Vitória Batista Calmon de Passos

Mestranda em Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade pela Universidade Federal da Bahia. Graduanda em Farmácia pela Universidade Federal da Bahia. Graduada no Bacharelado Interdisciplinar em Saúde também pela Universidade Federal da Bahia. É integrante dos grupos de pesquisa: O eixo ético humanístico para a formação médica na Universidade Federal da Bahia (UFBA) e AS LICENCIATURAS NA UFBA: EXPERIÊNCIAS DOS ESTUDANTES DO NOTURNO NO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. Premiada em 2013 no 9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gêneros promovido pela Secretaria de Política das Mulheres (SPM-PR), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI); a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECADI/MEC); a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e a ONU Mulheres.

Informações coletadas do Lattes em 04/04/2019

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em andamento em Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade

2019 - Atual

Universidade Federal da Bahia
Orientador:RENATA MEIRA VERAS.Coorientador: MARCELO NUNES DOURADO ROCHA. Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

Graduação em andamento em Farmácia

2017 - Atual

Universidade Federal da Bahia

Graduação em BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE

2014 - 2016

Universidade Federal da Bahia

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

9 Prêmio Construindo a Igualdade de Gêneros.Às vezes dói ser mulher. 2014. (Outra).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

Maria Thereza Ávila Dantas Coelho

orientação acadêmica e profissional; 2014; Orientação de outra natureza; (Bacharelado Interdisciplinar em Saúde) - Universidade Federal da Bahia; Orientador: Maria Thereza Ávila Dantas Coelho;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Produções bibliográficas

  • PASSOS, V. B. C. . Às vezes dói ser mulher. In: 9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, 2013, Brasília. 9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, 2013.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2017 - Atual

    AS LICENCIATURAS NA UFBA: EXPERIÊNCIAS DOS ESTUDANTES DO NOTURNO NO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, Descrição: Com base na relevância social da expansão das licenciaturas noturnas e na baixa participação de diversos graduandos do noturno em pesquisa e extensão, o objetivo geral dessa pesquisa é analisar as experiências que os estudantes das licenciaturas noturnas da UFBA vivenciam no ensino, na pesquisa e na extensão e tem como objetivos específicos: investigar o contexto de expansão das licenciaturas noturnas na UFBA, desde sua criação em 1999; identificar os motivos de escolha dos estudantes pelas licenciaturas e pelo período noturno; conhecer a avaliação que se faz do ensino dos seus professores e de sua participação para a formação profissional; investigar o grau de participação e tipos de experiências dos estudantes na pesquisa e na extensão e conhecer o valor que atribuem à pesquisa e a extensão para a formação profissional. A metodologia se constitui através da pesquisa qualitativa, a partir dos estudos da etnometodologia, com base em técnica de entrevistas individuais semi-estruturadas, grupo focal, questionário e observações participantes registradas em diário de campo. Espera-se que os resultados desse estudo apontem a real situação da participação estudantil nos cursos noturnos de licenciaturas da instituição, bem como as questões relativas às suas vivências e aproveitamento em atividades de pesquisa e extensão. Estima-se também que o estudo possa favorecer uma melhor compreensão do processo histórico dos cursos de licenciaturas noturnas na UFBA e, com base na percepção dos atuais estudantes, contribuirá na adoção de possíveis políticas para a melhoria destes cursos para os estudantes vindouros. Seus resultados poderão, ainda, contribuir para a reflexão acerca de uma nova realidade do trabalho em educação e sobre o papel das Universidades e do Governo na formação acadêmica dos profissionais de educação.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Vitória Batista Calmon de Passos - Integrante / Renata Meira Véras - Coordenador / Caio Cezar Moura Feitosa - Integrante / Natália Ribeiro da Hora - Integrante / CLARA FERNANDEZ - Integrante / Gezilda Borges de Souza - Integrante / Brian Teles Fonseca de Macedo - Integrante / Sonia Maria Rocha Sampaio - Integrante / Wilton Nascimento Figueiredo - Integrante / Jucilene Dias Maranhão - Integrante / Marianne de Oliveira Gonçalves - Integrante / Sayuri Kuratani - Integrante / Erika Silva Chaves - Integrante / Mariana Giulia Chaves Prates - Integrante / Daiane da Luz Silva - Integrante.

  • 2016 - Atual

    O eixo ético humanístico para a formação médica na Universidade Federal da Bahia, Descrição: A educação deve ser responsável pela formação de um profissional capaz de agir e transformar sua prática vivenciada, tendo a instituição de ensino um papel fundamental para essa transformação. Assim, na área da saúde, a instituição de ensino deve se preocupar na construção do conhecimento baseada em uma educação compartilhada de saberes entre profissionais e comunidade, por meio de um processo participativo que permita uma reflexão crítica da realidade e dos fatores determinantes de um viver saudável. Além disso, é necessário se estimular uma educação preocupada com as práticas de atenção. Pois, para melhorar a forma de cuidar, tratar e acompanhar a saúde, é imprescindível alterar os modos de ensinar e aprender, rever as práticas educativas e seus reflexos nas ações e nos serviços. Na Universidade Federal da Bahia houve uma mudança curricular na graduação em medicina no ano de 2007. Essa transformação objetivou aperfeiçoar a formação dos médicos buscando adequar-se com o perfil esperado na atualidade. Esse novo currículo foi organizado por módulos, no qual sua arquitetura curricular buscou contemplar as dimensões técnico-científica, ético-humanística, e de formação em pesquisa. Em relação ao eixo ético-humanístico, compreende o desenvolvimento de ações ético-humanísticas em todas as práticas curriculares sendo utilizadas várias metodologias de ensino-aprendizagem. Observa-se que é uma temática ainda pouco explorada cientificamente, razão pela qual se propõe nesse estudo investigar a formação humanística em medicina mediante uma pesquisa de natureza qualitativa e analise documental, na qual se pretende identificar se as modificações ocorridas no currículo promoveram transformações na formação profissional. De maneira especifica, busca-se desvelar os contextos políticos e históricos que construíram os últimos dois currículos de medicina da UFBA e identificar a opinião estudantil sobre o seu processo formativo.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.. , Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Vitória Batista Calmon de Passos - Integrante / Renata Meira Véras - Coordenador / Caio Cezar Moura Feitosa - Integrante / Jarbas Carneiro Mota - Integrante / CLARA FERNANDEZ - Integrante / GABRIELA FLOR MARTINS - Integrante.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Prêmios

2013

9º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, SPM, Cnpq, SECADI, SEB e ONU Mulheres.

Histórico profissional

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Experiência profissional

  • 2018 - 2018

    Universidade Federal da Bahia

    Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitora do componente Iniciação Científica em Saúde. Docente responsável: Renata Meira Véras

  • 2018 - 2018

    Universidade Federal da Bahia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitora do componente Saúde, Educação e Trabalho. Docente responsável: Renata Meira Véras

  • 2016 - 2017

    Universidade Federal da Bahia

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitoria, Carga horária: 12

    Outras informações:
    Monitora do componente Saúde, Educação e Trabalho. Docente responsável: Renata Meira Véras