria de Fluxo; ; Início: 2017 - Instituto Leônidas e Maria Deane- Fiocruz; (Orientador);

Foi orientado por

Adrian Martin Pohlit

Avaliação in vitro e in vivo da atividade antiplasmodial de substâncias isoladas de plantas da Amazônia; Início: 2019; Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Universidade do Estado do Amazonas; (Coorientador);

Yury Oliveira Chaves

Avaliação da atividade antimalárica em frações e isolados de G; citriodora para o estudo de resistência a cloroquina e descobertas de novos antimaláricos por citometria de fluxo; ; 2016; Iniciação Científica; (Graduando em Biomedicina) - Faculdade Metropolitana de Manaus, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas; Orientador: Yury Oliveira Chaves;

Produções bibliográficas

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Lopes, S.C.P. ; Chaves, Y.O. . A avaliação da atividade antimalarica de frações e isolados de Guatteria citriodora. In: 15 Reunião Anual de Iniciação Científica 2018, 2018, Manaus. LIvro de Resumos Programa de Iniciação Cientifica e Tecnológica, 2018.

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Lopes, S.C.P. ; Chaves, Y.O. . A AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMALÁRICA DE FRAÇÕES E ISOLADOS DE GUATTERIA CITRIODORA POR CITOMETRIA DE FLUXO. In: XXV Reunião Anual de Iniciação Científica - XXV RAIC 2017, 2017, MANAUS. XXV Reunião Anual de Iniciação Científica - XXV RAIC 2017, 2017. p. 5-5.

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Lopes, S.C.P. ; RABELO, D. M. ; NOGUEIRA, P. A. ; Chaves, Y.O. . Avaliação da atividade antimallárica de frações e isolados de G.citriodora. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Lopes, S.C.P. ; RABELO, D. M. ; NOGUEIRA, P. A. ; Chaves, Y.O. . Avaliação da atividade antimallárica de frações e isolados de G.citriodora. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Lopes, S.C.P. ; RABELO, D. M. ; NOGUEIRA, P. A. ; Chaves, Y.O. . Avaliação da atividade antimallárica de frações e isolados de G.citriodora. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

  • PIAUILINO, I. C. R. ; Chaves, Y.O. ; Lopes, S.C.P. . A AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMALÁRICA DE FRAÇÕES E ISOLADOS DE GUATTERIA CITRIODORA POR CITOMETRIA DE FLUXO.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Projetos de pesquisa

  • 2016 - 2018

    A avaliação da atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria Citriodora por citometria de Fluxo., Descrição: Segundo dados da OMS de 2015, 214 milhões de pessoas contraíram malária e morreram 438 000 mil no mesmo ano, dessas mortes uma acentuada porcentagem são crianças menores de 5 anos principalmente porque infecções por P. falciparum possuem maiores números de notificações principalmente por apresentarem resistência aos medicamentos convencionais. O problema é agravado devido ao fenômeno de resistência cruzada, em que a resistência a uma droga confere resistência à outra(s) droga(s) que possuem semelhanças químicas ou que tenham mecanismos de ação semelhantes. Nas últimas décadas, diversos antimaláricos tiveram que ser removidos da linha de frente de tratamento devido à resistência parasitária fazendo lembrar do papel da busca de novas drogas para tratamento da malária. A procura por plantas medicinais tem crescido expressivamente nos últimos anos. Isto se deve a busca por terapias naturais, como a fitoterapia. O Brasil possui cerca de 60.000 espécies de plantas, o que corresponde a cerca de 20% de toda a flora mundial conhecida, e a Amazônia possui cerca de 10% da flora mundial e vem se destacando na descoberta de novas drogas para a indústria farmacêutica. Uma das plantas que possui uma boa representatividade é a família das Anonaceae que abrange um grande números de espécies que apresentam atividades contra diversos tipos de parasitas inclusive P. falciparum. Dentre as plantas desta família, destaca-se a espécie G. citriodora que recentemente mostrou boa atividade contra uma cepa de P. falciparum. Os resultados das investigações antiplasmodiais in vitro de extratos de G. citriodora são promissores e o estudo das suas frações e isolados em cepas sensíveis e resistentes à cloroquina podem fornecer um melhor entendimento do potencial dessa planta como antimalárico. Neste sentido, P. falciparum apresenta elevada resistência à maioria dos antimaláricos existentes, à exceção dos derivados de artemisinina, ao qual o parasita já vem apresentando uma redução na sensibilidade. Portanto, a descoberta de novos medicamentos é necessária. Uma das abordagens para identificação de potenciais novos antimaláricos é a busca de substâncias naturais provenientes de plantas, em especial, provenientes de regiões endêmicas cujo uso popular no tratamento de doenças seja relatado. . Diante do exposto, espera-se que a triagem de frações e isolados de G. citriodora constitua uma estratégia promissora para identificar potenciais compostos antimaláricos conforme o exporto esse projeto tem como objetivo avaliar a atividade antimalárica de frações e isolados de G. citriodora contra cepas de P. falciparum e verificar seu potencia antimalárico comparado à cloroquina.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Itala Cristina Ribeiro Piauilino - Integrante / Yury Oliveira Chaves - Coordenador / Stefanie Costa Pinto Lopes - Integrante.

Prêmios

2017

Hora ao Mérito Científico- A Avaliação da atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria citriodora por citometria de fluxo, FIOCRUZ.

2017

Prêmio Chaplin- 2° lugar pelo excelente desempenho acadêmico obtido entre sua turma através do CRA no curso de Biomedicina referente ao 1° semestre de 2017, Faculdade Metropolitana de Manaus., FAMETRO.

Histórico profissional

Experiência profissional

2019 - Atual

Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2016

Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

2016 - 2018

Instituto Leônidas e Maria Deane- Fiocruz

Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: PIBIC, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

  • 10/2016 - 07/2018

    Estágios , Instituto Leônidas e Maria Deanne-Fiocruz.,Estágio realizado, PIBIC: A Atividade antimalárica de frações e isolados de Guatteria citriodora por citometria de fluxo.